Página Inicial »

Ciências Sociais

Resenha Daens Um Grito De Liberdade
Enviado por pbnex, abril 2013 | 3 Páginas (713 Palavras) | 2 Consultas
|

4.51

1

2

3

4

5

RESENHA FILME “DEANS, UM GRITO DE LIBERDADE”
O filme se passa no final do Séc XIX, durante a revolução industrial, numa cidade
belga de nome Aalst. O cenário nesta cidade é de caos social, com operários
vivendo em situação de pauperização total devido a exploração pelos donos de
fábricas ,que praticamente escravizavam seus operários, com salários miserávei s
e jornadas desumanas de trabalho. Devido a pobreza vigente, a necessidade de
alimentação, a falta da visão de melhoria, eles não conseguiam lutar contra a
condição reinante, fato que foi quebrado com a chegada do padre Daens, clérigo
designado pela igreja católica para a igreja local.
Nesta cidade, em meio a revolução industrial, com a tecnologia sendo implantada,
empurrando os operários ao desemprego e humilhação, para baratear custos e
acu-mular ainda mais, há a contratação de mulheres e crianças, que eram
contratados por valores aquém daqueles pagos aos homens, por serem
considerados de menor valia. A jornada de trabalho é exaustiva, passando de 15
horas diárias, a ração é limi-tada e ocorre o inevitável nestas condições. A morte
de um trabalhador infantil que desencadeia uma revolta entre os operários, que
vão em busca de melhores condi- cões de trabalho e de vida. Daens começa,
com ajuda de seu irmão, a escrever arti- gos revolucionários contra o sistema
vigente, fazendo surgir as primeiras greves e ar-ticulações políticas. Ato contínuo,
Daens se candidata e se elege deputado pelo Parti-do Popular Cristão. Há o
surgimento das classes sociais, a burguesia, proprietária dos meios de produção,
e o proletariado, que tem como único trunfo e elemento, a ven-da da força de
trabalho.Vê-se claramente neste filme a formação do“exército sobran te” que
agrava ainda mais para baixo os salários.
A igreja temendo a perda do poder e dos fiéis, se alia aos industriais e a burguesia
te-mendo também a projeção do socialismo na sociedade, que diminuiria
obviamente a força da igreja. É citado no filme a encíclica “Rerum Novarum”, do
Papa Leão XIII,que trata da relação dos empregados,da elaboração de sindicatos,
defendia a proprieda-de privada mas rejeitava o socialismo. Apregoava a justiça

A igreja então. pão e circo. álcool para alienação e sexo para garantir o exército de tra balho barato. Esta massa oprimida. O movimento começa a incitar o povo às mudanças e a luta das classes pelos seus direitos. tinham a esperança de que um dia haveria mudança de sorte que seriam respeitados como trabalhadores e cidadãos. social. . A dissolução do núcleo famili-ar. Guardadas as devidas proporções. com destaque para a implementação do Sistema Único de Assistência Social(SUAS) . ainda acontece atualmente. pois ainda ocorre em pleno Séc XXI. Daens surge neste cenário como uma luz no fim do túnel. resumindo suas necessidades ao trabalho. em 2005 . Na minha opinião. questiona-mentos ou necessidades. Em 1993 é promulgada a lei orgânica de Assistência Social (LOAS). a inversão de va-lores. uma esperança de paz e justiça para as gerações vindouras. deixa o padre Daens sozinho. retirando seu apoio e destituindo-o das funções sacerdotais.recorrentemente se tem notícias de trabalhos escravizan-tes. Apesar das políticas de proteção social vigentes.social. Vejo com tristeza que o acontecido neste filme nesta cidade belga. No filme vê-se que a saída encontra-da para o alívio do stress é o consumo exagerado de álcool. a promiscuidade sexual. pois institui como política a Assistência Social. de “Panis et circenses”. alienando e entorpecen-do as pessoas. este tipo de cenário não nos é tão distante. que sofre assédio moral. garantindo assim currais trabalhistas sem anseios. se-xual. por pressão da base governista e dos interesses burgueses. a má distribuição de renda. levando a sociedade ao desencanto e frustração.a distribuição da ri-queza e a intervenção do estado na economia. Essas garantia s objetivam os mínimos sociais fundamentais. No Brasil a construção do direito a assistência social é recente. em muitos países inclusive no Brasil a mão-de-obra é superexplorada. A desestruturação familiar. a destruição de valores e hábitos saudáveis.tendo como esteio a Constituição de 1988. assim como o trabalho infantil.através de jornais e informativo. estabelecendo normas e critérios para a organização da Assistência. e a velha máxima acontecendo. recebendo pão para não morrer de fome.