You are on page 1of 1

12062 Diário da República, 2.ª série — N.

º 56 — 19 de Março de 2008

Região de Turismo da Serra do Marão ção Biológico, na área da Produção Vegetal nos termos do Regulamento
para o Reconhecimento das Organizações de Agricultores em Modo de
Aviso n.º 8539/2008 Produção Biológico e dos Técnicos em Modo de Produção Biológico,
aprovado pela Portaria n.º 180/2002, de 28 de Fevereiro, com a última
Por meu despacho de 29 de Fevereiro de 2008, exarado nos termos redacção dada pela Portaria n.º 422/2003, de 22 de Maio.
do artigo 41.º do Decreto-Lei n.º 204/98, de 11 de Julho, da alínea c) do O reconhecimento produz efeitos a partir do dia imediato ao da sua
n.º 1 e do n.º 3 do artigo 4.º do D.L. 404-A/98, de 18/12, na redacção publicação na 2.ª série do Diário da República.
dada pela Lei n.º 44/99, de 11/06, aplicado à Administração Local pelo 5 de Março de 2008. — O Director-Geral, C. São Simão de Carva-
D.L. 412-A/98, de 30/12, foi o Mestre Alexandre Sousa Guedes, técnico lho.
superior principal do quadro de pessoal da Região de Turismo da Serra
do Marão — nomeado definitivamente, precedendo concurso interno
de acesso limitado, assessor da carreira técnica superior, do quadro de Direcção-Geral de Veterinária
pessoal da citada Região de Turismo, a que corresponde o Escalão 1,
Índice 610 do actual sistema retributivo da Função Pública, ficando Despacho n.º 8212/2008
exonerado da anterior categoria, com efeitos à data da aceitação do novo
lugar.(isento de fiscalização prévia) O n.º 1 do artigo 32.º do Regulamento (CE) n.º 1774/2002 do Par-
lamento Europeu e do Conselho, de 3 de Outubro, que estabelece re-
29 de Fevereiro de 2008. — O Presidente, Armando Augusto Borges gras sanitárias relativas aos subprodutos animais não destinados ao
da Conceição. consumo humano, prevê a possibilidade de serem adoptadas medidas
2611098235 de transição.
As medidas de transição respeitantes à recolha, ao transporte, ao
Aviso n.º 8540/2008 tratamento, à utilização e à eliminação de restos de géneros alimentícios
constam actualmente do Regulamento (CE) n.º 197/2006 da Comissão,
Por meu despacho de 29 de Fevereiro de 2008, exarado nos termos de 3 de Fevereiro, com a redacção que lhe foi dada pelo Regulamento
do artigo 41.º do Decreto-Lei n.º 204/98, de 11 de Julho, da alínea c do (CE) n.º 832/2007 da Comissão, de 16 de Julho, nos termos do qual
n.º 1 do artigo 6.º do D.L. 404-A/98, aplicado à Administração Local é admitida, até 31 de Julho de 2009, a aplicação de normas nacionais
pelo D.L. 412-A/98, de 30/12, na alteração dada pela lei n.º 44/99, de respeitantes à recolha, ao transporte e à eliminação de restos de géneros
11/06, foram as Sras. Maria do Rosário Melides Coelho Graça e Amélia alimentícios de origem animal.
Maria Fonseca Pinto Cerqueira, técnicas profissionais de 1.ª classe do As medidas que visam assegurar a execução e garantir o cumpri-
quadro de pessoal da Região de Turismo da Serra do Marão — nomeadas mento no ordenamento jurídico nacional das obrigações decorrentes do
definitivamente para a categoria, precedendo concurso interno de acesso Regulamento (CE) n.º 1774/2002, foram aprovadas pelo Decreto-Lei
limitado, técnica profissional especialista, do quadro de pessoal da n.º 122/2006, de 27 de Junho.
citada Região de Turismo, a que corresponde o Escalão 1, Índice 269 E, nos termos do artigo 2.º do mencionado Decreto-Lei, a autori-
do actual sistema retributivo da Função Pública, ficando exoneradas da dade competente é a Direcção-Geral de Veterinária, cabendo-lhe, por
anterior categoria, com efeitos à data da aceitação do novo lugar.(isento essa razão, conceder as derrogações previstas no Regulamento (CE)
de fiscalização prévia). n.º 197/2006.
29 de Fevereiro de 2008. — O Presidente, Armando Augusto Borges Assim, para efeitos de execução do Regulamento (CE) n.º 197/2006
da Conceição. da Comissão, de 3 de Fevereiro, com a redacção que lhe foi dada pelo
2611098254 Regulamento (CE) n.º 832/2007 da Comissão, de 16 de Julho, determina-
-se o seguinte:
1 — O presente despacho regula as operações de recolha, transporte,
tratamento, utilização e eliminação dos restos de géneros alimentícios,
Região de Turismo dos Templários a que se refere a alínea f) do n.º 1 do artigo 6.º do mesmo Regulamento,
(Floresta Central e Albufeiras) desde que estes cumpram as seguintes condições:
a) Não tenham estado em contacto com qualquer subproduto animal
Aviso n.º 8541/2008 referido nos artigos 4.º ou 5.º ou no n.º 1, alíneas a) a e) e g) a k), do
artigo 6.º do Regulamento (CE) n.º 1774/2002 nem com qualquer outra
Reclassificação profissional — Nomeação na carreira técnica matéria-prima de origem animal em natureza e
b) Não representem um risco para a saúde pública nem para a sani-
Para os devidos e legais efeitos se torna público que por despacho dade animal.
de 20 de Fevereiro, do Presidente da Região de Turismo dos Templá-
rios (Floresta Central e Albufeiras), no uso de competências que lhe 2 — O presente despacho não é aplicável às matérias-primas de ori-
foram conferidas pelo n.º 2 h) do artigo 21º do Decreto-Lei n.º 287/91 gem animal em natureza.
de 09 de Agosto, e conforme o disposto da d) do artigo 4º do Decreto- 3 — O disposto no n.º 2 do artigo 6.º, no artigo 7.º e nos capítulos I
-lei n.º 497/99, de 19 de Novembro, adaptado à Administração Local a III e V a VIII do anexo II, todos do Regulamento (CE) n.º 1774/2002,
pelo Decreto-Lei n.º 218/2000 de 09 de Setembro, foi reclassificado na não é aplicável às operações de recolha, transporte, tratamento, utilização
carreira Técnica — categoria de Técnica de 2ª classe, escalão 1, índice e eliminação dos restos de géneros alimentícios a que se refere o n.º 1,
295 com efeitos a partir de 29 de Fevereiro — a Técnica Profissional até 31 de Julho de 2009.
de Turismo de 2ª classe Maria Margarida de Barros e Cunha Azevedo 4 — A recolha e o transporte dos restos de géneros alimentícios refe-
Lima, nos termos dos artigos 6º e 10º do Decreto-Lei 497/99, de 19 de ridos no n.º 1, são realizados nos termos do artigo 2.º do Regulamento
Novembro, adaptado à Administração Local pelo já referido Decreto-Lei n.º 197/2006.
218/2000, de 09 de Setembro. 5 — É autorizada a eliminação dos restos de géneros alimentícios a
6 de Março de 2008. — O Presidente, Jorge Manuel Sousa Neves. que se refere o n.º 1, através de enterramento num aterro licenciado nos
2611098285 termos do Decreto-Lei n.º 152/2002, de 23 de Maio.
6 — Compete em especial aos Médicos Veterinários Municipais, nos
termos da colaboração prevista no artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 116/98,
de 5 de Maio, a verificação das condições da eliminação dos géneros
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO DESENVOLVIMENTO alimentícios abrangidos pelo presente despacho, sem prejuízo da com-
petência própria atribuída a outras entidades.
RURAL E DAS PESCAS
27 de Fevereiro de 2008. — O Director-Geral, Carlos Agrela Pi-
nheiro.
Direcção-Geral da Agricultura e Desenvolvimento
Rural
Direcção de Serviços de Administração
Despacho n.º 8211/2008
Aviso n.º 8542/2008
Reconhecimento de técnico em modo de produção biológico Nos termos do disposto no artigo 93º do Decreto-Lei n.º 100/99, de
Para os devidos efeitos se torna público que foi conferido a Ricardo 31 de Março, faz-se público que foi distribuído, para consulta, a lista de
Jorge Pinto Pedrosa o reconhecimento como Técnico em Modo de Produ- antiguidade do pessoal desta Direcção-Geral, referente a 31-12-2007.

Related Interests