Faculdade das Águas Emendadas – FAE

Ana Lúcia Oliveira Silva

INICIAÇÃO A SEMANTICA

Lima Campos - MA
2016

Lima Campos .MA 2016 . ministrada pela professora Jackeline Carneiro.Ana Lúcia Oliveira Silva INICIAÇÃO A SEMANTICA Resumo apresentado a Faculdade de Águas Emendadas – FAE. como requisito avaliativo na disciplina de Semântica e Pragmática.

objetivas e subjetivas. em sua essência. num dos domínios mais fascinantes da linguagem. além da concepção dos estruturalistas. e dos gerativistas. . a partir da década de 1950. Ferdinand de Saussure e Leonard Bloomfield. pressupõe a troca de conteúdos ou valores semânticos.C. a organização do pensamento e da experiência. Devido à importância desse livro na constituição da Linguística como ciência. e a substituição de conceito e imagem acústica respectivamente pro significados e significante.. O signo lingüístico é.2004. Maria Helena Duarte Marques (2003). pela significação das palavras. portanto. no começo do século XX.RESUMO A semântica trata-se do estudo das mudanças ou trasladações sofridas. a veiculação de informações. enfim. o estudo da linguagem passa a ser desenvolvido sem que se levasse em conta aquele que fala ou as condições histórico-sociais desse ser que se articula em linguagem. preconiza-se o estudo da “língua por si e em si”: “a linguística tem por único e verdadeiro objetivo a língua considerada em si mesma e por si mesma” (Saussure. a visão tradicional grega datada do século V a. Propomos a manutenção da palavra signo para designar o todo. explica detalhadamente os principais conceitos e visões que eram reportados sobre a linguagem em épocas diferentes.. a transmissão. como. no tempo e no espaço. mas um conceito e uma imagem acústica. ao priorizar o significado em relação com as questões envolvidas nas produções do sentido. O signo lingüístico une não uma coisa e um nome. quando esta define seu objeto de estudo. em termos de descrição e determinação da estrutura das relaçõesentre constituintes ou formas lingüísticas. 1971). a qual. a “língua”. A semântica se constituiu.no final do século XVIII. lingüista que concebe a lingüística como uma ciência autônoma. Ferdinand Saussure. sem dúvida.. por exemplo. a mudança na visão global dos problemas linguísticos em virtude da descoberta do Sânscrito antiga língua sagrada da Índia .44) A Semântica surge como disciplina autônoma no estruturalismo. Em seu livro Iniciação a Semântica. da cultura entre os indivíduos de uma dada comunidade. uma entidade psíquica de duas fases. (Duarte. p.. No “Curso de Linguística Geral” de Ferdinand de Saussure.. que estudo a língua como um sistema de relações e exige métodos rigorosos para o seu tratamento.

Essa postura presente no “Curso de Linguística Geral” parece ser frontalmente divergente daquela presente nos ”Escritos de Saussure” (2004). porque o sujeito contém propriedades de significado presentes no predicado. 5) Fenômenos de significatividade e de anomalia semântica. irmã. portanto. Na visão dos gerativistas apresenta um elenco de questões semânticas limitadas à língua como sistema lógico-abstrato. folha. ou verdade metalingüística. Todos os fenômenos estão vinculados à análise dos componentes semânticos e à sentença do isolamento. Para o Saussure dos “Escritos” a língua é um sistema de signos e são os discursos que governam o funcionamento desses signos a partir do sistema de valores que os fazem existir enquanto signos. 4) Fenômenos e hiponímia e hiperonímia (dedo/ polegar). relativos à sinonímia (pé de maçã/ macieira) e paráfrase (João ama a Tia Maria/ Jaó ama a irmã do pai de Maria). cachorro. da langue e não da parole já que nesse nível ter-se-ia que levar em conta fatores de enunciação e. O signo é considerado assemelhando-se ao vocábulo e para além do seu uso. de significação. molécula. égua.Com a ajuda do significado que a Semântica ergueu-se como ciência autônoma. mulher. 8) Fenômenos de analiticidade. 3) Fenômenos de antonímia (aberto/ fechado). entre conjuntos de lexemas que têm em comum o componente FÊMEA (tia. reflexo). que têm em comum o componente OBJETO FÍSICO CONCEITUAL (sombra. e sua diferença semântica. atriz). instância. relativos ao fato de sintagmas ou sentenças (sabão AL cheiroso. imagem. em relação ao conjunto de palavras que têm em comum o componente objeto físico (tia. 6) Fenômenos de ambigüidade. portanto. 7) Fenômenos de redundância (sai pra fora). ou ao conjunto de termos da física. sombras se enchem rapidamente) não terem significados ou serem semanticamente anômalos. 2) Fenômenos de similaridade semântica. referentes a sentenças (bebês não são adultos que são logicamente verdadeiros. pedra. capaz de influenciar outros variados campos de investigação. . montanha. duplo sentido. vaca. carro). jarros se enchem rapidamente) terem significados e outros (cócega mal cheirosa. 1) Fenômeno de igualdade de significados.

É saber se situar dentro do cotidiano. ou de indeterminação de condições de verdade. Iniciação a Semântica. matemática. Todas essas áreas têm o seu campo semântico específico. 11) Fenômenos de inconsistência semânticas (Jaó está vivo/ está morto). em que se estabelecem relações entre sentenças (o carro é vermelho/ o carro é colorido). tornando-se assim um grande pensador diante das questões científicas atuais. 12) Fenômenos de implicação semântica. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. Estudar Semântica é enriquecer o seu conhecimento. A Semântica está presente em tudo aquilo que se vê. portanto é preciso estudá-la e entendê-la estar em contato com o mundo em seus diferentes campos de conhecimento: a área médica. REFERENCIA BIBLIOGRAFICA: MARQUES. porque o sujeito contém propriedades de significado incompatíveis com as do predicado. que se sente. em sentenças (bebês são espertos) que nem são verdadeiras nem falsas. 5ª ed. Palavras que podem ser usadas em uma determinada área. o seu vocabulário. Maria Helena Duarte. (Coleção Letras) . 10) Fenômenos de sinteticidade.9) Fenômenos de contradição. ou falsidade metalingüística. Estudar Semântica é pesquisar e entender o sentido de um enunciado dentro de um determinado contexto. referentes a sentenças (bebês são adultos) que são logicamente falsas. Estudar Semântica não é só procurar palavras no dicionário. 2001. Jaó é o mesmo indivíduo. do que acontece no mundo. esportiva. porque tem palavras cujos componentes de significados são interdependentes. transporte. não são usadas em outras.