You are on page 1of 3

Direito de Empresa

1- Empresário:
Empresário é a pessoa que exerce atividade economia na produção e
circulação de bens e serviços comuns. Estes não podem ser os
profissionais que prestam serviços de natureza intelectual, nas
modalidades literária, cientifica e artística; essa exceção está no
paragrafo único do art. 966, que caracteriza a não empresarialidade,
ou seja, estes profissionais não são empresários, mas sim
profissionais liberais.
2- Empresarialidade:
É a qualidade de regras do direito empresarial, a noção exta do termo
empresário. Ou seja, o que caracteriza a empresarielidade é aquele
que exerce profissionalmente a atividade econômica organizada para
a produção ou circulação de bens ou serviços comuns, são eles a
sociedade empresaria e o empresário individual (ex: salao de
estética, mercado, leite). A não empresarialidade, se caracteriza pela
produção de serviços especiais, ou seja, não se considera empresário
quem exerce profissão intelectual, de natureza cientifica, literária ou
artística, são eles o profissional liberal e a sociedade simples (ex:
médico, engenheiro).
3- Atividade econômica:
É uma situação dinâmica, resultante de um trabalho de organização,
tendo em conta uma finalidade que envolve custo beneficio,
destinada a produzir, distribuir, ou consumir riquezas. É um fenômeno
dotado de dinamismo com um fim econômico, relacionado com a
utilização da moeda.
Art. 966: produção e circulação de bens e serviços comuns e
especiais. A prestação de serviços gratuitos fica fora da atividade
econômica.
Os atributos da atividade econômica, organizada sob a forma de
empresa, caracterizam-se na produção e circulação de bens ou de
serviços (não excepcionados) por ato de pessoa natural ou jurídica.
4- Intermediário:
O agente intermediário é aquele que atua entre as atividades de
produção e consumo, exerce a atividade econômica na circulação de
bens ao mercado consumidor. É O INTERMEDIADOR ENTRE O AGENTE
PRODUTOR E O MERCADO. E portanto, são considerados empresários.
Exercem profissionalmente a atividade econômica organizada para a
circulação de bens.
- compram no varejo e vendem no atacado
- não produzem bens, apenas atuam na circulação de produtos
- não fazem pelo lucro, mas para a obtenção do sustento próprio
- exercem atividade econômica de natureza circulatória, entre a
produção e o consumo
Ex: hot-dog, jornal e leite.

engenheiro. de natureza intelectual. Ex: costureira. produção e circulação de bens e serviços comuns. 8. paragrafo único do art. cientifica e literária. art. Se relaciona com a não empresarialidade. que ao contrario da sociedade simples tem como objetivo exercer uma atividade econômica organizada. mas exercem atividade econômica. Caracteriza-se pela união de empresários. engenheiro. Ex: consultórios médicos. O lucro será. cientifica e literária. que interessa ser da mesma área da profissão. 7. artística e cientifica. direcionada as modalidades literária. a sociedade simples vira sociedade empresaria. escritórios de advocacia. Não são empresários. O lucro é dividido entre os sócios. por dois ou mais profissionais liberais com pretensão de exercer atividade econômica de prestação de serviços especiais (§ú.Profissional liberal: São pessoas naturais que exercem individualmente a atividade de forma profissional. constituída por contrato de sociedade. nas modalidades artística. porque os serviços prestados exigem apenas habilidade pessoal.Empresário individual: Pessoa natural que exerce individualmente atividade econômica organizada. 966. 966).5. Ex: borracheiro Obs: estes não podem ser considerados como profissionais liberais. nesta atividade encontra-se a pessoa jurídica. medico. Se utilizar de serviços especiais como elemento de empresa. constituindo elemento de empresa. dentários. 10-Sociedade diferente de associação: A sociedade é a atividade econômica que obrigatoriamente vai haver a distribuição de lucros entre os sócios. É uniprofissional. Ex: advogado. por isso são profissionais liberais. medico. são empresários. o eventual . ou seja. não são empresários. aqueles que exercem a prestação de serviços especiais.Serviços: Podem ser: a) Geral (comuns): são aqueles que exigem apenas habilidade pessoal.Sociedade empresaria: São aquelas destinadas a produção e circulação de bens e serviços comuns. 9. Na associação. Ex: sociedades limitadas e sociedades e anônimas. b) Especiais: de natureza intelectual. isso quer dizer. obviamente do empresário individual. 6. sem a necessidade de conhecimento intelectual nas modalidade artística.Sociedade simples: É pessoa jurídica.

ou seja. . 16-Como ocorre a aplicação de serviços na produção? Não ocorre. Os serviços são comuns (habilidade técnica pessoal) ou especiais (de natureza intelectual. ou seja. da mesma área da profissão. b) Objetivo: é externo (objeto). nas modalidades cienticia. a junção desses fatores transforma a matéria prima em bens. trabalho remunerado). 12-Estabelecimento: É o conjunto de bens materiais e imateriais. ou seja. É o conjunto dos elementos necessários. empresário (podendo ser tanto pessoa jurídica. organizador ou empreendedor. as sociedades simples (sociedade de médicos. são apenas os sócios (gestores). porque é pessoa jurídica. indispensáveis para a atividade econômica. é o interesse para a estrutura. de outras matérias. dotada de empresarialidade. sociedade de engenheiros) são consideradas como uniprofissionais. 11-Perfis de empresa: São dois: a) Subjetivo: empresário e a sociedade empresaria. O empresário é a sociedade. como natural). ex: no direito tributário é chamado de contribuinte. ou seja. Não é o prédio. e por isso sofre de regime diferenciado de tributação. designam ao seu modo. no direito do consumidor é o fornecedor. o lugar. pois não existe fatores de produção nos serviços. as pessoas. é preciso designa-lo com expressão do direito de empresa. 13-Fatores de produção: De bens: concorrem aos fatores de produção (natureza. o prédio.lucro integrará obrigatoriamente o patrimônio desta mesma pessoa jurídica. É o estabelecimento. São os elementos de organização para a atividade econômica. Interno. Os conceitos paralelos. O sujeito. capital. o telefone. porque são pessoas naturais. isso é um elemento do estabelecimento. literária e artística). 14-Membros da sociedade empresária: Os membros da sociedade empresaria não são considerados empresários. o computador. Serviços: não concorrem aos fatores de produção. como agente provocador. Os fatores de produção estão apenas na produção de bens. 15-Tributário: No direito tributário.