You are on page 1of 54

CENTRO DE ATIVIDADES APRÍGIO VELLOSO DA

SILVEIRA

Campina Grande - Modernismo

M
O
D
E
R
N
I
S
M
O

CENTRO DE ATIVIDADES APRÍGIO VELLOSO DA SILVEIRA
Campina grande - Modernismo

Campina grande-PB
2015

Universidade Federal de Campina Grande
Centro de Tecnologia e Recursos Naturais
Unidade Acadêmica de Engenharia Civil
Curso de Arquitetura e Urbanismo

CENTRO DE ATIVIDADES APRÍGIO VELLOSO DA SILVEIRA
(CLUBE DO TRABALHADOR)
CAMPINA GRANDE-PB

DISCIPLINA: Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo IV
DOCENTE:

Prof. Dra. Alcília Afonso de Albuquerque e Melo

DISCENTES: Daniel de Meneses – Diagramação, Textos e fotos
Flávia Morais - Postal e textos
Isis Cavalcanti - Diagramação, postal e textos
Matheus Ramires - Textos e fotos

Campina Grande- PB
2015

ÍNDICE

Resumo …………………………………………………
Introdução ................................................................
Obra .........................................................................
O arquiteto ……………………………………………..
Localização .............................................................
Implantação...............................................................
Tramas ordenadas ...................................................
Estrutura ...................................................................
Distribuição do programa em planta ........................
Secção construtiva ...................................................
Volumetria ................................................................
Cobertura .................................................................
Fachadas .................................................................
Esquadrias ...............................................................
Tectonicidade ...........................................................
Referências bibliográficas ..............;.........................

01
02
03
04
07
09
12
14
19
24
28
33
35
40
44
50

RESUMO

A arquitetura moderna é o reflexo das grandes inovações
técnicas que começam a surgir já no fim do século XIX.
Com a revolução industrial, passa-se a utilizar o ferro de
maneira nunca vista antes nas construções. Materiais
como aço e o concreto armado dão possibilidades inéditas
de criação aos arquitetos, o que faz com que este estilo se
torne completamente diferente de tudo o que se viu até
então.
Este trabalho trata de uma obra modernista conceituada, o
Centro de Atividades Aprígio Velloso da Silveira (Clube do
Trabalhador), localizada na cidade de Campina Grande PB, projetada pelo arquiteto Tertuliano Dionísio da Silva,
chamado de “Arquiteto do Centenário”.

01

período da política de desenvolvimento de Kubitschek e da repercussão de Brasília por todo o país 02 . intensa utilização do ferro nas construções. utilização de formas simples. geométricas e desprovidas de ornamentações. esta arquitetura se caracteriza pela busca por racionalismo e funcionalismo em seus projetos.INTRODUÇÃO A arquitetura moderna surge em paralelo à revolução industrial. Sendo um movimento que busca romper com todos os padrões anteriores existentes. Foi no ano de 1950 que a arquitetura moderna surgiu na cidade de Campina Grande. além das inúmeras possibilidades inéditas de criação que os materiais como aço e concreto armado concedem aos arquitetos. quando a cidade se apresentava como o município mais dinâmico do estado e passava a adquirir importância significativa no cenário regional por se destacar como um centro industrial em franca ascensão. uso de pilotis. fachadas com esquadrias em fita. além da integração da arquitetura com o entorno e com as outras artes plásticas. O movimento modernista atingindo seu auge de disseminação na cidade na década de 1960. separação entre estrutura e vedação. materiais como aço. quando aparecem inovações técnicas.

os quais se interligam por passarelas 03 . momento de acelerado desenvolvimento da cidade. foi projetado pelo arquiteto pernambucano Tertuliano Dionísio da Silva em 1962. Sua atual configuração consta da integração de volumes distintos.OBRA O Centro de Atividades Aprígio Velloso da Silveira. que atuou no projeto de reforma e ampliação do clube preservando suas características iniciais e chegando assim a um ponto de equilíbrio nas intervenções. sendo este inaugurado em 1964. conhecido popularmente como “Clube do Trabalhador”. O mesmo passou por uma série de reformas e acréscimos para atender as novas necessidades do clube. Foi no início da década de 1980 que a maior parte dessas reformas foram executadas pelo arquiteto carioca Cydno da Silveira.

quando aqui estava a trabalho no ano de 1983. obtermos mais informações sobre o mesmo. não sendo possível. O arquiteto faleceu aos 52 anos de idade. a antiga sede do Fórum Afonso Campos.O ARQUITETO Tertuliano Dionísio da Silva. na Av. pelas formas arrojadas. Floriano Peixoto. sendo responsável por várias obras de caráter modernistas. então. infelizmente. chamado de “Arquiteto do Centenário”. a Escola Normal Padre Emídio Viana Correia. 04 . Brasília. como o monumento “Os Pioneiros”. na Av. Suas obras se destacam. atuou intensamente em Campina Grande. em Campina Grande. e alguns blocos do Campus da UFCG.

br/2010/05/memoria-tertuliano-dionisio-da-silva.html#.blogspot.Vlnvt3arTIU Arquiteto Tertuliano Dionísio 05 .com.FOTO: Tertuliano Dionísio da Silva http://cgretalhos.

Croqui do arquiteto 06 .

Bairro da Prata. sendo este um dos bairros mais antigos de Campina Grande e possuindo grande destaque por ali abrigar a “Feira da Prata”.LOCALIZAÇÃO O Centro de Atividades Aprígio Velloso da Silveira está localizado na Rua Dom Pedro II. na cidade de Campina Grande. 07 . O mesmo está perdendo seu caráter residencial devido a quantidade de centros médicos e comerciais que atualmente estão se instalando na região.

08 .

09 . os quais são interligados por passarelas.IMPLANTAÇÃO A obra aqui estudada consta de volumes distintos dispostos ao longo de todo o lote de aproximadamente 89m x 82m. Sendo possível ainda notar que há a presença de recuos laterais. frontal e posterior.

Implantação no terreno 10 .

Ginásio 4 .Administração 8 .Área de apoio para a piscina 7 .Piscina criança 5 .Quadra 3 .1 2 3 4 5 7 6 8 1 Legenda: 1 .Entrada 2 .Piscina adulto 6 .Auditório/Nova academia 11 .

amparado pela criação do seu Distrito Industrial (1963). A edificação passou por uma série de reformas e acréscimos para atender as novas demandas do clube. preservando as características principais das edificações originais. 12 .TRAMAS ORDENADAS O clube do trabalhador é um exemplo claro da aplicação dos conceitos da arquitetura moderna na cidade de Campina Grande. em um momento de acelerado desenvolvimento da cidade. no bloco administrativo.A obra modernismo era então um símbolo que expressava a eficiência e as vantagens que a nova economia industrial traria para os campinenses.”. que inclui o painel do artista pernambucano Lula Ayres. inaugurado em 1962. boa parte delas projetada no início da década de 1980 pelo arquiteto Cydno da Silveira.

13 .

tendo engastados arcos metálicos vazados. Com exceção da entrada principal. marcando a fachada. a qual é formada originalmente por uma casca também arquejada de concreto armado. que vencem grandes vãos e dão sustentação à coberta do mesmo.ESTRUTURA Os volumes possuem estrutura independente. A estrutura dos demais volumes consiste no sistema de pilar e viga de concreto. No ginásio há a presença de grandes pilares curvos de concreto armado. 14 . que proporcionam maior dinamicidade às diversas formas de divisão dos espaços internos dos blocos.

15 .

16 .

17 .

18 .

é o espaço aberto aos usuários que praticam atividades físicas. A área da piscina é destinada ao lazer e atividades física. um espaço de apoio que pode ser usado pra eventos. Próximo ao ginásio há ainda a existência de um salão de festas. por ali se apresentar. também.DISTRIBUIÇÃO DO PROGRAMA EM PANTA . em planta. além de compreender. As atividades e usos exercidas em cada ambiente são bem distribuídas e apresentadas na planta da edificação e ao longo de seus volumes. por abrigar a academia de ginástica. 19 . diversas salas que hoje são utilizadas por membros da administração do clube. O volume horizontal apresenta caráter administrativo. Já o volume vertical.

Planta baixa 20 .

Planta baixa pavimento térreo 21 .

Planta baixa da academia 22 .

Zoneamento de usos 23 .

No ginásio há a presença de grandes pilares curvos de concreto armado. que vencem grandes vãos e dão sustentação à coberta do mesmo. a qual é formada originalmente por uma casca também arquejada de concreto armado. A estrutura dos demais volumes consiste no sistema de pilar e viga de concreto. tendo engastados arcos metálicos vazados. 24 . marcando a fachada. Com exceção da entrada principal. que proporcionam maior dinamicidade às diversas formas de divisão dos espaços internos dos blocos.SECÇÃO CONSTRUTIVA Os volumes possuem estrutura independente.

Corte AA Corte BB 25 .

Corte CC Corte DD Corte EE 26 .

Corte EE 27 .

marcando a fachada. No ginásio há a presença de grandes pilares curvos de concreto armado. tendo engastados arcos metálicos vazados. que proporcionam maior dinamicidade às diversas formas de divisão dos espaços internos dos blocos. A estrutura dos demais volumes consiste no sistema de pilar e viga de concreto.VOLUMETRIA Os volumes possuem estrutura independente. a qual é formada originalmente por uma casca também arquejada de concreto armado. Com exceção da entrada principal. que vencem grandes vãos e dão sustentação à coberta do mesmo. 28 .

29 .

30 .

31 .

32 .

ambos com a presença do elemento platibanda escondendo o telhado 33 .COBERTURA A cobertura de ambos os volumes são feitas por telhas de fibrocimento. com caimento para as duas laterais do bloco. Na quadra. duas. variando. e várias águas (no caso do bloco de apoio à piscina). na quantidade de águas que possuem. então. Já nos demais blocos. a cobertura caracteriza-se por ser curvada. há a variação entre uma.

34 .

No ginásio há a presença de grande arcos em aço em treliça em conjuntos de pilares e detalhes em cobogos em tons terrais evidenciam a obra. composta também de esquadrias em aço e vidro a transparências integra ambientes internos e externos. 35 .FACHADAS A fachada principal contem um painel em mosaico valorizando trabalhos do artista pernambucano Lula Ayres e tanto modernidade a edificação.

36 .

37 .

38 .

39 .

em sua maioria são em vidro fumê no tom de cinza.ESQUADRIAS As esquadrias da edificação em estudo. Ambas caracterizando a horizontalidade e transparência das construções modernistas. Portas largas de correr que proporcionam a integração entre interior e exterior. janelas do tipo basculhantes em vidro. tendo a finalidade de fazer barreira para os usuários dos prédios. Janelas fixas largas. luminosidade do sol e intempéries diante de aberturas nas fachadas 40 . e outras vedadas com persianas. também no mesmo material que as portas. Encontram-se ainda no projeto.

respectivamente 41 .Porta e janela em vidro.

Janelas em vidro 42 .

Janelas vedadas com persianas 43 .

que permitem vencer vãos regulares.TECTONICIDADE O clube tem destaque para suas paredes revestidas por blocos de pedra porosa. o revestimento da parede da administração revestida por um painel. com acabamentos em chapas de aço vermelhas. Essa vedação ligada diretamente as condicionantes bioclimáticas. os brises metálicos mantem a cor pura do alumino utilizado. reboco de cimento. são pintadas com tinta fosca preta e fechadas por panos de vidro. e principalmente. feito através da técnica de vitrificação. as esquadrias originais. esta apoiada em pilares de concreto armado. por panos de cobógo. brises móveis de alumínio. de cantoneira. 44 . Apenas as paredes rebocadas são pintadas com uma tinta bege fosca.

Revestimento em blocos de pedra porosa 45 .

pintadas em bege 46 .paredes revestidas cm reboco de cimento.

Planos em cobogós 47 .

Brise móveis de alumínio com acabamentos em chapa metálica vermelha 48 .

Painel em vitrificação de Luiz Gonzaga Cardoso Ayres 49 .

br/patrimoniocg/biblioteca_site_probex/FREIR E. http://www.%202010.coladaweb.%20Adriana.pdf (Acessado em 16/11/2015) http://cgretalhos.hidro.com.edu.com/artes/arquitetura/arquiteturamoderna(Acessado em 16/11/2015) http://www.%20Difus_o%20da%20Arquitetura%20Moderna%20em %20Campina%20Grande%20(PB).br/reportagens/arquitetura/moderna.ufcg.br/seminario%208%20pdfs/085.http://www.educacional.com/modernismo1/ em 16/11/2015 (Acessado .pdf (Acessado em 16/11/2015) REFERÊNCIAS .blogspot.html#.com.VknteXarTIV (Acessado em 16/11/2015 http://www.docomomo.org.asp (Acessado em 16/11/2015) https://discutindoarquitetura.wordpress.br/2010/05/memoria-tertuliano-dionisioda-silva.