Manual do Projudi para Advogados

Perfil: Advogados, Defensores Públicos, Procuradores Estaduais.
1. 2. 3. 4. 5. Introdução Cadastro Acessando o Projudi Senhas de acesso Alterar senha de acesso Certificado digital Criar Baixar Revogar Criando uma ação de 1º grau Passo 1 - Informações processuais Cadastrando promovente Cadastrando promovido Passo 2 - Inserindo documentos Passo 3 - Características do processo Peticionando Substabelecimento Audiências Criando uma ação de 2º grau (turma recursal) Responsáveis por este documento Início

6.

7. 8. 9. 10. 11.

1. Introdução

Com a publicação da Lei n.º 11.419, de 19 de dezembro de 2006, que dispõe sobre a informatização dos processos judiciais e com a publicação da Resolução n.º 2, de 14 de março de 2007 do Tribunal de Justição de Goiás, o processo judicial digital foi implantado no estado de Goiás. A grande finalidade do processo digital é garantir uma maior seguraça, aumentar a velocidade do julgamento das ações, melhorar o acesso ao conteúdo dos processos, possibilitar o cadastro remoto (usando a internet) dos processos, melhorar o acompanhamento do processo, entre outras melhorias. O processo digital usa certificado digital para garantir a integridade das informações contidas nos arquivos assinados. Um arquivo assinado gera um código de conferência a partir do certificado, senha e conteúdo do arquivo, assim qualquer alteração será facilmente identificada pela conferência do código. Isso garante que qualquer arquivo enviado para um processo não pode ser alterado. O processo digital pode ser acessado na página principal do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (www.tj.go.gov.br). Para que o advogado possa usufruir dessa ferramenta processual ele deve ser cadastrado (Lei n.º 11.419 Art. 1º paragrafo 2º) previamente no tribunal de justiça (no Gerenciamento de Sistemas) para receber o usuário de acesso ao sistema e o seu certificado digital. O Projudi é um sistema desenvolvido para prover a toda população e interessados acesso aos processos em toda a internet. Para o seu funcionamento são necessários os seguintes itens:

Acesso a rede mundial de computadores; Máquina Vitual do Java instalada no computador (Faça o download aqui); Navegador de Internet Firefox (Faça o download aqui).

2. Cadastro Início O cadastro de usuário é necessário para a liberação da senha de acesso e para o fornecimento do certificado digital. Deverá ser feito no prédio do Tribunal de Justiça, em frente ao Bosque dos Buritis, no Gerenciamento de Sistemas (3º andar, Sala 304). É necessária a apresentação dos documentos (verificar lista na Resolução n.º2) originais com cópia ou cópia com autenticação: RG; CPF; Carteira da OAB;

Comprovante de Residência. 3. Acessando o Projudi Aceitando o Certificado Digital do Tribunal - Todo site na internet deve utilizar um certificado para criptografar as informações entre o computador do cliente e o seu servidor. Ao acessar o link do Projudi a janela abaixo aparecerá. Verifique se é o site do Tibunal de Justiça do Estado de Goiás, e após a verificação escolha a opção Aceitar este certificado permanentemente (veja a seta). Em seguida clique no botão OK. Sem aceitar esse certificado o Projudi não funcionará.

Confirmação de Certificado - Verifique o site (destaque em vermelho) e clique no botão OK.

O Projudi pode ser acessado através do endereço http://www.tj.go.gov.br/projudi/ . Será exibida a tela inicial mostrada abaixo, onde devem ser informados o nome do usuário e senha para que se possa efetuar o login no sistema.

Tela inicial do sistema

Após o acesso, aparecerá a tela abaixo onde o advogado/defensor/procurador terá uma visão geral dos seus processos e um resumo das pendências e cumprimentos que devem ser efetivados.

Página Inicial da área do advogado/defensor/procurador.

4. Senhas de acesso O sistema exige o cadastro de 02 (duas) senhas que podem conter letras, números e símbolos. São elas: 1. Senha de Acesso: é a chave que possibilita acessar o sistema. Essa senha deve ser mantida em sigilo e modificada periodicamente. Deve ter no mínimo 05 (cinco) dígitos; 2. Senha do Certificado Digital: é a chave para assinatura dos documentos, garantindo que um documento é verdadeiro e que foi assinado por um usuário do sistema, portanto, deve-se ter um cuidado ainda maior com essa senha. Essa senha deve ter no mínimo 08 (oito) dígitos. As senhas são de uso pessoal, intransferível e de inteira responsabilidade do seu titular. Alterando sua senha de acesso

O cadastro é realizado colocando uma senha inicial, que deve ser alterada no primeiro acesso ao sistema. Essa alteração deve ser a primeira realização do usuário no sistema. Para alterar sua senha de acesso ao Projudi, vá no Menu Outros → Modificar → Senha. Informe sua senha atual, e a seguir digite a nova senha, que deverá ser confirmada no 3º campo, conforme abaixo:

Modificação de Senha

Importante: Não é possível alterar a senha do certificado digital. Caso o usuário esqueça a senha de seu certificado, será necessário revogar o seu certificado e criar um novo, devendo substituir o arquivo do certificado anterior.

5. Certificado digital No momento do cadastro será realizada a criação do certificado digital, ferramenta que o advogado usará para assinar suas petições de forma geral. Esse é um arquivo que deverá ser gravado num pen-drive e/ou no disco rígido do computador pessoal. Há também a opção de revogar o mesmo, sendo necessário depois a criação de um novo certificado que poderá ser feito pelo próprio advogado. Criar certificado Caso ainda não tenha sua Identidade Digital ou tenha revogado a mesma, basta ir no Menu Outros → Identidade Digital → Criar, para criar seu certificado digital. Na tela que aparecerá, digite a senha com no mínimo 08 (oito) dígitos (letras, números ou símbolos) e confirme clicando no botão CRIAR.

Criando Identidade Digital

Baixar certificado Para baixar o certificado, vá no Menu Outros → Identidade Digital → Listar. Em seguida, clique no link Baixar.

Baixar certificado

Aparecerá então, a seguinte tela:

Salvar Identidade Digital

Clique na opção “Salvar” e grave sua identidade digital em seu computador ou em algum dispositivo portátil.

Importante: Manter seu certificado em dispositivos portáteis (pen-drive) aumenta a segurança e possibilita que você peticione de qualquer computador ligado à internet.

Revogar certificado Para revogar um certificado, vá no Menu Outros → Identidade Digital → Listar. Em seguida, clique no link Revogar. 6. Criando uma ação de 1º grau Para criar uma ação, vá no Menu Processos → 1° Grau → Criar. O cadastramento de uma ação consiste de 3 etapas que serão mostradas a seguir: Passo 1 - Informações processuais A tela mostrada abaixo corresponde a primeira etapa do cadastramento, onde as seguintes informações devem ser preenchidas (Atenção para os campos com

* todos são obrigatórios):

1. Parte Promovente (Autor); 2. Parte Promovida (Réu); 3. Adicionar, quando necessário, outros advogados que poderão responder pelo processo que está sendo cadastrado. OBS: informar ao sistema a OAB do Advogado. 4. Localidade: Informar qual a cidade que será vinculado o processo (Comarca). 5. Competência: Informar se o processo é Cível ou Criminal 6. Tipo de Ação: informar que tipo de ação. 7. Valor da Ação: informar qual é o valor da ação.

Cadastramento de Ação - Informações Processuais

Após digitar os dados acima, finalize no botão CONFIRMAR. O Cadastro de Promovente e Promovido são detalhados a seguir. Cadastrando promovente Para cadastrar a parte promovente, basta clicar no link Cadastrar Promovente que aparece na tela de Cadastramento de Ação. A seguir, informe o CPF (sem ponto ou barra), e clique no botão Buscar. Será apresentada então, a seguinte tela:

Cadastro de Promovente

Preencha os dados da parte, sendo que os campos obrigatórios são todos que possuem um asterisco (*): Nome Logradouro Bairro Estado

Cidade Após inserir esses dados confirme no botão CADASTRAR. Obs.: Se o CPF/CNPJ informado já constar em outro processo será apresentado o endereço de referência, podendo ser informado um novo endereço específico para a ação atual. Cadastrando promovido No cadastro da parte promovida, você poderá preencher qualquer um dos dados solicitados (CPF/CPNJ, RG, CTPS, PIS ou Título de Eleitor) e clicar no botão Buscar, ou caso a parte promovida não possua nenhum desses dados, selecione a opção Desconheço qualquer um destes documentos da promovida e confirme também com o botão Buscar, conforme mostra a figura abaixo.

Cadastro de Promovido

Será exibida uma tela semelhante ao cadastro de promovente, e o procedimento a seguir é o mesmo. Preencha os dados e confirme no botão Cadastrar. Passo 2 - Inserir documentos A primeira fez que o programa assinador é executado em um computador a tela de Warning Security será apresentada. Veja o nome do site apresentado nessa tela, www.tj.go.gov.br, site oficial do poder judiciário do estado de goiás e o disponibilizador do assinador projudi.tj.go.gov.br. Essas informações indicam quem está fornecendo o assinador. Essa tela pergunta se o programa assinador é confiável. Depois de verificar quem está fornecendo o assinador deve-se marcar a opção (indicada pela seta vermelha) Sempre confiar (Always trust content from this publisher) e clicar no botão Sim (Yes). Esse procedimento faz aparecer o botão do applet assinador, ferramenta necessária para assinar os documentos pela internet.

Após aceitar a execução do Applet Assinador, outra janela poderá ser apresentada. Essa pede a confirmação da execução do Applet, clique no botão RUN. Atenção, sempre vefique qual o site que está pedido a confirmação(destacado em vermelho).

Nessa etapa, você poderá inserir os documentos referentes à sua petição. Para cada documento é necessário informar uma Descrição. O Projudi já disponibiliza alguns tipos de Descrição de Arquivo (Contestação, petição, petição inicial, procuração, substabelecimento, tomada de termo, e outros), mas caso o arquivo que será enviado não conste nesta lista, selecione a opção Outros e no campo ao lado em branco, informe o nome do arquivo. Atenção! sempre que a opção Outros for selecionada, o campo ao lado deve ser preenchido com a descrição do documento. Em seguida, clique no botão Arquivo... e localize o arquivo que será enviado.

Inserindo Documentos

Após selecionar o arquivo, pressione o botão Assinar para assinar digitalmente o mesmo. Será apresentada a tela a seguir, onde o Certificado Digital e sua senha devem ser fornecidos. Pressione o botão Assinar para efetivar a assinatura do documento.

Assinando os Documentos

Insira dessa forma quantos arquivos desejar, independente do formato do mesmo, desde que não ultrapasse o tamanho máximo de 3 MB. À medida que os documentos são inseridos, estes são acrescentados na lista de Arquivos Inseridos, conforme mostra a tela a seguir.

Finalizar inserção de documentos

Não possuindo mais arquivos a serem enviados, finalize pressionando o botão Concluir.

Se a digitalização dos documentos está produzindo arquivos maiores que o permitido (3 MB), experimente diminuir a qualidade (resolução) de digitalização do seu scanner, use preto/branco com 200dpi. Utilize de preferência o formato de arquivo PDF. Esse formato é cada vez mais usado, principalmente por sua característica de evitar que um documento seja alterado. O editor de textos OpenOffice tem um recurso que permite a criação de arquivos PDF, basta exportar seu documento para o formato PDF.

Passo 3 - Características do processo Nessa etapa, informe os seguintes dados: 1. Há partes com mais de 60 anos; 2. Segredo de Justiça; 3. Envolve pedido de urgência (tutelas, liminares, arrestos, etc.)

Características do Processo

Finalize então o Cadastramento da Ação pressionando o botão Confirmar. Ao final da etapa 3, o sistema automaticamente irá informar a data e hora da audiência de conciliação, não cabendo audiência se o processo é concluso para análise do Juiz. 7. Peticionando Para peticionar em um processo onde você é advogado, vá no Menu Processos → Buscas → Meus → 1º Grau / 2º Grau. Aparecerá a tela abaixo, onde clicando no link Peticionar, será possível inserir documentos para esse processo. Faça a petição e inclua os doumentos necessários.

Tela de Processos Ativos

Para peticionar em um processo, no qual você não é advogado habilitado, vá no Menu Processos → Buscas → Qualquer → Parte. Aparecerá a tela (de Processos Ativos), onde clicando no link Peticionar, será possível inserir documentos para esse processo. Faça uma petição solicitando a inclusão como advogado, inclua a procuração e os doumentos probatórios. 8. Substabelecimento Para Substabelecer um processo para outro advogado, após acessar o sistema vá em Processos → 1º Grau → Substabelecer. Aparecerá uma lista com os seus processos. Selecione o processo que deseja substabelecer clicando num campo quadrado ao lado do número do processo, e depois clique em Peticionar que está exibido em vermelho no lado oposto (direito) da tela.

Tela de Processos Ativos para Substabelecimento

Aparecerá a seguinte tela:

Tela de Substabelecimento

No item Descrição da Movimentação selecione a opção "Petição Enviada"; No item Descrição do Arquivo escolha a opção "Substabelecimento", sendo possível: digitar diretamente no sistema o documento clicando em “Digitar Diretamente o Texto”. Após ter digitado, clique em Submeter, veja o texto digitado e depois no fim da tela na opção Assinar; incluir o seu arquivo clicando no botão Arquivo..., selecione o arquivo desejado e clique no botão Abrir. Após isso, o sistema voltará à sua tela anterior, clique em Inserir se o arquivo selecionado já estiver assinado, caso contrário, clique no botão Assinar. 9. Audiências No Menu Audiências → Conciliação serão apresentadas as seguintes opções referentes às Conciliações:

Pendentes: mostra as audiências que serão realizadas (conforme tela abaixo), exibindo respectivamente os processos. É possível clicar no número do processo para acessá-lo. Todas: mostra todas as audiências que ocorreram ou não. O mesmo se repete para o Menu Audiências → Instrução, onde serão disponibilizadas as opções de consultar as Audiências de Instrução (realizadas, marcadas e agendadas).

Tela de Audiências de Conciliação Aguardando Realização

As intimações e citações poderão ser realizadas por meio eletrônico (conforme art. 2º e 5º da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006). Assim, o advogado deverá verificar a existência das mesmas na Página Principal do PROJUDI sempre que efetuar um acesso.

10. Turma Recursal Para recorrer à turma recursal, vá no Menu Processos → 2º Grau → Criar. Informe o número do processo de 1º grau (sem pontos ou traços), digitando somente números. Isso lhe levará a tela abaixo. Marque as opções corretamente, definindo quem são as partes recorrentes e partes recorridas. Selecione o tipo de ação e clique em Confirmar.

Tela de Cadastro de Ação no 2º grau

Após isso você terá a opção de incluir sua petição, procedimento já visto nas Ações de 1º grau. Tendo incluído sua petição e assinado digitalmente aparecerá a tela a seguir:

Tela de Cadastro de Ação no 2º grau

Clique em Confirmar e será mostrada uma tela com um novo número do processo em grau de recurso. Clique no número do processo para acessá-lo. Caso em outro momento queira acessar seu processo é possível pesquisar no Menu Processos → Buscas → Meus → 2º Grau. 11. Responsáveis por este documento Este material foi baseado no manual do Tribunal de Justiça de Roraima, e reformulado pelos servidores Jesus Rodrigo Corrêa e Marielli de Paula, do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. É permitida a reprodução desde que citada a fonte. Qualquer alteração deverá ser previamente solicitada aos autores deste material.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful