You are on page 1of 15

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

ALUNO(A): ____________________________________________________________ Nº _____
PROF.: Murilo Gomes Santos
DISCIPLINA: Física
SÉRIE: 3ª – Ensino Médio
TURMA: ______
DATA: ____________________

LISTA Nº 14

Eletrodinâmica
1. Resistores

2.
3. 01. Um resistor tem resistência igual a 50

Ω , sob

a ddp U = 60V. Calcule a intensidade da corrente
elétrica que o atravessa.
4.
5. 02. Um resistor, quando submetido a uma ddp de 20
V, é atravessado por uma corrente elétrica de
intensidade 4,0A. Qual a ddp mos terminais do
resistor quando percorrido por uma corrente elétrica
de 1,2 A?
6.
7. 03. O gráfico abaixo representa a curva característica
de um resistor ôhmico. Determine:

15. b) esboce o gráfico da resistência aparente X em
função da intensidade da corrente elétrica i.
16.
17. 05. Aplica-se a ddp de 100V nas extremidades de um
fio de 100m de comprimento e secção circular de
área 2mm2. Sabendo-se que a corrente elétrica que
circula tem intensidade de 10 A, calcule a
resistividade do material que constitui o fio em

Ω

.cm.
18.
19. 06. A resistência elétrica de um resistor de fio
metálico é 60

Ω . Cortando-se um pedaço de 3m

do fio, verifica-se que a resistência do resistor passa
a ser 15

Ω . Calcule o comprimento total do fio.

20.
21.

07. Um fio de cobre tem comprimento de 120 m e
área de secção transversal de 0,50 mm 2 .

Sabendo-se que a resistividade do cobre a 0ºC é de
7,2.10-2
8.
9. a) a resistência elétrica do resistor.
10. b) a ddp nos terminais do resistor quando percorrido
por corrente elétrica de intensidade 1,6A.
11.
12. 04. Um condutor x tem como curva característica a
que é mostrada no gráfico abaixo.

Ω .mm 2 /m, determine a resistência

elétrica do fio a 0º C.
22.
23. 08. O filamento de tungstênio de uma lâmpada tem
resistência de 20 Ω

a 20ºC. Sabendo-se que sua

secção transversal mede 1,102.10-4 mm2 e que a

resistividade do tungstênio a 20º C é 5,51.10-2 Ω
.mm2/m, determine o comprimento do filamento.
24.
25. 09. Um fio condutor de determinado material tem
resistência elétrica igual a 30

Ω . Qual será a

resistência elétrica de outro fio de mesmo material,
com o dobro do comprimento e o triplo da área da
secção transversal do primeiro?
13.
14. a) calcule sua resistência aparente quando é
percorrido pela corrente 10 mA.

26.
27. 10. Um resistor em forma de fio tem resistência
elétrica de 100

Ω . Se a ele foi acrescentado um

fio idêntico, mas com 0,5 m de comprimento, a

qual deve ser a nova resistência do chuveiro? 63. 12. Uma torneira elétrica fornece 2l/min de água à temperatura de 40°C. supondo que não haja mudança de estado. determine a potência do chuveiro. 39. Sabe-se que a resistência elétrica de um fio cilíndrico é diretamente proporcional ao seu comprimento e inversamente proporcional à área de sua secção transversal. 65. 18. 53. O resistor é ligado a um gerador durante 200s. 61. 11. Em um chuveiro elétrico lê-se a inscrição 2. Se o resistor é percorrido por uma corrente de intensidade 5ª. 15.20 por kWh? 62. Sendo o calor específico da água c = 1 cal/ g. 30. Quanto tempo. 20. 19. Um chuveiro elétrico de 220 V dissipa uma potência de 2. 52. 56. 43. 57. de massa mb = 5. 41. b) o que acontece com a resistência do fio quando duplicamos o seu raio? 32.2 J.resistência passa a ser 120 Ω . Um termômetro colocado dentro da água registra um aumento de temperatura de 8°C.°C e 1 cal = 4. 33. qual a intensidade da corrente elétrica que o atravessa? 47. 14. 37. 22. calcule a intensidade da corrente elétrica que atravessa o resistor. (Dados: c = 1 cal/ g.2 J.2 J. Em 0. 1 cal = 4. de modo que é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade 10ª.°C e 1 cal = 4. 40. 38. o que se deve fazer na sua resistência elétrica para aumentar a potência elétrica dissipada? 48. calcule a elevação de temperatura da água.2 J). Sabendo-se que a temperatura da água sofre uma variação de 10°C.2 J e dágua = 1. Nessas condições. dissipa a potência de 84 W e é utilizado para aquecer 1000g de água durante 30s. 51. 64. um resistor de resistência elétrica de 2Ω. Um resistor de resistência elétrica R = 20Ω é percorrido por uma corrente elétrica de 3. 28. Um aquecedor elétrico ligado em 220 V faz a água contida num recipiente ferver em 12 minutos.°C e 1 cal = 4. será necessário para ferver a mesma quantidade de água se o aquecedor for ligado em 110 V? 59. Uma experiência é realizada para estimar o calor específico de um bloco de material desconhecido.0 kg/l) 55. 45. 13. calor específico da água c = 1 cal/g. b) a energia elétrica consumida no intervalo de tempo de 20s. Sendo o calor específico da água c = 1 cal/ g. Um resistor. Calcule em quanto tempo a temperatura da água atinge 60°C. (Dados: c = 1 cal/ g. ligado a uma fonte de ddp constante. ligada a uma fonte de 120 V conforme a figura.2 J. 66. A resistência elétrica da torneira vale 28Ω. é medida a variação da temperatura θ da água. 50. a) qual a resistência elétrica do chuveiro quando em funcionamento? 46. sendo que a temperatura da água na entrada é de 20°C. .°C. 1 cal = 4. Dados: calor específico da água 1cal/g. durante 7 minutos. Determine: 34. 42. 29. 44. Em um recipiente estão colocados 10 kg de água e um resistor de 4. Expresse as resposta em 102 W. 49. 54. 36. 17. 60. 16. Calcule a intensidade de corrente elétrica que atravessa o resistor da torneira. em minutos.2 kW. Esse aquecedor é imerso em 1litro de água a 10°C e ligado a uma tomada. b) quando ligado corretamente.°C.2Ω. c) estando o chuveiro ligado corretamente. em função do tempo t. e com os devidos cuidados experimentais.0A. Por um chuveiro fluem 40 litros de água durante 7 minutos.4 kg. a) o que acontece com a resistência do fio quando triplicamos o seu comprimento? 31. Determine o comprimento do resistor original.200 W – 220 V. b) desejando-se duplicar a variação de temperatura da água mantendo-se constante a vazão. Em um recipiente de isopor. 21. 35.0 kg/l). a) a potência elétrica consumida pelo resistor. calcule a elevação da temperatura da água. densidade da água d = 1. Um aquecedor utiliza uma resistência elétrica de 20Ω.°C e 1 cal = 4. 58. uma quantidade de água é aquecida por uma resistência elétrica de R = 40Ω.5 kg de água contida num recipiente mergulha-se. a) qual o custo de um banho com 10 min de duração se a tarifa é de R$ 0. (Dados: densidade da água d = 1 kg/l.

Um resistor de 5Ω e um resistor de 20 Ω são associados em série e à associação aplica-se uma ddp de 100V.b) a ddp que a associação está submetida. 26. a) calcule a resistência R de cada fio desse trecho do circuito. 79. Observe o gráfico: 81. 100.6.5 kΩ e 3.1A. b) se a potência fornecida a residência for de 3.0 metros de comprimento e secção reta com área 4. Isto é. 86. são percorridos por uma corrente elétrica de intensidade 2 A. A linha de transmissão que leva energia elétrica da caixa de relógio até uma residência consiste de dois fios de cobre com 10. II) O condutor R1 tem resistência elétrica maior que o condutor R2.a) a resistência equivalente da associação. Determine: . 103.10-8Ω. nele passará uma corrente de 0. eles são ôhmicos. 90. Entre os pontos 1 e 2 do circuito da figura abaixo mantém-se a ddp de 110V. 74. 104. esquematizada. A seguir. repete-se a experiência desde o início. O cursor C está no ponto médio entre os pontos 3 e 4. Associação de Resistores 91. 69. 92. Quais as conclusões corretas? 84. 101. e à associação aplica-se uma ddp de 120 V.300 W a uma tensão de 110V. 71. b) Qual a intensidade da corrente elétrica na associação? 96. 0. 200 Ω. ao serem associados em série. 105.°C e 1 cal = 4. e) Todas 89. respectivamente. 106. 83. 78. c) Apenas II e III 87.8A. a) qual a resistência equivalente da associação? 95. 94. o resistor de 1 Ω é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade de 2A. calcule a ddp aplicada na associação. desta vez colocando o bloco imerso dentro d’água. Dois resistores de resistências elétricas respectivamente iguais a 4Ω e 6Ω. Associam-se em série dos resistores de resistências R1 = 7 Ω e R2 = 5 Ω. da água colocada no recipiente. 77.a) qual a resistência equivalente da associação? 108. 73. 111.2 J) 72.27. do bloco. a intensidade da corrente elétrica que passa pela lâmpada é de 0. d) Apenas I 88. 85. 68. (Dados: c = 1 cal/ g. 98. a) Apenas I e III. 76. 75. a) estime a massa M . Ao analisar este gráfico. Sendo a intensidade da corrente elétrica nos resistores igual a 0.28.m. Calcule a resistência elétrica RL da lâmpada. 29. b) estime o calor específico cb. 113. 80. 23. 107.b) qual a intensidade da corrente elétrica? 109. c) Qual a ddp em cada resistor associado? 97. 93. b) Apenas II 25. O comportamento de R1 e R2 não se altera para valores de ddp até 100 V. 70. 82. 67.c) qual a ddp em cada resistor associado? 110. em kg. Considerando que a resistividade elétrica do cobre é ρ = 1. Na situação. calcule a potência dissipada nesse trecho do circuito. Determine: 102. 112. explicitando claramente as unidades utilizadas.obtendo-se a reta A do gráfico.c) a ddp em cada resistor associado. 24. A figura representa um reostato de pontos. um aluno concluiu que. para valores abaixo de 100V: I) A resistência de cada um dos condutores é constante.10-4 MΩ. III) Ao ser aplicada uma ddp de 80 V aos extremos de R2.5A. Ligam-se em série três resistores de resistências elétricas. obtendo-se a reta B do gráfico. 30.0 mm2 cada um. 99.

149. Sabendo-se que a corrente elétrica que a percorre é de 115. 124.0A. 121. 132.b) qual o valor das resistências R1 e R2? 144. podem ser ligadas? 139. quantas lâmpadas.100W. 131. Na associação abaixo.a) qual o valor da corrente que passa pelo fio de alimentação do chuveiro quando ele está ligado na posição “inverno”? 143. quando a chave Ch é ligada nos pontos 4.200W. Com a chave na posição “inverno”. 31. 153.5 �. O sistema de aquecimento de um chuveiro elétrico está representado na figura abaixo. 152. o chuveiro dissipa 2. 154. O que acontece com as lâmpadas? 120. Admitindo que os valores dessas resistências não variam com a temperatura. uma de 10W – 110V e outra de 100W – 110V. c) a máxima resistência elétrica do reostato.a) a resistência equivalente entre os pontos A e B. a) a ddp entre os terminais A e B.a) a máxima ddp à qual pode ser submetido. Duas lâmpadas. o que ocorrerá com a intensidade de corrente elétrica em cada uma das outras? 6 A .b) qual a intensidade da corrente elétrica em cada resistor? 129. Determine: 146. 148. Um resistor de 5 Ω e um resistor de 20 Ω são associados em paralelo e à essa associação aplicase uma ddp de 100V.38. 133. 145. 136.a) qual a resistência elétrica equivalente da associação? 128. pergunta-se: 11 137.39. . Um resistor de resistência elétrica de 10 Ω tem dissipação nominal de 1W. Determine: 122. 117. na posição “verão”.35. e a ddp entre os terminais da associação é mantida constante.34. 119. Várias lâmpadas idênticas estão ligadas em paralelo a uma rede de alimentação de 110V. 5 e 6.33. 134. responda: 141. no máximo. 118.b) Se a instalação da lâmpada estiver protegido por um fusível que suporta até 15ª.32. 125. A é um aquecedor onde está gravado (200W – 100V) e f um fusível de resistência desprezível que suporta uma corrente elétrica máxima de 3 A. No circuito elétrico esquematizado abaixo tem-se i2 = 2.b) a intensidade da corrente elétrica no resistor de 7. enquanto.a) a intensidade da corrente elétrica i1.c) a intensidade da corrente elétrica em cada um dos resistores de 5 �. 142.b) a diferença de potencial entre os pontos A e B. 123. 127. No circuito esquematizado a ddp entre os terminais A e B vale 100V. 126.114. 116. b) a intensidade da corrente elétrica no resistor de 2 Ω.36. Calcule o menor valor da resistência elétrica de um resistor que pode ser ligado em paralelo com o aquecedor sem queimar o fusível. dissipa 1. Se umas das lâmpadas queimar. Determine: 150.37. são ligas em série em uma tomada de 220V. Três lâmpadas incandescentes iguais estão associadas em paralelo. 140. A tensão na rede de alimentação é de 110V. 147. 151.b) a máxima corrente elétrica que pode percorrê-lo. 135.c) qual a intensidade da corrente elétrica na associação? 130.a) qual a potência dissipada em cada lâmpada? 138.

Determine: 193. 198. 188.b) qual a intensidade da corrente elétrica em cada resistência de 1 Ω ? 187.41.a) a resistência equivalente entre os terminais A e B. 173. 168. 190.a) qual a ddp entre A e B? 186. 180.44. 169. Calcule as intensidades de corrente elétrica em cada resistor.a) 163. a ddp entre A e C é 120V.b) a ddp entre os terminais A e B do circuito. 162. 159. 164. 196. 166.a) a intensidade da corrente elétrica no resistor de 4 �. 197. 199. Dada a associação na figura abaixo. 158.42. Entre os terminais A e B da figura aplica-se a ddp de 200V. 177.b) 178. 182. 161.45. 194. calcule a resistência equivalente entre os terminais A e B. 171. A ddp entre os terminais A e B do circuito esquematizado vale 80 V. 191. 165. 192. O resistor de 4 � do circuito esquematizado é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade 3ª. 167. 200. Determine: 156.40. 185.b)a ddp do resistor de 6 �.43. . 160.c) a intensidade da corrente elétrica em cada um dos resistores de 2 �.155. 181. 189. 176. Calcule a resistência equivalente das associações esquematizadas abaixo entre os terminais A e B. 179. 157. Na associação da figura ao lado. 174.d) 170.c) a intensidade da corrente elétrica em cada um dos resistores de 6 � e 3 �. 195. 184. 175.c) 183. 172.

203. 212.47. a) 206. determine a resistência equivalente entre os terminais A e B. 225.c) 220.a) calcule a resistência equivalente entre A e B. 238. 234.b) 208. 204.a) 223. 216. 228. 213. 227. 231. 241. 222.46. 240. 226.e) 235.d) 214. 211.d) 236. Para a associação esquematizada. 207. 215.49.b) 232. 209. 210. qual a nova resistência equivalente? 219.f) . Qual a intensidade da corrente elétrica em cada resistor nas situações esquematizadas abaixo. Na associação da figura: 217. Têm-se três resistores iguais. 230. Calcule a resistência equivalente nas associações esquematizadas abaixo entre os terminais A e B. 233. 224.c) 229. 242.48. de resistência 11 �. uma fonte que mantém entre A e B a ddp de 110V e fios de resistência nula.b) se for retirado o fio CD. 237. 221.201. 205. 202. 239. 218.

252. 244.0 A. A intensidade de corrente elétrica que entra no circuito pelo ponto A é 3A. 262. 250. Uma linha telefônica constituída por um par de fios idênticos liga entre si as estações E1 e E2. . Dado o circuito da figura. curto-circuitando C e D na estação E2 e ajustando o cursor. 257. 245. Um galvanômetro de resistência 0. 255.g) 246. 50. 260. 265. 248. isto é. Quer-se adaptar esse galvanômetro para medir intensidades de corrente elétrica até 1. Dada a associação na figura. calcule a distância x do ponto de defeito à estação E1. o potencial do ponto B é igual ao potencial do ponto D. para o qual o galvanômetro G indica zero. 261.h) 243. 53. 249. 266. Deseja-se transformar um galvanômetro de resistência elétrica de 10� e fundo de escala 10 mA em um voltímetro para medir até 100V. Em determinado ponto. 57. efetuou-se a ligação esquematizada na figura. Calcule o valor da resistência multiplicadora em série que se deve associar. 271. na estação E1. 254. 256. não indique passagem de corrente. Calcule a resistência elétrica do shunt necessário.247. No circuito da figura abaixo. 258. 267. 268. Tem-se um galvanômetro de resistência elétrica de 100� e fundo de escala de 5 mA. 55. 259. Calcule a potência dissipada no resistor r. 272. com um dos fios fazendo contato com a terra. Para localizar o defeito. calcule a resistência elétrica equivalente entre os pontos A e B. 264. 263. 253. As ligações com a terra são excelentes. 273.5 k� e R2 = 3 k�.4� e fundo de escala 1 mA deve ser usado para medir intensidades de corrente elétrica até 3 mA. Calcule o valor da resistência multiplicadora em série que se deve usar. 52. 269. distantes L = 30 km. Calcule o valor da resistência shunt à ser utilizada e a resistência do conjunto. 54. Tem-se um galvanômetro de resistência elétrica de 10� e fundo de escala de 50 mA. equivalentes à introdução no circuito de uma resistência elétrica nula. calcule o valor da resistência variável Rx. Sendo R1 = 1. de modo que o amperímetro A. Quer-se utilizar esse aparelho como voltímetro que permita medir até 100V. Medidas Elétricas 251. à linha está defeituosa. 56. 51. 270.

282. um voltímetro ideal e um resistor de resistência R = 10 �. 318. Calcule o valor da resistência elétrica Rx. a) 275.61. 278.63. . 311. Geradores 308. 302. 288. os pontos A e B tem potenciais diferentes. 301. Calcule a fem e a resistência interna r do gerador. 306. Para que o potencial do ponto C seja igual ao do ponto D. I) 300. 296.b) a intensidade da corrente elétrica que o atravessa quando está em curto-circuito. 291. 305. 293. Uma bateria possui fem de 12 V. Nos circuitos abaixo. Calcule: 320. Calcule a energia que a bateria gera para cada elétron que a atravessa. 60. a lançada no circuito e a dissipada internamente. A figura ao abaixo mostra dois circuitos montados com um gerador. 279. 322.c) a ddp nos terminais nas condições do item anterior. 281. 297. 314. II) 295. 319. 58. b) determine a potência gerada. I) 292.64.62. 59. d) 289. 309. 307. 315. o galvanômetro G indica zero. 310.a) a ddp nos seus terminais quando não é percorrido por corrente elétrica. 304. A tensão entre os terminais do gerador é 20 V. 316. 321. 299. Tem-se um gerador de fem 100 V e resistência interna 2 �. qual o valor da resistência elétrica Rx? 290.274. 298. 294. Um gerador de fem 24V e resistência interna 1 � está ligado a um circuito externo. Nos trechos das figuras. b) 286. 312. calcule a resistência equivalente entre os pontos A e B. 280. Dadas as associações na figura. 317. II) 303. 285.c) qual o rendimento do gerador? 313. 283.a) qual a intensidade da corrente elétrica que o atravessa? 323. 287. 276. c) 277. 284. O voltímetro marca 6 V no primeiro circuito e 5 V no segundo.

O ponto B do circuito está ligado à terra (VB = 0).5 V e resistência interna r = 0.72. 329. 342.67. A indicação do voltímetro ideal é 0. Calcule o valor da resistência elétrica R.75 A. 327. 336.71. a bateria tem fem E = 6 V e resistência interna desprezível. conforme mostra a figura. Um gerador de fem E = 6 V e resistência interna 1 � está ligado a um resistor R. com chave Ch na posição (1) o amperímetro ideal indica 0. 325. 326. Determine os potenciais elétricos dos pontos A e C. 344. 349. determine a nova intensidade da corrente elétrica que percorre o gerador. 352.68. 334.69. Passada a chave para a posição (2). 335. 331. Determine o valor a fem E e da resistência elétrica interna r da bateria. idênticos. No circuito da figura abaixo. Calcule a intensidade de corrente elétrica que passa pelo fio ´ AB de resistência nula. A resistência interna do gerador é desprezível.70. 348. 333.74. 345. Calcule os valores de R1 e R2.b) ligando-se os pontos A e B através de um fio de resistência nula. o amperímetro passa a indicar 0. No circuito abaixo. 353. 341. Verifica-se que a tensão em R é 4 V. Calcule a resistência interna r do gerador. 337. a potência dissipada na resistência interna do gerador é 15 W.5 volts e a potência dissipada em R1 é 1 W. 328. 346. 330.2 � à associação de resistores em paralelo da figura. com resistência elétrica 10 M�. No circuito. 347.65.66. Aos circuitos representados estão ligados os voltímetros V1 e V2. 339. 350.a) determine a intensidade da corrente elétrica que atravessa o gerador. Qual a ddp do resistor de resistência R3? 332.60 A. No circuito abaixo. Determine as indicações de V1 e V2. 351. A indicação do amperímetro ideal no circuito da figura é 5 A. 338.73. calcule: . 340. 343. Liga-se o gerador de fem E = 1. Um gerador de fem 9 V e resistência interna 1 � está ligado aos resistores de resistência R1 = R2 = 2 � e R3 = 4 �.324.

Tem-se um gerador de potência máxima igual a 100 V e corrente de curto-circuito de 10 A. Dois geradores iguais. 359.53 V. 369. 384. 380. Calcule o tempo mínimo necessário.a) a intensidade da corrente elétrica que atravessa o circuito. 382. 365.Determine: 381.47 V. 378. 387. Determine: 388.a) a ddp no resistor de resistência R6. Calcule a fcem desse motor.104 J.a) ligando-as conforme o circuito I. 356.75. Dê a resposta em kWh. 374. 373. 357.84. cada um com fem E = 24 V e resistência interna r = 2 �.76. e dissipa internamente uma potência elétrica de 320 W. Calcule a fcem E’ e a resistência interna r’ desse motor. transforma 80 W de potência elétrica em mecânica. 379.81. Receptores 367. A é um gerador e B um receptor. fornece a um resistor de 10 � uma corrente de 5 A ou a um resistor de 28 � uma corrente de 2 A. 371. 366.80.77.78. 360. 391. 358. sob ddp de 100V. 362. 389.5. 370. 383. 385. Um motor elétrico. No circuito da figura. 361. 363.82. 85. Verifica-se que ele é percorrido por uma corrente de intensidade 55 A com o eixo bloqueado e de intensidade 20 A em rotação plena. A tensão elétrica nos terminais de um receptor varia com a intensidade da corrente elétrica de acordo com o gráfico abaixo. O circuito apresenta duas baterias B1 e B2. 372.83. Determine a indicação do amperímetro ideal. 368. em série.b) a ddp entre os pontos a e B. Uma associação de 5 baterias iguais. Calcule a fem E e a resistência interna r de cada bateria. Um gerador de fem E = 100 V e resistência interna r = 1� deve fornecer energia 2. Um motor elétrico está ligado sob uma ddp de 110 V. Duas pilhas elétricas apresentam as seguintes características: (E1 = 1. Determine a fcem E’ e a resistência interna r” do motor. Calcule sua Fe E e sua resistência interna r. São associados como indica a figura ao lado. 364.b) a energia elétrica que o receptor consome em 2h quando sob tensão de 36 V. 377. Calcule a intensidade da corrente elétrica que atravessa o gerador. 392. r2 = 15 �).354. A resistência R vale 3 �. 375. r1 = 15 �) e (E2 = 1. percorrido pela corrente elétrica de intensidade 10 A.a) a fcem e a resistência interna do receptor.b) a potência dissipada em cada um dos resistores. Um motor elétrico recebe de um circuito a potência de 800 W.79. 386. e um resistor. . 376. 390. calcule a indicação do miliamperímetro M ideal. 355.

calcule a ddp: 423. 412. A é um amperímetro ideal e indica 1. 401. Leis de Kirchhoff 414. determine as intensidades das correntes elétricas em todos os ramos. 419. 405. 420.resistores de resistências R1 = R2 = 0. 411. determine as indicações do amperímetro A ideal. Dados os circuitos I e II. . 398.b) a intensidade de corrente elétrica no resistor de 6 �.393..89.5 �.2 A. 418. No circuito indicado.88. 399. verifica-se que este indica 4 mA (circuito II).Determine as intensidades das correntes elétricas em cada ramo do circuito.b) entre os pontos C e B (VC – VB) 425.5 � e R3 = 3 � e R4 = 1 �.motor M de fcem E3 = 6 V e resistência interna r3 = 1 �. 415. 410. 417. 409. 428.c) as ddps no gerado e no receptor.b) ligando-as em paralelo e fechando o circuito com um resistor R = 367. 427.87.91.. 406. miliamperímetro M.geradores G1 e G2 de fem E1 = E2 = 20 V e resistências internas r1 = r2 = 0. calcule: 402. 400. calcule a sua fcem. 397. 426. Para o trecho de circuito da figura. 404.a) supondo que AB seja um resistor. 421. 413.a) entre os pontos A e B (VA – VB) 424.86.a) a potência elétrica dissipada no resistor de 5 �. Para o circuito da figura. 395. Calcule as correntes elétricas nas pilhas E1 e E2. 407.90. 396.b) supondo que AB seja um receptor de resistência interna 1 �. No circuito da figura. 408. O esquema representa uma rede e distribuição de energia elétrica que consta de: 416. 422.5 � em série com o 394. 403. calcule sua resistência elétrica. .

450. 432. AC 4 = AB 5 . 438. 449.96. quando a . No circuito dado. A corrente que atravessa o amperímetro A1 é nula para 443. 444. Determine a diferença de potencial entre os pontos A e B do circuito esquematizado. No trecho de circuito da figura. 456. a intensidade de corrente i1 vale 0.92. associadas em paralelo. i3 e R3. 451. 446.429. 445. Calcule as intensidades das correntes i2 e i3. alimentam: o amperímetro A ideal. de seção transversal constante. No circuito.95. 448.94. 457. a lâmpada de incandescência de resistência R e o resistor de resistência 1 �. 439. 435. No circuito da figura.2 A. 431. sabe-se que a ddp entre os pontos A e B é nula. o fio Ab é homogêneo. 437. Capacitores 455. 440. 441.97. 433. Determine i2.a) as intensidades de corrente elétrica i1 e i2 nas baterias.5 V. 453. 430. 442. 447. todos em série. 454. 452.93. 434. determine a diferença de potencial VA – VB no ramo AB. A duas baterias do circuito.b) A resistência elétrica R da lâmpada. calcule: 436. Se o amperímetro registra 4A. ddp entre A e B é 2.

determine: 502. As armaduras de uma capacitor plano. Entre as armaduras horizontais de um capacitor plano. 495.5 μC e massa 0.a) a capacitância desse capacitor.105.000V. 496.c) a densidade elétrica superficial.c) dobrando-se a distância entre as placas do capacitor o que ocorre com sua capacitância? 470.20 m2 e estão situadas a uma distância d = 2. Fornecendo-se as associações a carga 10 μF . 468.0 cm. 476. A distância entre elas é de 5 cm. . Uma pequena esfera de massa m = 10-3 kg e carga q > 0 desconhecida cai entre as armaduras com movimento uniforme. Determine a nova ddp U2 entre as placas.b) a ddp entre as armaduras.8.101.107. a vácuo.d) a energia potencial elétrica da associação. Aplicando-se entre A e B a ddp de 8 V. calcule a fem E. determine: 494. 501. é aplicada uma ddp de 103 V. O primeiro capacitor possui capacitância C = 1. calcule a capacitância do capacitor e a área de suas placas. tal que tg θ = 0. Uma pequena esfera de peso P = 10-3 N e carga q = 10-9 C está suspensa por um fio isolante entre as armaduras. a) Com que velocidade uma carga q = 10-7 C e massa m = 4. 480.b) qual é o valor de q? 469. 472. 460.10-12 unidades SI a permissividade elétrica no vácuo.103. 483. 459. Sejam A e B dois pontos entre as armaduras e distantes 5 cm. 479. 506.2 g. inicialmente em repouso. determine: 477.c) a capacitância do capacitor equivalente. distantes entre si 10 cm.106.104. 500.458. 497.b) estando o amperímetro A2 indicando 0. 489. As armaduras de um capacitor plano a vácuo apresentam área A = 0. no vácuo. 478. 2A e A/2. Entre as armaduras de um capacitor plano. b) Sendo Q = 4. conforme a figura. Quais são as capacitâncias dos outros dois? 488. 503. duas placas paralelas de alumínio a uma bateria de U1 = 12 V.a) a intensidade do campo elétrico entre as placas. Esse capacitor é carregado sob uma ddp U = 1. Seja g = 10 m/s2 a aceleração da gravidade. 467. 474.4.b) da superfície da placa positiva parte uma carga elétrica de 0. Três capacitores associados.a) a carga e a ddp em cada capacitor. 462. As placas de três capacitores planos a vácuo possuem áreas A. 487.a) determine a intensidade do campo entre as placas. Após desligá-las da fonte.b) a carga elétrica do capacitor. em valor absoluto.100.a) a carga e a ddp em cada capacitor.10-9 C a carga elétrica do capacitor e ε 0 = 8. de cada placa. 471. medem 30 cm. Um capacitor plano de capacitância 10-8 F é ligado aos terminais de uma bateria de 18 V. aplica-se uma ddp de 103 V. 464.b) A ddp da associação.99. 493. 490. d. respectivamente.b) A ddp da associação. 461. 465. 505. 475. Três capacitores associados.b) a carga que ele receberá quando entre suas armaduras for aplicada uma ddp de 2. conforme mostra a figura.a) qual é a carga elétrica que o capacitor armazena? 473. de um capacitor plano a vácuo carregado. 491. d/2 e 2d as distâncias entre as placas. 481. 499. Liga-se. 504. Determine: 463. conforme a figura. Qual é a velocidade da carga ao alcançar a outra placa? Desprezam-se as ações gravitacionais.a) calcule a fcem E’.000V. 485. sendo.102.5. 498.5 A.c) a capacitância do capacitor equivalente.98.0 μF .50 cm e estão separadas por uma distância d = 2 mm. Sabendose que na posição de equilíbrio o fio forma com a vertical um ângulo θ. supostas verticais e distanciadas 10 cm. Calcule: 482. 492. 466. 486. 484.10-4 kg deve ser lançada de A para atingir B com velocidade nula? Despreze as ações gravitacionais.a) a capacitância do capacitor. a distância entre elas é duplicada.

a) as novas cargas após a ligação e a nova ddp entre as armaduras.114. por meio de um resistor. Um capacitor A de capacitância CA = 3. 525. A seguir. C2 = 2 μF . Dois capacitores iguais são ligados em série e. ao extremos da associação.110. é desligado do gerador e ligado em paralelo a outro capacitor CB de capacitância CB = 2. O conjunto é ligado aos terminais de uma bateria de 6 V. A seguir. Sabe-se que 1 cal = 4. descarrega-se um deles. μF é . Na figura. 524. 511. determine a carga e a ddp de cada capacitor. Um capacitor com 100 V de ddp entre as armaduras e capacitância de 1. 538. 517. 508.115. 510.10-6 F.b) as novas cargas. 509. As chaves Ch1 e Ch2 são fechadas. 518. descarregando. A figura abaixo representa um circuito elétrico em regime estacionário. 514. 532. 536. 515.108.1 com outro capacitor de 0. determine. determine a carga e a energia potencial elétrica do capacitor.507. 523. 530. 531.113.000 520.ºC.10-6 F é carregado sob ddp UA = 100 V. Determine a carga armazenada pelo capacitor nos circuitos: 533. 513. 534. 535. 516. 537.b) a diminuição da energia potencial elétrica após a ligação efetuada. Um capacitor de 0. Determine: 512. Determine a temperatura final da água.111.5 J. Sendo 529.19 joules e o calor específico da água é 1 cal/g. 527. 519.d) a energia potencial elétrica da associação. Calcule a capacitância de cada capacitor. e verifica-se que o calor desenvolvido foi de 0. 109.5 μF é ligado em série μF .a) a nova ddp entre as armaduras dos capacitores. aplica-se a ddp de 400 V. Para o circuito esquematizado. 528. somente o capacitor de capacitância C1 = 4 μF está eletrizado com carga Q1 = 12 μC . descarregado por meio de um resistor imerso em 5 g de água a 20º C. 526. 521.112. após o equilíbrio eletrostático ser atingido: 522.

547. 544.543.a) Qual a intensidade e o sentido da corrente elétrica no gerador? 541.b) Qual é a intensidade da corrente no ramo que contém o capacitor? 542. 540. 548. . 546. 545.116. a carga adquirida pelo capacitor é de: 539.c) Determine a energia potencial elétrica armazenada no capacitor e determine os sinais das cargas em cada um das suas armaduras. No circuito abaixo.