You are on page 1of 4

ANDREINA MENDES

Tarefa
DITADO PARA CORRIGIR
REDAÇÃO COERÊNCIA COESÃO GRAMÁTICA LÉXICO
Em Portugal, especificamente na cidade de Sintra em Lisboa, há um caso
legal que causou muita repercussão nesta pequena urbe, trata-se do caso de
Liliana Melo, quem é mãe de 10 filhos. Ela está sendo acusada de
negligência parental, visto que não tem a capacidade de cobrir as
necessidades básicas dos seus filhos. Melo comprometeu-se com o tribunal
assegurando que se realizaria uma laqueação de trompas e, desta maneira
poderia ficar com seus filhos. Não obstante, não cumpriu com o
compromisso e decidiu não se submeter este procedimento, portanto sete de
seus filhos seriam separados dela. Um deles decidiu fugir da escola antes
que o Tribunal da Família e dos Menores de Sintra o separara da sua mãe e
o colocara em processo de adoção, deste modo, só dos seus filhos formaram
parte deste processo. Liliana Melo vive esta situação desde junho do ano
passado e sente muita saudade dos seus filhos, pois não tem contato com
eles desde que foram separados. Também, assegura que é muito triste
entrar na habitação das crianças e que não estejam nela, Melo declara que
um dos seus maiores medos é encontrar-se com eles na rua e não os
reconhece.

lançar terra em roda da haste da planta. 7 Uso indevido do verbo “cobrir”*. embora existam no português. Ela está sendo acusada de negligência parental. proteger. exceder.. Interferência com o uso do pronome no espanhol. juncar. o texto tem muita interferência com o espanhol e erros graves no uso dos modos e tempos verbais. há um caso legal3 que causou4 muita repercussão nesta pequena urbe5.) trata-se do caso de Liliana Melo. . 4 Utilização indevida do verbo “causar”. Para facilitar a correção do texto. não têm concordância com o contexto. o certo é: processo judicial. atapetar. 2 Omissão da vírgula no inciso “em Lisboa” 3 Interferência com o espanhol. às vezes este conteúdo não é apresentado da melhor forma e contem informação errada.. 1 Sintra não é uma cidade. que é mãe de 10 filhos. tapar. O pronome quem refere-se só a pessoas e geralmente é precedido de preposição. fazer cobrição. a pessoa faz uso de verbos que.. (. adornar. encher. dividi-lo por frases e expliquei cada erro: Em Portugal. e ainda mais.Apesar de o texto transmitir a mensagem principal da reportagem. visto que não tem a capacidade de cobrir7 as necessidades básicas dos seus filhos. (. Além disso. quem6 é mãe de 10 filhos. especificamente na cidade de Sintra1 2em Lisboa. trata-se do caso de Liliana Melo. abater. O certo é: atender às necessidades / suprir as necessidades / satisfazer as necessidades *Cobrir: pôr uma coisa em cima de outra para a esconder. é uma vila portuguesa no Distrito de Lisboa. 5 6 Repetição desnecessária. ser mais forte que. mãe de 10 filhos. Uso indevido do pronome relativo “quem”. alargar-se por cima de. Interferência com o espanhol. O certo é: O processo judicial TEVE muita repercussão.) trata-se do caso de Liliana Melo.. ser em grande quantidade em.

15 Tribunal de Família e Menores de Sintra 16-17 Uso indevido do pretérito mais-que-perfeito simples*. 14 Informação errada. não cumpriu com o compromisso e decidiu não se submeter11 este procedimento. Interferência com o espanhol. O certo é usar o pretérito imperfeito do conjuntivo: um deles decidiu fugir da escola antes que o Tribunal de Família e Menores de Sintra o separasse da sua mãe e o colocasse em processo de adoção. subjugar. O certo é: decidiu não fazer / realizar este procedimento *Submeter-se: pôr debaixo de. tornar dependente. sujeitar. Um deles decidiu fugir da escola antes que o Tribunal da Família e dos Menores de Sintra15 o separara16 da sua mãe e o colocara17 em processo de adoção. deste modo. 12 Omissão da vírgula. . Melo comprometeu-se com o Tribunal a laquear as trompas. Melo comprometeu-se com o Tribunal a realizar uma laqueação de trompas. Não obstante. 13 Manter a contração gramatical das preposições e artigos. 8 Informação errada. portanto 12 sete de seus13 filhos seriam14 separados dela. 11 Uso indevido do verbo “submeter-se”*. 9 Omissão de maiúscula: Tribunal. obrigar.Melo comprometeu-se8 com o tribunal9 assegurando10 que se realizaria uma laqueação de trompas e. só dos seus filhos formaram parte deste processo18. Ela só diz que laquearia as trompas. pois acrescenta uma informação diferente. A conjunção coordenativa conclusiva portanto obrigatoriamente deve estar entre vírgulas. Já com o verbo “comprometer-se” está subentendido. nas frases sublinhadas (dos seus – de seus) não se mantêm a contração gramatical de + os = dos. desta maneira poderia ficar com seus filhos. humilhar-se. No texto. mas não se comprometeu por escrito. 10 Repetição. além de omitir a preposição “a”. Os filhos FORAM separados / retirados da mãe. fazer submissão.

mas apresentando-o como anterior a outro também passado. 19 Uso indevido da expressão. Liliana Melo vive esta situação desde junho do ano passado e sente muita saudade19 dos seus filhos. 18 Incoerência. 20 Uso indevido da palavra habitação. Também. 21 Erro no sinal de pontuação. O certo é: estar com muitas saudades.” 23 Erro na conjugação do verbo.. O certo é: reconhecer.um dos seus maiores receios. Omissão de informação. O certo é: “. .. pelo que não se compreende a frase. pois não tem contato com eles desde que foram separados. 22 Interferência com o espanhol.21 Melo declara que um dos seus maiores medos22 é encontrarse com eles na rua e não os reconhece23. assegura que é muito triste entrar na habitação20 das crianças e que não estejam nela. Neste contexto o certo é: quarto. O certo é usar o ponto.*Pretérito mais-que-perfeito simples: situa o fato no passado...