You are on page 1of 11

Paixonite tem cura?

Um dos mais poderosos sentimentos que homens e mulheres podem
ter é a paixão. Quando correspondida, ela transforma a forma como
vemos o mundo. A felicidade faz com que tudo fique mais colorido,
mais positivo e mais saboroso. Por outro lado, quando o sentimento
não é recíproco ocorre o oposto. A apatia e a tristeza afetam
diretamente nosso cotidiano. Entretanto, existem algumas maneiras
de se lidar com esse cenário negativo e de superar a paixão não
correspondida. É exatamente sobre isso que falo neste
artigo.Primeiramente, é importante dizer que, cientificamente
falando, a paixão é um estado emotivo ampliado daquilo que
chamamos de amor. Logo, é uma patologia na qual a pessoa perde
grande parte da sua individualidade devido ao aspecto fascinante
que o objeto da paixão exerce sobre ele. Essa fascinação não se dá
apenas psicologicamente. Há também aspectos bioquímicos. Segundo
estudos, quando estamos apaixonados, nosso corpo produz
substâncias como a feniletilanamina, um tipo de anfetamina que tem
ação semelhante à de algumas drogas em nosso cérebro.
Sabendo disso, passemos agora à parte prática. O que fazer quando
temos uma paixão não correspondida? Existem três maneiras básicas
trabalhar isso.
A primeira delas é contar com o fator tempo. Como disse antes,
nosso corpo produz substâncias “viciantes” quando nos apaixonamos.
A produção delas, porém, diminui com o tempo. As mais recentes
pesquisas dizem que, em média, isso ocorre em dois anos. Depois,
ou o sentimento evolui para um profundo amor ou a pessoa se dá
conta de que tudo era uma projeção inexistente, o que resulta no
fim da paixão. Esperar esse prazo de validade, porém, é
inevitavelmente doloroso.
Outra forma de lidar com o problema é procurar uma pessoa para
esquecer a paixão antiga. Entretanto, apesar de rápido isso é
pouco recomendável, pois você estará simplesmente transferindo a
antiga projeção que você fez em uma nova pessoa. Entra-se, então,
em um círculo vicioso e você não aprenderá a lidar com suas
emoções de forma inteligente.
A última maneira de curar a paixonite é a que considero a mais
sábia e eficaz. Você deve se ausentar da presença da pessoa por
quem está apaixonado. Não digo para eliminar qualquer vestígio que
lembre ela, até porque isso é quase impossível, mas sim treinar a

mente e as emoções para controlar a forma como você vive com o que
está ao seu redor.
Para tanto, existem algumas técnicas que ajudam você a se tornar
um sujeito mais centrado e menos afetado por suas emoções. Uma
delas é a repetição de frases positivas para formar crenças
próprias. Você pode, por exemplo, repetir para si afirmações como
“eu sou uma pessoa atraente”, “eu tenho noção do meu próprio
valor”, “eu domino minhas emoções e impulsos”, etc. Esse tipo de
atitude te programa a não projetar com muita intensidade ideias em
outras pessoas, o que evita uma “paixão descontrolada”.
Você também pode buscar situações que proporcionem interação com
outras pessoas, como festas, conversas com amigos e esportes.
Nesses ambientes conseguimos alterar o foco de nossos pensamentos
e nos concentramos naquele momento divertido. Por consequência, em
um curto prazo, condicionamos nosso cérebro a desligar o
interruptor da paixão.
Por fim. para os casos mais complicados, existem técnicas de
hipnose bastante úteis para se adquirir um maior controle sobre as
emoções.
Agora que você tem um maior conhecimento sobre como funciona a
paixão e suas emoções, use o que aprendeu para controlar seus
sentimentos e se tornar uma pessoa mais confiante e determinada.

ator: Ares

Como conquistar suas paixonites!
“Que atire a primeira pedra aquele que nunca se apaixonou na vida”.
Você já se apaixonou?
E pegou?
Ou será que viveu no mármore do inferno do amor platônico? (5 contra 1, em
outras culturas)
Ao conhecer a sociedade dos Artistas da Sedução, geralmente o homem está á
procura da fórmula que o fará conquistar o coração daquela mulher única que
ele tanto ama.
A paixão é uma coisa gostosa! Ao mesmo tempo sofrível.
É possível acordar-se já pensando numa mulher e falar o seu nome
repetidamente, abraçar o travesseiro na tentativa de sentir seu toque, andar e
lembrar dela, escovar os dentes e lembrando dela… É possível andar pelas
ruas e em todos os rostos ter a impressão de ter visto o dela. Você pode sentir
o cheiro dela inundando as suas narinas como se ela ainda estivesse ali. Após
passar a manhã inteira tentando desenhá-la, ou vendo suas fotos, você pode
sentar no banco da praça na hora do almoço e imaginá-la perto de você. E se
não estiver atento, fecha os olhos levemente e pende a cabeça para o lado
pensando que está a beijar-lhe a boca. Ao ouvir o nome dela, mesmo que seja
alguém chamando uma chará na rua, sente o corpo tremer, o rosto esquentar,
e o coração dispara pensando que terá a chance de vê-la. Você volta para
casa, prepara-se para dormir, e ao olhar no espelho já não consegue ver a si
mesmo. Prefere olhar para ela, que está dentro de você.
Tentei descrever (dirigir) aqui um estado mental pelo qual eu mesmo já passei
algums vezes na vida. Me perdooem por eu ter usado programação
neurolingüística em vocês, mas… Não é até gostoso sentir isso?
NÃO!
Só isso não!
Essa é a parte amarga de se estar apaixonado: na maioria das vezes, só você
ama. Costuma ser uma tragetória que se percorre sozinho. É o chamado
“amor platônico”, ou seja, você ama, ela não. Muitas vezes ela nem sabe que
você a ama.
E aí você se vê passando os dias sem prestar atenção em nada. Sem se
concentrar no dia-dia. Suas notas abaixam, seu trabalho rende menos, você
fica mais em casa do que de costume. O vídeo-game já não tem mais graça.
Já não é possível ler e entender 10 páginas sequer.

COMO SE FABRICA A PAIXÃO
É disso que não só um PUA, mas qualquer pessoa no mundo, deve fugir. Dessa
parte doentia do amor.
E como ocorre a paixão?
Quase ninguém sabe, mas a paixonite geralmente começa na ausência da
pessoa.
É quando você está na sua casa e lembra de algo legal que lhe ocorreu na
presença dela, ou vê algo dela que foi parar na sa casa, fazendo o papel de
uma âncora. Logo, você começa a pensar em outras possibilidades e começa a
sorrir. No seu plexus solar forma-se uma lembrança que vai viciando o seu
cérebro. Após um bom tempo acessando a lembrança dela, ocorre de aquele
caminho que liga esses neurônios ser revestido com uma camada de cálcio,
fazendo com que pareça que vai durar para sempre.
Mas eu tenho uma ótima notícia para você que já está submerso nessa
águardente: a paixão dura em media 18 meses apenas.
Depois de 18 meses a natureza te cura e você já consegue retomar a
campanha.
Você pode me dizer: “mas eu estou apaixonado assim faz 4 anos!”.
E eu te respondo: “de bobo que é!”.
O tempo de cura pode variar de organismo para organismo, mas a demora é
culpa da calcificação que você permitiu. Sim, permitiu!
É possível curar-se mais rápido através de um exercício simples, que inclusive
está na bíblia:

“Quando um Artista da Sedução suspeita que está doente de
amor, ele vai caçar e pega no mínimo uma dúzia de mulheres,
para, no fim, olhar para trás e ver se aquela flor ainda lhe
parece tão especial”
Style (O Jogo)
E como isso é verdadeiro!
Ao pensar que se apaixonou, vá caçar umas 10 e, ao olhar para seu amorzinho
de novo, verá que ela é uma mulher comum. Por que se apaixonou?

CRENÇAS LIMITANTES SOBRE A PAIXÃO

Passarei agora as 6 frases mais entristecedoras que eu já ouvi sobre a paixão
e a seguir, a maneira como eu as respondi para ajudar esses rapazes
frustrados:
1-”Não consigo esquecê-la”
2-”Ela faz parte de mim!”
3-”Não consigo viver sem ela”
4-”Ela é única”
5-”Ela é a razão da minha vida”
6-”Tô pensando em suicídio”
Vamos quebrar uma por uma respectivamente:
1- Não consegue esquecê-la? Passe 1 ano sem vê-la nem falar com ela. Com
certeza será difícil descrever o rosto dela depois desse tempo todo. Lembrar
ou esquecer depende muito do contato que você tem com determinada coisa.
Vira homem!
2- Ela faz parte de você? NÃO. Ela não faz parte da sua anatomia. Ela não
nasceu com você. Vira homem!
3- Não consegue viver sem ela? Então se ela for atropelada e morrer você vai
morrer também? Você está perdendo o presente com um pensamento desse e
está vinculando a sua existência a outro ser, de maneira que assim, terá o
dobro de chances de se magoar e sentir dor na vida. Não percebe o quanto
perigoso é isso? Vira homem!
4- Ela é única? Como? Eu ouvi direito? Péraí… Já ouvi falar de conexão
emocional forte mesmo, inclusive já causei isso em muitas mulheres, mas…
Nesse mundo tem no mínimo 3 Bilhões de mulheres. Como é possível que
nenhuma consiga te encantar assim como ela fez? Ela é a melhor? NÃO! Com
certeza tem outras melhores ainda! Permita-se encontrá-las. E vira homem!
5- Ela é a razão da sua vida? Só se ela fosse a sua mãe! Se não fosse pela sua
mãe aí eu queria ver você ter vida! Vira homem!
6- Tá pensando em suicído? Mate-se logo e não me encha o saco! Ela nem vai
perceber que você morreu. Vira homem!

COMO CONQUISTAR SUAS PAIXONITES

Todos sabemos que quando o cara se apaixona ele quase nunca consegue
conquistar a garota em questão. E é justo pela dificuldade que a gente se
apaixona.
Para nós Artistas, isso é um perigo, pois gostamos de desafios e conquistas
difíceis. Mas a paixonite vai além disso e mostra-se uma armadilha muito
perigosa.
Para ser bem sucedido é simples: nunca demonstre todo esse interesse.
Sempre deixe-a em dúvida se você está gostando dela ou não. E a regra mais
importante de todas: para se ganhar a garota, é preciso estar disposto a
perdê-la.
Não é porque você se apaixonou que o seu jogo tem que mudar. Mantenha
toda a calma, elegância e preservação de valores próprios.

Em suma: você terá mais chances de conquistar sua paixão se
conseguir passar o frame de que não está apaixonado.
Se no seu caso trata-se de uma garota que você ama faz anos e já
fez um monte de tentativas suplicantes na frente dela, tipo:
mandar flores, dar bombons, pagar isso e aquilo, bajulações
baratas, declarações e cartas… Nem adianta pensar que algo pode
ser feito AGORA para que ela esqueça isso e se interesse por você.
O caminho que eu lhe recomendo é parecido com o de pegar amigas (leia o
meu outro texto: “porque você deveria estar pegando sua amiga”).
Mas a principal diferença é utilizar o ciclo da vida a seu favor.
Toda relação muda dentro de 3 meses, lembra?
Suma então!
Por no mínimo 4 ou 6 meses suma da vida dela. Aproveite, e se realmente a
ama, se a ama de verdade mesmo, com todo o seu coração (diga-se C: do
cérebro), pegue umas 200 mulheres diferentes nesse meio tempo.
Essa é outra chave importante, pois mudará seus genes. Você transmitirá
muita energia alpha após tantas mulheres. Energia essa, que é capaz de
automaticamente atrair qualquer mulher. Você estará calibrado o suficiente
para sacar qualquer sinalzinho camuflado que ela te enviar depois do seu
retiro.
Durante esse retiro, além das 200, faça uma mudança radical na sua vida,
para melhor! E que não seja para agradá-la, mas para completar essa

metamorfose de 4 meses, e para que do seu casulo não saia nem uma
borboleta, mas uma águia!
Ao voltar desse retiro, provavelmente não estará mai apaixonado por ela, mas
caso ainda esteja, tenha certeza de ter adquirido umas 8 RMLP´s (ou LTRS).
Você usará isso como artilharia pesada na construção do seu social proof.
8 RMLP´s é o suficiente para o seu telefone não parar de tocar quando estiver
junto dela.
8 RMLP´s é o suficiente para ter sempre uma garota te beijando quando
estiver ao alcance da visão do seu amor.
8 é um número que pende ao infinito.

Ela perceberá que você tem alto valor sexual. Ela vai se atrair por
você sem escolha… Sem poder se defender. Você terá calibração o
suficiente para ser capaz de ouvir os pensamentos dela e reparar
qualquer IDI camulflado. Você terá o Inner Game mais sólido que
já imaginou, ao ponto de poder bancar o difícil para ela e puní-la
por todo o desprezo que lhe foi dado.
Inevitavelmente você a pegará!
E mesmo após isso, nunca caia na tentação de ser romântico demais com ela.
Não ligue para ela todo dia. Não diga que a ama mais de uma vez por
semestre.
A mesa virou! Sabe quem vai ficar intoxicada com a sua lembrança? Ela!
Força a todos!
Ator ZERA
Obs tudo que zera escreveu neste artigo coloquei em prática na época que vivia
uma paixão não correspondida, e acredite esta garota que me despresou e me fez
sofrer é apaixonada por mim até hoje, e quem é intoxicada com as lembranças é
ela.

Exercício de PNL para tira-la de sua mente
Olá pessoal, aqui vai um pequeno padrão de PNL pra vocês esquecer suas ex namoradas ou
paixonites.
Imagine uma cena de sua linda e exuberante paixonite, agora congele a imagem como se
fosse uma foto, agora imagine essa foto se estilhaçando como vidro em 1000 pedaços tente
ver caquinho por caquinho da foto.
Faça toda vez que pensar na sua ex ou paixonite. Logo estará "curado" tenho escutado
resultados positivissimos em uma semana de pratica! ah é conheça mais mulheres!

PNL para esquecer paixonite
Escrevi esse post tem um tempo no fórum PUABase, o exercício realmente funciona.
Porém, após ele, descanse e por favor, faça outras coisas da vida que texto ou exercício
algum vai te fazer viver a vida por você.
Você tem que ir lá fora, curtir novas experiências e preencher sua vida com emocionantes
histórias pra contar aos netos.
Postado no fórum PUABase em 4 de abril
Olá PUA’s!
Essa é minha contribuição para os que tem problemas com paixonites por ai,
tem funcionado comigo esse exercício muito bem.
Aprendi essa técnica no livro “confiança inabalável”, e quando percebi que
poderia ser usada para inserir sugestões mentais para controlar melhor a
paixonite resolvi experimentar. Adaptei os passos para o que queria e aqui
está.

O resultado de usar isso, foi como dar um “delete” no sentimento de
necessidade que eu tinha por ela, foi realmente como se tirassem “com a mão”
o que eu estava sentindo. Chegou a dar uma sensação de vazio.
Não é aconselhável usar isso sempre, eu uso esse recurso de forma
emergencial, porque inserir sugestões mentais e apagar idéias é uma coisa
complicada e tenho medo dos impactos disso.
Exercícios de PNL são meio estranhos mas funcionam, funciona comigo e
pode ajudar qualquer um um dia.
Use a quantidade de vezes necessária para sua mente realmente mudar, o
exercício pode fazer você se sentir meio “zen”, então apenas descanse se isso
acontecer e se precisar faça o exercício um outro dia.
Leia primeiro os passos a seguir e memorize o procedimento, é bem fácil.
Depois feche os olhos e faça o exercício até o fim.
O exercício é o seguinte:
1) Feche os olhos e relaxe.
2) Concentre-se no sentimento que você não gosta de sentir, como uma
necessidade de estar sempre com sua paixonite por exemplo
3) Traga esse sentimento, e o torne o mais real possível, lembrando de todas
as formas como você se sente quando esta distante dela. Monte uma frase
curta que defina esse sentimento, como uma voz mental na sua cabeça.
4) Agora imagine essa voz soando grave, como um áudio com a velocidade
reduzida e distorcido, a ponto de ficar estranho ouvir essa frase.
5) E então ouça essa frase na sua cabeça, com uma voz aguda, fina, como a
de um personagem de desenho animado
6) Repita essa frase na sua cabeça, com as vozes mais ridículas que você
pode formular. Finas e grossas, acelere e reduza a velocidade das falas
diversas vezes.
7) Imagine um coro, de personagens ridículos ou desenhos, ditando essa frase
de forma ridícula, a ponto de ficar engraçado e você notar que é ridículo ouvir
essa voz em sua cabeça.
Mentalize um personagem bizarro, ditando pra você essa frase com uma
voz riducula, então se imagine, dentro de sua mente, dando um chute nesse
personagem e você o assiste voando para longe, fazendo cessar a voz e você

não ouve mais a frase.
9) Agora iremos substituir essa frase por outra fortalecedora, que substituirá a
anterior, como por exemplo: “me sinto bem com qualquer mulher, e não sou
fissurado por nenhuma, sou sempre assim”. Formule sua própria frase.
10) Escute agora, essa frase em sua mente. Com uma voz de um narrador,
perfeita, uma locução de extrema importância e presença.
11) Escute essa frase algumas vezes, e preste atenção na voz do narrador,
como é decidida e como é importante essa frase que você está ouvindo.
12) Abra os olhos e saia do transe.
Abraços!
Ator: Moleque

Baixe o áudio abaixo
http://www.4shared.com/audio/vC-sM29G/pnl_para_paixonite_em_audio_ST.html