You are on page 1of 10

GUILHERME B.

RIGHETO
DOUGLAS FONTOURA OLIVEIRA

NANOCOMPÓSITOS METÁLICOS

Insituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnologia Sul-rio-grandense
Campus Sapucaia do Sul
Curso de Bacharelado em Engenharia Mecânica

Professora: Carmen Iara Walter Calcagno

SAPUCAIA DO SUL, 04 DE OUTUBRO DE 2015

1

aplicações.OBJETIVO Apresentar os conceitos do compósito (nanocompósito). 2 . propriedades e métodos de preparação do nanocompósito metálico.

metais e cerâmicas ou polímeros e cerâmicas).  Reforços são os que realçam as propriedades mecânicas. Figura 1 – Utilização dos materiais na aeronave Boeing 787 3 . o que viabiliza sua utilização. Os materiais que compõem o material compósito são chamados de: matriz (fase contínua) e reforço (fase descontínua):  Matriz é o que confere estrutura ao material compósito.COMPÓSITOS São materiais constituidos de uma ligação física entre pelo menos dois componentes com propriedades distintas (Ex. diferentes daquelas dos elementos que as ligam. absorve os esforços. agente anticorrosivo e está em maior quantidade. também é chamado de componente funcional ou material de enchimento. Materiais que quando combinados formam estruturas com características novas. dissipa energia.: metais e polímeros. electromagnéticas ou químicas do material compósito como um todo. Materiais compósitos são bastante utilizados na avião pois proporcionam resistência equivalente às dois metais com um peso mais baixo. A Figura 1 ilustra essa mudança no projeto da aeronave Boeing 787 com as tecnologias advindas do material composto.

Baixo custo de produção. alto impacto. como: a. d. b. Menor densidade e por consequência um material mais leve. química.NANOCOMPÓSITOS Os nanocompósitos são compostos de materiais do componente funcional com pelo menos uma de suas dimensões na escala nanométrica e vieram da ideia de maximização da interação entre seus componentes e com isso a ampliação do número de superfícies e interfaces. A partir dessa nova tecnologia dos materiais foi possível que o leque de aplicações fosse aumentado significativamente conforme mostra a Figura 2. térmica. alta resistência mecânica. Propriedades de barreira. Figura 2 – Aplicações da tecnologia nano 4 . c. dureza. Tais nanocompósitos apresentam uma série de características que os diferenciam de outros compósitos. Condutividade elétrica.

entre outras.  Polimerização simultânea de alcóxidos e monômeros.PREPARAÇÃO DE NANOCOMPÓSITOS Nanocompósitos podem ser preparados de diversas maneiras:  Combinação de polímeros dissolvidos com uma rede inorgânica preparada através da policondensação de alcóxidos metálicos.  Impregnação de matrizes inorgânicas porosas com monômeros ou oligômeros.  Precipitação de nanopartículas em um gel polimérico.  Combinação de polímeros ou copolímeros funcionalizados com grupos alcoxissilanos e a rede inorgânica. Figura 2 – Estrutura de um nanocompósito metálico 5 .

mantida sob intensa agitação e com elevação da temperatura até a completa solubilização em aproximadamente 2 horas. permitindo com que a solução adquira aspecto gelatinoso com alta densidade. 6 . é adicionado pirrol em solução aquosa contendo SDS. Andrade sintetizou a partir da polimerização química do pirrol sobre a superfície de nanopartículas metálicas estabilizados por um agente surfactante (dodecil sulfato de sódio).NANOCOMPÓSITOS METÁLICOS Dentre as inúmeras aplicações. PREPARO O ácido cloroáurico é diluído em água para obter uma solução que sob intensa agitação. Após a deposição da solução sobre eletrodos de cobre. Na preparação do experimento foi utilizado: Pirrol. A partir da otimização nas condições de preparação é introduzido PVA na solução. que caracteriza a síntese do compósito. estabilizado pela presença do agente estabilizante (SDS). dispostos paralelamente como placas paralelas. metanol e etanol. o Figura 4 – Nanocompósitos de Ouro. compósitos híbridos metal/polímero (nanopartículas de ouro/polipirrol). conforme publicação da Revista Polímeros de 2010. acido cloroáurico (HAuCl4). As nanopartículas de ouro sintetizadas pela redução do HAucl4 interagem com o polipirrol. O autor César A. tolueno e clorofórmio. ácido acético. é promovida a evaporação do solvente. dodecilsulfato de sódio (SDS). destaco a preparação e aplicação do nanocomposto metálico híbrido de Polipirrol/Nanopartículas Metálicas que aumenta a sensibilidade de Sensores de Metanol. permitindo com que um filme fino e uniforme fosse obtido sobre um substrato de fenolite. S. Após essa etapa é inseridoinserir alíquotas progressivas de agente oxidante variando sua concentração total na solução aquosa.

com o intuito de aplicar o dispositivo no reconhecimento de resquícios de metanol em bebidas alcoólicas. indicando que interações físicas ocorrem na matriz na presença de voláteis. no sentido de promover a detecção e quantificação do metanol em misturas com etanol. provou-se que sensibilidade dos dispositivos é diretamente proporcional à constante dielétrica do volátil. “[. 7 .APLICAÇÃO Na análise do sistema.]foram otimizadas as condições de preparação do compósito.” Figura 3 – Indice de sensibilidade para o sensor exposto a diferentes vapores de voláteis...

Esta propriedade é atraente para o desenvolvimento de rolamentos sem chumbo em motores de maior eficiência energética. atuais que conceitualmente demonstradas através da combinação de duas propriedades distintamente diferentes de metais de base do compósito: O nanocompósito bismuto / cobalto apresenta um valor de baixo atrito de cerca de 0. Combinando bismuto com cobalto (fase contínua) na escala manométrica. dureza. como ponto de fusão. no caso referente ao artigo entre nanoparticulas de Cobalto e Bismuto. observando um material com excelentes propriedades lubrificantes e menor desgaste. Esta classe de materiais é formalmente uma extensão do nanocompósitos / óxido de metal. com ponto de fusão de 1495ºC.FABRICAÇÃO DE METAL NANOCOMPÓSITOS DE NANOPARTICULAS DE METAIS IMISCÍVEIS Dentre outras aplicações a fabricação ligas entre metais e nanocompósitos metálicos através de nanopartículas desses metais. resultou em um nanocompósito metal / metal. Através do processo de sinterização de nanopós (processo utilizando pós metálicos) foi possível criar um nanocompósito com propriedades combinadas do cobalto/bismuto. já que o bismuto é macio e seu ponto de fusão é de 270ºC e o Cobalto de elevada dureza.2 (uma propriedade de bismuto moles) enquanto se mantinha uma dureza elevada (a propriedade de nanocristalino cobalto). onde esses dois materiais não podem ser ligados através de fundição. pois os têm grandes diferenças físicas. Figura 4 – Fabricação do Nanocompósito 8 . onde a fricção é uma das causas de quase 30% de perda de eficiência energética do motor.

CONCLUSÃO Materiais nanocompósitos estão cada vez mais presentes na indústria para uma busca de novos materiais em diferentes áreas. como no caso de aplicação de óxidos metálicos para aumento de resistência a corrosão (referencia a nanocompósitos de cerâmicos) entre outros. 9 . formando uma liga com propriedades lubrificantes. baixa fricção e alta dureza. mas com a possibilidade de mais trabalhos referentes. no caso dos metálicos. ou a sinterização do cobalto com bismuto. assim. uma nova possibilidade ainda pouco explorada. a busca por artigos referentes ainda é muito baixa. mostrase que a junção de diferentes propriedades para formação de novas ligas e estruturas. como no caso de nanocompósitos de ouro com pirrol para detecção de partículas de metanol.

aviacao. et al. MATERIAIS COMPÓSITOS. P.. Preparação e Caracterização Elétrica de Sensores de Metanol à Base de Nanocompósitos Híbridos de Polipirrol/Nanopartículas Metálicas. 2010.org/>. CH-8093 Zurich. Institute for Chemical and Bioengineering Department of Chemistry and Applied Biosciences ETH Zurich.REFERÊNCIAS Zanatta R. and Wendelin J.. 2009. 2009. 20. Norman A. Revised Manuscript Received November 18. REVISTA POLIMEROS. Stark. Switzerland.. p. Athanassiou.olharnano. acesso em 01/10/2015. H. Grass. Bottom-up Fabrication of Metal/Metal Nanocomposites from Nanoparticles of Immiscible Metals. disponível em <http://www. Evagelos K. 253-257. Received August 17. NANOCOMPÓSITOS. Luechinger. Vol. nº 4. Oliveira. disponível em <http://www.com/> acesso em 01/10/2015. Carvalho F. 10 . Robert N.