Memória Descritiva

Concurso Esmiuçar Copenhaga
Vídeo “Balão de Oxigénio”
1. 2. 3. 4. 5. Título do vídeo: Balão de Oxigénio Escalão: 1 Escola: Escola Secundária João de Deus Cidade: Faro Elementos do grupo:

Nome Ana Rita dos Santos Guerreiro Ana Sofia Centeno Cardeira Bruna Filipa Oliveira Canaveira Paulino Guilherme José Gago Fial Sofia do Carmo Oliveira Alves

Morada Rua do Bom João, Lote 1, 1ºFrente Faro Urbanização Quinta do Infante, Lote 7, 1º Direito Faro Rua Jornal Folha do Domingo nº14, 1º Direito Faro Urbanização Encosta da Ria, Lote 81 Faro Rua da Viola nº22 Faro

Telefone 914158351

E-mail anokax01@hotmail.com

918548114

xufi@msn.com

912943986

bruna_filipa_ocp@hotmail.com

963955460 917297605

g.fial14@hotmail.com sofiaoalves@hotmail.com

Grupo Viridis Domus (ESJD) – Março 2010

6. Processo de trabalho 6.1. Escolha do título do vídeo: Usualmente, utiliza-se a expressão “Balão de oxigénio” como último recurso para salvar algo. Intitulámos então o nosso vídeo “Balão de oxigénio” visto que necessitamos de um último recurso para salvarmos o nosso planeta uma vez que, actualmente, se encontra em constante degradação. 6.2. Mensagem/Simbologia: Existem alguns pontos no nosso vídeo que merecem especial referência já que contêm alguma simbologia, que traduz a mensagem que pretendemos transmitir. No início do filme, o espectador depara-se com o ecrã todo preto, ouvindo apenas um som um pouco perturbador. Pouco tempo depois, aparece a frase “Será que estamos cegos” e posteriormente a frase “Precisamos de abrir os olhos”. Simula-se, de seguida a abertura dos olhos, ao mesmo tempo que se visualiza o cenário de uma inundação, ficando o espectador a perceber a proveniência do som que ouvira anteriormente. Todo este início representa a atitude dos Homens face à temática das alterações climáticas, causadoras de tanta destruição. É então uma atitude de passividade, o que nos leva a questionar a existência de uma cegueira humana em relação à totalidade dos problemas advindos das mudanças climáticas extremas, provocadas pelo Homem. Pretendemos então que o espectador “abra os olhos”, que presencie um exemplo de destruição causada pelas alterações climáticas, e fundamentalmente, que mude a sua atitude. O paralelo entre o debate acerca da Cimeira de Copenhaga e o cenário da Natureza representa fundamentalmente a distinção entre atitude passiva e activa, respectivamente. Nós pretendemos transmitir a ideia de que o “debater” é muitas vezes insuficiente no combate deste problema já que, na maioria dos casos, não surgem daí iniciativas frutíferas. Ao invés da mudança individual de cada um de nós, que conduzirá a uma mudança geral. Nós consideramos que apenas desfrutando do que a natureza tem para nos oferecer, conseguimos valorizá-la e deste modo, mudar a nossa atitude face à problemática em questão. A diminuição progressiva do número de pessoas presentes no debate em paralelo com o aumento progressivo do número dessas mesmas pessoas “presentes” na natureza transmite a ideia da

1

Memória Descritiva
Concurso Esmiuçar Copenhaga
Vídeo “Balão de Oxigénio”
mudança de atitude, como já referimos anteriormente e fundamentalmente, da força dessa mudança, do seu impacto na vida das pessoas, da união do Homem no combate a este problema. Toda esta “luta”, esta atitude activa pela sobrevivência do planeta é muito mais forte e convidativa do que um mero debate acerca dos inúmeros problemas. A principal mensagem que pretendemos transmitir é que “Devemos Viver no planeta” e não “Viver do planeta”. 7. Storyboard

1

2

3

Consequências das Alterações Climáticas

Jornalista informa acerca do início da Cimeira de Copenhaga

Jornalista informa acerca do fim da Cimeira de Copenhaga

4

5

6

Grupo Viridis Domus (ESJD) – Março 2010

Grupo de professores e doutores debate acerca da Cimeira de Copenhaga

Jovens questionam-se acerca da destruição dos vários elementos da natureza

À medida que o tempo passa o número de pessoas presentes no debate vai diminuindo

7

8

À medida que o tempo passa o número de pessoas “presentes” na natureza vai aumentando

Jovens desfrutam da natureza, ansiando uma mudança de atitude geral face às alterações climáticas

2

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful