You are on page 1of 22

TOPOGRAFIA PARA

ARQUITECTURA PARTE 1
UNIDADES DE MEDIDA

Na área de topografia, a unidade de medida linear padrão é o metro (m) e seus
múltiplos e submúltiplos.
a. De natureza linear
c. De superfície
• sistema métrico decimal (SMD), o metro e • Sistema métrico decimal (m2)
seus derivados.
• Unidades agrarias : hectare, are e
• Sistema antigo brasileiro de pesos e
centiare.
medidas.
Braça = 2,2m
Légua =6600m
Pé = 0,3048m
Palmo = 22cm
b. De natureza angular:
• Sistema sexagesimal (graus , minutos e
segundos).
• Sistema centesimal
• Sistema radiam

TOPOGRAFIA PARA
ARQUITECTURA PARTE 1
UNIDADES DE MEDIDA DE COMPRIMENTO
1kilometro (Km)
1hectometro(hm)
1decametro(dam)
1decimentro(dm)
1centimetro(cm)
1milimetro(mm

---------------------- 1000m
-------------100m
--------------10m
--------------0,1m
--------------0,01m
------------------------0,001m

UNIDADES DE MEDIDA DE SUPERFICIES AGRARIAS
1hectare (1ha) ---------------------- 10000 m2
1centiare (1Ca)
-------------1m2
1are(1a)
--------------100m2
1polegada (plg)
--------------2,54cm
1 pé
--------------0,3048m
1pé
------------------------12plg

Estas observações inevitavelmente estarão afetadas por erros. . leitura errada nos instrumentos. poderão ser classificados em: • Erros grosseiros : causados por engano na medição. As fontes de erro poderão ser: • Condições ambientais • Instrumentais • Pessoais Os erros. São erros que não seguem nenhum tipo de lei. • Erros aleatórios acidentais : são aqueles que permanecem após os erros terem sidos eliminados.TEORIA DE ERROS Para representar a superfície da Terra são efetuadas medidas de grandezas como direções. • Erros sistemáticos: são aqueles erros cuja magnitudes e sinal algébrico podem ser determinados. seguindo leis matemáticas ou físicas. distâncias e desníveis. causados por estes três elementos apresentados anteriormente.

estando vinculada somente a efeitos aleatórios. A acurácia expressa o grau de aderência das observações em relação ao seu valor verdadeiro. estando vinculada a efeitos aleatórios e sistemáticos .ACURACIA E PRECISÃO A precisão está ligada a receptibilidade de medidas sucessivas feitas em condições semelhantes.

TOPOGRAFIA SISTEMA DE COORDENADAS Os sistemas de coordenadas são necessários para expressar a posição de pontos sobre uma superfície. um sistema de coordenadas cartesianas X e Y é usualmente empregado. seja ela um elipsoide. Para a esfera terrestre usualmente empregamos um sistema de coordenadas cartesiano e curvilíneo representado pelos Meridianos e Paralelos. esfera ou um plano. Para o plano. .

TOPOGRAFIA SISTEMA DE COORDENADAS  Meridianos : são planos que passam pelo eixo da terra e interceptam sua superfície segundo um circulo. O meridiano de origem e´ o de Greenwich (00). O paralelo de origem é o equador terrestre. Os planos meridianos definem a longitude e os paralelos a latitude. Coordenada geográficas : Latitude 710 03’27’’ E Longitude 42021’30’’ N Altitude 650m . supondo-a esférica.  Paralelos : são planos perpendiculares ao eixo terrestre.

é necessário que estas sejam expressas em um sistema de coordenadas. São utilizados basicamente dois tipos de sistemas para definição unívoca da posição tridimensional de pontos: sistemas de coordenadas cartesianas e sistemas de coordenadas esféricas A. Para tanto.TOPOGRAFIA SISTEMA DE COORDENADAS Um dos principais objetivos da Topografia é a determinação de coordenadas relativas de pontos. SISTEMAS DE COORDENAS CARTESIANAS Representação de pontos no sistema de coordenadas cartesianas .

TOPOGRAFIA Sistema de coordenadas cartesianas e 3D .

TOPOGRAFIA B. . β). SISTEMAS DE COORDENAS ESFERICAS As coordenadas esféricas de um ponto R são dadas por (r. α. A figura ilustra este sistema de coordenadas.

MODELO ELIPSOIDAL .TOPOGRAFIA C.

.INTRODUÇAO À TOPOGRAFIA Determinação do erro de esfericidade : e = T – a = AD – AB.?. termos um valor de : AD = e..111m erro......122 m e AB = 111.?.(3) 360 ? = ????? − ?. AF = . resultando um erro e = . e=11m  Se fizéramos os mesmos cálculos considerando uma ângulo de ? = 30....193m... teremos : AD = 111..(4) 360  Se consideramos um ângulo de α = 1 e utilizado um raio médio de 6....? ……………......? …………………. .. (2) ?? = ?.366.(1) ?? = ? = ????? … … … … … ..

COORDENADAS UTM “Universal Transverse Mercator” .

teremos que representar as feições levantadas em uma escala adequada para os fins do projeto.ESCALA TOPOGRÁFICA Definição : É comum em levantamentos topográficos a necessidade de representar no papel certa porção da superfície terrestre. Para que isto seja possível. define escala como sendo a relação da dimensão linear de um elemento e/ou um objeto apresentado no desenho original para a dimensão real do mesmo e/ou do próprio objeto. ? ? = ? ? ? =? ? E = denominador da escala P = distancia na folha T= distancia no terreno . A NBR 8196 (Emprego de escalas em desenho técnico: procedimentos).

“C” é o ponto médio de BD e AD = 20m. BC e CD. Encontrar AB. se “B” é o ponto médio do AD. 1 ? = ? ? 1 1?? 1 = = ? 20?100?? 2000 2. Foi medida no campo um alinhamento ABCD. e na folha 1cm.Aplicação de problemas de Escalas 1. Se deseja determinar a escala adequada. Desenhar na escala :1/200 A b b a B C a D . de um terreno que mede no campo 20m.

BC = 5m e CD = 5m 1 ? = ? ? ? =? ? 20 ∗ 100 ?= = 10?? 200 . AB = 10m .b b a B A D C a Gabarito obtém-se : AD = 20m .

5cm de comprimento. Determinar o comprimento de um rio.3. onde a escala do desenho é de 1/18000. Suponha um desenho na escala 1/50.000?2 4. utilizando esta escala faz-se um desenho de um quadrado 2x2 u2 ? ?????ℎ? = 4?2 2u 4u2 2u no terreno seria : 1 ? 2 ?? = ?? At = ?? ? ? 2 At = 4 ? 502 = 10. 1 ? = ? ? . e o rio foi representado por uma linha com 17.

Na figura ABCD. avaliar o valor de ângulo “β” e desenhar a uma escala adequada: 1/1000 C C D D E E β 80m β=1050 80m B A 1 ? = ? ? 80 ∗ 100 ?= = 8?? 1000 ? =? ? 1 ? 2 ?? = ?? B A Ap = ?? / ? 2 At = 6400?1000/ 10002 = 64??2 .5. é um quadrado e ADE é um triangulo equilátero.

desenhar uma escala adequada as dimensões. ?????? ℎ????????? ? 620?100?? 1771 1 25?? 1 = = … … .6. Se as medidas reais de um terreno são de 620m de comprimento e 240m de largura. 40cm C 2.5cm 30cm 620m D 2.5cm 240m A B 1 ? = ? ? 1 35?? 1 = = … … . e tenho uma folha de 30 x 40cm. ?????? ???????? ? 240?100?? 960 É adotado uma escala : 1 1 = ? 2000 .

Corrigir os ângulos internos do sistema.7. E B 2 1 4 A 1: 440 22´54´´ 2: 550 31´44´´ 3: 800 05´28´´ 4: 430 36´30´´ 5 : 610 52´00´´ 6 : 740 31´27´´ 8 11 C 3 5 7 6 9 D 7: 690 34´00´´ 8: 640 27´32´´ 9: 450 58´32´´ 10: 660 35´27´´ 11 : 700 48´42´´ 12 : 42035´47´´ 10 12 F . correspondem a um conjunto de triângulos contínuos num levantamento topográfico. Os dados que se dão.

.TOPOGRAFIA 8. Calcular o comprimento no desenho de uma rua com 30m de comprimento nas escalas abaixo.

129m. Correção de cotas de um polígono 500m C 520m B D 520m A 300m E A´ 340m 540m F ?? = ?? ?? ?? ??? distancia cotas AB=520m 3342.350 DE=300m 3339.216 EF=340m 3338.905 CD=520m 3341.126 FA=540m 3342.288 Dt = 2720m 3342.n.009 .m BC=500m 3345.TOPOGRAFIA 9.s.

6 7 3 170 17´59´´ 8.4 4 2 2310 23´43´´ 6.2 2 2 1000 45´35´´ 4. Correção dos ângulos interiores de um polígono A : 1000 45´37´´ B : 2310 23´43´´ C : 170 12´59´´ D : 890 03´28´´ E : 1010 34´24´´ E D A B 2.2´´ C .TOPOGRAFIA 10.8 9 2 890 03´28´´ 11 11 2 1010 34´24´´ 11´´ /5 =2.