You are on page 1of 11

30/08/2015

Introdução
* Efésios 4:29
• Pensamentos para reflexão:

* “O escrever torna o homem exato”./ “A melhor
memória é o lápis na mão.”

* “Aquele que vê o invisível realiza o impossível”.

* “Qualquer pessoa, física e mentalmente capacitada
para falar , pode tornar-se orador eficiente sem que para
isso, necessite de dotes de eloquência. Basta aprender, pelo
estudo e pela prática, a desenvolver suas qualidades naturais
e os recursos de saber e experiência”. (Oratória Eficiente de
Hoje, p. 24).

“O Homem que muito lê vomita
cultura”
• * “Um dos melhores auxílios para
desenvolver a oratória é a leitura.
Portanto, você jamais será um
bom orador se não for um bom
leitor”.
• * “A pregação só será viva quando
ela refletir a experiência pessoal”.

... E vos farei pescadores...
“Disse Jesus”
• * “Um poeta nasce poeta, um
orador se faz”.
• * Tomaz Édson: “Em todo gênio
há 99% de transpiração e um por
cento de inspiração” .
• * Agostinho: “O que um homem
faz, outro pode fazer”.

Como deve ser a Pregação:
• 1. Bíblica .(Sua fonte primária/comece abrindo-a).
• 2. Cristocêntrica .(“A natureza nos forma, a
ciência nos informa , mas, somente a Bíblia através
de Cristo nos transforma”).
• 3. Dependente do Espírito .( Tanto no preparo
como na apresentação).
• 4. Isenta do Eu .(Experiência do jovem pregador :
“se você houvesse subido como você desceu você
teria descido como você subiu”). A habilidade
impressiona, mas, não transforma.

1

I. • As Quatro Ressurreições por Jesus: • I. • 7. Logo após a morte (Marcos 5:21-23 e 35-43). na prática ambos se sobrepõem. Tipos de Sermão: * É aquele cuja divisão (idéias principais) é tirada do texto Bíblico. • 6. 41-44). Clara e Precisa . IV. Por causa de uma cidade (Lucas 19: 28. Após vários Séculos (João 5:28 e 29/Apocalípse 20:6). principalmente pela extensão da passagem bíblica em que se baseia. Por causa de um homem (João 11:32-36).(Muitos pregam sermões que poderiam ser intitulados: “um dia compreenderás”). Teoricamente este tipo de sermão difere do sermão textual.” • Modelos: 2 .30/08/2015 Como deve ser a Pregação: • 5. • II. II. III. Lucas 22:44). Que ande humildemente com o Senhor. Oração.(Cuidando para se deter dentro do tema escolhido). Fervorosa e Entusiasta . ilustrações e pensamentos para apoiá-lo.38-45). (Nenhum sermão deve ser apresentado sem ter esta ênfase). III. Textual• • • • • • • II. Humildade. Temático • • • • • • • • * Temático – Determina-se um assunto e procura-se textos. Após 24 horas (Lucas 7:11-17). Busca. Por causa do mundo (Mateus 26: 36-38. II. O entusiasmo faz a mentira parecer verdade e a falta dele faz a verdade paracer mentira. Que ame a misericórdia. • III. Temático Modelos: O Choro de Jesus: I. Após 4 dias (João 11:17. Expositivo “ É aquele que surge de uma passagem bíblica com mais de dois ou três versículo. Modelos: II Crônicas 7:14 Miquéias 6:8 Passos para Deus nos ouvir: O que Deus espera do Cristão: I. III.(Deus dentro). Conversão. Que revele o Amor de Deus. • IV. Que pratique a justiça. II.

• III. • * Conclusão – Se divide em três partes: a)Repasse das idéias principais do corpo. III. Explicação: (Narrar com as próprias palavras o que aconteceu.”). IV. Conclusão: (Apelo). • III. II. alimento pobre). • O Corpo do sermão inclui Explicação. Divisões de um Sermão: Expositivo • • • • • • • • • • • • • Marcos 10:46-52 Atos Gigantes em direção a Cristo I. Purificai-vos. c)Apelo para que as idéias sejam aceitas. Mudai vossos vestidos. c)Contar uma história. • b)Reforço das Idéias. c)Apelo para que as idéias sejam aceitas. Tirai os deuses estranhos do meio de vós. “Os 5 primeiros minutos definem a batalha”. • V.. Corpo. • 4. II. O corpo deve ter uma estrutura . “Seguiu a Jesus” (Perseverança). • Esqueleto de um Sermão: • I. “Levantou-se”(Fé). Introdução. • IV. “Assentado junto ao Caminho” (Humildade). Esmero: (cuidado especial. divisões da idéia (a idéia básica deve ser uma só. “Começou a clamar” (Coragem). Divisões de um • I. argumentações consistentes e convincentes. 3 . • b)Reforço das Idéias. Interpretação e Aplicação do texto. capricho). • É importante ser caprichoso na elaboração da introdução para despertar o interesse • e obter boa vontade da parte dos ouvintes. No corpo o pregador faz exposição do assunto fundamentando a tese com citações. • II. mas apresentada num raciocínio lógico e progressivo. IV.30/08/2015 III. • 2.. Introdução: (Breve fato e leitura do texto). Opções para uma introdução: a)Anunciar o tema(“O Homem que morreu 4 vezes”). • Características de uma boa Introdução: • 1. de sub-idéias relacionadas à esta idéia básica). sem interpretar e sem usar ilustrações). III. Conclusão. Modesta: Não prometer mais do que se dará. Gênesis 35:1-7 Subamos a Betel I. Levantemo-nos. Breve: “Tanto tempo pondo à mesa que o apetite se foi”(e o pior. Conclusão • * Se divide em três partes: a)Repasse das idéias principais do corpo. III. Podem ser usadas ilustrações/sem aplicações). • II. Corpo Introdução • Parte orientadora do tema. Aplicação: (Trazer o texto para as situações de vida do momento: “Estamos hoje na mesma situação. b)Narrar um fato apropriado (A mente humana capta melhor fatos). Evitar : Sensacionalismo e excesso de humor. • 3. Interpretação: (Contexto/Momento histórico.

Concordância – pesquisar outros textos que tenham o mesmo sentido. Ilustração: Pastor com bandeite no rosto. Preparar a Aplicação e a Conclusão. c) Pelos profetas. • 11. Preparar a Introdução. familiarizar-se. meditar.30/08/2015 IV.. Escolher um dos textos (dentro da necessidade atual). Preparo de um Sermão (Textual ou Expositivo): • 01. Leitura do texto e contexto várias vezes. 2. • 04. (“Brain Storn”) “Pensar dói”. Preparo de um Sermão • • • • • • Ex: Hebreus 1:1 1. Buscar outras traduções da Bíblia. • 13. • 02. Questões Práticas: • 01. “Pr. da próxima pense na barba e corte o sermão”. • 06. Dominá-lo bem para pronunciá-lo. • 05. para identificar-se .. posicionando-as como achar mais adequado. Análise Técnica – Organizar as partes em forma de Resumo (Esboço) do conteúdo. • 09. 4 . Duração do Sermão – 25 a 30 minutos (“Até 30 min. Determinar a Idéia Básica (“Deus fala por meio de Seu Filho” / “A mais completa • revelação”). • 14. meditar. “Pensei no sermão e cortei o rosto”. comentários. explicações. Meditar. • 06. V. Fazer a Redação do Tema – juntar as partes. e desenvolvê-la. meditar. Buscar outras traduções da Bíblia.. Completar o esboço com ilustrações. • 10. • 16. • 05. • 15.. b) De muitas maneiras. Meditar. etc. • 04. • 07. • 03. se fala em nome de Deus”). Espírito de Profecia. livros de sermões. Fazer uma Poupança de Textos ao longo do devocional diário (textos que lhe tocaram. Ore durante todo o tempo de preparo e também para apresentação.Nestes últimos dias falou-nos pelo Filho. • 12. fizeram arder o coração). e que possam lançar luz sobre o texto em análise. meditar. • 08. Buscar todo material disponível: dicionários. (“Brain Storn”) “Pensar dói”.. a) Muitas vezes.Deus falou antigamente. fugindo da tentação de interpretar. citações. até ter condições de dizer nas próprias palavras o seu conteúdo. Análise Técnica – Organizar as partes em forma de Resumo (Esboço) do conteúdo.

lenta e calma. mas. nem impressiona mais profundamente. um vocabulário difícil é uma falha ou isnobismo. variar . pregue sobre algo que trouxe solução para uma problema pessoal seu. • 13. O Senhor mostrou-me que eu não poderia causar no povo a devida impressão elevando a voz a um tom fora do natural.”(Ev. não geram boa vontade”. Nunca pregue sobre algo não vivido por você. • 06. Não pedir desculpas ( Se errou não comente). p. costumava falar demasiadamente alto. que faz ? Isto não dá ao povo nenhuma idéia mais exaltada da verdade. para o orador. • 12.. Seja você mesmo. um vocabulário rico. Doutrinário. não imite a ninguém. O melhor vocabulário é o que se adapta ao público. Esse gritar. 4:2). porém. “Desculpas no máximo trazem piedade. Naturalidade – Não mude a voz. Crise Existêncial. Conforto. Ao invés de pregar sobre algo que se aplique ao irmão x. etc. 09. 10. Dionísio 5 . Estar atento a tudo quanto se pode dali produzir um sermão. Causa apenas uma sensação de desagrado nos ouvintes e fatiga os órgãos vocais do orador. gestos.30/08/2015 • 02. Não negligencie preparo técnico e espiritual.667) Questões Práticas: • 03. Foi-me então apresentado Cristo e Sua maneira de falar.. É importante. A Arte de Pregar II Tim 4:1 e 2 “ Seja sua fala melhor do que o silêncio. Ao contar experiências próprias evite a idéia de “herói” ou “artista”. • 04. Questões Práticas: • 11. proclamando a verdade com brados e gritos. chegava aos que O escutavam. e Suas palavras penetravam-lhes no coração. • 05. Uso adequado da voz: “Alguns destroem a impressão solene que possam haver causado no povo por elevarem a voz demasiado alto. E saiba: os melhores sermões pregados por você serão os que você próprio se der ao trabalho de preparar (II Tim. 08. Não arrisque expor um assunto do qual você não tenha completo domínio. Não empregar um só tipo de sermão. mas. Não permitir a participação de nenhum intruso no seu sermão. Questões Práticas: 07. e eles podiam apanhar o que fora dito. • 14. Conte também • fracassos. Esta. ou então fique calado”. havia suave melodia em Sua voz. etc). Questões Práticas: • “Quando eu era mais moço.( Exortativo.. V.

30/08/2015 O Sermão é o clímax do culto.. 1. 2.2.  “.. os ouvintes. 6 .Poderia o resultado ser muito diferente.5.  Cuidado com a vanglória. Pedir Desculpas  Permita ao auditório tirar suas próprias conclusões.3. Sermão Sedativo  Anestesia Geral – Quase todos dormem. pág.  Geralmente quem não se prepara fala muuuuito tempo. O que Devemos Evitar em um Sermão: 2. resolvesse o dilema. Passa a oportunidade.  O pregador dispara o seu “arsenal” contra todos. Humildade Falsa  Não é necessário dizê-la..Não deve o divertimento ser entretecido com a instrução das Escrituras.4. Ex. Sermão Óbvio  Diz o que todos já sabem.3.  A notícia pode fazer parte da ilustração e não.1.2. 1. perdem o peso da convicção.  Falta criatividade e pesquisa. Ao ser feito isso.  A hora do culto é S-A-G-R-A-D-A!! 2. Sensacionalismo  Não prometa se não podes cumprir. 1. O Sermão Espada  Esquece a Bíblia. Ex.: Quem não é fiel mordomo está roubando. jornais ou internet.  Chato e longo. e ninguém é atraído pelas cordas de amor do Salvador”.  Falta criatividade e concisão nas idéias.1. é duro de engolir. 211.6. São ruídos em comunicação. 210.  Talvez o diálogo através de uma visita.7.: O ateu e o cristão (lendo a atravessia do mar vermelho)  Você é um pregador e não comediante. permita que a igreja possa vê-la..8. O Sermão Noticiário 1. 2. Todos o esperam ansiosamente!! 1) 8 Tipos de Sermões que Atrapalham: 1.  Repleto de detalhes que não enriquecem. O Sermão Metralhadora  É só promoção de atividades de algum departamento. divertidos com alguma vulgar tolice. se um desejo de divertimento não desviasse a mente da contemplação de coisas sérias. Piadas ou Anedotas  O humor refinado é diferente. Sermão Indiscreto 1. 1. Ex. estamos cansados de ouvir.: É só revista Veja. Evangelismo.4.: A saliva no olho do cego. Ex. ser o tema central. 2. Sermão Insípido  Não tem gosto. O Sermão Marketeiro 1.

deve ter um português claro e objetivo. Vai ao encontro das necessidades das pessoas? 2..9. As Perguntas para o Check-in do Pregador Antes do Poderoso Sermão. bigode. Otimar Gonçalves Ministério Jovem .1. e o céu e o inferno aguardam o resultado. Gestos Obscenos  Cuidado com as mãos.: O pregador e o bolso do paletó. pura e genuína.10. Uma Introdução – 5m 2. É baseado na Bíblia? 2.4.  A expressão facial 3.7. devem estar firmemente arraigados na verdade antes de serem autorizados a sair ao campo para ensinar outros. deve ser apresentada às pessoas. . Um Corpo – 20m 3. O Espírito Santo paira sobre a congregação. Essa mensagem merece ser pregada novamente? 4. 3.” Mathew Simpson Como Fazer Um Bom Sermão Um bom Sermão geralmente tem três partes: 1. A mensagem é real em minha vida? 3... Procure falar usando sempre a 1ª pessoa do plural: Nós! 3.1. gravata. “Ensinais as verdades Fundamentais . Ex. sem ser visto.1. entre o que digo e o que faço! 3.3 – Lugares 3.6. o assunto é relevante? 3.3. está a seu lado.5. 3. em derredor dele há almas mortais. Evangelismo.8. A construção gramatical.6. O tema. Este sermão vai ser pregado na plenitude do Espírito Santo? 4. – Não pode haver essa dicotomia. ele representa a Cristo. O Salvador. 211-212 3.1 – Datas 3. Os fatos contidos no Sermão estão corretos? 3.2 – Nomes 3..7.6.Os que querem trabalhar por palavra e doutrina. Exalta a pessoa de Cristo? 3.UNB 7 . 3.5.2. anjos contemplam a cena. O Lugar do Pregador: “ Seu trono é o púlpito. A verdade.6.6. sua mensagem é a palavra de Deus.30/08/2015 2. O sermão está bem subdividido? 3.8. pág. Uma Conclusão – 5m Pr. Passar a mão continuamente sobre o cabelo.

2. Prometendo o que não pode cumprir. O Corpo do Sermão 3.7. B.4. Ex. ao ponto de chegada (conclusão).. Bairrismo.. pág. Começar com prepotência..5.6. que mostre que ele compreende os pontos que quer apresentar”. Pedir perdão.: As drogas só destroem (idéia central) Divisões: Destrói a Pessoa. que evitem toda divagação. O Corpo do Sermão precisa ter unidade. clara. Destrói a Sociedade. Dizer que não se preparou o bastante. 2.30/08/2015 A.  O primeiro minuto é fatal. curta. 5.  Ex.  Uma boa introdução precisa ser: Atrativa. 5. O Corpo tem que ser progressivo. organizado. Introdução Textual.  Resuma o sermão em uma frase.  Direto ao texto Bíblico  O texto desta manhã é: . “Evitai Sermões Enfermiços. Ex.. 5. O Corpo do Sermão  Idéias centrais. hoje comemora-se a Proclamação da República 4.: Hoje falarei da maior qualidade cristã – (Fé)  É hora de olho no olho. regionalismo pessoal. Apresentação inicial) 1. menos um é igual a zero. Evangelismo. 181 8 . Ex. Introdução Ousada. principais. Não deve divagar por toda a Bíblia..  O pregador precisa levar o ouvinte do ponto de partida (introdução).. Pedir desculpas. Tipos de Introdução (Início do sermão. O Corpo do sermão tem que ter um propósito claro. 5. o resultado.Suspense  Causa impacto e prende atenção. Começar com piadas.  Começa com a idéia central. circunstâncias e ocasião da reunião. O que evitar numa introdução 5.. humilde. 5. B. 1.3. 5. 4. 3.  É o que você espera.2.1. através do corpo. 5.: Irmãos e irmãs. curta e clara... mas fazer um sermão claro..Circunstancial  Referencia ao local. Destrói a Família.  Exposição e o desenvolvimento das idéias. até o ponto alto – o Melhor do Sermão. serão da maior vantagem. Pontos breves apresentados com clareza.: O tema do sermão de hoje é: Quando 100.

Fale na primeira pessoa do plural “nós”.2. Dizer amém.30/08/2015 C.2.  Viva.  Curto. 179 4. Levantar a mão. Música A Conclusão – A Sobremesa Sermão 3... Durante muitos anos estive empenhada nesse assunto tratando de que nossos irmãos sermoneiem menos e dediquem o seu tempo e energia para simplificar os pontos importantes da verdade”. pág. Curta. Resuma apelando a mente e ao coração do ouvinte. O Tempo de Um Sermão: 3. Evangelismo.1. pág. Formas de Concluir: 4. C.4..1. 2. pág. 4. Uma Frase de Efeito. Aceitar a Cristo. 2. Vir à frente. 3.1. 280 “Em todo discurso. “Sejam curtos os vossos sermões. 2.. A Conclusão – A Sobremesa Sermão  Diga o Sermão novamente em três frases.2. 30 Minutos  Pare quando todos querem mais. Uma é que podeis conquistar a reputação de ser pregador interessante. deve-se fazer fervoroso apelo ao povo. Ilustração..  Concluir é diferente de parar!  Deixe o ouvinte sair pensando no sermão. 4. O apelo faz parte da conclusão. esqueça o “eu”. 178 e 179 “Não canseis jamais os ouvinte com sermões longos. Duas razões existem. 280 4. Isso não é sábio. Evangelismo.. e outros não terão nunca mais o ensejo de ouvir uma exposição da cadeia da verdade. Se pode pedir para a igreja:      1.  Em harmônia com o sermão. pág. Experiência. Evangelismo..  Fale ao auditório no singular “você”. 9 .3. Suscite as emoções do ouvinte! “Talvez alguns estejam escutando o último sermão que lhes é dado ouvir. pelas quais deveis fazê-lo. para que deixem seus pecados e se voltem para Cristo”.  Claro. e a outra é que podeis preservar a vossa saúde”. Evangelismo. Maneiras. com uma aplicação prática da mesma a seu próprio coração”. Orar. Elucidativa.

chamado Apolo. chegou a Éfeso um judeu. em 3 pontos: 1. Conhece-te a ti mesmo. DIFICULDADE. resumo. Os 4 Conhecimentos Básicos: 1. O que Significa o texto? 2. o auditório a que se destina a mensagem. Otimar Gonçalves Ministério Jovem . homem eloqüente e poderoso nas Escrituras. JULGAMENTO. e este tornou-se um pregador”.  “O Pregador deve aprender a escutar a Deus antes de falar em nome dele. 1.” Haddson Robison B.1 – Fatos. O que diz o texto? 1. 2. Como Pregar Um Sermão Interessante Atos 18:24 “Nesse meio tempo. 2. 2. Conheça os ouvintes. TRIUNFO. Esboçando um Salmo. Como posso torna-lo importante para outro? 3. “O Deus todo-poderoso tinha apenas um filho. CONFIANÇA. Esboçando um Milagre. A VITÓRIA.1 – Imaginação. Você pode concluir o sermão fazendo uma pergunta. Conheça os objetivos do assunto em pauta. pág.UNB A. 2.? Pr.> Houaiss.2 – Organização. 4.  O que é um esboço?  <Traços iniciais de um desenho. 10 . 3. em 3 pontos: 1.. 3. 2. FÉ 3.2 – Informações.30/08/2015 4. tuas qualidades e limitações C. o tema outrora escolhido. 3. 171 D. natural de Alexandria. Fazendo o Texto Falar: 1.2 – Sua Interpretação. Quem à semelhança do filho de Deus deseja tornar-se um pregador (a) . 3.5.1 – Suas Verdades. síntese.. Conheça o assunto.

” Pr. 3. Horne Silva 5. “É a verdade derramada através da personalidade”. Martin Luther King  Quanto mais escura a noite. 158. 159 11 .. White – O.Nunca se deve pregar um sermão sem apresentar como base do evangelho a Cristo. Busque alcançar a vontade (dever). Seja Eminentemente Bíblico: 1. Instrução na Justiça 4. e ele crucificado”. Ev. a ponte que une Deus e o homem.3. “. 3. Correção 2. 5.1.1 – Aquilo que é certo. “A oração.30/08/2015 E. Busque alcançar o coração (devoção).1 – Aquilo que não está certo. A Palavra é Aplicável para: 1. Repreensão 2. Phillips Brooks 5.1 – Aquilo que deve ser feito para acertar. Aquilo que nos mantém no caminho certo. a meditação e o sofrimento fazem um pregador”.  Busque alcançar os dois hemisférios do cérebro! 4. pág. Doutrina 1. 2. mais brilho tem uma estrela. “A pregação é pois. E.1.2. 3. O que é um sermão? 5. Busque alcançar a mente (doutrina). As 3 Buscas do Bom Pregador F..