You are on page 1of 1

A g r u p a m e n t o D’ A g r e l a e V a l e d o L e ç a

Correcção da 1ª Ficha de Avaliação – 6º ano de escolaridade (1º Período)
1.1 Um continente que, no início do século XV, era totalmente desconhecido pelos Europeus: Oceânia / América
/ Antárctida (uma das opções).
1.2 Um continente que, no início do século XV, era em parte, desconhecido pelos Europeus: Ásia / África (uma
das opções).
1.3 Assinalar correctamente a Península Ibérica.
2.1. 1- Era necessário procurar noutras terras o ouro, a prata e os cereais que faltavam no reino.
2- Ceuta era rica em cereais, pescarias e carnes e ponto de passagem das rotas do ouro e especiarias.
2.2. Localização: Norte de África, junto ao Estreito de Gibraltar.
Rotas comerciais que abasteciam a cidade: As rotas do ouro e especiarias.
Ano da conquista portuguesa: ano de 1415.
Acção dos árabes após a conquista: depois de perderem Ceuta os Mouros desviaram as rotas comerciais
para outras cidades controladas por eles.
2.3. Ano – 1415 Século – XV Acontecimento – Conquista de Ceuta
3.1. Com base no Doc. 1 e no Mapa 3 o que impedia os navegadores de passarem o Cabo Bojador eram: as
correntes marítimas, o regime de ventos e os baixios. Acrescentar e valorizar a transcrição “uma enorme
restinga…quatro ou cinco léguas”
3.2. O navegador português que conseguiu passar o cabo Bojador foi Gil Eanes.
3.3. - As correntes marítimas;
- O regime de ventos.
4. Dos seguintes instrumentos são seleccionados apenas dois: Astrolábio / Quadrante / Balestilha / Bússola.
5. A caravela era um navio completamente inovador: tinha velas triangulares que lhe permitiam bolinar
(navegar com ventos contrários). Era uma embarcação mais pequena, leve e fácil de manobrar.
5.1. A resposta correcta – V (Verdadeiro)
6.1. O responsável pelos descobrimentos portugueses até 1460 foi o Infante D. Henrique.
6.2. O ano em que Diogo de Silves descobre o arquipélago dos Açores foi o ano de 1427.
7.1. O reinado em que ocorreram os acontecimentos, descritos na tabela Cronológica, nos anos de 1471, 1472, e
1474 foi no reinado de D. Afonso V.
7.2. Foi no reinado de D. João II que se descobriram as terras entre o Cabo de Santa Catarina e o rio do Infante.
8.1. Pelos navegadores: Cabo das Tormentas.
Pelo Rei: Cabo da Boa Esperança.
8.2. Os navegadores deram-lhe aquele nome pelas tempestades e tormentos que padeceram para dobrar o Cabo.
Já para D. João II, comovido e feliz por tal acontecimento e por dar já por aberta a estrada para a Índia impôslhe o nome de Cabo da Boa Esperança.
9.1. Em 1492, Cristóvão Colombo, ao serviço do rei de Castela, atingiu as Antilhas pensando ter chegado à Índia.
Na viagem de regresso fez escala em Lisboa dando conhecimento dessa descoberta a D. João II. D. João II vai
enviar embaixadores a Castela para comunicar que, de acordo com o Tratado de Alcáçovas, assinado com
Castela em 1480, as terras descobertas, a Sul das ilhas Canárias, pertenciam a Portugal, o que se aplicava às
Antilhas.
9.2. Este conflito foi resolvido com a intervenção do Papa. Este levou os dois monarcas a assinar um novo acordo
- o Tratado de Tordesilhas.
10.1. Os navegadores portugueses tinham de se afastar da costa africana quando seguiam para a Índia para
aproveitarem os ventos favoráveis.
10.2.
- Vasco da Gama chegou à Índia.
- Continente Asiático.
- Ao Brasil.
- Continente Americano (América do Sul).
10.3. Os acontecimentos referidos na questão anterior ocorreram no reinado de D. Manuel I.
10.4. D. Manuel I enviou uma segunda e poderosa armada à Índia com o objectivo de, aí, garantir o domínio
português.
O Professor: Nuno Faria