You are on page 1of 13

Senegal.

O

Cynomycteris
straminia, encontrase
também nas ilhas do
Príncipe e Fernando
Pó , e este morcego e
o Phyllorrhina
ftãiginosa vivem
igualmente na ilha do
Príncipe, bem como o
Crocidura thomensis.
São portanto próprios
da ilha só os tres
morcegos
Cynomycteris
brachycephala,
Phillorhina thomensis
e Miniopterus
Newtonii. Pelo
número e pêlos
prejuízos que
produzem são os
ratos os mais
notáveis, verdadeira
praga tanto nas
habitações, como nas
culturas de cacau. É
grande a guerra que
se lhes faz, mas a sua
acção maléfica
continua. Ε de triste
efeito ver voando
lentamente ao cair da
tarde o guimbu
(Phyllorrhyna
thomensis) com suas
grandes asas negras;

LUZES DE BENGALA
Resultados científicos das colheitas de Newton (1)

Não a encontrámos.” .Nota. Saudade (1865). 800 m. S. Três etiquetas: . Scotophilus temminckii. 1913) dá conta de moluscos coligidos por F.” . Fernandes (1958) cataloga tipos de insectos no Museu Bocage: . F. Sharpe se conservava arquivada no Museu Bocage.Thomé. Holotypus. O tipo.Thomé. nem à nossa bibliografia.S. Sphaerium lacustris).Ex.Ilha de S. Fonte dos Amores e Fonte das Lágrimas) e Aveiro (Planorbis cristata. Newton) . Nicolau (1865). Nicolau. nem em relação a tudo quanto se publicou. Três etiquetas: . tipo. e 1 exemplar sem data coligido em Mattozinhos pelo sr. M. Newton) Melanites leda . 1893 . J. ? Nobre (1885. Newton. F. Holotypus.Obó Vermelho. F.15 -.Saudade. Newton Acraea newtoni E. Fr. incompleto. Taphozous saccolaemus. Newton). Sr. Java. 1865 Bacelar (1948) cataloga lepidópteros africanos do Museu Bocage.Saudade.S. Sharpe -. 1861. 1 indivíduo de Timor coligido pelo sr. Bacelar informa que a lista original de E. A lista não é exaustiva. Frank em 1864. Frank. 1 tipo.Acraea newtoni (etiqueta nova) -. F. Espécimes coligidos por Newton em 1865: Leptosia alcesta f. de Saudade. A ordem pela qual surgem os trabalhos é a mais aproximada das explorações. entre eles Rhinolophus minor. foi designado por Bacelar. 1865. 1893 . Newton (1857). 1865. 1865. faltando-lhe as antenas e a asa anterior esquerda. Java.Saudade 1865 N -.Saudade. 1893 . Nicolau estar incompleto.” . Nicolau (F. Newton e por Aguiar em época remota. Thomé (F.Estado: Mau. por o exemplar de S. Fernando Pó e S. em Lisboa (Helix lactea). Nicolau 800 m -. S.Tipo e cotipos. 1861. unicum -. 1864 Seabra (1898c) continua o catálogo dos morcegos do Museu Bocage.14 . Newton Charaxes monteiri . Dr. Sharpe. Frank. 1861 Seabra (1900) estuda os microquirópteros das colecções do Museu de Lisboa. Sr. 1857 Seabra (1898b) cataloga os morcegos da família Pteropodidae do Museu Bocage. Sharpe.Thomé. 1908.13 Saudade 1865 N -. Newton).Ilha de S.Acraea insularis (Type) E. Exemplares de Pteropus hipomelanus. Ilha de S. Newton Danaida chysippus . Sharpe. Sem data: Acraea insularis E. 1865. Newton Precis sinuata . Saudade e S. Exemplar único. Saudade (1865). Frank. entre eles alguns coligidos por Newton no Daomé. 4 etiquetas: . Holotypus. Megaderma spasma. Acraea niobe E. nupta .Acraea niobe: “Um exemplar. escrito saccolamus no Indice Methodico.Acraea newtoni Sharpe: “Um exemplar. (F.Acraea insularis Sharpe: “1 exemplar.Thomé. Dilly. Sr. Coimbra (Quinta das Lágrimas. (F. sem data.Saudade. 1 macho das Celebes.

? de Timor. Este facto é interessante porque antecipa a descoberta da espécie em S. Hackel. Newton. As Algae foram classificadas por Nordstedt. no Hay.campos cultivados de Humpata e Huilla -. 1882 CGRA .Thomé. em Cabo Verde (S. perto de Humpata. Hoffmann e por A. frenatus de Timor. Este descreveu uma nova espécie. Banana. foi Mewton. ilha de Orango (Bijagós). Bocage não faz referência a Moller e atribui a Newton as colheitas. que descreveu as espécies novas Parmelia isidiza. Pithophora microspora. entre elas H. Cabo Verde. o catálogo apresenta 124 espécies. Newton (usa sistematicamente a expressão nosso amigo) de S. congesta fórma violascens”. que descreveu as novas espécies Rottboellia agropyroides. de Berlim. em matéria de répteis e anfíbios. 1885 CGRA . em S. determinadas por O. Os Fungi foram determinados por Winter.. lecta mense julii 1881. a pretexto de referir os moluscos coligidos por Moller em S. outras localidades da Africa occidental. Andropogon Newtonii. duas remessas de Naja melanoleuca. Newton coligiu Fimbristylis polimorpha na Serra de Cassauba. a Domingos Vandelli. do Lobango .13. Cyclophorus Vandellii. Bolama. Capelo e Ivens coligiram no Coroccá. na Huilla.Os números . que compara com outras. Newton coligiu Galaxaura fragilis em S. por Nylander. E quem coligiu Thysanurus angolensis. Príncipe. foi E. de ? (não registado o local de colheita). Lista as espécies já conhecidas e apresenta duas novas: Hemidactylus greeffii. classificou as 106 espécies. e Cyclophorus Molleri a Moller. Daomé e Ilha do Príncipe. Henriques (1886a) cataloga as plantas coligidas por Capelo.. na Bahia de Mossamedes. e Andropogon poecilotrichus. de Pomangala e Quitibe.Thomé. a cobra preta. No total. Moçâmedes. Dedica a nova espécie. e Dictyota dichotoma e outras algas também em S. do Lobango. 14. por Greeff. Fernando Pó. Newton também coligiu fórmas.correspondiam aos da lista original de Miss Emily Sharpe. Hoffman. 1881-1884 Cardoso Junior (1902) só reconhece herborizações de Newton em 1881 e só em S. Quem coligiu Grewia micrantha.Thomé no ano anterior. Cogniaux. colige Porphyra leucosticta. de onde enviou. caso de “Aristida congesta fórma pallens” e “A. Em Abril de 1881. 1 juv. 15 . Em Outubro de 1881. em Angola. 1878 CGRA[1] . Vicente. Vicente (Cabo Verde). diz ter nas suas colecções exemplares enviados pelo seu amigo F. Vicente.Tomé. em S. etc. Flahault e Wittrock. Henriques (1884) publica um catálogo das plantas coligidas por Newton entre 1881 e 1884. Rio Bumbo. Ivens.a Universidade de Coimbra pedira-lhe que classificasse uma colecção de répteis e anfíbios de S. apesar de os exemplares terem sido enviados por Francisco Quintas. das margens do Nene. As plantas de Newton não têm data. em Abril de 1881).Thomé. e uma rã. Freetown. em Abril de 1881. Henriques (1889) cataloga mais plantas coligidas por Newton em Angola.Newton enviou ?? (não registado o nome de espécie). osga sem garras. do arraial de Cayonda e Homodium (Lygoderma) pernigratum da Huilla. 1881 Registo de Reptis do Ultramar[2]: Newton enviou Hemidactylus greeffii da Ilha do Príncipe.Thomé. Os Lichenes. Congo.dá conta da presença de Newton em S.. As Gramineae foram identificadas por E. segundo Bacelar. Bocage (1886a) .Newton enviou Draco timoriensis e Mabuia sp. Nobre (1886). etc.Thomé (Março de 1881).Thomé. não indicando o colector. Caulerpa toxifolia foi apanhada em Março de 1881. Newton. Rana . Cabo Verde.

nigra.Greeff ofereceu exemplares a Bocage. mabouia. parecia viverem no local onde Greeff residiu.. onde coligiu Chamaeleo dilepis. em 1886. por se encontrar só no Ilhéu das Rolas. nigra. Há ainda Euprepes notabilis .Thomé. Greeff que esta especie vive nos rios da Cordilheira de S.Thomé coligidos por Moller. Newton ainda a não tinha podido mandar.Newton enviou duas remessas de Agama colonorum de Ajudá e Hemidactylus greeffii da Roça Saudade (S. (1893a. do Rio de Água Grande. Bocage afirma que pertencem à espécie Hemidactylus mabouia.e). de Rappia thomensis. Rana Newtonii e Hyperolius thomensis. a cobra Onychocephalus caecus e a rã Arthroleptis calcaratus. E Prinia Molleri . As duas últimas são as malfadadas rãs descobertas por Moller que Bocage atribui a Newton e dão pretexto a polémica. Mocoa africana (Rolas).. Naje haje. Confrontando esta lista com a publicada por Bocage.polémica com Bocage por causa das colheitas de Moller e Newton em S. Greeff mencionara ainda Scalabotes thomensis. Bocage (1892c. Newton não figura nos catálogos do Museu de Coimbra publicados por Themido. a osga Scalobates [Ascalabotes] thomensis. Boodon capense. “Só se tem encontrado no Chinchoxo. H. mas Newton também mandou da Roça Saudade. Rana Newtonii sp. Siphonops thomensis. e de Hemidactylus Greeffi. informação aliás polémica. nov. Hyperolius thomensis sp. Bedriaga (1892).Thomé. pois este alude a elas de forma vaga. H. Cinnyris Newtoni .Thomé).as primeiras remessas de Newton tinham ido para o Museu de Coimbra. Diz que os resultados da exploração de Greeff foram pobres. Naja haje var. nov. Onychocephalus caecus e Arthroleptis calcaratus. exemplares coligidos por Newton.3 machos adultos: 1 da exploração Moller (pertence ao Museu de Coimbra).. Greeff mencionara Philothamnus thomensis. De Timor enviou Varanus timoriensis. sem localidade. enviado por Lopes Vieira. Bocage (1886c) . Registo de reptis do ultramar .polémica com Bedriaga. o que nos faz crer que seja rara como o dr.Newton coligiu a osga Hemidactylus Brookii em Nhogué (Ajudá). diz que a partir de exemplares enviados por Newton. Os répteis e anfíbios foram todos determinados por Bocage: Hemidactylus Greeffii sp.Thomé. Greeff afirma”. Naja haje var. Siphonops thomensis e os cágados Sternothaerus Derbianus. onde depois de porfiada lucta conseguiu Portugal estabelecer o seu dominio”. (1893d) .Thomé em vertebrados terrestres. Não a encontrou nunca nas suas excursões. Prain (1934) revela que Newton coligiu a gramínea Urochloa insculpta em Ajudá. dois coligidos por Newton em Dezembro de 1886. mabouia é de larga distribuição e também se encontra na América. exemplares de Greeff. Não há referência ao juvenil enviado em 1881. Boodon capense. O tipo é o de Greeff. As duas rãs novas que vai descrever. Lobango. “Diz o Dr. Finalmente. daqui concluindo que há duas espécies de osga em S. esta é uma rã arborícola. Bocage (1887c) descreve novas espécies de aves de S. Euprepes notabilis.d. Moller e Newton. osga que. . Vieira (1886) noticia mamíferos e aves de S. verifica Vieira que ainda faltam ao Museu de Coimbra o cágado Sternothaerus Derbianus. em Timor. pois Exell não tem conhecimento da existência desta espécie no Daomé. em cuja sinonímia lança Hyperolius tomenris (Roça Saudade e littoral). Bocage (1886b) descreve as espécies novas. Congo. Vieira esclarece que o exemplar de Rana Newtonii foi coligido por Moller e não por Newton.b) . Nobre (1937) cataloga moluscos coligidos por Newton. mas obteve quatro exemplares que refere á especie citada. que agora pede a Bocage que examine exemplares de osga coligidos por Newton. Boodon capense. Mocoa africana. Bocage (1897a) refere a existência. Ainda a não recebi de S. no Museu Bocage. Hemidactylus Greeffi. 1886 CGRA . em 1886 também esteve em Angola.1 indivíduo da exploração Moller.Thomé do género Hemidactylus.Newtonii. o que demonstra a pobreza de S. achava preferível chamar-se Rolasi.Thomé. Philothamnus thomensis. dos tipos de Rana Newtonii (Agua Grande). nov.

João. Não refere o de Atractaspis dahomeyensis.no Museu Bocage havia o tipo de Crocidura thomensis. Raro.Thomé. Moller. Nylander classificou os líquenes: Parmelia tinctorum e Caccocarpia molybdaea. CheiloLejeunea Newtoni. Lamprocolius ignitus e Treron calva Óque S. 800 m. Ridley as ciperáceas e orquídeas. 1 exemplar. de onde as transcreve. Stephani e publicadas no jornal Hedwigia. exemplares de Newton e Moller. var. e as 14 espécies de líquenes foram classificadas por Nylander. Bocage (1897a) refere a existência. Sousa (1887a) lista as cinco espécies de aves coligidas no Príncipe. menciona 34. Nova para a ciência. entre elas Nectarinia Fraseri.Newton enviou Mabuya maculilabris da Ilha do Príncipe. Bocage (1897a) . Príncipe: oito exemplares. Baker os fetos. Henriques (1886) faz uma pequena nota biográfica sobre Francisco Newton. Conta com Newton para esclarecer a situação. dos tipos de Cyanomitra Newtonii. Os fungos estavam a ser estudados por Roumeguère. e de Prinia Molleri. O paralelo de Pungo Andungo marcava-lhe a fronteira. do tipo de Feylinia polylepis e de Stenostoma brevicauda.? . Sorex (Crocidura) thomensis. e que também enviou uma colecção de rochas. Príncipe e Ajudá. que estivera na ilha em 1865. Feylinia polylepis. Saudade. em cuja sinonímia lança Nectarinia Newtonii. e Angraecum Henriquesianum Ridley. com o nome vulgar de Siwi-barbeiro-grande. perto de Ajudá. Entre as plantas. entre as quais duas novas para a ilha: Onychognathus fulgidus.nova para S. entre os quais uma variedade nova: Feylinia currori Gray. Stereum pulchellum. e Atractaspis dahomeyensis. do Rio Papagaio. representando seis espécies. Registo de reptis do ultramar . Henriques (1887) fornece uma lista de plantas coligidas por Newton no Daomé e na Ilha do Príncipe em 1886. uma delas é dedicada a Newton. As hepáticas por F. var. de Óque S. Nylander (1887) publica uma lista de líquenes coligidos em 1887 no Príncipe. Oustalet (1898) repete a lista das aves de Newton publicada por Sousa. no Museu Bocage. Roça Minho. da Ilha do Príncipe.Thomé. Sousa (1887a) lista 16 espécies de aves do Daomé da exploração de Newton. 1887 CGRA . Bocage (1887b) descreve uma nova espécie de mamífero. Informa que o naturalista tem estado em S. Novas para a ciência: Stenostoma brevicauda. Julho de 1886. Saccardo e Berlese (1889) publicam uma lista de Mycetes. Hackel determinou as gramíneas.Thomé e no Daomé. a propósito da distribuição muito localizada na África ocidental dos lagartos Lygosoma guineense Peters. da Ilha do Príncipe. salientem-se as novas espécies Ctenium Newtonii Hackel. Cita a carta de Newton sobre feiticismo. Columba arquatrix. Dohrn.Bocage (1896b) refere a existência. refere o facto de Newton os ter coligido em Vodunhem-Bamé. Newton. . sem outra indicação de habitat. Bocage (1887a) lista os exemplares de répteis coligidos no Daomé e no Príncipe.De S. determinadas por botânicos estrangeiros. João (Príncipe). polylepis. serpente encontrada em Zomaï.Thomé e para a África ocidental (conhecida apenas da África austral e da Abissínia). Newton enviou Rappia thomensis. no Museu Bocage. Bocage (1887d) acusa a recepção de 6 exemplares de aves remetidas por Quintas ao Museu de Coimbra. Turturoena Malherbi (considerada exclusiva do Gabão). cobra cega subterrânea. de Zumbodji (Daomé). Dicrurus modestus.Thomé. algumas representadas por exemplares coligidos por Newton em S. entre as quais duas coligidas por Nexton em 1887 no Príncipe. Manaças (1951). em Março: Halcyon dryas e Ceryle rudis. Osorio (1887a) cataloga os crustáceos coligidos por Newton no Príncipe. diz que aprendeu botânica com o pai e refere as suas colheitas no Dohamey e em S. Osorio (1887b) lista as espécies de crustáceos do Museu de Lisboa. Daomé: 13 espécies.

Phaeospiza thomensis. Bocage (1896b) refere a existência. Newton coligiu em Gebé.Tomé: Palaemon Olfersi (Antilhas. 1888 Registo de Reptis do Ultramar . Scops scapulatus e Columba arquatrix var. Bocage (1888b) descreve nova espécie de ave para S. Espécie nova para a fauna de S. Quanto ao crustáceo que se refugiava num pedaço de pitch pine que ele próprio escavara. maculilabris].Thomé.Thomé. cuja localidade só tem ponto de interrogação. é Dromia spinirostris. Entre os crustáceos do Príncipe surge Petrochirus cavitarius Ozorio. Scops scapulatus e Columba thomensis. Bacelar (1948) cataloga lepidópteros africanos. Zomai.Thomé. publicado na Revue Mycologique. Novas para a ciência. thomensis. Fernando Pó e S. no Museu Bocage. Fernandes (1959) informa não ter encontrado o tipo de Bactrododema miliaris Bolívar. Bresadola e Roumeguère (1890) determinam plantas coligidas por Newton em 1887 e 1888 no Príncipe e em S. No Daomé (não há datas). Bocage (1888c) lança Phaeospiza thomensis em sinonímia.v. e uma espécie nova. Newton. Henriques (1900a) fala de Nylander e de duas espécies a dedicar a Newton que Nylander entendera deverem ter a autoria de Henriques. A espécie considerada venenosa é Calappa rubroguttata. é americana (Ilhas Sandwich e arquipélago Pomotu). Brasil). foi encontrado no hospital. Bolívar (1889) cataloga ortópteros africanos.Thomé: dez espécies.Thomé e Príncipe em 1887 e 1888. Coligidos por Newton em S. Obó vermelho. Osorio (1889) publica os resultados carcinológicos das colheitas de Newton.Newton enviou Mabuia maculilabris do Ilhéu das Rolas. Panulirus regius Capello (já encontrada em Cabo Verde). Registo de reptis do ultramar .Nylander (1887) publica a lista de líquenes coligidos por Francis Newton em 1887 no Príncipe e ilhéus das Cabras. Aglimé. Henriques (1889b) transcreve um artigo de Bresadola e Roumeguère. Apé.Newton enviou Mabuia maculilabris de S. e Osório pensa que é a primeira vez que se menciona o facto de um paguro se alojar em substância vegetal.Tomé. Príncipe e Rolas. Henriques (1889a. muito interessante por nos tarsos ter cuatro artejos en vez de los cinco normales. Gecarcinus ruricola. Newton envia o lagarto Mabuya maculilabris (=Euprepes notabilis) de toda a parte. No Ilhéu das Rolas. n. Athya scabra (ilhas do México). Mais espécies americanas de água doce em S. Lama..Thomé. Thomé: Polyspilota striata Stoll. Espécie nova para a ciência. com a var. o exemplar a que faltava um fragmento. e usava como escudo. gorgónia coligida em Agosto de 1889 nas Rolas por I. sem mais nenhuma informação.Thomé. todas dos Angolares: Ambliospiza concolor. Passé. Bocage (1888d) refere novo envio de aves de S. Stiasny (1939) cita Leptogorgia varians. O que habitava a semente de coconote pertence à espécie Cenobita rugosus. entre elas algumas coligidas por Newton. já assinalada para S. dos tipos de Ambliospiza (Ambliorpisa na sinonímia) concolor.Príncipe.Tomé. Newton coligiu Mabuia macorlilocons [M. com quatro artelhos em vez dos cinco normais. que inclui plantas coligidas por Newton em S. Ajudá e Abomey.Thomé. Osorio (1890) continua o catálogo dos crustáceos coligidos por Newton em 1889 em S. Ocypoda Edwardsi . africana nas Canárias. Bactrododema miliaris.b) cataloga plantas africanas. Bocage (1888e) enumera as aves coligidas por Newton em S. 1889 CGRA. . Thalamita integra. entre eles alguns coligidos por Newton no Daomé. e Philothamnus thomensis (cobra Soá-Soá). É uma espécie vulgaríssima no continente.

Dentex filosus. Ilheo das Rôlas.e) publica a descrição de uma nova espécie de morcego. Ambliospiza concolor. do Rio do Ouro. muito semelhantes a um que Newton enviara de Ajudá. coligidos em S. Naurois lamenta que o incêndio de 1975 tenha destruído os exemplares. de que Newton coligira um exemplar nas Rolas. 1 macho de Ribeira do Peixe.Thomé.só regista Hemidactylus dysceffu [greeffi] coligido nas Rolas. Osorio (1891a) divulga as espécies de peixes marinhos de S. Zosterops ficedulina var. Bocage (1896) . Entre eles vem o Cáqui. Nova: Lanius (Fiscus) Newtoni . a terceira até então conhecida em S. as três últimas muito recentemente descobertas nas praias de Diogo Nunes e Fernão Dias.Tomé . Bocage (1890) descreve nova espécie para a ciência. o Sabão. Bocage (1889c) faz considerações sobre a fauna de S. Bocage não reparara que a espécie era nova.Thomé duas espécies. Serranus capreolus. n. Seabra (1908) refere a existência de um macaco. Seabra (1900) estuda os microquirópteros das colecções do Museu de Lisboa. Miguel. entre as quais há uma nova e várias interessantes. coligidos por Newton em S. de Caconda e Cuango. O primeiro naturalista a referir a sua presença na ilha foi Greeff. Graphiurus murinus. 1891. Ortygometra egregia. Três exemplares de Miniopterus Newtonii Bocage.Tomé em 1890. Gerres melanopteres.havia tipo de Fiscus Newtonii no Museu Bocage. Ilheo . como S. Naurois (1985) informa que a primeira indicação sobre a existência de Chaetura thomensis Hartert vem de Bocage (1891). Chaetura sabinii (andolim). no Museu Bocage. Girard (1890a) anota que Newton acaba de enviar Sepia hierredda de S. Andolim. Euplectes aureus. glauca ou uma espécie nova.Tomé em 1889. Girard (1890b) anota que Newton acaba de enviar Octopus tuberculatus de S. Lobotes auctorum. mas de localidades interessantes. no Museu Bocage. Dentex macrophtalmus. Bocage pensa que são machos e aguarda mais exemplares para comprovação. Comatibis olivacea (galinhola). Agosto de 1889.cinco exemplares. o Vêmé-téla. e Lepturus candidus. e outra nova para a ciência.Tomé. Rhypticus saponaceus. Terpsiphone atrochalybea e Prinia Molleri. Bocage (1896b) refere os tipos de Nectarinia thomensis. ind. Totanus glareola. Lutjanus Maltzani. Typhlops (Onychocephalus) Newtoni. de que Newton coligira três exemplares em S. no Museu Bocage. Cercopithecus mona. e entre eles Numenius phoeops e Graculus africanus do Rio Cuija. Newton. A propósito de um exemplar de Lichia amia do Museu de Coimbra. a Corvina. e o Pargo.Thomé. Miguel. mas é natural que os macacos tenham sido introduzidos antes dele pelos colonos.Thomé. que na Martinica se chama Savon e Jabonsillo na Havana. coligido por Newton em S. amia e L. representando mais de 40 espécies.Holocentrum longipinne. o Parente. (Dreptes?) Nectarinia thomensis. Iogo-Iogo.Bocage (1889a.Tomé. andorinha. 1889. machos e fêmeas. Príncipe e Rolas. Espécies novas: Sphyraena Bocagei. do tipo de Miniopterus Newtonii.IogoIogo. Bocage (1897a) refere a existência. Bocage (1891a) divulga as aves coligidas em 1890. Bocage identifica o martinet como Chaetura sabini Gray.? (selé-lé). Frade descobriu-a no Príncipe em 1954. As interessantes são as exclusivas de S. Bocage (1889f) publica uma lista de 20 espécies de aves já conhecidas de S. o Vermelho-fundo. com a indicação de serem fêmeas. em 1890. o Gorpinho. Minopterus Newtoni.Thomé. sexo indeterminado. Lutjanus jocu. Bocage (1897a) refere a existência. além do tipo. dadas as colheitas de Newton em S. indicando as espécies de ave ali descobertas por Newton: Scops scapulatus. do tipo de Typhlops Newtonii.Thomé e estuda as outras. Menciona ainda exemplares coligidos em localidades virgens de toda a exploração. o Pabalá. 1890 CGRA . Bocage (1890a) refere exemplares de um mamífero. a norte da cidade. do Ilhéu das Cabras. pergunta se será um híbrido de L. conhecida de Angola. Entre outras. Bocage (1889d) acrescenta à ornitologia de S. Strepsilas interpres. Quer isto dizer que a nova espécie foi descrita antes de existirem os exemplares. As Typhlops são cobras cegas e subterrâneas. Miguel e Rio Quija.

onde coligiu Chamaeleo anchietae. Frade não conhece Budo Tap’ana.informa que Newton neste ano foi ao Lobango. Newton. e Julis Newtoni.Ano Bom. H. Miguel e em Junho de 1891 na floresta de Budo Tap’ana. Chamaeleon senegalensis. Osorio (1891b) divulga as espécies de crustáceos de S. O Príncipe Bonaparte (1915) refere que plantas do seu herbário foram coligidas por Francis Newton no Príncipe e em S. Nomem nudum. conquanto representam os únicos traços petrológicos desta região do Império Colonial existentes nos Museus de Lisboa. Hoje esta espécie chama-se Agama agama. Daomé . Registo de reptis do ultramar .Tomé: Penaeus velutinuse Gonodactylus Folinii. Bocage (1896a) enumera as espécies de répteis e anfíbios das possessões portuguesas africanas representadas no Museu de Lisboa e começa logo por dizer que as colecções são modestas. a 220 m alt . Zomaï é um bairro de Ajudá. em Agosto de 1889 em S. Fernando-Poensis. duas novas para S. Budo quer dizer pedra.Thomé. Coronella regularis. Rappia plicifera. Bocage (1892b) publica uma lista de dezasseis espécies de aves de Ajudá. aquela que Newton conhecia a mais. Mas Newton. sem data nem local. Bocage (1891b) publica a descrição da quarta forma de morcego de S. Miguel. Stenostoma brevicauda. 1892 LISU (Herbário do Jardim Botânico de Lisboa) . macho de Ribeira Peixe.Newton enviou Agama colonorum de Ajudá. durante o efémero protectorado português: Hemidactylus brooki. Typhlops punctatus. Florestas e Triumpho. Newton em S.das Rolhas.Thomé e Rolas. Varanus niloticus. em localidades como Zamaï. Dezembro de 1892.Phylorhina Commersoni var.fêmea de Roça Saudade. Lygosoma guineense. Dipsas blandingii. Frade (1924) anota a existência de exemplares de Ibis no Museu Bocage. colhidas e triadas em S.tudo coligido por Newton sobretudo em 1886. 1891 CGRA .Thomé. S. diz que deve ficar perto da Roça Uba-Budo. coligidos por F. Graya triangularis. Bocage (1905) refere que Newton coligiu Comatibis olivacea (Du Bus) em Budo-tap’ana. Praia das Conchas e Iogo-Iogo. Daí o J. muito vulgar. Osorio (1895b).fungos. escreve ele. nome vulgar Guimbu. ainda coligiu rãs. Bocage (1897b) confirma que no Museu de Lisboa havia exemplares de Chamaeleo anchietae coligidos por Newton no Lobango. neste ano. excepto a dedicatória ao valente e distinto naturalista F. de que Newton enviara exemplares a Bocage. em Cabo Verde. Ennea Newtoni e Ennea cavidensvar. Machado e Costa (1936) informa que na sala geo-mineralógica do Império Colonial do Museu Nacional de Lisboa havia uma colecção litológica de 137 amostras.Thomé nunca mais tinham sido encontrados por nenhum naturalista. Tomé e no Príncipe. só existiram em muito pequeno número nos museus. Agama colonorum var. A herpetologia não tem conhecimento da existência de rãs em Cabo Verde. Entre eles. Bostrychia bocagei. Atractaspis dahomeyensis e Vipera arietans. É um lagarto doméstico. nenhuma informação. líquenes e algas coligidos em Santa Cruz e exemplares indeterminados da margem da Lagoa Ápata. Ilha de Santo Antão. que os colonos gostavam de ter em casa por se alimentar de insectos e também por ser um belo animal. Scaphiophis albopunctatus. das quais treze resultam das colheitas de Newton em Janeiro. Tomé. Girard (1892) descreve duas novas formas de molusco terrestre de Fernando Pó. stellatus. thomensis . apesar de Newton só ter estado de passagem em Santa Isabel. Espécies de crustáceos coligidos por Newton no Daomé: Ocypoda Edwardsi Osorio (já referida para o Príncipe) e Penaeus brasiliensis. mas acoplando Júlio Henriques aos Newton. Newton. Naurois (1973) diz que os íbis de S.picticauda. enviadas por Newton em 1892. sem indicar em que data. estas rochas não foram ainda estudadas. . Philothamnus semivariegatus.

serão nova espécie ou variedade nova (Rolas). com cauris. de Fernando Pó. como Portinho. 1 objecto de barro para feitiço de Dahomé. Uma variedade nova deDeprane punctacta. Raphia cinifera. o Bombax. Príncipe e Rolas. Alpheus tuberculosus. para pescoço de cavallo. e que em S. 2 feitiços de Dahomé. Eneias aporta a Drepane. etc. . Newton também coligiu Pomacentrus leucostictus em Malange (Iogo-Iogo). hoje Trapani. de Fernando Pó. 1 collar com sementes de feitiço do Dahomé. 1 pote de barro de Dahomé. o que não nos oferece dúvidas 2 amostras de algodão de Dahomé. Newton (1895) publica A vegetação em Ajudá. 1 manilha dos Bissagos. priapo dahomeano. de acordo com o Relatório do Ateneu de 1892. Newton faz uma conferência no Ateneu Comercial do Porto e oferece ao Museu do Ateneu os objectos etnográficos a que se refere nas cartas. usada como ornamento. de Iogo-Iogo. 1 collar feito de fragmentos de conchas de Fernando Pó. Em negrito.Tomé. Drepane.Thomé. do Dahomé. 2 amuletos de soldados dahomeanos. 1 manilha de cobre de Cubaes de Mossamedes. mangueiras. de que havia um exemplar coberto de ninhos de Ploceus intermedius. 2 contas (missanga) de Náná. São os seguintes. Rio Gumoela(Atya scabra) e Rio Gamoela. 1 amuleto de couro com cauris do Dahomé. da Guiné Portugueza. Fala também do tamarindo. 1 manilha de Mahi do Dahomé. 1 pulseira de fragmentos de conchas. dizendo que há armas entre eles. 1 pulseira feita de vertebras de cobra. 1 objecto de madeira para feitiço de Dahomé. para feitiço. 7 chapeus dos Bubis. 2 pares de brincos dos Bubis. do Dahomé. usado pelos Bubis. 1 objecto com que os dahomeanos pintam as pálpebras. em 1892. coligido por Newton em Ajudá. de Fernando Pó.. 1 collar feito de raizes e usado pelos Ba-Cubaes de Angola no sertão de Mossamedes. Africana. entre elas uma invulgar em Ajudá. com bastante valor em Dahomé. 1 bracelete de latão usado pelos Papus. da Guiné Portugueza. até então conhecido apenas do Índico e costa da Austrália. Osorio (1892b) continua o catálogo dos peixes marinhos de S.Thomé se aclimatou nas correntes de água doce e vive a relativa altitude. Actea margaritaria e Alpheus intrinsecus são novas para a ilha. 9 collares dos Bubis. 1 manilha de Mécó do Dahomé. com fragmentos de conchas. Refere a Elaeis guineensis. 1 cesto para guardar manilhas de Dahomé. Osorio pergunta se os exemplares deste género.mandioca. das Antilhas. 1 objecto de feitiço de Dahomé. 1 collar com casca de arvore venenosa do Dahomé. onde Newton coligiu Palaemon Jamaicensis. na Sicília. e usa a escrita híbrida pelo menos emManiet . 1 collar dos Bubis de Fernando Pó. já encontrada em Benguela. Nova para a ciência. dos Bubis. outras palmeiras. os coqueiros. a Adansonia digitata. Entre eles. 5 tabaqueiras do Gabão. um macho de Megaderma frons.Seabra (1900) estuda os microquirópteros das colecções do Museu de Lisboa. Osorio (1892a) divulga a fauna de crustáceos em novas localidades de S.

2 manilhas de ferro. Na pág. Registo de Reptis do Ultramar: Newton enviou Mabuia maculilabris de Cassoneca (Angola). Girard (1893a) divulga a colecção de conchas S. novos para a ciência: género Bocageia para Bulimus lotophagus Morelet. maior que Z. Hemidactylus Newtoni.plantas indeterminadas de Ano Bom. Newton. Ennea Bocagei. Ennea insularis. Entre os peixes. 2 collares de sementes.acusa a existência do tipo de Mabuia osorii. aves e répteis de Ano Bom. dos Cubaes de Angola. coligida em Ano Bom em 1893. indígena. Em rodapé refere a opinião de Balthasar Osorio. Répteis: Hemidactylus mabouia. n. 1 amuleto de soldado dahomeano. Osorio (1893) continua o catálogo dos peixes marinhos das ilhas. Mamíferos: um morcego só identificado pelo género. symboliza a força. o género Thomea e Thomea Newtoni. alertando para o facto de que bem pode tratar-se da nova espécie descrita por Girard a partir de um exemplar coligido por Newton en Bindá. Subulina Moreleti.Tomé. constituídas na maior parte por exemplares coligidos por Newton. espécie nova para a fauna de África. 6 objectos para limpar ouvidos. o sacco contém sementes de Sterculia. raro. cujo nome indígena é Bichili. Veronicella gravieri. O autor considera do maior interesse os estudos das formas insulares. por estar mais afastada. Menciona a lagoa Á pata duas vezes.. Bocage (1893a) faz uma nota sobre duas espécies novas de aves remetidas por Newton de Ano Bom. 199. objecto difficil de obter. e outros exemplares. do Dahomé.sp. é a mais significativa feita até então em Ano Bom. Bocage (1893b) lista os exemplares de mamíferos. artisticamente feito. Opeas Dhorni.b) cataloga os peixes e crustáceos de Ano Bom e Daomé.Opeas Greeffi. Philothamnus Girardi n. da Huilla . Mabuia Ozorii n. unha de leopardo. usadas pelos Munhambécas. ficedulina do Príncipe. de Angola. Rolas.no Museu Bocage havia tipos de Terpsiphone Newtoni e Zosterops griseovirescens. Opeas Crossei. e Zosterops griseovirescens. Girard (1893a. Newton dizia que era a ficedulina. Subulina Newtoni. são novas Dendrolimax Newtoni. quase todos americanos. Tomé. Pupa Anno-Bonensis. Em 14 espécies. Ennea Hidalgoi. Girard (1894) divulga os moluscos terrestres e fluviais de Ano Bom. Mabuia Ozorii (Scincidae) e Philothamnus Girardi(Serpentes). Considera Ano Bom a melhor ilha para o efeito. 1893. já antes Bocage (1897a) . pois por elles se podem conhecer as differenças entre a fauna continental e a insular e as variações da fauna das diversas ilhas da mesma região. e extinguiu-se o característico Dendrolimax Newtoni. sp. e Mabuia osorii de Ano Bom. só uma nova para a ciência:Cirrhites atlanticus. são novas 5. . Ennea? Anno-Bonensis. apesar de a colecção ser pequena. Lygodactylus thomensis. No catálogo. Bocage (1893c) descreve as novas espécies anunciadas. em 10 espécies.b) divulga os moluscos terrestres e fluviais de Príncipe e S.Tomé e Príncipe do Museu Bocage.1 bracelete de cobre dos Cubaes.. Pupa Nobrei e Dendrolimax Newtoni (Ano Bom). de Janeiro de 1893 (Acetabularia sp. em já só 8 espécies. Germain (1908) descreve uma nova espécie de mollusco de S. Opeas Dohrni. o rato. 1893 CGRA . Ferreira (1897a) publica a descrição de uma espécie nova de osga de Ano Bom. 1 collar de fragmentos de gramineas dos Cubaes de Angola. Em 23 taxa.Angola. Bocage (1896b) . Opeas Greeffi. Osorio (1895a. Newton em Janeiro de 1893.havia tipos de Mabuia Osorii e Philothamnus Girardi. LISU .Acanthias blainvillii. Segundo o autor. e Mus musculus. entre elas Mylvus aegyptius. acuminata. Aves: 14 espécies. Bibi.). Sobrinho (1953) enumera plantas do LISU resultantes das colheitas de F. Lygosoma africanum. Cynonycteris. Terpsiphone Newtoni.Veronicella thomensis.

Osorio (1894a) continua o catálogo dos peixes marinhos enviados por Newton das três ilhas. e Agama colonorum de Natividad (F.Newton esteve no Príncipe. anuncia a descrição de Lygosoma n. recebeu cinco exemplares femeas.. e os quaes o sr. e Scelotes poensis n. Tympanoceros Newtonii. Mamíferos: 16 espécies. um adulto com a cauda em separação e por um novo completo. na maior parte poensis. sem indicação precisa de localidade (imagem). à excepção de uma ou duas espécies comuns às outras ilhas. capturados pelo conhecido e muito considerado naturalista F. Prof. Pó). 1895 CGRA. Bocage (1895a) descreve um novo género e nova espécie de rã. exemplar único. Newton. na sua viagem de 1893.Thomé (Newton). Quanto a H. cujo género não era conhecido da África ocidental. mabuia. Newton coligiu Rana crassipes em Fernando Pó. mais Draco timoriensis e mais Cerberus rynchops.1895a Bocage (1895b) inventaria a fauna de vertebrados de Fernando Pó. 1894 CGRA . todos da mesma localidade. entre as quais Genetta pardina var. só da oriental. Alexander (1903) descobrirá 35 novas espécies. de S.segundo a qual a fauna carcinológica desta ilha se relaciona com a da faixa continental guineense e da América tropical e oriental. declara. e Ceratothoa oestroides. Bocage (1897a) não refere os tipos de Hemidactylus Newtoni. Menciona ainda a Viverra civetta e outras de que Newton não coligiu exemplares. mais Gecko verticillatus. . Thomé: Serranus armatus e Haemulon macrophthalmum. Nenhuma nova. citando Girard. sem cauda. das quais duas de Newton. Mascarenhas e Madagáscar. sp. Cymothoa Dufresni. encontrados na guelra de um peixe colhido em S.). Refere as espécies já conhecidas da ilha. Répteis e anfíbios: 25 espécies de que enviou exemplares. entre elas do Príncipe (Newton). Já os moluscos terrestres e fluviais são quase todos exclusivos. In: Bocage. enviadas agora por Newton.Newton enviou Agama planiceps de Fernando Pó e de Bassilé (527m alt. Registo de reptis do ultramar . três novas espécies para a ciência. Aves: 26 espécies e menção a mais 15 não coligidas mas observadas. Newtoni. Informação de Newton segundo a qual havia crocodilos na ilha. de Fernando Pó. entre elas Scelotes poensis nov. Em Timor coligiu mais Varanus timoriensis. tal como Bitis arietans. Barboza du Bocage referiu com duvida ao H. de proveniências várias. uma cobra venenosa. Em dezasseis. sp. onde coligiu mais Feylinia polylepis. sp. Osorio (1894b) dá notícia de duas espécies de crustáceos parasitas. poensis. Bocage diz que as aves são todas continentais.

A propósito de um morcego encontrado no continente. Rebola. ou. Badasou. Thyrophorella thomensis Greeff. Bassapo. na Punta de los Frayles. género. Ribola.Tomé. Bilelipi. dirigido por Vandelli (século XVIII). o que. Lopes da Silva encontrará as outras. A particularidade do molusco estava no opérculo. únicos em perfeito estado). nova espécie de Fernando Pó. de Bahú. Carlos. 1 do Pico de Santa Isabel (a 2000m) e um de Bassapó. trata-se de um univalve com duas valvas. unido à epiderme da concha em vez de estar ligado ao animal. Newton não encontrou as 32 novas espécies de ave descritas por Boyd Alexander. Outros autores também viram o caracol. quanto a aves. como o de Coimbra. Fábula da doninha de S. como Banterbari. de Bissé. Girard acha a descrição de Greeff muito extraordinária. Bocage (1895c) descreve Scelotes poensis. Bocage (1897a) refere a existência de tipos de Scelotes poensis. Bocage cita um artigo de Alexander publicado meses antes daquele que referimos na bibliografia.Bocage (1903. pois não dispõe de dados pessoais sobre a fauna da ilha. Bokaki. Newton conseguiu descobrir cinco exemplares (dos quais um com o animal. devem ser muito poucas. tanto mais que não fornecera ilustração. havia exemplares um pouco de toda a parte do mundo. Bahú e S.Fernando Pó.Tomé. e mais espécies de Mongola. ave de que Newton coligira uma fêmea em 1891 nos Campos de Santo Antonio. redescrição com segundo exemplar. citadas também por outros autores: 3 Colobus. 2 de Bissé. Trata-se de Hypsignathus (=Epomophorus) monstrosus. Basuala e Musola. Girard redescreve a espécie e apresenta imagens. Aliás não crê que haja nenhuma espécie endémica na ilha. de Sciurus punctatus de Bissé e Mongola.Tomé. 4 exemplares. que Bocage discrimina.. embora tão contraído que Girard só pôde estudar os órgãos genitais e a língua. garantindo que podia abrir e fechar o opérculo como uma tampa. Não crê que haja tanta espécie de macaco em Fernando Pó. Rana Newtonii var. Basakato. Entre tantas espécies. Este espécime e um jovem coligido por Greeff eram as únicas provas da sua existência em S. Conta como adição descritiva a estampa da última. família e mesmo ordem especiais. Em suma. Natividade. Entre outros mamíferos. Newton enviou indivíduos de Anomalurus Fraseri. de Santa Thereza. aves. Cabrera (1903. etc. a 1000 m de altitude. diz que Trouessart não menciona a espécie para Fernando Pó. por isso só tem ainda 32 novas espécies. além de que Fernando Pó se situa no Atlântico Sul. Bocage (1905) recapitula a fauna das quatro ilhas do Golfo da Guiné. Pelo mapa de Fernando Pó. ficamos a saber. Bissé. muito semelhante à do Macroscincus coctei de Cabo Verde. Besoso. concordando com Greeff em que merece família só para ela. Sipopo. 1 macho. Bocage (1895d). Arthroleptis variabilis. 1908) fornece duas vezes a mesma lista dos mamíferos da Guiné Espanhola. Bososo. 1905) publica o catálogo final dos mamíferos. Bissé. criando então a família Thyrophorellidae. Bocage (1895e). que Alexander e Mr. 2 exemplares. Tympanoceros Newtonii. mas que no Museu de Lisboa havia dois exemplares. encontrado na roça Monte Café. de Bassile. . Basupu e o Islet Leven. Bassapó. Lopes também visitaram Balbeki. ficamos a conhecer outras localidades de Fernando Pó que Newton não visitou. Vê-se também que Newton não andou pelos locais que Bocage cita de Alexander: Bakaki. Neste e noutros museus. de Dendrohyrax dorsalis. Juan. se houver. macho e fêmea. Moka. enviou Halcyon cyanoleuca do Sharps River. Esclareça-se um pormenor: Bocage diz que no Museu da Ajuda. Girard (1895) analisa um gastrópodo terrestre. uma rela. de Crycetomys gambianus. Em Fernando Pó há nove espécies de macaco. na cabala fonética. só havia exemplares das colónias portuguesas. obtidos na ilha por Newton. Tem exemplares coligidos na maior parte no Cabo S. anfíbios e répteis das ilhas do Golfo da Guiné. Refere-se ao trabalho de Bocage sobre Fernando Pó como sendo uma das suas duas fontes mais importantes. os exemplares que existem nos museus devem ser de animais que estavam em cativeiro. Um croquis é do próprio Newton. Coracias garrula. No segundo catálogo de Alexander. 4 Cercopithecus e 2Otolicnus. mas Newton só enviou exemplares de Colobus satanas e de Otolicnus elegantulus (Bahú). O frasco com os de Fernando Pó tinhase extraviado durante a viagem. Continuação da enredada história da doninha de S. espécies mal conhecidas: Dipsadoboa assimilis. por ter por contexto histórico as campanhas de Napoleão. corresponde a Tio ou por ela.. Natividad. que Greff considerara tão extraordinário que merecia espécie. Bassilé. Henriques (1917) chama à Thyrophorella Thyophorella.

Índia e Timor.Anomalurus fraserie. Phyllorhina commersoni Peters var. por F. Ribeira do Peixe. Euryphene aff. Papilio charopus. Praia Calabar. Symothoë coccinata. 1890 e Saudade. Newton. 1894. Newton. Newton. 1895. 1894.-247. Galago elegantulus. o género Phyllorhina. S. Amauris echeria. Em suma. na legenda da fotografia identificado como Anomalus fraserie. Fernando Pó e S.Thomé. por exemplares das ilhas do Golfo. Isso permite-lhe evocar Platão e a Atlântida. 1895. Elymnopsis bammakoo. baseado em material em parte coligido por Newton. AhMB. Phyllorhina fuliginosa . Eurytela hyarbas. 1889. Pentila sylpha. A distribuição é cosmopolita: o género Rhinolophus estava representado por exemplares de Portugal (J. Argélia e Angola.As ilhas são oceânicas. “M. evenus. 7 no Príncipe. Roça Nova Java. Timor. no Verão de 1915. Fernando Pó. 12 espécies em S. 1890. Deixa como hipótese que o único mamífero autóctone é Sorex thomensis. Provenant de l’exploration à Fernão do Pó faite en 1897 par M. Fr. Não aceita a hipótese de as ilhas serem continentais ou restos da Atlântida. Espécies novas para a fauna de Fernando Pó: Papilio dardanus. 5 em Fernando Pó. Bacelar (1948) cataloga lepidópteros africanos. Seleccionamos as duas espécies de que Newton coligiu espécimes.Thomé: Batepá. 1885. Rem. Seabra (1910) menciona a existência de um exemplar macho de macaco. Já conhecemos a sua tese da afinidade da fauna das ilhas atlânticas com a de África e América. [1] Catálogo geral de répteis e anfíbios do Museu Bocage. mas como as espécies apresentam modificações. todas as espécies terrestres e dulciaquícolas foram introduzidas. Terias senegalensis.Tomé. Mycalesis safitza f. este facto e o de as ilhas serem oceânicas provam a validade da teoria transformista.S. de Fernão do Pó.Osorio (1895a) cataloga os crustáceos da ilha do Príncipe. Osorio (1895d) apresenta os peixes de água doce das ilhas do Golfo da Guiné. Ergolis actisanes. Dá conta da destruição das etiquetas de talvez dois terços da colecção. Mycalesis nebulosa. 1895”. abesa. Angola. Osorio (1895c) cataloga peixes e crustáceos de Fernão do Pó e de Elobey. Rem. Mycalesis sandace. intitulado "Deposito de Reptis".Thomé. Osorio (1898a) faz um estudo de carácter teórico acerca da zoogeografia dos peixes e crustáceos da África ocidental e ilhas do Golfo. Euryphene eleus. que assim ficou inutilizada. Mattosinhos). Seabra (1898c) estuda os microquirópteros e dá a lista dos exemplares do Museu Bocage. Bissau. Euryphene cocalia. Amauris niavius. . entre eles alguns coligidos por Newton no Daomé. Príncipe. [2] AhMB. Caderno manuscrito por dois funcionários.-255. Newton. Seabra (1909) descreve um feto anómalo de um pequeno mamífero coligido em Fernando Pó. Bossité. Leptosia alcesta. thomensis Bocage Ribeira do Peixe. 3 em Ano Bom. s/d. em boa parte comuns à fauna americana.