You are on page 1of 5
Agrupamento de Escolas de Infias, Vizela ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE INFIAS, VIZELA 1ª Ficha de

Agrupamento de Escolas de Infias, Vizela ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE INFIAS, VIZELA

1ª Ficha de Revisões de 10º Ano FQA

  • A) Ordens de Grandeza e escalas de comprimento

    • 1. Complete a tabela abaixo:

 

Dimensão

Notação

Ordem de

/m

científica

grandeza/m

Diâmetro da Terra

12,7 x 10 6

Distância Terra-Sol

150 x 10 9

Diâmetro de

um núcleo

atómico

17 x 10 -16

Altura da Penha

617

 

0,000 000

Diâmetro do vírus H1N1

12

Número de partículas de 1 mol

602 x 10 21

  • 2. Indique as ordens de grandeza (em unidades SI) dos seguintes números:

    • 2.1. Distância à estrela Sirius, 6 anos-luz (c = 3,0 x 10 8 m/s)

    • 2.2. Massa de uma formiga, 3 mg.

    • 2.3. Velocidade de deslocação de uma formiga, 5,9 cm/s.

  • 3. O homem utiliza fibras das mais diversas naturezas desde a antiguidade. Os egípcios, por exemplo, além do linho com que faziam as suas roupas, utilizavam junco na construção de barcos e papiro para formar folhas de escrita. Desde 1991, os cientistas têm pesquisado mais uma fibra com enorme potencial económico: os nanotubos de carbono. O nanotubo consiste no enrolamento feito quimicamente em “folhas” monoatómicas de carbono, cujas camadas possuem, exatamente, um átomo de espessura. De acordo com a sua aplicação, podem-se separar camadas de diferentes dimensões. A figura ao lado mostra um tipo de nanotubo cujas dimensões aparecem discriminadas.

  • Agrupamento de Escolas de Infias, Vizela ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE INFIAS, VIZELA 1ª Ficha de
    • 3.1. Sabendo que o tamanho médio do raio atómico de

    um átomo de ouro (Au) é 1,46 Å, compare o maior diâmetro do

    nanotubo com o diâmetro de um átomo de ouro.

    • 3.2. Indique a ordem de grandeza, em unidade SI, do comprimento mínimo do

    nanotubo.

    • 3.3. Sabendo que a distância média entre os átomos de carbono é 1,42 Å,

    preveja o número máximo e o número mínimo de átomos de carbono existentes no nanotubo da figura.

    • B) Dimensões à escala atómica

    Ficha de trabalho laboratorial Página 1 de 5

    Agrupamento de Escolas de Infias, Vizela ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE INFIAS, VIZELA 1ª Ficha de
    • 1. O futeboleno é uma estrutura é uma estrutura constituída por carbono de grande estabilidade. Cada Futeboleno é constituído por 60 átomos de carbono distribuídos por 12 pentágonos e 20 hexágonos, formando uma esfera perfeita. Cada uma destas moléculas tem um diâmetro aproximado de 1 nm. Se tentássemos colocar futebolenos em linha reta, quantos seriam necessários para perfazer 22 cm, que é o diâmetro de uma bola de futebol

    • 2. Em relação à nanotecnologia, podemos afirmar que:

      • (a) envolve manipulação de matéria à escala macroscópica.

      • (b) envolve a manipulação de átomos e moléculas.

      • (c) envolve manipulação de núcleos atómicos.

      • (d) envolve a manipulação dos eletrões nos átomos e moléculas.

    Molécula de Futeboleno

    Bola de futebol

    • 3. As estruturas do vírus ébola têm um diâmetro uniforme de 80 nanómetros, mas o seu comprimento pode atingir os 14 000 nanómetros.

      • 3.1. Indique a ordem de grandeza do diâmetro do vírus no SI.

      • 3.2. Compare

    a

    ordem

    de

    grandeza

    comprimento do vírus com a altura do maior

    do
    do

    aluno da turma 1,85 m.

    • 3.3. Selecione a opção que traduz a correta correspondência do diâmetro do

    vírus em angström e em picómetros.

    • (a) 8,0 x 10 -2 ; 8,0 x 10 4

    • (b) 8,0 x 10 2 : 8,0 x 10 -4

    • (c) 8,0 x 10 -2 ; 8,0 x 10 -4

    • (d) 8,0 x 10 2 : 8,0 x 10 4

    • 3.4. O comprimento do vírus representado é aproximadamente igual à altura

    da imagem. Determine a escala da imagem.

    • 4. Compare a massa de um protão (1,673 x 10 -27 kg) com a massa de uma gota de água, de massa aproximada de 0,035 g.

    C) Massa isotópica e massa atómica relativa média

    • 1. Calcule a massa atómica do magnésio, com os dados dos respetivos isótopos: Ar( 24 Mg) = 23,99; Ar( 25 Mg) = 24,99; Ar( 26 Mg) = 25,98. As abundâncias destes isótopos são, respetivamente, 78,99%; 10,00% e 11,01%.

    • 2. O cloro é formado pelos isótopos 35 Cl e 37 Cl . Sabendo que a massa atómica relativa média do cloro é 35,453, calcule as abundâncias relativas desses isótopos.

    • 3. A maioria dos elementos químicos encontra-se na natureza como uma mistura de isótopos. A tabela seguinte contém informação sobre os isótopos estáveis do vanádio.

    Ficha de trabalho laboratorial Página 2 de 5

    1. O futeboleno é uma estrutura é uma estrutura constituída por carbono de grande estabilidade. Cada

    Isótopo

    Massa

    Abundân

    Massa

    isotópica

    cia

    atómica

    relativa

    relativa /

    relativa

    %

    média

    Vanádio-

    --

    0,250

    50,942

    50

    Vanádio-

    50,944

     

    51

    • 3.1. O que significa dizer que a massa atómica relativa do vanádio é 50,942.

    • 3.2. Determine a massa isotópica relativa do vanádio-50.

    • 4. O néon tem três isótopos. A abundância relativa dos isótopos 20 Ne e 21 Ne são,

    respetivamente, 90,51% e 0,27%.

    • 4.1. Justifique por que razão os átomos de néon referidos são isótopos.

    • 4.2. Indique a abundância relativa do terceiro isótopo.

    • 4.3. Assumindo que o número de massa é numericamente igual à massa do

    isótopo, calcule a massa atómica relativa média do elemento néon.

    • 5. Calcule a massa molecular relativa dos seguintes compostos:

      • 5.1. CuSO 4

      • 5.2. Ca(HO) 2

      • 5.3. Al 2 O 3

    • 5.4. CH 3

    COOH

    • 5.5. FCl.

    CH 2

    • 5.6. (NH 3 ) 2 SO 4

    • 6. Considere um hipotético elemento químico X, com número de massa 10ª – 1 e com número atómico 4ª + 1. Este átomo apresenta 10 neutrões. Indique o número atómico deste elemento.

    • 7. Sabendo que o fósforo tem quinze protões e o oxigénio tem oito protões, calcule o número de eletrões que se encontram no ião fosfato (PO 4 3- ).

    D) Quantidade de matéria e massa molar.

    • 1. A massa molar é muito importante pois permite-nos relacionar a massa de uma amostra, m, com a respetiva quantidade de matéria, n.

      • 1.1. Qual é a relação entre a massa molar de um elemento e a respetiva

    massa atómica relativa.

    • 1.2. Calcule a massa molar dos compostos mencionados acima na pergunta 5,

    pagina 3.

    • 2. A massa molar do dióxido de enxofre, SO 2 , é 64,07 g mol -1 e a do trióxido de enxofre, SO 3 , é

    80,07 g mol -1 .

    • 2.1. Determine a massa de 0,30 moles de dióxido de enxofre.

    • 2.2. O número de moléculas de uma amostra de 0,25 g de trióxido de enxofre

    é dado por:

    • (a) 80,07 0,25 ×6,02×10 23

    Ficha de trabalho laboratorial Página 3 de 5

    Isótopo Massa Abundân Massa isotópica cia atómica relativa relativa / relativa % média Vanádio- -- 0,250

    0,25

    • (b) 6,02×10 23 ×80,07

    • (c) 0,25 x 80,07 x 6,02 x 10 23

    80,07

    • (d) ×6,02×10 23

    0,25

    • 3. O açúcar mais comum é essencialmente constituído por sacarose, C 12 H 22 O 11 , mas na fruta o mais abundante é a glicose, C 6 H 12 O 6 . O gráfico seguinte traduz o modo como varia a massa, m, com a respetiva quantidade de matéria, para cada um destes dois açúcares.

    0,25 (b) 6,02 × 10 (c) 0,25 x 80,07 x 6,02 x 10 80,07 (d) ×
    • 3.1. Conclua,

    justificando,

    a

    qual

    dos

    açúcares,

    sacarose ou glicose, corresponde o gráfico A.

    • 3.2. Qual é o significado físico dos declives das retas

    A e B ?

    • 4. O nitrito de sódio, NaNO 3 , é utilizado como aditivo nos alimentos, como, por exemplo, nos enchidos de carne. A concentração máxima permitida é de 0,015 g de nitrito de sódio por 100 g de alimento. A quantidade máxima, em mol, de nitrito

    de

    sódio

    que

    poderá

    estar

    presente

    em

    1

    kg

    de

    linguiça,

    é,

    aproximadamente:

    • (a) 2 x 10 -1 mol.

    • (b) 1 x 10 -1 mol.

    • (c) 2 x 10 -2 mol.

    • (d) 2 x 10 -3 mol.

    • 5. O monóxido de

    carbono,

    CO,

    é

    um gás

    muito tóxico

    presente no fumo do

    tabaco. Calcule, para uma amostra de 22,5 g de monóxido de carbono:

    • 5.1. A quantidade de matéria de moléculas.

    • 5.2. A quantidade de matéria de átomos.

    • 5.3. A quantidade de matéria de átomos de carbono.

    • 6. De acordo com a OMS – Organização Mundial de Saúde, os adultos, no seu consumo diário, não deveriam exceder os 2 g de sódio. Determine a massa de cloreto de sódio, NaCl, corresponde à ingestão do referido consumo.

    • 7. Determine o número de átomos em 2 g de moléculas de nitrogénio, 12 g de hidróxido de sódio e 0,33 mol de H 2 SO 4 .

    E) Fração molar e fração mássica.

    • 1. Num recipiente, misturou-se uma amostra de 8,0 g de metano (CH 4 ) com uma amostra de 2,8 g de monóxido de carbono (CO), ambos no estado gasoso.

      • 1.1. Quantas vezes o número de moléculas de metano é maior que o número de moléculas de CO ? Justifique, apresentando todos os cálculos que efetuar.

      • 1.2. Determine a fração molar do metano na mistura.

      • 1.3. Calcule a fração mássica do carbono na mistura.

  • 2. O etanol, C 2 H 6 O, é um composto formado por carbono, hidrogénio e oxigénio.

    • 2.1. Calcule a quantidade de matéria de átomos de oxigénio em 250 g de etanol.

    • 2.2. Determine a fração mássica de carbono no etanol.

  • Ficha de trabalho laboratorial Página 4 de 5

    0,25 (b) 6,02 × 10 (c) 0,25 x 80,07 x 6,02 x 10 80,07 (d) ×

    3.

    Os hidrocarbonetos são compostos químicos constituídos apenas por átomos de carbono, C, e hidrogénio, H. Considere os seguintes hidrocarbonetos: metano

    (CH 4 ), butano (C 4 H 10 ) e pentano (C 5 H 12 ).

    • 3.1. Determine,

    a

    hidrocarbonetos.

    percentagem

    em

    massa,

    de

    carbono

    nos

    três

    • 3.2. Calcule a fração molar de carbono no metano.

    • 3.3. Atendendo a que a soma das frações molares dos elementos que

    constituem a molécula de uma substância é igual a 1, determine a fração

    molar do hidrogénio na molécula do butano.

    • 3.4. Selecione a opção que contém a expressão que traduz a relação entre a

    fração mássica e a fração molar do carbono no pentano,

     

    12,01×17

    • (a) 72,17

     
     

    72,17

    • (b) 12,01×17

     
     

    12,01

    • (c) 72,17×17

     
     

    17

    • (d) 12,01×72,17

    ω C

    X C

    :

    • 4. Preparou-se uma solução de nitrato de prata, AgNO 3 , adicionando 23 g deste composto

    a

    100

    cm 3

    de

    água.

    Determine

    a

    fração

    molar

    do

    soluto.

    ( considere ρ [ H 2 O ] =1,0g /cm 3 ) .

    F I M

    Ficha de trabalho laboratorial Página 5 de 5

    3. Os hidrocarbonetos são compostos químicos constituídos apenas por átomos de carbono, C, e hidrogénio, H.