You are on page 1of 5

Conhecimento Prático Filosofia

1 de 5

http://filosofia.uol.com.br/filosofia/ideologia-sabedoria/25/imprime17...

Idéias

Sócrates: o primeiro terapeuta
A atividade filosófica do pensador tinha como objetivo o cuidado com a alma e a busca pelo
autoconhecimento.
Por João Ibaixe Jr.*

A partir do século 5, em razão de situações de mudanças
sociopolíticas ocorridas na Grécia, incluindo-se as Guerras
Médicas (dos gregos contra os persas) e do Peloponeso
(de Esparta contra Atenas), o foco da Filosofia acabou por
voltar-se a Atenas, cujo formato das dimensões política,
financeira, educacional e social encontrava- se melhor
estruturado. Foi o período alto da chamada democracia
ateniense, que tinha à frente a figura de Péricles e a
herança de idealismo dos textos legais deixados
principalmente por Sólon. Dentre o ideário que se construía
e, ao mesmo tempo, renovava-se, fez-se presente o valor
da educação, considerada como formação cívica, ou seja,
como meio de edificação do homem inserido no ambiente
da cidade.
Todas estas turbulências no seio urbano, que geraram
fatos sociais novos, acompanhados de outros anseios,
desejos e perspectivas individuais, alteraram o
comportamento da vida ativa dos cidadãos e, via de
consequência, modificaram a própria atividade contemplativa em seu modo de ser. Com efeito, além do deslocamento
geográfico, nasceu um novo foco nas investigações, havendo maior preocupação com temas e assuntos voltados para o
homem. Ocorreu inflexão da pergunta filosófica, antes ocupada da physis e agora dirigida para o universo humano.
Passou-se, assim, da pesquisa da natureza para a da política, e esta fez-se
acompanhar de maior interesse na indagação sobre o indivíduo e sua relação com a
comunidade que o cerca e na qual ele está inserido. Concentraram-se os olhares
para as dimensões do viver prático, do cotidiano, das relações ocorridas dia a dia
pelas quais o cidadão sofre e produz efeitos no espaço urbano que ocupa. O ponto
central era o questionamento sobre a política e a ética, tendo por eixo a eudaimonia

Ágora
Fórum público ateniense, onde se reuniam os
cidadãos para realizar seus negócios e outras
atividades. Era um espaço onde havia muitas
feiras livres, mercados e, principalmente,

(felicidade), dimensões básicas da filosofia prática.
É neste período que se dá a existência de Sócrates, cujo nascimento ocorreu
provavelmente no ano de 469 a.C. Filho de um escultor chamado Sofronisco e de
uma parteira, Fenarete, teve vida moderada, embora tivesse alguns recursos, e
jamais saiu de Atenas, salvo em viagens de campanhas militares, nas quais
reconhecidamente lutou com bravura e denodo em defesa de seus companheiros e
de sua cidade. Teve filhos e foi casado, ao que parece, em segundas núpcias com
Xantipa, considerada mulher bastante geniosa, o que, segundo dito pelo próprio
Sócrates, teria colaborado muito na construção de sua postura filosófica. Também
ao que parece, cuidava muito de sua saúde e do corpo, por meio de atividades

24/7/2010 14:14

enfim. Durante toda sua existência. as quais permaneceram no espírito grego posterior de forma indelével como irreversíveis e de constante referência. mas atentos a outros aspectos como se verá a seguir. Sócrates foi o autor Importante sofista da Grécia. mas chega a conclusões falsas. por essa perspectiva.com. seus acusadores foram punidos pela falsidade de suas acusações e foi erguida em homenagem ao filósofo uma estátua nas proximidades do centro de Atenas. 24/7/2010 14:14 . Discípulo de Arquelau (que.br/filosofia/ideologia-sabedoria/25/imprime17. seus ideais. o qual realiza. Todavia. Sofistas http://filosofia. nunca escreveu nada.e isto é pacífico e explícito . muitas vezes são discordantes e até mesmo opostos. que perdura até encontrar o ser do indivíduo em todas suas dimensões. ao preservar apenas aspectos formais da argumentação e guardar aparência de perfeição.. sendo até mesmo ironizado por isto. suas concepções.uol. normalmente por má-fé. nota-se à evidência que a literatura filosófica modificou-se. físicas comuns à época. a não ser no fim da vida. pode-se verificar o peso decisivo do filósofo na elaboração e desenvolvimento da tradição grega posterior.Conhecimento Prático Filosofia 2 de 5 prédios públicos.foram todas elas trazidas Protágoras ao ambiente filosófico pelo modelo socrático de pesquisa. mais profundo subjetivismo. para o filósofo. cuja frase "o inegável de outro modo de apresentação. o local era celeiro de discussões políticas e de cidadania.C. quando se analisam as fontes. enfoque e destinação das perguntas sobre homem é a medida de todas as coisas" o pensar e o conhecer. pública ou na Ágora. Seus pensamentos são divulgados por testemunhos. apesar de ser fisionomicamente muito feio. O pensamento de Sócrates é passível de reconstrução por sua conjuntura e. A questão das fontes Bastante divulgado é o fato de Sócrates nada ter escrito e terem seus ensinamentos sido transmitidos pela "oralidade dialética". os quais. o era de Anaximandro). sendo objeto de subsequentes. ao que consta. porque alcançou o fundo do problema que é. pois qualifica como significado principal o autor de sofismas. fato o qual ele não dava qualquer relevância. de textos filosóficos e seus ensinamentos eram transmitidos oralmente aos seus discípulos e outros cidadãos com os quais conversava em praça A expressão "sofista" hoje apresenta características pejorativas. sempre foi bem considerado. como acima mencionado. contemporâneos dele e também preocupados com a questão humana. Pouco tempo depois da morte de Sócrates. ocorrida em 399 a. mas sim de examinar o critério que pode ser definido como "a perspectiva do antes e do depois de Sócrates". dando valor especial à dança. nisto superando os então os dias atuais. passando ele a ser considerado um de seus filhos mais profícuos e valorosos. por sua vez. questionamento sobre o homem e deu a ele tonalidades permanentes quanto à forma possibilitando do mais amplo relativismo ao e método de indagação. Com efeito. chamados sofistas. suas convicções. alterando para sempre a cultura e a postura dos pensadores tomou fama atemporal. Símbolo da democracia. raciocínios com premissas verdadeiras. Sendo um homem de seu tempo.. por distorções das regras lógicas. registrando uma série de novidades de alcance bastante considerável. Sócrates viveu e morreu conforme e por causa de suas aspirações. quando foi acusado de corrupção da juventude e condenado à morte por isso. Tais novidades .. um ponto é fundamental e os estudos modernos demonstram isto: a pesquisa socrática não trata de estabelecer fontes confiáveis ou combinações ecléticas. Sócrates acompanhou o numerosas e inesgotáveis interpretações.

como não importa mais a physis. portanto. a efetiva e única via da verdade real: saber-se que nada se sabe. Pensar é a síntese de toda atividade humana e. assim. ação puramente humana. sem a certeza de algum dia alcançá-la. por sua vez. Sócrates era o inimigo número um dos sofistas e foram estes os arquitetos de sua acusação e morte. como disse Protágoras. bem ao contrário de atualmente. "possuidor de saber". era algo absolutamente positivo. porque não puderam suportar a essência da humildade socrática. ao mesmo tempo. pois trabalhava pelo amor consciente e racional. porém. justamente a matéria que os sofistas melhor dominavam. "o homem é a medida de todas as coisas". que ficou Sofistas. o conteúdo semântico era totalmente outro. contemporâneos dele..br/filosofia/ideologia-sabedoria/25/imprime17. Os Sofistas Não se pode falar de Sócrates sem antes se referir a um grupo de pensadores. realiza-se na comunidade e. Na Antiguidade. mas pelo prazer recôndito de. a verdade é tudo aquilo que é falado. a qual. Aparentavam os sofistas ser o que jamais foram nem nunca seriam. atividade que era trabalhosa e remunerada. desde que o falar siga as regras do discurso retoricamente perfeito. "especialista em saber". seja como tese ou antítese.Conhecimento Prático Filosofia 3 de 5 http://filosofia. porque destes só tinham a aparência e não o conteúdo real. Falar livremente todo o pensado é o gesto político mais importante. aproximar-se mais e mais do conhecimento de si mesmo. O sentido original do termo conhecido como traduzia o significado de "sábio". portanto. logo. porque importava apenas o "dizer bem" (eu leguéin). a cada passo. é ser. porque o falado é pensado e. na constante e eterna busca da sabedoria. Fulcro de toda a questão é o fato dos sofistas pretenderem saber e ensinar tudo e certamente qualquer coisa. não por pecúnia.. Para o sofista.uol.com. desenvolve e fortalece a democracia. Sócrates acabava por saber mais que os sofistas. sob qualquer ângulo. mas eficaz. Ao ter ciência de que nada sabia. apaixonado e sentimental. mas a eudaimonia e esta é referente ao homem. porque configura a mais alta expressão da sabedoria. o pensamento falado é o ápice da felicidade. porque não eram movidos pelo exclusivo ideal do filósofo: o amor incondicional à sabedoria. Os sofistas não eram considerados por Sócrates como filósofos. A sofística move-se num âmbito meramente retórico. < 24/7/2010 14:14 .

de um discurso construído para convencer. a psique terapeutiké. como que lapidados para o encontro da verdade. aretés. esta preocupação havia sido abandonada pelos sofistas. vão sendo "desenhados". a qual deixa a esfera do discurso e retorna para o ambiente do ser. a Filosofia volta a ocupar-se do ser essencial das coisas. Argumentos bem construídos e a pesquisa sobre a natureza dão lugar a questões sobre como ocorre a formação humana e seu comportamento consigo mesmo e com os demais. a investigação da alma humana. logo. Denominava-se "maiêutica". oposição de ideias. Enquanto cuida da alma. porém. o deslocamento da problemática filosófica da pesquisa da natureza para a investigação sobre o homem. que é sua alma (psykhé). é o homem mais sábio do mundo. O método de Sócrates seria vazio se ele não tivesse. à qual retrucou o pensador ser aquele que nada sabia.. Sócrates modifica todo pensar grego e introduz uma problemática. que. sempre conservou a humildade ao seu lado abraçada à ciência sobre a limitação da condição humana. A virtude caminha junto do conhecimento. Nunca. que se estenderá até o fim da Antiguidade. o discurso dialógico é superado e abandonado. mas antes parte de um diálogo.br/filosofia/ideologia-sabedoria/25/imprime17. Cuidar da alma é conhecer-se a si mesmo e é o máximo conhecimento que o homem pode alcançar. A dialética socrática retoma a preocupação com o homem no âmbito de sua formação e não de seu convencimento. assim. aquilo para qual ele nasceu propriamente. pois envolve a compreensão da interioridade. via de consequência. até chegar-se a um ponto definitivo que era aceito por ter sido totalmente trabalhado ou refutado por ser inaceitavelmente absurdo. a essência do ser humano. Para dizer melhor. porque assim ele descobre sua efetiva natureza. restando apenas a verdade alcançada sobre aquilo que se discutiu. mas sim sobre a consciência de não saber. vale dizer. pois sua atividade filosófica visava justamente ao constante cuidado da alma ou à contínua terapia da alma. a expressão equivalente de virtude em grego. tomando forma pelo próprio conflito de opostos. como acima mencionado. significando a arte da parteira (maieutikhé tekhné). Virtuoso é o homem que busca o conhecimento.Conhecimento Prático Filosofia 4 de 5 http://filosofia. que é o próprio ser humano. elemento novo como pergunta filosófica e também novo como percurso das investigações. Somente com Sócrates é que a reflexão sobre o ser do homem. tendo apenas convicção de sua ignorância. sua preocupação é muito mais acurada. Com esta perspectiva. porque a alma seria a essência do ser humano.uol. passa a questionar todos os seus concidadãos e contemporâneos que com ele cruzam sobre as coisas que ele ignora. O método socrático era o da indagação. pois não faz uso da retórica como arte argumentativa. por meio da incessante busca do conhecimento. cuja mensagem "conhece-te a ti mesmo" (gnothi seauton) fornece o eixo do pensamento socrático. o que vem à tona é o fato de ninguém efetivamente nada saber. uma metáfora para a técnica ou arte de fazer dar à luz os conhecimentos que nasciam na mente dos que com ele dialogavam. Há uma união entre método e objeto de pesquisa. mas algo que se constrói e se desenvolve mediante o constante cuidado da alma em conhecer-se a si mesma.. que não é sobre o tema específico. todavia. Contudo. Ao contrário. É por isto que se fala que seu método é de ordem ética e educativa e somente em segundo plano é lógico e gnosiológico. Na questão do método. Diante disto. Sócrates é o primeiro pensador a ocupar-se da alma. como ponto central de suas investigações. por sua vez. que é "constante atualização para o melhor". O ponto de partida é a inscrição no Templo de Delfos. confrontando-se. dualidade de discursos que. virtude. pode-se arriscar classificar Sócrates como o primeiro psicoterapeuta. Sócrates. Com este modelo de perguntas e respostas. seguia-se nova pergunta. que abrangesse todos os casos análogos. Ao fim. A virtude para Sócrates não é algo estático que se tem ou não. sendo o limite possível daquele tema. Com Sócrates. 24/7/2010 14:14 . ou do cuidado da alma (psykhé epimeleias). a partir de casos concretos e individuais. objetivava a felicidade humana a se realizar sempre no espaço político. torna-se sua definição universal (lembre-se de que definir é limitar o universo de uma coisa) e também sua essência (aquilo que a coisa é).com. todos desconhecem a respectiva ignorância. aproveitando a resposta oferecida. o ser humano. Em visita ao local. o homem adquire conhecimento e. Sócrates se arvorou na condição de sábio. ou seja. Sócrates ouviu do oráculo a informação de que ele era o homem mais sábio da Grécia. A partir daí. Isto exigia um percurso indutivo. A doutrina socrática A primeira contribuição de Sócrates é. também Sócrates se impõe contra os sofistas. a alma. A virtude socrática é a constante busca do conhecimento. assume seu significado mais apropriado. por possuí-la. até se alcançar uma definição universal. à qual. Ninguém a tem. toma importância. a qual.

uol..com. Análise. *João Ibaixe Jr.Conhecimento Prático Filosofia 5 de 5 http://filosofia.. advogado e colunista da revista eletrônica Última Instância. Informação e Sistemas da área de Filosofia do Direito do programa de pós-graduação da PUC-SP/CNPq.br/filosofia/ideologia-sabedoria/25/imprime17. escritor. Preside o Instituto Cultural Antonio Ibaixe e edita os blogs Palavras Transgredidas e Por Dentro da Lei . é professor.um espaço para construção da consciência de cidadania 24/7/2010 14:14 . Coordenador do Grupo de Estudos em Direito.