TRANSCRIÇÃO: LESÕES ELEMENTARES DA PELE

Anatomia e Fisiologia da Pele
A pele possui diversas funções, como, por exemplo, a proteção, função
essa devida à ceratinização, ao manto lipídico (nossa pele é um pouco oleosa) e
ao sistema imunológico, composto principalmente pelas células de Langerhans,
que são produzidas na medula óssea e se alojam, principalmente, na camada
basal da epiderme. A pele também conserva a hemostasia, faz a termorregulação,
realiza o controle hemodinâmico, produz e excreta metabólitos, como amônia,
uréia e também realiza a função de percepção - nós percebemos o calor através
dos corpúsculos de Ruffini, o frio através dos corpúsculos de Krause, a dor e o
tato através dos corpúsculos de Vater-Paccini e Meissner.
A pele é dividida em camadas: epiderme, derme, hipoderme (tecido
adiposo) e junção dermo-epidérmica (zona da membrana basal), que representa
a ligação entre a epiderme e a derme.
A epiderme é composta pelo sistema ceratinocítico, sendo a sua principal
composição os queratinócitos, que compõem o corpo da epiderme e dos anexos,
estando em constante renovação, tendo uma função estrutural. Eles serão o
corpo da epiderme.
A epiderme é composta por cinco camadas: basal (última camada de
células da epiderme), espinhosa, granulosa (possui grânulos nos queratinócitos),
lúcida e córnea. Essa camada da pele possui também um sistema melânico, que
contém melanócitos (célula dendrítica, igual a célula de langerhans, que se
localiza nas camadas mais profundas da epiderme e que tem a função de
produzir melanina e a transferir para os queratinócitos), responsáveis pela
absorção e difusão dos raios UV. A quantidade de melanócitos é semelhante
entre pessoas de raças diferentes, o que determina a cor da pele é o modo que
esses melanócitos atuam, determinado pela produção de melanina; na raça negra
eles produzem mais melanina, enquanto que na raça branca produzem menos.
Outro sistema importante da epiderme é o sistema imunológico, cuja
principal célula é a de Langerhans ( células de defesa da pele), que proporciona
imunovigilância cutânea, capta, processa e apresenta antígenos aos linfócitos T.
Além do sistema de defesa, há também o sistema nervoso, composto pelas
células de Merkel (como se fossem mecanorreceptores, são células sensitivas
que captam os estímulos e enviam esses estímulos ao sistema nervoso central) e
dendríticas.

Outra camada da pele é a derme, ela é subdividida em três camadas:
derme papilar ou superficial (na qual as fibras colágenas ficam verticais),
reticular ou profunda (na qual as fibras colágenas ficam horizontais) e a
adventicial (derme que está ao redor dos anexos, dos vasos e nervos).
Toda vez que se falar de anexos da pele, entende-se: folículo piloso,
glândulas sebácea e sudorípara.
A derme é composta basicamente por mucopolissacarídeos e por fibras
colágenas, elásticas e reticulares.
OBS.: Tarefa: Ler a respeito da anatomia e fisiologia da pele, pois vai ser
cobrado na prova mais do que foi dado na aula.
Lesões Elementares da Pele
Tudo na dermato tem um nome, uma espinha não é uma espinha, é uma
pústula, um cravo não é um cravo, é um comedão.
Começaremos pelas alterações de cor, temos a mácula, que é <1cm, e a
mancha que é > 1cm, na prática a gente termina usando mancha pra tudo, essa é
uma divisão mais didática, sendo representada por uma alteração na cor da pele
sem relevo ou depressão. Temos ainda as manchas vásculo-sanguíneas, que são
devidas a vasodilatação, vasoconstricção ou por extravasamento de hemácias, e
as manchas pigmentares, que são devidas a um aumento ou diminuição de
melanina ou por depósito de outros pigmentos na derme.
Manchas Vásculo-Sanguíneas
Então vamos falar um pouco das manchas vásculo-sanguíneas, a primeira
delas é o eritema, que é uma mancha vermelha por vasodilatação, que
desaparece quando eu aperto, seja por digito ou vitropressão.
Aqui nós temos um eritema que é o sinal de Pastia, que são linhas
transversas na superfície de flexão dos cotovelos, e a fácies esbofeteada, na
região malar, típica da parvovirose.

que é um eritema rubro por vasocongestão arterial ou aumento da temperatura. Cianose nos Rubor. Enantema: é um eritema em mucosas .Fácies esbofeteada Sinal de Pastia Cianose. como lúpus. quanto a cianose. esclerodermia e artrite reumatoide podem seguir com esse fenômeno. Rubor. típico do fenômeno de Raynaud Várias doenças reumatológicas. que é um eritema arroxeado por congestão venosa com diminuição da temperatura local. que possui tanto o rubor. mas sim com cianose nos dígitos. Não falar que está com o dedo roxo. que são típicos do Fenômeno de Raynaud.

e o escarlatiniforme. é típico da rubéola). quando é difuso e uniforme (ocorre na escarlatina).Doença de Kawasaki (DK) Exantema: é um eritema disseminado. Exantema morbiliforme ou rubeoliforme Exantema escarlatiniforme . temos dois tipos: morbiliforme ou rubeoliforme (como o próprio nome diz. agudo e efêmero. que é quando há áreas de manchas entremeadas com pele sã.

Caso se depare com um paciente que apresente eritema figurado. quando eu aperto a mancha. o que permite a nutrição da área e impede que a área necrose. e esta irá ‘’sumir’’. perto da pele ao redor vai se igualar à mancha. é como se fosse um “sinal vascular”.Eritema figurado: é quando se tem uma mancha eritematosa de borda bem definida. Mancha angiomatosa (mancha vinho do porto). que era mais discreta na infância. pois fazendo isso eu estarei interrompendo o fluxo de sangue da pele sã ao redor. só esmaece se eu comprimir muito. Muitas vezes o paciente refere que nasceu com a mancha. . possui cor vermelha permanente por aumento do número de capilares. já se conhece as doenças que provocam eritema figurado: eritema anular centrífugo e eritema gyratum repens (paraneoplasia). Mancha anêmica – é um sinal . não há vaso na pele naquele local. que não desaparece sobre vitropressão. nas camadas mais superficiais da pele.(mancha hipocrômica): é uma mancha branca permanente por agenesia vascular. com forma e tamanho variáveis. mas na hipoderme ela já tem vasos.

Púrpura é um nome genérico. tem vários outros tipos. Geralmente estão associadas a doenças autoimunes e vasculares. Ela é dividida de acordo com o tamanho que se apresenta:  Até 1cm: Petéquia  Maior que 1cm: Equimose  Em forma linear: Víbice Petéquia Equimose Púrpura Senil (doença) . que não desaparece sobre vitropressão. como a trombocitopênica.Púrpura: todos já ouviram falar de púrpura. ao contrário do exantema. Na evolução adquire cor arroxeada e verde-amarelada pela alteração da hemoglobina. é uma mancha vermelha por extravasamento de hemácias na derme.

Existe a hipocromia e a acromia. Leucodermia é ‘mancha pra menos’. Hipomelanose do mestiço Hanseníase Vitiligo Leucodermia solar gutata (acromia em confete) .Víbice Manchas Pigmentares Existem as leucodermias e hipercromias. acromia é a ausência total de melanina com cor branco marfim. como no vitiligo. Hipocromia é uma diminuição de melanina.

Manchas café com leite Aqui a gente tem uma mancha acastanhada. aumento de melanina ou outros pigmentos. ou seja. Exemplo: manchas café com leite fazem parte dos critérios da neurofibromatose. pois a hipercromia pode ser o aumento de melanina ou de outros pigmentos. que é o melasma.Existe também a hipercromia. que fica com essa coloração acinzentada. Hiperpigmentação por amiodarona . Melasma Hiperpigmentação pela amiodarona.

Betacarotenemia Icterícia: é uma pigmentação por bilirrubinas. além de ser típica da urticária. Icterícia Elevações Edematosas Urtica: é uma elevação efêmera irregular na forma e extensão com uma cor que varia do rosa ao vermelho e é bastante pruriginosa.Betacarotenemia: quando a gente como muita coisa amarela. Os leigos referem como “patacas” Urtica . pode ficar assim.

É o molusco contagioso. que também é típico da urticária. é uma ‘bolinha’. Edema angioneurótico Formações Sólidas Pápula: lesão sólida circunscrita e elevada menor que 1cm. Ela só está na epiderme e/ou derme. para descrever o paciente pode ser usado ‘paciente deu entrada no HUT com edema angioneurótico de lábio ou paciente deu entrada com angioedema de lábios’. perolada. Siringomas .Edema angioneurótico: é um edema circunscrito que atinge o subcutâneo. acastanhada. Molusco contagioso A pápula pode ser cor da pele. Na anamnese. logo é uma elevação da pele. também conhecido como edema de Quincke.

é um CBC. . Um tubérculo pode aparecer na hanseníase virchowiana ou na tuberculose cutânea. derme e/ou hipoderme. Dermatofibroma Pápulas eritematosas na palma da mão: aqui é uma roséola sifilítica. CBC Nódulo reumatoide Tubérculo: pápula ou nódulo que evolui deixando cicatriz. Aqui a gente tem nódulos reumatoides. nos dedos. já é uma coisa maior. O nódulo já está na epiderme. Isso aqui é um nódulo.Pápula acastanhada: aqui é um dermatofibroma. que são doenças granulomatosas. Roseola Sifilítica Nódulo: lesão sólida circunscrita de 1 a 3 cm.

. Eu posso ter um tumor benigno ou maligno. A goma é muito típica de algumas doenças. não necessariamente maligna e não inflamatória. a sífilis. que sangra facilmente. Goma Vegetação: lesão sólida pedunculada com aspecto de couve-flor. como a tuberculose. Aqui a gente tem um CBC (carcinoma basocelular) e um CEC (carcinoma espinocelular). como a esporotricose.Tubérculo Nodosidade ou tumor: é uma formação sólida circunscrita maior que 3cm. CEC Goma: é um nódulo que se liquefaz no centro podendo ulcerar e eliminar material necrótico. Todas as vezes que se fala em vegetação se lembra do condiloma causado pelo HPV.

mas pode ocorrer também em acidentes por animais. Primeiro o líquido é claro. É uma elevação circunscrita de até 1cm de conteúdo líquido claro que pode se tornar turvo (purulento) ou rubro (hemorrágico). aí depois ele fica purulento ou hemorrágico. água viva. Lembra verrugas. ou já tiveram herpes ou o potó ‘mijou’. a sua superfície é toda verrucosa. depois forma uma crosta e cicatriza. queimaduras.Vegetação Verrucosidade: lesões sólidas elevadas de superfície dura e inelástica e meio amareladas. Toda vez que vir uma vesícula lembrar de vírus: herpes simples e o herpes zoster que é o vírus varicela zoster. Vesícula (herpes) . Verrucosidade Coleções Líquidas Vesícula: quase todos já tiveram.

Bolha: elevação circunscrita maior que 1cm contendo líquido claro que pode virar purulento ou hemorrágico. Pústula Abscesso: formação circunscrita de tamanho variável contendo pus e com sinais flogísticos (calor. É uma elevação circunscrita até 1cm contendo pus. Aqui é uma mastocitosebolhosa (raríssima). Bolha Mastocitosebolhosa Pústula: é a famosa espinha. uma mastite. A bolha é uma vesícula grande. dor e rubor). . Aqui é uma paciente com abscesso mamário.

mas sim uma mancha. a diferença é que a equimose não é uma coleção líquida. de superfície áspera por aumento da camada córnea. duro. A principal causa é o envelhecimento. no hematoma existe liquido dentro dele. uma queratose seborreica e uma queratodermia plantar. idosos . com cor vermelha inicial.Hematoma: formação circunscrita de tamanho variável por derrame de sangue na pele ou tecidos subjacentes. inelástico. hepático. igual a equimose. extradural. que é uma doença genética que faz com que o paciente tenha a planta do pé espessada. com aspecto quadriculado. O hematoma é uma equimose com sangue dentro. Hematoma Alterações de Espessura Queratose: espessamento da pele. são associados a traumas. Usa-se mais hematoma subdural. uma púrpura. que torna-se arroxeada e verde-amarelada posteriormente. acidentes automobilísticos. por isso que eu digo hematoma subdural e não equimose subdural. Pode infectar-se e apresentar sinais flogísticos. amarelado. Queratodermia plantar Queratose seborreica Liquenificação: espessamento da pele com acentuação dos sulcos e da cor própria. Na imagem. Uma dermatite de contato onde o paciente pode ter uma reação alérgica ao calçado pode levar a uma queratodermia secundária.

por extravasamento de plasma na derme e/ou hipoderme. . na pericondrite. cervical e occipital assim. Liquenificação Edema: aumento da espessura. Hanseníase Virchowiana infiltração Esclerose: alteração da espessura com aumento da consistência da pele que fica lardácea ou coriácea. Ocorre na hanseníase virchowiana.que tomaram muito sol possuem a região posterior interescapular. Pregueamento é difícil ou impossível. Infiltração: alteração da espessura e aumento da consistência da pele com menor evidência dos sulcos e limites imprecisos pela presença de infiltrado celular na derme com edema e vasodilatação. cor da pele permanece normal. depressível. Mas existe uma doença chamada líquens que causam liquenificação. na lobomicose. fica dura.

que são placas eritemato-escamosas e que se raspa com o abaixador de língua se tem o sinal da vela. às vezes pode dar hipercromia. nessa ‘linha’. Esclerodactilia Esclerodermia em placas Atrofia: diminuição da espessura da pele que se torna adelgaçada e pregueável. ocorre uma atrofia das fibras nesse local. Branco/prata: escama  se passar abaixador de língua. Anetodermia Atrofia Escama: massa furfurácea foliácea que se desprende da superfície da pele por alteração da queratinização. que é a morfeia e acomete somente a pele. e é típica de psoríase. A esclerose é mais palpável que visível. mas muitas vezes é da cor da pele e muitas vezes só é percebida pelo próprio paciente. como se fosse raspa de vela. Aqui a gente tem a chamada anetodermia que tem atrofia principalmente de fibras elásticas e colágenas. onde se solta esse branco. É a lesão elementar típica da estria. Ocorre devido à redução do número e volume dos constituintes teciduais. afunda”. A nossa pele troca a camada córnea de . solta a escama. Aqui a gente tem as mãos típicas da chamada síndrome de CREST que dá esclerodactilia e a gente tem a esclerodermia em placas. É típico da esclerodermia.Pode haver hipo ou hipercromia e resulta da fibrose do colágeno. se “apertar.

Ocorre na necrose epidérmica tóxica (NET) – Semelhante a um grande queimado. nas áreas fotoexpostas. que é bem mais leve. Escama Erosão ou Exulceração: perda da epiderme.baixo pra cima e cai. mais rápida. a perda da epiderme. Escoriação: lesão traumática – Tiques. na psoríase troca em torno de 3 a 7 dias. Na pitiríase versicolor não há escama e sim descamação. pessoa nervosa começa cutucar a pele. . depois que ela desseca fica cheio de crostas. Tem-se um pênfigo foliáceo e. e essa troca é em torno de 30 dias. por isso que ela escama e solta.

evolução de vesículas para crostas. pode atingir a hipoderme. Exemplos: Joelho ralado. esverdeada ou vermelha escura que se forma em área de perda tecidual. . Fissura ou rágade: Perda linear da epiderme e derme no contorno de orifícios naturais ou em áreas de pregas ou dobras. Foto 1 . oclusão causada pelos bacilos – ocorre na hanseníase virchowiana.crostas melicéricas. ou seja. Crosta: Concreção de cor amarelo-clara. A crosta resulta do dessecamento do líquido (serosidade). É uma coisa interna. Foto 2 – Na mama. Foto . pus ou sangue. Foto 1 – Fissura anal. Fissuras – podem ser causadas por doenças inflamatórias.Ulceração: Perde epiderme e derme.Úlceras de estase – paciente com insuficiência venosa crônica – o sangue desce mas não consegue voltar. Foto 2 . típicas do impetigo. Úlcera: Ulceração crônica.Paciente com hanseníase com fenômeno de Lúcio por ausência de suprimento sanguíneo – os bacilos congestionaram os vasos. faltando sangue na pele. de dentro pra fora.

Cicatriz: Lesão saliente ou deprimida móvel. . bem vascularizada com excessiva proliferação de fibrose. Alterações Específicas Afta: Pequena ulceração em mucosa. limitada por área de necrose tecidual. TIPOS ATRÓFICA: fina. sem sulcos. HIPERTRÓFICA: nodular. Associa atrofia. retrátil ou aderente. Se chama “úlcera de decúbito” atualmente. Foto: paciente fez esternoctomia com cicatriz hipertrófica. Foto: Atrófica tipo icepic (cubo de gelo). fibrose e discromia. Mas nos livros de dermatologia ainda tem o nome escara.Escara: Área de cor lívida ou preta. poros ou pêlos. É uma coisa externa. geralmente nas crises de acne. elevada. causada por pressão. de fora para dentro. CRÍBICA: cicatriz perfurada com pequenos orifícios. pregueada e papirácea.

Alopecia: Ausência de pelo em área pilosa. ocorre por irritação ou por pressão mecânica. . Calosidade: Hiperqueratose circunscrita em áreas de pressão ou fricção dos pés e mãos. Calo: Hiperqueratose em cunha que se introduz causando dor.

por conta da área de pressão.O CALO é em cunha e entra pra dentro X A CALOSIDADE é mais difusa. . Logo. Comedo: Acúmulo de corneócitos no infundíbulo folicular (cravo branco) ou de queratina e sebo em um folículo piloso dilatado (cravo preto). constituída por cavidade fechada envolta por um epitélio e contendo líquido ou substância semi-sólida. a gente tem o comedo branco e o comedo preto. Cisto: Formação elevada ou não. celular subcutâneo. Celulite: Inflamação da pele ou tec.

Corno: Proliferação circunscrita e elevada formada por queratina.Fístula na pele.Fístula perianais da doença de crohn. Paciente todo vermelho e descamando. persistente e crônico com descamação. Foto 1 . Pênfigos Farmacodermia. Possui formado de chifre – é o corno cutâneo. Dermatite de contato – tipo de alergia. Linfomas cutâneos. É o eritema generalizado associado a descamação. Doenças que causam: Psoriase. Fístula: Canal com pertuito na pele que drena foco de supuração ou necrose. Eritrodermia: É um eritema generalizado. . Foto 2 .

Placa: Uma área de pele elevada com mais de 1-2 cm de diâmetro. . Placa na hanseníase. Como descrever essa lesão da psoríase: placas eritematosas escamosas. Bebês nascem com milios no nariz. Fotos: Placa na psoríase. A outra lesão: Placas eritemato-hipocrômicas infiltradas. mas depois vão sumindo.Mílio: Pequeno cisto de queratina branco-amarelado superficial na pele.

Poiquilodermia: Sinal caracterizado por atrofia. Quelóide: Formação elevada por proliferação fibrosa na pele. Sero-pápula: Formada por uma vesícula no centro de uma urtica. apresentando também.. pode ser vista bem de perto com uma lupa. pois ela já pode ter dessecado e formado a crosta. O estrófulo é uma picada de inseto. lesão acrômica – acromia pós trauma. Foto 1 : cicatriz hipertrófica e a outra o queloide. Foto 2: Por piercing. enquanto que o queloide é bem mais extenso que a área do corte. pós trauma e que não regride. Fica uma urtica com uma vesícula em cima. telangiectasia e pigmentação reticulada. Na hipertrófica a cicatriz não ultrapassa a marca do corte. São lesões típicas do pescoço e do colo. de áreas fotoexpostas. . destrói os melanócitos. lesão característica do estrófulo. Foto 3: Por queimadura. Às vezes não se vê.

Característica da escabiose.Imagem resumo: . Por último . do tamanho da cabeça de um alfinete na extremidade.Sulco ou túnel: Saliência linear inferior a 1 cm com vesícula perlácea.