You are on page 1of 5

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013 Projeto ergonômico de uma

Projeto ergonômico de uma maca para traslados de pacientes Ergonomic design for a stretcher for transfers of patients

Célia Roberta Buss BusKi (bussbuski@gmail.com, UNISOCIESC, Santa Catarina, Brasil) Eduardo Concepción Batiz (eduardo.batiz@sociesc.org.br, UNISOCIESC, Santa Catarina, Brasil)

Resumo: Os distúrbios musculoesqueléticos estão relacionados a movimentos repetitivos, a manipulação de carga e a posturas inadequadas. Umas das principais atividades desenvolvidas pelos auxiliares de enfermagem é a movimentação e o carregamento de pacientes com o intuito da realização de exames, mudança de postura, banho entre outros. A realização desta atividade acarreta em distúrbios osteomusculares, acidentes de trabalho e afastamentos. Esta pesquisa tem como objetivo projetar uma maca ergonômica para traslados de pacientes. Caracterizando-se como estudo de caso com formato descritivo, pois há interesse em retratar a postura adotada por profissionais de enfermagem e obter as necessidades desses profissionais para o desenvolvimento da maca. Os procedimentos a serem utilizados são a observação in loco, filmagens e fotografias, questionário nórdico, questionário sobre os requisitos indispensáveis da maca e aplicação do método REBA. Espera-se projetar uma maca que facilite a atividade de transporte, manipulação e movimentação de pacientes realizada por profissionais de enfermagem.

Palavras-chave: Distúrbios osteomusculares; Carregamento de peso; Profissionais de enfermagem; Traslado de pacientes.

Abstract: Musculoskeletal disorders are related to repetitive movements, handling cargo and postures. One of the main activities performed by nursing assistants is the handling and loading of patients with the aim of conducting examinations, change in posture, bath and more. The completion of this activity leads to musculoskeletal disorders, accidents and absenteeism. This research aims to design a stretcher ergonomic for transfers of patients. Characterized as a case study with descriptive format, because there is interest in portraying the posture adopted by nursing professionals and get the needs of these professionals for the development of the litter. The procedures to be used are the on-site observation, filming and photography, Nordic questionnaire, questionnaire on the prerequisites of the litter and the method REBA. Expected to design a stretcher to facilitate the transport activity, handling and moving patients performed by nurses.

Keywords: Musculoskeletal disorders; loading weight; Nurse practitioners; Pickups patients.

1. Introdução

Os distúrbios musculoesqueléticos estão ligados a manuseio de carga, postura inadequada do tronco e a gestos repetitivos. E nos membros superiores são pertinentes a repetitividade, a força e ao fato de estarem muito tempo realizando tais procedimentos

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013 (FONSECA et al., 2010).

(FONSECA et al., 2010). Os procedimentos utilizados no manuseio de carga mostram as exigências biomecânicas necessárias para a realização desta atividade (FONSECA et al.,

2010).

Dentre as atividades desenvolvidas pelos auxiliares de enfermagem está a manipulação e o carregamento de pacientes com finalidade de mudança de postura, realização de exames, banho entre outros. Representando riscos ergonômicos a saúde desses profissionais e necessitando de medidas para prevenir, reduzir e eliminar os efeitos que esta atividade provoca a esses profissionais (BATIZ et al., 2012). As lesões musculoesqueléticas podem ser agravadas pelas condições inadequadas de trabalho como a sobrecarga e a postura inadequada (BATIZ, et al. 2013). A importância deste estudo se deve aos problemas de saúde gerados pela manipulação de carga e o seu peso, sendo prejudicial à saúde do trabalhador (BATIZ et al. 2011). Já que as atividades de movimentação de carga e posturas inadequadas são grandes causadores de distúrbios musculoesqueléticos (DIONÍSIO et al., 2011). É necessário adequar os postos de trabalho dos profissionais de enfermagem para que assim possa reduzir os riscos de acidentes aos profissionais e aos pacientes (DUARTE; MAURO, 2010). A presença de equipamentos inadequados e obsoletos colaboram com o aumento do esforço físico e a diminuição do ritmo de trabalho (SILVA, 2011).

Figura 1 - Modelos de macas hospitalares

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013 (FONSECA et al., 2010).

Fonte: Meta Hospitalares (2013)

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013 A Figura 1 mostra

A Figura 1 mostra alguns modelos de macas hospitalares utilizadas atualmente. Pode se observar que não possuem muitas possibilidades de ajustes. Este trabalho tem como objetivo principal projetar uma maca ergonômica para traslados de pacientes.

2. Procedimentos metodológicos

  • 2.1 Classificação da pesquisa

Esta pesquisa caracteriza-se como estudo de caso com formato descritivo, pois há interesse em retratar a postura adotada por profissionais de enfermagem e obter as necessidades desses profissionais para o desenvolvimento da maca. Quanto à forma de abordagem esta pesquisa é quantitativa porque se caracteriza pelo uso de métodos e técnicas a fim de obter informações do público, assim como processamento estatístico dos dados obtidos. Com o auxílio dos dados coletados obtêm-se o levantamento estatístico na elaboração de gráficos e tabelas adequadas às respostas obtidas. Igualmente é a qualitativa pelas avaliações, análise discussões das condições de trabalho, dos profissionais de enfermagem com a finalidade de detectar análise das posturas adotadas e o modo como os pacientes são manipulados movimentados e como a maca poderá ajudar nesta atividade. A realização do estudo em parceria com um hospital público permite conhecer e compreender a realização da atividade, as dificuldades enfrentadas e suas necessidades.

  • 2.2 População e amostra

A população que participa da pesquisa são profissionais de enfermagem (enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem) de um hospital público do sul do Brasil.

  • 2.3 Técnicas e métodos

As técnicas e métodos a serem aplicados na dissertação são: observação in loco, filmagens e fotografias, questionário nórdico e o método REBA. A observação in loco tem como finalidade conhecer a forma habitual que os profissionais de enfermagem realização as suas atividades. Com as fotografias e filmagens tem como intuito diagnosticar as posturas adotadas e verificar e que pontos há necessidade de intervenções. O questionário nórdico de sintomas osteomusculares (NMQ – Nordic Musculoskeletal Questionnaire) auxilia no cáculo das medidas de morbidade osteomuscular

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013 nas atividades diárias, quais

nas atividades diárias, quais as regiões do corpo mais afetadas no período de 12 meses, nos últimos 7 dias e se houve a necessidade de afastamento de seu trabalho (PICOLOTO; SILVEIRA, 2008). Com o método REBA (Rapid Entire Body Assessment) possibilitará a avaliação das posturas adotadas em suas atividades diárias (BATIZ et al., 2012). E por fim a metodologia de processo de desenvolvimento de produtos com as fases e ferramentas necessárias para o desenvolvimento do produto novo.

  • 3. Resultados esperados

Espera-se com este trabalho desenvolver uma maca ergonômica que facilite a atividade de transporte, manipulação e movimentação de pacientes realizada por profissionais de enfermagem, visando a redução do excesso de peso carregado e minimizando as consequências relativas a realização da atividade bem como os distúrbios musculoesqueléticos.

  • 4. Considerações Finais

A atividade de traslado de pacientes é uma atividade que possui alto risco de acidentes aos profissionais de enfermagem devido ao excesso de peso e as posturas adotadas para a sua realização. Sendo necessário intervenções nesta área para que sejam minimizados os riscos e por consequência os distúrbios sofridos por estes profissionais. Esta pesquisa tem como intuito diagnosticar as dificuldades e as necessidades dos profissionais de enfermagem para a realização da atividade de traslado de pacientes. Com essas informações desenvolver uma maca ergonômica que possibilite a realização desta atividade com um menor índice de risco de acidente e com maior segurança tanto para os profissionais de enfermagem quanto para os pacientes.

Referências

BATIZ, Eduardo Concepción; OLIVEIRA, Solange Alves Costa Andrade de; MAFRA, Eliane Terezinha Schmitz. Avaliação das condições de trabalho e de manipulação de cargas: um estudo biomecânico na área de fundição. Porto: CIBEM 10, 2011.

BATIZ, Eduardo Concepción; VERGARA, Lizandra G. Lupi; LICEA, Olga Elena Anzoardo. Análise Comparativa Entre Métodos De Carregamento De Cargas E Análise Postural De Auxiliares De Enfermagem. Revista Produção, v. 22, n. 2, p. 270-283, mar./abr. 2012.

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013

Centro Universitário Tupy – UNISOCIESC Joinville, Santa Catarina, Brasil ISSN 2237-5163, ano2013 BATIZ, Eduardo Concepción; NUNES,

BATIZ, Eduardo Concepción; NUNES, Jandira Izabel da Silva; LICEA, Olga Elena Anzoardo. Prevalência Dos Sintomas Musculoesqueléticos Em Movimentadores De Mercadorias Com Carga. Revista Produção, v. 23, n. 1, p. 168-177, jan./mar. 2013.

DIONÍSIO, Felipe Nunes; BORTOLOTTI, Patrícia Aidê; ALEIXO, Andreza A.; PELET,

Danyelle Cristina Silva; WALSH, Isabel A. P; SILVA; Juliana Lemos, BERTONCELLO, Dernival. Avaliação De Características Ergonômicas, Capacidade Para O Trabalho E Desconforto Músculo-Esquelético Na Central De Distribuição De Materiais De Um Hospital De Clínicas No Estado De MG. Revista Brasileira de Ergonomia, v. 6, n. 1, p. 116-125,

2006.

DUARTE, Nei Santos; MAURO, Maria Yvone C

Análise dos fatores de riscos ocupacionais

.. do trabalho de enfermagem sob a ótica dos enfermeiros. Revista brasileira de saúde

ocupacional. 2010, v.35, n.121, p. 157-167.

FONSECA, Natália da Rosa; FERNANDES, Rita de Cassia Pereira. Fatores Associados Aos Distúrbios Musculoesqueléticos Em Trabalhadoras De Enfermagem. Revista Latino- Americana de Enfermagem, v. 18, n. 6, nov./dez. 2010.

META HOSPITALAR. Produtos: maca. Disponível em: < http://www.metahospitalar.com. br/produtos/macas/pag-0/12/ee9a79> Acesso em: 03/11/13.

PICOLOTO, Daiana; SILVEIRA, Elaine da. Prevalência de sintomas osteomusculares e fatores associados em trabalhadores de uma indústria metalúrgica de Canoas – RS. Ciência e Saúde Coletiva, v. 13, n. 2, p. 507-516, 2008.

REIS, Diogo Cunha do; LOSSO, Iseu Reichmann; BIAZUS, Marisa Angela; MORO, Antônio Renato Pereira. Análise cinemática tridimensional do manuseio de carga na construção civil. Revista brasileira de saúde ocupacional. v. 30, n. 112, p. 27-35, 2005.

SILVA, Nilson Rogério da. Fatores determinantes da carga de trabalho em uma unidade básica de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 16, n. 8, p. 3393-3402, 2011.