Tendência

LIBERAL TRADICIONAL

Papel da escola
Preparação intelectual e moral dos alunos para assumir seu papel na sociedade.

Conteúdos
São conhecimentos e valores sociais acumulados através dos tempos e repassados como verdades absolutas.

Métodos
Exposição e demonstração verbal do conteúdo e/ou por meios de modelos.

Relação Professor/aluno
Autoridade do professor que exige atitude receptiva do aluno.

Aprendizagem
Ela é receptiva e mecânica, sem considerar as características próprias de cada idade. Hierarquização do conhecimento.

Prática Escolar
Avaliações por provas e trabalhos escolares. Não se relaciona com o cotidiano do aluno, ensino diciplinador.

LIBERAL RENOVADORA PROGRESSISTA DIRETIVA (ESCOLA NOVA)

A escola deve adequar as caracteísticas individuais ao meio social.

Os conteúdos são estabelecidos a partir das experiâncias vividas pelos alunos frente a situações problemas. Baseados na busca de conhecimentos pelos próprios alunos.

Por meio de experiências, pesquisas e métodos de soluções de problemas. Método baseado na facilitação da aprendizagem

O Professor é o auxiliador no desenvolvimento da criança.

É baseada na motivação e na estimulação de problemas

A prática escolar é centrada no aluno que aprende fazendo a partir de seus interesses. Espaço rico em experiências que proporcionem a troca e a interação. Autoridade disfarçada pelo afrouxamento das normas diciplinares. Educação centrada no estudante. A escola funciona como uma empresa onde a eficiência, a eficácia, a produtividade e a neutralidade são os aspectos valorizados. Surge a figura do supervisor educacional. A partir de uma

LIBERAL RENOVADORA NÃO-DIRETIVA (ESCOLA NOVA)

Formação de Atitudes. Adequação do aluno ao ambiente.

Educação centralizada no aluno e o professor é quem garantirá um relacionamento de respeito.

Aprender é modificar as percepções da realidade.

LIBERAL TECNICISTA

É modeladora do comportamento humano através de técnicas específicas.

São informações ordenadas numa sequência lógica e psicológica.

Procedimentos e técnicas para a transmissão e recepção de informações.

Relação objetiva onde o professor transmite informações e o aluno vai fixá-las.

Aprendizagem baseada no desempenho.

PROGRESSISTA

Visa levar professores

Os conteúdos ou te-

Grupos de

Horizontalmente.

Resolução da

LIBERTADORA

e alunos a atingir um nível de consciência da realidade em que vivem na busca da tranfomação social. Desenvolver mecanismos de mudanças com base na participação do grupo, através da transformção da personalidade num sentido libertário e auto-gestionário.

mas geradores são obtidos através da análise da prática e da vida.

discussão que irão dialogar permanentemente.

A relação entre professor e aluno é de igual para igual.

situação problema

demanda do grupo. Através de um processo de construção e reflexão crítica. Prática da auto-gestão e auto avaliação. Enfâse na aprendizagem informal no grupo e negação de toda e qualquer forma de repressão. O conhecimento é negociado.

PROGRESSISTA LIBERTÁRIA

Os conteúdos são colocados mas não exigidos.

Auto-gestão Não-diretiva, na forma de o professor vivência e os alunos são livres. grupal Auto-gestionário. Método indutivo e estímulo a curiosidade.

Aprendizagem informal vivida no grupo.

PROGRESSISTA CRÍTICO SOCIAL DOS CONTEÚDOS OU HISTÓRICOCRÍTICA

Difusão dos conteúdos Valorização da escola como espaço social. Socialização do saber.

Conteúdos culturais universais que são incorporados pela humanidade frente a realidade social.

Método da prática social. O método parte de uma relação direta da experiência do aluno confrontado com o saber sistematizado

O papel do professor é ser o mediador entre o conhecimento e o aluno que tem o papel participativo.

Baseadas nas estrututas cognitivas já estruturadas nos alunos.

Interação entre o conteúdo e a realidade concreta, visando a tranformação da sociedade, provendo meios para que os alunos construam o saber.

Pressupostos

Manifestações

Teóricos Precursores
Johann Friedrich J.C.Passeron

Ensino repassado 1930 - Vertente: oralmente, sem Católica com considerar as diferenças. monopólio Autoritário e inibidor da jesuítico até 1759 participação do aluno e Laica liberalismo com filosofias humanisclássico 1759 a tas clássicas ou cientí1930. ficas. Valorização do conteúdo. O Aluno é o centro do processo de ensino enfase na cultura, o aluno é incentivado a respeitar as regras. e autonomo. Valorização do aluno, do seu 'eu'. Psicologia terapêutica e humanista. Concepção humanista moderna com ênfase no desenvolvimento de habilidades mentais de observação, reflexão e criatividade. O conhecimento científico é analítico e tem como pré-requisito a exatidão e a clareza.

1932 a 1960 Montessori Decroly Manifesto dos Dewey pioneiros da educaPiaget ção e a partir da Lauro O.Lima constituição de Anísio Teixeira 1934. Lourenço Filho "Sumerhill " a escola de A. Neil Russel 1712 a Roger 1902

Lei 5.540/68 e Lei 5.692/71 Surge no Brasil na década de 60 com predominio a partir de 70.

Skinner, Gagné, Bloom e Cosete Ramos

O conhecimento não

O movimento de

Paulo Freire

é o suficiente, mas sim o ato do conhecimento que permite reelaborar e reordenar os próprios conhecimentos Anarquismo

cultura popular, no Recife foi a primeira experiência.

Rubens Alves

Princípios pedagógicos que abrangem várias correntes, defendendo o caminho da liberdade: libertários; pisicanalístas e sociólogos. Inicio da década de 1980 no leste europeu

C. Freinet, Miguel Gonzales Arroyo e Maurício Trautemberg.

Materialismo. A natureza da educação não esta subordinada ao capital.

Makarenko B. Charlot Suchodoski Manacorda Demerval Saviani

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful