You are on page 1of 3

PODER JUDICIÁRIO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

 

Registro: 2014.0000520475

ACÓRDÃO

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2064904-10.2014.8.26.0000, da Comarca de Taboão da Serra, em que são agravantes APARECIDA DE CASSIA OLIVEIRA RIBAS e RYAN MARTINELLO OLIVEIRA RIBAS, é agravado O JUIZO.

ACORDAM, em sessão permanente e virtual da 6ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferir a seguinte decisão: Deram provimento ao recurso. V. U., de conformidade com o voto do relator, que integra este acórdão.

O julgamento teve a participação dos Desembargadores VITO GUGLIELMI (Presidente) e PERCIVAL NOGUEIRA.

São Paulo, 26 de agosto de 2014.

Eduardo Sá Pinto Sandeville relator

Assinatura Eletrônica

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO VOTO Nº: 16.419 - JV AGRV.Nº:

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

VOTO Nº: 16.419 - JV AGRV.Nº: 2064904-10.2014.8.26.0000

COMARCA: CARAPICUÍBA

3ª VC

JUIZ

: EDILIZ CLARO DE VICENTE REGINATO

AGTE. : APARECIDA DE CÁSSIA OLIVEIRA RIBAS

AGDO.

: O JUÍZO

Alvará judicial Determinação de emenda da inicial para

conversão para inventário Únicos herdeiros e um veículo

Possibilidade do alvará

Recurso provido.

Trata-se de agravo tirado contra decisão que, em alvará judicial, determinou a emenda da inicial para conversão para ação de inventário, forte no argumento de que são os únicos herdeiros e o falecido deixou apenas um veículo de pequeno valor, situação em que a jurisprudência tem admitido o alvará judicial.

Recurso regularmente processado. Parecer do Ministério Público pelo provimento do recurso.

 

É o relatório.

 

Cuida-se

de

alvará

judicial

buscando

autorização

para

venda

de

um

veículo Palio

ELX,

ano

de

2004,

de

propriedade

do

falecido

Rodrigo

Martinelo

Ribas,

avaliado

em

R$

16.000,00.

 

Os autores,

a

viúva

e

o

filho

menor, são

os

únicos herdeiros e o falecido não deixou mais nenhum bem.

 
 

Desse

modo, é desnecessária

a emenda

da

inicial, já que no caso o alvará é o meio judicial adequado, conforme já

decidiu esse E. Tribunal:

“Alvará Judicial

Veículos ano 1991 e 1995 -

Únicos bens deixados pelo “de cujus” Viúva e herdeiros menores Indeferimento da inicial Meio judicial adequado Procedência do pedido - Afastamento da extinção Expedição do alvará em primeiro grau,

mediante o depósito em conta judicial vinculada da parte do produto da venda cabente os herdeiros menores - Apelo provido”. (Apelação 0009165-10.2012.8.26.0048, Rel. Fortes Barbosa, 6ª Câmara de Direito Privado, j. 07.03.2013)

“ALVARÁ JUDICIAL - PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO FEITO PELOS HERDEIROS PARA VENDA DE AUTOMÓVEL COM MAIS DE

15 ANOS DE
15
ANOS
DE

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

USO,

ÚNICO

BEM DEIXADO PELO FALECIDO -

INDEFERIMENTO DA INICIAL, COM EXTINÇÃO DO FEITO - HIPÓTESE QUE SE ASSEMELHA AOS PEDIDOS DE ALVARÁ (INDEPENDENTES) QUE PRESCINDEM DA ABERTURA DE SUCESSÃO (ARL. 1.037 DO CPC) - AFASTAMENTO DO DECRETO DE EXTINÇÃO, COM DEFERIMENTO DO ALVARÁ EM PRIMEIRO GRAU, MEDIANTE O DEPÓSITO EM CONTA JUDICIAL VINCULADA DA METADE DO PRODUTO DA VENDA CABENTE À HERDEIRA MENOR” (CPC, ARTIGO 515, § 3o). (Apelação sem revisão n° 990.10.078632-6; Relator Neves Amorim, 2ª Câmara de Direito Privado, j. 31/08/2010).

Entretanto, cumpre ressaltar que em caso de alienação a parte devida ao menor nunca poderá ser inferior ao valor da Tabela Fipe.

Em face do exposto, dou provimento ao recurso para afastar a determinação de emenda.

EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE RELATOR