Faz de conta que o mundo é real

Ainda bem que a tua escola é uma Escola Promotora de Saúde!

Trabalho elaborado por: Goretti das Neves Moreira (no âmbito da Formação PES – Guarda, 2008)

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009

Caracterização da Escola EB 2,3/S de Vilar Formoso:
“Faz de conta que o mundo é real” é um projecto que pretende implementar a promoção da Educação para Estilos de Vida Saudáveis, no âmbito da rede das Escolas Promotoras de Saúde (EPS), especificamente destinado aos alunos do Agrupamento de Escolas de Vilar Formoso. O agrupamento vertical é constituído por uma escola EB 2,3/S, três escolas do 1º CEB e um Jardim de Infância. As instalações da referida escola datam do ano lectivo de 2001/2002 e a descrição das mesmas encontra-se no Projecto Educativo da Escola. Ao nível da oferta pedagógica da escola destacam-se como importantes para este Projecto relativo à Educação Sexual as seguintes: Clube de Jornalismo (responsável pela edição do Jornal Escolar “Entre Nós”) Núcleo de Música APTE (Aproveitamento pleno dos tempos escolares) Partindo do Projecto Educativo da Escola, foi feita a seguinte listagem de problemas/necessidades relevantes para a elaboração do Projecto PES: Elaboração de um Projecto PES coeso, funcional e pouco burocrático para os seus intervenientes e aplicadores, incidente nas quatro áreas de intervenção prioritária definidas pelo Ministério da Educação; Criação de uma equipa PES; Representação do PES no Conselho Pedagógico; Aumento do número de conhecimentos relativamente às temáticas da saúde, como o tabagismo, os maus hábitos alimentares e o consumo de álcool e de drogas, bem como de outros problemas relacionados com a sexualidade e o planeamento familiar; Pouca participação dos Encarregados de Educação na vida escolar dos seus educandos em específico e nas actividades da comunidade educativa em geral; Pouca articulação interdisciplinar e transdisciplinar.

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008) Página 1

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009

Fundamentação:
Na sequência das actividades desenvolvidas pelo GTES - Grupo de Trabalho de Educação Sexual e do Despacho n.º 25 995/2005 do Gabinete da Ministra, no dia 7 de Fevereiro foi assinado um Protocolo entre o Ministério da Educação e o Ministério da Saúde (em http://sitio.dgidc.min-edu.pt/saude/Documents/ProtocoloME_MS.pdf), que estabelece com clausula segunda que “o primeiro outorgante compromete-se a dinamizar no sistema educativo os princípios e as práticas da promoção da saúde em meio escolar nomeadamente através de:
a) Estudo, reorganização e revitalização dos curricula do ensino pré-escolar, do

ensino básico e do ensino secundário, na perspectiva do desenvolvimento curricular da educação para a saúde nos projectos de escola e de turma;
b) Sensibilização das Direcções Regionais e dos órgãos de gestão dos Agrupamentos/

Escolas para a inclusão da promoção da saúde nos Projectos Educativos;
c) Adopção, por parte das Escolas, de políticas e práticas condizentes com a

Promoção da Saúde, nomeadamente nas questões de saúde mental, das relações interpessoais, da educação alimentar, da educação sexual, da prevenção do consumo de substâncias lícitas e/ou ilícitas, da prevenção do VIH/Sida e outras IST, da segurança ao nível das instalações e equipamentos e da actividade física;
d) Aproveitamento das áreas curriculares não disciplinares para a abordagem

da promoção da saúde sob a forma de projecto passível de avaliação; f) Designação pelo órgão de gestão dos Agrupamentos/ Escolas de uma equipa, coordenada por um professor responsável pela área da promoção e educação para a saúde, que se articula com as estruturas de saúde escolar e a restante comunidade; g) Rentabilização, nos Agrupamentos/Escolas, dos Serviços Especializados de Apoio Educativo, integrando técnicos de Promoção da Saúde para apoio aos alunos; h) Criação, nas Escolas Secundárias, de um Gabinete de Apoio aos alunos no âmbito da educação sexual; i) Implementação, nos estabelecimentos do ensino básico e secundário, de um programa de educação sexual. Este programa será desenvolvido numa perspectiva interdisciplinar e nas áreas disciplinares não curriculares. Será adequado aos diferentes níveis etários e utilizará um modelo pedagógico compreensivo, envolvendo a comunidade educativa e dinamizado em colaboração estreita com os serviços de
Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 2

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009 saúde, associações de pais e encarregados de educação, associações de estudantes e outras entidades externas devidamente credenciadas.” (p 2-3) Neste sentido, o presente projecto pretende ir de encontro à implementação do estabelecido nas alíneas c), d), h) e i), intervindo na área da Educação Sexual por se considerar área essencial para trabalhar a prevenção/mudança de comportamentos não saudáveis. Este projecto será depois complementado com projectos paralelos ao nível das outras três áreas de intervenção da Educação para a Saúde.

Objectivos gerais:
Consideram-se como objectivos gerais deste projecto os definidos pela DGIDC para a Educação Sexual: Educação Sexual: ✔ Contribuir para uma melhoria dos relacionamentos afectivo-sexuais entre os jovens. ✔ Contribuir para a redução das possíveis consequências negativas dos comportamentos sexuais, tais como a gravidez não planeada e as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). ✔ Contribuir para a tomada de decisões saudáveis na área da sexualidade. ✔ Dotar o aluno de competências que o tornem capaz de “relacionar harmoniosamente o corpo com o espaço, numa perspectiva pessoal e interpessoal promotora da saúde e da qualidade de vida”.
(Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular)

Objectivos Específicos:
São objectivos específicos deste projecto intervir primariamente no próximo ano lectivo nas áreas da Organização e da Educação Sexual. Organização: ✔

Criar uma Equipa de Promoção de Educação para a Saúde (EPES); Representar a Educação para a Saúde no Conselho Pedagógico, no sentido de uma implementação e divulgação mais funcionais do projecto, evitando reuniões paralelas com os vários intervenientes no processo (Coordenadores de Directores de Turma/Professores Titulares de Turma, Associação de Estudantes, Associação de Pais, etc),

Criar um espaço de divulgação online;

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 3

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009 ✔ Proceder a uma avaliação regular e, em caso que justifique, proceder ainda a adaptações/reformulações do projecto. Educação Sexual: ✔ Aumentar o número de conhecimentos dos elementos da comunidade escolar nesta área.
✔ Prevenir (e, se necessário, mudar) comportamentos no sentido da prevenção das IST e da

gravidez na adolescência, contribuindo para uma melhoria dos relacionamentos afectivosexuais entre os jovens. ✔ Implementar a leccionação dos conteúdos mínimos obrigatórios estabelecidos pelo Relatório do GTES nas áreas curriculares disciplinares (ACD) e não disciplinares (ACND); ✔ Aumentar o recurso dos adolescentes ao Gabinete de Apoio a Adolescentes e Jovens do Centro de Saúde Jovem de Vilar Formoso; ✔ Criar o Gabinete de Apoio para a Educação Sexual na escola. ✔ Disponibilizar informação (panfletos, brochuras, etc) sobre a área no espaço do Gabinete de Apoio.

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 4

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009
Organização: Objectivos Específicos - Coordenadora Criar uma Equipa de Promoção de Educação para a Saúde (EPES) PES Incluir docentes, não docentes, Pais/EE e alunos - Criação da EPES - Elaboração de um regimento interno da Educação Comunidade Educativa para a Saúde (CES) - Conselho Executivo (CE) Representar a Educação para a Saúde no Conselho Pedagógico Criar um espaço de divulgação online; Áreas prioritárias definidas Representação da PES Integração no CP do Coordenador da Educação para a Saúde Utilizar as novas tecnologias ao serviço da Educação para a Saúde - Criação de um Fórum online Comunidade Educativa - Representar a EPES no CP - Colaborar com das várias estruturas da comunidade educativa - Criação de um blog (Clube da Saúde Virtual) com alunos Comunidade Educativa - CES - CE 2008/2009 Balanço integrado no Relatório Final Set. 2008 Elaboração de Relatório Conteúdos Estratégias Actividades Destinatários Dinamizadores Data Avaliação

Comunidade Educativa

- CES - Alunos do Clube da Saúde Virtual - CES - EPES

Set. 2008

- Nº de contribuidores - Nº de acessos - Nº de comentários

Set. 2008

- Nº de utilizadores registados - Nº de acessos - Nº de tópicos colocados

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 5

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009
- Elaboração de materiais e recursos a disponibilizar na plataforma Moodle - Reuniões regulares Conteúdos Avaliar o projecto constantes do projecto - Debate Avaliação das actividades - Análise dos dados fornecidos - Divulgação dos Relatórios - EPES - CE - Comunidade Educatica DREC/DGID C CES Ao longo do ano Elaboração de Relatórios Intercalares e Final Comunidade Educativa EPES Ao longo do projecto - Nº de acessos

Educação Sexual para os 1º, 2º e 3º Ciclos e o Ensino Secundário: Objectivos Específicos Implementar a Educação Sexual nas áreas curriculares disciplinares (ACD) Conteúdos Conteúdos mínimos obrigatórios definidos em Relatório do GTES Estratégias - Levantamento dos conteúdos mínimos da Educação Sexual passíveis de serem tratados Actividades - Preenchimento de uma grelha por parte dos Conselhos de Docência e Professores Titulares de Turma Destinatários Conselhos de Docência e Professores Titulares de Turma Dinamizadores CES Data Maio 2008 Avaliação - Nº de grelhas preenchidas - Elaboração de relatório sobre dados obtidos

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 6

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009
- Planificação dos conteúdos nos Planos Curriculares de Turma (PCT) dos 1º ao 9º e 12º anos e na disciplina de Educação Física nos 10º e 11º anos - Implementação do PCT - Todos os Alunos - Elaboração do PCT - Professores da disciplina - Conselho de Turma (CT) e Professores Titulares de Turma (PTT) Ao longo do ano lectivo - Grelhas/Fichas (alunos) - Relatório (CT/PPT) - Relatório CD de Ed. Física Set. 2008 Nº de conteúdos mínimos incluídos nas ACD Set. 2008 Nº de conteúdos planificados

Implementar a Educação Sexual nas áreas curriculares não disciplinares (ACND)

Estabelecidos por Conselho de Turma, conforme programas e ano de escolaridade com base no relatório do GTES

- Sensibilização

- Reunião informativa da CES com os Coordenadores de DT/PTT - Reunião preparatória com os professores de AP *

Coord. DT/PTT

CES

Maio 2008

Prof. AP

CES

Set. 2008

- Trabalho de Projecto

- Selecção dos conteúdos a trabalhar e formas de apresentação por ano de escolaridade de cada ciclo

Conselhos de DT/PTT

Coordenadores DT/PTT CES

Set. 2008 - Análise da grelha de distribuição de conteúdos

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 7

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009
- Integração nos PCT - Planificação da AP do 2º período CT/CPTT Alunos Set. 2008 Set 2008 - PCT - Planificações

CT/CPTT - Alunos - Professores da AP/CES

- Implementação dos projectos, com sessão inicial por turma dada por um Técnico do Centro de Saúde - Mostra dos projectos aos Pais/EE Aumentar o recurso dos adolescentes ao Gabinete de Apoio a Adolescentes e Jovens do Centro de Saúde Jovem (GAAJ) - Divulgação junto da comunidade educativa - Referências no blog do PES Divulgação do GAAJ - Parceria com o GAAJ - Atendimento semanal no Gabinete de Apoio da Escola e acções de sensibilização

Alunos

- Alunos e - Prof. da AP - CES - C. de Saúde

2º período

- A definir conforme cada projecto

Pais/EE

- Alunos

3º período

- nº de Pais/EE presentes

Alunos

- CES - GAAJ

Ao longo do ano lectivo

- Nº de visitas ao Gabinete da Escola - Relatório elaborado por CES/GAAJ - Comparação do nº de visitas

Comunidade Educativa

- EPES - GAAJ

ao GAAJ do ano lectivo de 2007/2008 com 2008/2009

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 8

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009

- Arranjar um espaço propício para atendimento dos alunos - Equipar o espaço com Criar e garantir o funcionamento do Gabinete de Apoio para a Educação Sexual na escola Aplicação do disposto no Relatório do GTES Criação do Gabinete de Apoio um PC com ligação à Internet e literatura informativa - Definir horários, equipas e estratégias de apoio - Atendimento dos Dia Mundial da Assinalar os dias comemorativos SIDA Exposição temática alunos Exposição de trabalhos do Clube de Saúde Comunidade Educativa EPES Ao longo do ano lectivo 1 de Dez. (a assinalar a 2 de Dez.) Alunos - EPES - CE - GAAJ Set. 2008

- Nº de horas semanais de funcionamento do gabinete - Nº de visitas ao gabinete - Nº de dúvidas esclarecidas/ casos encaminhados - Caixa de comentários

- Participação da Comunidade educativa - Caixa de comentários

* Esta reunião será presidida pela Coordenadora do PES, encontrando-se dividida em duas partes. Na parte I será apresentado aos professores
uma introdução teórica sobre a Educação Sexual e a orientação a dar à mesma na Área de Projecto, baseado no material fornecido na Formação
Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 9

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009 PES frequentada pela Coordenadora (nomeadamente nas apresentações powerpoint fornecidas). A parte II consistirá na apresentação de variadas actividades e recursos de foro dinâmico passíveis de serem realizadas pelos alunos: histórias valorativas, tomada de decisões, etc).

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008)Página 10

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009 Educação Sexual para os 1º, 2º e 3º Ciclos e o Ensino Secundário: Em relação ao pré-escolar a tónica assentará no trabalho conjunto da Coordenadora do PES com as educadoras no sentido de promover actividades que permitam aos alunos assimilar a noção do respeito pelo corpo (a partir de noções de higiene), de tomadas de decisões (o que pode ser partilhado e o que não deve ser partilhado) e da fomentação de contextos de confiança com adultos (com base em jogos de confiança a realizar com os Pais/EE).

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008) Página 11

[“FAZ DE CONTA QUE O MUNDO É REAL ”] 2008/2009

Anexos

Elaborado por Goretti das Neves Moreira (Formação PES – Guarda, 2008) Página 12