You are on page 1of 3

Exame 2010.

1 – Curso Regular Modular Direito Penal 08/09

Sumário: I – Parte especial; 1. Homicídio; 1.1 Simples; 1.2 Qualificado; 2. Causa de diminuição de pena; 2.1. Privilegiado; 3. Homicídio culposo; 4. Causas de aumento de pena; 5. Infanticídio; 6. Suicídio; 6.1. Condutas; 6.2. Sujeito passivo; 6.3.crime de participação em suicídio.

I - PARTE ESPECIAL

1. HOMICÍDIO – art. 121, CP. 1.1. SIMPLES - “caput” do art. 121 (pena: 6 a 20) Não é hediondo, salvo se praticado em ação típica de grupo de extermínio. 1.2. QUALIFICADO - § 2º do art. 121 (pena: 12 a 30) Subjetivas (motivos)

Paga, promessa de recompensa, ou outro motivo torpe (especialmente repugnante); Outro motivo torpe (imoral); Motivo fútil (banal); Para assegurar a execução, ocultação, impunidade ou vantagem de outro crime.

Objetivas (formas)

Meio (instrumento) Asfixia; tortura; fogo; explosivo ou qualquer outro meio insidioso. Modo (acesso) ou outro modo que dificulte a defesa. Traição; emboscada ou dissimulação. Garantir a execução, a ocultação, a impunidade e a vantagem de outro crime.

O Homicídio qualificado é sempre hediondo
REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Direito Penal– 8/9
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

2. CAUSA DE DIMINUIÇÃO DE PENA - § 1º do art. 121.

2.1. PRIVILEGIADO: são três causas. A pena: - 1/6 a 1/3. Subjetivas (motivos) Relevante valor moral. Relevante valor social. Domínio de violenta emoção logo após injusta provocação da vítima.

É possível o homicídio ser ao mesmo tempo qualificado e privilegiado, desde que a qualificadora seja objetiva. Se o crime apresenta mais de uma qualificadora apenas uma é usada para qualificar e as demais são usadas como agravantes.

3. HOMICÍDIO CULPOSO - § 3º do art. 121. Homicídio Culposo do código de trânsito – pena: 02 a 04. Perdão judicial: No homicídio culposo o juiz pode deixar de aplicar a pena quanto as conseqüências forem tão graves que tornarem a sanção desnecessária. O perdão judicial é uma causa de extinção da punibilidade.

4. CAUSAS DE AUMENTO DE PENA - § 4º do art. 121 – pena: - 1/3.

V Homicídio doloso V

14 60

Homicídio culposo

- Não prestar socorro. - Não tentar diminuir as consequências de seus atos. - Fugir para evitar o flagrante.

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Direito Penal– 8/9
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

Homicídio culposo no Código de Trânsito

- Não prestar socorro. - Calçada ou faixa de pedestre. - No transporte profissional de passageiros. - Sem habilitação.

Não há mais causa de aumento de pena relativa a embriaguez ao volante.

5. INFANTICÍDIO – art.123 Sujeito ativo mãe em estado puerperal. Estado puerperal não se presume. Terceiro que colabora com a mãe. Momento: durante o parto ou logo após.

6. SUICÍDIO – art. 122 Participação em suicídio. 6.1. Condutas: - Induzir - Instigar - Auxiliar

tipo misto alternativo auxílio ao suicídio

homicídio.

6.2. Sujeito passivo: Aumento de pena V 18 anos.

Reduzida o entendimento.

Homicídio

- não tem entendimento. - Vítima é menor de 14 anos.

6.3. CRIME DE PARTICIPAÇÃO EM SUICÍDIO – art. 122. Consumação: morte ou lesão grave. Se não houver morte/lesão grave Não admite tentativa. fato atípico.

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Direito Penal– 8/9
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno