You are on page 1of 2

Dinâmicas de Formação para a Cidadania

Gincana Cooperativa em defesa do meio ambiente

1. Atitude é fundamental

Dois elementos principais: a coletividade e a solidariedade. Uma gincana requer trabalho de


equipe, de grupo. Por isso, é fundamental que todos se integrem e participem ativamente.
Solidariedade pressupõe auxílio mútuo, cooperação, companheirismo, troca, irmandade.

2. Um espírito diferente

Ter presente a idéia ou as idéias que irão direcionar o trabalho. Quando for organizado o
conjunto das “tarefas” deixar bem claro quais são as atitudes que serão cultivadas.
Ressignificar o pensamento que temos sobre gincanas como momentos de competição entre
equipes, ganhadores e perdedores, pontuações, prêmios, vaias.

3. No lúdico as gerações em solidariedade

O que está por trás de tudo isso é a ação coletiva e solidária de uma comunidade
(crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos) em torno de uma busca comum: a
preservação da obra criada por Deus. Deste modo, preservar a dignidade humana e o planeta
são tarefas inseparáveis e que devem ser trabalhadas conjuntamente. Precisamos “construir
um Novo Ser e um Novo Mundo a partir de uma Nova Relação”. Por isso, existe a orientação
para que seja uma gincana que envolva toda a comunidade, desde a formação das equipes
participantes.

4. Agitação também é construção

A “correria” precisa ser iniciada em benefício do planeta que começa em nossa própria
casa e que se chama “nossa casa”. A correria solidária de quem sai do seu mundo e decide
lutar coletivamente. Correria como sinônimo de trabalho muito ativo e não de algo
desordenado. Para essa correria vamos nos organizar e desenvolver a consciência comunitária
e desacomodada. Correria tem tudo a ver com adolescentes e jovens!

Pontuação de Tarefas

Eliminar a lógica da competição é uma das idéias! A gincana pode ser montada com esta
idéia/chave. Ex. de pontuação: as equipes recebem sementes que deverão ser plantadas ao
final da gincana.

Exemplo de Tarefas

1. Montagem das equipes

2. Escolha do nome
Critério: algo ligado ao espírito do gincana (união, solidariedade, cooperação, respeito,
fraternidade, amizade...) ou relacionado com a biodiversidade da região (nomes de rios,
lagos, parques, animais...).

3. Entrevista com uma pessoa da comunidade (igreja, escola...) que tenha mais de 60 anos de
idade, perguntando sobre qual a realidade de tudo o que envolvia a água em sua infância e
juventude.

4. Elaboração e recitação de um poema relacionado ao meio ambiente.


5. Visita a uma companhia de tratamento de água (que faz a coleta, tratamento e
distribuição) ou algum local onde se faça algum tipo de tratamento da água (ou o que mais se
aproxime disso) e registrar quais são os passos deste processo.

6. Montagem de uma dramatização a partir de alguma música ou texto que fale sobre a
temática.

7. Criação de um cartão (tipo postal) com algumas dicas de como usar e economizar água.
Este material deverá ser confeccionado para distribuição na comunidade, nas escolas, nos
estabelecimentos comerciais como forma de divulgar a urgência do cuidado com a água.

8. Organização de um projeto de preservação do meio ambiente que possa ser desenvolvido


na escola, bairro, comunidade. No projeto deverá estar previsto como organizar a coleta e
separação do lixo (tipos de lixos – seco, orgânico, metal, plásticos...), como fazer para evitar
a erosão (plantio de árvores...), como fazer o tratamento da água para evitar doenças e
outras formas criativas e adaptáveis à realidade e que possam contribuir para a qualidade de
vida onde se vive.

9. Realização de uma visita, com a presença de todas as equipes, a algum manancial com o
objetivo de conhecer e valorizar a água que se tem. Tipos de mananciais: naturais, fontes,
córregos, rios, poços, estação de tratamento, fontes de captação.

Na visita aos mananciais procurar responder às questões: de onde vem a água consumida
na comunidade? Qual a situação destes mananciais? O que podemos aprender fazendo esta
ação de visitar?

10. Pesquisar sobre alguma entidade da região que mantenha projeto ligados às questões
ambientais (água, saneamento, saúde) procurando descobrir:

a) Quais os objetivos da entidade/do projeto?


b) Quem pode participar?
c) Quais os resultados das ações da entidade/do projeto na realidade?
d) Quais as dificuldades enfrentadas?
e) Como é trabalhado o papel do poder público nestas questões? Como é vista a legislação?
f) Qual o grau de envolvimento e participação de adolescentes e jovens nas ações
desenvolvidas?
g) Outras questões que sejam importantes.

Obs.: a gincana e outros materiais para dinamização de reflexões sobre a temática serão
encontrados no subsídio “CF e os jovens”, produzido pela Pastoral da Juventude do Brasil e
que pode ser adquirido nas livrarias Paulinas.

VÍDEO

ÁGUA, vida e cidadania

Instrumento de reflexão sobre o significado e a importância da água e do cuidado com o


ambiente no planeta. A água é fonte de vida. Sem acesso a este e outros bens essenciais não
é possível alcançar a cidadania. Que atitudes vamos tomar? Este vídeo pode ser adquirido no
Mundo Jovem ou no IPJ.

Custa R$ 25,00.

Subsídio elaborado pela Equipe do IPJ (Instituto de Pastoral de Juventude),


Porto Alegre, RS.
Endereço eletrônico: ipjdepoa@terra.com.br - Fone: 0 (xx) (51) 3328-7009.
Site: http://www.ipjdepoa.org.br