You are on page 1of 11

Episódios da Vida de um Jovem Gato

Leitura Orientada

ROTA(S) DA PALAVRA - 3.º ENCONTRO DE LITERATURA INFANTL E JUVENIL DE COIMBRA

EPISÓDIOS DA VIDA DE
UM JOVEM GATO
de Raquel Ramos e
Carla Nazareth

Roteiro de Leitura Orientada
Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

PRÉ-LEITURA
Atividade 1

Detetive de histórias... No rasto das pistas
Opção 1
A partir das ilustrações da obra e do título dos capítulos, o aluno antecipa informação sobre a
história ao nível dos espaços, das personagens, das ações, dos sentimentos..., podendo
preencher a grelha que se apresenta (página 2). Esta atividade pode ser realizada em grande
grupo ou em pequenos grupos, seguida de plenário.
Opção 2
O mediador apresenta os títulos dos capítulos e as ilustrações (de forma aleatória), e convida
os alunos a associar cada imagem a um capítulo e a estabelecer uma possível ordem. Esta
atividade pode ser realizada em grande grupo ou em pequenos grupos, seguida de plenário.
Opção 3
O mediador distribui os 12 títulos aos alunos, um por grupo, e pede a criação de um breve
texto (em jeito de sinopse) para cada título. Procede-se, de seguida, à partilha das sinopses e
de possíveis conclusões. São apresentadas as ilustrações.
Títulos dos Capítulos
Um gato partilha a sua história
O gato e a sua mãe são destronados
A insensibilidade da família precipita a fuga do gato
Os primeiros passos
A vida fora dos muros da casa grande de barras amarelas
A desilusão
A consciência de um humano precipita nova fuga do gato
O gato e a lua
O gato aprende a pescar
O velho pescador poeta cumpre a sua missão
O gato começa a ver o algodão azul do céu
Os gatos também sonham
2

Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

Detetive de Histórias… No rasto das pistas
Espaços

Personagens

Ações

Sentimentos

Outros

3
Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

DURANTE A LEITURA
Atividade 2

Os espaços da história
A partir de pequenos excertos do texto, o aluno trabalha ao nível da compreensão inferencial,
arrumando a informação nos espaços da história.

Os espaços da história
Casa grande
de barras
amarelas

Capela /
Monte dos
Plátanos

Bairro

Casa da
velha

Porto

A bordo do
barco
Santiago

Biblioteca

Citações para “arrumar”
“ Mas quando vi a mãe das princesas a correr para mim e as garotas me pegaram ao colo, me
escovaram e me deram de comer, como se fosse um príncipe acabado de chegar de uma
viagem às Arábias, percebi que tinha feito a opção correta.”
4

Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

“(...) ouvi as questões fatais:
─ O bebé não vai ter medo de gatos?!!!
─ Não vai ser perigoso por causa das alergias?
─ Os gatos não o vão arranhar?”

─ (...) E que tal se tu, em vez de andares por aí a contemplar princesas acabadas de chegar ao
mundo, dedicasses algum do teu tempo a fazer aquilo que os humanos esperam que faças?”

“A semana passada veio ter connosco e disse-nos que ia à tua procura, que só regressaria
quando te encontrasse.”

---------------------

“Aninhei-me por baixo de um banco e deixei-me adormecer sem querer saber do que seria de
mim no dia seguinte.”

“Do alto do belo plátano vi o casal de namorados que se olha horas e não precisa de falar. Vi o
polícia mal-humorado que passa todas as tardes pela rotunda para multar os distraídos. Vi a
freira como um ponto de interrogação a dirigir-se para a capela. (...)”

----------------------

“─ É, é, de certeza... Olha o Branquinho... Não tarda nada fica todo pretinho, quando tiver que
ir caçar ratos ou roubar comida.
─ Dizem que é capado, o coitado...”

“Foi uma luta difícil: fiquei com pelo a meter dó, uma orelha rasgada a meio, várias dentadas
nas costas e uma pata a coxear, mas valeu a pena! (...)”

“Nunca tinha esperado que o Negrão fosse capaz de dizer palavras tão duras. Fiquei parado,
com a cabeça a rodopiar.”
5

Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

----------------------“Acordei, no dia seguinte, sem que me desse logo conta da realidade: não sabia onde me
encontrava, quem me acolhera ou o que me havia acontecido.”

“Esquecendo-me que me havia zangado com todos os humanos da casa grande de barras
amarelas, e que não tencionava voltar a conviver com essa espécie, deixei-me afagar pela
velha, que tinha o coração da cor de um morango, e não parei de ronronar durante os minutos
que fiquei deitado no seu colo.”

“Eu, gato-príncipe rodeado de atenções, adquiri o hábito de me movimentar ao som de cada
uma das músicas, mesmo sem tentar descobrir segredo algum. (...)”

“No dia seguinte, ao ouvir outra conversa com a filha, decidi que tinha de me pôr em fuga pela
terceira vez.”

“(...) Às vezes as gaivotas encostam os corações de mar à janela da sala e querem juntar-se ao
bando que sai das teclas do piano. Outras vezes, apareço-lhes de surpresa e faço-as rir às
gargalhadas com as minhas coreografias.”

---------------------------

“O mar, uma taça gigante de água que refletia o algodão azul do céu, parecia ser capaz de
transformar os sonhos das pessoas e dos gatos em quantidades enormes de peixe.”

“Mas como poderia acontecer-me algo parecido com o que aconteceu a Zorbas, se eu
continuava a ter o coração tão pequeno e tão negro como uma azeitona das da oliveira que
serve de referência à casa grande de barras amarelas?”

“─ Em noites de lua cheia, como a de hoje, a minha missão de lua é vigiar quem vive cá em
baixo, e ajudar os que precisam. O que posso fazer por ti, gatinho?”

6

Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

“E sem mais conselhos nem perguntas debruçou-se novamente sobre mim e pousou-me um
beijo leve na testa. Depois, lentamente, começou a subir para o local de onde tinha descido,
para continuar a sua missão. (...)
-----------------------------“- Claro que não me importo. Salta para aqui e volta a colocar-te na proa junto da gaivota. Três
valem mais do que dois e dois, mais do que um. É hoje que vamos apanhar o grande peixe!”

“Percebi de imediato. Por isso, comecei a lançar-me para a água e a desenvolver técnicas de
natação tão avançadas, que depressa consegui apanhar peixes para mim, para a gaivota e
ainda sobravam para ele. (Aqui para nós: acho que o contrato com a lua incluía uma cláusula
que lhe garantia ganhar tempo para poder pescar palavras.)

“─ Estás sempre a ler e nunca te aborreces. Podias ler-me algumas dessas histórias?”

“Primeiro aprendi a soletrar a palavra mar, depois água, peixe, gaivota, barco e liberdade. A
seguir introduziu as palavras amizade, amor, juventude, perdão, felicidade, consciência, viver e
sonhar.”

“ O velho, ao pé do peixe, era um velho vulnerável. Tombou para o lado, com o rosto a saber à
água da taça gigante. Mas o seu olhar refletia o algodão azul do céu.”

----------------------------“Era nesse local que o velho pedia à menina de cabelos pretos aos caracóis que o conduzisse
por entre as centenas de livros que aí viviam, para tal como as crianças, poder continuar a
pescar palavras.”

“Um dia destes, quando me ensinava a usar as ferramentas informáticas, confessou-me um
segredo:
─ Sabes, gato. Eu gosto muito do trabalho que faço aqui... ”

7

Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

Atividade 3

Pescar palavras... Caçar corações
O aluno associa as diferentes metáforas relacionadas com as emoções (coração) às
personagens e ações envolvidas.

8

Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

Atividade 4

Branquinho distribui as palavras que aprendeu a pescar...
MAR ÁGUA PEIXE GAIVOTA
BARCO
LIBERDADE AMIZADE
PERDÃO
FELICIDADE CONSCIÊNCIA
VIVER

AMOR
SONHAR

JUVENTUDE
QUERO

O aluno ajuda o gato a distribuir as palavras, justificando os motivos da sua escolha. (Tarefa a realizar em pequenos grupos seguida de plenário)

Princesas

Mãe do
Branquinho

Negrão

Pescador-Poeta

Lua

Palavras

Razões da
escolha

9

Lúcia Barros, 2015

Menina dos
caracóis
pretos

Velha do
coração de
morango

Gata
malhada

Grizabella

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

APÓS A LEITURA
Atividade 5
Resposta poética
(Tarefa a realizar individualmente)

A Lua dos meus desejos

“─ Em noites de lua cheia, como a de hoje, a minha missão de lua é vigiar quem vive cá em
baixo, e ajudar os que precisam.”
Que pedido farias à Lua?

10

Lúcia Barros, 2015

Episódios da Vida de um Jovem Gato
Leitura Orientada

O meu algodão azul do céu
“Sabes... é que entre os milhares de palavras que aqui existem, algumas vão ajudar-te a ver o
algodão azul do céu.”

Que palavras te ajudam a ver esse algodão azul? Podes registar algumas e se quiseres construir
um pequeno poema ou acróstico para usar nos dias mais cinzentos.

11

Lúcia Barros, 2015

Related Interests