You are on page 1of 6

A fronteira internacional entre Brasil e Paraguai a ponte da amizade Foz do

Iguaçu, no Paraná, até Corumbá, em Mato Grosso do Sul. Atravessa uma
variedade de terrenos, percorrendo desde grandes áreas urbanas até desertos
inóspitos e áreas alagadas. Começa no marco das três fronteiras, entre Foz do
Iguaçu e Presidente Franco, e termina na tríplice fronteira com a Bolívia,
próximo à cidade paraguaia de Bahia Negra. Na fronteira entre o Brasil e o
Paraguai, está localizada a Usina Hidrelétrica de Itaipu, que é a maior usina
hidrelétrica do mundo em energia gerada.
Paraguai Inicia em 1932, no contexto da Reforma da Educação, nas Escolas
Normais, mas o primeiro jardim de infância é criado somente em 1942. Cinco
anos depois, a educação inicial se organiza em duas etapas: jardim de
infantes, para crianças de 3 a 5 anos, e pré-primário, para as de 6. Não se
manteve assim, pois a reforma Innovaciones Educativas, de 1973, modificou a
estrutura da educação infantil, reduzindo sua abrangência: jardim de infância
para as crianças de 5 anos e pré-escola para as de 6. Outra reforma, em 1994,
volta a atenção para toda a faixa etária de 0 a 5 anos, estruturando o
atendimento em jardín maternal (0-2 anos), jardín de infantes (3 e 4) e
preescolar (5 anos). Concepção de educação infantil Processo educativo,
oportuno e pertinente, gerado a partir das necessidades, interesses e
características da idade (do nascimento até 6 anos), que favoreça as
aprendizagens significativas que promovem o desenvolvimento integral e
harmônico dentro da concepção de criança como pessoa humana em contínua
formação. Considera o menino e a menina como seres únicos, singulares, com
necessidades, características e interesses próprios de sua etapa evolutiva,
independentemente de sua condição física e intelectual. (art.2º do
Regulamento da Educação Inicial e Pré-escolar). O art. 4º do Regulamento
define os seguintes objetivos gerais para a educação inicial e pré-escolar: •
promover o autoconhecimento e a autovalorização da menina e do menino,
potencializando o desenvolvimento da autonomia e a identidade, fortalecendo
os vínculos afetivos com os adultos e seus pares para uma melhor convivência
com os demais;
• favorecer o bem-estar do menino e da menina em ambientes saudáveis,
seguros e acolhedores, que promovam o desenvolvimento integral de acordo
com suas características e necessidades;
• potencializar aprendizagens de qualidade de forma ativa, criativa, prazerosa
e participativa, utilizando o brinquedo como metodologia básica, em ações
espontâneas e significativas;
• facilitar o uso da língua materna nas linguagens oral, grá- fica, simbólica e
outras formas de expressão que permitam exteriorizar sentimentos,
pensamentos, emoções, desejos e experiências lúdicas em situações
cotidianas, incorporando gradualmente a segunda língua; 77 BRASIL. MEC.
CNE/CEB, 2009. 61
• fomentar o interesse pela ciência e a tecnologia, facilitando experiências de
observação, exploração, indagação e conhecimento do ambiente;

noções básicas de matemática e não matemáticas em situações da vida cotidiana. • vivenciem os princípios e valores estabelecidos na Convenção dos Direitos da Criança. articulando ações entre os dois níveis. comunidade. • facilitar a continuidade para a educação escolar básica. escolarizada ou não escolarizada. explorar e experimentar o ambiente natural. • articular ações conjuntas no processo educacional entre família. solidariedade. beleza e onde se fortaleçam a identidade regional e nacional. • mostrem curiosidade diante de mensagens que provenham dos meios de comunicação social. com seu grupo. liberdade. Os objetivos são também descritos por meio dos produtos esperados. desportivas e artísticas que contribuam para sua autorrealização. 79 OEI. 62 intelectual e psicomotor e orientar a família e a comunidade para o alcance desse propósito80. a escola e a comunidade. e • desenvolver habilidades de pensamento matemático. por sua vez. respeito e valor à natureza.d. social e cultural. • manifestem interesse. • apliquem. gerando condições de salvaguarda dos direitos da criança. responsabilidade. Que as crianças: • atuem com crescente autonomia. segurança emocional e afetiva nos diferentes momentos de sua vida diária. 2006c. • promover experiências que propiciem práticas de valores com a família. tempo. formal ou não formal. • Por em prática um modo diferente de atenção comunitária às crianças com participação de organizações comunitárias. escola. • manifestem espontaneidade ao comunicar-se oralmente em sua língua materna. nutrição e atenção de saúde aos meninos e meninas cujas mães saem para trabalhar. criatividade e espontaneidade em seu desempenho pessoal e social.] Estrutura da educação infantil e atenção à diversidade . s. tais como verdade. liberdade. justiça. têm seus objetivos próprios segundo as crianças que atendem e sua forma de organização. • manifestem aceitação de sua própria sexualidade e respeito pelos outros81. 78 PARAGUAY. • apliquem normas sanitárias básicas e hábitos de higiene que ajudem a proteger sua saúde e segurança pessoal e social. respeito. de forma intuitiva. nos aspectos afetivo/social. • participem criativamente de atividades manuais.• favorecer a capacidade de observar. • pratiquem. perceber. estabelecendo relações de causalidade. E dos jardins infantis: • Criar as condições adequadas para o desenvolvimento harmônico das potencialidades do menino e da menina. • demonstrem curiosidade. visando seu desenvolvimento psicossocial. espaço e quantidade que permitam dar respostas às suas interrogações e resolver problemas que se apresentam na vida cotidiana Os estabelecimentos educacionais. São objetivos dos Hogares Educativos Comunitarios Mita Róga: • Oferecer um serviço alternativo em educação. com atitude de respeito e cuidado. afetivo e de leitura e escrita. hábitos e atitudes de convivência próprios de sua idade e que se orientam para a convivência democrática.

uma função fundamentalmente técnica. faz a supervisão dos Mita Róga. Uma expressiva fatia da educação na etapa maternal e no jardim de infância está com o setor privado com objetivo de lucro e privado sem fim lucrativo subvencionado pelo poder público. do Ministério da Educação e Cultura. o segundo. e sua Diretoria de Educação Inicial. aprofundando os objetivos à medida que os alunos avançam. A Secretaria Nacional da Infância e da Adolescência (SNNA) está encarregada de promover iniciativas para melhorar a oferta no âmbito da educação inicial não formal e fomentar o desenvolvimento de novas propostas e modalidades de atenção não formal para a primeira infância. facilitando a passagem e a continuidade e assegurando a mobilidade horizontal e vertical dos alunos. Eles devem articular-se. as mães educadoras 93. é feita pela Supervisão Educacional zonal-departamental. residentes em zonas urbanomarginais. O objetivo em vista é assegurar a atenção integral. que tem uma função normativa. Essa modalidade de educação está a cargo de grupos sociais e instituições públicas e privadas. A Direção de Educação Inicial. CNPS. conteúdos. O quinto ano de vida corresponde à pré-escola. a educação superior. intersetorial e pertinente social e culturalmente às crianças menores de cinco anos em situação de vulnerabilidade. O programa contempla ações de saúde. a educação média. Sob o aspecto administrativo. as municipalidades se encarregam de sua direção e dos recursos necessários para melhorar a qualidade do atendimento. tanto públicos como privados. participando da cogestão dos programas e projetos do setor público ou contando com o apoio do governo central. em zonas rurais e urbano-periféricas. O sistema de ensino paraguaio contempla também a educação infantil não escolarizada. como alternativa para garantir oportunidade de desenvolvimento para as crianças que não têm acesso à educação inicial escolarizada. URUGUAY. que conta com uma atenção especial da Rede Nacional de Técnicos de Educação Inicial. . Nesse setor. A educação inicial compreende dois ciclos: a) até os 3 anos. Recentemente foi estabelecido um novo papel para os governos municipais e para as comunidades locais na gestão dos serviços da educação inicial e préescolar. e é obrigatória. e o terceiro. sendo parte dele os próprios pais. 2008. a educação inicial é da responsabilidade do Ministério da Educação e Cultura. apoiada em organizações comunitárias ou de bairro. A supervisão dos estabelecimentos de ensino. as organizações não governamentais e a obra social das igrejas ocupam uma posição de destaque. rurais e indígenas. espaços físicos. nutrição e estimulação educativa. e b) a idade de 4 anos. para crianças de 8 meses a 5 anos. que contam com pessoal voluntário. que se realiza no Hogar Educativo Comunitário Mita Róga (Casa de los Niños) e em outros tipos de organização.Paraguai A educação formal se compõe de três níveis: o primeiro abrange a educação inicial e a educação básica. departamental e local. É uma modalidade flexível nos aspectos metodológicos. que já integra a educação básica. 74 atendem às crianças e ONGs e associações comunitárias dão apoio e fazem o acompanhamento e controle.

criando oportunidades de desenvolvimento para as crianças. 179. Outro déficit apontado foi o da repetência ou evasão escolar. No Paraguai. 24% de Caaguazú. É preciso avançar muito nesta área.anexo) Segundo o Censo de 2002.5% para Coronel Oviedo até 18% para Minga Porã e Mbaracayú.Currículo. a média de população com nove anos de estudo é de 50%.anexo) O Paraguai preocupa-se com a baixa porcentagem de adolescentes com acesso à educação e altas taxas de analfabetismo. além de contribuir para quebrar o ciclo de pobreza de uma nação. que está organizado em âmbitos de experiências para a aprendizagem.669 crianças naEducação Inicial.444 em Ciudad del Este. e 33% em Mbaracayú. Pode-se afirmar que um dos déficits educativos na região se concentra na faixa etária de zero a cinco anos. e 27. A definição dos conteúdos curriculares é feita de tal forma que contemple experiências de aprendizagem. (Quadro P8 . ou seja. 117 da Lei nº 1. Ele aborda três âmbitos de experiências para a aprendizagem: desenvolvimento pessoal e social. com variações que vão de 914 para Santa Rosa del Monday a 11. estão matriculados 16. dimensões. Os âmbitos estão definidos como domínios ou campos de ação sobre os quais a prática pedagógica deve organizar-se. existem 222 estabelecimentos de Educação Préescolar. Uma criança com acesso à educação infantil evade menos da escola e repete menos as séries escolares. Nessa definição. 964 escolas do Nível Escolar Básico e 222 de Escola Média. 21. o MEC deve consultar os governos departamentais e as instituições educacionais públicas e privadas (art. na oferta de centros de educação infantil. Na elaboração dos planos e programas. São necessários programas e estratégias para manter essas crianças na escola . Nos municípios estudados. objetivos gerais e específicos. segundo o Atlas de Desarrollo Humano Paraguay 2005. Nesses estabelecimentos. uma vez que o desenvolvimento da criança nesta faixa de idade. social e cultural. Foi elaborado.anexo) Segundo o Atlas de Desarrollo Humano Paraguay 2005. diretrizes curriculares O Ministério da Educação e Cultura desenha as linhas gerais dos processos curriculares. é um grande investimento na socialização das crianças e um apoio fundamental para seu desenvolvimento escolar. em centros de educação infantil.264. de 1998). proposta pedagógica. deve levar em conta a descentralização. com uma média de 23% para os demais municípios. (Quadro P7 . assim.546 crianças na Educação Escolar Básica e 23. A média de analfabetismo é de 10% com variações de 5. nos 15 municípios selecionados. (Quadro P9 . projeto político-pedagógico. a necessidade de adequação (pertinência) e o direito das comunidades educacionais.5% da população do Alto Paraná. comunicação e expressão e relacionamento com o meio natural. nos 15 municípios existem 44. o Marco Curricular. definindo os mínimos exigíveis do currículo comum em âmbito nacional. com diferenças municipais que vão de 17% em Ciudad del Este a 30% em Minga Porã.251 adolescentes na Educação Média.8% de Canindeyú têm menos de quatro anos de estudo.490 pessoas com Necessidades Básicas Insatisfeitas em Educação.

quatro anos. e cinco anos. O sistema educativo está dividido em três níveis de ensino. do primeiro ao terceiro grau. do quarto ao sexto grau e 3º ciclo. A . A Educação Escolar Média abarca três anos (do primeiro ao terceiro ano). No primeiro nível se incluem a Educação Inicial (EI) e a Escolar Básica (EB). pré-escolar). jardim. a Educação Escolar Básica é gratuita e obrigatória. No segundo nível se incluiu a Educação Escolar Média (EEM) e no terceiro nível a Educação Superior. do sétimo ao nono grau.Para fazer slide PARAGUAI Segundo a Constituição Nacional. no Paraguai. A Educação Inicial abarca de zero a cinco anos (zero-três anos. A Educação Escolar Básica atende a crianças de seis a 14 anos e inclui três ciclos: 1º ciclo. 2º ciclo. maternal.

Educação Superior inclui a universitária e a não universitária .