You are on page 1of 1

Atividades adaptadas para os idosos

Escrito por Michelle Brunet | Traduzido por Sheila Bratti
Crie um jardim para os idosos da sua família
elderly and infirm gardening 2. image by mdb from Fotolia.com

Não importa qual a sua idade, você precisa fazer atividades prazerosas. Um idoso
sedentário pode perder as faculdades mentais, além da sua saúde física, e ficar chateado
e deprimido. Jogar cartas, bingo e fazer artesanato são boas opções de atividades para os
mais velhos. Porém, com alguma criatividade, é possível adaptar muitas outras formas de
recreação de modo que os idosos também possam participar.

Jardins das sensações

De acordo com o site Tim Lynch Associates, um jardim das sensações é uma maneira de fazer com que
as pessoas idosas, inclusive aquelas com demência, envolvam-se em atividades sociais e criativas. É
possível criar um jardim que atinja todos os sentidos numa casa de repouso, num lar para idosos ou em
uma residência particular. Crie caminhos por onde uma cadeira de rodas pode passar, atravessando o
jardim, não apenas circulando-o. Instale bancos confortáveis, com escoro para os braços. Para idosos
que ainda podem cuidar do próprio jardim, faça canteiros e floreiras mais altas, para facilitar o acesso.
Para aguçar a visão, plante flores, árvores e cercas vivas em diferentes cores, formatos e tamanhos.
Prefira plantas que atraiam borboletas e outros insetos, como alfazema e flor de cera. Instale uma
fonte. Pendure sinos dos ventos e comedouros para os passarinhos - isso aguçará a audição. Para o
sentido do tato, pense em colocar plantas com diferentes texturas, como flores com as folhas suaves, e
também um salgueiro chorão. Use flores perfumadas, como violetas ou ervas, para despertar o olfato, e
verduras ou árvores frutíferas para o paladar.

Bicicletas reclinadas
Os mais velhos podem se exercitar usando uma bicicleta reclinada, seja móvel ou ergométrica. O
assento semi-inclinado é confortável e ideal para pessoas com problemas nas costas. Além disso, ele é
mais largo que o assento de uma bicicleta normal. Esse tipo de veículo causa pouco impacto, o que
diminui os riscos de lesões nas articulações. Assim, os idosos podem ler ou assistir TV enquanto usam
um modelo ergométrico, ou acompanhar os netos em um passeio de bicicleta móvel.

Jogos para o cérebro
O site Elder One Stop ressalta a importância de envolver os idosos em jogos que exercitem os músculos
do cérebro. Eles recomendam vários jogos. No "Qual é a música?", são usadas músicas de quando os
participantes eram mais jovens. Você pode rodar um CD ou tocar um instrumento. Toque só um
pedaço, e peça para a pessoa adivinhar qual é a música. Crie quebra-cabeças usando fotos antigas dos
participantes idosos. Aumente as imagens, para que elas tenham pelo menos 20 cm por 25 cm, e coleas em papel cartão grosso. Corte em pedaços e peça aos participantes para montarem a imagem. O site
ainda recomenda criar sua própria versão do jogo "O preço certo". Junte vários itens que você tiver em
casa. Peça aos participantes para que tentem adivinhar quanto os objetos custaram. Quem chegar mais
perto do valor correto ganha um prêmio.

Tai chi
O tai chi é uma antiga arte marcial chinesa que traz benefícios não só para os idosos, mas para
qualquer um. Seus movimentos são mais lentos do que os de outras artes marciais, mas ele faz com que
seus participantes ganhem força, equilíbrio e flexibilidade. De acordo com o site Dynamic Chiropractic,
o tai chi ajuda a aliviar a dor causada pela artrite, além de tornar os idosos mais ativos e melhorar sua
mobilidade.