Introdução

A teoria de Buracos de minhoca (Wormholes) é bastante popular atualmente
entre os amantes de ciência e as obras de ficção cientifica, pois tal permite a viagem
no tempo, ideia que é bastante explorada nas obras de ficção, mas na vida real é
algo muito teorizado pelos cientistas e anseia por resultados comprovados.
Buracos de minhoca são furos no “tecido” da realidade, a qual pertence nosso
universo, que sobressai às dimensões e permite que algo ou alguém, dependendo
de diversos fatores, viaje para outro local no espaço pulando sua distância real,
como se fosse um atalho fora da realidade, e possivelmente no tempo também.
A teoria dos buracos de minhoca é muito aceita pelos cientistas, mas é algo
que apenas cria novas teorias e sem poder trazer a tona para nossa realidade,
devido a ainda não termos como testar e comprovar se de fato existem ou não, fica
limitada apenas na imaginação e na formulação de outras teorias.
2 Base para a teoria de buracos de minhoca
A ideia de Wormholes foi desenvolvida pelos físicos Albert Einstein e Nathan
Rosen, com base na teoria geral da relatividade, formulada por Einstein. Para
melhor entender as Wormholes, precisa compreender um pouco sobre a teoria da
relatividade.
A teoria da relatividade é a base de toda a física moderna, foi publicada em
1905 por Einstein. Ela substitui os conceitos independentes de espaço e tempo da
Teoria de Newton pela ideia de espaço-tempo como uma entidade geométrica
unificada. O espaço-tempo na relatividade especial consiste de
uma variedade diferenciável de quatro dimensões, três espaciais e uma temporal
(a quarta dimensão).
Dez anos depois da publicação da teoria da relatividade especial (é dado o
termo especial pois é usado como caso particular em que os efeitos da gravidade
são ignorados) Einstein publicou a Teoria Geral da Relatividade, que é a versão mais
ampla da teoria, em que os efeitos da gravitação são integrados, surgindo a noção
de espaço-tempo curvo. A teoria Geral defende que toda massa curva o espaçotempo, esta é a base para a ideia de buracos de minhoca.

3 Buracos de minhoca

Como já dito antes. através de um flash. como o de um caderno. seres humanos) do começo (eu bebê) ao final da existência (eu velhinho). uma série de variáveis define o que seremos no instante seguinte. . O astrofísico Andrew Hamilton explicou como seria uma viagem num buraco de minhoca. chamada de buraco branco. agora imagine que cada ponto desses é uma galáxia diferente. ainda seria possível. você conter uma imagem com todas as informações do seu passado. que nada mais é que a mesma versão do buraco negro. no mesmo verso do papel. Se movendo por esse buraco branco. Lembramos que na teoria da relatividade o espaço-tempo consiste de quatro dimensões. você sairia do passado e cairia no futuro. por isso não podemos voltar ou avançar no tempo para ver nossos "eus" passados e futuros. um caminho além do “tecido” da realidade. ocasionando em uma espécie de aceleração para trás. a cada momento.Imagine um papel normal. Leia um conceito da quarta dimensão publicado no artigo “Quantas dimensões a física conhece?” por Victor Bianchin e Marina Motomura: A quarta dimensão é a duração ou o tempo. o que proporcionaria que você chegasse no outro ponto com o tempo diferente do qual você entrou. (Explicação citada no filme de ficção cientifica Interestelar). Ela é a linha que leva cada ser quadrimensional (como nós. possibilitando uma viagem de volta. você sai pela outra extremidade. "eu pirata" e "eu palhaço"). o tempo. de acordo com ele. então com a caneta se faz um furo no papel atravessando esses dois pontos. seria mais ou menos assim: Você adentraria por um buraco negro e sai diretamente por um buraco de minhoca. uma ligação entre dois lugares. isso seria um buraco de minhoca. agora imagine esse papel dobrando no meio de modo que os dois pontos se toquem. Dessa forma. mas também proporciona a viagem no tempo. Na quarta dimensão. mas invertido. e a reta entre os pontos é a rota de viagem de uma nave. Após. essa viagem ia demorar muitos anos-luz para ser concluída. Wormholes não só permitem viagens imediatas de um local para outro. com uma caneta é feito um ponto em uma extremidade e outro ponto na extremidade oposta. que tornaria a viagem muito mais rápida. que proporcionaria a mudança do fluxo espacial. A conexão feita pelos buracos de minhoca “atravessam” as dimensões de espaço e proporciona uma possível ligação com a quarta dimensão. três espaciais e uma temporal. Nós não percebemos essa dimensão. então é feito uma reta que liga os dois pontos. A versão que fica (o eu "normal") é apenas uma entre infinitas que poderiam rolar (como o "eu viking".

ou naturais. além disso. aparecem e desaparecem rapidamente ao nosso redor. que conecta de uma forma insana o passado e o futuro. O método apresentado por Davies é um método bem “realístico” de viajem no tempo. devemos primeiro adquirir dois buracos de minhocas e estabiliza-los. quanto mais próximo da velocidade da luz o objeto estiver. teorias também afirmam que buracos de minhoca subatômicos. que terá uma velocidade “normal”. mas ainda não se sabe por qual razão). mas além das teorias que visam esses tipos de viajem. pois de acordo com a teoria da relatividade. uma estrela que possui uma imensa densidade e campo gravitacional muito forte.Mas se de fato existir buracos de minhoca. ele vai estar muito rápido e em um fluxo temporal diferente do que o que está orbitando a Terra. assim os buracos de minhoca não estariam apenas separados no espaço. Um exemplo de paradoxo é o de Bootstrap. O próximo passo seria separar as aberturas dos buracos. De acordo com Davies. não muito rápida (sabe-se que isso de fato acontece. há também os paradoxos. como cria-los? De acordo com algumas teorias.1 Viagens no tempo O físico e escritor Paul Davies formulou uma maneira de viajar no tempo com buracos de minhoca. levando em consideração as teorias que tornam isso possível. devido a sua imensa gravidade. O paradoxo de Bootstrap afirma que informações ou objetos podem existir sem ter sido criados. ou seja. como herança do Big Bang. que meio dão uma “expressão” de que é impossível viajar no tempo. Considerações Finais . por exemplo. ele aproximou bastante da nossa visão de realidade. Após informações ou um objeto ser enviado de volta no tempo. colocar um na orbita da Terra. ele é recuperado no presente e torna-se o próprio objeto ou informação que foi inicialmente levado de volta no tempo em primeiro lugar. 3. Com uma infusão de energia negativa. pode ser que buracos de minhoca de grande porte existam no espaço profundo. mais devagar o tempo passará para ele. produzida por meios quânticos como o chamado efeito Casimir (nome dado a um tipo de força de atração) estabilizaria o buraco de minhoca e permitiria a passagem segura de um sinal ou objeto. e o outro orbitando uma estrela de Nêutrons. para o buraco que estiver orbitando a estrela de Nêutrons. mas também no tempo.

manipulá-los e usá-los. um transporte bem mais atraente que supera as dimensões e pode nos proporcionar uma viajem entre o que já aconteceu e o que vai acontecer. Mesmo que possamos comprovar de fato sua existência. Só nos resta então estudar a teoria com os recursos que temos. aonde ir primeiro? Referências . Com os buracos de minhoca podemos ter todo o universo no outro lado da porta. Se conseguirmos tal proeza. que é a mais aceita e dada como oficial para os nossos estudos. mas até então nenhum foi descoberto. através da manipulação das dimensões. revolucionaria as comunicações. entre diversas outras coisas. facilitaria bastante a exploração universal. qualquer lugar no tempo e no espaço. de fato facilitaria diversas coisas em nossas vidas. estabilizá-los. a humanidade passará por mais uma revolução tecnológica extrema. ainda careceríamos de tecnologia para melhor estudá-los. buracos de minhoca realmente existem. aproveitar a ideia em obras de ficção cientifica e ter a esperança de que um transporte rápido mais eficiente que a própria velocidade da luz existe.De acordo com a teoria da relatividade. visto que o beneficio proposto pelo fenômeno superaria até a velocidade da luz. Se um dia conseguirmos isso. coisa que é impossível agora com o que temos. e ainda não temos recursos suficientes para tirar conclusões exatas deste fenômeno que permite o deslocamento imediato entre lugares distantes e até viagem no tempo. seriam abertas novas portas que nos levariam a outros descobrimentos.

com.html https://pt.colegioweb.http://www.wikipedia.com/buraco-de-minhoca-como-fazer/ http://www2.com.abril.br/sciam/reportagens/como_construir_uma_maquina_do_t empo_4.megacurioso.htm http://mundoestranho.org/wiki/Efeito_Casimir https://pt.com.wikipedia.com.org/wiki/Paradoxo_de_bootstrap .html https://pt.br/materia/quantas-dimensoes-a-fisica-conhece http://hypescience.wikipedia.br/fisica-e-quimica/44478-viagem-no-tempo-porum-buraco-de-minhoca-seria-possivel-mas-so-para-fotons.uol.br/fisica/o-que-e-buraco-de-minhoca.org/wiki/Teoria_da_relatividade http://www.