DESIGNAÇÃO

Mestrado em
Geografia Física e Ordenamento do Território

OBJECTIVOS

O Mestrado em «Geografia Física e Ordenamento do Território», estruturado de acordo com as orientações do «Processo de Bolonha», dá continuidade a uma tradição e competência do Departamento de Geografia da FLUL no domínio da Geografia Física aplicada ao ordenamento biofísico do território e na definição de estratégias de valorização territorial no quadro no desenvolvimento sustentável. Poderá candidatar-se a este programa de estudos quem possuir uma licenciatura de 180ECTS (3 anos lectivos). Em conformidade com o disposto na alínea d do artigo 17º do DL 74/2006, poderão candidatar-se também os: “d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos”. O programa de estudos em Geografia Física e Ordenamento do Território oferece aos alunos uma formação sólida e coerente, com padrões de qualidade equiparáveis aos de outras instituições universitárias de referência no espaço europeu. Organiza-se em 4 semestres, num total de 120 ECTS. A estrutura curricular contempla a existência de dois percursos alternativos, um académico (conducente à elaboração de uma dissertação científica) e outro profissionalizante (incluindo um estágio e elaboração de relatório de estágio ou de trabalho de projecto). Os conhecimentos científicos e técnicos de carácter especializado são assegurados por um conjunto de seis seminários que visam: aprofundar os conceitos, os métodos e as técnicas específicas em áreas fundamentais da Geografia Física (Climatologia, Geomorfologia); reforçar as competências nos domínios da Detecção Remota e dos Sistemas de Informação Geográfica, como instrumentos privilegiados na aplicação da Geografia Física ao Ordenamento do Território; desenvolver os conhecimentos sobre as principais ferramentas metodológicas e instrumentais do Ordenamento Biofísico; e incrementar a aplicação integrada dos saberes da Geografia Física no Ordenamento do Território, orientada sobretudo para duas vertentes: valorização dos recursos e minimização dos riscos.

CONDIÇÕES DE ACESSO

PLANO DE ESTUDOS

Semestre 1º

Unidade curricular*

Geomorfologia Aplicada ao Ordenamento e Gestão do Território (S) Climatologia Aplicada ao Ordenamento e Gestão do Território (S) Detecção Remota, SIG e Ordenamento do Território (S) Avaliação, Ordenamento e Gestão de Recursos Naturais (S) 2º Perigosidade, Vulnerabilidade e Riscos no Território (S) Instrumentos, Métodos e Técnicas de Ordenamento Biofísico do Território (S) Seminário de Investigação (S) (Opc) 3º e 4º Dissertação Científica (A) (Opc) Estágio Profissional (S) (Opc) Relatório de Estágio ou de Trabalho Projecto (A) (Opc) * - Semestral (S); Anual (A); Opção condicionada (Opc) OBSERVAÇÕES

Horas de contacto 56 56 56 56 56 56 28 30 28 30

Créditos 10 10 10 10 10 10 10 50 10 50

Regime transitório: Aos candidatos portadores de licenciatura com mais de 180 ECTS ou equivalente, e adequada à admissão no presente programa de estudos, poderá ser concedida, até ao ano lectivo de 2009/2010, uma creditação até 50 ECTS neste plano curricular, desde que concluam o ciclo de estudos e obtenham o grau de Mestre. São igualmente possíveis regimes de equivalências, quer ao nível de unidades curriculares, quer ao nível de semestres curriculares do curso de mestrado, requeridas por candidatos portadores de habilitações escolares realizadas em outros cursos pós-graduados, de mestrado, de especialização ou equivalentes. Da instituição de acolhimento: O Departamento de Geografia da FLUL é reconhecidamente o mais importante do país no domínio da ciência geográfica universitária, dispondo do maior e mais qualificado corpo docente e dos melhores acervos ao nível de biblioteca, mapoteca e fototeca. Beneficia ainda da estreita relação com o Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa, igualmente sediado na FLUL, o qual tem obtido a classificação de Excelente e é também indubitavelmente o mais importante centro de investigação no seio da Geografia Portuguesa. Docentes da especialidade: Ana Ramos Pereira; António Saraiva Lopes; Carlos Silva Neto; Catarina Ramos; Denise de Brum Ferreira; Eusébio Reis; Gonçalo Teles Vieira; Henrique Andrade; José Luís Zêzere; Luísa Estevão Rodrigues; Marcelo Fragoso; Maria João Alcoforado; Mário Rui Neves. Mais informações: www.fl.ul.pt/dep_geo/