You are on page 1of 3

O SER DE DEUS E SEUS ATRIBUTOS

DEFINIÇÃO
Genético-sintetica – visto que Deus não é um dentre varias espécies
de deuses, que pudesse ser classificado sob um gênero único.
Analítico-descritiva – esta simplesmente menciona as características
de uma pessoa ou coisa, mas deixa sem explicação o ser essencial,
mas não pode ser completa, apenas parcial. Porque é impossível dar
uma definição de Deus positiva exaustiva.

A relação com nomes EU SOU O QUE SOU – tem sido interpretado no
sentido de auto existência ou permanência auto abrangente ou
independência absoluta.
Pv 8.14 – sabedoria / conselho
2Pe 1.4 - natureza
Jo 4.24 – espiritualidade de Deus
A bíblia não exalta um atributo de Deus em detrimento dos demais,
mas os apresenta em perfeita harmonia no Ser divino.
Interpenetração dos atributos!
O Ser de Deus é caracterizado por profundidade, plenitude,
variedade, e uma gloria que excede a nossa compreensão.
Tomás de Aquino – Asseidade de Deus ou auto-existencia - infinidade

Saber e compreender: Zofar – Jó 11.7
Atributos são qualidades essenciais de Deus, inerentes ao seu próprio
ser e com ele coexistentes.
Os atributos de Deus são o próprio Deus, como ele se revelou a nós.
O conhecimento de Deus é Deus. a vontade de Deus é Deus.r
Obliterar
Fazer desaparecer ou desaparecer pouco a pouco; apagar (-se).
"o vento obliterava as pegadas na areia" Fazer sair ou fazer deixar de existir;
destruir, eliminar, suprimir. "a erosão obliterou algumas praias do Nordeste"

SUGESTÕES FEITAS QUANTO ÀS DIVISÕES DOS ATRIBUTOS 1 – UNS FALAM DE ATRIBUTOS NATURAIS E ATRIBUTOS MORAIS Os primeiros pertencem a natureza constitutiva de Deus (Auto-existencia. justiça) Objeção: Os atributos devem ser imanentes e transitivos ao mesmo tempo 4 – COMUNICÁVEIS E INCOMUNICÁVEIS Os primeiros são aqueles aos quais nada análogo existe na criatura. eternidade) Os últimos são os que se expõem e produzem efeitos externos quanto a Deus (onipotência. misericórdia.. Auto-existencia.. simplicidade. 3 – IMANENTES (INTRANSITIVOS E EMANENTES (TRANSITIVOS) Os primeiros são aqueles que não se expõe nem operam fora da essência divina..) Objeção: Os atributos morais. Objeção: Parte do pressuposto de que podemos ter algum conhecimento de Deus como ele é em si mesmo. permanecem imanentes (imensidade. santidade. imensidade. considerada em si mesma. e eternidade. infinidade.. bondade. Os últimos são aqueles com os quais as propriedades do espirito humano tem alguma analogia. simplicidade. Lampejos ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS 1 – Existência autônoma de Deus . benignidade. retidão. Onipresença. imensidade. etc. misericórdia. 2 – ABSOLUTOS E RELATIVOS Os primeiros pertencem à essência de Deus. como asseidade. Os últimos pertencem à essência divina. como poder. etc. simplicidade.) Os segundos os qualificam como ser moral (verdade. são tão naturais (originais) em Deus como os demais. inteiramente a parte das relações que mantem com as suas criaturas. bondade. Onipotência. considerada em relação a criação. justiça.

2 – imutabilidade de Deus 3 – infinidade de Deus 4 – unidade de Deus ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS 1 – ESPIRITUALIDADE DE DEUS 2 – ATRIBUTOS INTELECTUAIS A – Conhecimento de Deus B – sabedoria de Deus C – veracidade de Deus 3 – ATRIBUTOS MORAIS A – Bondade B – amor C – santidade de Deus D – justiça 4 – ATRIBUTOS DE SOBERANIA A – vontade de Deus B – poder de deus vvv ç. incriado. livre e incondicionado. . sendo portanto. além de absolutamente autônomo.Qualidade fundamental de Deus que O distingue de todos os demais seres do universo. pela qual Ele possui em si mesmo a causa ou o princípio de sua própria existência.