You are on page 1of 18

HIGIENE E SEGURANÇA DO

TRABALHO
UNIDADE I

◦ Prevenção de doenças ocupacionais. ◦ Proteger a integridade e a capacidade laboral do trabalhador. ◦ Evitar perdas materiais no processo produtivo . entre outros: ◦ Prevenção de acidentes de trabalho.1 .INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO Higiene e Segurança do Trabalho podem ser entendidas como o conjunto de medidas técnicas. educacionais e médicas que devem ser adotadas pelas empresas e pelos trabalhadores com os seguintes objetivos. administrativas.

1. do treinamento e do controle da saúde.  Preservar o Meio Ambiente. . da comunidade e do meio ambiente através da eliminação ou neutralização dos riscos existentes.INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO  Evitar perdas de produto.  Preservar a integridade da comunidade.  Preservar a integridade das instalações industriais. Essas medidas visam garantir a segurança e o bem estar das pessoas em seus locais de trabalho.

PANORAMA HISTÓRICO Primeiros relatos que relacionam patologias clínicas às ocupações profissionais:  Cerca de 400 a. . em sua obra “Água.  No início da era cristã.. Hipócrates.1.1. Ares e Lugares”.C. Plínius descrevera a primeira utilização de Equipamento de Proteção Individual (EPI) de que se tem registro: escravos utilizando máscaras confeccionadas a partir de bexigas de carneiros protegiam-se das poeiras existentes em minas de enxofre. fazia menção a casos de intoxicação por contato com chumbo.

cujos sintomas demonstram hoje tratar-se de silicose. ocorreu um movimento que mudou profundamente a história da humanidade: a Revolução Industrial. alguns registros merecem destaque:  1556: George Bauer escreveu estudos sobre a extração de minerais e a fundição de ouro e prata.  Entre 1760 e 1830. dentre elas a “asma dos mineiros”. . na Inglaterra. provocadas por poeiras corrosivas.PANORAMA HISTÓRICO Na era moderna.1. Bernardino Ramazzini realizou o primeiro trabalho em bases científicas na sua obra “Morbis Artificum Diatriba”. dando destaque a algumas doenças.  Por volta de 1700.1. onde descreveu diversas doenças consideradas sistêmicas. após relacioná-las às atividades profissionais dos pacientes submetidos à sua pesquisa.

PANORAMA HISTÓRICO  A opinião pública e o Parlamento Britânico. aprovaram a 1ª Lei de Proteção aos Trabalhadores. .1. que se estabelecia: Limite de 12 horas de trabalho por dia / Proibia o trabalho noturno / Obrigava os empregadores a lavarem as paredes das fábricas pelo menos 2x/ano / Obrigava a ventilação. ainda na Inglaterra. através de uma comissão de inquérito. em 1802: a “Lei de Saúde e Moral dos Aprendizes”. quando um empresário preocupado com as péssimas condições de trabalho dos seus operários procurou o médico Robert Baker. que conhecia o trabalho de Ramazzini.1.  O primeiro serviço médico industrial de que se tem notícia aconteceu em 1830.

obtido especialmente pela adaptação do trabalho aos trabalhadores e pela colocação destes em atividades profissionais para as quais tenham aptidões. Essas recomendações são a base das normas e leis de proteção e preservação da saúde do trabalhador em vários países do mundo a partir de 3 objetivos básicos:  Proteger os trabalhadores contra qualquer risco da saúde que possa decorrer do seu trabalho ou das condições em que é realizado.  Contribuir para o estabelecimento e a manutenção do mais alto grau possível de bem estar físico e mental dos trabalhadores .PANORAMA HISTÓRICO Em 1959 foi emitida a “Recomendação para Serviços de Saúde Ocupacional” a partir de reuniões e conferências entre a OIT (Organização Internacional do Trabalho) e a OMS (Organização Mundial de Saúde).1.1.  Contribuir para o ajustamento físico e mental do trabalhador.

. Hoje qualquer empregador precisa ter noção dos danos que pode causar ou sofrer.1.1. a preocupação com o tema SST é considerada prioritária.PANORAMA HISTÓRICO Atualmente.  Após a Revolução de 1930.724 (da assistência médica e indenização). houve um aumento das reivindicações trabalhistas. Panorama Histórico no Brasil:  O primeiro decreto de proteção ao trabalho surgiu em 1919 sob o número de 3. quando da ocorrência de algum acidente de trabalho ou doença profissional em seu quadro de funcionários ou algum acidente que cause danos ambientais ou à comunidade.

452. .1. a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que é o estatuto fundamental que regulamenta as relações individuais e coletivas de trabalho.PANORAMA HISTÓRICO  O presidente Getúlio Vargas promulgou em 1º de maio de 1942.514/77 e a Portaria nº 3.1. a organização do trabalho e a proteção do trabalhador.  Lei nº 6.214/78 – Segurança e Medicina do Trabalho. através do decreto-lei nº 5.

 RISCO / FENÓMENO PERIGOSO. Assenta fundamentalmente em técnicas e medidas que incidem sobre o ambiente de trabalho. tendo como principal campo de ação o controle dos agentes físicos.PRINCIPAIS CONCEITOS:  SEGURANÇA DO TRABALHO: Integra um conjunto de metodologias adequadas à prevenção de acidentes de trabalho. químicos e biológicos presentes nos componentes materiais do trabalho.  HIGIENE DO TRABALHO: Integra um conjunto de metodologias não médicas necessárias à prevenção das doenças profissionais. medido em função da probabilidade e das consequências da ocorrência de um acidente. tendo como principal campo de ação o reconhecimento e o controle dos riscos associados ao local de trabalho e ao processo produtivo (materiais. . AGENTES GERADORES DE RISCO: Causa / Fenômeno capaz de provocar uma lesão ou dano para a saúde.2. É. e modos operatórios).  SITUAÇÃO PERIGOSA: Toda a situação em que a pessoa é exposta a um ou mais riscos / fenômenos perigosos. normalmente. equipamentos.1.

. perturbação funcional ou doença de que resulte a morte ou a redução na capacidade de trabalho ou de ganho.  DANO PARA A SAÚDE (provocado pelo trabalho): Perda de saúde comprovadamente causada ou agravada pela atividade ou pelo ambiente de trabalho de uma pessoa.  ACIDENTE DE TRABALHO: Acidente que se verifique no local e tempo de trabalho e produza direta ou indiretamente lesão corporal.1. um prejuízo ou outras perdas. um ferimento. um dano para a saúde.2.  EVENTO DESENCADEADOR: Evento que inicia a sequência de acontecimentos que resultam num dano.PRINCIPAIS CONCEITOS:  ACIDENTE / DANO: Acontecimento não planeado que provoque a morte.  PREVENÇÃO: Ação de evitar ou diminuir os riscos profissionais através de um conjunto de medidas adotadas em todas as fases da vida das empresas.

que cause a morte ou perda. . Fez algo que não deveria. a serviço da empresa. provocando lesão corporal.  Condições Inseguras – são deficiências técnicas que colocam em risco a integridade física e/ou mental do trabalhador. PRINCIPAIS CAUSAS:  Ato Inseguro – ocorre quando o trabalhador faz determinado serviço de forma descuidada e/ou errada. ou redução permanente ou temporária.NATUREZA DOS ACIDENTES: CONCEITO – acidente de trabalho é aquele que ocorre pelo exercício do trabalho.1. Ocorre quando não são dadas ao trabalhador as condições de ambiente de trabalho corretas à execução das tarefas laborais. Atuou de forma contrária às normas de segurança.3. perturbação funcional ou doenças. da capacidade para o trabalho.

no ambiente de trabalho e nas inúmeras locomoções que fazemos de um lado para o outro. mal orientadas.1. más condições físicas.NATUREZA DOS ACIDENTES:  Fator Pessoal Inseguro – quando as tarefas laborais são executadas por pessoas com falta de prática. Cadastramento junto ao INSS. Vale a pena lembrar que os acidentes não escolhem hora nem lugar. são o resultado de uma combinação de fatores. Quanto aos acidentes do trabalho o que se pode dizer é que grande parte deles ocorre porque os trabalhadores se encontram mal preparados para enfrentar certos riscos. para cumprir nossas obrigações diárias. Podem acontecer em casa. . etc. Os acidentes. CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho. má vontade. entre os quais se destacam as falhas humanas e falhas materiais.3. em geral.

etc. conseqüentemente.3.NATUREZA DOS ACIDENTES: CUSTOS DOS ACIDENTES: os principais fatores que envolvem o custo de acidentes são:  Humanos – todo acidente com lesão acarreta despesas médicas hospitalares. ferramental. matéria-prima. etc.  Agentes Produtivos – a danificação de máquinas. .1. instalações elétricas.  Instalações Físicas – o acidente pode acarretar custos em edificações. de produção e mão-de-obra qualificada. indenizações. instalações hidráulicas. etc. equipamentos. farmacêuticas.  Tempo – qualquer acidente gera perda de tempo e.

É o que acontece. por exemplo.1. quando ocorre a perda de um dedo ou de uma vista. por toda vida. da capacidade física total para o trabalho.  Incapacidade total e permanente é a invalidez incurável para o trabalho.3. .NATUREZA DOS ACIDENTES: Os Acidentes podem ser classificados em SEM AFASTAMENTO ou COM AFASTAMENTO:  A incapacidade parcial e permanente é a diminuição.

1. com produtividade e qualidade.NATUREZA DOS ACIDENTES: PREVENÇÃO DE ACIDENTES:  Prevenção de acidentes e administração de riscos ocupacionais relacionam-se com segurança do trabalho. o treinamento e a capacitação de todos os envolvidos no processo são elementos-chave para empreendimentos seguros e saudáveis. sua finalidade é antecipar os riscos de acidentes e com isso minimizá-los. uma análise profunda dos acidentes e apoio irrestrito da alta administração.  Análise de Acidentes de Trabalho.3. .  A prevenção de acidentes é a eliminação das condições inseguras e isso se dá através do mapeamento de áreas de risco. A informação.  Estatísticas de Acidente de Trabalho.

NATUREZA DOS ACIDENTES: Doença profissional também é acidente do trabalho?  Doenças Profissionais são aquelas que são adquiridas na seqüência do exercício do trabalho em si.1.  Doenças do Trabalho são aquelas decorrentes das condições especiais em que o trabalho é realizado. Ambas são consideradas como acidentes do trabalho. .3. quando delas decorrer a incapacidade para o trabalho.

FIM .