You are on page 1of 9

Brathair 9 (2), 2009: 51-59.

ISSN 1519-9053

TRADUÇÃO
Origo Gentis Langobardorum:

o primeiro texto escrito pelos germânicos da estirpe dos Longobardos1
Prof. MS. Alexandre Ribas de Paulo
Doutorando em Direito
Pesquisador do Ius Commune
CNPq/UFSC
ribasdepaulo@hotmail.com

O presente trabalho tem o intuito de apresentar aos interessados em cultura
germânica medieval uma versão em português da fonte histórica primária concernente
ao texto denominado Origo Gentis Langobardorum (Origem da Estirpe dos
Longobardos), manuscrito do século VII que foi registrado pelos próprios longobardos,
a partir da tradição oral, quando tais germânicos estavam em pleno desenvolvimento de
uma cultura própria na Península Itálica do século VII.
Inicialmente elabora-se uma brevíssima abordagem histórica sobre os germânicos
Longobardos na Península Itálica, permitindo uma contextualização territorial e política
da Itália no início do altomedievo. Em seguida, apresenta-se o texto Origo Gentis
Langobardorum em latim, ladeado ao texto traduzido para o português, para uma
melhor comparação entre as duas versões. O texto em latim está disponível, também, na
internet na página http://www.oeaw.ac.at/gema/lango_origo.htm.
Merece destaque que a livre tradução aqui apresentada está fundamentada no
texto retirado da internet no site supramencionado e, também, o texto em latim está
disponível na obra produzida pelos italianos Cláudio Azzarra e Stefano Gasparri, no
livro intitulado: Le leggi dei longobardi: storia, memoria e diritto di un popolo
germanico (As leis dos longobardos: história, memória e direito de um povo
germânico). Como em tal livro há o texto em latim e uma versão traduzida para o
idioma italiano, a tradução ora apresentada teve como inspiração e comparação o texto
traduzido para o italiano (Azzara e Gasparri 2005: 04-9).
Breve sinopse histórica sobre os Longobardos
Após a queda do Império Romano do Ocidente em 476, promovida pelos
germânicos denominados Hérulos, comandados por Odoacro, outros germânicos
denominados Ostrogodos foram dissolvendo o Reino dos Hérulos na Península Itálica,
sendo que Teodorio, rei ostrogodo, reinou na Itália entre 489 e 526. No decorrer do
século VI (a partir de 533), Justiniano, Imperador Bizantino (Império Romano do
Oriente), iniciou a “reconquista” da Itália e conseguiu debilitar o poderio gótico e,
destarte, os Bizantinos administraram a Itália durante as décadas centrais do século VI
(cf. Paulo 2008).

http://www.brathair.com

51

seria ilógico um religioso cristão católico dar crédito a uma versão mítica de origem pagã. eram arianos. uma tribo germânica denominada Longobardos. sendo que a saga foi também referida por Paulo Diácono.2 As batalhas entre os Longobardos e os Bizantinos duraram até quase o tempo do rei Franco Carlos Magno (segunda metade do século VIII).com 52 . A saga dos Longobardos na ORIGO GENTIS LANGOBARDORVM O texto Origo Gentis Langobardorum constitui a primeira obra escrita que trata da saga dos Longobardos. aumentando consideravelmente a regionalização da população. e se instalaram em grande parte da Itália centro-setentrional.Brathair 9 (2).4 Somente no governo do rei Liutprando (713-744) – considerado o auge do Reino Longobardo –. e somente no decorrer do século VII é que ocorreu uma adesão mais importante de tais germânicos ao dogma niceno3. com sede em Roma.8 O texto assim pode ser traduzido: http://www. compreensível esta referência pelo fato de ser tal historiador um eclesiástico da Corte do rei franco Carlos Magno e. Jarnut 2002). Os primeiros reis Longobardos. apesar de cristãos. ISSN 1519-9053 A partir de 568. estabelecendo-se um período de conciliação entre a Igreja Católica e tais germânicos. isso permite conjeturar o porquê de muitas regiões da Itália pertinente ao Reino Longobardo não ficarem sob a autoridade espiritual dos Pontífices romanos entre os séculos VI e VIII. por isso. Russell 1968. seguindo tal intuito militar o seu sucessor. sendo que a parte setentrional das terras da Itália foi incorporada ao Reino Franco – posteriormente Império Carolíngio – e as terras da Itália central foram doadas para a Igreja Católica. contemplando a versão transmitida oralmente pelas gerações de germânicos dessa estirpe desde sua suposta migração da Península Escandinava até a formação do Reino Longobardo no século VI na Península Itálica. historiador Longobardo do século VIII. dando início ao Reino Longobardo. mas agora por questões territoriais. composta durante o reinado de Grimoaldo (662-671) e encontra-se presente em três códices6. pois o rei Astolfo (749-756) tentou conquistar Roma. criando os Estados Pontifícios (cf. é que ocorreu uma adesão mais intensa dos longobardos ao credo niceno. Após o reinício dos conflitos entre os longobardos e o Papado.2: 78). Como a política da Igreja Católica. a “decadência” geral da civilização (clássica) (cf. presumidamente. migraram de uma região próxima a Viena. v. 2009: 51-59. o rei Desidério (756-774). além da introdução de vários costumes germânicos na Itália no período da Alta Idade Média. como sendo uma “fábula ridícula”7.5 Tal obra foi. a descentralização política. o Papa Adriano II pediu ajuda ao rei franco Carlos Magno. na atual Áustria. era de repúdio aos cristãos arianos e os Papas tratavam com deferência os Imperadores orientais. que derrotou o rei Desidério e pôs termo ao Reino Longobardo em 774.brathair. aproveitando o enfraquecimento dos Bizantinos e de uma grande peste que ocorrera na Península Itálica no século V.

tenebant super winniles. Est insula qui dicitur scadanan. E havia com eles uma mulher de gambara. Gambara. ergo duces wandalorum. e disseram aos Winnilis: “Paguem praeparate vos ad pugnam et pugnate os tributos ou preparem-se para a batalha nobiscum. matre sua nomine gambara principatum juntos com sua mãe de nome Gambara. INICIA-SE A GENTIS LANGOBARDORUM ORIGEM DA ESTIRPE DOS LONGOBARDOS. isto é.” Então responderam Ybor e Aio agio cum matre sua gambara: “Melius est com sua mãe Gambara: “É melhor preparar- nobis pugnam praeparare. Então Ambri e Assi. winniles esset propitia. que significa interpretatur partibus extermínio. et dicebant ad Vândalos. ou seja. aquilonis. Et erat cum eis mulier nomine de Winnilis. Vândalos”. ISSN 1519-9053 IN NOMINE DOMINE INCIPIT ORIGO EM NOME DO SENHOR. rogaverunt chefes Vândalos.Brathair 9 (2). esposa de Godan. Eo tempore gambara cum eu concederei a vitória”. com seus winniles: "Aut solvite nobis tributa. ou principes winniles. Ybor e Aio. para que godan. id est ambri et Lançaram-se [contra eles] os chefes dos assi. qui tempo. id est ybor et agio. ut ad Winnilis. Respondit godan dicens: "Quos Respondeu-lhes Godan dizendo: “Aqueles sol surgente antea videro.com in super surgente 53 . Então consilium. habebatque duos filios. erant ut sol http://www. entre essas inter quos erat gens parva quae winnilis havia uma estirpe pequena que era chamada vocabatur. dita Scadanan. aut exércitos. Naquele mesmo duobus filiis suis. estes. Ambri e Assi. uxorem godam. na região dos ventos setentrionais. Tunc ambri et assi. ipsi cum nome Ybor e o outro de nome Agio. sendo que as excidia. rogaram a Frea. ipsis dabo que eu vir por primeiro ao surgir do sol. seja. ut daret eis super winniles lhes desse a vitória sobre os Winnilis. que tinha dois filhos.” Tunc responderunt ybor et contra nós. que comandavam sobre os rogaverunt fream. a eles victoriam". venirent Frea deu o conselho para que os Winnilis winniles et mulieres eorum crines solutae viessem. quod Há uma ilha. Moverunt se possuíam o comando sobre os Winnilis. ubi multae gentes habitant. os hoc est duces wandalorum. victoriam. 2009: 51-59. cum exercitu suo. com seus dois filhos. Tunc frea dedit para que fosse propícia aos Winnilis. nomen nome Gambara. onde habitam muitas estirpes.brathair. ao surgir do sol. rogaram a Godan. quam wandalis nos para a batalha do que pagar tributos aos tributa persolvere”. um de uni ybor et nomen alteri agio.

ravenna cum exercitu alanorum. Et post Illo tempore exivit rex audoachari de reinou Godehoc. filius Lethuc. et venerunt in Golaidam. et venit Naquele tempo o rei Odoacro saiu de Ravena in rugilanda et inpugnavit rugos. et dicitur. ao acordar. reinou Aldihoc. Quando o godan. et Godan.Brathair 9 (2). dê-lhes também a vitória”. filho de Agio. possiderunt Aldonus Anthaib et Aainaib E os Longobardos então se deslocaram e seu et Burgundaib. et com um exército de Alanos e foi para occidit rugorum. quia foram para [região de] Golaida e depois fecerunt sibi regem nomine Agilmund. e dizem que fizeram seu rei a um post ipsum regnavit Laiamicho ex genere homem de nome Agilmund. et ait: "Qui os Winnilis e suas próprias mulheres com os sunt isti longibarbae" ? Et dixit frea ad cabelos soltos em volta da face e disse: godan: "Sicut dedisti nomen. esposa de fecit faciem eius contra orientem.brathair. Et Burgundaib. lectum ubi recumbebat vir eius. E este. Tunc luciscente maridos e com os cabelos soltos em volta do sol dum surgeret. girou Frea. o leito onde repousava seu marido e excitavit eum. e se diz que reinou regnavit Aldihoc. et sol nascente surgiu. visto que lhe pareceu Ab illo tempore winnilis langobardi vocati sunt. ISSN 1519-9053 circa faciem in similitudinem barbae et mulheres acompanhadas de seus próprios cum viris suis venirent. oportuno Et moverunt se exhinde Langobardi. da linhagem dos Gugingus. Et post mais ou menos por quarenta anos. 2009: 51-59. da illis et “Quem são aqueles de longas barbas?” E Freia victoriam". quia regnasset annos plus Laiamicho. Et ille aspiciens vidit fez com que seu rosto ficasse voltado contra o winniles et mulieres ipsorum habentes oriente e o despertou. E [Godan] haberent. lhes deu a vitória. da Gugingus. Et dedit eis victoriam. a semelhança de uma barba. E depois quadraginta. uxor rosto. giravit frea. Desde aquele tempo os Winnilis são chamados de Longobardos. viu crines solutas circa faciem. Então os secumque theuvane regem multos captivos http://www. rei dos Rúgios. Tunc exierunt langobardi de suis consigo muitos cativos para a Itália. Et post ipsum regnavit Lethuc. E depois dele reinou et dicitur. E depois ipsum regnavit Godehoc. filho de Lethuc. ut ubi disse a Godan “Assim como lhes deste um visum esset vindicarent se et victoriam nome. E minus ipsum depois dele reinou Lethuc. Rugilândia combater contra os Rúgios e duxit in matou Theuvane. et postea que eles se protegessem e obtivessem a vítória. possuíram aldonus9 Anthaib e Bainaib ou filium Agioni.com 54 . ex genere Gugingus. linhagem dos Gugingus. e levou italiam.

filho de Godehoc. e teve com ela duas Wacho de Austrigusa filias duas.Brathair 9 (2). suum cum zuchilone. e batalhou et pugnavit ildichis. filha Austrigusa. Sederunt langobardi in campis feld annos Assentaram-se os longobardos nos campos de tres. Wacho habuit Longobardos. et habitaverunt in rugilanda Longobardos saíram de suas regiões e annos aliquantos. de ipsa habuit filho de nome Waltarius. quam Eo nomen habuit annos septem. junto aos Gépidos.brathair. filho de Claffo. Para vingar a Iniuria vindicanda gippidi scandalum ofensa. filius unichis. e com ela teve um habuit nomen Silinga. [Wacho] teve habens. rei dos Turíngios. E batalhou Wacho. et regnavit filius ipsius Waltari eles foram [da estirpe dos] Letíngios. o matou e pegou ipsius et capsidem. rei dos Hérulos. e regis a segunda de nome Walderada. Post eum regnavit claffo. Et pugnavit wacho. ISSN 1519-9053 regionibus. E depois dele reinou Tato. nomen filhas. todos Wacho. seu tio. filius tatoni. matrimonium langobardis. tulit vando Rodolfo. os Gépidos deploraram commiserunt Longobardos. et fugit Ildichis. Naquele tempo tempore inclinavit wacho suavos sub submeteu Suevos regno langobardorum. filha de Fisud. et habuit [do rei] dos Gépidos. ubi mortuus est. E Wacho. et postea accepit uxorem e depois teve como mulher Austrigusa. Hérulos não tiveram mais um reino. filia Fisud regis Raicundam. filiam Gippidorum. filius claffoni. filius godehoc. que deu em unae in matrimônio a Theudiperto. rei dos Francos. Turingorum. uma de nome Wisigarda. et occidit eum. tradidit eam Garipald in uxorem. Wacho morreu e seu filium nomine Waltari.com os ao os Wacho domínio dos Wacho teve três mulheres: E depois de Waltarius reinou Audoin: este 55 . tatonem regem barbanem filho de Unichis. 2009: 51-59. Et post ipsum regnavit tato. Pugnavit tato cum rodolfo rege Feld por três anos.10 cum Wisigarda. como terceira mulher a filha do rei do Filia regis Herulorum tertiam uxorem Hérulos. quam odio dada como mulher a Garipald. com Zuchilone. filho de Tato. então ela foi Scusuald rex francorum. Depois dele reinou Claffo. habitaram durante muitos anos na Rugilândia. e refugiou-se Ildichis ildichis ad gippidos. onde morreu. uxores tres: Raicundam. de nome Silinga. Post eum heruli suas insígnias e seu elmo. uxorem Como ele a pegou com ódio. Et occidit wacho. assassinou o rei Tato. Mortuus est filho Waltarius reinou por sete anos. que entregou secundae como mulher a Scusualdo. Tato combateu com herulorum. et Walderada. rei dos Francos. Depois dele os regnum non habuerunt. Farigaidus: isti omnes http://www. quam tradidit Theudiperti francorum.

filha do rei Albuino. filia Cunimundi. ipse adduxit Langobardos in Pannonia. filia Albuin regis. Voluit regnare Hilmichis. em seu primeiro comando. filius ipsius. Naquele tempo Albuino combateu com o rei dos Gépidos. quae fuit filia Flothario regis Francorum. Mox ut audivit Longinus. Et regnavit Albuin. quae praedaverat. cuja mãe foi Rodelenda. e levaram consigo para Ravena todos os tesouros dos Longobardos. gavisus est. por Hilmichis e por Rosemunda. para que a acolhesse em Ravena. Tertia autem indictione factus est dominus Italiae. Então mandou Rosemunda ao exarca Longino. Albuino casou-se com Rosemunda. que a havia feito prisioneira. et mortuus est Cunimund in ipsa pugna. Em um segundo comando.com depois dele reinou Albuino.Brathair 9 (2). invitatos a Narsete scribarum. quia volebant eum Langobardi occidere. Então o exarca Longino 56 . indictione coeperunt praedare in italia.brathair. Ipse Albuin adduxit Langobardos in Italia. Rapidamente e logo que veio a saber. Longino alegrou-se e mandou um navio de transporte e Rosemunda e Hilmichis conduziram também Albsuinda. Tulit Albuin uxore Rosemunda. de qua habuit filia nomine Albsuinda. filha de Cunimund. ut eam reciperet Ravenna. et occisus est in Verona in palatio ab Hilmichis et Rosemunda uxore sua per consilium Peritheo. com a qual teve uma filha de nome Albsuinda. sua mulher. Hilmichis desejou reinar mas não conseguiu. ISSN 1519-9053 Lethinges fuerunt. et movit Albuin rex Langobardorum aprilis Secunda a de pascha vero Pannonia mense indictione prima. misit navem angarialem. O mesmo Albuino conduziu os Longobardos para a Itália. E os Longobardos habitaram na Panônia por quarenta e dois anos. E Et post Waltari regnavit Auduin. Albuino reinou na Itália por três anos e foi assassinado em Verona. et non potuit. Tunc mandavit Rosemunda ad Longinum praefectum. porque já havia morrido a sua esposa Flutsuinda. por instigação de Peritheu. conduziu os Longobardos para a Panônia. et tulerunt Rosemunda et Hilmichis et Albsuindam. no palácio. post eum. cui mater est Rodelenda. Et habitaverunt Langobardi in Pannonia annis quadraginta duo. quia iam mortua fuerat uxor ipsius Flutsuinda. Eo tempore pugnavit Albuin cum rege Gippidorum nomine Cunimund. e naquele encontro Cunimund morreu e os Gépidos foram derrotados. 2009: 51-59. começaram a saquear a Itália. rei dos Francos. depois da páscoa. seu próprio filho. de nome Cunimund. e o rei Longobardo Albuino deslocou-se da Panônia no mês de abril. et debellati sunt Gippidis. sob o convite do secretário Narsete. et omnes http://www. que era filha de Flotário. Regnavit Albuin in Italia annos tres. pois os Longobardos desejavam matá-lo.

filio Claffoni. iussit ponere in navem et transmisit eam Constantinopolim ad imperatorem. E depois reinou Rotário. Et cidade de Asti. lhe deu para Audito temperavit beber junto do vinho quente. Zangrolf de Verona. depois disso elegeram entre eles Cleph annos duos. et mortuus est. Et exivit chefes que lhe eram rebeldes: Zangrolf de Acquo dux Turingus de Thaurinis. então ele obrigou. et accepit Theudelenda veio seu irmão de nome autari filia Gundoald. 57 . 2009: 51-59. filha do rei Albuin. Et tornou-se rei dos Longobardos. mortal. deslocou-se de nomine Gundoald. matando os regnavit Autari annos septem. et factus de Bérgamo e outros que lhe eram rebeldes. et mortui sunt ambo. ela preparou o occideret Hilmichis et esset uxor Longini. et occidit duces de Theodelenda Acquo gerou uma filha de revelles suos. filia Albuin regis. et Verona. veneno e. et ordinavit eum autari Turim e uniu-se à rainha Theodolenda e rex ducem in civitatem Astense. E Acquo reinou por seis de insula sancti iuliani et Gaidulf de anos. filho de Claffo. Tunc Longobardos e Albsuinda.Brathair 9 (2). E Autari reinou por seis anos. bibisset. E os Reliqui Langobardi levaverunt sibi regem chefes Longobardos analisaram-se durante nomine Cleph de Beleos. E depois dele reinou Aroal por doze Bergamum. quod malignum praefectus Langobardorum. venit cum Theudelenda frater ipsius E Acquo. ISSN 1519-9053 thesauros Langobardorum secum começou a exortar Rosemunda para que duxerunt in Ravenna. [da estirpe dos] Beleos. filha de duodecim. da linhagem uxorem http://www. anos. posthaec levaverunt sibi regem Garipald e Walderada da Baviera. e iudicaverunt duces Langobardorum annos Autari casou-se com Theodolenda. a também beber. E est rex Langobardorum. e Cleph reinou por dois anos e morreu.com Theudelenda. Cumque bibisset Hilmichis. Longinus e colocando-a em seu navio. Diante praecepit. ut ipsa Rosemunda biberet disso o exarca Longinus pegou o tesouro dos invita. et alios qui revelles fuerunt. depois do banho dele. Os outros Longobardos elegeram entre si um rei de nome Cleph. Constantinopla para o Imperador. et post valneum dedit ei in Hilmichis percebeu que havia bebido algo caldo bibere. Et um rei de nome Autarine. à força. Mimulf nome Gumperga. Tunc ortare coepit matasse Hilmichis e se tornasse sua esposa. e o rei Autari ordenou-o chefe na Garipald et Walderade de Baiuaria. Longinus ut Escutando o seu conselho. Como ao beber venenum. líder Turíngio. E com nomine Autarine. et tulit thesauros Albsuinda. Rosemunda intellexit. e morreram os dois. Mimulf da Ilha de São Júlio e Gaidulf iunxit se Theudelendae reginae.brathair. et regnavit doze anos. Rosemunda. mandou-a a praefectus consilium ipsius.

REFERÊNCIAS AZZARA. Grimoald. JARNUT. e destruiu as cidades e os nomine Gunperga. Rio de Janeiro: Ediouro. Le leggi dei longobardi: storia. 2002. A centralização política promovida por rotário.com 58 . Stefano. Roma: Viella. et regressus est in Sicilia. Texto em latim http://www.ac. Et post ipso regnavit Francos.pdf Acesso em 29 de maio de 2008. Disponível em: http://www. e depois annos novem.htm Acesso em 29 de maio de 2008. 83-95. et post regnavit Berthari. et occisus est a suis. História da filosofia ocidental. v. 2009: 51-59.brathair. et ceciderunt a parte romanorum octo milia numerus. et rupit combateu junto ao rio Scultenna e fez cair oito civitatem vel castra romanorum quae mil romanos.com/Revista/N10/longobardos. GASPARRI. ____. Bauru: Edusc. memoria e diritto di un popolo germanico. et pugnavit circa fluvium Scultenna. 2005.Brathair 9 (2). por intermédio da codificação do direito penal dos longobardos. Jörg. fuerunt circa litora apriso lune usque in terra Francorum quam ubitergium ad partem orienti. ISSN 1519-9053 et genuit Acquo de Theodelenda filiam dos Harodus. E Rotário reinou por dezessete anos. Eo tempore exivit Constantinus imperator de Constantinopolim.2. 2005. e Rothari ex genere Arodus. onde foi assassinado pelos seus. E depois dele reinou Aripert por nove anos. E septem. História do pensamento ocidental: a aventura dos pré-socráticos a Wittgenstein. Torino: Einaudi. Historia Langobardorum. Alexandre Ribas de. Paulus. Claudio. DIACONUS. Et post ipsum regnavit reinou Berthari. Et post ipso regnavit Aroal longo da costa de Apros Luni até as terras dos annos duodecim. São Paulo: Comp. Editora Nacional/CODIL. et venit in partes Campaniae. Disponível em http://www. Jacques.com/ Acesso em 29 de maio de 2008. no século VII. Et regnavit Grimoald annos novem. Publio Cornelius. Et regnavit Acquo castelos dos romanos que se encontravam ao annos VI. RUSSELL. Germania.ricardocosta. 1968.at/gema/lango%20paulus.brathair. TACITO. Et post ipsum regnavit Aripert Grimoaldo reinou por nove anos. Brathair 5 (2). Bertrand. Naquele tempo o imperador Constantino deslocou-se de Constantinopla e foi aos territórios da Campanha e retirou-se para a Et regnavit Rothari annos decem et Sicília. A civilização do ocidente medieval. seja de Oderz até o oriente. pp. Tradução de Ricardo Costa. E depois dele reinou Grimoaldo. Storia dei longobardi. LE GOFF. 2005. 2002. PAULO.oeaw. Disponível em http://www.

2009: 51-59. que possui este significado Azzara e Gasparri (2005: 10). em 379. Cava de’Tirreni. Com o advento do Imperador Teodósio.brathair. porém diferentes como pessoas. a ortodoxia veio a receber o apoio imperial e os arianos considerados hereges. Archivio della Badia 4. para o arianismo.” 8 Sobre o assunto. mencionando. 2 Sobre o assunto.html#8L Acesso em 08 de junho de 2008 WELLS. A visão nicena (ortodoxa) – que se tornou oficial no Concílio de Nicéia – sustenta que Pai e Filho são idênticos em substância. NOTAS 1 O presente trabalho foi realizado com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq – Brasil.Brathair 9 (2). sec. o arianismo foi favorecido pelos Imperadores. Após Constantino (306-337).”). encontram segurança não pela magnanimidade dos demais ou por submissão própria. “Refert hoc loco antiquitas ridiculam fabulam: quod accedentes Wandali ad Godan victoriam de Winilis postulaverint. São Paulo: Companhia Editora Nacional/CODIL.. vide: Wells (1970. Biblioteca Capitolare 0. séc. tal pesquisador. Paulus. Cristo seria uma Criatura intermediária entre a divindade e a humanidade. que o significado da palavra Aldonus pode se aproximar de uma noção muito particular de “semi-livre”.” http://www. 5 Importante notar que os germânicos Longobardos já existiam no século I d. sec. A título de informação. sed proeliis ac periclitando tuti sunt. que sustentava que Deus Pai tem prioridade sobre o Filho e que ambos são distintos. assim apresentam o texto: “Waccone mori e regnò per sette anni suo figlio Waltari. tanto que foram mencionados pelo historiador Tácito em sua obra Germania: “Os longobardos se orgulham de seu pequeno número. na tradução do texto para a língua italiana. illeque responderit. v. v. Cercado de numerosos e belicosíssimos povos. Assim.2. à exceção de Juliano. Herbert Georges. ISSN 1519-9053 Disponível em: http://www. Nesse sentido. 1970.I.org/eLibris/germania. o vocábulo Aldio. o apóstata (360-364). 10 Não há uma tradução específica para a palavra Farigaidus. 4 Para uma visão panorâmica da História dos Longobardos.com 59 . sacerdote de Alexandria. consultar Jarnut (2002). que era pagão. Biblioteca Nacional 413 (1. consultar: Russell (2002: 178). IX. 3 Utiliza-se o termo “niceno” para se fazer referência ao dogma ortodoxo fixado pela Igreja Católica Apostólica Romana no Concílio de Nicéia em 325 que. entre várias outras controvérsias. 7 DIACONUS. 9 Cláudio Azzarra pondera que a palavra Aldonus é um termo de difícil interpretação no texto dos Longobardos. História universal: da ascensão e queda do império romano até o renascimento da civilização ocidental. XI in. mas por meio de combates em que arrostam perigos” (“Contra Langobardos paucitas nobilitat: plurimis ac valentissimis nationibus cincti non per obsequium. XI) (Azzara e Gasparri 2005: XLIII). Madrid. para tanto. Claudio Azzara e Stefano Gasparri (2005: 7). fixou conceitos dogmáticos cristãos contrários à doutrina de Ário (280-336).6: 136) e Le Goff (2005: 21-37). dimenticavo: tutti costoro furano Lithingi.4.ebooksbrasil. 6 Modena.. C. se illis victoriam daturum quos primum oriente sole conspexisset. Conjetura. consultar Azzara e Gasparri (2005: XLIII).