You are on page 1of 2

PLANO DE ENSINO – 2010 PRIMEIRO SEMESTRE DIREITO

PROFESSOR: Manoel dos Reis Morais

DISCIPLINA: Lógica Jurídica
CH: 36 h/a CRÉDITOS: PERÍODO: 4º (diurno)

EMENTA: Natureza e importância da Lógica Jurídica. Princípios lógicos. Lógica Formal: idéia e termo. Classificação dos termos. Juízo e proposição. Classificação das proposições. Raciocínio e argumentos: dedutivo, indutivo e analógico. Silogismo e suas aplicações. Direito e linguagem lógica. Argumentos forenses. Sofismas. OBJETIVOS: Geral Estimular a reflexão crítica sobre a lógica e sua relação com o Direito, focalizando a linguagem em seus elementos fundamentais e a argumentação jurídica. Específicos Estudar os aspectos e elementos fundamentais da argumentação (conceito e aplicação da lógica e o meio lingüístico). Avaliar os argumentos (verdade, sustentação das conclusões e identificação das falácias). Introduzir os discentes na lógica formal e simbólica (proposições categóricas, silogismos etc.). HABILIDADES E COMPETÊNCIAS CURRICULARES: O curso de graduação em Direito deverá possibilitar a formação profissional que revele, pelo menos, as seguintes habilidades e competências: I. leitura, compreensão e elaboração de textos, atos e documentos jurídicos ou normativos, com a devida utilização das normas técnico-jurídicas; II. interpretação e aplicação do Direito; III. pesquisa e utilização da legislação, da jurisprudência, da doutrina e de outras fontes do Direito; IV. adequada atuação técnico-jurídica, em diferentes instâncias, administrativas ou judiciais, com a devida utilização de processos, atos e procedimentos; V. correta utilização da terminologia jurídica ou da Ciência do Direito; VI. julgamento e tomada de decisões e VII. domínio das tecnologias e métodos para permanente compreensão e aplicação do Direito. HABILIDADES E COMPETÊNCIAS DA DISCIPLINA: CONCEITUAIS: Avançar sobre os principais conceitos da lógica filosófica e apontar a pertinência deles na seara jurídica. PROCEDIMENTAIS: Proporcionar, com as aulas expositivas e a realização de exercícios, um instrumental teórico para auxiliar na argumentação jurídica e, principalmente, na avaliação das razões das peças jurídicas. ATITUDINAIS: Posicionar-se ativamente na pesquisa e no descortinamento das tarefas escolares, buscando sempre o aparato conceitual da lógica filosófica (jurídica) para questionar o labor jurídico. CONTEÚDO DESENVOLVIDO E NÚMERO DE AULAS PREVISTAS: PALESTRAS PROGRAMADAS: ATIVIDADES VIVENCIAIS PROGRAMADAS:

RECURSOS UTILIZADOS: Aulas expositivas Realização de exercícios Pesquisas bibliográficas AVALIAÇÃO: A1 – Prova individual – 20 pontos: Data: 26 de março de 2010 A2 – Prova individual – 25 pontos: Data: 07 de maio de 2010 A3 – Atividades individuais – serão realizadas 3 (três) atividades, em princípio, em horário de aula: 1ª Atividade: Data: 12 de março de 2010 (8 pontos) 2ª Atividade: Data: 30 de abril de 2010 (8 pontos) 3ª Atividade: Data: 21 de maio de 2010 (9 pontos) A4 – Prova individual – 30 pontos: Data: 25 de junho de 2010 BIBLIOGRAFIA BASICA: COELHO, Fábio Ulhôa. Roteiro de lógica jurídica. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2004. FERRAZ JR., Tércio Sampaio. Introdução ao Estudo do Direito: técnica, decisão e dominação. São Paulo: Atlas, 1994. PERELMAN, Chaim. Lógica jurídica: nova retórica. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR: BOBBIO, Norberto. Teoria do ordenamento jurídico. 10. ed. Brasília: UnB, 1999. HERKENHOFF, João Baptista. Como Aplicar o Direito: a luz de uma perspectiva axiologica, fenomenologica e sociológico-política. Rio de Janeiro: Forense, 1997. WOLKMER, Antônio Carlos. Pluralismo jurídico: fundamentos de uma nova cultura no direito. 3.ed. rev. e atual. São Paulo: Alfa-Ômega, 2001.