You are on page 1of 20

Impermeabilização de baldrame

Aprenda a calcular o volume total de argamassa e a decompor o traço para
saber o consumo exato de areia, cimento e aditivo no revestimento de
fundações
Reportagem: Bruno Loturco
Edição 58 - Abril/2013

Subterrâneas, vigas baldrame precisam ser impermeabilizadas. Uma das
possibilidades é revesti-las com argamassa polimérica. Para saber quanto material
será consumido, o primeiro passo é medir a área total das vigas.
Vamos considerar uma viga baldrame com 0,50 m de largura x 100 m de
comprimento - somando todas as laterais -, resultando em área total de 50 m². Se
considerarmos que 15 cm das laterais da viga também precisam ser
impermeabilizados, teremos outros 30 cm a serem multiplicados pelo
comprimento, resultando em 30 m² adicionais. Área total a ser impermeabilizada:
50 + 30 m² = 80 m².
É preciso considerar as instruções do fabricante com relação à espessura da
camada de argamassa para garantir a impermeabilização. Neste exemplo, a
espessura será de 2 cm, ou 20 mm. Esses valores nos permitem calcular o volume
de argamassa a ser consumido por metro quadrado. Basta multiplicar a área pela
espessura do revestimento: 1 x 1 x 0,02 m = 0,02 m³. Convertendo para litros = 20
l/m², considerando os 20 mm de espessura do revestimento. Ao multiplicar pela
área total, de 80 m², teremos um consumo de 1.600 l de argamassa polimérica.

Esse é o consumo da argamassa já pronta. Vamos fazer a conta
inversa, decompondo o material, para saber o consumo de cada
componente: areia, cimento e aditivo.
Consumo de cimento
Observando as instruções do fabricante ou do projeto, é possível
saber qual é o traço recomendado. Em nosso exemplo, vamos
considerar um traço de uma parte de cimento para três partes de
areia média peneirada - 1:3.
Para saber o consumo de cimento, o primeiro passo é dividir o
consumo de argamassa por m² - 20 l - pela proporção de areia três partes. Assim, 20/3 = 6,66 l de cimento/m². Ao multiplicar pela área total da
viga, teremos o consumo total de cimento: 6,66 l x 80 m² = 532,80 l de cimento.
Considerando, de acordo com dados fornecidos pelo fabricante, que 40 l de
cimento correspondem a 50 kg do material, saberemos o consumo
total desse material ao dividir 532,8 / 40 = 13,32 sacos de cimento
de 50 kg cada. Ou seja, 14 sacos de cimento.
Consumo de areia
Por ser fino, o cimento misturado ao aditivo ocupará os vazios da
areia. Dessa maneira, não influencia o volume de argamassa.
Sendo assim, o consumo de areia fina e peneirada é igual ao
consumo total de argamassa, obtido no cálculo inicial. Ou seja,
serão necessários 1.600 l de areia.
No entanto, a areia é vendida por m³. Se 1 m³ = 1.000 l, então é
preciso comprar 2 m³ de areia para revestir toda a viga com
argamassa polimérica.
Consumo de aditivo
A quantidade de aditivo depende da quantidade de cimento. É preciso observar as
recomendações do fabricante. Neste exemplo, vamos supor que o indicado seja
aplicar 1 l de aditivo a cada 20 l de cimento. Conforme vimos acima, cada saco de
cimento de 50 kg é o equivalente a 40 l em volume. Transferindo os valores,
precisaremos de 2 l de aditivo para cada saco de cimento.
Uma vez que o consumo de cimento previsto é de 14 sacos, basta multiplicarmos
2 l de aditivo x 14 sacos de cimento = 28 l de aditivo. Sabendo que o aditivo da
nossa simulação é vendido em latas de 18 l e galões de 3,6 l, sabemos que o ideal
é comprar uma lata de 18 l e três galões de 3,6 l, resultando em
28,8 l de aditivo.
Lembramos que esse é um cálculo meramente ilustrativo. Em uma
situação de obra, é possível que a viga apresente imperfeições eu
suas dimensões. Por isso, o recomendável é considerar uma

Assessoria em Racionalização Construtiva. Segundo ele. portanto. explica que os pré-moldados são. é preciso.0 cm de altura e disponha dois vergalhões de aço com 6 mm de diâmetro cada. O uso dos vergalhões .margem de segurança de 15 a 20% a mais . Isso é obtido com o uso das chamadas vergas (na parte de cima) e contravergas (na parte de baixo). As ferramentas demandadas são martelo.ao fazer o cálculo do consumo de material. Tais elementos podem ser pré-moldados ou moldados no local. melhorar a distribuição das cargas. Para reduzir o risco de surgirem fissuras nas paredes. O processo descrito aqui é indicado apenas para vãos de até 2 m.a depender do treinamento da mão de obra . vamos considerar o uso de blocos canaleta. empregados em obras que possuem repetição razoável desses componentes. geralmente. Assente os blocos. Apoio técnico: Izaias Batista da Silva Junior. geralmente quando não se dispõe do bloco tipo canaleta. . O engenheiro Luiz Sérgio Franco. Para este exemplo. marreta. da Arco . Todos os componentes da equipe deverão usar luvas. a verga moldada no local só é empregada em obras pequenas. Equipe e materiais A equipe composta por pedreiro e ajudante monta o escoramento e a estrutura para execução da verga. óculos e capacete de proteção. Vãos maiores exigem elementos em concreto armado com distribuição adequada de armaduras longitudinais e estribos.em comprimento 20% maior do que o vão de cada lado proporciona a solidarização da estrutura de distribuição de cargas à alvenaria Contraverga Apenas para vãos de janela. colher de pedreiro e régua de medição. técnico em edificações da Vedacit. com o uso de vigas ou blocos canaleta. pois são muito difundidos devido à facilidade e rapidez executiva que proporcionam. Aplique concreto no interior do bloco até atingir 3.Julho/2013 Os vãos na alvenaria que recebem janelas e portas são considerados regiões de concentração de tensões. com distância de 1. Verga e contraverga Entenda os procedimentos executivos e saiba calcular a quantidade de aço e blocos para fazer reforços em vãos na alvenaria Reportagem: Fábio Busian Edição 61 . conferindo o alinhamento com a régua e fazendo os ajustes necessários.5 cm entre eles.

Para calcular a quantidade de blocos canaleta necessários.5) + LV Sendo que LV = largura do vão. a verga exige uma escora de madeira com a mesma altura do vão apoiada na contraverga ou no piso. usaremos a seguinte fórmula para medir o comprimento dos vergalhões: (LV / 2.90 m. coloque os blocos tipo canaleta e repita o processo da contraverga. Cálculo prático Considerando uma janela e uma porta com larguras de 1. Preencha com concreto até que falte 4. Verga Para portas e janelas. consolidando o conjunto. é verga é preciso precedi criar do da uma aplicaçã .26 m Serão. O tempo de cura é de até dez dias e deve ser informado pelo projetista. é preciso esperar que o concreto endureça e ganhe resistência. ficarão apoiados na alvenaria. Então: Vergalhões para a janela = (150/2.10 m Vergalhões para a porta = (90/2.10 m de comprimento e quatro com 1.O comprimento deles deve ser. aplique a argamassa sobre o escoramento.0 cm para completar a canaleta. Daí. 40% maior do que o vão. oito vergalhões com 2. de cada lado. Os 20% adicionais.5) + 90 = 1. portanto.50 m e 0. as contas são as seguintes: Janela: 210 / 14 = 15 blocos por elemento = 30 blocos Porta: 136 / 14 = 9. Coloque outros dois vergalhões com as mesmas características e complete com concreto. com a colher de pedreiro.26 m de comprimento.71 = 10 blocos Após a O execuçãoassenta da mento contrave da rga. a fórmula é TV / 14.5) + 150 = 2. Considerando blocos com 14 cm de comprimento. pelo menos. Por isso. respectivamente. Todos com 6 mm de diâmetro.

sobre o vão .só é possível em vãos de até 2 m.mostrado neste passo a passo . Vãos maiores exigem elementos em concreto armado. que também define o procedimento a ser adotado. São previstas em projeto. janelas ou aberturas em paredes de alvenaria exigem reforços estruturais. Veja como executar Reportagem: Gisele Cichinelli Edição 56 . é preciso prever esses elementos em vãos de parede.o da mesma argama ssa de estrutur assenta a para mento escoram no ento da escora sustenta mento. conhecidos como vergas . com distribuição adequada de armaduras longitudinais e estribos. evitando o aparecimento de trincas e impedindo esforços sobre as esquadrias. FERRAMENTAS E EPIs . Acompanhe agora o passo a passo da execução desses elementos em vãos de janela. que melhoram a distribuição de cargas.Fevereiro/2013 Portas. O uso de blocos canaleta .abaixo da abertura.e contravergas . ção da para verga increme enquant nto da o ela não resistên ganha a cia do resistênc element ia oe necessár manute ia nção da modula ção vertical Verga e contraverga Para evitar atuação de cargas sobre esquadrias e trincas na alvenaria.

argamassadeira e bisnaga. óculos e capacete. PRE PAR AÇÃ BLOC O OS DO CON CRE TO . É indispensável usar os seguintes equipamentos de proteção individual: luvas. colher de pedreiro.As ferramentas necessárias são: martelo. enxada pequena. marreta. balde. caneca de medição.

1:3. to blocos geral canale men ta tipo te "U".Mis ture cime nto e areia com um na Para prop vãos orçã de até o 2 m. Mex a até a mist ura ficar hom ogên ea.Pass o1 . ada prefere em ncialm proje ente. . indic use.

o mesmo volume é adotado para a areia e o cimento.Acrescent e brita à mistura em geral. . mas sempre confira o projeto .e água até criar uma pasta consistente com pouca fluidez.Passo 2 .

.

Verga e contraverga Para evitar atuação de cargas sobre esquadrias e trincas na alvenaria.PREPARAÇ ÃO DA ARGAMAS SA Passo 3 .Misture água à argamassa industrializa da na medida indicada pelo fabricante e assente as canaletas tipo "U". é preciso prever esses elementos em vãos de parede.Fevereiro/2013 EXECUÇÃO . Veja como executar Reportagem: Gisele Cichinelli Edição 56 .

.

Se necessário faça ajustes. optamos por mostrar apenas a execução da verga. Use calços embaixo do escorament o. usando pedaços de madeira nas laterais a fim de . pois os procedimen tos são os mesmos. Passo 5 .Na altura do peitoril da janela é executada a contraverga .Passo 4 .Faça um escorament o de madeira com a mesma altura do vão e o apoie na contraverga . com uso de blocos canaleta preenchidos com vergalhões de aço e concreto. Nesta reportagem.

apoiar melhor. .

.

Com a colher de pedreiro. aplique a argamassa de assentamen to sobre o escorament o. Veja como executar Reportagem: Gisele Cichinelli Edição 56 .Passo 6 . Para evitar atuação de cargas sobre esquadrias e trincas na alvenaria. é preciso prever esses elementos em vãos de parede.Fevereiro/2013 .

.

Fevereiro/2013 . espaçados um do outro em 1. Com a marreta. Passo 9 . então. Veja como executar Reportagem: Gisele Cichinelli Edição 56 . Para evitar atuação de cargas sobre esquadrias e trincas na alvenaria.Aplique uma camada de concreto na base interna dos blocos canaleta e. é preciso prever esses elementos em vãos de parede. posicione pelo menos dois vergalhões de aço.Em seguida. retirando o excesso de massa com auxílio da colher de pedreiro.Assente os blocos canaleta tipo "U". Passo 8 .5 cm. faça os ajustes necessários.Passo 7 . conferindo o alinhament o com régua ou linha. rejunte os blocos com argamassa. Para calcular o tamanho do vergalhão considere o tamanho do vão e acrescente 20 cm em cada lado ou a medida indicada no projeto.

5 cm entre eles.Desde que indicado no Passo 10 .Finalize o serviço. aplicando mais uma camada de concreto sobre estes vergalhões superiores. observando novamente o encobrindo os vergalhões de aço. Passo 12 . . espaçamento de 1.Passo 11 . úmido.Preencha o espaço das projeto. posicione mais dois canaletas até 4 cm abaixo da vergalhões de aço sobre o concreto aresta superior do bloco.

.

. instrutor pedreiro na área de alvenaria e revestimentos da escola Orlando Laviero Ferraiuolo.Espere o concreto curar por dez dias antes de retirar as escoras de madeira do vão. Apoio técnico: Martinho da Silva Zacarias. do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).Passo 13 .