You are on page 1of 3

32264 Diário da República, 2.ª série — N.

º 155 — 12 de Agosto de 2009

Programa Operacional Factores de Competitividade do QREN, emitida na carreira de inspector-adjunto (3 lugares vagos) aberto por despacho do
pela autoridade de auditoria. director-geral, de 13/04/2006, conforme Aviso n.º 5249/2006, 2.ª série,
3 — O presente despacho produz efeitos a partir de 1 de Julho de 2009. de 04/05/2006, posteriormente rectificado, pelo Aviso n.º 6861/2006,
2.ª série, de 16/05/2006, se encontra eivado de ilegalidades, determinou
30 de Julho de 2009. — O Ministro da Economia e da Inovação, a anulação do mesmo.
Fernando Teixeira dos Santos. — O Ministro da Ciência, Tecnologia e
Ensino Superior, José Mariano Rebelo Pires Gago. 4 de Agosto de 2009. — A Directora de Serviços de Administração,
202166201 Maria Fernanda Guia.
202161682
Despacho n.º 18622/2009
Aviso (extracto) n.º 14278/2009
Nos termos do disposto no artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 312/2007,
de 17 de Setembro, na redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei Por despacho 20/07/2009, da Subdirectora-Geral, substituta legal
n.º 74/2008, de 22 de Abril, o despacho n.º 15 280/2009, de 19 de Junho, do Director-Geral das Pescas e Aquicultura, nos termos do n.º 3 do
do Ministro da Economia e da Inovação e do Ministro da Ciência, Tec- artigo 3.º do Decreto Regulamentar n.º 9/2007, de 27/02, considerando
nologia e Ensino Superior, publicado no Diário da República, 2.ª série, que o concurso interno de ingresso geral para admissão a estágio vi-
n.º 129, de 7 de Julho de 2009, que determina que o pessoal do Programa sando o ingresso na carreira de inspector superior (3 lugares vagos)
Operacional Sociedade do Conhecimento (POSC) do QCA III, abrangido aberto por despacho do Director-Geral, de 13/04/2006, conforme Aviso
pela transição para a Autoridade de Gestão do Programa Operacional n.º 5250/2006, 2.ª Série, de 04/05/2006, posteriormente rectificado, pelo
Factores de Competitividade (POFC) deverá constar de lista nominativa Aviso n.º 6860/2006, 2.ª Série, de 16/05/2006, se encontra eivado de
a elaborar até 30 de Junho de 2009 e a aprovar, mediante proposta da ilegalidades, determinou a anulação do mesmo.
Comissão Directiva do POFC, por despacho do ministro coordenador 4 de Agosto de 2009. — A Directora de Serviços de Administração,
da Comissão Ministerial de Coordenação do POFC e do Ministro da Maria Fernanda Guia.
Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. 202161933
Assim, ao abrigo do disposto nas alíneas a) e c) do n.º 4 do artigo 44.º e
nos n.os 6, 10 e 11 do artigo 68.º, ambos do Decreto-Lei n.º 312/2007, de
17 de Setembro, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º 74/2008,
de 22 de Abril, e do anexo II da Resolução do Conselho de Ministros Instituto da Vinha e do Vinho, I. P.
n.º 25/2008, de 13 de Fevereiro, alterada pela Resolução do Conselho
de Ministros n.º 72/2008, de 30 de Abril, e do n.º 2 do despacho n.º 15 Aviso n.º 14279/2009
280/2009, de 19 de Junho, determina-se o seguinte:
1 — Transitam para a Estrutura de Missão do POFC os contratos Em cumprimento do disposto no n.º 1 do artigo 7.º do Decreto-Lei
de trabalho a termo celebrados no âmbito do POSC, entre o gestor do n.º 212/2004, de 23 de Agosto, torna-se público o modelo do selo de
POSC e os trabalhadores abaixo elencados, nos termos previstos no garantia emitido pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Ver-
artigo 318.º do Código do Trabalho para a transmissão de empresa ou des, a fim de ser utilizado nos produtos certificados do sector vitivinícola
estabelecimento, aplicável por força do disposto no artigo 16.º da Lei com direito a Denominação de Origem e Indicação Geográfica, como
n.º 23/2004, de 22 de Junho: símbolo do cumprimento das exigências de qualidade e de genuinidade
que aqueles produtos têm de observar.

Nome Carreira
1 — O selo de garantia aprovado pela CVRVV, reproduzido em
anexo ao presente aviso é constituído pelo ícone e pelas designações
“CVRVV” (sigla e por extenso) do Decreto-lei que aprova o regime de
taxas incidente sobre vinhos e produtos vínicos, bem como a indicação
Ana Maria Moreira Teixeira Mendonça. . . . . . Técnico superior. da correspondente série numerada e capacidade.
Ana Cristina Costa Fonseca Oliveira Deus Caei- Técnico superior. 2 — As dimensões dos diversos selos de garantia correspondentes aos
ros. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . tipos de produto e intervalos de capacidade a que se refere o presente
Ana Paula Martins Ferreira . . . . . . . . . . . . . . . Técnico superior.
aviso são as constantes do anexo ao presente aviso.
Henriqueta Maria Carolino Parra. . . . . . . . . . . Técnico superior.
3 — Os modelos dos selos relativos aos produtos com DO apenas
José Miguel Ferreira Marques . . . . . . . . . . . . . Técnico superior.
podem ser utilizados na versão policromática devendo para tal corres-
Maria João Moutoso Afonso Paulo . . . . . . . . . Técnico superior.
Nélia Maria Branco Correia. . . . . . . . . . . . . . . Técnico superior. ponder às imagens indicadas nas reproduções em anexo.
Paula Alexandra de Barros Gonçalves. . . . . . . Técnico superior. 4 — Os modelos dos selos relativos aos produtos com IG apenas
Ulrika Maria Navarro de Castro Correia Bote- Técnico superior. podem ser utilizados na versão policromática, devendo para tal corres-
lho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ponder às imagens indicadas na reprodução em anexo.
Maria Adélia Rosado Proença Pereira . . . . . . . Assistente técnico. 5 — Fica interdita a reprodução ou imitação do selo aprovado pelo
presente aviso, no todo, em parte ou em acréscimo, para quaisquer fins e
por quaisquer outras entidades públicas ou privadas. A interdição abrange
2 — O pessoal que transita para a Estrutura de Missão do Programa todos os símbolos que de algum modo possam induzir em erro ou suscitar
Operacional Factores de Competitividade do QREN, nos termos do confusão com o selo que o presente aviso pretende proteger.
número anterior, cessa funções, o mais tardar, até ao envio, à Comissão
Europeia, da declaração de encerramento do Programa Operacional 5 de Agosto de 2009. — O Presidente, Afonso Correia.
Factores de Competitividade do QREN, emitida pela autoridade de
auditoria. ANEXO
3 — O presente despacho produz efeitos a partir de 1 de Julho de 2009.
30 de Julho de 2009. — O Ministro da Economia e da Inovação, Modelo dos diversos selos de garantia emitidos pela
Fernando Teixeira dos Santos. — O Ministro da Ciência, Tecnologia e CVRVV, em função do tipo de produto
Ensino Superior, José Mariano Rebelo Pires Gago. e intervalos de capacidade, dimensões e cores dos pantones
202166112
1 — Selos para DO vinho /espumante/ vinagre:
Selo normal para capacidades nos seguintes intervalos e suas di-
mensões:
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA,
Capacidade: igual ou inferior a 0,25 l — dimensões: 3,0 cm × 6,0 cm;
DO DESENVOLVIMENTO RURAL E DAS PESCAS
Capacidade: superior a 0,25 I e igual ou inferior a 0,50 l — dimensões:
3,0 cm × 6,0 cm ou 4,0 cm × 3,0 cm;
Direcção-Geral das Pescas e Aquicultura
Capacidade: superior a 0,50 l e igual ou inferior a 1 I — dimensões:
Aviso (extracto) n.º 14277/2009 4,0 cm × 6,0 cm;
Capacidade: superior a 1l e inferior a 2l — dimensões: 4,0 cm ×
Por despacho 20/07/2009, da Subdirectora-Geral, substituta legal do 6,0 cm;
director-geral das Pescas e Aquicultura, nos termos do n.º 3 do artigo 3.º Selo cavaleiro para as capacidades superiores a 2 l, para os produtos
do Decreto Regulamentar n.º 9/2007, de 27/02, considerando que o con- que podem ser comercializados neste vasilhame devendo ter as seguintes
curso interno de ingresso geral para admissão a estágio visando o ingresso dimensões: 21,5 cm × 2,0 cm e 4,0 cm de diâmetro na esfera.
Diário da República, 2.ª série — N.º 155 — 12 de Agosto de 2009 32265

Os modelos destes selos apenas podem ser utilizados na versão po-
licromática, com os seguintes pantones:
Pantone 349
Pantone 4535
Pantone Cool Gray I (fundo), apenas para os selos autocolantes.

2 — Selos para DO Aguardente de vinho /Aguardente bagaceira:
a) Aguardente de vinho
Selo normal para capacidades nos seguintes intervalos e suas dimensões:
Capacidade: igual ou superior a 0,25 I e inferior a 1 l — dimensões:
6,0 cm × 4,0 cm
Selo normal (antigo) para capacidades nos seguintes intervalos e
suas dimensões:
Capacidade: igual ou superior a 0,50 I e inferior a 1 l — dimensões:
6,0 cm × 4,0 cm
Selo cavaleiro para capacidades superiores a 0,15l, devendo ter as
seguintes dimensões: 20,0 cm × 1,5 cm e 4,0 cm de diâmetro na esfera.
Os modelos destes selos apenas podem ser utilizados na versão po-
licromática, com os seguintes pantones:
Para o selo normal (novo):
Pantone 158U b) Aguardente de bagaceira
Pantone 4695CVU
Pantone 3308 CVC Selo normal para capacidades nos seguintes intervalos e suas di-
Pantone 142 mensões:
Para o selo normal (antigo) e selo de cavaleiro, não existe indicação Capacidade: igual ou superior a 0,25I e inferior a 1l — dimensões:
dos pantones. 6,0 cm x 4,0 cm
32266 Diário da República, 2.ª série — N.º 155 — 12 de Agosto de 2009

Selo cavaleiro para capacidades igual ou superior a 0,25I e inferior 3 — Selos para IG vinho:
a 1l devendo ter as seguintes dimensões: 16,5 cm × 1,5 cm e 3,0 cm de Selo normal para capacidades nos seguintes intervalos e suas di-
diâmetro na esfera. mensões:
Os modelos destes selos (selos normal e cavaleiro) apenas podem ser Capacidade: igual ou inferior a 0,25 l — dimensões: 3,0 cm × 6,0
utilizados na versão policromática, com os seguintes pantones: cm;
Pantone 4695 CVU Capacidade: superior a 0,25 I e igual ou inferior a 0,50 l — dimensões:
Pantone 3308 CVC 3,0 cm × 6,0 cm
Pantone 722 CVU Capacidade: superior a 0,50 l e igual ou inferior a 1 I — dimensões:
4,0 cm × 6,0 cm;
Capacidade: superior a 1l e inferior a 2l) — dimensões: 4,0 cm ×
6,0 cm.
Selo cavaleiro para as capacidades igual ou superiores a 2 l, para
os produtos que podem ser comercializados neste vasilhame devendo
ter as seguintes dimensões: 21,5 cm × 2,0 cm e 4,0 cm de diâmetro na
esfera.
Os modelos destes selos (selos normal e cavaleiro) apenas podem
ser utilizados na
versão policromática, com os seguintes pantones:
Pantone 349C
Pantone 4535C

202161447

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES
E COMUNICAÇÕES
Gabinete do Secretário de Estado Adjunto, das Obras
Públicas e das Comunicações
Despacho n.º 18623/2009
Nos termos do disposto na alínea a) do n.º 1 do artigo 14.º e do n.º 2
do artigo 15.º do Código das Expropriações, aprovado pela Lei n.º
168/99, de 18 de Setembro, atento o despacho do vogal do conselho de
Administração da EP — Estradas de Portugal, S. A., Dr. Gonçalo Reis,
de 31 de Março de 2009, que aprovou as plantas parcelares n.os TRCB-1.
E.201.01 a TRCB-1.E.201.23 e os mapas de áreas relativos à construção

Related Interests