cálculo vetorial e tensorial - lista 8

Prof. Roldão da Rocha - CMCC/UFABC
http : //professor.ufabc.edu.br/~ roldao.rocha
1. Calcule os símbolos de Christoffel para as coordenadas polares (x = r cos θ, y = r sin θ). onde os
símbolos de Christoffel, dados por Γ`ki = 12 g `j (∂k gij + ∂i gjk − ∂j gki ). Justifique todos os passos. A
métrica que mune o espaço V é dada por g = gij dxi ⊗ dxj (i, j = 1, 2).
2. Calcule Fµν F µν , onde

0
Ex /c Ey /c Ez /c
−Ex /c
0
Bz
−By 

=
−Ey /c −Bz
0
Bx 
−Ez /c By
−Bx
0

Fµν

(1)

3. Calcule ∂ µ Fµν
4. Considere {x, y, z} coordenadas em R3 e d a derivada exterior. Calcule:
(a) d(x dx ∧ dy)
(b) d(exyz dz)
(c) d(cos(x) dy + sin(y)dz)
5. Existe uma função escalar f = f (x, y, z) tal que a diferencial de f seja igual a yzdx + xzdy + xydz?
6. O operador de permutação P : T2 (V ) → T2 (V ) é definido por P (α ⊗ β) = β ⊗ α, e o operador
identidade é dado por id(α ⊗ β) = α ⊗ β. Defina os operadores ALT= 21 (id − P ) e SIM= 12 (id + P ).
Prove que ALT.ALT=ALT, SIM.SIM=SIM, ALT.SIM=0=SIM.ALT, ALT+SIM=id.
7. Considere o espaço das matrizes n × n reais M(n, R). Defina uma matriz arbitrária {Ai j}. Defina
o traço da matriz como sendo o operador
Tr : M(n, R) → R
n
X
A 7→
Aii
i=1

(a) Mostre que Tr é um funcional linear.
(b) Dadas matrizes A, B ∈ M(n, R), mostre que Tr(AB) = Tr(BA).
(c) Mostre que não existem matrizes A, B ∈ M(n, R) tais que AB − BA = In×n .
8. Dados α = e3 − 4e1 , β = 3e2 − e3 , calcule (α ⊗ β)(u, v), onde u = e1 + e2 + 2e3 e v = −2e1 + e3 .
Calcule também α ⊗ β, α ⊗ α, β ⊗ α, β ⊗ β, α ⊗ u, v ⊗ β, u ⊗ v, u ⊗ u ⊗ α.
9. Mostre que δii = 3 e que δ ij ijk = 0. Mais geralmente, prove que Aij ijk = 0 sempre que Aij for
uma matriz simétrica.
10. Considere o espaço R1,3 , com uma base {e0 , ei }, i = 1, 2, 3. Dados os vetores duais α = e0 + 3e2 ,
β = π e1 − e0 , calcule (α ⊗ β)(u, v), onde u, v são vetores de R1,3 respectivamente dados por
u = −2e0 + e2 e v = 2e0 + 3e1 + 4e2 .
11. As componentes do tensor de Riemann são expressas a partir dos símbolos de Christoffel como
Rρ σµν = ∂µ Γρνσ − ∂ν Γρµσ + Γρµλ Γλνσ − Γρνλ Γλµσ

(2)

Calculamos na sala de aula que em S 2 = {(x, y, z) ∈ R3 | x2 + y 2 + z 2 = 1} as únicas componentes
não-nulas dos símbolos de Christoffel são dadas por Γ122 = sin θ cos θ e Γ212 = Γ221 = cot θ. Calcule a
componente R1212 em S 2 .
Notação: os índices ρ, σ, µ, ν, λ podem assumir os valores 1 e 2, onde ∂1 = ∂θ e ∂2 = ∂φ .
(Dica: apenas escreva a Eq.(2) para R1212 , e depois substitua os símbolos de Christoffel em tal
expressão. . . e calcule.)
1

Prove que as componentes de um elemento A = Aij ei ⊗ ej ∈ Λ2 (V ) satisfazem Aij = −Aji . 16. escreva ds2 em termos das coordenadas do cone de luz 1 x± = √ (ct ± x) 2 14. β : V →. Dados α. Calcule as componentes R1 . 15. (b) α ⊗ β = β ⊗ α ⇔ α e β são múltiplos um do outro. Calcule as componentes Rµ0µ i1i métrica de Schwarzschild:   1 2 2 2 2 2 2 2 2 2 ds = −dt + a (t) dr + r dθ + r sin θdφ 1 + kr2 13.0 . Dado ds2 = c2 dt2 − dx2 − dy 2 − dz 2 . para i = 1 e depois para i = 2. Mostre que o determinante de uma matriz 3 × 3 pode ser escrito com det A = ijk ai1 aj2 ak3 2 . mostre que: (a) α ⊗ β = 0 ⇔ α = 0 ou β = 0. para a 12.