Salário e Remuneração

Gorjetas

CÁLCULO TRABALHISTA
Salário e Remuneração
Gorjetas – Aula 03
PAULO VITOR

Salário e Remuneração
Gorjetas
A nossa legislação (bem como a doutrina), distinguem dois tipos de
gorjeta.
1. Próprias: entregues, voluntariamente, pelos clientes.

2. Impróprias:

percentual constante da nota fiscal aplicado

sobre o valor da conta.

2

Salário e Remuneração Gorjetas Art. como contraprestação do serviço. § 3º . a qualquer título. 457 . como adicional nas contas. 3 . para todos os efeitos legais. e destinada a distribuição aos empregados. as gorjetas que receber.Compreendem-se na remuneração do empregado. como também aquela que for cobrada pela empresa ao cliente.Considera-se gorjeta não só a importância espontaneamente dada pelo cliente ao empregado. além do salário devido e pago diretamente pelo empregador.

Salário e Remuneração Gorjetas Remuneração é totalidade dos proventos percebidos pelo empregado. em decorrência do contrato de emprego. Salário é a contraprestação dos serviços paga diretamente pelo empregador ao empregado. ainda que pagos por terceiros.br . 4 DMCTVITOR Perícias Trabalhistas 2959.7219 prfvitor@terra. de forma habitual.com.

036 de 1990). salvo quando estas forem indenizadas. § 1º. nos 13ºs salários (art. 15 da Lei 8. da Lei 4. FGTS (art. refletindo somente nas férias (art. de 1962).Salário e Remuneração Gorjetas A gorjeta faz parte da remuneração. mas não é salário. 5 . 1º. 142 da CLT). incluídos os depósitos do FGTS sobre os reflexos das gorjetas em 13ºs salários e nas férias.090.

11.Salário e Remuneração Gorjetas Por não ser salário temos a Súmula 354 do TST: GORJETAS.2003 As gorjetas. 121/2003. cobradas pelo empregador na nota de serviço ou oferecidas espontaneamente pelos clientes. 20 e 21. adicional noturno. DJ 19. integram a remuneração do empregado. NATUREZA JURÍDICA. horas extras e repouso semanal remunerado 6 . não servindo de base de cálculo para as parcelas de aviso-prévio. REPERCUSSÕES (mantida) Res.

2.Salário e Remuneração Gorjetas Pedido é feito. 7 . normalmente. nas férias + 1/3. 13º salários 3. assim: Reflexos das gorjetas 1. Fundo de garantia e multa fundiária.

00 8 .00 + R$76.760.00 1.Salário e Remuneração Gorjetas Para uma parcela de ciclo anual quando o período for completo o cálculo processa-se da seguinte forma: R$ 2.00 ÷ 12 meses R$ 230. Férias + 1/3 R$230.67 2. 13º salário R$230.

80 x 40% = R$ 88. FGTS sobre a gorjeta 2. FGTS (8%) + multa (40%) 9 .00 x 8% = R$220.12 4.32 = R$309.Salário e Remuneração Gorjetas 1. R$2.80 3.760. R$ 220.

36 = R$ 25.00 x 8% = R$ 18.40 x 40% = R$ 7.40 3. FGTS (8%) + multa (40%) 10 . R$18.Salário e Remuneração Gorjetas 1.76 4. FGTS sobre o reflexo da gorjeta no 13º salário 2. R$230.

se tivermos uma proporcionalidade. se o período trabalhado for inferior a 12 meses. Um garçom durante 7 meses de trabalho recebeu os seguintes valores a título de gorjetas: 11 . como fica o cálculo? Para responder esta pergunta vamos imaginar a seguinte situação. ou seja.Salário e Remuneração Gorjetas Entretanto.

00 R$ 510.Salário e Remuneração Gorjetas Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro R$ 430. nos 13º salários e no FGTS + 40%? 12 .00 R$ 370.00 R$ 398.00 R$ 450.00 Como devem ser processados os cálculos dos reflexos desta parcela nas férias + 1/3.00 R$ 670.00 R$ 405.

aquisitivo para férias) da seguinte forma: Total R$3.86 Média R$ 461. devemos encontrar a média física do período.00 ÷ 7 meses = R$ 461.42.86 ÷ 12 meses x nos dá o valor de 7 R$ 269.233.Salário e Remuneração Gorjetas 1º Passo: Depois de obtido o valor total das Gorjetas. dividindo este total pelo nº de meses do período (civil p/13º salário. por ex.: no 13º. a integrar. 13 .

E para as férias basta incrementarmos 1/3. neste exemplo.42 ÷ 3) + R$269. 14 . é calculado conforme verificado nas transparências 9 e 10 acima.23 O FGTS + 40% sobre a gorjeta.Salário e Remuneração Gorjetas Este sim é o valor a refletir no 13º salário. da seguinte forma. (R$269.42 = R$ 359. não sendo apurado o fundo de garantia sobre as férias indenizadas.

quando o aviso prévio do empregado é indenizado. há o incremento de 1/12 na proporcionalidade destas parcelas (férias + 1/3 e 13% salário. Em ocorrendo esta situação o cálculo ficaria assim: 15 .Salário e Remuneração Gorjetas Aqui é importante salientarmos que no caso destas parcelas estarem sendo apuradas dentro das verbas rescisórias.

por ex.00 ÷ 7 meses = R$ 461.233.91.: no 13º 16 .86 Média R$ 461. a integrar.Salário e Remuneração Gorjetas Total R$3. O que nos daria o valor de R$ 307.86 ÷ 12 meses x 8 (7 meses trabalhados + 1 mês do aviso prévio indenizado).

de qualquer parcela. 17 . somente pode ser apurado se requerido e deferido. aos poucos nas próximas aulas. esclarecemos que o cálculo desta. tal como no pleito a seguir. sobre os reflexos.Salário e Remuneração Gorjetas Em se tratando da primeira oportunidade em que falamos da incidência do FGTS + 40%. como veremos. em que falarmos sobre reflexos.

fundo de garantia e multa fundiária. Incidência do FGTS e da multa de 40%. 2. Reflexos das gorjetas nas férias + 1/3. sobre os reflexos das gorjetas nas férias + 1/3 e nos 13ºs salários 18 . 13ºs salários.Salário e Remuneração Gorjetas Então os pedidos corretos devem ser realizados da seguinte forma: 1.

e. o que foi reconhecido na sentença. postulou reflexos exclusivamente "nos DSR’s. 05). FGTS e verbas rescisórias" (fl.Salário e Remuneração Gorjetas Dos reflexos da irredutibilidade salarial. 13º salário. 19 . Na inicial a reclamante postulou a restituição da parcela salarial perdida com a redução da carga horária. férias + 1/3. em razão desse pedido.

férias + 1/3.Salário e Remuneração Gorjetas Não há pedido de pagamento do FGTS sobre os reflexos do principal em descansos semanais. Às fl. 20 . além do principal. outros valores. 148 a exequente utiliza como base de cálculo para o FGTS. que não fizeram parte do pedido. 13º salário.

Salário e Remuneração Gorjetas Por exemplo: no mês 12/99 a exequente utilizou para a base de cálculo do FGTS (R$660.59 (fl.97 + R$287.59) o valor principal mais o valor do reflexo deste em descansos semanais e férias (R$317. 21 . 144) = 660.26 (fl. 148)).36 + R$55.

22 . 879 da CLT (TRT 2ª Região – 9ª Turma – Processo 02477200007202000. Juiz Relator Luiz Edgar Ferraz de Oliveira – Publicado em 27/08/2004). nem constante da sentença condenatória. 20040404727. por ter ocorrido excesso de execução. com ofensa à coisa julgada e ao art.Salário e Remuneração Gorjetas Logo. neste particular os cálculos devem ser refeitos. com inclusão de parcela não postulada na inicial. AC.