You are on page 1of 4

Exame 2010.

1 – Curso Regular Modular Direito Constitucional 7/7

Sumário: 1.. Remédios Constitucionais/Ações Constitucionais/Garantias Constitucionais. 2. Nacionalidade. 3. Direitos Políticos

1. Remédios Constitucionais/Ações Constitucionais/Garantias Constitucionais – Art. 5º, CF: a) Direito de petição – art. 5º, XXXIV, “a”, CF: b) Habeas Corpus – art. 5º, LXVIII, CF e arts. 647 a 667, CPP

Preventivo Habeas Corpus Repressivo c) Habeas Data – art. 5º, LXXII, CF e L. 9507/97:

d) Mandado de Segurança – art. 5º, LXIX, CF e L. 12.016/09: - Direito líquido e certo se comprova com documentos ou simplesmente com o texto da CF e da Lei. Ex.: violação da intimidade (art. 5º, X, CF); vedação da discriminação entre nacionais (art. 19, III, CF). - Universidades privadas/Hospitais privados ou seus responsáveis podem estar no pólo passivo. - Ler a Lei 12.016/09. c) Mandado de Segurança Coletivo – art. 5º, LXX, CF e L. 12.016/09: d) Mandado de Injunção art. 5º, LXXI, CF: - Não existe lei regulamentando o remédio; - Falta de norma regulamentadora; - Utiliza-se quando estiver diante de uma inconstitucionalidade por omissão (existe uma norma constitucional de eficácia limitada não regulamentada);

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Direito Constitucional– 7/7
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

Mandado de Injunção Controle difuso de constitucionalidade; Pode ser proposto por qualquer pessoa;

ADI/ADIN por omissão Controle concentrado de constitucionalidade; Só pode ser proposta pelas pessoas do art. 103, CF; STF Efeito: art. 103, § 2º, CF. Só resolve o caso concreto se a omissão for do legislativo, pois caso seja do executivo só dá ciência, não resolve.

STF/STJ Efeito: Concreto EX.: MI 670 MI 712 MI 721

e) Ação Popular – art. 5º, LXXIII, CF e L. 4717/65; Cuidado: se o cidadão que propôs abandonar a ação outro cidadão pode assumir o pólo ativo. Caso nenhum outro cidadão assuma o andamento da ação o Ministério Público a assumirá.

f) Ação Civil Pública – art. 129, III, CF e L. 7347/85: - A ação civil pública protege qualquer interesse difuso, coletivo ou individual homogêneo. - A Ação civil pública é um avanço em relação a ação popular; Obs.: Cidadão não pode propor ação civil pública – art. 5º, L. 7347/85.

2. Nacionalidade – art. 12 e 13, CF: Critérios adotados pelo inciso I do art. 12, CF: a. Critério do ius solis (Territorialidade) b. Critério do ius sanguinis aliado ao serviço do Brasil (Consangüinidade); c. Critério do ius sanguinis mais a opção.

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Direito Constitucional– 7/7
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

Cargos privativos de brasileiro nato: art. 12, § 3º, CF. I - de Presidente e Vice-Presidente da República; II - de Presidente da Câmara dos Deputados; III - de Presidente do Senado Federal; IV - de Ministro do Supremo Tribunal Federal; V - da carreira diplomática; VI - de oficial das Forças Armadas. VII - de Ministro de Estado da Defesa

Perda da nacionalidade – art. 12, § 4º, CF: I. só se aplica a brasileiro naturalizado; II. Aplica-se tanto a brasileiro nato ou naturalizado e decorre da aquisição de outra nacionalidade por naturalização voluntária;

Reaquisição da naturalização: Brasileiro naturalizado que teve a naturalização cancelada por atividade nociva a interesse nacional poderá recuperá-la se o cancelamento for desfeito por ação rescisória.

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Direito Constitucional– 7/7
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

3. Direitos Políticos (arts. 14 a 17, CF): - Art. 14, §1º, CF: aquisição da cidadania; - Art. 14, § 2º, CF: Não são alistáveis: os estrangeiros e os conscritos, o quais são os homens na época do serviço militar obrigatório (não votam e nem são votados); - Inelegível = não pode ser eleito (art. Art. 14, § 4º, CF). Ex.: inalistáveis e analfabetos; - Art. 14, § 6º, CF: Desincompatibilização. Os titulares do poder executivo, se quiserem concorre a cargos diferentes do que ocupa, deve renunciar ao cargo 6 meses antes da eleição. - Art. 14, § 7º, CF: inelegibilidade reflexa – o cônjuge e os parentes consangüíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção, do Presidente da República, de Governador de Estado ou Território, do Distrito Federal, de Prefeito ou de quem os haja substituído dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se já titular de mandato eletivo e candidato à reeleição são, também, inelegíveis, sendo, nesses casos, necessária a desincompatibilização do titular do cargo.

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Direito Constitucional– 7/7
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno