You are on page 1of 7

29/03/2014

  • CEULP/ULBRA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA CIVIL

AULA 1

Fabrício Bassani

Engenheiro Civil

Palmas – TO, 7 junho de 2010

  • EMENTA

Organização do curso de Engenharia Civil. Atividades de ensino e pesquisa desenvolvidas nos departamentos e laboratórios

Organização do curso de Engenharia Civil. Atividades de ensino e pesquisa desenvolvidas nos departamentos e laboratórios ligados ao curso. Caracterização das diversas áreas de atuação do engenheiro civil. Revisão de conteúdos fundamentais: matemática e redação.

  • COMPETÊNCIAS

Conhecer a estrutura da Centro Universitário e do Curso de Engenharia Civil, a matriz curricular, os ramos da engenharia, rever os conceitos de matemática e de português, conhecer as atribuições profissionais.

  • HABILIDADES

Conhecer as disciplinas componentes da matriz curricular, as áreas de atuação do profissional da engenharia, sua

Conhecer as disciplinas componentes da matriz curricular, as áreas de atuação do profissional da engenharia, sua postura perante os profissionais afins e a sociedade (ética profissional).

Reconhecer e identificar a engenharia, termos mais usuais.

linguagem técnica de

Reconhecer

as

interfaces

entre

os vários ramos da

engenharia civil.

 
  • PROGRAMA

PROGRAMA 1. Apresentação da disciplina: objetivos, avaliação, bibliografia, a importância do Engenheiro Civil para a
  • 1. Apresentação da disciplina: objetivos, avaliação,

bibliografia, a importância do Engenheiro Civil para a

sociedade, formação, mercado de trabalho; atribuições profissionais CREA/CONFEA.

  • 2. A estrutura do Curso: Coordenação, colegiado,

departamento, laboratórios, assessoramentos, monitorias, pesquisas e centro acadêmico.

  • 3. O currículo do Curso: matérias de formação básica,

matérias de formação geral, matérias de formação

profissional, disciplinas optativas e pré-requisitos.

  • PROGRAMA

PROGRAMA 4. Engenheiro e a matemática: A matemática aplicada à engenharia, grandes áreas da matemática,

4. Engenheiro e a matemática: A matemática aplicada à engenharia, grandes áreas da matemática, matemática como ferramenta.

5. Engenheiro e a comunicação: o processo

de

comunicação, redação, estrutura física do relatório técnico e o desenho na comunicação.

6.

Grandes

áreas

engenharia

civil: Saneamento,

Transporte, Construção Civil; Recursos Hídricos e Meio

Ambiente; Geotêcnia e Estruturas madeira).

(concreto,

aço

e

PROGRAMA

PROGRAMA

PROGRAMA

7.

Ensino da engenharia no Brasil frente as demandas

sócio ambientais.

 

8.

Apresentação das peças técnicas que compõe um

projeto de engenharia, ênfase na área da construção civil.

9.

Conceitos de sustentabilidade aplicada a engenharia

civil.

 
METODOLOGIA

METODOLOGIA

METODOLOGIA

As aulas serão expositivas. Pesquisas e trabalhos práticos, bem como leitura, análise crítica e resumo de artigos técnicos e web atividades. Realização de trabalhos em grupo, apresentação de seminários e relatório das visitas. Serão utilizados recursos audiovisuais: projetor multimídia, TV e vídeo e lousa branca.

 
AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO

Observações:

1.

A matéria das provas corresponderá ao conjunto de todo

o conteúdo ministrado até a aula que precede a realização

 

da prova.

2.

Não será permitido a utilização de telefone celular ou

qualquer outro tipo de aparelho eletrônico durante a

realização da prova.

 

3.

Para a prova de substituição de grau não serão

aproveitadas as notas de trabalhos realizados para a composição do grau a ser substituído (G1 ou G2).

4.

A data da substituição de grau será considerada dia

letivo, sendo, portanto, indispensável à presença dos alunos.

29/03/2014

  • PROGRAMA

PROGRAMA 10. Visitas aos laboratórios, apresentando as pesquisas em curso e também novas tecnologias, empresas
  • 10. Visitas aos laboratórios, apresentando as pesquisas

em curso e também novas tecnologias, empresas de

consultoria e institutos de pesquisas com apresentação de relatórios técnicos.

  • 11. Introdução à Metodologia de Pesquisa: introdução à

pesquisa bibliográfica com uso adequado dos recursos da

biblioteca na área de Engenharia e artigos técnicos

  • 12. Principais atividades desenvolvidas pelo engenheiro no

exercício da sua profissão.

  • AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO Serão realizadas duas provas individuais e SEM CONSULTA no semestre, acompanhadas de TRABALHOS que

Serão realizadas duas provas individuais e SEM CONSULTA no semestre, acompanhadas de TRABALHOS que irão compor a nota final da seguinte maneira:

G1 (ou G2) = 0,70 x NP + 0,30 x NT NF = (G1+2*G2) / 3

Onde:

NP = Nota da Prova NT = Nota do Trabalho NF = Nota Final

  • Curso: Engenharia Civil Período: 1 Carga Horária: 34 h Ano/Semestre: 2014/1

AVALIAÇÃO

Curso : Engenharia Civil Período : 1 Carga Horária : 34 h Ano/Semestre : 2014/1

realizadas

Serão

 

provas

duas

INDIVIDUAIS

e

SEM

CONSULTA no

semestre. Também serão realizados dois TRABALHOS que irão compor a

nota final da seguinte maneira: (G1) = 0,30x NT + 0,70 x NP e (G2)= 0,30x

NT

+

0,70

x

NP

A matéria das provas corresponderá ao conjunto de todo conteúdo

-

ministrado

até

a

aula

que

precede

a

realização

da

prova;

Conteúdo das provas de substituição de grau será toda matéria dada no

-

 

semestre;

Não será permitido o empréstimo de materiais durante a realização das provas;

-

Não será permitido o uso de celulares ou qualquer aparelho eletrônico durante a realização das provas nem durante as aulas.

-

29/03/2014

  • BIBLIOGRAFIA

Básica

BAZZO, W. A; PEREIRA, L. T. V. Introdução à Engenharia:

Conceitos, ferramentas e comportamentos. 2. Ed. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2008.

HOLTZAPPLE, Mark T.; REECE, W. Dan. Introdução à Engenharia. LTC Editora, Rio Janeiro 2006.

  • BIBLIOGRAFIA

Básica BAZZO (“livro amarelo”)

Básica

BAZZO (“livro amarelo”)

Básica BAZZO (“livro amarelo”)
  • BIBLIOGRAFIA

Básica

REECE (“livro azul”)

REECE (“livro azul”)
  • CALENDÁRIO

29/03/2014 BIBLIOGRAFIA Básica BAZZO, W. A; PEREIRA, L. T. V. Introdução à Engenharia: Conceitos, ferramentas e
  • BIBLIOGRAFIA

Complementar KAWAMURA, L.K. - Engenheiro - trabalho e ideologia. S.Paulo, Ática, 1979. LEI 5194/66 - Regula

Complementar

KAWAMURA, L.K. - Engenheiro - trabalho e ideologia. S.Paulo, Ática, 1979.

LEI

5194/66

-

Regula

o

exercício

das profissões de

Engenheiro, Arquiteto.

 

LEI 6496/77 - Institui a "Anotação de Responsabilidade

Técnica".

 

TELES, P.C. da S. - História da Engenharia no Brasil. S.Paulo, LTC, 1984.

  • CALENDÁRIO

29/03/2014 BIBLIOGRAFIA Básica BAZZO, W. A; PEREIRA, L. T. V. Introdução à Engenharia: Conceitos, ferramentas e

29/03/2014

  • CALENDÁRIO

CALENDÁRIO
CALENDÁRIO
SITE
SITE
SITE
SITE
  • WEB ATIVIDADE - 001

Atividade

WEB ATIVIDADE - 001 Atividade Ler a reportagem "Mercado de oportunidades - Aquecimento do setor

Ler a reportagem "Mercado de oportunidades - Aquecimento do setor gera oportunidades para engenheiros civis especializados. Confira as principais necessidades das empresas".

Link: http://techne.pini.com.br/engenharia-civil/134/artigo287547-1.aspx

Fazer uma síntese - máximo de dois parágrafos - das idéias gerais da reportagem.

WEB ATIVIDADE - 001

WEB ATIVIDADE - 001

WEB ATIVIDADE - 001

1

– Referente ao Conselho de Engenharia responda:

  • 1.1 - Qual conselho que regula a atua do engenheiro civil?

  • 1.2 - Quem é a presidente do conselho?

  • 1.3 - Qual endereço que se localiza o conselho?

  • 2 – Cite e comente as grandes áreas da engenharia civil.

  • 3 – Calcule as áreas e perímetros dos ambientes abaixo:

  • 3.1 – Quarto 1: Comprimento= 3,80m, Largura= 3,25m

  • 3.2 – Quarto 2: Comprimento= 3,50m, Largura= 2,80m

  • 3.3 Comprimento= 3,20m, Largura= 4,50m

– Sala:

  • 3.4 Comprimento= 3,80m, Largura= 2,60m

– Cozinha:

 
DEFINIÇÃO

DEFINIÇÃO

DEFINIÇÃO

Engenheiros são indivíduos que combinam conhecimentos da ciência, da matemática e da economia para solucionar problemas com os quais a sociedade se depara.

WEB ATIVIDADE - 001 1 – Referente ao Conselho de Engenharia responda: 1.1 - Qual conselho
 

29/03/2014

  • DEFINIÇÃO

DEFINIÇÃO É o conhecimento prático que distingue os engenheiros dos cientistas, que também são mestres

É o conhecimento prático que distingue os engenheiros dos cientistas, que também são mestres da ciência e da matemática

DEFINIÇÃO É o conhecimento prático que distingue os engenheiros dos cientistas, que também são mestres
  • DEFINIÇÃO

DEFINIÇÃO “a arte de fazer bem, com um dólar, aquilo que ... qualquer outro pode

“a arte de fazer

bem, com um dólar, aquilo que

... qualquer outro pode fazer com dois”

A.M. Wellington (1847 – 1895)

DEFINIÇÃO “a arte de fazer bem, com um dólar, aquilo que ... qualquer outro pode
  • DEFINIÇÃO

DEFINIÇÃO Engenharia Civil é geralmente considerada como a mais antiga especialidade – seus feitos datam

Engenharia Civil é geralmente considerada como a mais antiga especialidade – seus feitos datam de antes das pirâmides do Egito.

Muitas das aptidões de engenheiros civis (por exemplo construção de muros, pontes e estradas) são extremamente úteis em tempos de guerra, de forma que os engenheiros civis trabalham tanto em projetos militares quanto em projetos civis.

Para distinguir os engenheiros que trabalham em projetos civis daqueles que trabalham em projetos militares, o engenheiro britânico John Smeaton criou o termo engenheiro civil, por volta de 1750.

  • DEFINIÇÃO

DEFINIÇÃO Os engenheiros civis são responsáveis pela construção de projeto de larga escala, como rodovias,

Os engenheiros civis são responsáveis pela construção de projeto de larga escala, como rodovias, edifícios,

aeroportos, represas, portos, canais, sistemas de abastecimento de água e esgoto.

DEFINIÇÃO Os engenheiros civis são responsáveis pela construção de projeto de larga escala, como rodovias,
  • MATRIZ CURRICULAR

MATRIZ CURRICULAR Código Nome Sem CH Cred 503555 ATIVIDADES COMPLEMENTARES 0 0 136 503574 COMPUTACAO

Código

Nome

Sem

CH

Cred

 
  • 503555 ATIVIDADES COMPLEMENTARES

 
  • 0 0

136

 
 
  • 503574 COMPUTACAO APLICADA

 
  • 1 2

34

 
  • 503567 CIVIL

INTRODUCAO A ENGENHARIA

 
  • 1 2

34

 
 
  • DESENHO TECNICO E
    505527 GEOMETRIA DESCRITIVA

 
  • 1 4

68

 
 
  • 202501 QUIMICA GERAL I

 
  • 1 4

68

 
 
  • 203688 FUNDAMENTOS DE MATEMATICA

 
  • 1 4

68

 
 
  • 990101 COMUNICACAO E EXPRESSAO

 
  • 1 4

68

 
 
  • 990100 CULTURA RELIGIOSA

 
  • 1 4

68

 
  • MATRIZ CURRICULAR

MATRIZ CURRICULAR 204659 COMPUTACAO GRAFICA I 2 4 68 203500 CALCULO I 2 4 68
 
  • 204659 COMPUTACAO GRAFICA I

 
  • 2 4

68

 
  • 203500 CALCULO I

   
  • 2 4

68

 
 
  • 203535 GEOMETRIA ANALITICA E ALGEBRA LINEAR

 
  • 2 4

68

 
 
  • 503523 TOPOGRAFIA I

 
  • 2 4

68

 
 
  • 503522 MATERIAIS DE CONSTRUCAO CIVIL

 
  • 2 4

68

 
 
  • 990103 INSTRUMENTALIZACAO CIENTIFICA

 
  • 2 4

68

 

29/03/2014

  • MATRIZ CURRICULAR

 
  • 503524 TECNOLOGIA DO CONCRETO

3

  • 68 4

 
 
  • 503557 DESENHO TECNICO CIVIL

3

  • 34 2

 
 
  • 503526 GEOLOGIA APLICADA A OBRAS CIVIS

3

  • 68 4

 
  • 203680 FISICA I

 

3

  • 68 4

 
 
  • 503558 TOPOGRAFIA II

3

  • 34 2

 
 
  • 503527 TECNOLOGIA DA CONSTRUCAO I

3

  • 68 4

 
  • 203502 CALCULO II

 

3

  • 68 4

 
  • MATRIZ CURRICULAR

29/03/2014 MATRIZ CURRICULAR 503524 TECNOLOGIA DO CONCRETO 3 68 4 503557 DESENHO TECNICO CIVIL 3 34
  • MATRIZ CURRICULAR

MATRIZ CURRICULAR
  • MATRIZ CURRICULAR

29/03/2014 MATRIZ CURRICULAR 503524 TECNOLOGIA DO CONCRETO 3 68 4 503557 DESENHO TECNICO CIVIL 3 34
  • MATRIZ CURRICULAR

MATRIZ CURRICULAR
MATRIZ CURRICULAR
  • MATRIZ CURRICULAR

MATRIZ CURRICULAR
MATRIZ CURRICULAR

29/03/2014

  • MATRIZ CURRICULAR

MATRIZ CURRICULAR
MATRIZ CURRICULAR
MATRIZ CURRICULAR

MATRIZ CURRICULAR

MATRIZ CURRICULAR
MATRIZ CURRICULAR
  • ENGENHEIROS

ENGENHEIROS
ENGENHEIROS