You are on page 1of 18

LISTA 3A

Conceitos importantes:
4) As diversas medidas do produto: interno/nacional,

1) Definição de produto

bruto/líquido, a custo de fatores/a preços de mercado

2) Fluxo circular da renda
3) As três óticas de mensuração: as óticas da
produção, da renda e da despesa

ANOTAÇÕES

Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia

1

e subtraindo-se o que os residentes de outros países enviaram para suas terras (renda enviada ao exterior). independentemente do local onde a renda foi obtida. logo a Renda Líquida Enviada ao Exterior seria negativa sinalizando um recebimento e não o envio. Nele. residente ou não. seja por residentes deste território em todo o planeta (Produto Nacional). por sua vez. ou seja. Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 2 . lucros. as empresas precisam dos fatores de produção disponibilizados pelas famílias. Explique as diferenças entre: a) Produto Interno e Produto Nacional: O Produto Interno mensura toda a produção de bens ou serviços finais dentro de um território em determinado período de tempo. enviamse mais rendas do que se recebe. seja dentro do território nacional ou não. Em que consiste o fluxo circular da renda? O fluxo circular da renda é um diagrama que simplifica as relações básicas da economia e ilustra a igualdade entre produto. Países com muitas empresas multinacionais atuando fora. ou que emprestam muito dinheiro a devedores no exterior geralmente recebem mais do que enviam. Para produzir estes bens e serviços (ótica do produto). Qual a definição de produto? Produto é a mensuração de bens e serviços produzidos num determinado período de tempo. As famílias possuem demanda por estes. seja dentro de um determinado território (Produto Interno). 3. possuem os fatores de produção (terra. as famílias ofertam estes fatores em troca da sua remuneração (salários. as empresas possuem insumos que possibilitam a produção dos bens e serviços. Já o Produto Nacional diz respeito a tudo aquilo produzido por residentes de um lugar num determinado período de tempo. tudo o que resultar do seu uso será computado. que são transacionados no mercado de bens e serviços. renda e despesa.FIXAÇÃO CONCEITUAL 1. pois no caso brasileiro. desde que a renda obtida seja enviada para o território natal (renda recebida do exterior). em troca do consumo (despesas) das famílias – ótica do dispêndio. constituindo-se assim o mercado de fatores de produção. aluguéis e juros) – a ótica da renda. não importa quem seja o proprietário dos fatores de produção empregados. 2. e estas. capital e trabalho). Sendo a característica determinante o território. PI – Renda Líquida Enviada ao Exterior (Renda Enviada ao Exterior – Renda Recebida do Exterior) = PN Obs: Geralmente fala-se em Renda Líquida Enviada ao Exterior.Empresas disponibilizam bens e serviços no mercado para o consumo das famílias. Com esses fatores. tradicionalmente.

o Produto Líquido desconta esse desgaste e a obsolescência das máquinas ocorridas ao longo do tempo. ou seja. ou seja. Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 3 . Elas são utilizadas muitas vezes por vários anos e se desgastam por causa disso (esse processo é semelhante à perda de valor que um carro sofre ao longo do tempo – um carro mais velho. mais desgastado não tem a mesma capacidade de produção que um novo). que não estão incluídos nessa remuneração. de modo a garantir o cômputo do que foi produzido no país.b) Produto Bruto e Produto Líquido: Durante o processo produtivo. devem-se somar as exportações líquidas (exportações-importações). além do investimento bruto realizado. 4. afinal é como se eles representassem um custo de produção. os bens de capitais. logo: Além disso. como nos gastos de consumo estão inclusos os produtos importados e excluídos os exportados. encontra-se o Produto Líquido – para calcular o produto bruto à equação acima é preciso somar os valores referentes à depreciação. as máquinas envolvidas no processo não são consumidas imediatamente durante a produção. no computo do produto bruto. Uma característica importante a ser denotada é que. apenas. c) Ótica da Despesa: calcula o produto a partir dos gastos realizados numa sociedade. Quais as três óticas de mensuração do PIB? Como explicar as possíveis divergências entre seus resultados? As três óticas de mensuração do PIB são: a) Ótica do Produto: há três formas i) Pela soma dos bens finais: ∑ ii) iii) ∑ b) Ótica da Renda: Chamamos de rendas as remunerações dos fatores de produção. calculando-se pela ótica da renda. PB – Depreciação = PL c) Produto a custo de fatores e Produto a preço de mercado. o capital e a terra. Esses são o trabalho. Assim. sejam eles privados ou do governo. somam-se também os gastos com depreciação.

sempre que empregada. considere que a sigla PIB. b) Devido à grande presença de empresas multinacionais na região. julgue os itens que se seguem. Isso ocorre quando há a interferência governamental no mercado. é possível que o PIB do estado do Amazonas seja superior ao produto nacional bruto. esse valor diverso constitui o PIB a preços de mercado. ao analisarmos tendo em vista a atividade dos consumidor. tem-se que: EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 1: Produto interno bruto: valor de mercado de todos os bens e serviços finais produzidos em uma unidade territorial em um determinado período de tempo. 1. se refere a produto interno bruto. temos incluídos os impostos taxados pelo governo e excluídos os gastos abatidos pelos subsídios do governo à produção. CESPE – Banco da Amazônia (adaptada): A macroeconomia dedica-se ao estudo. medida e observação de uma economia regional. No entanto. F – O PIB de determinada região é dado pelo valor de mercado de toda a produção de bens e serviços de determinada região em determinado período de tempo – ou seja. divergências em seus resultados podem surgir. Como pode ser denotado no exemplo anterior. Portanto. Com relação a esse assunto. a da região Norte do Brasil.Onde: C: Consumo Privado G: Gastos do Governo I: Investimento Bruto Doméstico (X-M): Exportações Líquidas de bens e serviços Fazendo o cálculo por meio dessas três formas. em determinado período de tempo. como. temos o PIB a custo de fatores. estamos analisando a produção do ponto de vista do produtor. a) O PIB da região Norte corresponde à soma de toda a produção de bens e serviços da região. Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 4 . para podermos somar bananas e laranjas precisamos ponderá-las pelos seus preços e não somar suas quantidades. Nesse sentido. por exemplo. 1 Aqueles que incidem sobre mercadorias. Quando mensuramos o produto pela ótica do produto ou da renda. ou seja. por meio de impostos diretos1 e subsídios.

V – Dividendos são um tipo de lucro. 5. é claro que o cálculo do PIB não inclui os bens do consumo interno que foram importados uma vez que eles não foram produzidos internamente. essas empresas devem remeter muitos salários. se pela concorrência com bens nacionais. Variáveis de fluxo correspondem às atividades econômicas contínuas. 3. superavaliando. mas o necessariamente torna a afirmativa falsa. se há muitas multinacionais na região norte. CESPE – Banco da Amazônia (adaptada): A renda gerada pela produção interna. existem as variáveis de estoque. portanto. CESPE – Banco da Amazônia (adaptada): O PIB inclui os valores dos produtos importados utilizados no processo de produção interna. juros e lucros ao exterior. como não há Renda Líquida Enviada ao Exterior. pode ser que eles afetem sim o deflator. b) O consumo e o PIB são variáveis de fluxo. Verdadeiro. CESPE – Instituto Rio Branco (2010) Um aumento no preço dos produtos importados necessariamente causa aumento no deflator do produto interno bruto (PIB). que seriam empresas brasileiras no exterior). V – Lembrando que Renda = Produto = Despesa. logo a Renda interna bruta = PIB. pelo uso como insumos. é claro que o cálculo do PIB inclui os bens destinados à exportação. logo eles fazem parte das rendas líquidas recebidas do exterior e. e inclui a renda gerada pelos fatores de produção estrangeiros que serão remetidos ao exterior. denominada renda interna bruta. 4. de renda ou de capital com o exterior. a poupança. F – Pela ótica da despesa. 6. Entretanto. Logo. Outros exemplos são a renda. o valor da produção interna. Ele não inclui os bens do consumo interno que foram importados uma vez que eles não foram produzidos internamente. ocorre aumento do produto nacional bruto. CESPE – STM (2010) Quando acionistas brasileiros recebem dividendos pagos por uma empresa norteamericana. o Produto Interno Bruto coincide com o Produto Nacional Bruto.V – A diferença entre o PIB e o PNB são as rendas líquidas enviadas ao exterior que denotam a presença de empresas multinacionais na região (ou rendas recebidas. pelo uso de serviços para sua venda e etc. Verdadeiro. F – Lembre-se que no deflator a cesta de bens é o próprio PIB e que no cálculo do PIB não são contabilizados bens importados. Em contraposição. devendo ser medidas em um determinado período de tempo. logo o aumento do preço de bens importados à primeira vista não afeta o PIB. as exportações etc. ininterruptas. o investimento. ANPEC (2002) Indique se as proposições são falsas ou verdadeiras: a) Em uma economia fechada. 2. assim. em F – Pela ótica da despesa. Logo. medidas em um instante determinado do Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 5 . aumentam o produto nacional bruto. CESPE – Banco da Amazônia (adaptada): A parcela da produção interna do Brasil relativa às exportações. 7. pois em uma economia fechada não existe qualquer tipo de fluxo de bens/serviços. inclui as rendas que são geradas no país e enviadas para o exterior. a forma de mensuração Bruto não se diferencia da forma Nacional.

. ou a que não está legalizada.. não está atualizada ou simplesmente não responde a pesquisas.tempo. A Renda Nacional Bruta (equivalente ao Produto Nacional Bruto.) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deverá resultar num aprimoramento das estimativas sobre a economia informal.. dado os recursos e tecnologias existentes.. produto potencial corresponde ao conceito de curva de possibilidades de produção. Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 6 . publicada no jornal Correio Braziliense no segundo semestre de 2005: Nova participação no PIB A mudança na base de cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) (. como a população. pela equivalência das óticas de mensuração). EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 2: 1. por iraquianos. dadas suas instituições sociais. porque é uma variável associada unicamente à produção feita por nacionais do Iraque. não se alteraria. Assim. (.) o instituto terá condições de estimar com maior precisão o tamanho da chamada economia “subterrânea”.) A expectativa do IBGE é que ela [a nova metodologia] seja publicada e adotada em 2006. é subdeclarada. (. BACEN 2010 (alterada) O produto potencial corresponde ao potencial de produto de uma economia. por sua vez. a dívida. a disponibilidade de recursos produtivos e a tecnologia. 9. por isso..A primeira parte do item pode ser considerada a definição do produto potencial e como a curva de possibilidade de produção também considera a produção máxima. o capital. porém não alteraria a renda nacional bruta desse país. V . 8.O PIB sofreria expansão porque a contratação se refletiria em aumento da produção interna (não importando se ela é decorrente da atuação de nacionais ou de estrangeiros). INSTITUTO RIO BRANCO (2003) A eventual contratação de engenheiros ingleses e venezuelanos para trabalhar na recuperação da indústria petrolífera no Iraque expandiria o produto interno bruto (PIB) iraquiano. a riqueza etc. Leia atentamente os trechos da reportagem abaixo acerca da atividade econômica informal. o item está correto.. Entre esses dois tipos de variáveis há a seguinte relação: todo estoque é alimentado por um fluxo. a diferença entre o valor do estoque em dois momentos oferece o valor do fluxo que o alimenta no período em questão. V .

pois é um serviço produtivo como qualquer outro. 2. b) Não é computada. e) Na medida em que o trabalhador tem o valor associado à sua ausência descontado em seu salário. ( ) Trabalho doméstico das donas de casa. assim como todos os serviços finais. no caso. sendo excluído do cálculo do PIB para evitar dupla contagem. faltar. houve apenas transferência de propriedade.: quando um serviço é insumo regular de outra atividade produtiva. c) Não. c) Um relatório encomendado a uma empresa de consultoria no último trimestre de 2006. se a(o) (A) entrada de poupança externa for elevada. pela dificuldade de apuração. no mesmo ano. num certo ano. embora seja parte da atividade produtiva da sociedade. CESGRANRIO . do ponto de vista da renda. responda: quais das seguintes atividades não são em geral incluídas no cômputo do PIB? a. Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 7 . não é incluído. d) Sim. b) Incluído. ( ) O valor do dia de serviço em que um trabalhador c. a) Em geral. ( ) Venda de produtos intermediários. é menor que o seu Produto Nacional Bruto. pois o automóvel é parte do fluxo de bens e serviços finais produzidos. em 2006. esse valor não será registrado. d) Excluído. A construção da casa foi resultado da atividade produtiva do ano de 2003. c) Incluído (Obs. cuja avaliação é o objeto de cálculo do PIB. o valor também não será computado na medida feita pela ótica da produção (as óticas de medida do produto serão apresentadas na próxima seção). ( ) Aulas de Introdução à Economia.Com base no excerto. isso não está especificado). na medida em que a falta do trabalhador se reflete negativamente na produção. ele é considerado um bem intermediário. d. tanto em razão da impossibilidade estatística quanto ao fato de não ser estritamente um serviço produtivo. (C) renda líquida recebida do exterior for positiva. (B) entrada líquida de capitais do exterior exceder as importações. o valor dos produtos intermediários é incluído no valor dos produtos finais). b) Um corte de cabelo feito no segundo trimestre de 2006. d) Uma casa construída em 2003 e comprada em 2006.BACEN (2009): O Produto Interno Bruto de um país. na medida em que não contribui para o bem-estar da sociedade. b. ( ) Venda de drogas ilegais. a) Incluído. Quais dos itens abaixo deveriam ser excluídos do cálculo do PIB de 2006? a) Um automóvel Fiat fabricado em 2006 no estado de São Paulo. 3. e. pois haveria dupla contagem (conforme será detalhado adiante.

o investimento privado. segue os conceitos básicos e a estrutura-padrão de acordo com o estabelecido pela Organização das Nações Unidas. R$ 95. EXERCÍCIOS DE APROFUNDAMENTO 1. o produto interno bruto (PIB) será de R$ 290.adaptada) Acerca do Sistema de Contas Nacionais (SCN) e das contas nacionais no Brasil. as exportações de bens e serviços não fatores. R$ 20.8 (D) reserva em divisas estrangeiras. 4. R$ 40. R$ 50.adaptada) O Produto Interno Bruto de um país (A) é sempre maior que seu Produto Nacional Bruto. e as importações. os gastos do governo. (d) O IBGE. que diferencia o PNB do PIB. o consumo do governo. (DPU. Explique em que consistem e dê exemplos de pagamentos de transferências por parte do Governo. e renda líquida enviada ao exterior. Por que elas não são incluídas no cálculo do PIB? Transferências são pagamentos realizados que não têm como contrapartida um serviço prestado (Ex. Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico e Banco Mundial. R$ 20. (C) não inclui o valor das exportações. CESGRANRIO – BNDES (2011 . mas o produto total de cada setor.R$ 20. Letra C.: Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 8 . não se deve considerar o produto agregado. instituto responsável pela elaboração e divulgação do SCN brasileiro. R$ 40. R$ 35. Trata-se de considerar a Renda Líquida Enviada ao Exterior. R$ 300. (D) não inclui a renda recebida do exterior pelos residentes no país. 5. logo a renda líquida recebida do exterior deve ser positiva. Letra D – isso ocorre pois essa renda refere-se a remuneração por produção realizada fora do território. R$ 30. a variação de estoques. a importação de bens e serviços não fatores. 2010 . o consumo pessoal. assinale a opção correta. (a) Em uma economia cujo consumo seja R$ 200. logo produção não contabilizada no PIB. (b) Em uma economia em que o PIB a preço de mercado seja R$ 500. a variação de estoque. a formação bruta de capital fixo será igual a R$ 170. R$ 20. mas não os das demais organizações internacionais — Fundo Monetário Internacional (FMI). Para que o PIB < PNB o país deve receber mais rendas do que enviar. (B) inclui o valor das importações. as exportações. (c) Para avaliar a evolução anual do desempenho da economia em relação às economias de outros países. aumentar. (E) superávit no balanço comercial e de serviços for positivo. no Banco Central.

contudo.. 100 u. tem-se: Milho Fubá Angu Insumos 0 50 100 Valor Adicionado 50 50 100 PIBVA = 50 + 50 + 100 = 200 100 200 PIBbem final = 200 Valor Bruto da Produção 50 Considere-se. etc.. comissões..... de aluguéis.. Equivalentemente. 50 unidades monetárias Fubá .m.m.. angu... de juros.. Logo.. conclui-se que a soma de todos os rendimentos pagos nos três setores será também igual a 200 u. 2..... de lucros.. entre outros). e todo o fubá é vendido para os produtores de angu (a produção de milho não exige compra de insumos). quais sejam: a da produção (ou do produto). a ótica da renda. pode-se chegar a esse valor somando-se os valores adicionados em cada setor (os valores da produção menos os valores gastos na compra de insumos): 50 .) utilizados em cada setor da economia....... Por definição.m. agora. de comissões. ou pela soma das rendas recebidas (ótica da renda)... discriminar os rendimentos pagos em cada setor e exprimir o PIB como o total de salários... Angu . Poder-se-iam. que as três formas apresentadas não consistem integralmente nas três óticas de medida do produto....... Mostre com um exemplo numérico como o produto pode ser medido de pelo menos três maneiras diferentes..donativos.0 = 50 (milho) + 100 – 50 = 50 (fubá) + 200 – 100 = 100 (angu) Esquematicamente... e que possua três setores produtivos. Inicialmente.. 200 u. dessa forma. a da renda e a do dispêndio (ou da despesa....m. mas equivalentes: pelo valor de bens finais ou pela soma de valores adicionados (ambos correspondentes à ótica da produção / do produto)... juros. lucros... Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 9 .. É importante ter em mente. Os bens que não são finais – milho e fubá – são os chamados bens intermediários (destinados a se transformarem em outros bens). Exatamente por não refletirem uma atividade produtiva.. o cálculo do PIB será feito pela ótica da produção.. Suponha uma economia que produza somente um bem final.. o PIB é igual à produção de angu. 200 u.......... Tem-se que o valor adicionado corresponde ao rendimento dos proprietários dos fatores de produção (sob a forma de salários.. pensões e aposentadorias... etc.. Os valores relativos à produção no ano t são os seguintes: Milho . dedicados à produção de milho... de fubá e de angu... Não há transações externas (a economia é fechada). Todo o milho é comprado pelos produtores de fubá. as transferências não são incluídas no cálculo do PIB.

No exemplo da questão anterior. são contabilizados como parte do investimento privado). por meio da equivalência entre as óticas de mensuração do PIB.) o instituto apresentou os números relativos a 2003 (. Explique em que consiste o problema da dupla contagem na mensuração do produto.. a acumulação de estoques. e o valor deste compõe o valor do angu (200). publicada no jornal O Estado de S. investimento privado. 3... Assim. as grandezas que definem o Dispêndio/Despesa Global (consumo privado.38 Importação -198. a soma algébrica das cinco parcelas que compõem a despesa global é necessariamente igual ao total de bens e serviços finais (Obs.) Divisão por demanda (em R$ bilhões) Consumo das famílias 862.44 Consumo do governo 291. Observe atentamente o quadro contido na reportagem abaixo. isto é.que será detalhada a seguir). A igualdade Produto = Renda foi explicada no exercício anterior. explique a identidade contábil Produto = Renda = Despesa.5 trilhão e cai para 15º no mundo Os valores das contas nacionais foram informados pelo IBGE (. segundo a ótica da despesa. de Nilson Brandão Junior.80 A mensuração do produto pela ótica da despesa tem como base os componentes da demanda agregada (ou demanda global) apresentados pelo quadro da reportagem. alternativamente. considerando-se Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 10 .importações) necessariamente exaurem o produto. Paulo em 1/4/2004: PIB soma R$ 1. Como ele pode ser evitado? Ocorre dupla contagem quando se somam os valores brutos da produção de todos os setores da economia.92 Investimentos 273. o produto Y é definido como: Y = C + I + G + (X – M) 4. pois o valor do milho (50) já está incluído no valor do fubá (100).: os eventuais excessos de produção. tal como definidas pela Contabilidade Nacional. gastos do governo e exportações líquidas – exportações . Portanto. O problema de cálculo pode ser evitado somando-se apenas os valores adicionados em cada setor ou.. a soma 50 + 100 + 200 = 350 envolveria dupla contagem. Dispondo dessas informações.32 Exportação 255. A igualdade Produto = Dispêndio (em que se baseia a ótica da despesa de mensuração do PIB) decorre do fato de que.

: ao resolver um exercício em que se deve transformar o PNB a preços de mercado em PIL a custo de fatores. Como motivação.depreciação Líquido Interno . O Produto Bruto inclui (e o Produto Líquido exclui) a parte da produção destinada a simplesmente repor o desgaste sofrido pelos bens de capital existentes (processo a que se denomina depreciação). dentro das suas fronteiras geográficas. por refletir o custo do produtor. 6. um setor que transforma todo o Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 11 . etapa a etapa. os impostos indiretos e excluindo os subsídios (ambos repassados ao preço final dos bens). Pode-se compor a seguinte tabela de conversão: (Obs. este mede a produção de bens e serviços realizada internamente a um país. ou seja. Imaginemos uma economia composta de três setores: um setor que produz trigo. Paulo em 7/4/2005: Confusão em torno do PIB Como o “I” do PIB indica.somente o valor do angu (200). mesmo se realizada por fatores de produção de outras nacionalidades. o produto a Custo de Fatores.renda líquida enviada ao exterior (RLEEx) Nacional Preços de Mercado . a preços de mercado/a custo de fatores? O Produto Interno inclui (e o Produto Nacional exclui) a parcela do valor da produção remetida ao exterior sob a forma de renda de fatores de produção residentes fora do país (deduzidas as rendas de mesma natureza recebidas do resto do mundo). Quais as diferenças existentes entre as diversas medidas do produto. entre as medidas originadas de sua qualificação em interno/nacional. leia atentamente o trecho do artigo abaixo.: os subsídios podem ser considerados impostos negativos.impostos indiretos + mais subsídios Custo de Fatores Ex. o produto bruto em líquido e o produto a preços de mercado em produto a custo de fatores. como o capital estrangeiro ou trabalhadores imigrantes.) Medida A Transformação Medida B Bruto . exclui aqueles e inclui estes. ou seja. O Produto a Preços de Mercado é aquele que reflete o dispêndio do consumidor final. por isso. bruto/líquido. basta transformar. publicado no caderno Economia do jornal O Estado de S. 5. o produto nacional em interno. de Roberto Macedo. ou a soma do valor dos rendimentos pagos em cada etapa produtiva. contribuições do governo para reduzir o preço de mercado de algum bem – como um alimento básico – por interesse social. incluindo.

custo da matéria-prima = 500 – 300 = 200 Setor produtor de pizza: custo da matéria-prima = 500 valor adicionado = produção bruta . c) O único bem final são as pizzas.custo da matéria-prima = 700 . logo depreciação = 0) Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 12 .500 = 200 b) PIB = valor adicionado (trigo) + valor adicionado (farinha) + valor adicionado (pizza) = 300 + 200 + 200 = 700. (Note que nesse caso PIL=PIB. e um setor que transforma toda a farinha em pizzas. Essa economia não tem governo e não mantém relações com o resto do mundo. Setor produtor de trigo Setor produtor de farinha Setor produtor de pizzas Matéria-prima (custo) 300 Matéria-prima (custo) 500 Lucros do produtor 200 Lucros do moinho 100 Lucros do forno 100 Salários 100 Salários 100 Salários 100 a) Calcule o valor adicionado à produção da economia nos setores de trigo. PIB = valor da produção de pizzas = 500 + 100 + 100 = 700 d) PIL = somatório das remunerações nos três setores de atividade = (lucros do produtor de trigo + salários pagos por ele) + (lucros do produtor de farinha + salários pagos por ele) + (lucros do produtor de pizzas + salários pagos por ele) = (200 + 100) + (100 + 100) + (100 + 100) = 300 + 200 + 200 = 700.trigo produzido em farinha. c) Calcule o PIB da economia pela ótica da produção (valor dos bens finais) d) Calcule o PIL da economia pela ótica da renda. a) Setor produtor de trigo: custo dos insumos = 0 valor adicionado = produção bruta – custo de insumos = 300 Setor produtor de farinha: custo da matéria-prima = 300 valor adicionado = produção bruta . O quadro abaixo apresenta os valores referentes a cada um dos setores. de farinha e de pizzas. b) Calcule o PIB da economia pela ótica da produção (soma dos valores adicionados).

: a depreciação é uma exceção da igualdade entre valor adicionado e renda. b) PIB a preços de mercado pela ótica da renda.500. a) PIB a custo de fatores pela ótica da renda. Lucros e.500 Gastos do governo 500 Exportações de mercadorias 1. por se tratar do Produto Bruto.7. renda).300 + 200 = 4. Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 13 .500 + 2.000 Salários 1. somam-se Salários.300 b) Para transformar o PIB a custo de fatores para o PIB a preços de mercado.500 = 4.000 .000 Lucros líquidos 3.Importações de mercadorias): PIBpm = 1.000 Depreciação 300 Impostos indiretos líquidos de subsídios 200 * Inclui variações de estoques. PIB = Consumo privado + Investimento + Gastos do Governo + (Exportações de mercadorias .000 Importações de mercadorias 500 Lucros e juros pagos ao exterior 600 Royalties recebidos do exterior por empresas brasileiras 100 Investimento bruto* 2. d) PNB a preços de mercado.000 + 500 + 1.000 + 300 = 4. Considere as seguintes informações sobre a economia de Atlântida e calcule os seguintes agregados macroeconômicos: Atlântida (2005) (Valores em US$ bilhões) Consumo privado 1. não gerando. o valor da Depreciação: (Obs. PIBcf = 1.000 + 3. pois ela corresponde exatamente a valores adicionados não-pagos. soma-se ao primeiro o valor dos Impostos indiretos líquidos de subsídios: PIBpm = 4.500 c) Pela ótica da despesa. a) Pela ótica da renda. c) PIB a preços de mercado pela ótica da despesa.

100) = 4. Toda a produção de uvas e de garrafas é comprada pela fábrica de vinho. Lucros e juros pagos ao exterior . Com base no quadro: Vinholândia (2005) (Em unidades monetárias) Item Prod.valor dos insumos Uvas: VA = 1. Com base nessa informação. um país fictício onde há três empresas: uma produz uvas. No caso. A produtora de uvas não apresenta consumo intermediário. de garrafas Prod. remete metade dos seus lucros (depois de deduzidos os gastos com depreciação) para o exterior.300 . c) As empresas produtoras de garrafas e de vinhos reservam.d) PNB = PIB .Renda líquida enviada ao exterior (rendimentos de fatores de produção residentes ou sediados no estrangeiro. 200 unidades monetárias por ano para despesas referentes à depreciação de seus equipamentos. uma produz garrafas e uma produz vinho. d) A empresa produtora de garrafas tem sócios em outros países e.000 8.(600 . calcule o Produto Interno Líquido de Vinholândia. por conseguinte. não compra insumos (matérias-primas).300 Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 14 . ou seja. calcule o Produto Nacional Líquido de Vinholândia. Os dados seguintes se referem a Vinholândia. deduzidos os rendimentos recebidos do estrangeiro por fatores de produção residentes ou sediados no país).500 . a) Valor adicionado = VA = valor da produção . Com base nessa informação. e a produtora de garrafas compra seus insumos de outro país. de uvas Prod. de vinho Insumos ___ 200 3000 Salários 400 600 1000 Lucros 900 900 1200 Valor da produção 1300 1700 5200 a) Calcule o Produto Interno Bruto (PIB) de Vinholândia pela ótica da produção (soma dos valores adicionados).Royalties recebidos: PNB = 4. b) Mostre como se pode chegar ao mesmo valor pela ótica da renda. cada uma.0 = 1.

700 unidades foram utilizadas na produção das empresas locais. situada em Atlântida.000 = 5.Depreciação: PIL = 5. além de bens finais (aqueles que foram vendidos no período como bens de consumo ou como bens de capital) e de bens intermediários (aqueles que foram vendidos a Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 15 .200) = ½(700) = 350 PNL = 4.(200 + 200) = 5. Para tanto. ao fim do ano. Com base nos dados.600 .000 PIB = 2. f) Entre os valores calculados no item anterior.RLEEx Renda líquida enviada ao exterior = ½(900 .000 unidades do produto A no ano de 2005. mas 800 unidades foram vendidas a empresas locais ao preço total de R$ 20.700 . ou seja.000. c) A renda bruta gerada na produção de A.200 = 3.000 = 2. d) A remuneração dos fatores envolvidos na produção de A.400 = 4.000 .000 Total de lucros = 900 + 900 + 1. Entre as 800.300 + 1.000 c) Produto Interno Líquido = Produto Interno Bruto . a empresa Beta consumiu R$ 6.000 em salários aos trabalhadores.200 . Este exercício inclui um elemento que tem muita importância prática na mensuração do PIB: a variação de estoques. Assim. quais serão incluídos no cômputo do PIB de Atlântida? Justifique sua resposta.250 9.000 de insumos produzidos por outras empresas e pagou R$ 9.200 = 5.200 PIB = 1.600 d) Produto Nacional Líquido = Produto Interno Líquido . As famílias de Atlântida não compraram o bem A.3. produziu 1. Nem tudo o que é produzido em um determinado ano é utilizado nesse período.200 = 1. o PIB é calculado como o somatório de todas as rendas geradas na economia: Total de salários = 400 + 600 + 100 = 2.Garrafas: VA = 1.000 .500 + 2.000 + 3. Uma empresa Beta. b) O valor adicionado ao PIB de Atlântida por Beta. e) O valor dos bens intermediários e finais produzido por Beta. há estoques de mercadorias nas empresas.500 Vinho: VA = 5.350 = 4. calcule os seguintes valores: a) O valor bruto da produção de Beta.000 b) Segundo essa ótica.

00 (R$ 20. correspondem a variação (positiva) de estoques. restam R$ 10.000 unidades produzidas por Beta. aluguéis etc). corresponde a R$ 25. 700 foram compradas por outras empresas e usadas na produção de outros bens.R$ 6.00 = R$ 25. 10. publicado no caderno Economia do jornal O Estado de S.000/800 = R$ 25. portanto. seja na própria empresa Beta (as 200 unidades não vendidas). incluindo as 800 unidades vendidas e as 200 unidades estocadas. pois esses bens. são parte do produto.000 (1. serão incluídos no cômputo do PIB. Portanto. Leia atentamente mais um trecho do artigo de Roberto Macedo. a redução de estoques também deve ser considerada (com sinal negativo).empresas e usados como matéria-prima na produção de outros bens). seja em outras empresas (as 100 unidades vendidas a outras empresas mas não utilizadas por estas). caracterizando-se.000 unidades e vendeu 800 delas a R$ 20.500 Beta não produziu bens finais. simetricamente. como bens intermediários: 700 x R$25 = R$ 17. a) A empresa Beta produziu 1. juros pagos.000.000).000. As demais 300 unidades produzidas pela empresa.000 x R$ 25.Valor da compra de insumos: VA = R$ 25. o preço unitário de A é R$ 25.500 f) Apenas os R$ 7.000 foram pagos como salários e o valor adicionado é de R$ 19.000 c) A renda bruta gerada na produção de A equivale ao valor adicionado calculado no item anterior: Renda bruta = VA = R$ 19. deve-se considerar ainda a variação de estoques. e) Das 1. correspondentes às remunerações dos demais fatores envolvidos (tais como lucros dos empresários.000. Como R$ 9. Paulo em 7/4/2005: Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 16 . O valor bruto da produção da empresa Beta. como explicado acima.000 . O valor da variação de estoques é: 300 x R$25 = R$ 7.00). pois isso faz parte do esforço produtivo da sociedade no ano considerado. O valor dos bens que foram adicionados aos estoques deve ser computado no produto. b) Valor adicionado ao PIB de Atlântida pela empresa Beta = Valor bruto da produção . O valor dos bens intermediários já estará incluído no valor da produção das empresas que os compraram de Beta.000 d) A renda gerada na produção de A (equivalente ao valor adicionado em sua produção) é paga aos fatores de produção envolvidos no processo.000 = R$ 19.500 correspondentes à variação de estoques.

Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 17 . adicionando o que ingressou como renda vinda de fora.5 trilhão e cai para 15º no mundo O PIB de cada país (em U$ bilhões) Estados Unidos 10. então. enquanto.. o estudante afirmou que o Reino Unido havia tido um desempenho econômico superior ao da França. utiliza-se mais comumente o PIB como medida da atividade produtiva. contido na reportagem de Nilson Brandão Junior publicada no jornal O Estado de S. (.291 México 612 Alemanha 2. e desconta do PIB de um país o que vazou como rendimentos remetidos a outros. Resulta que os rendimentos líquidos enviados ao exterior são um número positivo.732 Austrália 508 Itália 1. mas o rendimento que enviam ao Brasil está longe de compensar o que sai como rendimentos de capitais. como nos Estados Unidos. Qual é a explicação para esse fato. 11.) a RNB [PNB] mede a renda nacional. usa-se mais constantemente o PNB. Paulo em 1/4/2004: PIB soma R$ 1.459 Holanda 505 China 1. Obteve. sendo o PNB maior do que o PIB. Você considera corretas as conclusões do estudante? Justifique sua resposta.. os rendimentos enviados ao exterior são maiores do que os recebidos de outros países. Em países como o Brasil. Um estudante deve fazer um estudo comparando a situação econômica de alguns países. Afirmou ainda que o primeiro país possuía economia mais desenvolvida.857 Espanha 819 Japão 4. fala-se mais em PIB no Brasil.. e o PIB é maior do que o PNB. Como a medida mais abrangente costuma ser mais amplamente usada. os dados do quadro a seguir (relativo ao ano de 2003). utiliza-se mais freqüentemente o PNB como medida da atividade econômica. Em países como os Estados Unidos ocorre o contrário (rendimentos enviados .752 Índia 510 França 1. No Brasil.Confusão em torno do PIB (. Em alguns países.) É certo que hoje somos um país fornecedor de imigrantes.386 Coréia 521 Reino Unido 1.rendimentos recebidos são um número negativo).381 Brasil 493 Canadá 851 Rússia 419 Com base nas informações.. nos EUA.

Lista de Exercícios 3A – Introdução à Economia 18 . tais como: qual é a taxa de câmbio mais indicada para converter os números de cada país para uma moeda comum? A taxa de câmbio em vigor em cada país reflete corretamente o poder de compra das duas moedas? Nos dois países. A diferença entre os valores é muito pequena. principalmente quando se levam em conta os problemas envolvidos na comparação internacional de dados de Contabilidade Nacional. a proporção da produção contemplada pelo mercado é aproximadamente a mesma? Ambos os sistemas estatísticos têm o mesmo grau de eficiência? Ao considerar esse tipo de questões. pode-se afirmar que a comparação entre os dois valores acima não autorizaria qualquer conclusão definitiva sobre o nível relativo de desenvolvimento ou de desempenho econômico dos dois países.Os dados não são adequados para servir de base às conclusões mencionadas.