You are on page 1of 2

Oxum é a Deusa das águas doces, senhora das cachoeiras e rios.

Ela é o Orixá do amor, da
maternidade e proteção. Mãe Oxum é a força dos rios, a perfeição das cachoeiras. Filha de Iemanjá e
Oxalá, ela é a representação da riqueza, do poder, a manipulação para se conseguir o que deseja. Ela é
o luxo, o arquétipo da mulher de alta classe. Além de estar ligada ao amor de forma direta, ela é um
Orixá totalmente ligado a magia. Poderosa feiticeira, e tolos são aqueles que não temem Oxum. A
Segunda esposa de Xangô, mulher de Oxóssi, com quem teve o belíssimo Logun-Edé. Ela foi Rainha de
Oyó, aonde as mulheres procuravam Oxum para engravidar, sendo muito respeitada. Enquanto a
criança está sendo formada no ventre da mãe, Oxum atua, protegendo a futura criança. Embora se
pense que Oxum não tenha nada a ver com a maternidade, por causa do arquétipo da mulher rica, ela
tem muito a ver com a criação de vida. Afinal, Oxum é mãe. Oxum é tudo aquilo que é precioso, não
importando se é físico ou não. Ela é o Ouro mais brilhante, o cobre precioso. Além de todos esses
atributos, a também o aspecto sábio e estratégico desta bela senhora. Diz a velha lenda, que Oxum
queria aprender o Oráculo de Ifá. Indo ao encontre de Orunmilá, o mesmo disse não, afirmando que
somente homens poderiam jogar e prever o futuro. Oxum entrando na perigosa floresta, procurou as
Mães Ancestrais, acreditando que elas poderiam ensina-la a ver o futuro. As Mães Ancestrais vendo a
coragem de Oxum, ensinou a ela a arte da magia. Exu como Mensageiros dos Orixás, sabia do Oráculo
de Ifá e então, Oxum foi ao seu encontro. Com um pó brilhante na mão, ela jogou no rosto de Exu,
ficando cego, deixou cair seus búzios no chão. Oxum, com grande estratégia, deu a de bondosa e foi
prestar ajuda a Exu. Perguntando a Exu tudo que queria saber sobre os Búzios, está teve grande
conhecimento do Oráculo de Ifá. Exu sabendo da história, foi reclamar com Orunmilá. Orunmilá achou
tanta graça, que mandou Exu dividir o conhecimento do Oráculo de Ifá com ela. E desse modo, A
Senhora do Amor é também a Deusa dos Oráculos. Não a nada que Oxum não saiba! A teimosia,
ganância, fofoca, gentileza, generosidade, perfeição, poder, carinho, tudo isso está em Oxum. Ela é
generosa, cheia de amor para dar a todos. Sensual e dengosa, poderosa e destemida. Certa vez, Oxum
trouxe o próprio Ogum a uma festa, enquanto nenhum de todos os Orixás conseguiram tal feito.
Grande guerreira, aquela que anda do lado de Ogum! Mas não se engane caso pense que Oxum é
somente o amor e a gentiliza. Esta Senhora pode ser violenta, cruel, perigosa, ignorante. Na maioria
das vezes, Oxum é doce. Alimentando seus filhos com seu doce mel. Todos os seus filhos são mimamos,
independente de sexo ou cor de pele. Ela mima seus filhos com tudo o que a de bom, pois é a Senhora
da Riqueza e do amor, e tudo pode.

Related Interests