Gramática Eletrônica

Lição 13 Colocação Pronominal
Dentro da oração, os pronomes átonos ocupam três posições: 1. antes do verbo 2. no meio do verbo 3. depois do verbo próclise mesóclise ênclise

Por ocupar a função de complemento, o pronome normalmente é colocado depois do verbo. Entretanto, na língua falada a colocação mais usual é antes do verbo.

Usa-se próclise:
Com palavras ou expressões de sentido negativo: não, nem, nunca, jamais, etc. Nunca se sabia o que ia acontecer. Jamais nos disseram uma palavra. Com advérbios: ali, aqui, depois, ontem, etc. Depois nos encontraremos. Atenção: Se houver pausa depois do advérbio, não ocorrerá a próclise. Com pronomes relativos: que, cujo, qual, etc. É a pessoa a quem te recomendaram. Falei com o rapaz que me recomendaste. Com pronomes indefinidos e demonstrativos: ninguém, tudo, este, isto, etc. Pouco se fez até agora. Ninguém me espera. Com conjunções subordinativas: que, se, porque, como, etc. Se se conhecessem os motivos da ausência... Com o gerúndio precedido de preposição: Em se tratando desse assunto, prefiro calar-me.

1

Gramática Eletrônica Com o infinitivo pessoal precedido de preposição: Foram punidos por nos trazerem até aqui. Se o infinitivo pessoal não estiver flexionado, usa-se opcionalmente próclise ou ênclise. Estamos aqui para nos acertar. Estamos aqui para acertar-nos. Nas frases interrogativas exclamativas optativas Quem te disse isso? Essas coisas me aborrecem ! Deus te ajude ! (exprimem desejo)

Usa-se mesóclise:
Quando não é obrigatória a próclise (antes do verbo), usa-se a mesóclise com o verbo no: Futuro do presente Mostrar-te-emos os relatórios amanhã. Futuro do pretérito Encontrar-nos-íamos ainda uma vez ? Atenção O verbo, no futuro do presente ou futuro do pretérito, não admite, em hipótese alguma, o pronome depois dele (ênclise). Portanto, não usaremos: Darei-lhe notícias mas, Dar-lhe-ei notícias.

Usa-se ênclise:
Em início de oração, já que não se deve iniciar oração por pronome átono Analisem-se os projetos.

2

Gramática Eletrônica Com o verbo no imperativo afirmativo: Por favor, ajude-me a sair daqui. Com o verbo no infinitivo impessoal: Não tinha a intenção de ferir-te. Atenção: É sempre correto o pronome depois do verbo no infinitivo não-flexionado, mesmo que haja palavra atrativa. Veja: Minha intenção era não cumprir-lhe as ordens.

Com o verbo no gerúndio: Tratando-se desse assunto, prefiro calar-me. Nunca devemos usar ênclise: Com verbo no futuro do presente ou no futuro do pretérito: Errado: Mandarão-lhe flores / Mandaria-lhe flores Correto:Mandar-lhe-ão flores / Mandar-lhe-ia flores. Com verbo no infinitivo flexionado: Errado: Não serás criticado por dizeres-me a verdade. Correto: Não serás criticado por me dizeres a verdade.

Colocação dos pronomes átonos em locuções verbais:
As locuções verbais constituem-se de: verbo auxiliar + verbo principal Cumprimentar.

Os deputados me vieram

Quando não é obrigatória a próclise e a locução verbal tem o verbo principal no infinitivo, o pronome pode ser usado: antes do verbo auxiliar depois do verbo auxiliar depois do verbo principal Os amigos me vieram cumprimentar. Os amigos vieram-me cumprimentar. Os amigos vieram cumprimentar-me.

3

Gramática Eletrônica Quando não é obrigatória a próclise e a locução verbal tem o verbo principal no gerúndio, o pronome pode ser usado: antes do verbo auxiliar depois do verbo auxiliar depois do verbo principal As pessoas se estavam abraçando. As pessoas estavam-se abraçando. As pessoas estavam abraçando-se.

Quando não é obrigatória a próclise e a locução verbal tem o verbo principal no particípio, o pronome pode ser usado: antes do verbo auxiliar depois do verbo auxiliar Os amigos nos tinham cumprimentado. Os amigos tinham-nos cumprimentado.

Quando é obrigatória a próclise, o pronome não pode ser usado após o verbo auxiliar: Assim: Os Os Os Os Os amigos amigos amigos amigos amigos não não não não não me vieram cumprimentar. vieram cumprimentar-me. se estavam abraçando. estavam abraçando-se. me tinham cumprimentado.

Atenção Na linguagem formal, deve-se dar preferência à colocação do pronome depois do verbo principal quando este estiver no infinitivo.

Você pode imprimir suas atividades e comparar com as respostas apresentadas no final desta lição.

Praticando

4

Gramática Eletrônica

1. Coloque adequadamente o pronome átono indicado entre parênteses e justifique: a) Jamais apresentaram.(o) ___________________________________ b) Alguém contou essa história. (me) ________________________________ c) Quero que mostre os relatórios. (me) ________________________________ d) Meu desejo era ajudar.(os) ________________________________ e) Velhos amigos vinham procurando. (me) ________________________________ f) Mostraríamos os detalhes do programa.(lhe) _______________________________ g) Contarei sempre a verdade.(lhe) ________________________________ h) Quem traria até ali? (os) _________________________________ i) Embora amassem, viviam brigando. (se) _________________________________

5

Gramática Eletrônica 2. Corrija as frases em que a colocação pronominal não obedece às regras estudadas: a) Será que posso-lhe dirigir a palavra ? _________________________________________________________________ b) Percebi que havia os ofendido muito. _________________________________________________________________ c) Quando sentiu-se em dificuldade, pediu ajuda. _______________________________________________________________ d) Todos comunicaram-lhe o ocorrido. _______________________________________________________________ e) Amanhã contar-lhe-ei a novidade. _______________________________________________________________

Confira suas respostas

6

Gramática Eletrônica

1. a) Jamais o apresentaram. Justificativa: Usa-se o pronome antes do verbo, porque há um advérbio (jamais), que é uma palavra atrativa. b) Alguém me contou essa história. Justificativa: Usa-se o pronome antes do verbo, porque há um pronome indefinido (alguém), que é uma palavra atrativa. c) Quero que me mostre os relatórios. Justificativa: Usa-se o pronome antes do verbo, porque há uma conjunção subordinativa integrante (que), que é uma palavra atrativa. d) Meu desejo era ajudá-los. Justificativa: Nas locuções verbais, usa-se o pronome depois do 2º verbo, pois está no infinitivo. e) Velhos amigos vinham procurando-me. Velhos amigos vinham-me procurando. Justificativa: Nas locuções verbais, quando o 2º verbo está no gerúndio, usa-se o pronome depois do 1º verbo ou depois do 2º verbo. f) Mostrar-lhe-íamos os detalhes do programa. Justificativa: Usa-se o pronome no meio do verbo, porque o verbo está no futuro do pretérito e não há palavra atrativa. g) Contar-lhe-ei sempre a verdade. Justificativa: Usa-se o pronome no meio do verbo, porque o verbo está no futuro do presente e não há palavra atrativa. h) Quem os traria até ali? Justificativa: Usa-se o pronome antes do verbo nas frases interrogativas. i) Embora se amassem, viviam brigando. Justificativa: Usa-se o pronome antes do verbo, porque há uma conjunção subordinativa (embora), que é uma palavra atrativa. 2. a) Será que lhe posso dirigir a palavra? Será que posso dirigir-lhe a palavra? b) Percebi que os havia ofendido muito. c) Quando se sentiu em dificuldade, pediu ajuda. d) Todos lhe comunicaram o ocorrido. e) Amanhã lhe contarei a novidade
Imprimir

7

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful