You are on page 1of 5

Exame 2010.1 – Curso Regular Modular Processo Penal 08/09 Sumário: I. Procedimento; 1. Procedimento Ordinário; 2. Denúncia ou queixa; 2.1 Requisitos; 2.2.

Oferecida a denúncia ou queixa o juiz; 2.3. Rejeição da Denúncia; 3. Citação; 4. Resposta à acusação; 5. Audiência; II - Procedimento Sumário; 1. Cabimento; IIIProcedimento Sumaríssimo. I - PROCEDIMENTO Ordinário. Sumárimo. Sumaríssimo.

Comum

Especiais

Honra. Drogas. Funcionário público. Júri.

1. PROCEDIMENTO ORDINÁRIO

Recebimento da denúncia

Resposta à acusação Art. 396, CPP

Audiência Art. 400, CPP

Denúncia Queixa (art. 41, CPP)

Citação

Absolvição sumária Art. 397, CPP

2. DENÚNCIA /QUEIXA Denúncia = Petição inicial da ação penal pública. Queixa = petição inicial da ação penal privada.

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Processo Penal– 08/09
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

2.1 Requisitos (art. 41, CPP)

Denúncia

a) Exposição minuciosa dos fatos (havendo co-réus deve-se descreve a conduta de cada um deles); b) Qualificação do acusado ou seus sinais característicos; c) Classificação do crime; d) Rol de testemunhas – 08 testemunhas.

Queixa

Procuração com poderes especiais fazendo menção ao fato praticado e ao nome do querelado.

2.2. Oferecida a denúncia ou queixa o juiz:

Recebe* = não cabe recurso (só hábeas corpus)

Recurso em sentido estrito (RES). Rejeita* Se ocorrer no Jecrim é Apelação.

* Em tribunal superior sempre é agravo.
2.3. Rejeição da Denúncia - art. 395, CPP. a) b) c) d) Inépcia da inicial (denúncia ou queixa); Falta de pressuposto processual; Falta de condição da ação; Falta de justa causa.

3. CITAÇÃO Chamamento do réu para se defender em juízo. Tipos: a) Pessoal (regra) - Carta precatória; - Carta Rogatória (até ser cumprida a carta rogatória, a prescrição fica suspensa); - Militar (pessoa do seu superior) - Funcionário público (citado pessoalmente - devendo ser comunicado o chefe de sua repartição) - Preso (pessoalmente) se não compareceu = revelia (nomeia advogado e continua o processo)
REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Processo Penal– 08/09
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

b) Por edital O réu está em lugar incerto e não sabido; Se o réu não comparece – art. 366 – suspende o processo e a prescrição; Súmula 415 do STJ – a prescrição ficará suspensa o tempo de duração do prazo prescricional do crime.

c) Citação com hora certa Quanto o réu se oculta para não ser citado pessoalmente = é adotado o mesmo procedimento do CPC. Se o réu não comparece revelia.

4. RESPOSTA À ACUSAÇÃO - art. 396 e 396-A CPP. Peça obrigatória. Se não fizer o juiz vai nomear defensor. Prazo: 10 dias a contar da efetiva citação. Conteúdo: pode ser alegada matéria processual; rol de testemunhas e pode pedir a absolvição sumária juntar documentos.

Absolvição Sumária – art. 397. a) Fato atípico. b) Excludente da ilicitude. c) Excludente da culpabilidade (exceto a inimputabilidade). d) Extinção da punibilidade.

Contra a decisão que julga a absolvição sumária cabe Apelação. Não absolve sumariamente = marca a data para audiência de instrução.

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Processo Penal– 08/09
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

5. AUDIÊNCIA – art. 400. O juiz deverá designar audiência no prazo de 60 dias. a) ouvir o ofendido; b) ouvir as testemunhas – até 08 (acusação + defesa); c) perito / assistentes técnicos; acareação e reconhecimento; d) interrogatório; e) interrogatório; f) debates orais (20 m + 10 m); g) sentença. Pode converter os debates em memoriais escritos: Vários réus; Se o caso é complexo; Se durante a audiência surgiu nova prova: - Acusação 05 dias; - Defesa: 05 dias; - Juiz: 10 dias.

II - PROCEDIMENTO SUMÁRIO 1. Cabimento: Crimes com pena máxima superior a 02 anos e inferior a 04 anos; Número de testemunhas = 05 testemunhas; Prazo da audiência: até 30 dias; Não há previsão legal de conversão dos debates em memoriais. III – PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO - Lei 9.099/95 • • Infrações de menor potencial ofensivo; Todas as contravenções e os crimes cuja pena não exceda dois anos. Fase policial – termo circunstanciado. Fases Audiência preliminar - tentativa de composição. - representação do ofendido. - transação penal. Rito sumaríssimo.
REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Processo Penal– 08/09
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno

Rito sumaríssimo (audiência) Defesa prévia oral e recebimento da denúncia. a) b) c) d) e) Ofendido; Testemunhas; Interrogatório; Debates orais; Sentença.

REDE LFG – EXAME DE ORDEM – REGULAR MODULAR

Processo Penal– 08/09
Material de apoio disponibilizado na Área do Aluno LFG – www.lfg.com.br/areadoaluno