You are on page 1of 29

Universidade Anhanguera – UNIDERP

Centro de Educação a Distância

CIÊNCIAS CONTÁBEIS
DISCIPLINA: CONTROLADORIA E SISTEMA DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS.

ÁUREA RAFAELA SANTANA - 9499548120
DANILO YURI VITALINO DOS SANTOS - 6581329733
FRANCISCO NILSON SERAFIM LOPES - 7117517409
MARIA MILENA LEITE SOBRINHO - 9194289926
TCHARLLS ALVES DANTAS DA SILVA – 6323198157

Tutor a Distancia: Profª.__________________________.

TAGUATINGA/DF
2015

SUMÁRIO

1- Introdução --------------------------------------------------------------------------------------------------3
2- Desenvolvimento------------------------------------------------------------------------------------------4

2.1 Missão, Crenças e Valores---------------------------------------------------------------------------4
2.1.1 Entrevista---------------------------------------------------------------------------------------------4
2.1.2 A importância da auditoria interna nas organizações------------------------------------------5
2.1.3 Estrutura organizacional, unidades de negócio, produtos e serviços. -----------------------6

2.2 EVA – EconomicValueAdded-----------------------------------------------------------------------8
2.2.1 Vejamos os cálculos com base nas demonstrações financeiras da empresa
Supermercados Pão de açúcar. --------------------------------------------------------------------------8
2.2.2 Natura Cosméticos, conforme demonstração financeira: ------------------------------------13
2.2.3 Valores apresentados para calculo do valor da empresa Britânica Compressores Ltda.,
pela técnica do Potencial de rentabilidade futura. ---------------------------------------------------16
2.2.4 Balanced Scorecard-------------------------------------------------------------------------------21

2.3 Demonstração Contábil Ativo e Passivo. --------------------------------------------------------23
2.3.1 Alavancagem Operacional, financeira, e Combinada----------------------------------------26

3- Conclusão

4- Referencias

2

Para existir sistemas de controle eficazes é preciso de sistemas confiáveis e de pessoal qualificado. evitando erros de informações e processos. 3 . Como essas informações precisam ser repassadas a controladoria tem o dever de implantar. Veremos através desse trabalho ferramentas de acompanhamento de resultado para a melhor tomada de decisão que renderá mais resultados positivos à organização. aplicar e coordenar todos os mecanismos da Ciência Contábil dentro da empresa. desenvolver.1. tanto o passado como o presente e futuro. de acordo com a necessidade de cada instituição. nas suas necessidades diversas.INTRODUÇÃO Quando falamos de controladoria como órgão de uma empresa entendemos que através da controladoria utilizamos todos os mecanismos da ciência contábil para o acompanhamento dos processos gerados pela empresa de forma que se assemelha com a própria função da contabilidade que é o controle das informações dos procedimentos em cada período da empresa.

Valores é um conjunto de crenças e princípios que definem as atividades e operações da instituição.2. avaliar o sistema de gestão. 2. mantendo a harmonia das informações em todas as áreas da instituição. Para se implantar um setor de controladoria é necessário. definidos em poucas palavras as atividades da empresa: Que mercados quer atingir. Crenças e Valores A missão dentro de uma instituição deve trazer a informação do seu propósito e do seu negócio dentro e fora da empresa. orientando a instituição quais decisões são compatíveis com os objetivos da organização. influenciar. Medindo os resultados com o objetivo de sempre melhorar o resultado anterior O Controller deve entender todos os processos da instituição.1. ter 4 .DESENVOLVIMENTO 2. e com isso aumentamos o poder de pagamento. acompanhamento da implantação. assegurando a eficácia da instituição. com o propósito de atender os desejos e necessidades de seu publico alvo. equipe preparada e especializada na área. Muitos desafios devem ser alcançados pelo Controller como: Elabora o orçamento. Sendo que com os relatórios se interpreta as informações. evitando pagamento de juros e etc. Esses valores devem ser apreciados pelos funcionários e clientes como um lugar que todos gostariam de trabalhar e onde o seu produto tem aceitação no mercado. em conseqüência os resultados positivos para ambas as partes. melhoramos o fluxo de caixa. com os princípios da contabilidade de controlar. informar. que produtos e serviços quer fornecer. defini as metas.1 Missão. observar a real necessidade de ter um departamento e qual serão a importância deste. seu papel em relação aos concorrentes e quais são as principais conquistas a ser alcançada. qual seu diferencial. executar e controlar. evitando gastos desnecessários.1 Entrevista A missão da Controladoria é orientar como esta a situação econômica e onde podemos chegar de acordo com informações emitidas pela própria controladoria. divulgar o objetivo para a equipe de gestores e solicitar apoio. estruturar o sistema de informação. se possibilita apoio gerencial quanto a relatórios.Pode ser entendida também como missão de levar seus produtos ou serviços.

é imprescindíveis recursos capazes de suportar essa demanda. evitando a duplicidade de trabalho e reduzindo os custos de ambas as partes. o auditor necessita planejar adequadamente seu trabalho. Já auditoria externa. Além disso. que só são solucionados através da auditoria externa. pois a instituição necessita de mudanças constantes. pois com o grande crescimento econômico-financeiro e com o aparecimento das grandes empresas que são representadas em vários países havia uma grande urgência de investimentos.2 A importância da auditoria interna nas organizações Uma das mais importantes ferramentas para o controle e a Auditoria. sendo ele um empregado da empresa. dentro de uma entidade. 2. avaliar o sistema de controle interno a fim de estabelecer natureza. métodos ou rotinas visando proteger os ativos e produzir dados confiáveis para ajudar a administração na condução dos intuitos da instituição. dos valores retratados no patrimônio das empresas que possuíam e se poderiam realizar seus investimentos. e permite a identificação e resolução antecipada de problemas de ultima hora. Com a Intenção das empresas de investirem em desenvolvimento tecnológico.os dados gerenciais com agilidade e rapidez. reduzirem custos. como. Para atingir seu objetivo. pois Falta de controles adequados à instituição onde hoje são muito complexas e podem ser expostas a inúmeros riscos. com o objetivo de auxiliar com seus diagnósticos à instituição fosse necessário. Já o controle interno representa o conjunto de procedimentos. uma vez que a qualidade dos trabalhos praticados assim indique. e dentro de uma organização. não ter medo da mudança. datas e extensão dos procedimentos de auditoria e colher evidências comprobatórias das informações que de forma eficaz serão 5 . Essa auditoria interna designava-se a avaliar de forma independente. aprimorar seus controles. O principal objetivo do auditor interno é emitir sua opinião em relação ao funcionamento dos controles internos e aos resultados obtidos no setor. ele não deve estar subordinado àqueles cujos trabalhos examinam. desenvolver lançamentos contábeis para que não interfira em sua auditagem. por exemplo. financeiros e de outros tipos. Então surgiu à auditoria da necessidade de confirmação por parte dos investidores e proprietários. tornando mais competitivo os seus produtos. possibilita maior segurança ao auditor independente. e também do contador. o auditor interno não deve desenvolver atividades que possa um dia examinar. erros e prejuízos. Com toda essa nova gestão das instituições surgiu o auditor interno como um espelho do auditor externo. os controles contábeis.1.

3 Estrutura organizacional. valor da base de calculo de ICMS. registrando todos os fatos e atos relativos aos empregados das empresas. pois existem notas com mais de um CFOP e mais de uma alíquota. Departamento Fiscal É composto por sete colaboradores devidamente treinados e totalmente habilitados para o desenvolvimento de suas funções com eficiência e qualidade de acordo com as exigências da instituição sendo responsável pelo lançamento de notas fiscais de entrada e saída. O lançamento de notas fiscais é um processo continuo. além de apresentar algumas obrigações acessórias das 6 .1. para saber as datas corretas dos vencimentos dos tributos e da apresentação das obrigações acessórias das instituições pela quais é responsável. tal processo é de periodicidade mensal. COFINS. onde se inicia pelo recebimento das documentações fiscais no escritório. A entrega dos tributos é realizada antes do vencimento para que os clientes possam fazer uma programação financeira para efetuar o pagamento. deve está atento a legislação fiscal municipal. PIS. estadual e federal. CSLL e quando optante pelo simples nacional todos são incluídos em apenas uma guia. data de emissão. No Lançamento das notas fiscais é necessário informar os dados do fornecedor. além de apresentar algumas declarações acessórias inerentes às rotinas do escritório de contabilidade em estudo. apuração e emissão dos impostos e a emissão dos Livros Fiscais. serie CFOP. Para o lançamento de notas fiscais o funcionário do departamento deve saber identificar as informações importantes para ser efetuado o lançamento no programa utilizado no escritório. produtos e serviços. É necessário que esse departamento tenha grandes responsabilidades para com os clientes e para com o escritório. valor dos produtos. 2. ISS. Após os lançamentos ou a conferencia (quando feito na própria empresa) são apurados os impostos: ICMS. Recursos Humanos É o responsável por toda a área trabalhista.capazes de nortear as decisões da instituição. Quando são feitos esses procedimentos na própria empresa são conferidas todas as notas através dos relatórios e quando ocorrem erros é solicitado que a pessoa responsável faça as alterações necessárias. unidades de negócio. valor da nota. além de diagnosticar os problema e dificuldades a serem enfrentadas. IRPJ.

além de emitir guias sindicais como também o acompanhamento de todas essas informações enviadas. o funcionário desse departamento emite as guias incidentes sobre a folha de pagamento. controle de caixa e fornecedores. de acordo com os lançamentos de notas fiscais na empresa. horas-extras. 13º salário. mais conhecido como CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) que o profissional responsável pelos recursos humanos realiza seu trabalho. Para que seja realizada essa importação.diversas em que os escritórios de contabilidade estão obrigados a apresentar. Para que seja facilitado o trabalho no departamento contábil. 7 . a falta de respeito aos princípios contábeis por parte dos clientes. São também obrigação do departamento os cálculos trabalhistas dos funcionários tais como: salários a pagar. GPS (Guia da Previdência Social) e IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte) sobre salários. férias. SEFIP e DIRF. impressão dos livros contábeis. os programas de informática para contabilidade têm disponibilizado a função de integração dos departamentos fiscal e pessoal com o departamento contábil. Departamento Contábil É o departamento responsável pela a contabilização dos atos e fatos que afetam o patrimônio da empresa. apresentação da DIPJ (Declaração de Informações Socioeconômicas da Pessoa Jurídica) e DASN (Declaração Anual do Simples Nacional). rescisões. onde há a falta de disponibilidades. é necessária a configuração dos parâmetros de integração. a configuração desses parâmetros é feita de acordo com o plano de contas de cada empresa. CAGED. é ele que regulamenta o vínculo empregado e empregador. com os fornecedores cadastrados no fiscal e com os funcionários registrados no pessoal. como GFIP (Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações da Previdência). a omissão de informações. a sobrecarga de serviços e o software utilizado no escritório.452 de 1º de maio de 1943. conferencia dos lançamentos dos departamentos fiscal e pessoal. etc. É com base no Decreto Lei nº 5. com a ausência de entrega de documentos ao escritório. Muitas dificuldades que esse departamento se queixa estão relacionadas diretamente aos clientes. além de ser o responsável pela apresentação das obrigações acessórias como RAIS. Após apuração de todos esses fatos. além de outras dificuldades que surgem no dia-a-dia das rotinas do departamento. além de orientar clientes no processo de tomada de decisão e na administração do escritório de contabilidade de acordo com as informações emitidas. além das contribuições sindicais dos trabalhadores. apuração dos resultados das empresas clientes.

8 . Em resumo. Em outras palavras. teria no mínimo aquele rendimento. Ativo Operacional (AO) representa todos os investimentos necessários para que uma empresa consiga gerar receita operacional ( caixa mínimo. o ativo operacional compreende o capital de giro mais o capital fixo. Passivo operacional compreende todos os financiamentos ( recursos) oferecidos pela própria operação. caso o lucro liquido após imposto de renda seja superior a um determinado custo de oportunidade de capital. estoques e imobilizações produtivas). aqueles que são típicos da operação (fornecedores. duplicatas a receber.2. Ativo Operacional = Capital de Giro + Capital fixo Passivo Operacional (PO) representa todos os financiamentos espontâneos.Valor Econômico Adicionado: Lucro operacional (-) impostos sobre o lucro = lucro operacional Líquido dos impostos (A) Ativo Operacional Líquido (B) Custo de Oportunidade = (taxa % x B) EVA = (D= A-C) Rentabilidade Adicionada (D/B) = % 2. se o acionista aplicasse seu dinheiro em outro negócio ou outra empresa. AOL= (AO) .1 Vejamos os cálculos com base nas demonstrações financeiras da empresa Supermercados Pão de açúcar. Ativo Operacional Liquido (AOL). Esta rentabilidade mínima do acionista equivale a um custo de oportunidade.2. impostos a pagar incidentes sobre vendas. Capital de terceiros e capital próprio são os recursos obtidos fora da operação. em sua essência é representado pelo capital de giro líquido mais o capital fixo. Por tanto o valor adicionado só pode ser considerado quando o lucro obtido pelo acionista for maior que um rendimento mínimo de mercado.(PO) Calculo do EVA .2 EVA – EconomicValueAdded Esse conceito significa que há realmente valor adicionado à empresa. salários e encargos a pagar e adiantamento de clientes são os principais exemplos). Esse custo de oportunidade de capital é considerado como o lucro mínimo que a empresa deveria ter para remunerar adequadamente o investimento do acionista.

581 DIVIDENDOS A PAGAR 94.491 IR CONT SOCIAL DIFERIDO 56.327.760 SEGUROS 10. DIREITOS CRED.817.188 FUN.954 BANCO DEBENTURES 19.647.577 IMPOSTOS.444 CLIENTES 810.483 FORNECEDORES 2.Segue as demonstrações financeiras para cálculo do AOL: 31/12/2009 DESCRIÇÃOPORCAIXA 110.386 APLICAÇÕES FINANCEIRAS 1.550 OUTROS CREDITOS 99. INVES.729 IMPOSTOS A RECUPERAR 230.427 SERVIÇOS PUBLICOS 3.685 DIVIDAS PESSOAS LIGADAS 20.613 DEMAIS CONTAS A PAGAR 129.521.007 PROPAGANDA 31.292 ALUGUEIS 21. SALARIOS E CONTRIBUIÇÕES 225.523 ESTOQUES 1. TAXAS 206.300 ATIVO OPERACIOANAL 4.185 9 .

DIREITOS CRED SALARIOS E CONTRIBUIÇÕES 176.185 .425 10 .026 BANCO DEBENTURES 36.120.730 DEMAIS CONTAS A PAGAR 103.647.3.805 AOL = 4.902 ESTOQUES 1.089.421 DIVIDAS PESSOAS LIGADAS 12.380 31/12/2008 DESCRIÇÃOPORCAIXA 133.PASSIVO OPERACIONAL 3.279 FUN.394 IMPOSTOS A RECUPERAR 292. INVES.286 CLIENTES 858.292 DIVIDENDOS A PAGAR 61.774 IMPOSTOS.717 OUTROS CREDITOS 73.805 AOL = 1.834.089.861 APLICAÇÕES FINANCEIRAS 1. TAXAS 87.851 IR CONT SOCIAL DIFERIDO 46.470 ALUGUEIS 21.128.557.701 FORNECEDORES 1.

414 . INVES.569 ALUGUEIS 29. TAXAS 81. DIREITOS CRED.089 ATIVO OPERACIOANAL 3.151 FUN.884 IMPOSTOS A RECUPERAR 264.725 DIVIDENDOS A PAGAR 50.512 CLIENTES 923.2.835 SEGUROS 7.299 11 .414 PASSIVO OPERACIONAL 2.575 DEBENTURES 29.360. 54.621 SALARIOS E CONTRIBUIÇÕES 137.165 IMPOSTOS.178 PROPAGANDA 15.817 AOL = 1.653.957 FORNECEDORES 1.SERVIÇOS PUBLICOS 3.850.292.597 31/12/2007 CAIXA BANCO 271.653.084 IR CONT SOCIAL DIFERIDO 68.817 AOL = 3.303 DIVIDAS PESSOAS LIGADAS 60.360.765 APLICAÇÕES FINANCEIRAS 478.031 OUTROS CREDITOS 101.

218 PASSIVO OPERACIONAL 2.154.791 PROPAGANDA 16. provavelmente o valor final da negociação se situará entre os principais critérios aplicados à mensuração econômica do empreendimento. 12 .ESTOQUES 1. ou avaliar a continuidade do investimento.491 AOL= 949. Principais Critérios Para Apurar o Valor da Empresa O ponto fundamental para a decisão de comprar ou não uma empresa ou participação acionária. seguramente haverá a proeminência dos critérios centrados no fluxo futuro de benefícios. esta no valor base para negociação determinado por alguns critérios de avaliação.218 . rentabilidade mínima de 9%. obtidas de critérios gerais de avaliação de ativos e passivos. Valor de mercado O valor de mercado normalmente é diferente do valor contábil porque as avaliações contábeis.2. Contudo.367. No caso de negociação. e somente no exercício de 2008 tivemos o percentual de rentabilidade mínima abaixo de 10%.706 SEGUROS 7.873 ATIVO OPERACIOANAL 3.395 SERVIÇOS PUBLICOS 8. De qualquer forma.727 Percebam que nos três exercícios apresentados o valor da rentabilidade ficou positivo. fundamentadas em documentação existente e valores históricos.317.491 AOL = 3. O custo de oportunidade foi de 10 %. por mais acuradas que sejam dificilmente são iguais ao valor que o mercado pode pagar em determinado momento.303 DEMAIS CONTAS A PAGAR 95.317.367. é importante que a Controladoria ofereça todos os critérios possíveis.

748.631 .171. a avaliação do valor de mercado pode vir a ser diferente.247 Impostos a recuperar 220.68.530 e contribuição 13 social 171. provavelmente os valores de seus ativos têm um valor que o mercado paga como um bem usado.690 .631 Estoques 623.374.533 .715.530 .015 1. conforme demonstração financeira: VALOR CONTABIL VALOR DE MERCADO ATIVOCIRCULANTE 30/09/2010 30/09/2010 Caixa e equivalentes de caixa 374.539 . Caso a empresa esteja em continuidade.622 .61.2.622 Contas a receber de clientes 427. Se a empresa esta encerrando suas atividades. Valor de mercado = Patrimônio Líquido a Preços de Mercado Valor de mercado dos Bens e direitos Avaliados Individualmente valor de mercado das Dividas Avaliadas Individualmente 2.533 Outros Créditos 68.O valor de mercado deve levar em consideração o fato de a empresa estar encerrando-se ou não.690 total do ativo Circulante 1.427.839.729 .2 Natura Cosméticos.729 .723 NÃO CIRCULANTE Impostos a recuperar Impostos de renda 61.220.

868 .682 .9.344 Obrigações tributarias 471.690 1.230.09% conforme preços de mercado VALOR CONTÁBIL VALOR DE MERCADO PASSIVO E PATRIMONIO LIQUIDO 30/09/2010 CIRCULANTE Empréstimos e financiamentos 230. Participações nos resultados 166.885.538 Total do ativo não Circulante 1.344 .66% e 9.301 Fornecedores e outras contas a pagar 319.682 Outros ativos financeiros 9.916 .538 .219 Total do Ativo 2.705 3.130 Provisões para riscos tributários Instrumentos financeiros derivativos 9.540 .301.298.471.295 .223.916 Imobilizado 525.577.166.824 Intangível 100.9.301 .170.062.868 14 .diferidos Depósitos Judiciais 301.100. 16.130 .942 O estoque e imobilizado da empresa teve reajuste positivo.636 Salários.

22.258 NÃO CIRCULANTE Empréstimos e financiamentos 471.916 .14 Dividendo adicional Proposto Lucros Acumulados 234.108 .14.033.891 .471.957 Provisão para riscos tributários 119.17.22.955 .301 Reservas de Lucros 258.608.979 Total do passivo circulante 1.119.222.561 .415.957 .955 Reservas de capital 147.979 .Outras obrigações 45.147.962 Outros resultados Abrangentes .981 ..243.127 357.699 Patrimônio líquido dos acionistas 15 1.301 .108 Total passivo não circulante 608.333.916 Provisão para plano assistência médica 17.699 .162 1.45.197 Ações em tesouraria .981 Patrimônio líquido Capital Social 415.

considerando os produtos e mercados atuais.controladores Patrimônio líquido dos acionistas 1.2.033.231. oriundas de negociações a prazo. No que se refere à Potencial de rentabilidade Futura. pois a capacidade de geração de lucros é o principal foco da instituição. o valor atual da empresa é decorrente de sua rentabilidade futura. Em princípio.062. 1° ANO RECEITA 360. os produtos e mercados futuros. trazendo-os a valor atual por uma taxa de juros de desconto.. pela técnica do Potencial de rentabilidade futura.705 3.3 Valores apresentados para calculo do valor da empresa Britânica Compressores Ltda. devido à dedução dos juros. Este critério é considerado como o mais adequado para avaliação de uma empresa. e com isso possibilitará tanto fluxos futuros de dividendos como manter sua atratividade junto aos atuais e potenciais acionistas e investidores.231.703 Total do passivo e Patrimônio líquido 2. 2.702 controladores Participação dos não controladores 1-1 Total do Patrimônio líquido 1.500 16 . Gerando lucros e caixa a empresa terá condições de distribuir resultados. A capacidade de geração de lucros é que possibilitará o que se busca num investimento de risco: a geração de caixa e conseqüentemente. ou em outras palavras do fluxo futuro de benefícios. e avaliar sua rentabilidade. o retorno do investimento.942 Os fornecedores tiveram uma redução.885. devemos projetar os lucros da empresa.562 1.

GERAIS E ADM.689 (=) LUCRO BRUTO 212.(-) IMPOSTOS 43.099 17 .748 2° ANO RECEITA 378.102 (-) CMV 109.260 (=) RECEITA LIQUIDA 317.551 (-) DESP.846 (-) DESP.520 (-) DESP.240 (-) CMV 104. EM GERAL 46.SALARIOS 86.258 (-) DEPREC.998 (-) IR 7.103 (-) DESP.178 (-) DESP. 41.924 (=) LUCRO BRUTO 223.423 (=) RECEITA LIQUIDA 333. GERAIS E ADM.249 (=) LUCRO LIQUIDO 21. SALARIOS 90.525 (-) IMPOSTOS 45. FINANCEIRAS 11.659 (-) DESP.671 (=) LAIR 28. EM GERAL 49.221 (-) DEPREC. 39. FINANCEIRAS 11.

588 (=) LUCRO LIQUIDO 22.757 (-) CMV 115.241 (-) DESP.388 (-) DESP.353 (-) IR 7. 43.337 (-) DESP.076 18 .903 4° ANO RECEITA 427.451 (-) IMPOSTOS 47.(=) LAIR 30.765 3° ANO RECEITA 397.989 (-) CMV 124.271 (=) RECEITA LIQUIDA 375.554 (=) LAIR 31. EM GERAL 51.420 (=) LUCRO BRUTO 234. FINANCEIRAS 12. GERAIS E ADM.871 (-) IR 834.261 (=) LUCRO LIQUIDO 23.260 (-) IMPOSTOS 51.694 (=) RECEITA LIQUIDA 349.282 (-) DEPREC. SALARIOS 95.

542 (-) DESP. EM GERAL 55. 565 (=) LUCRO LIQUIDO 25. SALARIOS 110. GERAIS E ADM.831 (-) IR 9. 46.623 19 .577 (=) LAIR 36.529 (-) DEPREC.018 (-) DEPREC.696 5° ANO RECEITA 459.188 (-) CMV 133.117 (=) RECEITA LIQUIDA 404.208 (=) LUCRO LIQUIDO 27.382 (=) LUCRO BRUTO 270.233 (-) DESP.913 (-) DESP. FINANCEIRAS 14.147 (-) DESP.421 (=) LAIR 7.160 (-) DESP. 50. EM GERAL 59. SALARIOS 102. FINANCEIRAS 13.(=) LUCRO BRUTO 251.968 (-) IR. GERAIS E ADM.305 (-) IMPOSTOS 55.806 (-) DESP.

Período considerado 5 anos Valor residual 121.354 2° ANO Rentabilidade Futura 378.260 Taxa de Desconto 1.688 4° ANO Rentabilidade Futura 427. utilizando a rentabilidade futura.451 Taxa de Desconto 1. chegamos aos preços de negociação. de acordo com cada ano.45 Valor Descontado 391.a. Custo de Oportunidade 15% a.Com base nas informações passadas.15 Valor Descontado 356.735 1° ANO Rentabilidade Futura 360.604 3° ANO Rentabilidade Futura 397.525 Taxa de Desconto 1.30 Valor Descontado 373.500 Taxa de Desconto 1.60 20 .

4 Balanced Scorecard O Balanced Scorecard é um sistema de informação para gerenciamento da estratégia empresarial.776 2.Valor Descontado 420. Traduz a missão e a estratégia da empresa num conjunto abrangente de medidas de desempenho financeiras e não financeiras que serve de base para um sistema de medição e gestão estratégica.144.735 Valor da empresa 2.072 2. Isso ajuda os gestores a formar um consenso em torno da visão e estratégia da organização.115. Estes objetos e indicadores devem ser aceitos por todos os gestores divisionais. As diretrizes estratégicas devem ser traduzidas de forma fácil em termos operacionais e oferecer orientação útil para as ações dos gestores.75 Valor Descontado 451.041 1.337 Valor atual residual 121. As declarações da missão empresarial devem ser expressas como um conjunto integrado de objetos e indicadores.2. Tradução de visão É o processo de traduzir a missão da empresa de forma compreensível para os gestores divisionais.993.305 Taxa de Desconto 1.267 Soma 2. 21 . que descrevem direcionadores de sucesso de longo prazo.023.424 5° ANO Rentabilidade Futura 459.

e assim avaliar a estratégia adotada à luz do recente desempenho. 22 . na organização. Feedback e aprendizado O feedback e os processos de revisão de foco existentes concentram-se no fato de a empresa. terem alcançado suas metas financeiras orçadas. Comunicação e Comprometimento Esta segunda etapa ou processo permite aos gestores comunicar sua estratégia. É nesta etapa que as estratégias e iniciativas da empresa são transformadas em indicadores para os planos dos gestores divisionais. seus departamentos ou seus empregados. O scorecard proporciona aos gestores uma forma de assegurar que todos os níveis da organização entendam as estratégias de longo prazo e que tanto os objetivos departamentais quanto os individuais estão alinhados entre si. processos internos de negócios e aprendizado e crescimento . As atividades são desenvolvidas atendendo os prazos estipulados. Este quarto processo possibilita o que Kaplan e Norton denominam de aprendizado estratégico. uma empresa pode monitorar os resultados de curto prazo a partir de três diferentes perspectivas adicionais . e ligar os objetivos empresariais aos objetivos departamentais e individuais. bem como formar uma base para alocar recursos e estabelecer prioridades A existência de treinamentos veio através de planejamentos. Com o balanced scorecard no centro de seus sistemas de gerenciamento. isoladamente. dando suporte e fortalecendo a veracidade das informações. feitos pela Administração e gestores.clientes. a equipe se orienta por números para bater suas metas Planejamento de negócios Este processo possibilita às empresas integrar seus comerciais e financeiros. para cima e para baixo.A administração da empresa tem boa comunicação com os gestores dos departamentos e todas as orientações são passadas e entendidas. Mensalmente são expostos os resultados Individuais e departamentais. para dar retorno a toda equipe como esta o resultado geral da empresa. para que seja alcançado o sucesso a longo prazo. em forma de ranking.

A empresa esta sujeita a outros tipos de riscos. Investimentos. envolve riscos e deve ser considerada dentro de um modelo geral de risco empresarial. recursos humanos. acreditam que tem equipe preparada para dar treinamentos para os novos contratados. O ativo não circulante se divide em quatro grupos: Realizável a longo prazo. impostos a recuperar. São exemplos de recursos com esta característica: dinheiro e em Banco. com a associação do retorno do investimento. A empresa acredita que a melhor gestão e confiabilidade nas informações fazem com que os honorários recebidos sejam maiores que o dos concorrentes. Os ricos que a empresa poderia sofrer. assim como os derivados de 23 . Imobilizado e Intangível. seria a desonestidade dos funcionários. por exemplo.Gestão de Riscos A questão do gerenciamento do risco tem merecido revisões conceituais constantes. 2. tecnologia.3 Demonstração Contábil Ativo e Passivo. etc. que ainda vem dando resultados. Outro risco que a empresa corre é o de perder o capital intelectual. já que os salários da equipe ficam abaixo quando comparados a de empresas de grande porte. fornecedores. A visão tradicional do risco e seu gerenciamento são trabalhados profundamente na teoria de Finanças. que se encontra no grupo de riscos operacionais. No ativo as contas devem ser em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos nelas registrados. A relação com clientes. é o conjunto de bens e direitos sobre os quais a empresa tem controle. Alguns ricos foram tomados pela administração da empresa a alguns anos. Os ativos são classificados em: Ativo Circulante é classificado os recursos aplicados que podem se converter em dinheiro num prazo de 12 meses (365) contados a partir da data do encerramento do Balanço. cujas origens não são estritamente financeiras e devem merecer uma gestão igualmente importante. câmbio etc. O dilema risco-retorno tem ocupado a maior parte dos capítulos dos livros de administração financeira. os direitos realizáveis após o termino do exercício seguinte. No ativo realizável a longo prazo. duplicatas a receber. as contas que tem o vencimento após 12 meses. Ativo é o conjunto de bens e direitos à disposição das empresas.

tecnologias exclusivas. direitos de franquia. acionistas ou participantes no lucro da companhia. Imobilizado: são direitos que tenham por objeto bens corpóreos destinados à manutenção das atividades da companhia ou da empresa ou exercidos com essa finalidade.132 Investimento 2. a fidelidade de clientes. Imóveis.414 Ativo Realizável a longo prazo 1. moveis e utensílios. e que não se destinem à manutenção da atividade da companhia ou da empresa.522 24 . ferramentas. instalações. Intangível: os direitos que tenham por objeto bens incorpóreos destinados à manutenção da companhia ou exercidos com essa finalidade.150. não classificáveis no ativo circulante.273. Exemplos: direitos de autoria. direitos de uso de telefone.653. São contas classificadas neste item os Edifício. materiais educativos). fórmulas secretas). maquinas e equipamentos. etc.185 Ativo Realizável a longo prazo 1.vendas. inclusive os decorrentes de operações que transfiram à companhia os benefícios.487. licenças e patentes (processos.052 Imobilizado 4. riscos e controle desses bens.290 Intangível 945. terrenos. diretores. veículos.101 31/12/2008 Ativo Circulante 3. adiantamentos ou empréstimos a sociedades coligadas ou controladas. softwares (bancos de dados.647. Ativo da Empresa Pão de açúcar 31/12/2009 Ativo Circulante 4. equipamentos de transporte interno.297. Investimentos: as participações permanentes em outras sociedades e os direitos de qualquer natureza. inclusive o fundo de comércio adquirido.

611 31/12/2007 Ativo Circulante 3. O passivo também é dividido por Passivo Circulante e não Circulante.150 Imobilizado 4.317.201.847 Intangível 290. aquelas com datas ulteriores a esse período.157.947 Intangível 305.878 Investimento 1. Pertencem ao Circulante as contas relativas a obrigações vincendas nos 12 meses imediatamente subseqüente a esta data.247. Passivo da Empresa Pão de açúcar 31/12/2009 Passivo Circulante 3. o não circulante corresponde ao Exigível a longo prazo. em termos do Patrimônio.612 Passivo Exigível a longo prazo 3.560 Passivos corresponde às obrigações exigíveis da empresa. e no passivo não circulante.463. se tiverem vencimento em prazo maior.310 Passivo Exigível a longo prazo 3.058.174 Imobilizado 4.Investimento 1. ao Ativo.246. e serão classificadas no passivo circulante.990 31/12/2008 Passivo Circulante 2. e como ele está relacionado.691.365.340 25 .595. quando se vencerem no exercício seguinte.218 Ativo Realizável a longo prazo 1.

559. GAF= LAJIR/LAJIR .DESPESAS FINANCEIRAS=JAJIR/LAIR= N° VEZES Alavancagem Financeira RPL = LL/PLLL 591. na estrutura de capital de uma empresa.322 Passivo Exigível a longo prazo 2. ou situação liquida da empresa. e Combinada Em física. com a obtenção de financiamento cujos juros e outros encargos são fixos.31/12/2007 Passivo Circulante 2.460 RPL 0.tem como base o aumento do lucro líquido. considerando-se os custos de remuneração dos capitais de terceiros. em contraponto às despesas financeiras. empregando-se força bastante reduzida.3. alavancagem é o emprego de uma alavanca para mover ou levantar um objeto ou volume pesado. visando maximizar o lucro de seus sócios.540. Alavancagem é a capacidade que uma empresa possui para utilizar ativos ou recursos externos. Para isso analisa-se a taxa de retorno do capital próprio. financeira.1 Alavancagem Operacional. usados para alavancar as operações da sociedade.654 2. O estudo da alavancagem financeira ou operacional procura evidenciar a importância relativa dos recursos de terceiros. Conforme seja a posição do ponto de apoio em relação ao objeto a ser movido. No mundo dos negócios alavancagem é o método que utiliza recursos de terceiros com o fim de aumentar a taxa de lucros sobre o capital próprio. Alavancagem Financeira . emprega-se mais ou menos força na ponta da alavanca.09 26 .931.580 PL 6. É a capacidade da empresa em maximizar o lucro liquido por unidade de cotas ( no caso se uma empresa por cotas de responsabilidade limitada) ou por ações. Essa capacidade é evidenciada pelo quociente entre o passivo e os recursos próprios. tomados a um custo fixo.

084. efeito que se conhece por alavancagem total ou alavancagem Combinada (GAC).08 GAF = RPL / RAT GAF = 1.768 AT 13. em contrapartida aos custos fixos.312.o estudo da alavancagem empresarial parte do princípio de que os negócios têm condição de impulsionar sua produção e venda. GAO = Margem de contribuição total/ LAJIR= MCT( Margem de contribuição total) ] / LAJIR = n/ vezes Alavancagem Combinada .760 RAT 0.tem como ponto de partida o aumento das vendas. o uso de recursos externos à empresa tem sido o modus operandi por excelência do sistema capitalista. Se por um lado.11 Alavancagem Operacional . conhecido como LAJIR. É determinada em função da relação existente entre as receitas Operacionais e o lucro antes de juros e imposto de renda. com a utilização de capital de terceiros.Despesas Financeiras = Margem de Contribuição total/ delta lucro antes do imposto de renda= n° de vezes 27 . Daí porque todas apresentam condições idéias para uma ação combinada de alavancagem operacional e alavancagem financeira.RAT = LAJIR/ATLAJIR 1. que pode ser encontrada pelas seguintes fórmulas: GAC= Variação% do lucro Liquido/ Variação % nas vendas = delta LL/ delta RTV(delta da quantidade)= n° de vezes Ou GCA = Margem de Contribuição total/ Lajir . por outro todas as organizações possuem custos operacionais fixos.

tem muito a se destacar perante as demais.CONSLUSÃO Com base no presente estudo foi possível concluir que a controladoria não somente auxilia como contribui muito para a tomada de decisões nas organizações. nos resta conhecer também as ferramentas que são disponibilizadas a fim de atingir os objetivos organizacionais. Com isso é possível concluir que uma organização que possui um órgão de controladoria. permite o cruzamento de informações. fornecendo as informações necessárias para facilitar a tomada de decisão. Conhecendo a importância da controladoria nas organizações. Sendo o seu principal objetivo transmitir informações corretas. buscando garantir o sucesso e evitando surpresas. A Gestão Financeira e Orçamentária. estimativas de despesas e para fornecer o feedback econômico. sendo a sua principal função estabelecer a direção e implementação dos sistemas. Em resumo podemos dizer que o papel da controladoria é assessorar a gestão da empresa. este permite a elaboração da estratégia da organização e o acompanhamento do seu cumprimento. para que assim seja alcançado o objetivo organizacional. Temos também a Gestão Estratégica. A missão da área de controladoria nas organizações é criar um elo com as ligações dos processos de gestão. Já a Gestão de Estratégica de Custos. pois a controladoria atua positivamente em todas as áreas presentes nas organizações. São elas: O Balanced Scorecard é um sistema de gestão que auxilia a tomada de decisão. esta tem como objetivo auxiliar a organização a alcançar uma situação desejada. auxilia a organização em algumas funções como: avaliação de estoques.3. 28 . Já o Sistema de Informações. busca mostrar em medida de tempo os valores monetários da organização.

Contabilidade Financeira. PADOVEZE.com/fileview?id=0B9r14r4nyLDpNmQ2OGRmOTUtNTg1ZS 00MzNjLWJmYTUtYjMyMTQxZGIwZjcx&hl=pt_PT> .REFERÊNCIAS PADOVEZE. <https://docs. Acesso em: 15 setembro 2015.com/open?id=0B9lr9AyNKXpDLTJvSkRBUm4xMUk> . Controladoria Estratégica e Operacional. Alessandra Cristina e Jose Carlos. especial. Anhanguera Publicações.google.google. Acesso em: 15 setembro 2015. FAHL E MARION. <http://docs. Clóvis Luís. Acesso em: 15 setembro 2015. Acesso em: 15 setembro 2015.google.com/open?id=0B9lr9AyNKXpDa0t2SklVLXR1YXM> . 2013 PLT 549.com/open?id=0B9lr9AyNKXpDc3ZJVVNyZjYxdTg>. Acesso em: 15 setembro 2015.google. em:<https://docs.google.com/fileview?id=0B9r14r4nyLDpODM4ZjYzZmQtZTJkZi00M zQ3LThjMDctMjI0Y2Y1YWQ5ZGQ1&hl=pt_PT> .google.com/fileview?id=0B9r14r4nyLDpYWMxZWM5ZjItNDM3ZC 00YWI1LThkMzMtYzE1ZTllNTY2Yjky&hl=pt_PT>. revista e atualizada.4. <https://docs. <https://docs. 2011 PLT 367. Acesso em: 15 setembro 2015. Contabilidade Gerencial 7°ed. Acesso em: 15 setembro 2015.google. <https://docs. 3° ed. <https://docs.com/open?id=0B9lr9AyNKXpDUnV0alJSWGRqRlU>. VALINHOS SÃO PAULO: CENAGE LEARNING. 29 . VALINHOS SÃO PAULO: EDITORA ATLAS. VALINHOS SÃO PAULO: 2011 PLT 312. Clóvis Luis.