You are on page 1of 9

ESBOÇO – LIÇÃO Nº 9 – A CORRUPÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS

Os últimos tempos, em que vivemos, são trabalhosos e marcados pela corrupção generalizada da
humanidade.
INTRODUÇÃO
- Na sequência do estudo da Segunda Epístola de Paulo a Timóteo, analisaremos hoje o seu terceiro
capítulo.
- Os últimos tempos, em que vivemos, são trabalhosos e marcados pela corrupção generalizada da
humanidade.
I – A CORRUPÇÃO GENERALIZADA DOS ÚLTIMOS TEMPOS
- Na sequência do estudo da Segunda Epístola de Paulo a Timóteo, continuando o terceiro bloco deste
trimestre, analisaremos o terceiro capítulo daquela carta.
- Depois de Paulo ter dado orientações a Timóteo a respeito da necessidade de manter o bom ânimo para
não permitir que sua fé desfalecesse, a despeito da perseguição terrível que estava ocorrendo contra a
Igreja no governo de Nero, bem assim enfrentar convenientemente as heresias que estavam perturbando
os crentes de Éfeso, o apóstolo Paulo começa a dizer a seu filho na fé a respeito de como seriam os
últimos tempos, ou seja, como seria a dispensação da graça.
OBS: “… Acima [Paulo] ensinou sobre como resistir às dificuldades e perigos, aqui mostra como ele
[Timóteo] vai se manter firme contra riscos futuros. E 1º. anuncia perigos futuros; 2º. mostrando a sua
adequação para resistir; 3º. como ele vai lidar. E desde que anunciou esses perigos, ele ensina que
mesmo agora tem que evitar os vícios de seus seguidores…” (AQUINO, Tomás de. Comentário à Segunda
Epístola
de
Paulo
a
Timóteo.
Cit.
II
Tm.3:1-9,
n.10.
Disponível
em:
http://www.clerus.org/bibliaclerusonline/pt/index.htm Acesso em 11 jun. 2015) (tradução nossa de texto em
espanhol).
- Estes “últimos tempos” não são exclusivamente os dias imediatamente anteriores ao arrebatamento da
Igreja, embora nestes dias, que são os que estamos a viver, a intensidade do aumento do pecado seria
maior, como, aliás, o Senhor Jesus deixou claro em Seu sermão escatológico, ao dizer que haveria
multiplicação da iniquidade (Mt. 24:12). Entretanto, “… a expressão ‘nos últimos dias’ , na forma usada
aqui, não pode limitar-se aos dias que precederão imediatamente à segunda vinda de Cristo. Teria sido
sem sentido dizer a Timóteo que se afastasse de pessoas que nunca o molestaram.(…) a expressão ‘nos
últimos dias’ se refere à era iniciada com o aparecimento de Cristo sobre a terra. Essa é a era do
cumprimento das promessas messiânicas, promessas que alcançam sua mais gloriosa concretização na
consumação.…” (HENDRIKSEN, William. Comentário I Timóteo, II Timóteo e Tito. Trad. de Válter Graciano
Martins, pp.346-7) (destaques originais).
- É interessante verificar que o apóstolo Paulo revela a Timóteo algo que havia recebido diretamente do
Senhor a respeito dos últimos tempos. [A exemplo dos patriarcas e dos profetas, que, quando se
aproximaram da morte, receberam revelações da parte de Deus a respeito do futuro, como se observam
nas bênçãos proferidas por Jacó, Moisés, Davi e outros, o apóstolo Paulo, também, sabendo que iria
morrer, compartilha com Timóteo algo que lhe fora revelado pelo Espírito Santo a respeito dos últimos
tempos.]
- Esta revelação que é compartilhada pelo apóstolo era muito oportuna, porquanto Paulo está querendo
mostrar a Timóteo que a jornada vitoriosa da Igreja iria conviver com uma degeneração cada vez mais
acentuada da humanidade que recusasse receber a graça de Deus. Ao mesmo tempo em que a Igreja
vence o pecado, mantém-se animada na fé e não se deixa enganar pelos falsos ensinos, não é atingida
pelas astutas ciladas do diabo, o mundo permanece imerso no pecado e se afunda ainda mais no maligno.
- Esta revelação compartilhada com Timóteo tinha o objetivo de alertar a Igreja para que não se deixasse
abater com o aumento do pecado no mundo, aumento este que poderia ser considerado como um
fracasso do trabalho da evangelização, mas que, na verdade, é resultado da mesma evangelização, pois,
quando o Evangelho é pregado, quando alguém ouve a mensagem da salvação em Cristo Jesus, nunca
mais será o mesmo: ou se arrepende dos pecados e alcança a vida eterna ou, então, recusa esta
mensagem e, por conseguinte, avançará em sua escravidão no pecado, já que um abismo chama outro
abismo (Sl.42:7).

a presença de filosofias que procuram desmerecer a salvação em Cristo Jesus. recusando o único e verdadeiro Deus. portanto. Pensam apenas em si próprios. que é o Senhor de todas as coisas. desobedientes e rebeldes. Matthew. Paulo diz a Timóteo quão maus os outros seriam. considerando-a como “divina”. Trad. uma atitude de crença na mentira satânica de que se pode ser “igual a Deus”. porém. A avareza é idolatria (Cl. enaltecer a figura humana. como ocasião para prevalecer sobre os outros. deveríamos nos empenhar em manter a nossa integridade tanto mais firme.26) faz a transição para a descrição do tempo do fim determinado pelos demônios.No entanto. a salvação. desta avareza. p. os homens correm atrás de “outros deuses” e. acham não precisar de Deus e veem a vida terrena apenas como uma oportunidade de satisfação de seus próprios desejos. características que decorrem do “amor de si mesmo”. por que haveriam de obedecer a outras autoridades. Hans. quando não é praticada solitariamente. dentro de uma dimensão única e exclusivamente horizontal. verdadeiros representantes de Deus para cada um de nós sobre a face da Terra. este pensamento em si mesmo é uma característica marcante dos dias em que estamos a viver. desportistas e agricultor) são vistas pela perspectiva do fim dos tempos. Trad. como deixar de verificar que as grandes mazelas que acometem a humanidade não são decorrentes deste amor ao dinheiro. tanto teórico quanto prático. acaba adorando o dinheiro. . pois. porquanto. o sexo passa a ser uma atividade egoística. ou entender que a única dimensão da existência humana é a terrena. por exemplo. . 2. Sabendo da maldade dos outros. o tráfico de pessoas. . autossuficientes (soberbos) e que não têm qualquer temor de Deus.6:10). O individualismo tem alcançado níveis nunca antes alcançados em nossos tempos. . inclusive em ações que exigiriam a presença de mais de uma pessoa.5).…” (HENRY. como já temos visto. que não se precisa do Senhor para “conhecer o bem e o mal” (Gn. . .…” (BÜRKI. Todos somente pensam em si mesmos. .13:1). onde. na prática sexual. como vemos. O ateísmo crescente. não faltam atitudes. de Werner Fuchs.A característica quarta destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens desobedientes a pais e mães. quão bom ele deveria ser. A frase situa-se no contexto de II Tm. A que ponto chegamos. por sua rebeldia. A recusa à pregação do Evangelho nada mais é que uma manifestação de soberba por parte do incrédulo. de Degmar Ribas Júnior. ocorre sistematicamente nas manifestações do chamado “orgulho LGBTT”). Tudo no mundo se faz por dinheiro e o amor do dinheiro é a raiz de toda a espécie dos males que há na face da Terra (I Tm. sobrevirão tempos difíceis. as riquezas. soberbos e blasfemos. isto: nos últimos dias. sem falar nas várias manifestações e movimentos que não cessam de ofender a Cristo e à Sua Palavra das mais variadas formas (como. é exercida com a mera consideração do outro como mero objeto.A característica segunda destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens avarentos. tais como o tráfico de drogas. “o dinheiro faz o mundo rodar” (Money makes the world go around).A característica primeira destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens amantes de si mesmos. Comentário Novo Testamento Atos a Apocalipse obra completa. 2:7. por exemplo.Os incrédulos são pessoas que. entre estes deuses. são desobedientes a pais e mães e tal circunstância é . por si só. 713).3:4.“… A palavra do laço demoníaco (II Tm. Quando olhamos o cenário da humanidade.44).Esta soberba. as riquezas. . naturalmente. Agora Paulo elabora no que cabe prestar atenção com vistas ao desdobramento na igreja e na sociedade. p. os incrédulos. que.Como diz conhecida canção no musical “Cabaret”. o tráfico de armas. e. temse como natural que se busquem as riquezas para que se possa desfrutar dos prazeres terrenos. 1 Sabe. pessoas e ideologias que representam bem estas péssimas qualidades que possuem os homens incrédulos e que resistem ao Evangelho. já que se entendem iguais e independentes de Deus (presunçosos). as desigualdades sociais crescentes e tantos outros problemas terríveis de nosso tempo? .3:5) e o homem.Em nossos dias. Os homens que resistem ao Evangelho são. Não tendo como satisfazer a sua alma com Deus. que há de acontecer e já irrompeu. não levando em conta nem o Senhor nem o próximo.OBS: “… Neste capítulo.A característica terceira destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens presunçosos. que são constituídas por Deus (Rm. um apego ao “eu”. amados irmãos! . pois se recusam a ir em direção a Ele. Cartas a Timóteo II Timóteo Comentário Esperança. chegando mesmo a ofendê-’LO em palavras e atos (blasfemos). num aumento cada vez maior da perversão sexual. A primeira autoridade constituída por Deus sobre nós são os nossos pais. quem tem proeminência é o deus Mamom. como capaz de alcançar. se não obedecem a Deus. arrogantemente. Lá as três ilustrações (soldado. que pensa apenas nas coisas desta vida.

qualquer reconciliação. Hans. que fazem acusações falsas ao outro. por causa do Evangelho.cit.. e todos os demais. o consenso. ou seja. quanta irreverência.46). que a vida só vale a pena se for “intensamente vivida nesta dimensão terrena”. embrutecidos. se só pensa em si mesma? Como poderá agradecer se entende que seu sucesso se deve única e exclusivamente a ele? . William.A característica décima destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens incontinentes. bem como o aumento dos conflitos entre as pessoas e entre as nações. A insensibilidade já mencionada anteriormente é revelada pela crueldade e pela falta de amor para com os bons. Desprezam as virtudes. desumanos…” (BÜRKI. o homem em comunhão com Deus é dotado de sensibilidade.A característica nona destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens caluniadores. em nossos dias. absolutamente carentes de autodomínio. “… Não ‘havendo criado juízo’ jamais. fruto da falta de acordo e consenso entre as pessoas. ou seja. op. da soberba reinante. p. homens que não têm qualquer dimensão do sagrado. . que não consideram que coisa alguma seja sagrada.A característica quinta destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens ingratos. quanto desrespeito com as coisas relacionadas ao culto a Deus. neste trágico sistema educacional que existe no Brasil. consideram-se os únicos certos e todos os demais. pelos desejos pecaminosos e carnais incontrolados.Não é à toa que vivemos dias do hedonismo. ou seja.A característica sexta destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens profanos. Como não verificar como o respeito aos pais está hoje completamente abandonado em nossa sociedade? Como deixar de considerar que. Quanta profanação temos observado em nossos dias. neste quadro. ou seja. máxime no Brasil. Todos querem fazer prevalecer única e exclusivamente a sua vontade. Como deixar de verificar que. claramente. Trata-se de homens “… rudes. amados irmãos! . ‘desinibidas’. op. desprovidas do poder de refrear suas próprias tendências ou impulsos. op. Tem-se aqui mais uma consequência do individualismo. homens que não se contêm. daí são irrefreáveis.cit. da filosofia segundo a qual se deve desfrutar ao máximo de todos os prazeres oferecidos. ou seja. são indômitas. superiores.A característica oitava destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens irreconciliáveis. já que sempre defenderam que a existência humana só tem razão de ser neste mundo e que se resume aos prazeres vividos nesta vida. como poderá ser grata a alguém. à adoração ao Senhor. .A característica undécima destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens cruéis. sem amor para com os bons.350) (destaques originais). há uma apologia à rebeldia e à independência em relação aos pais? . única e exclusivamente para que o “eu” prevaleça. não há qualquer sensibilidade em relação ao próximo? . O Senhor Jesus disse. em nossos dias.cit. Tenhamos cuidado. O incrédulo. que. a começar das próprias escolas. são aborrecedores do bem…” (HENDRIKSEN. que não tem qualquer compaixão pelo próximo.. selvagens. William. errados.. O que vemos. para que o próximo deixe de ser um obstáculo à satisfação dos próprios interesses. . portanto. Não é à toa que pensadores como Nietzsche e Sartre sejam os “gurus” de nosso tempo. como admitir que errou? Como perdoar alguém ou pedir perdão a alguém? Não é possível. há total falta de afetividade entre as pessoas. . homens que atacam a honra do próximo. que são atraídos e engodados pela sua própria concupiscência.4:8) e. é uma pessoa insensível. .É evidente como a crueldade tem dominado a cena na sociedade de nossos dias.Esta mentalidade de irreconciabilidade fica evidenciada no grande número de litígios que há no Poder Judiciário na atualidade. o acordo. que devem se submeter a eles. “… Jamais aprenderam a controlar-se. indomados. .A característica sétima destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens sem afeto natural. A ingratidão é consequência do individualismo reinante no mundo. 350) (destaques originais).evidente e cada vez mais intensa nos dias imediatamente anteriores ao arrebatamento da Igreja. incivilizados. Se a pessoa é soberba.A dimensão do sagrado tem sido totalmente negligenciada em nossos dias. Se a pessoa se considera o centro do mundo. pensa somente em si. ferozes.10:21). uma amostra eloquente desta falta de reconciliação. inclusive pelos que cristãos se dizem ser. que não têm qualquer ideia de que há um relacionamento entre Deus e o homem e que as coisas referentes a Deus devem ser respeitadas. se ela nem sequer faz menção de Deus. que são escravos de seus instintos. . aquele que recusa o Evangelho. inferiores. é o ser humano não tendo qualquer piedade do próximo.…” (HENDRIKSEN. os filhos se levantariam contra os pais (Mt. Deus é amor (I Jo. p. .

na verdade. Como os homens pensam apenas em si mesmos."…” (Exposição de II Tm. da qual alguns abusam para o mal. Muitos se farão verdadeiros Judas Iscariotes.org/bibliaclerusonline/pt/index. entendem-se corretos e inatingíveis por qualquer crítica. Este é o verdadeiro lema da presente era. p.pdf. mais amigos dos deleites do que amigos de Deus. assim como toda política baseada nela.46). apesar de todas estas nefastas características.Por isso mesmo. II Tm. .onde a criminalidade e a violência assumem níveis alarmantes. n. “…cheios de si (I Tm. e à prudência se opõe qualquer vício ou por abuso da prudência ou por sua privação. negar a si mesmo. mas. Quanto ao primeiro diz: traidores. Cit. traindo a Cristo e a Sua Igreja nos últimos tempos. o grande teólogo da Idade Média. "sempre aprendendo e nunca podendo chegar ao conhecimento da verdade.blogspot.A característica décima quarta destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens orgulhosos. em sua cegueira espiritual." Ela [a presente era – observação nossa] se gloria em não saber nada e sua grande glória está no seu progresso contínuo " nunca podendo chegar ao conhecimento da verdade.…” (HARRISON.7) (tradução nossa de texto em inglês). op. acham que estão fazendo o certo. “… pessoas precipitadas. Tomás de. . Este poder se aperfeiçoa pela prudência. mas têm uma raiz muito mais profunda na corrupção espiritual gramsciana.…”(BÜRKI. mas não são amigos de Deus. sendo o alvo algo errado. Não há como sermos reais e genuínos servos de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo se deixarmos que o ego prevaleça. coloca os vícios da corrupção que tocam à parte racional.…” (AQUINO.A característica duodécima destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens traidores. 3:6. . Diário filosófico de Olavo: perdão de Deus. Como os homens são amantes de si mesmos. Everett F. aliás.Como afirma Charles Haddon Spurgeon: “…Esta é a fotografia da idade atual e eu não tenho dúvida de que Paulo falou dela quando então o Espírito de Profecia estava sobre ele. Vemos aqui que a religiosidade é um grande fator de engano para o ser humano.com. como parte.cit. 6:4). que estão distantes de Deus e que caminham para a perdição. À prudência pertence a sagacidade. então. ou seja. Disponível em: http://www. que nos tornemos amantes de nós mesmos. II Timóteo Comentário Moody. Olavo de. Jesus disse que quem quisesse vir após Ele deveria. razão pela qual são traidores.13) (destaque original). . .Paulo diz que estes homens. aventureiras. têm aparência de piedade. . termo derivado de: assaltar. . ou seja.htm Acesso em 11 jun.10. agindo apenas em função do próprio interesse. de nada adiantando dizermos que somos seguidores de Cristo. não cumprem os compromissos assumidos com o próximo. . à ação precipitada e movida por motivos equivocados.3:1-9. op.cit.… OBS: “… a "absoluta terrestrialização do pensamento" proposta por Antônio Gramsci. terem todas estas características nefandas.A característica décima terceira destes “tempos trabalhosos” é a existência de homens obstinados. o Foro de São Paulo e o ‘pensamento positivo’. Disponível em: http://rafaelbrasilfilho.. São pessoas que recusaram a obra de Cristo que foi a de retirar a inimizade entre Deus e a humanidade em virtude da entrada do pecado no mundo. Hans. em primeiro lugar.spurgeongems.Os homens recusam o Evangelho e prosseguem caminhando para a perdição eterna mas. que demonstram. apresentarem-se como piedosas. do projeto anticristão de poder que se encontra escatelado em nosso país desde 2003. Isto resume os pecados que fluem do amor ao ego e que estão em agudo contraste aos amigos de Deus. pois. entende que a traição é uma corrupção da própria parte racional do ser humano. pois são amigos do mundo.…” (CARVALHO. As ligações entre o Foro de São Paulo e a corrupção petista não só uma questão de alianças e conveniências. que leva à obstinação.15). OBS: “… Em seguida. Muitas pessoas podem professar uma religião.Tomás de Aquino. agir precipitadamente sob a pressão das paixões. a consequência será termos todas as características dos incrédulos. com absoluta clareza. e estes são os traidores. portanto um convite irresistível à criminalidade. Tem-se uma cláusula conclusiva que nos reporta à primeira característica. Disponível em: http://www. eles são orgulhosos.org/vols49-51/chs2846.clerus.html Acesso 11jun.3.br/2015/03/diario-filosofico-de-olavo-perdao-de. de modo que o traidor é aquele que usa a sagacidade decorrente da prudência para o mal. querendo e buscando sempre os prazeres mundanos. Tem-se aqui o que Tomás de Aquino denomina de “abuso da constância”. p. p. . 2015) (tradução nossa de texto em espanhol). será sempre uma GARANTIA INFALÍVEL de destruição da consciência moral de um povo. da obtenção de vantagens para si mesmos.

por casa. . .“… A razão por que Timóteo deve afastar-se de tais pessoas é agora indicada: Porque desses círculos vêm aqueles que estão se infiltrando nos lares e estão tomando cativas mulheres levianas.org/bibliaclerusonline/pt/index. Cit. uma forma de piedade. e toda a virtude da piedade depende da caridade. . mas deve se manter. buscando sempre a conversão dos incrédulos e apóstatas.7:16-20) e é por isso que devemos sempre estar atentos para a conduta e comportamento de cada um para que possamos nos afastar daqueles que apresentam as características dos incrédulos. porque por virtude de uma coisa se entende aquilo de que depende toda a coisa. n. mas. 2015) (tradução nossa de texto em espanhol). .Este afastamento de que fala o apóstolo Paulo a Timóteo não pode ser interpretado como uma atitude sectária.. e o fato de darem as boas-vindas aos [homens] de fala mansa parece indicar que seus pecados lhes têm produzido um sentimento de intranquilidade(…). o desejo de ser consideradas como ‘bem informadas’. Segundo. extasiadas. liberto do mal. ibid.“ …Antes de tudo.htm Acesso em 11 jun. de modo que não pode sair deste mundo. Mas. Portanto. porém não se sentem necessariamente envergonhadas deles…” (HENDRIKSEN. o próprio Senhor. por isso se diz: renunciando à sua virtude. enquanto. p. II Tm.Não podemos nos levar pela aparência. não são bem-sucedidos com todas as mulheres. ou seja. a mesma força da piedade. aqueles que se introduzem nas casas são os que astutamente querem saber os segredos da consciência para enganar os outros"…” (AQUINO.2015) (tradução nossa de texto em espanhol). William. Muitos são lobos devoradores vestidos de ovelhas (Mt. daqueles que recusam o Evangelho.cit. ibid. Talvez possamos pensar em coisas tais como as seguintes: o desejo de achar uma via fácil para escaparem de seu complexo de culpa. Mas a falta de disposição em confessar francamente e resistir aos maus impulsos de sua natureza resulta em que ‘nunca são capazes de chegar ao reconhecimento da verdade’ revelada no evangelho…” (HENDRIKSEN. não tendo a verdade. .6. se sentam a ouvir seus licenciosos mestres e a admirá-los. . o apóstolo Paulo diz a Timóteo que deveria ser comedido na denúncia dos erros doutrinários. satisfazer a curiosidade. op. há mulheres volúveis (…). no sermão do monte.htm Acesso em 11 jun. O salvo é sal da terra e luz do mundo. Tais mulheres provavelmente nutrem medo das consequências de seus pecados.“… Em terceiro lugar. pode ser entendido metaforicamente. ou seja. Devemos nos afastar do pecado e não dos pecadores. consoante já temos visto na lição anterior. isto é.7. William. n. op.7:15) e os reconheceremos pelos frutos que produzem (Mt. Ou.Paulo “… mostra a sua maldade. devemos nos guiar pela reta justiça. essas mulheres levianas estão sempre aprendendo. que é aqui tomada de duas maneiras: primeiro. sim." E se pode explicar essa passagem literalmente: como se intrometem desordenadamente e andam vagando de casa em casa por interesse (…). pela Palavra de Deus (Jo. essas mulheres estão ‘sobrecarregadas de pecados’. William.(…). (…).…” (op.. . mas jamais se envolvendo na maneira de viver pecaminosa que tais pessoas estavam a levar.. em toda época.clerus.cit. op. "Afirmam que conhecem a Deus. granjear a atenção de representantes proeminentes do sexo oposto etc.3:1-6. pp. São muito perversas. mas negam-n’O nas obras" (Tt. Disponível em: http://www. e essas se encontram tanto na igreja como fora dela…” (HENDRIKSEN. isto sim. a virtude da piedade. São discípulas ansiosas que ‘tragam tudo’.) (destaques originais).7:24). à caridade.351-2) (destaques originais). Não se declara quais são esses maus incentivos. a consciência. William. sim.3:1-9. É óbvio que. foi categórico ao dizer que proferir o Seu nome ou até realizar prodígios em nome d’Ele nada significa.cit.7:21-23).1:16).353).A propósito. Disponível em: http://www. o desejo de receber reconhecimento. (HENDRIKSEN. ou seja.“… Em segundo lugar. embora possam até pregá-lo hipocritamente. Desses círculos (…) dos homens referidos nos versículo 1-5 procedem os falsos profetas que se especializam na arte de cativar mulheres.org/bibliaclerusonline/pt/index. mas negando o espírito". a sua virtude. ‘são arrastadas por diversos impulsos’ (ou ‘desejos’…).Temos aqui a “…dissimulação "mostrando. Tomás de. Paulo tinha um elevado conceito dessas nobres mulheres e fazia bom uso de seus talentos (…). Muitas mulheres são por demais sensíveis para tornar-se vítimas dos falsos profetas.cit. .clerus. dizendo: "aqueles que entram nas casas.) (destaques originais). isto é. Naturalmente. onde diz: renunciando. . Cit de II Tm. pois só é verdadeiramente conhecido do Senhor aquele que se apartar da iniquidade (Mt.

II – EXORTAÇÃO A PERSEVERANÇA NA SÃ DOUTRINA . fé. mas demonstrara por sua conduta e pelos sofrimentos que havia passado que era um legítimo e genuíno servo de Cristo Jesus. p. mas que estão distantes de Deus e levam os seus seguidores também a ficar longe do Senhor. “… À luz da tradição judaica. que são os magos que resistiam no Egito a Moisés. Hans. por conseguinte. incluídos aí os falsos mestres. Portanto. O apóstolo tinha em mente a seguinte comparação: Assim como Janes e Jambres se opuseram a Moisés. 354). o representante de Deus. ou seja. são “mulherzinhas”. aqueles que deturpavam a sã doutrina. .. . ‘perseverança inabalável’. são altamente perigosos.Quem age como os incrédulos dizendo-se cristão é uma pessoa que tem o seu entendimento corrompido..cit. que afirma categoricamente que a fé sem obras é morta (Tg. Os sete itens do versículo 10 são a manifestação da obediência ativa (até mesmo a paciência. Icônio e Listra. muito perigosos.“…Todos os itens expressam ou implicam obediência ao Senhor. mas revelava a sua salvação através de frutos de justiça. segundo a tradição judaica. da sua fé.Estes incrédulos resistem sempre ao Evangelho.. É esse o sentido da parábola do joio e do trigo e o sentido do fim dos tempos como tal. a respeito do fruto do Espírito (Gl. da sua longanimidade. assim também estes líderes corruptos se opõem à verdade de Deus como revelada em Sua Palavra e como proclamada por Paulo. será logo descoberta a sua loucura. Quando viram que não podiam impedir o êxodo de Israel do Egito. bem como havia sido liberto pelo Senhor em todas elas (II Tm. OBS: “… Mágicos não conseguem manter oculta por tempo ilimitado a realidade encoberta. não aceitam a Cristo como Senhor e Salvador. como. fingindo ‘conversão’ à religião. sempre se opondo à Palavra de Deus e à verdade. A expressão grega está no diminutivo depreciativo. diz a Timóteo que ele não era daqueles. pessoas simplórias. sejam quais forem seus verdadeiros nomes.É interessante notar que a tradição judaica diz que “… Janes e Jambres se fizeram prosélitos. lemos que se uniram à multidão que empreendia a marcha. ou seja.cit. eles foram os que induziram o povo a fazer um bezerro de ouro para adorá-lo. ‘o exercício da paciência em relação aos outros’). porque fingem ser genuinamente convertidos à religião cristã…”(HENDRIKSEN. .4:4). através de um comportamento que o torna diferente de tudo quanto há no mundo e no maligno. op. Semelhantemente. Paulo diz que tais pessoas agem assim como Janes e Jambres. ainda que religiosas e aparentemente piedosas. William. a todos os que se deixam levar por estas pessoas incrédulas. os falsos líderes. . [Paulo] cita o exemplo dos dois líderes entre os magos que. Os dois itens no versículo 11 . longanimidade. a sua incredulidade de todos será sabida e mostrada. como também sido testemunha ocular das perseguições e aflições que haviam acontecido durante a trajetória de Paulo em Antioquia. a intenção. Timóteo e outros.cit. esta mentira não permanecerá. até que tudo esteja amadurecido para o juízo final.Após ter dado as características daqueles que se recusam a crer no Evangelho. . do seu amor e da sua paciência.…” (HENDRIKSEN. 3:10). então. Assim. a quem Paulo se refere.Paulo não era um seguidor teórico de Cristo Jesus. op. William.. 5:22).13 e 2. negam a sua eficácia. O verdadeiro e genuíno salvo em Cristo Jesus mostra a sua salvação através das suas obras. pois havia seguido a doutrina.…” (BÜRKI. como tais. . o modo de viver. Mais tarde (segundo a tradição judaica). e assim a longanimidade. não há referência apenas às pessoas do sexo feminino. p. como os incrédulos.Paulo não vivia de aparência de piedade.48). p. nada sabe das coisas espirituais. tendo aparência de piedade. está completamente cego espiritualmente. aconteceu com aqueles dois magos que supostamente haviam se tornado seguidores do Deus de Israel. Lembramo-nos aqui também de Tiago. pessoas despidas da sabedoria divina.Impossível aqui não nos lembrarmos dos ensinos de Paulo aos gálatas. o mundo substituto do mundo real da verdade. É pessoa que é reprovada por Deus e. eram conhecidos pelos judeus como ‘Janes e Jambres’ (provavelmente do aramaico: ‘o que seduz e o que provoca rebelião’). Paulo. caridade e paciência de Paulo. 2:1426). tendo seu entendimento cegado pelo deus deste século (II Co. aliás.Estas “mulheres levianas” de que fala o apóstolo Paulo são todos os seguidores daqueles que. eram hipócritas e. Porventura isso não contradiz 2 Tm 3.354) (com modificações nossas).op. através do seu modo de viver.16: pessoas más e enganadores prosseguirão? O mal avançará assim como o bem. . é ativa. das suas intenções.

já que o obreiro tem de ser um imitador de Cristo (I Co. Por isso. que deve ser exemplo para os fiéis.13:7.16:18).5:3). enquanto que os que rejeitam o Evangelho estão caminhando celeremente para a perdição.11:1. OBS: “…O mundo não ama a Cristo ou Seu Evangelho um átomo mais hoje do que amou nos dias de Paulo. para o prejuízo deles. “… Os ministros cuja maneira de viver está em conformidade com as suas doutrinas. que passemos a ser combatidos por este mesmo mundo. pela graça de Deus.Paulo mostra. . como resultado. quando passamos a fazer a Sua vontade. 357) (destaques originais). se tornam cada vez piores. I Pe. Matthew.. op.Paulo podia falar o que estava a dizer porque Timóteo. e. pois esses procedem de mal a pior. diz. p. .…” (HENDRIKSEN. assim também ocorre com os homens maus. 3:10-12.11). No final. Esses que atraem os outros ao pecado acabam incorrendo em mais e mais erros.…]” (AQUINO.htm Acesso em 11 jun. que o acompanhava desde o início da segunda viagem missionária..cit. portanto. 2015) (tradução nossa de texto em espanhol).Tanto assim é que. Timóteo deveria ter a mesma visão do salmista Asafe que. seja da sua coirmã. portanto. . Disponível em: http://www. enganando e sendo enganados. a indicar.. "de todas me livrou o Senhor" (II Co. O caminho do pecado é morro abaixo.Apesar de toda a oposição que sofre o genuíno e verdadeiro servo de Deus. para tristeza dos falsos ensinadores seja da “teologia da prosperidade”.htm Acesso em 11 jun.8) (tradução nossa de texto em inglês). os males que suportou. II Tm. a “teologia da confissão positiva”. em particular.10). Embora.clerus. Como afirma Tomás de Aquino: “… é coisa corrente que os santos padecem perseguições e que aos males de cada dia se acrescentem outros males…” (op.…” (HENRY. ela sofre.cit. 73:1-20). mas se conduzem mal não podem esperar trazer proveito ao povo…” (HENRY. precisou abandonar seu olhar carnal e ver a realidade das coisas pelo seu verdadeiro lado. os abusos. a cada dia. OBS: “… Assim como homens justos. "A mente carnal é" ainda "inimizade contra Deus ". p. que nos tornemos um “copo estranho” no organismo deste sistema imerso no maligno e não deve ser surpresa. a paciência.cit.clerus. Por outro lado. William. para nós. Os judeus que perseguiram o apóstolo na presença de Timóteo. [Paulo] instrui sobre 3 coisas que lhe traz à memória: a paciência que teve. são os homens maus e enganadores que irão de mal para pior. que desde os séculos esteve oculto em Deus (Ef. 716). II Tm. se verá a diferença entre o justo e o ímpio. Cit. Cit. mas nunca faltou a ajuda divina. Charles H..…” (SPURGEON. op. Matthew.org/bibliaclerusonline/pt/index. a perseguição em geral (Mt. por causa das perseguições e aflições. Então.Quando nos dispomos a viver em comunhão com o Senhor. se tornam cada vez melhores. o fato é que. assim como os “corpos estranhos” que adentram em nosso organismo são combatidos pelas células de nosso corpo. que sofreu em seu próprio corpo (II Co. p. faz questão de afirmar que as portas do inferno não prevaleceriam contra ela (Mt. . n. aqueles que pregam bem. n. bem sabia o testemunho que o apóstolo tinha e como havia sofrido perseguições e aflições pela causa do Evangelho. ao ver a prosperidade dos ímpios. Esses que enganam os outros não fazem mais do que enganar-se a si mesmos.11. Disponível em: http://www. ademais. Hb. op.1).3:1-9.org/bibliaclerusonline/pt/index. ele está se aproximando do Senhor. que é o espiritual (Sl. . por meio da sutileza de Satanás e o poder das suas próprias corrupções.1). "o que me aconteceu em Antioquia.12. em aparência. e a matéria da paciência.3:9). logo após o Senhor Jesus ter revelado o mistério da Igreja. não podemos achar que o mal está a triunfar. Tomás de. que os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições (II Tm. como diz o profeta Malaquias.são a manifestação de um tipo mais passivo de obediência: uma pessoa é perseguida.cit. pôs: 1º. é inevitável que entremos em colisão com o mundo.3:18). e descobrirão isso no final. pareça que é o servo de Jesus Cristo que está em desvantagem. op. entre o que serve a Deus e o que não O serve (Ml.“… [Sobre suportar os males. nunca tendo envergonhado o Senhor Jesus em suas atitudes e procedimentos. que haveria uma contínua oposição do maligno contra o povo do Senhor.cit.cit. Pelo contrário. op. e em particular. . que aperfeiçoa o trabalho (Tg.Viver de acordo com a Palavra que prega deve ser a conduta de todo ministro de Jesus Cristo. 2015) (tradução nossa de texto em espanhol). de tal forma que possa ser imitado pela membresia. ou seja. Icônio e Listra". 716). . p.3:12). muito provavelmente farão bem e deixarão frutos duradouros do seu trabalho. enganando e sendo enganados. . o socorro divino que o acompanhou.

15). p. faz uma profissão de fé das Escrituras. pois ela é a verdade e o Espírito Santo. É ela que nos limpa (Jo.5:10.17:17. sacerdote e rei. portanto. então. para corrigir. ao dizer que ela é divinamente inspirada e que é proveitosa para ensinar. 717). Lc. plenamente equipado (cf. foram entregues por homens santos. que devem dar instrução. podemos encontrar aquilo que precisamos nas Escrituras. pela fé que há em Cristo Jesus (II Tm. um dos pontos basilares da Reforma Protestante. para ensinar. Acertadíssimo. “Para tornar você sábio para a salvação pela fé”. redarguir. todo homem de Deus será perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra. e de onde poderíamos obter informações melhores do que da Bíblia? [3] Para que o homem de Deus seja perfeito (v. . . não podemos jamais substituir as Escrituras pela Tradição. que seus escritores forem inspirados pelo Espírito Santo (II Pe. p. Observe: As Escrituras vão nos tornar sábios para a salvação. que nos guia em toda a verdade. permanecendo naquilo que havia aprendido desde a sua meninice.2:21. e não o contrário (Hb 4. A Escritura é adequada para todas as situações. uma vez por todas. motivo por que não podemos duvidar das Escrituras. recebe aqui este título. se estiverem combinadas com a fé. pois só elas podem nos fazer sábios para a salvação. aliás.“… Ele [Paulo – observação nossa] o [Timóteo – observação nossa] orienta a permanecer firme em um bom ensino e especialmente em relação àquilo que tinha aprendido das Sagradas Escrituras (w. As Escrituras são aptas a tornar-nos verdadeiramente sábios. correção e repreensão. Elas vêm do Deus santo. seguindo fielmente as Escrituras Sagradas.Através das Escrituras. II Tm. Tt. mesmo diante das heresias que eram proferidas pelos que se haviam desviado da fé trazendo muito trabalho e esforço para Timóteo. 3:14. no-la elucida. o ministro. O que completa um homem de Deus neste mundo é a Escritura. contêm preceitos santos. segundo o qual a Bíblia Sagrada é a única regra de fé e de conduta para o cristão (que é.15:3) e nos mantém santificados (Jo. como também devemos rejeitar toda e qualquer tradição que contraria o texto sagrado. .6:40) ‘para toda boa obra’ (I Tm. 14. o crente deve ser bem equipado (…). é um homem de Deus. O cristão.17). Por meio dela somos perfeitamente instruídos para toda boa obra. Paulo (e o Espírito . . fará com que vejamos o Senhor nos ares no dia do arrebatamento da Igreja. “… O homem de Deus (…) é o crente. Por isso. sim. o filho na fé de Paulo deveria prosseguir avante no cumprimento de seu ministério. para redarguir.Não há como termos alento na vida espiritual se não formos ouvintes e praticantes da Bíblia Sagrada. Observe: As pessoas verdadeiramente sábias são sábias para a salvação.Mesmo em meio à grande perseguição que havia sobre a Igreja. .“… As Escrituras que devemos conhecer são as Santas Escrituras ou as sagradas letras.3:1). 716) (destaque original)..1:21). Ela é útil para todos.2).cit. como muitos estão a fazer em nossos dias.4:5). se não crermos na sua verdade e bondade. Ela instrui naquilo que é verdade.Ao dizer que as Escrituras são divinamente inspiradas. . Então seremos. para instruir em justiça.Paulo. Matthew. mas. e como investido com o tríplice ofício de profeta. Observe: Não é suficiente aprender aquilo que é bom. I Tm. . jamais pode contrariá-la. não sendo.…” (HENRY. não nos farão bem algum. Porque. Matthew. comunhão esta que se mantiver até o fim. op. de modo que nos mantemos separados do pecado e em condições de conservar nossa comunhão com o Senhor. tratam de coisas santas e foram destinadas a tornar-nos santos e a orientar-nos para o caminho da santidade para a felicidade.(…) as Escrituras são um guia certo em nosso caminho para a vida eterna.3:16). Independentemente do nosso dever.15): Permanece naquilo que aprendeste. portanto. [2] Ela é proveitosa para todos os propósitos da vida cristã. mas devemos permanecer nisso e perseverar até o fim. Cada crente.138:2). Ela é especialmente útil para os ministros. o item 2 do Cremos das Assembleias de Deus). op. repreende quando estamos errados e nos dirige naquilo que é bom. nem tampouco dizer que seus preceitos não se aplicam mais ou perderam a validade. sábios para a nossa alma e para o outro mundo.cit. bem ao contrário. Para exercer adequadamente este tríplice ofício. Ela atinge todos os fins da revelação divina. verdadeiramente. o apóstolo também nos mostra que jamais qualquer tradição pode superar a Bíblia Sagrada. corrigir e instruir em justiça (II Tm. verdadeiro o ensinamento romanista de que as Escrituras são fruto da Tradição ou do Magistério da Igreja.31). …” (HENRY.É a Bíblia Sagrada quem nos ensina a verdade. corrigidos e redarguidos.. discípulos de Cristo (Jo 8. porque todos precisamos ser instruídos. A Bíblia Sagrada é a Palavra de Deus e o próprio Senhor a pôs acima do Seu próprio nome (Sl. ou do nosso serviço. que é o “sola Scriptura” (somente a Escritura). considerado como pertencente a Deus. O apóstolo mostra que a Bíblia é a Palavra de Deus.

porque uma coisa perfeita é aquele que é completa e acabada. Wilckens traduz assim: ‘Dessa forma o ser humano de Deus em nós deve ser plenamente desenvolvido. porque somente não andaremos segundo o conselho dos ímpios. 2015) (tradução nossa de texto em espanhol). tivermos prazer na lei do Senhor e. antes. portanto.cit. Tomás de. não apenas aquelas que são necessárias para a salvação.. . a saber: ensinar a verdade. a pessoa que profere os oráculos de Deus.…” (BÜRKI.1:1. preparado "para toda boa obra". ou seja. de modo que se faz com a razão especulativa. p. Disponível em: http://www. são um meio de aperfeiçoamento dos santos e. n.br/index.3:16.php/adultos/14-adultos-liccoes/311-licao-9-a-corrupcao-dos-ultimos-dias-i . livrar do mal e induzir ao bem em que mira à prática. diz. pois não pode ser perfeito se não se é um homem de Deus.…” (AQUINO.org.373-4) (destaques originais).56). E então o homem é perfeito quando percebe isto.cit. op. ou seja. "que o homem de Deus seja perfeito". William. pp.2). não nos deteremos no caminho dos pecadores nem nos assentaremos na roda dos escarnecedores se.. .Santo falando por intermédio dele) não se satisfaz enquanto a Palavra de Deus não cumprir plenamente a sua missão e o crente não tiver alcançado ‘ a medida da estatura da plenitude de Cristo’ (Ef. na Sua lei.4:12. Hans. Cit. Por isso.9). Caramuru Afonso Francisco http://www. porque não é bom o que quer.6).org/bibliaclerusonline/pt/index.portalebd. II Tm. meditarmos de dia e de noite (Sl.htm Acesso em 11 jun. . Já no AT “ser humano de Deus” representa um título preponderante para o profeta. um instrumento indispensável para todos quantos querem chegar à glorificação.12.17.As Escrituras são meio de santificação. O ser humano de Deus é de modo especial o mestre da verdade. op.“… A palavra de Deus demonstra seu poder inspirado e sua utilidade pelo fato de gerar o ser humano de Deus. mas também para aquelas que são de supererrogação [o que se faz além do dever – observação nossa]. mas o que é perfeito no seu trabalho (Hb. à qual não tem falta de nada.’ Cristo deve ser configurado em nós. último estágio do processo da salvação. e o efeito final que é levar os homens à perfeição.clerus. argumenta refutando a mentira.cit. assim como os efeitos da Escritura. op.13)…” (HENDRIKSEN. Porém todos os crentes devem crescer até a maturidade plena da idade adulta em Cristo. O uso múltiplo da Sagrada Escritura visa à maturidade espiritual em Cristo.“…Quatro são. Não nos cansemos de fazer o bem "(Gl 6.