You are on page 1of 25

Endodontia Mecanizada

com lima única

Revisão bibliográfica

1 António Roma Torres


quinta-feira, 8 de abril de 2010
Endodontia Mecanizada
com lima única

Revisão bibliográfica

1 António Roma Torres


quinta-feira, 8 de abril de 2010
Endodontia - Príncipios Gerais

Clean Shape Fill

Herbert Schilder - 1967 e 1974

Shape: Forma gradualmente cónica com porção coronal mais larga e com
constrição apical

Clean: Utilização de agentes antibióticos para a remoção de microorganismos


e restos pulpares de todo o sistema de canais radiculares

Fill: Obturação do sistema de canais radiculares com um material inerte e


insolúvel

Schilder H (1967) Filling root canals in three dimensions. Dental Clinics of North America 11, 723–44.

Schilder, H. (1974) Cleaning and shaping the root canal. Dental Clinics of North America 18, 269–96.

2
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Príncipios da instrumentação
Os principais objectivos da instrumentação do sistema de canais radiculares:

- a prevenção da ocorrência de infecção dos tecidos perirradiculares


- promoção da cura em casos que a doença já exista.

Estes objectivos são conseguidos através de:

• Remoção dos tecidos pulpares vitais e necróticos dos canais principais;


• Criação de espaço suficiente para a irrigação e medicação intracanalar;
• Preservação da anatomia original do canal (progressivamente cónico em
direcção apical);
• Conservação da posição do foramen apical;
• Impedir lesões iatrogénicas que possam ocorrer no sistema de canais
radiculares,
e na estrutura radicular;
• Facilitar a obturação do sistema de canais radiculares;
• Impedir posterior irritação e/ou infecção dos tecidos perirradiculares.

Dummer, P, et al (2005) Mechanical preparation of root canals: shaping goals, techniques and means. Endodontic Topics, 10, pp. 30-76.

3
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Instrumentação mecanizada
Uma lima rotatória constituída pela liga de níquel-titanio tem como principal característica a
possibilidade de negociação de curvaturas durante a rotação contínua, sem correr o risco de
deformação plástica permanente ou falha, como ocorreria numa lima de aço inoxidável
(McSpadden, 2006).
A memória e a super elasticidade das ligas de NiTi são as propriedades que as colocam em vantagem
relativamente ao aço inoxidável, prendendo-se com a alteração da estrutura cristalina (Berutti, 2003).

McSpadden, JT (2006) Mastering Endodontic Instrumentation. Arbor Books, Inc pp.10.

Berutti E, et al.(2003) Comparative analysis of torsional and bending stresses in two mathematical models of nickel-titanium Rotary
instruments: Protaper vs Profile. Journal of Endodontics;29:15–9.
4
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Sistema ProTaper®

O conjunto de limas original é constituído por seis


instrumentos: três instrumentos de conformação (shaping) –
SX, S1, S2 – e três instrumentos de finalização (finishing) –F1,
F2, F3.

O conjunto de limas ProTaper® usado sequencialmente corta


uma pequena distância de cada vez, sendo que a superfície na
qual as limas tocam é reduzida. Este efeito diminui o torque
necessário, e aumenta a eficácia de corte de cada instrumento.
(Walsch, H, 2004)

A conicidade variável no instrumento reduz o efeito “Taper-


Lock”(travamento cónico), que está directamente ligado com o
fenómeno de falha por torção, relativamente a outros
instrumentos (Peters, et al., 2003).

Walsch, H. (2004) The hybrid concept of nickel–titanium rotary instrumentation. Helmut. Dent Clin N Am 48 pp. 183–202

Peters OA, et al (2003) ProTaper rotary root canal preparation: assessment of torque and force in relation to canal anatomy.
International Endodontic Journal 36,93–9.
5
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Sistema ProTaper®

O sistema ProTaper® é considerado um sistema cujos valores de torque gerados são baixos, durante
o seu uso devido à secção transversal, sem apoios radiais (Peters, et al., 2003).

Peters OA, et al (2003) ProTaper rotary root canal preparation: assessment of torque and force in relation to canal anatomy.
International Endodontic Journal 36,93–9.

6
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Sistema ProTaper®

Ainda assim os instrumentos ProTaper® sofrem de


fractura inesperadamente (Ankrum et al., 2004),
fenómeno que clinicamente dificulta, ou mesmo torna
impossível, a previsão clínica da fractura do instrumento
(Spanaki-Voreadi et al., 2006).

Ankrum, MT. (2004) K3 Endo, ProTaper, and ProFile systems: breakage and
distortion in severely curved roots of molars. Journal of Endodontics;30:234 7.

Spanaki-Voreadi P, et al.(2006) Failure mechanism of ProTaper Ni-Ti rotary


instruments during clinical use: fractographic analysis. International Endodontic
Journal; 39(3):171-178

quinta-feira, 8 de abril de 2010


Fractura de instrumentos endodônticos
A fractura ocorre quando as forças que afastam os átomos superam as forças que os unem.
(McSpadden, 2006)

A fractura por torção ocorre quando uma parte A fractura por flexão ocorre por endurecimento,
do instrumento fica bloqueada, enquanto o por deformação (encruamento), e por fadiga na
movimento de rotação continua. Assim sendo, o liga metálica. A fadiga por flexão acontece quando
limite elástico do metal é ultrapassado, sendo é atingido o ponto máximo de flexão, durante a
visível uma deformação plástica (desenrolamento, rotação do instrumento no canal, e pode ser
ou enrolamento reverso) que precede o iniciada a partir de defeitos na superfície do
momento da fractura. (Sattapan B, 2000) instrumento causados pela fadiga cíclica. (Sattapan
B, 2000)

Sattapan B, et al (2000) Defects in rotary nickel–titanium files after clinical use. Journal of Endodontics 26, 161–5.
8
quinta-feira, 8 de abril de 2010
A influência do motor na fractura de instrumentos
Influência da velocidade de rotação na fractura de instrumentos

As limas sujeitas a uma velocidade de rotação de 350 rpm fracturam com maior frequência do que
as limas sujeitas a uma velocidade de 250 rpm. (Martin, 2002)
O número de ciclos até à fractura de instrumentos não é afectado pela velocidade do instrumento,
dentro dos limites apresentados pelo fabricante. (Pruett, 1997)

Martin B, et al. (2002) The effect of rotational speed and the curvature of root canals on the breakage of rotary endodontic instruments.
Journal of Endodontics;28(7):540–2.

Pruett JP, (1997) Cyclic fatigue testing of nickel-titanium endodontic instruments. Journal of Endodontics;23:77-85.

quinta-feira, 8 de abril de 2010


A influência do motor na fractura de instrumentos

Influência do controlo do torque no motor

Segundo Yared (2004), o valor de torque, ao qual o motor executa o movimento contrário, é
superior ao limite de resistência à tracção de vários modelos de limas de NiTi, sendo
questionável este método como prevenção da fractura de instrumentos endodônticos.

Durante a instrumentação, a ponta do instrumento poderá fixar-se no canal, e a força que é


gerada no instrumento pode superar o limite de resistência à tracção, podendo ocorrer a
fractura do instrumento. Se o motor gerar um alto torque, pode aumentar o risco de fractura,
especialmente se o instrumento estiver preso no interior do canal e o motor continuar o seu
movimento de rotação.

Existem modelos de motores que, de forma a prevenir este problema, dispõem de um controlo
do torque. Este nível de torque supostamente é inferior ao limite de resistência à tracção do
instrumento, evitando assim a fractura. (Gambarini, 2000).

Yared G, et al (2004) Accuracy of the TCM Endo III torque-control motor for nickel-titanium rotary instruments. Journal of Endodontics ;
30(9):644-5.

Gambarini G. (2000) Rationale for the use of low-torque endodontic motors in root canal instrumentation. Endod Dent Traumatol;16(3):
95-100.
10
quinta-feira, 8 de abril de 2010
O Problema

Quando um instrumento rotatório é utilizado de forma convencional


(com rotação permanentemente no sentido horário), existem
numerosas forças de tensão e compressão que aumentam à medida
que o instrumento avança no canal, sendo que o calibre diminui no
sentido apical.

Estas forças de tensão e compressão resultam do contacto do


instrumento, em rotação contínua, com as paredes dentinárias do canal.
Se as forças de resistência ao movimento forem superiores ao limite de
resistência à tracção, irá ocorrer a fractura do instrumento por torção.

Dr Barry Lee Musikant,

Thompson, N. (2007) Development of a novel canal preparation technique using the torsional fatigue profile of the ProTaper F2 rotary
instrument. Thesis (M.Sc.)--University of Toronto, 2006.

11
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Movimento recíproco

Se a rotação dos instrumentos for unicamente no sentido horário, seguindo as recomendações do


fabricante, a fractura ocorrerá mais rapidamente, se houver travamento da lima no interior do
canal. (Best, 2004)

A incidência de instrumentos fracturados em cubos de resina acrílica foi inferior na movimentação


recíproca em relação à movimentação no sentido horário (27,1 % na rotação contínua contra 12,5
% na movimentação recíproca, p < 0,001 ). (Varela-Patino, 2008)

Best, S. et al. (2004) Torsional fatigue and endurance limit of a size 30 .06 ProFile rotary instrument Internacional Endodontic
Journal 2004, 37;6, pages 370-373.
Varela-Patino P, et al. (2008) Fracture rate of nickel-titanium instruments using continuos versus alternating rotation. Endodontic
Practice Today;2:193–7.

12
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Instrumentação Mecanizada com Lima Única
Técnica de Ghassan Yared

+ =

Yared G. (2008) Canal preparation using only one NI-Ti rotary instrument: preliminary observations. Int Endod J;41:339–44.

13
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Instrumentação Mecanizada com Lima Única
Técnica de Ghassan Yared

+ =

Yared G. (2008) Canal preparation using only one NI-Ti rotary instrument: preliminary observations. Int Endod J;41:339–44.

13
quinta-feira, 8 de abril de 2010
A lima
A lima F2 possui uma conicidade satisfatória para a instrumentação no terço apical do canal, possui
uma capacidade de corte equivalente nas duas direcções do sentido dos ponteiros do relógio, um
calibre ISO 25 (0,25 mm na sua ponta), uma conicidade de 8% da ponta do instrumento até aos 3
mm, e uma conicidade menor até aos 14 mm do instrumento.
A conicidade variável deste instrumento é importante, na medida em que aumenta a sua
flexibilidade, podendo servir para instrumentar canais curvos. Se o instrumento tivesse 8% de
conicidade constante não seria flexível o suficiente para instrumentar o canal de forma satisfatória
(Yared, 2008).

Yared G. (2008) Canal preparation using only one NI-Ti rotary instrument: preliminary observations. Int Endod J;41:339–44.
14
quinta-feira, 8 de abril de 2010
O motor
Segundo Thompson (2007), baseando-se nos padrões de fadiga por torção, no seu estudo piloto,
concluiu que:

Os ângulos de deflexão de 126º, 108º e 90º também


correspondiam a mais de 250 ciclos até à fractura, ainda assim,
estes ângulos não permitiam que o instrumento cortasse e
avançasse no interior do cubo de resina acrílica, ficando
bloqueado.

O estudo piloto revelou que utilizando um ângulo contrário ao


sentido dos ponteiros do relógio, maior ou igual a 144º ou
162º, o instrumento progredia no interior do canal de forma
mais lenta, com tendência para o bloqueio no seu interior. Mas
reduzindo o ângulo de deflexão, a progressão do instrumento já
é mais eficiente.
O ângulo contrário ao sentido horário utilizado foi de 90º, valor
Resultados da fadiga por torção da lima mínimo programável no motor, que se revelou ser de grande
ProTaper® F2 (Thompson, 2007). eficiência.

Thompson, N. (2007) Development of a novel canal preparation technique using the torsional fatigue profile of the ProTaper F2 rotary
instrument. Thesis (M.Sc.)--University of Toronto, 2006.
15
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Instrumentação Mecanizada com Lima Única
Técnica de Ghassan Yared

Negociação inicial do canal

O canal é explorado com uma lima manual, até


ao comprimento de trabalho de calibre 08.

Instrumentação do canal

A lima F2 é introduzida de forma cuidadosa,


com uma pressão apical reduzida, até ser
encontrada resistência. O instrumento é
removido, a sua superfície é limpa, e re-inserido
no canal. Estes passos são repetidos até a lima
atingir o comprimento de trabalho.

http://www.endodonticcourses.com/
16
Dr. Ghassan Yared
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Vantagens
Simplificação da técnica

Ser necessária apenas uma lima, de utilização única por tratamento endodôntico.

A utilização de uma lima por tratamento endodôntico evita a fractura do instrumento por fadiga
cíclica.
A utilização única da lima também apresenta vantagens de ordem de saúde pública, uma vez que
subsistem dúvidas quanto à eficiência da esterilização dos instrumentos em relação à variante da
doença de Creutzfeldt-Jakob (Spongiform Encephalopathy Advisory Committee, 2006).
A movimentação recíproca da lima reduz o encravamento do instrumento no interior do canal,
diminuindo assim as probabilidades de ocorrer travamento, que é o fenómeno responsável pela
fractura por torção.

Spongiform Encephalopathy Advisory Committee (2006) Annual Report, p. 6.

17
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Discussão

Por um lado, segundo Yared (2007), a negociação pode ser realizada até à lima K08, sendo que
as limas de maior calibre só serão utilizadas em canais com curvaturas muito acentuadas.
Por outro lado, Berutti (2003), afirmam que uma negociação do canal com uma lima de
calibre superior a K08 oferece mais garantias no que diz respeito à conservação das limas.

Tendo por base o conceito desenvolvido por Berutti (2003), em que o tempo de vida de um
instrumento é directamente proporcional ao stress acumulado durante a instrumentação, a
movimentação recíproca na instrumentação é uma forma de diminuir as cargas de stress a
que está sujeita a lima, levando a um aumento do tempo de vida de uma lima, aumentando a
segurança do clínico aquando do tratamento.

Yared G. (2008) Canal preparation using only one NI-Ti rotary instrument:
preliminary observations. Int Endod J;41:339–44.
Berutti E, et al.(2003) Comparative analysis of torsional and bending stresses
in two mathematical models of nickel-titanium Rotary instruments: Protaper
vs Profile. Journal of Endodontics;29:15–9.

18
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Instrumentação Mecanizada com Lima Única
Técnica de Ghassan Yared

Instrumentação mecanizada
ProTaper®
com lima única

Sx
S1
F2 S2
F1
F2

19
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Instrumentação Mecanizada com Lima Única
Técnica de Ghassan Yared

Instrumentação mecanizada
ProTaper®
com lima única

Sx
S1
F2 S2
F1
F2

19
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Instrumentação Mecanizada com Lima Única
Técnica de Ghassan Yared

Instrumentação mecanizada
ProTaper®
com lima única

Sx
S1
F2 S2
F1
F2

Movimento recíproco

19
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Endodontia Mecanizada
com lima única

Revisão bibliográfica

20 António Roma Torres


quinta-feira, 8 de abril de 2010
Endodontia Mecanizada
com lima única

Revisão bibliográfica

20 António Roma Torres


quinta-feira, 8 de abril de 2010