You are on page 1of 5

1

ESTUDO DIRIGIDO SOBRE FISIOLOGIA RENAL
Abaixo, encontram-se os pontos que precisam ser estudados na área de Fisiologia Renal.







































Anatomia funcional do rim
As diferenças entre a circulação cortical e medular no rim
Os diferentes tipos de néfrons: corticais, justamedulares e intermediários
Morfofisiologia das várias porções do néfron
Diferenças entre os tipos celulares dos túbulos renais
O glomérulo - estrutura celular e ultraestrutura
Capilares glomerulares - seu papel na membrana filtrante do néfron
Podócitos - sua localização e seu papel na estrutura física da membrana filtrante
Células mesangiais glomerulares - seu papel na regulação do ritmo de filtração
Ultraestrutura dos capilares glomerulares, membrana basal e a membrana filtrante
O glomérulo e a cápsula de Bowman - aspectos histológicos
Arteríolas aferente e eferente - diferenças anatômicas e de receptores para substâncias vasoativas
Princípios da filtração glomerular - pressão hidrostática e pressão osmótica (coloidosmótica)
Pressão efetiva de ultrafiltração (PEUF) - como é calculada e o que significa
Coeficiente de filtração (Kf) - seu significado e como pode ser regulado - influência do Kf na filtração glomerular
A importância do fluxo sanguíneo renal para a função dos rins - como o fluxo afeta a filtração e a reabsorção
tubular de água e íons
Autorregulação do ritmo de filtração glomerular e do fluxo plasmático renal - mecanismos envolvidos
Clearance e a medida dos fluxos renais - como é calculado e o que significa
Transportes tubulares - a importância da reabsorção de sódio, cloreto e água (visão geral)
Mecanismos de reabsorção de glicose - transportadores, papel do sódio, mecanismos independentes do sódio
Mecanismos de reabsorção de ânions e cátions orgânicos, aminoácidos, oligopeptídeos, proteínas, Ca 2+ e Mg2+
A geração de ácidos pelo organismo - onde ocorre e como são tamponados os ácidos
Fatores que influenciam no pH do meio interno
Sistemas tamponantes do organismo
Interação inter-órgãos no manejo de íons H+ (relação entre rins, fígado e músculo via ureia e glutamina)
O tampão bicarbonato-gás carbônico
Alterações metabólicas e respiratórias do pH e seus mecanismos compensatórios
Reabsorção tubular de bicarbonato - mecanismos envolvidos e o papel da anidrase carbônica
Excreção de acidez titulável - o que é acidez titulável, qual seu significado clínico e como se mede
Secreção tubular de amônio - mecanismos envolvidos e papel na excreção de ácidos
Metabolismo renal da glutamina - transportadores envolvidos, metabolização, participação da geração de glicose
Equilíbrio hepatorrenal dos íons amônio
Ajustes finais das concentrações de sódio e potássio na urina
O aparelho justaglomerular e o sistema renina-angiotensina-aldosterona - mecanismos de secreção de renina e
visão geral do sistema renina-angiotensina-aldosterona
Reabsorção tubular de sódio e cloreto
Reabsorção tubular de potássio
Secreção, efeitos e degradação da aldosterona
Mecanismos de contracorrente renais e o poder de concentração da urina
Mecanismos de ajustes da reabsorção e excreção de água pelos rins
Fluxo tubular de ureia
Balanço hídrico no organismo
Regulação final das quantidades de sódio e água na urina: independência entre os sistemas reguladores apesar
da relação íntima entre sódio e água no plasma e líquido extracelular
Distúrbios da homeostase hídrica e uso de diuréticos
Questões de Fisiologia Renal (Capítulo 38 do Ganong 21.ed):

• Definir e discutir o balanço tubuloglomerular e equilíbrio glomerulotubular. Qual é o papel fisiológico das células mesangiais nos glomérulos e como funcionam? 4. e listar os principais fatores que a afetam. • Discutir a reabsorção tubular e secreção de glicose e K+. ocorre a redução proporcional dessa substância na urina com o aumento da concentração no plasma? 2. • Destacar os processos envolvidos na secreção de H+ nos túbulos. Porque é que a medula renal. • Descrever o reflexo miccional e desenhar um cistometrograma. • Listar os hormônios secretados pelos rins e dizer o que cada um faz. incluindo a filtração glomerular e os fatores que a influenciam. • Resumir manuseio tubular de Cl-. 6. especialmente sensíveis a danos hipóxico? 3. • Destacar manuseio tubular de Na+. As funções endócrinas do rim também são revistas. • Definir autorregulação.2 Este capítulo está relacionado com a função renal. • Listar as principais classes de diuréticos e como cada opera para aumentar o fluxo de urina. • Descrever como o mecanismo de contracorrente no rim opera para produzir uma urina hipertônica ou hipotônica. Perguntas Gerais 1. 5. Por isso que. e discutir a importância desses processos na regulação do equilíbrio ácido-base. quando o transporte máximo (Tm) de uma substância que é secretada pelos túbulos é atingido. ureia e ácido úrico em termos de montantes filtrados. reabsorvidos e excretados na urina. e listar as principais teorias avançadas para explicar a autorregulação nos rins. descrever como ele pode ser medido. Compare os mecanismos celulares responsáveis pela secreção de H+ no túbulo proximal com os do túbulo distal e os da mucosa gástrica. secretados. Por que é acidose uma complicação comum da doença renal crônica? Como você deve tratá-la? 7. • Definir a taxa de filtração glomerular. As observações que se seguem foram feitas em um paciente: Plasma HCO3-: 20 mEq / L RFG (ritmo de filtração glomerular): 125 mL / min volume de urina de 24 horas: 1500 ml HCO3-urinário: 25 mEq / L . • Descrever as funções dos nervos renais. Discutir os mecanismos responsáveis pela adaptação da excreção de NH4 + que se desenvolve ao longo de um período de dias em acidose prolongada. HCO3-. O material no capítulo deve ajudar os alunos a• descrever a morfologia de um néfron típico e seu fornecimento de sangue. reabsorção tubular e secreção e o seu controlo e a função dos ureteres e da bexiga.

3 NH4 +Urinária: 75 mEq / L Acidez titulável urinária: 50 mEq / L (A) Aproximadamente quanto HCO3-está a ser reabsorvido por 24 horas? (B) Quanto Na + está sendo reabsorvido com o HCO3-? (C) Quanto H + está a ser secretada pelos túbulos renais por 24 horas? Defina as principais alterações renais nas seguintes situações: 1. 6. a maior fração de água filtrada é absorvida no (A) túbulo proximal (B) alça de Henle (C) túbulo distal (D) duto coletor cortical (E) duto coletor medular 8. Diabetes insipidus 2. Nefrose 3. selecione a melhor resposta. Desidratação 5. Na presença de vasopressina. Na ausência de vasopressina. a maior fração de água filtrada é absorvida no (A) túbulo proximal (B) alça de Henle (C) túbulo distal (D) duto coletor cortical (E) duto coletor medular 7. Se o espaço livre de uma substância que é filtrada livremente é menor do que a da inulina (A) existe reabsorção líquida da substância nos túbulos (B) existe secreção líquida da substância nos túbulos (C) A substância não é nem segregada nem reabsorvida nos túbulos . Diabetes mellitus Questões de múltipla escolha Nas questões 6-17. Jejum 4.

Reabsorção da glicose ocorre principalmente no (A) túbulo proximal (B) alça de Henle (C) túbulo distal (D) duto coletor cortical (E) duto coletor medular 10. Em qual das seguintes alternativas a aldosterona não exerce grande efeito? (A) Glomérulo (B) túbulo proximal (C) a porção fina da alça de Henle (D) a porção espessa da alça de Henle (E) duto coletor cortical 11. quando a sua concentração no plasma é de 10 mg / dL. Como o fluxo de urina aumenta durante a diurese osmótica (A) a osmolalidade da urina cai abaixo de plasma (B) a osmolalidade da urina aumenta devido às quantidades aumentadas de soluto não reabsorvível na urina (C) a osmolalidade da urina que abordagens de plasma porque vazamentos de plasma no interior dos túbulos (D) a osmolalidade da urina aproxima-se da do plasma porque uma fração cada vez maior da urina excretada é fluido tubular proximal (que é isotônico) (E) a ação da vasopressina no túbulo renal é inibida 16. Para produzir uma urina concentrada. a sua concentração na urina é 100 mg / dL. a vasopressina (A) inzu movimentação das aquaporinas do citoplasma para a membrana celular das células dos túbulos proximais . e o fluxo de urina é de 2 mL / min? (A) 2 mL / min (B) 10 ml / min (C) 20 mL / min (D) de 200 mL / min (E) a resposta não pode ser determinada a partir da informação fornecida 12.4 (D) a substância torna-se ligado às proteínas nos túbulos (E). a substância é secretada no túbulo proximal a um grau maior do que no túbulo distal 9. Qual é a depuração de uma substância.

Uma mutação de ganho de função no gene para qual as seguintes proteínas poderia estar associada com o aumento da retenção de Na + e de hipertensão com um nível normal ou baixo de aldosterona plasmática(síndrome de Liddle)? (A) A aldosterona sintase (B) canais retificadores de K + (C) 11β-hidroxilase (D) receptor V2 (E) canal epitelial de Na + sensível à amilorida .5 (B) aumenta a circulação de aquaporina-2 a partir do citoplasma para a membrana da célula dos ductos coletores (C) não tem nenhum efeito sobre os motores moleculares em células do túbulo proximal (D) não tem nenhum efeito sobre os motores moleculares nas células dos ductos coletores (E) aumenta a reabsorção de Na + no ramo grosso ascendente da alça de Henle 17.