You are on page 1of 5

1.

Assinale a alternativa CORRETA:
São absolutamente incapazes para exercer pessoalmente os atos da vida civil:
a) Os ébrios habituais, os viciados em tóxicos e os que, por deficiência mental tenham
discernimento reduzido.
b) Os que, mesmo por causa transitória, não puderem exprimir sua vontade.
c) Os excepcionais sem desenvolvimento mental completo.
d) Os declarados falidos por sentença judicial, no que tange aos atos civis, e os maiores de
dezesseis e menores de dezoito anos.
____________________________________________
2. É correto afirmar quea) não existe hipótese de comoriência em nosso direito civil.
b) os nascituros não têm direitos reconhecidos pela lei antes de seu nascimento com vida.
c) todo ser humano pode exercer pessoalmente sua capacidade para os atos da vida civil,
sem
ressalvas.
d) a morte presumida só será declarada, em nosso direito civil, com a decretação da
ausência
da
pessoa.
e) a existência da pessoa natural termina com a morte; presume-se esta, quanto aos
ausentes, nos casos em que a lei autoriza a abertura de sucessão definitiva.
___________________________________________
3. Rodrigo é pródigo. Marcos é viciado em tóxico. Siena, em virtude de causa transitória,
não pode exprimir sua vontade. Maria é excepcional e não possui o desenvolvimento mental
completo. De acordo com o Código Civil, todos são incapazes. Identifique o tipo de
incapacidade de Rodrigo, Marcos, Siena e Maria, respectivamente.
a)
Relativa,
relativa,
relativa,
absoluta
b)
Relativa,
relativa,
absoluta,
relativa
c)
Relativa,
absoluta,
relativa,
absoluta
d)
Absoluta,
relativa,
absoluta,
relativa.
e) Absoluta, absoluta, relativa, relativa
____________________________________________
4. Terá legitimidade para reclamar perdas e danos a direito da personalidade de pessoa
morta
a)
apenas
o
cônjuge
sobrevivente.
b) o cônjuge sobrevivente, ou qualquer parente em linha reta, ou colateral até o segundo
grau.
c)
apenas
os
descendentes
e
ascendentes
até
o
segundo
grau.
d) o cônjuge sobrevivente, ou qualquer parente em linha reta, ou colateral até o quarto grau.
e) o cônjuge sobrevivente, ou qualquer parente em linha reta, ou colateral até o terceiro
grau.
____________________________________________
5.Os descendentes que, na qualidade de herdeiros, se imitirem na posse dos bens do
ausente,a) darão garantias da restituição deles, mediante penhores ou hipotecas
equivalentes
aos
quinhões
respectivos.
b) estão desobrigados de prestar garantia, desde que provada a sua qualidade de herdeiros.
c) estão desobrigados de prestar garantia, bem como de provar a qualidade de herdeiros,
tratando-se
de
direitos
presumidos
legalmente.
d) darão garantia da restituição deles, mediante caução em dinheiro feita através de
depósito em estabelecimento bancário oficial equivalente aos quinhões respectivos.
e) deverão requerer a nomeação de administrador judicial do imóvel pelo prazo mínimo de
cinco anos.
____________________________________________
6.
Far-se-á
a
averbação
em
registro
público
a)
dos
nascimentos,
casamentos
e
óbitos.
b)
da
interdição
por
incapacidade
absoluta.
c)
da
sentença
declaratória
de
ausência.
d) dos atos judiciais ou extrajudiciais que declararem, anularem ou reconhecerem a filiação.
e) das sentenças que decretarem anulação do casamento, o divórcio, a separação judicial e o
restabelecimento da sociedade conjugal.
____________________________________________
7.

fica o mesmo impossibilitado de praticar atos da vida civil e. sem filhos. c) do nascimento com vida. b) da concepção. na sucessão testamentária. c) o qual. porém. está proibido de contrair matrimônio. automaticamente. desde que vivas estas ao abrir-se a sucessão. Sueli expõe a Maria que a personalidade civil da pessoa começaa) da décima segunda semana após a concepção. desde a concepção. res. b) Menor com 16 anos fez testamento. discriminatória. ainda não concebidos. com sua morte. e) mas se pode aquinhoar em testamento a prole eventual. d) do nascimento com vida.Com relação à capacidade civil. que comprovada cientificamente. sendo que a lei resguarda os direitos do recém-nascido somente após o registro civil de nascimento deste no cartório competente. após o regular processamento do testamento. pai de dois filhos menores. é interditado. transmitindo os bens que herdar para sua mãe. ♥ PESSOA JURÍDICA 1. é hipótese correta: a) Menor entre 16 e 18 anos. ___________________________________________ ________________GABARITO________________ 1–B 2–E 3–B 4–D 5–B 6–E 7–E 8–B 9–D __________________________________________________________________________ _______. os direitos do nascituro. solteiro. d) São relativamente incapazes os ébrios eventuais e os pródigos. Faleceu aos 25 anos. por instrumento público.Maria está grávida de João. deixando vivos pai e mãe. ____________________________________________ 9. pondo a lei a salvo.gada. desde a concepção. não pode ser interditado. de quem já for concebido no momento da abertura da sucessão do testador. momento em que este passa a existir no mundo jurídico. pessoa jurídica no órgão competente tem eficáciaa) ____________________________________________ resolutiva. . ___________________________________________ 8.A personalidade civil da pessoa começa do nascimento com vida. que sofreu um acidente de moto e encontra-se internado no hospital X em estado grave. Em razão do testamento. resguarda o direito do nascituro. Sem saber sobre os direitos do filho que está no seu ventre. b) porém. portanto. os direitos do nascituro. não herdará os bens do pai. Com a incapacidade do pai e sua conseqüente interdição. . os filhos menores serão representados pelo Curador do pai. d) por isto não se pode beneficiar em testamento pessoa não concebida até a morte do testador. mas que a lei põe a salvo. podem ser chamados a suceder os filhos. todos os seus bens irão para a mãe. declaratória.a) por isto o natimorto também adquire personalidade jurídica. sendo que a lei resguarda os direitos do recém-nascido somente após a constatação de vida feita pelo obstetra. e) do nascimento com vida. 2. Maria procura sua vizinha Sueli que é advo. que comprovada cientificamente. O registro da b) c) d) e) constitutiva.guarda o direito do nascituro. deixando todos os seus bens para a mãe. por ser relativamente incapaz. e) Um viúvo. c) Decretada a interdição do pródigo. rescisória. de pessoas indicadas pelo testador. se este morrer antes de seu nascimento.

precedida. e) prescricional de um ano contado o prazo da publicação de sua inscrição no registro. É (São) impeditiva(s) do registro da associação a(s) disposição(ões) constante(s) do(s) item(ns) a) I. por defeito do ato respectivo. nesses casos. b) II. a) Não se aplica às pessoas jurídicas a proteção dos direitos da personalidade. b) A existência legal das pessoas jurídicas de direito privado começa com a inscrição do ato constitutivo no respectivo registro. ____________________________________________ 5. de autorização ou aprovação do Poder Executivo. autorização estatal para a sua criação e personificação. os associados poderão ser excluídos por decisão da diretoria. visando a alcançar bens de sócio que se valeu da pessoa jurídica para ocultar ou desviar bens pessoais. foram constatados os seguintes pontos relevantes: I. apenas. em caso de dissolução da associação. os bens a ela destinados serão. os associados receberão o pagamento de quotas partes que possuem sobre o patrimônio. a desconsideração da personalidade jurídica exige a comprovação de fraude ou abuso de direito. Pessoas jurídicas de direito privado. III. apenas. mas necessária a prova da má-fé do sócio gestor. sem garantia de ampla defesa. ____________________________________________ 4. e) I. d) destinados ao Município onde estiverem localizados. se de outro modo não dispuser o instituidor. os órgãos deliberativos da associação serão convocados apenas pela sua diretoria. b) decadencial de três anos contado o prazo da publicação de sua inscrição no registro. b) incorporados em outra fundação que se proponha a fim igual ou semelhante. quando necessário. Segundo o artigo 45 do Código Civil brasileiro “começa a existência legal das pessoas jurídicas de direito privado com a inscrição do ato constitutivo no respectivo registro. c) destinados ao Estado onde estiverem localizados.Quando insuficientes para constituir a fundação. II e III. sendo prescindível. e) a família deverá dar a destinação adequada. apenas. O direito de anular a constituição de pessoa jurídica de direito privado. Durante a análise do conteúdo de um estatuto de associação submetido a registro. com prejuízo a terceiros. em regra. d) decadencial de cinco anos contado o prazo do ato de inscrição no respectivo registro. está sujeito ao prazo a) decadencial de cinco anos contado o prazo da publicação de sua inscrição no registro. decai em . d) É cabível a desconsideração da personalidade jurídica “inversa”. d) II e III. apenas. c) I e II. a) destinados à União. c) Nos termos do Código Civil. seu processo de personificação e desconsideração de sua personalidade jurídica. a demonstração de insolvência da pessoa jurídica. ____________________________________________ 6. O direito de anular a constituição das pessoas jurídicas de direito privado. II. por defeito do ato respectivo. c) prescricional de dois anos contado o prazo da publicação de sua inscrição no registro. ____________________________________________ 3. e) A teoria da desconsideração da personalidade jurídica não alcança as pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos ou de fins não econômicos. sendo exigível. averbandose no registro todas as alterações por que passar o ato constitutivo”.

a) O Código Civil não prevê hipótese de convalescência de defeitos relativos ao ato de constituição de pessoa jurídica de direito privado. ____________________________________________ 8. constituem-se as associações pela união de pessoas que se organizem para fins não econômicos. b) É facultado ao estatuto das associações conter a forma de gestão administrativa e de aprovação das respectivas contas. c) Os associados devem ter iguais direitos. e) É facultado ao estatuto das associações conter os requisitos para a admissão. não podendo o estatuto instituir categorias com vantagens especiais. da publicação de sua inscrição no registro. garantido a 1/5 dos associados o direito de promovê-la. ____________________________________________ 7. do ato constitutivo. b) cinco anos. se a administração da pessoa jurídica vier a faltar por ato voluntário ou involuntário do administrador. ________________________________________________________________ ♥ DOMICÍLIO 1. c) Para a aplicação da teoria da desconsideração da pessoa jurídica. administrador provisório. Considerando o domicílio a sede jurídica da pessoa. do ato constitutivo. d) A convocação dos órgãos deliberativos far-se-á na forma do estatuto. e) três anos. A respeito das pessoas naturais e das pessoas jurídicas. d) O menor relativamente incapaz pode aceitar mandato. é correto afirmar que: .a) cinco anos. é imprescindível a demonstração de insolvência da pessoa jurídica. ____________________________________________ GABARITO – PESSOA JURÍDICA 1. De acordo com o Código Civil brasileiro. do registro. Com relação às associações é correto afirmar que: a) A qualidade de associado é transmissível. assinale a opção correta. se o estatuto não dispuser o contrário. d) três anos. e) Não se admite a invalidação de negócios jurídicos praticados pela pessoa antes de sua interdição. | • Certo | • Errado | . ____________________________________________ 9. da publicação de sua inscrição no registro. o juiz deverá nomear. a pessoa jurídica é um organismo social que tem existência própria distinta da de seus membros e objetiva realizar um fim social. demissão e exclusão dos associados. b) De acordo com o que dispõe o Código Civil. de ofício. . E 2. Segundo a teoria da ficção legal defendida por Savigny. onde ela se presume presente para efeitos de direito. B 3–B 4–D 5–D 6–E 7–D 8–D 9 – errado . independentemente da presença de assistente. c) cinco anos.

__________________________________________ 2. d) a residência é um elemento do conceito de domicílio. têm domicílio necessário o incapaz. passando a ter como residência e domicílio. A 4. assinale a alternativa correta. d) a sede do comando a que se encontrar imediatamente subordinado. alegar extraterritorialidade sem designar onde tem. d) Domicílio contratual é aquele determinado por lei. a residência e o domicílio do seu representante legal. Errado . não afasta o seu domicílio voluntário. Acerca do domicílio. o servidor público. c) é impossível alguém ter domicílio sem ter residência.a) os ciganos. andarilhos e caixeiros viajantes. e) o domicílio civil de seus genitores. De acordo com o Código Civil brasileiro. c) O elemento objetivo do domicílio corresponde à intenção do sujeito de direito de permanecer no lugar de residência ou moradia de forma permanente. o militar. ___________________________________________ 4. ___________________________________________ 3. por força de disposição expressa do Código Civil. tem que ter obrigatoriamente uma residência habitual. não poderá ser demandado no Distrito Federal ou no último ponto do território brasileiro onde o teve. em face de alguma situação jurídica da pessoa. como atividade ou profissão que exerce. Certo OU Errado ___________________________________________ GABARITO – DOMICÍLIO 1. b) uma pessoa pode ter mais de um domicílio. o seu domicílio. D 2. citado no estrangeiro. Teodoro tornou-se absolutamente incapaz de exercer pessoalmente os atos da vida civil. c) o local em que os navios estiverem matriculados. b) o lugar em que exercer permanentemente suas funções. b) É necessário o domicílio da pessoa submetida à prisão cautelar. o seu elemento objetivo. o marítimo e o preso. a) A superveniência de domicílio necessário da pessoa natural. Com a interdição. e) O domicílio do interditado é voluntário. cônjuge ou descendentes. no país. e) o agente diplomático que. D 3. O domicílio do militar da marinha do Brasil será a) o lugar em que fixou a sua última residência em definitivo. por si só. mas não pode ter várias residências.