You are on page 1of 232

®R… CAITANYA MANGALA

NOTA INTRODUTÓRIA
A tradução inglesa do clássico bengali do século dezesseis, ®r…
Caitanya Ma‰gala, de Locana d€sa µh€k™ra, é dedicada ao meu
querido mestre espiritual, Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedanta Svami
Prabhup€da, o Fundador-€c€rya da Sociedade Internacional para a
Consciência de KŠa.
®r…la Prabhup€da tinha enorme prazer em cantar maravilhosos
bhajanas compostos por Locana d€sa. Em 1969, depois cantar em
estado de bem-aventurança Parama Karuna (de Locana d€sa), ®r…la
Prabhup€da disse:
"Locana d€sa µh€k™ra foi um grande devoto do Senhor Caitanya,
quase que contemporâneo. Ele foi um €c€rya da Gaud…ya-saˆpradaya
e escreveu Caitanya Ma‰gala, um livro muito famoso que descreve
as atividades do Senhor Caitanya.”
PREFÁCIO
Locana d€sa nasceu em 1520 em Kograma dentro de Gaura-ma
‰dala, Bengala Ocidental. Ele foi discípulo de ®r… Narahari Sarakara
µh€k™ra, um eterno associado íntimo de ®r… Caitanya Mah€prabhu.
Um dia, em 1537, seguindo as instruções de seu guru, Locana d€sa
sentou-se sobre uma lage de pedra debaixo de uma árvore badari e
começou a escrever o Caitanya Ma‰gala num pedaço de cortiça.
Uma vez que Vnd€vana d€sa µh€k™ra já havia escrito um livro
entitulado Caitanya Ma‰gala, os devotos líderes em Vnd€vana (®r…
Raghunatha d€sa Gosv€m…, ®r… Jiva Gosv€m…, Kasivara Pandita,
PaŠita Harid€sa Gosv€m… e Anant€c€rya) se reuniram para resolver o
problema. Decidiram que o livro de Vnd€vana d€sa passaria a se
chamar Caitanya Bh€gavata e o livro de Locana d€sa µh€k™ra
continuaria a se chamar Caitanya Ma‰gala.
Na "História e Literatura dos Gau…ya VaiŠavas", Dr. S. Das (um
discípulo de ®r…la Bhaktisiddhanta Sarasvat… µh€k™ra) diz: "Locana
d€sa não pretendia ser um doutor em teologia. Foi um músico como o
seu preceptor (Narahari µh€k™ra). Fez música e dedicou suas
proeminentes habilidades musicais a serviço de sua missão. Locana
d€sa não compôs este maravilhoso poema narrativo, o Caitanya Ma
‰gala, para pregar filosofia abstrata e uma doutrina labiríntica para
que as pessoas engolissem. Mais propriamente, desejava marcar a

mente das pessoas do povo com o caráter divino de ®r… Caitanya e
por este meio despertar sua sensibilidade religiosa."
No "VaŠava Abhidana", Haridasa Das€ (um famoso historiador Gau…
ya vaiŠava) descreve o Caitanya Ma‰gala:
"Locana d€sa baseou o seu Caitanya Ma‰gala na biografia em
sânscrito, autorizada, que Mur€r… Gupta fez do Senhor Caitanya
entitulada '®r…-kŠa-caitanya-carita'. O Caitanya Ma‰gala foi escrito
em linguagem simples, maravilhosa, e pode ser cantado em vários
ragas belíssimos. O Caitanya Mangala é rasatmaka-€stra (livro cheio
de rasa) e o Caitanya Bh€gavata é varnanatmaka-€stra (livro cheio de
descrições). Em alguns casos, as expressões poéticas de Locana d€sa
ultrapassam as de Vad€vana Das€ µh€k™ra. Os leitores não devem
confundir o livro autêntico e autorizado de Locana d€sa µh€k™ra, o
Caitanya Ma‰gala, com outro livro de mesmo nome escrito por
Jay€nanda. O livro de Jay€nanda tem muitas descrições estranhas do
Senhor Caitanya Mah€prabhu. Dentro da sociedade vaiŠava, o livro de
Jay€nanda não é amado, apreciado ou amplamente lido. Na verdade, o
Bhakti-ratnakara nem sequer menciona ou se refere a este livro.
Jay€nanda não mostrou nenhum talento em sua composição; sua
escrita é incoerente e lodosa."
Para produzir esta tradução inglesa do ®r… Caitanya Ma‰gala,
usamos uma edição bengali de 1929 publicada por ®r…la
Bhaktisiddhanta Sarasvat… µh€k™ra adquirida no escritório da Gau…
ya Math em Bagbazar, Calcutta. Entre 1920 e 1936 ®r…la
Bhaktisiddhanta Sarasvat… µh€k™ra imprimiu muitos livros
importantes, inclusive o ®r…mad Bh€gavatam, Bhagavad-g…t€,
Caitanya-carit€mta, Caitanya Bh€gavata, Caitanya Ma‰gala, Brahmasamhita, Upadeamta, Prema-bhakti-candrik€ e Bhakti-sandarbha.
®r…la Prabhup€da seguiu estritamente os exemplos e os
ensinamentos do seu mestre espiritual, ®r…la Bhaktisiddhanta
Sarasvat… µh€k™ra. Através de sua Bhaktivendanta Book Trust (BBT),
®r…la Prabhup€da publicou a maioria dos livros que seu Guru
Mah€r€ja também publicara. Recentemente, ®r…la Prabhup€da tem
inspirado a BBT a publicar uma tradução inglesa dos Sandarbhas de
®r… J…va Gosv€m….
Similarmente, ®r…la Prabhup€da nos inspirou a publicar esta edição
inglesa do ®r… Caitanya Ma‰gala. Esperamos que nosso Guru
Mah€r€ja,
®r…la
Prabhup€da,
nosso
param-guru,
®r…la
Bhaktisiddhanta Sarasvat… µh€k™ra e todos os devotos fiquem
satisfeitos com nosso esforço.
®r… Guru e Gaur€‰ga Jayat€ƒ!
Mah€nidhi Svami
KŠa-Balarama Mandir

Vnd€vana-dh€ma
Guru (Vy€sa) Punima
22 de julho de 1994.

S¶TRA-KHANDA
CAPITULO 1
PRECES DE INVOCAÇÃO
Todas as glórias a ®r… KŠa Caitanya Mah€prabhu, o melhor de todos
os sanny€s…s. Na Kali-yuga, Ele surge em Sua forma completa para
dar a principesca jóia do amor ao Supremo para as almas rendidas. O
Senhor libera os devotos e os satisfaz com o raro presente de premabhakti, amor puro por Deus. Mas, bramindo como um raio, Ele esmaga
os ateístas do mundo reduzindo-os a pó.
Oro a ®r… Vighnasana, o Senhor Ganea, que tem o corpo de um
enorme elefante com uma presa. Ele trás sucesso a todos os esforços.
Todas as glórias ao Senhor Ganea, o filho de Parvat… Dev….
De mãos postas, oro para o Senhor ®iva e Parvat…. Caiamos todos a
seus pés, oferecendo os nossos respeitos. O Senhor ViŠu é o único
amo dos três mundos. O Senhor ®iva e Parvat… podem conferir a
qualquer um a bênção de ViŠu-bhakti.
Oro para que a deusa Sarasvat… comande os meus lábios para que
possam glorificar Gaurahari, que ainda é desconhecido nestes três
mundos. Possam os maravilhosos tópicos sobre o Senhor de
Sarasvat…, de compleição dourada, fluir de minha boca.
Humildemente peço aos semideuses e a todos os meus superiores
para que nada obstrua minha tentativa de glorificar o Senhor
Gaurahari. Permitam que não peça a bênção de riquezas; pois sou
uma alma caida e pecaminosa. Mas, por favor, permitam que
complete este livro sem nenhuma dificuldade.
Deixem-me glorificar os devotos puros do Senhor ViŠu e os mais
afortunados mah€bh€gavatas. Estes devotos elevados purificam o
mundo inteiro com suas qualidades divinas. Eles são misericordiosos
para com todos, e todos os amam. Tais devotos são as personalidades
mais auspiciosas neste mundo.
Sou uma pessoa completamente desqualificada, incapaz de distinguir
a direita da esquerda. Entretanto, estou tentando pegar o céu com
minhas mãos, como um cego tentando ver uma jóia cintamani no alto
de uma montanha. Não sei qual será o resultado.

Mas, tenho uma esperança: Que o Senhor Caitanya será
misericordioso, pois Ele não considera se alguém é bom ou ruim. Não
olhando as desqualificações, o Senhor distribui livremente abrigo aos
Seus pés de lótus a qualquer um.
Por favor, ouçam a descrição do comportamento de um devoto puro.
Dedicando sua vida aos outros, ele dá sua misericórdia sem causa
para todas as entidades vivas. Ele fica feliz e faz os outros felizes. Este
Locana d€sa só tem uma esperança: Deseja alcançar os pés de lótus
de Narahari Sarakara µh€k™ra (seu mestre espiritual), que é o seu
senhor e dono de sua vida. Apesar de muito caido, desejo glorificar as
indescritíveis qualidades do Senhor Caitanya Mah€prabhu. Para
alcançar esta perfeição, mantenho os pés de lótus de Narahari
µh€k™ra em meu coração eternamente.
ORAÇÕES AO SENHOR GAURANGA E SEUS ASSOCIADOS
Todas as glórias a ®r… KŠa Caitanya, ®ri Nity€nanda Prabhu, ®r…
Advaita Candra e a todos os Gaura-bhaktas.
Todas as glórias a Narahari e a Gad€dhara PaŠita, os senhores do meu
coração. Por favor, lancem sobre mim o olhar mais misericordioso e
auspicioso.
A forma dourada transcendental de Gaur€‰ga é a encarnação de
toda compaixão. Com minhas seletas orações, glorificarei Seus róseos
e brilhantes pés de lótus. Permita que os devotos se sentem juntos e
sejam abençoados pelo toque dos pés de lótus de Gaur€‰ga. Ó
Senhor, querido de ®acim€t€, deixe-nos oferecer nossas respeitosas
reverencias a Ti. Por favor, olhe favoravelmente para nós e nos
conceda uma gota de Tua misericórdia.
Todas as glórias para Advaita šc€rya, o melhor de todos os Senhores.
O mundo se tornou afortunado pela misericórdia de Teus pés de lótus.
Ó S…t€-pranan€tha! (o Senhor do coração de sua esposa, S…t€) De
mãos postas, eu o louvo e imploro por sua misericórdia.
Adoro ®r… Nity€nanda Prabhu, o filho de Rohin… Dev…, o avadhuta,
que é não-diferente do Senhor Caitanya.
Antes de tudo, deixe-me glorificar os pés de lótus de Garg€c€rya, que
se orgulhando do seu neto Gaur€‰ga, fica louco em êxtase quando
louva Suas qualidades.
Adoro Jagannath€ Misra, o pai de Vivambhara, e ®ac… µh€k™ran…,
Sua mãe.
Adoro Lakm… µh€k™ran…, que foi mordida pela serpente da
separação do Senhor Caitanya.
Adoro ViŠupr…ya Dev…, que aceita os róseos pés de lótus do Senhor
Caitanya como Seu ornamento.
Alegremente, glorifico PuŠarika Vidy€nidhi, por quem Mah€prabhu
chorou em êxtase.

Adoro Param€nanda Pur…. Meu caro irmão. por engano. . peço desculpas oferecendo a ele cem reverências. Adoro Govinda Gosai e Vakrevara PaŠita que são como abelhas enlouquecidas atrás do doce néctar dos pés de lótus de Gauranga. me abençoe para que possa glorificar o ®i Gaur€‰ga Mah€prabhu adequadamente. ViŠu Pur… e Gad€dhara D€sa. Adoro ®r… R€ma. Gaur…d€sa e todos os seguidores do Senhor Nity€nanda. que encantou o mundo como as palavras do seu Caitanya Bh€gavata. mantendo os seus pés em minha cabeça. Ÿavara Pur… e ®r… PaŠita Gosv€m…. Não há ordem alfabética precisa. De todo coração glorifico ®r… Vnd€vana d€sa µh€k™ra. Adoro R™pa. conhecidos e desconhecidos. Adoro todos os devotos do Senhor. De mãos postas. Glorifico ®r…vasa µh€k™ra e Harid€sa µh€k™ra. Além dele não tenho nenhum outro amigo nestes três mundos. canto as glórias transcendentais de ®r… Caitanya Mah€prabhu. ®r… Munkunda d€sa. Com o coração cheio de alegria. deixe-nos alegremente glorificar as qualidades transcendentais de ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. Glorifico R€ya R€m€nanda que é uma morada do amor. Por favor. Sempre canto as glórias de seus pés. oro a Mur€r… Gupta. que me protege neste mundo e no próximo. Mantenho seus pés sobre a minha cabeça como a jóia de uma corôa. Como um menino. Quem pode considerar este menino como uma pessoa ordinária? Adoro seu pai. Eu. deixe-me cair ao solo e oferecer as minhas reverências a Govinda. Desejando alcançar amor pelo Supremo. Raghun€ndana µh€k™ra deu um laddu a sua Deidade de KŠa. como o coração radiante de alegria. Não se importem se menciono o nome de alguém antes do nome de outrém. tanto na Terra como nos céus. San€tana e Damod€ra PaŠita. um por um. Ofereço minhas reverências a todos eles. Narahari µh€k™ra. que teve fé inabalável no caminho mostrado por ®r… Catanya Mah€prabhu. devemos glorificar sempre a Deidade da família de Raghun€ndana. esqueço de glorificar o nome de alguém. Glorifico meu senhor adorável. Deixe-me louvar constantemente Jagad€nanda PaŠita. Sandar€nanda. Também ofereço minhas reverências a Raghava PaŠita. deixe-me adorar Narahari µh€k™ra que é um oceano das qualidades de Gaur€‰ga. Sendo assim. Locana d€sa. Só desejo alcançar os pés dos irmãos Vasudeva Datta e Mukunda Datta. M€dhava e Vasu Ghosh.Glorifico os pés de lótus de M€dhavendra Pur…. Se. Adoro os mah€ntas e os seus seguidores. Glorifico todos os devotos.

quem não deseja provar o néctar quando este está diante de si? Da mesma maneira. como posso explicar a grandeza do caráter trancendental de ®r… Caitanya? Uma vez que nada sei. me inspirei em escrever a biografia do Senhor Gaur€ ‰ga. Hanum€n queimou e arruinou o palácio de RavaŠa. O mesmo Hanum€n agora reside em Nadia como Mur€r… Gupta. preciso da misericórdia dos vaiŠavas. Mur€r… Gupta conhece todas as verdades. vive fixo aos pés de lótus de ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. qual a utilidade de minhas palavras incoerentes? Se. . e como o Senhor misericordiosamente distribuiu amor ao Supremo. Sendo altamente realizado. acalento um desejo intenso de cantar as doces qualidades de ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. Quem pode descrever sua grandeza? Ele é conhecido no mundo como Hanum€n. Enquanto vivia em Navadv…pa. por favor não a negligenciem e nem fiquem irados comigo. diário) Em confidência. E com um coração humilde. poderei cantar as glórias do Senhor apropriadamente. Sou o mais baixo entre os caidos. Como um associado eterno do Senhor. Mur€r… Gupta explicou a ®r… D€modara PaŠita os passatempos transcendentais de Gaur€‰ga do começo ao fim. assim. peço a ele que por favor realize este meu desejo. E então. Como uma criança ignorante que deseja tocar a lua ao vê-la. Deixe-me oferecer reverências aos pés de lótus dos vaiŠavas. tentar dizer algo. Depois de atravessar o oceano para Lanka. Apesar de não qualificado e cheio de faltas. ®r… Mur€r… Gupta teve a oportunidade de estar sempre em compania de Gauracandra. sem conhecer as verdades reveladas sobre o Senhor Caitanya. usando a forma de verso bengali chamada panchali. deixe-me pedir as bênçãos de todos os mah€bh€gavatas. E então. Meu senhor adorável é Narahari Sarakara µh€kura. Apesar de não ser qualificado para escrever esta biografia. Meu coração deseja cantar as maravilhosas qualidades de Gaur€‰ga. Ele contou com maestria todos os passatempos infantis e juvenis do Senhor Caitanya em seu grande épico sânscrito: "®r…-kŠa-caitanya-carita-mah€kavya. ficarei embaraçado diante das grandes almas. Hanum€n trouxe a R€ma as novidades sobre Sua amada S…t€ Ele reviveu LakmaŠa trazendo-lhe visalya-karani (uma herva medicinal). Lendo este livro.A FONTE DO CAITANYA MANGALA Primeiro. D€modara PaŠita registrou estas confidências como lokas em seu Kac€ (diário). (também chamado Kac€. desejo glorificar o Senhor Gaurasundara e assim sendo.

o Senhor Se casou novamente. junto com os Seus colegas. Seu pai ensinou Nimai a escrever numa lousa de pedra com giz. Mais tarde. ®r… Caitanya Mah€prabhu. ®ac… ouviu o som destes sininhos enquanto Nimai engatinhava. Sua esposa. Vivambhara. Descreverei a sanny€sa de Vivar™pa e como Vivambhara consolou Sua mãe e Seu pai. Vivambhara gostava de brincar o dia todo nas margens de areia do Ganges com os Seus amigos. ensinou aos . alegrando Seus vizinhos. Ele arrastou Vivambhara até a casa e O censurou por perder tempo com atividades fúteis.BREVE ESBOÇO DOS ASSUNTOS NO CAITANYA MA¥GALA Primeiro. em segundos Ele manifestava um. O povo de Nadia apreciava muito a dança e o canto do Senhor de Hari-nama junto com Seus amigos. Apesar dEle não usar sininhos nos tornoselos. Vendo isso. Vivar™pa. O Senhor ria ao ouvir o dialeto bengali de alguns dos estudantes. o Senhor dos três mundos. Contra a vontade de Sua mãe. contarei sobre o furar da orelha. descreverei o maravilhoso passatempo de como Advaita šc€rya. Durante este período. Para testar Sua força. Todo aquele que ouvir este passatempo sentirá alívio de todo sofrimento. começarei os Seus passatempos da juventude. vou descrever como Nim€i PaŠita pediu a Sua mãe que observasse ek€da…. Jagann€tha Mira. Suas cerimônias de dar-onome e de comer-grãos. Quando Jagann€tha Mira deixou este mundo Nim€i chorou pela perda de Seu pai. começou a estudar aos pés de Seu mestre. Estes dois irmãos eram como Indra e Upendra que nasceram da mesma mãe. ouçam atentamente enquanto descrevo como Nimai. as senhoras do lugar pediam a Nimai que arrumasse um coco. Descreverei como o Senhor brincava com um cãozinho. Surpreendentemente. em um sonho. E ouçam atentamente enquanto conto sobres as brincadeiras de Vivambhara com Seu irmão mais velho. apareceu na Terra junto com Seus associados eternos. Falarei sobre a maravilhosa história da cerimônia de casamento do Senhor Gaura. Descreverei um incidente confidencial que ocorreu no caminho do Senhor ao Ganges. será contado como ela abandonou este mundo. o melhor dos brâmanes. que dá ilimitada felicidade a todo mundo. A viagem de Gaura à Bengala Oriental (Bangaladesh) e como Lakm…pr…y€ Dev…. A seguir. Depois de completar Seus passatempos da meninice. Ele gradualmente manifestou amor a Deus. Seu pai. E então Ele pregava elevada filosofia para justificar Sua ação. Mur€r… Gupta observou Nimai brincando na rua com Seus amigos. o cordão sagrado e outras cerimônias. Por favor. concedeu misericórdia ao Seu pai. adorou o ventre de ®ac…mata. Ao retornar. Narrarei os passatempos da Sua infância. Nimai tocava objetos sujos. ficou irado e desapontado.

O Senhor Brahm€ e os semideuses entraram em bemaventurança ao verem isso. pregando e distribuindo amor pelo Supremo. ®r… Caitanya manifestou amor extático por Deus. enquanto encenava um drama na casa de Candraekhara. Ouçam o milagre de como Ele curou um leproso. Madhya-khaŠa conta sobre os passatempos de Gaur€‰ga em Navadv…pa. Ó irmãos! Vocês sentirão imenso prazer ao ouvir os passatempos em Madhya-khaŠa. e como uma noite Gaura ouviu o som da flauta de ®r… KŠa. O Senhor Caitanya manifestou passatempos inigualáveis. Gaur€‰ga manifestou tamanha prema que sua influência se espalhou pela terra e pelo céu. quando de repente. Apesar de profundidade do amor do Senhor ser insondável. Ao ver ®r… Keava Bh€rat… em Navadv…pa. Uma vez. Voces ouvirão como ®ac…m€t€ recebeu o presente de prema.Seus alunos e viajou para Gay€. Explicarei como Gaur€ ‰ga concedeu misericórdia a um brâmane e seu filho. Narrarei como Suklambhara Brahmacari alcançou amor pelo Supremo. uma mensagem divina vibrou no céu. Vocês sentirão um prazer imenso por ouvir atentamente a estas narrativas. se manifestará o amor extático por Deus. nunca antes vistos em nenhuma outra yuga anterior. Contarei como os devotos encontraram o Senhor em Navadv…pa. Estes tópicos fluem como correntes de néctar. O Senhor Caitanya uma vez Se jogou ao Jahnav… (Ganges) imediatamente após ver o mau comportamento de um brâmane. o Senhor ficou tomado de amor extático. Quando o Senhor voltou de Gay€. Gad€dhara PaŠita chorou o dia e a noite todos em amor extático. Explicarei o tópico confidencial de Gaur€‰ga adotar o incrível humor de renunciante. Recebendo a misericórdia de Gaur€ ‰ga. Encobrindo Sua identidade espiritual. Ouçam o passatempo sem paralelos de Gaur€‰ga lavando o templo de GuŠic€. O Senhor Caitanya revelou Sua Var€ha-r™pa para dar misericórdia a Mur€r… Gupta. Ouvindo esta flauta. Ouvindo este passatempo os corações de todos nestes três mundo ficarão atônitos. Os seguidores do Senhor ®iva receberam a misericórdia de Gaura. A salvação de J€gai e M€dh€i será narrada. exibia constantemente sintomas de êxtase amoroso por Deus. que são como néctar solidificado. Contarei o maravilhoso passatempo do Senhor Gaur€‰ga se encontrando com ®r… Nity€nanda Prabhu e também com Harid€sa µh€kura. O encontro de Advaita šc€rya com o Senhor Nity€nanda é especialmente doce. o Senhor . Sinto grande êxtase em meu coração antes mesmo de descrever como. por discutir KŠa-katha na associação com os devotos. Voces sentirão bem aventurança ilimitada ao ouvirem como Gaur€‰ga assumiu o humor do Senhor Balar€ma. Seus cabelos vão ficar em pé quando vocês saborearem estes temas transcendentais. ainda assim Ele a revelou a todo mundo.

Em êxtase alguém grita alto o nome: "µh€kura!" Num humor jocoso. Na casa de Advaita šc€rya. Todo mundo esquece de si mesmo na bem aventurança de amor a Deus. Madhya-khaŠa termina com Gaur€‰ga manifestando amor puro por KŠa. Todos sentirão alegria ao ouvirme contar cada um dos passatempos transcendentais do Senhor Caitanya. não pode reconhecer amigos ou . os devotos esquecem-se de suas misérias mergulhando no oceano de nectar de KŠa-prema. Contarei o êxtase que Gaur€‰ga sentiu ao ver o Senhor Jagann€tha e como o Senhor Caitanya exibiu Sua forma divina para S€rvabhauma Bha˜˜€c€rya. que esperavam por longo tempo. parou em RemuŠ€ e compartilhou um passatempo íntimo. Ele decidiu tomar sanny€sa dele. Imerso em bem-aventurança. Os devotos. começam a adorar o Senhor com os olhos cheios de lágrimas de felicidade. ou como os passaros cakora que sorvem os raios da lua cheia. Os devotos estavam loucos como os pássaros cataki que cantam alegremente ao verem as nuvens de chuva. O mesmo amor que Lakm… Dev… anseia de mãos postas. Locana d€sa explica estes temas. apareceu como Nitai para saborear a doce rasa de KŠa-prema. Todas as glórias a ®r… KŠa Caitanya que desceu à Terra como uma encarnação. enquanto distribui amor a Deus. O Senhor deixou Navadv…pa e tomou a ordem renunciada de Keava Bh€rat… em Katva. Os devotos estavam como abelhas ansiosas voando direto até o lótus cheio de mel. Alegremente. Para dar misericórdia. No caminho para Jajipura.sentiu deleite em Seu coração. a luz do universo apareceu em Navadv…pa. ®r… Nity€nanda Prabhu. Gaur€‰ga dança como louco e às vezes ruge como um leão. Neste momento. ®ac…m€t€ e ViŠupr…y€ ficaram submersas em um oceano de aflição. que mantem o universo sobre Sua cabeça. Os devotos ansiosos. No caminho para Puruottama Ketra (Jagann€tha Pur…). Gaur€‰ga exibiu um maravilhoso passatempo em Ekam-nagar. mas vocês também vão ouvir os passatempos em Sesh-khaŠa. sentindo-se como o homem que recupera seu tesouro há muito perdido. ®r… Caitanya Mah€prabhu está agora distribuindo gratuitamente e sem discriminação. Mãe Bhumi foi abençoada por ter sido ornamentada com os Seus divinos pés de lótus. agora correm para Caitanya Mah€prabhu para receber o presente do Seu amor. Os tópicos de Madhya-khaŠa são a essência de todo néctar. Ouvindo sobre a sanny€sa de Gaur€‰ga. abre os braços como um lutador preparando o ataque. alguém amarra o dhoti bem apertado entre as penas. Como os elefantes que se atiram num lago buscando alívio de um incêndio florestal. o Senhor Se encontrou com os devotos. estando totalmente absorto em prema-rasa. O que mais posso descrever além disso? O Senhor Ananta ®ea. consolou a todos e começou Suas viagens.

inimigos. Assim, distribuiu amor a todo mundo. Andando com o porte
de um elefante enlouquecido, Nitai fez com que a Terra perdesse seu
balanço.
Ouçam o caráter imaculado de Mahea (Senhor ®iva) que apareceu
como Advaita šc€rya. Suas glórias são ilimitadas. Advaita šc€rya
esqueceu seu conhecimento de jñ€na por discutir constantemente os
tópicos de prema-rasa com o Senhor Caitanya.
Sem restrição, Advaita saboreou os passatempos transcendentais com
outros rasika-vaiŠavas. Após saborear as doçuras amorosas de KŠaprema, Advaita šc€rya e seus associados alegremente a distribuiram
para todo mundo sem oposição. Sem estes dois Senhores, ®r…
Nity€nanda e ®r… Advaita Prabhu, nunca ninguem receber tamanha
misericórdia.
Gaur€‰ga apareceu na Terra com este propósito. Todas as glórias
para o momento auspicioso quando o mundo inteiro, desejando amor
puro por KŠa, irá cantar o santo nome de Hari. Até Brahm€ encontra
dificuldade em alcançar KŠa-prema. Locana d€sa descreve estes
tópicos transcendentais.

CAPITULO 2
O COMEÇO DO CAITANYA MANGALA
A DECISÃO DE K¬±¦A EM DESCER COMO UM DEVOTO
Todas as glórias a ®r… KŠa Caitanya e ®r… Nity€nanda. Todas as
glórias a ®r… Advaita šc€rya, a morada de toda bem aventurança e
felicidade. Todas as glórias a Narahari Sarakara. Todas as glórias a
®r…vasa, a autoridade em devoção.
Com todo meu coração, adoro os pés dos devotos queridos do Senhor
Caitanya. Por favor, ouçam cuidadosamente os seguinte tópicos sobre
a Suprema Personalidade de Deus, ®r… KŠa Caitanya.
Previamente, D€modara PaŠita e Mur€r… Gupta, dois associados
eternos muito íntimos do Senhor Caitanya, discutiam a aparição do
avatara dourado, ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. Para o benefício de
todo mundo, esta discussão muito importante é novamente relatada
aqui.
D€modara PaŠita perguntou a Mur€r… Gupta:
- Por favor, explique por que o Senhor Gaur€‰ga apareceu. Ficarei em
bem aventurança por ouvir estes tópicos de você. Por que a Suprema
Personalidade de Deus, ®r… KŠa, deixou Sua syama-varna (cor de
nuvem azulada) e assumiu uma forma dourada? Por que tirou Sua
vestimenta de amante galante e adotou trajes de sanny€s…? Por que

viajou tão constantemente para pregar? Por que chorava quando
cantava "R€dh€-Govinda"?
Eu, Locana d€sa, contarei a voces este tópicos muito confidenciais. Por
ouvi-los, as pessoas ignorantes do mundo alcançarão a salvação.
Após ouvir a estas perguntas, Mur€r… Gupta respondeu:
- PaŠita D€modara, ouça-me. Vou explicar estas verdades para você.
Na Satya-yuga, as escrituras dizem que dharma tem quatro membros:
misericórdia, limpeza, austeridade e veracidade. Tetra-yuga tem três
qualidades: misericórdia, limpeza e varacidade. Dvapara-yuga tem
duas: limpeza e veracidade. Kali-yuga tem uma: veracidade.
Na Kali-yuga, a irreligião substitui a religião. As pessoas rejeitam as
regras de varnarama-dharma. Sob a densa escuridão de Kali, todo
mundo se torna pecaminoso e adepto a atos irreligiosos.
N€rada Muni, o maior entre os sábios, sentindo compaixão pela
humanidade, decidiu expulsar Kali, a personalificação do pecado, da
Terra. Vendo que a serpentiforme Kali havia engolido todo mundo em
pecado, N€rada apareceu para restabelecer a religião.
N€rada Muni pensou consigo mesmo: "De uma maneira ou de outra,
devo trazer o Senhor KŠa imediatamente para a Terra. Somente Ele
pode restabelecer a religião nesta pecaminosa era de Kali. Os Vedas e
os Agama concluem que o desejo do Senhor Govinda é o mesmo do de
Seus devotos puros."
N€rada continou contemplando: "Se sou realmente um verdadeiro
servo do Senhor KŠa, serei então capaz de trazer o Senhor Yadu R€ya
(KŠa), para esta Kali-yuga. Primeiro deixe-me observar as atividades
das pessoas em Kali-yuga. E então, irei intimar ®r… KŠa, a
corporificação da religião. Também trarei os semideuses, e os amigos
e seguidores íntimos de KŠa que agirão como Suas armas e
associados."
Mur€r… Gupta disse para D€modara PaŠita:
- E assim, grandes semideuses como o Senhor Brahm€, grandes
sábios como N€rada Muni e até mesmo Katyayani Dev… nasceram
sobre a Terra quando o Senhor desceu. De Dv€raka, membros da
família Yadu se expandiram e também apareceram na Terra.
Ouça atentamente. Agora vou explicar o aparecimento de ®r… Gaur€
‰ga Mah€prabhu, a essência de todas as encarnações. Ele exibiu
mais compaixão do que qualquer outro avatara. N€rada Muni, que
sempre saboreia e canta os nomes e qualidades de KŠa, ficou muito
aflito com o sofrimento de todos. Ele vinha se esforçando para
distribuir em suas viagens por todo o universo os santos nomes de
KŠa. Mas infelizmente, estando muito apegadas à existência material,
as pessoas de Kali-yuga recusavam-se a aceitar o santo nome.
Enquanto cantava os santos nomes de KŠa, às vezes N€rada chorava
ou ria alto. Às vezes ficava pasmado em êxtase. Glorificando KŠa com
a sua vina, N€rada às vezes permanecia imerso nas doçuras de KŠaprema. Correntes de lágriamas rolavam de seus olhos enquanto

cantava Hare KŠa. Apesar do amor encher o corpo de N€rada de
alegria e êxtase, as pessoas do mundo não podiam apreciar isto.
Angustiado, N€rada sentiu tristeza pela condição caída das pessoas e
imaginou como salvá-las. A cobra venenosa de Kali havia mordido
todo mundo, infectando a todos com o veneno de m€y€. Totalmente
esquecidas de KŠa, as pessoas viviam loucas atrás de gratificação dos
sentidos. Seus corações encontravam deleite em infindáveis ondas de
luxúria, ira, cobiça, inveja, ilusão e loucura. Vivendo na filosofia do
"eu" e "meu", desperdiçavam a sua valiosa forma humana de vida
sem sequer indagar sobre o seu verdadeiro amigo, o Senhor Supremo.
NšRADA MUNI VISITA DVšRAKA
Mur€r… Gupta continuou:
- Assim, o grande sábio N€rada, vendo a condição miserável das
pessoas em Kali-yuga, pensava a fundo como salvá-las. Sabendo que
só a Suprema Personalidade de Deus, o próprio Senhor KŠa, é que
poderia retificar a situação, N€rada Muni foi para Dv€raka, no mundo
espiritual.
Nesta ocasião, o Senhor Dvarakadisa, tendo acabado de passar a
noite com a rainha Satyabham€, decidiu visitar o palácio da rainha
Rukmin…. Assim que Rukmin… soube que KŠa vinha vê-la, ficou em
êxtase. Seu corpo tremia pela ansiedade.
Apesar do palácio já estar imaculadamente limpo, Rukmin…, no êxtase
de receber KŠa em seu palácio, vestiu-Se com esmero e limpou
pessoalmente Seus aposentos íntimos. Músicos encheram o ar com
doces vibrações para a satisfação do Senhor. Colocando vasos cheios
d'agua perto da porta, Ela acendeu lamparinas de ghee e incenso
muito fragrante para providenciar uma auspiciosa recepção ao seu
Senhor.
A LAMENTAÇÃO DE RUKMI¦Ÿ
- A afetuosa e mais elevada rainha, Rukmin…, junto com Mitravind€ e
Nagnajit…, receberam alegremente KŠa. Rukmin… lavou Seus pés de
lótus com agua perfumada e ofereceu arati. Tomando os pés de KŠa
como Sua propriedade, Rukmin… os manteve junto aos seus seios.
Enquanto contemplava amorosamente o Senhor, Rukmin… chorava
descontroladamente.
Cakrapani (KŠa, o que porta o disco), ficou atônito, e perguntou a
Rukmin…:
- Ó Dev…, não posso compreender porque estás chorando. Por favor,
diga-Me por que choras tão profusamente. Todo mundo sabe que és a
Minha favorita. Quem é mais querida para Mim do que Tu?

KŠa continuou:
- Desobedeci alguma das suas ordens, ou fiz alguma coisa errada,
Minha querida? Ainda estás perturbada desde quando brinquei
conTigo? Sentindo-Me culpado sobre aquilo, tentei Te apaziguar de
tantas maneira, mas não consigo acalmar Teu coração.
- Lembrando-se da ocasião em que KŠa disse-lhe palavras cruéis,
Rukmin… falou em um tom de ira misturada com afeição:
- O Meu coração pode ser duro, mas ainda assim sou muito afortunada
por seres minha vida e alma.
- Rukmin… continuou:
- Meu Senhor, Teus pés de lótus Me são mais queridos do que Tu
mesmo. Depois de beber madhvika (uma bebida celestial intoxicante),
o Senhor ®iva dança o tempo todo, esperando alcançar os Teus pés
de lótus. Prabhu, sabes tudo o que é conhecido, mas como não
consegues compreender o coração daqueles que amam os Teus pés de
lótus? Compreenderás a intensidade do amor que sinto se cultivares
R€dh€-bhava, o humor do amor desmotivado de ®r…mat…
R€dh€r€Š…, bem dentro de Teu coração.
- Ficando atônito ao ouvir estar palavras de Sua mais querida rainha, o
Senhor KŠa pediu-lhe que Se explicasse novamente. O Senhor KŠa
disse:
- Ó Dev…, não compreendi exatamente o que acabas de dizer. O que é
isso, que permanece desconhecido para Mim? Tuas palavras cativaram
o Meu coração. Nunca ouvi antes algo que desconhecesse. O que é
esta substância rara que é a mais valiosa dentro dos três mundos?
Apesar de não compreender o significado de Tuas palavras, Minha
mente conheceu a bem aventurança só por ouvi-las. Ó Dev…, Eu Lhe
imploro, diga apenas: "Meu."
Com fé completa nos pés de lótus do Senhor, eu, Locana d€sa
descrevo estes passatempos transcendentais.
O PODER DOS PÉS DE LÓTUS DE K¬±¦A
Mur€r… Gupta continou:
- Rukmin… Dev…, a deusa da fortuna, respondeu para KŠa:
- Meu querido Senhor, és a joia suprema de todas as qualidades
transcendentais. Em Teu coração não podes saber porque estou
chorando, apesar de tudo o mais Te ser conhecido. Não sabes o poder
de Teus pés de lótus. Meu coração chora porque em breve deixarás o
Meu palácio e irás embora. A fragrancia de Teus pés de lótus se
espalha em todas as direções. Simplesmente por sentir esta fragrância
qualquer um se libera da velhice e da morte. Aquele que sorve o
nectar de Teus pés de lótus torna-se transcendental ao dia, à noite e
ao passar das estações. Os devotos puros que amorosamente

não posso deixar de chorar. então como podes compreender este êxtase? Além de Mim. controlas tudo nestes três mundos. Lakm… e Sarasvat… pensam que são muito afortunadas por terem se rendido aos Teus pés. Quem quer que tenha intenso apego em servir aos Teus pés de lótus finalmente irá saborear o êxtase transcendental. somente ®r…mat… R€dh€r€Š… sabe como saborear a doçura do amor e desfrutar o mais elevado prazer transcendental. Lakm… Dev…. Em amor transcendental. a deusa da fortuna. Lakm… Dev… sempre serve os Teus pés de lótus com o desejo de amar-Te. Somente R€dh€r€Š… que desfruta conTigo em Vnd€vana pode compreender isso completamente. Agora estou em êxtase por ter os Teus pés de lótus em Minha casa. a deusa da fortuna anseia pela misericórdia de poder servir Teus pés de lótus. Teus devotos sempre anseiam pelos Teus pés de lótus. mesmo que Tu as negligencie. vivem maravilhados pela qualidade única do puro amor de R€dh€r€Š… por Ti. Fico mistificada em ver como R€dh€r€Š… Te cega completamente com Suas qualidades transcendentais. que sempre repousa em Tua cama desfrutando Teus beijos e abraços amorosos. Veja só o poder do amor puro de R€dh€. a deusa da fortuna: o Senhor Brahm€. Apesar dos devotos discutirem estes tópicos dia e noite. . Teu coração palpita por Ela.Meu Senhor querido. És o único abrigo para os devotos puros. sempre deseja alcançar os Teus pés de lótus. O sabor de servir a Teus pés de lótus sobrepuja Minha atração por Ti. todos alcançam o serviço devocional expontâneo. Kamal€. meditam em Ti e ficam absortos em Teus passatempos. O PODER DO AMOR PURO DE RšDHšRš¦Ÿ Rukmin… Dev… continuou: . Entretanto. Vou Lhe dizer algo do fundo de Meu coração. Ninguém pode se comparar a R€dh€r€Š…. Por receber o néctar de Teus pés de lótus. Como sou completamente devotada e rendida a Ti. Temendo Nossa inevitável separação.acariciam Teus rosados pés de lótus são adorados no mundo inteiro. Até hoje. Quem pode estimar as ilimitadas glórias de Teus pés de lótus? Mesmo após desfrutar de tamanha felicidade. os semideuses e as semideusas estão todos ansiosos em servir Teus pés de lótus. és o Senhor Supremo. Por favor escute. e lágrimas rolam de teus olhos sempre que cantas o nome de R€dh€. Apesar de seres Seu mestre e Senhor. Ninguém pode controlar-Te. falhas em reciprocar este desejo dEla e causa-Lhe dor. E o mundo se torna auspicioso por adorar os pés de tais devotos puros. posso experimentar o êxtase se adorar os Teus pés de lótus. Quem quer que deseje saborear um ilimitado suprimento de néctar o encontrará por servir a Teus pés de lótus.

É uma qualidade de Teus pés de lótus que faz com que se manifeste amor a Deus naqueles que os servem. Sinto-Me arrasado por te ver nesta situação. Que possa Me tornar uma abelha atraida para sempre pelos Teus pés de lótus. Mur€r… Gupta continuou narrando a história a Damodara Pandita: . Segurou o queixo de Rukmin… com Sua mão direita e fitou-A amorosamente.Ó Minha amada. Locana d€sa. dê-Me esta bênção. o grande sábio N€rada Muni chegou a Dv€raka. N€rada Muni respondeu: . Teus pés são mais doces do que o néctar do lótus. Apesar de tentar. Nunca havia ouvido uma descrição tão surpreendente e maravilhosa. Assim. cheio de pura devoção. Os olhos de N€rada estavam avermelhados e corriam lágrimas de amor divino. a coisa mais insignificante. Sentando em Seu trono.Depois de ouvir as maravilhosas palavras de Rukmin… Dev…. bem naquele instante. N€rada estava tão emocionado de ver KŠa que tudo que podia fazer era chorar. rubros como o sol nascente. Temendo a separação de Ti. e até mesmo viver em VaikuŠ˜ha. O SENHOR K¬±¦A REVELA A FORMA DE GAURš¥GA . Na verdade. brotada de Seu coração. oro a Ti. Para Mim. O Senhor KŠa disse para Rukmini: . esta não foi uma prece de Rukmin… Dev…. N€rada não conseguia falar pelo efeito do êxtase transcendental. Até hoje. Seus olhos de lótus.Ó grande sábio. E sei que também sou tua vida e alma. lavou seus pés e depois o abraçou afetuosamente. és mais querido do que a Minha propria vida. ninguém jamais havia Me sugerido que Eu pudesse saborear pessoalmente o amor que os Meus devotos puros sentem por Mim. Meu coração palpita em lamentação. canto as nectárias glórias do Senhor. KŠa ofereceu uma asana a N€rada.De repente. encheram-se de lágrimas de compaixão. por favor nos diga porque estás tão infeliz e perturbado. Sua voz estava entrecortada e seu corpo tremia. Ondas de néctar transbordaram do oceano de néctar de Seus corações. eu.Quem quer que saboreie o êxtase de Teu amor considera os quatro tipos de liberação. Num humor alegre. O Senhor KŠa disse para N€rada Muni: . Seu coração estava cheio de ansiedade e ele parecia perturbado. Meu querido Senhor. De mãos postas. e sim uma declaração de amor. Rukmin… Dev… levantou-Se respeitosamente e deu as boas vindas ao sábios com palavras doces. Garanta-Me a bênção nunca deixares Minha casa. Por favor. o coração de KŠa dançou em êxtase. o Senhor KŠa gentilmente colocou Rukmin… em Seu colo e a consolou. o Senhor indagou sobre o bem estar de N€rada.

Encantado por Tuas qualidades transcendentais. aparecerei como Meu próprio devoto. pela misericórdia de Teus pés de lótus. A incomparável beleza de Minha forma dourada irá desafiar a beleza do monte Sumeru. O Senhor KŠa disse: .Meu querido Senhor. isto me causa imensa dor. percorro ilimitados universos. logo ao ver esta mais maravilhosa forma do Senhor KŠa que deveria aparecer na era vindoura.Ouvindo estas palavras de N€rada. És a Superalma em todas as entidades vivas. quando não consigo ouvir Teus nomes sendo cantados.Ouça. . . o Senhor KŠa de repente exibiu Sua forma como ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu! N€rada Muni caiu numa síncope divina. saturado de puro amor a Deus. Aparecerei na morada transcendental de Navadvipa em ®r…dhama Mayapur. KŠa explicou as qualidades desta Sua encarnação em Kaliyuga pela qual Ele iria atrair as almas condicionadas.Ouça N€rada. grande sábio. absortas em atividades materialistas e desprovidas de consciência de KŠa. . não te lembras da ocasião em que destes os restos de Minha mah€-prasada ao Senhor ®iva? Depois de P€rvat… Dev… comer um pouco. Não vejo nenhum meio de liberar estas pessoas. Não somente Eu experimentarei a bemaventurança de prema-bhakti. o maravilhoso Senhor dourado. mas vou dá-la a todos no mundo. Apesar de ser o Senhor Supremo. desejo te prometer. que na era de Kali. N€rada. Como resultado. distribuirei gratuitamente Meu amor por realizar Hari-n€ma-sa‰k…rtana. Devo Me tornar um dovoto de Mim mesmo para poder sentir a felicidade que sentem os Meus devotos puros. de algum modo esquecestes um evento passado. Cantar Teus santos nomes e qualidades é meu nectário sustento. o canto congregacional de Meus santos nomes. sinto-me bastante aliviado. manifestarei uma forma cheia de humildade. Assim sendo. e quando vejo as almas condicionadas intoxicadas por orgulho. Associado a outros devotos.. . pregando Tuas glórias. no lar de ®ac…m€t€. da cor de ouro derretido e Meus braços serão longos e maravilhosos. Acabei de Te revelar todo sofrimento que há em minha mente. o Senhor KŠa sorriu compassivamente e disse: . Em Tua presença. o que posso dizer? És o Senhor de tudo o que existe. N€rada.E então. ela prometeu distribuir Minha mah€-prasada a todas as entidades vivas.N€rada. No entanto. Meu corpo transcendental vai ser alto. Locana d€sa diz que esta foi a primeira vez que o Senhor KŠa revelou a forma transcendental do Senhor Gaur€‰ga.Enquanto estava absorto em êxtase. minha mente está sempre perturbada pensando sobre isso. O Senhor KŠa continuou: . acabo de ouvir uma maravilhosa descrição de Rukmin….

o Senhor KŠa ofuscou sua refulgência e o chamou com voz alta. Vou aparecer na Terra. Meus olhos e minha vida alcançaram a perfeição simplesmente por ter visto a encarnação do oceano de misericórdia. sábio mais afortunado. De beleza ofuscante como milhões de luas e milhões de Cupidos ficariam envergonhados ao ver Sua face inconcebivelmente bela. A compleição dourada brilhante de Gaur€‰ga era mais radiante do que milhões de sóis. Antes de hoje.Mur€r… Gupta continuou a história: .Contemplando esta forma tão estupenda. o sábio fechou os seus olhos e tremeu de êxtase. N€rada viu o Senhor KŠa diante de si. nunca havia visto tamanho reservatório de amor. serás amado onde quer que vás. estabelecerei a yuga-dharma de sa‰k…rtana-yajña. N€rada refletiu sobre este maravilhoso passatempo. muitos ramos de religião terem aparecido no mundo.Ó N€rada.As misérias e ansiedades de N€rada desapareceram ao ouvir estas palavras divinas da maravilhosa boca de KŠa. o coração de N€rada Muni ardeu de amor e lágrimas rolaram de seus olhos em milhares de torrentes. N€rada pegando sua vina e cantando os nomes de KŠa. Recuperando a consciência. . mas estava muito ansioso em ver novamente a maravilhosa forma de Gaur€‰ga. Com eles satisfarei Meu acalentado desejo de saborear o amor puro que Meus devotos sentem por servirem Meus pés de lótus. que profunda expressão nectária! Que doce sorriso na face de lótus de Gaura! Ele é superior a todas encarnações que jamais vi. Meu coração nunca poderá esquece-lO. irei pregar pessoalmente as glórias do serviço devocional e dar gratuitamente para todos a bem-aventurança de kŠa-prema. Revelando as glórias dos santos nomes de KŠa. . Apesar de durante as eras. pregarei amor puro a Deus para unir todos os seguidores. que beleza sem igual acabei de ver na forma do Senhor Gaur€ ‰ga. Meus olhos anseiam em ver Gaura repetidas vezes.Oh. deixou Dv€raka. cujos olhos compassivos parecem avermelhados como o sol nascente! Oh.Enqunato viajava pelo ar. Cego pela refulgência estonteante de Gaur€ ‰ga. N€rada pensou: . Vendo a condição aturdida de N€rada. O Senhor KŠa disse: . juntamente com Meus amigos e seguidores íntimos. Nesta forma de misericórdia personalificada. Por favor. saia pelo Universo e diga aos residentes de Brahmaloka e de ®ivaloka que logo encarnarei em Kali-yuga como Gaur€‰ga. NšRADA VISITA UDDHAVA EM NAIMISARANYA . Tendo satisfeito completamente os desejos de seu coração.

N€rada Muni sorriu compassivamente e como o coração deleitado disse para Uddhava: . Há algum tempo. Quando cheguei em Dv€raka. dissipe minha dúvida. as pessoas podem alcançar a liberação do ciclo de nascimento e morte. as pessoas desta era são as mais afortunadas. simplesmente por cantar os santos nomes de KŠa. E então. o sábio chegou a Naimisaranya onde se encontrou com o grade devoto Uddhava. no mundo espiritual. as pessoas eram religiosas. o Senhor KŠa estava sentado em Seu trono com a Rainha Rukmin….Hoje é um dia muito especial. Considero-me muito afortunado. Agora vou te revelar o assunto mais confidencial. Tetra e Dvapara. Por misericórdia de KŠa. Não há muito tempo. pois ninguém te sobrepuja em bondade. O Senhor contava a Rukmin… sobre o Seu desejo de distribuir Seu amor às pessoas em geral. Vendo que eu estava perturbado.. por suas instruções confidenciais. Mas na Kali-yuga o processo de autorealização é fácil: Na era de Kali. Vendo N€rada Muni. o Senhor perguntou a razão daquele meu estado. Vy€sadeva viveu aqui em Naimisaranya compilando os Vedas. Podes me dizer como as pessoas desta era de Kali serão salvas? . Na Kali-yuga. A seguir. beijou sua testa e cheirou sua cabeça. que vou lhe dizer. Uddhava disse a N€rada: . . pois hoje alcancei a perfeição. Uddhava imeditamente se levantou. pois viestes a Naimisaranya num momento auspicioso. . Vy€sadeva escreveu o ®r…mad Bh€gavatam com o intuito de salvar as pessoas em geral. ouça atentamente.N€rada deu uma grande abraço em Uddhava. E então. ofereceu dandavats ao grande sábio e então lavou os seus pés. és um devoto puro de KŠa e sua pergunta me enche de alegria. as pessoas só conhecem a impiedade.Enquanto meditava desta maneira. Após oferecer uma asana a N€rada. por favor. N€rada. Nas eras anteriores sempre havia uma dificuldade para se seguir a yuga-dharma do milênio (prática religiosa para se alcançar a perfeição). Uddhava disse para N€rada: . estava com a mesma ansiedade.Este dia é muito auspicioso. N€rada expressou um humor de afeição parternal para com o jovem Uddhava. Apenas por cantar e dançar alegremente os nomes e qualidades do Senhor! Uddhava. Nas eras anteriores de Satya. conte-me a respeito do futuro. agora compreendendo a posição única da Kali-yuga. a mais escura das eras. As pessoas de Kali-yuga estão cegas pela absorção total em atividades pecaminosas. revelei o meu coração ao Senhor. Uma vez que podes compreender a mente do Senhor KŠa. Havia algo que me atormentava há muito tempo. conheces a Verdade Absoluta e a ciência da consciência de KŠa.Ó Uddhava. irei lhe contar um maravilhoso passatempo que presenciei em Dv€raka. A despeito de tudo em contrário. Uddhava revelou sua mente para o sábio. Por favor. mas ele não estava satisfeito.

N€rada às vezes pulava excitado. eu. todos serão caídos. de compleição rubusta. Agora. . Num instante podia chorar. É claro que na era de Kali. será de beleza inigualável. . Na Kali-yuga. Rukmin… estava Me contando sobre as glórias do amor puro. Assim. ombros largos. N€rada Muni. a encarnação de amor divino. o Senhor manifestou subitamente a forma dourada do Senhor Gaur€‰ga. vocês mesmos podem ler o trigésimo segundo capítulo de Jaiminiya Bharata. tocando sua vina. começou a chorar e caiu aos pés de N€rada. foi avisar os devotos sobre a encarnação do Senhor na era de Kali. Seu corpo tremia e ele falava com uma voz entrecortada. Ansioso por saborear prema-bhakti de Seus amados. E neste instante. e com longos e graciosos braços. irei viajar pelo mundo para espalhar a maravilhosa notícia sobre o aparecimento do Senhor Gaur€‰ga. NšRADA MUNI VISITA O SENHOR ®IVA EM KAILšSA Mur€r… Gupta continuou sua narração a D€modara PaŠita: . N€rada vivia caindo ao solo. Eu serei alto. no instante seguinte podia rir alto. agora mesmo. Darei este amor às pessoas. Uddhava ficou pasmado de felicidade. enquanto fazia esta descrição.Tocando sua vina e cantando continuamente as glórias de Gaur€Šga. onde encontrarão esta história. prometeu distribuir Seu amor. Tomado de êxtase espiritual. . o Senhor KŠa disse: . pecaminosos e irreligiosos. Locana d€sa me perdi em êxtase de bem aventurança transcendental. . Uddhava disse: . mais ofuscante do que o sol. Fiquei tomado de êxtase simplesmente por ouvir sobre isso. manifestarei um humor humilde para poder saborear o amor de Meu amado.N€rada. com a cor de ouro fundido. descerá à Terra na Kali-yuga. Por ler a conversa de N€rada Muni e Uddhava obtida de Jaiminiya Bharata (Aavamedha Parva). Segurando o seu dhoti.Uddhava.N€rada. Esta forma humilde.E assim.Ouvindo a descrição de N€rada. gritando alto: “Gaura! Gaura! Gaura!” Era impossível N€rada esquecer o nectário amor de ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu e a beleza do Seu corpo transcendental. na forma transcendental de misericórdia e beleza ilimitadas. que ele havia acabado de ver. para explicar os princípios da religião irei Me apresentar como uma personalidade meiga e humilde.Com uma face sorridente. Isso foi o que aconteceu em Dv€raka. N€rada Muni viajou pelo mundo informando aos semideuses sobre a aparição do Senhor Caitanya. Se vocês não compreenderem as minhas palavras. sinto-me completamente revigorado pelas suas noticias auspiciosas. o Senhor Supremo.

tenho certeza que irei receber as suas bênçãos. Eu estou em tudo e ao mesmo tempo estou fora de tudo. tocando seus pés. o que acontecerá com a Terra após a Tua partida? Alguns devotos permanecerão aqui? Como as almas condicionadas da era de Kali alcançarão a liberação? . ®iva e Brahm€ estão sempre desejosos deste amor puro que o Senhor irá distribuir livremente aos caidos descrentes de Kali-yuga. o Senhor irá revelar o tesouro de ®r… Vnd€vana-dh€ma. N€rada sentiu-se muito agitado ante o iminente encontro com Mahea (Senhor ®iva). o Senhor ®iva imediatamente se aproximou de N€rada e o abraçou. Eu sou o semideus. Ananta. N€rada Muni. Pela misericórdia da deusa Katyayan…. Por sua graça terei forças para cantar o santo nome. N€rada Muni disse: . Estava ansioso para lhe contar sobre as recentes experiências com o Senhor KŠa.Após ouvir o Senhor KŠa. Sentindo-se em êxtase pela presença de tamanho vaiŠava.KŠa-bhakti é o tema mais nectário nestes três mundos. Se ouvirem esta narrativa. o gandharva e o yaka. Agora. Vocês são como a mãe e o pai deste Universo. o touro do Senhor ®iva estava guardando a porta do poderoso Senhor Mahea.O coração de N€rda estava tão repleto de amor extático. O Senhor KŠa disse: . num piscar de olhos. lembre-se sempre que Eu sou a água. que às vezes ele nem podia se mover. . por favor escutem minha maravilhosa história. vou tomar a poeira dos pés do Senhor ®iva. caiu aos pés do Senhor ®iva e de P€rvat….Meu Senhor. N€rada pensava consigo mesmo: . .Deusa Katyayan… e Mahea. Uddhava indagou ao Senhor KŠa: . o devoto mais inteligente. voulhes lembrar um assunto confidencial que vocês se esqueceram. Eu sou a vida de todos os seres vivos. N€rada chegou à morada do Senhor ®iva no monte Kail€sa.Respondendo a esta pergunta de Uddhava. N€rada Muni se aproximou da porta da casa do Senhor ®iva. Há algum tempo. Num humor alegre. ®iva e P€rvat… sairam para receber o grande sábio. Na Kali-yuga. Uddhava. Ensinou a Uddhava a filosofia pela qual a pessoa pode alcançar a liberação por ver o Senhor Supremo em todo lugar e em todas as coisas. a terra e a árvore. Nandi informou ®iva e P€rvat… sobre a chegada de N€rada. Depois de oferecer respeitos ao grande sábio. expressou seus sentimentos ao Senhor: .Pensando desta maneira. Entretanto. Nandi.Uddhava. o Senhor KŠa ensinou a ciência da auto-realização. Sempre estão desejando a liberação das almas caídas. angustiado. Eu sou o criador e o aniquilador. Mahea sentirá grande alegria quando ouvir esta boa notícia.

Laksmi Devi afetuosamente disse: .Ao ouvir esta conversa entre o Senhor KŠa e Uddhava. Uddhava louvou a mah€-prasada. disse a Lakm… Dev…: . meu querido N€rada? Mas ouça. imaginei como satisfazer o Senhor com as minhas ações. as fragrâncias oleosas. e por comer os restos de Tua comida. um devoto puro e pregador do Senhor Supremo. . roupas e ornamentos que Tu já desfrutastes. De mãos postas. vou desobedecer esta ordem . pois nunca havia provado a mah€-prasada do Senhor. Uddhava falou um verso do ®r…mad Bh€gavatam (11. Apesar de estar a longo tempo no caminho do serviço devocional. Entretanto.6. fiquei abismado. nós. visitei VaikuŠ˜ha e prestei vários serviços a Lakm… Dev…. realmente conquistaremos a Tua energia ilusória.Nesta ocasião. Teus pés de lótus me são mais queridos do que Tu mesmo. sempre desejo receber os restos de Tua comida. Harid€sa (Uddhava) se tornou poderoso. para que Ele me desse a oportunidade de saborear Sua mah€-prasada. .Diga-Me N€rada.N€rada continuou falando com P€rvat… e o Senhor ®iva: . resolvi revelar o segredo do meu coração. ainda não tinha ideia da potência da mah€-prasada do Senhor KŠa. E então. Todo mundo sabe que sou Teu servo. estou convencido que és todo-penetrante.Uddhava continuou: .KŠa. Ficando satisfeita comigo. os Teus servos. eu me sentia frustrado. o Senhor N€r€y€Ša Me ordenou para não distribuir a Sua mah€-prasada para ninguém. nunca tive a oportunidade de provar a mah€-prasada do Senhor. Submissamente Ela disse: .46): "Simplesmente por nos decorarmos com as guirlandas. NšRADA ESPERA DOZE ANOS POR MAHš-PRASADA . Lakm… Dev… ficou atônita e surpresa ao ouvir a minha solicitação. no fundo do meu coração. Simplesmente pela força da mah€-prasada do Senhor. Com esta ideia. Por favor.KŠa. Não consigo encontrar palavras apropriadas para glorificar os devotos que se abrigam nas unhas semelhante a lua dos Teus pés de lótus. Este é o meu único desejo. a habilidade de Harid€sa em conquistar m€y€ veio por comer os restos de Tua mah€-prasada.Ao ouvir Sua oferta. e de estar constantemente cantando o santo nome do Senhor." . Mas de alguma maneira. Na presença do Senhor.. seja misericordiosa comigo e dê-me a bênção de receber uma bom bocado da mah€-prasada do Senhor N€r€y€Ša.N€rada.Por um longo tempo venho sentindo dor em meu coração. Como posso violar uma ordem do Senhor. assim sendo. o que desejas? Vou dar-lhe uma bênção.

que ficastes tão espiritualmente carregado e tão refulgente? Depois de ouvir N€rada descrever suas experiências. não há com o dar secretamente Meus restos para N€rada. Compreendendo muito bem a minha situação.Não é uma falta de Sudarana. .Então. É claro que a incomparável refulgência do Senhor N€r€y€Ša desafia o brilho combinado de milhões de luas e de milhões de sóis. Algum tempo depois. a mãe do universo. Lakm… Dev… disse: . . salve-Me e Me dedique a Seu serviço. Eu irei coletar esta mah€-prasada para você. Ainda assim. minha própria refulgência e potência espiritual aumentaram centenas de vezes. cantei Hare KŠa e toquei minha vina enquanto viajava para Kail€sa para te ver. Lakm…. E Sua indescritível beleza envergonham milhões de Kamadevas (Cupidos).Depois de alguns dias. o Senhor N€r€y€Ša disse: . você deve aguardar um pouco. Lakm… µh€kuran…. mas parece que Lakm… Dev… tem um problema. assim respondeu com voz doce e palavras compassivas. não sei porque. prometi isto para N€rada Muni. analisando esta situação. por favor. Ficando satisfeita. Meu Senhor. pela graça da mah€-prasada do Senhor. Ele não desejava nada além de Seus restos de mah€-prasada. salve esta Sua serva. ó morada de todas as qualidades transcendentais. Sentindo intenso êxtase espiritual. N€rada repetidas vezes pedia-Me a mesma coisa. Ó Meu Senhor. Lakm… Dev… desejou pedir ao Senhor a mah€-prasada. o Senhor N€r€y€Ša lançou um olhar para Sua sudarana-cakra. Tenho um problema e preciso de Sua ajuda. Começando a tremer. . Ouça por favor. sem ter como Me esquivar. tenho algo a pedir-Lhe. ofereci-lhe uma bênção. mas ficou com medo de Sua reação. . mas tenho medo de falar. Mas um pedido de N€rada Muni que Me deixou ansiosa.Meu Senhor.Devo dizer N€rada. que você parece extraordinário.Compreendendo o dilema de Lakm… Dev…. Apesar de ninguém saber. estou segurando Seus pés. Entretanto. Meu Senhor. Você cometeu um grande erro. . deu-me um pouco dos restos de mah€-prasada.Meu Senhor. N€rada.Ouça. tomou Lakm… Dev… pela mão e a sentou a Seu lado. N€rada serviu-Me por doze anos. num humor jovial.O Senhor ®iva disse para N€rada Muni: . Sem Meu consentimento. Neste instante. o Senhor ®iva reclamou: . por favor. Apesar de não ter o poder de desobedecer as Suas ordens.Sorrindo com desprezo e com um olhar inquisitivo. Lakm… Dev… disse: . o Senhor. Com uma voz muito submissa. Honrei a mah€-prasada para minha plena satisfação. Minha querida Lakm….e lhe dar um pouco. Foi assim. Sudarana falou humildemente ao Senhor: .

O capelo de Ananta Deva se curvava para baixo a ponto de tocar o dorso de K™rma. K™rma tirou Sua cabeça para fora da carapaça e olhou para Ananta. Cheio da bem-aventurança de amor puro por KŠa.. Vejo que também todo o mundo material está em grande perigo. Mãe Bhum… (a Terra personalificada) correu para o monte Kail€sa.Após ouvir a súplica de Mãe Bhum…. devido a poderosa dança do Senhor ®iva. o que você acaba de fazer não está certo. sem oferecer nada para mim? Você veio para cá cheio de afeição. Para a surpresa de todos. para ver-me. rapidamente deu-a a Mahea. Você está agindo como minha inimiga. Vendo o Universo inteiro balançando em êxtase. mas porque não trouxe um pouco deste raro tesouro? O EFEITO DA MAHš-PRASADA SOBRE O SENHOR ®IVA . Sentindo-se muito triste. Nunca havia sentido tanta bem-aventurança em toda minha vida. Com grande deleite. você praticamente me matou. ele disse: . Mãe Bhum… apelou para a deusa Katyayan…: . o Senhor das entidades vivas) estava dançando em transe de êxtase divino. Vasum€t… (mãe Terra) também balançava perigosamente. O rugido forte e eufórico dos santos nomes proferidos pelo Senhor ®iva ressoavam para fora da cobertura do Universo. Alarmada com esta sensação estranha de prurido. Mahea µh€kura (®iva) começou a dançar incontrolavelmente. e incapaz de suportar o peso da dança de ®iva.Ó P€rvat… Dev…. reverberando em todas as dez direções. voce comeu-a toda. Por que você interrompeu o meu êxtase? Fazendo isso. o Senhor ®iva recuperou a consciência externa. De mãos postas. . morrerei se seu esposo continuar dançando. N€rada prostou sua cabeça de vergonha. depois de obter mah€-prasada do Senhor.Ao ouvir as palavras de insatisfação do Senhor ®iva. Com seu êxtase interrompido pelas fortes palavras de P€rvat…. A Terra tremeu sob o peso de seus pulos. Todos ficaram atônitos. por favor.N€rada. Sua dança devastadora ameaçava conduzir a Terra até Rasatala. Por que você a interrompeu? . P€rvat… Dev… falou algumas palavras ásperas para quebrar a absorção do Senhor ®iva. E então N€rada se lembrou que havia guardado uma migalha de mah€-prasada. num êxtase de amor a Deus. o Senhor ®iva comeu a mah€-prasada. é melhor que faça alguma coisa se você deseja salvar a criação da destruição.Dev…. De mãos postas. Assim. P€rvat… correu para o local onde Paupati (®iva. o Senhor ®iva esqueceu-se totalmente de si mesmo. que é tão dificilmente alcançada. ao ver o monte Sumeru balançar em êxtase. no fundo do Universo. Imediatamente.

Este é o meu verdadeiro bem-estar e o motivo deste meu êxtase. Em todos os três mundos é muito difícil obter os restos do Senhor. Hoje minha vida é um sucesso. O VI±¦U-KATYAYANŸ SA¤VšDA . você comeu tudo. o Senhor ®iva perdoou sua esposa. diante desta assembléia. que estão misturados com o néctar dos lábios de KŠa. recebi a mah€-prasada do Senhor N€r€y€Ša. por que hoje você manifestou este ilimitado êxtase em KŠaprema? . deu-me os restos da mah€-prasada do Senhor N€r€y€Ša. . o que porta um tridente) sentindo-se muito culpado.Um dos meus nomes é VaiŠav…. a mah€-prasada de ViŠu é inconcebivelmente rara. o grande sábio N€rada.Com um sorriso de satisfação.Ó Bhavan… (P€rvat…. O peso da sua dança está empurrando-a para o fundo do Universo. Se o Senhor N€r€y€Ša me conceder Sua compaixão.O tempo todo pensei que voce era sempre bondoso e misericordioso comigo. vou fazer um voto solene. deusa da energia material) você não tem o direito de receber esta riqueza transcendental.Estas palavras inflamaram šdya-akti (P€rvat…) com uma ira furiosa.Sentindo muita aflição. Tudo é apenas pretenção. todo dia voce dança em êxtase em pura consciência de KŠa. o seu falso amor foi revelado.Dev…. Nunca havia visto você exibir esta forma tão magnífica. até mesmo aos cães e chacais.Meu Senhor.O Senhor ®iva respondeu: . Apesar de glorificada nos Vedas. desculpe esta minha ofença. diga-me. disse: . . ouça o alegre motivo de minha boa fortuna. estarei certa que a mah€-prasada do Senhor será distribuida a todo mundo neste Universo. P€rvat… Dev… falou ansiosa: . Hoje. e eu também tenho devoção pelo Senhor ViŠu.®ulapani (®iva. você me aceitou como a metade de seu corpo. Como você estava ameaçando destruir o Universo. P€rvat… humildemente perguntou: . Mah€m€y€ (P€rvat…) disse: . falei estas palavras rudes. Agora.Visivelmente perturbada com a declaração de seu esposo. Pela misericórdia de N€rada Muni. P€rvat… disse: . Nem sequer me deu uma migalha! . .Prabhu. Vendo seu esposo num humor mais relaxado. veja só a Terra diante de você. Mas hoje. Por favor. Por favor. Como o esposo e a esposa são unos. Por que hoje voce quase conduziu a Terra até Rasatala? Sua refulgência espiritual está tão brilhante quanto dez milhões de sóis.. Você me enganou! Após obter esta tão rara mah€prasada.

o rei das serpentes como uma corda. Dentro desta árvore especial havia uma refulgência transcendental que emanava da maravilhosa forma do Senhor Caitanya. Na era de Kali. Respeitosamente. Por favor. e Vasuki. Assumindo a forma de um avatara dourado. Mur€r… Gupta continuou falando com D€modara PaŠita: . e darei amor a KŠa para todo mundo. satisfarei o seu voto. Você é Minha prakti-svar™pin… (a forma da energia material de ViŠu). chegou a Kail€sa para assegurar a promessa de P€rvat…. Eles usaram a montanha Mandara como um bastão para a batedura. ela se recompôs e contou o seu problema ao Senhor. continuou falando: . Sem você a criação material não pode existir. Por pregar a consciência de KŠa. o canto congregacional de Meus santos nomes. Nunca havia existido uma forma ou encarnação igual à forma de ®r… KŠa Caitanya. Num humor alegre. O rei . Ninguém sabe o significado intríceco de uma história concernente aos semideuses durante a batedura do oceano de leite. o possuidor de todas as qualidades valiosas.Katyayan…. a essência de todas as encarnações e repleto de todas as qualidades transcendentais. uma árvore que dá riquezas ilimitadas e satisfaz todos os desejos de uma pessoa. eu. liberarei todas as pessoas da Kali-yuga.Esta conversa entre o Senhor ViŠu e P€rvat… Dev…. exibindo passatempos transcendentais. Pessoalmente distribuirei Minha mah€prasada para todo mundo neste Universo. P€rvat… levantou-se e ofereceu reverências ao Senhor. que é chamada ViŠu-Katyayani Saˆvada. não fique na ignorância. Com lágrimas nos olhos. Você é minha €dya-akti. Ele aparecerá neste mundo. . distribuirei Minha misericórdia para as pessoas em geral. mantenha este tópico secreto em segredo. . Locana d€sa narro esta história. o Senhor ViŠu falou numa voz doce: . P€rvat…. o Senhor de VaikuŠ˜ha.E então. Pode estar certa de que cumprirei sua promessa. Agora vou lhe contar um segredo sobre um episódio muito antigo que irá aliviar as misérias do mundo material.Ouça. você está sempre dedicada ao Meu serviço devocional.. manifestarei a forma dourada do Senhor Gaur€‰ga Mah€prabhu para propagar o sa‰k…rtana-yajña. o próprio Senhor ViŠu. Toda a criação a adora e ao seu esposo. Sei que você tem devoção por Mim.O Senhor ViŠu. a suprema encarnação de pura misericórdia. Por favor. foi extraida do Padma Purana. removam este equívoco de pensar que você e o Senhor ®iva são diferentes de Mim. e através de você manisfesto toda a criação material.Neste momento. Ele é a origem de todas as encarnações. O primeiro objeto que produziram na batedura foi uma kalpa-taru. Na forma do Senhor Gaur€‰ga. como Hara e Gaur… saibam que vocês dois são o Meu próprio Eu. Katyayan… Dev…. o Senhor ®iva.

quando chegou a Brahmaloka sua face estava coberta de gotas de suor. Lágrimas rolavam de seus olhos e sua face estava vermelha de sentimentos de alegria. o Senhor Brahm€ teve sentimentos mistos de pesar e felicidade.O Senhor ®iva e P€rvat… Dev… ficaram felizes depois de ouvir estas boas notícias de N€rada Muni. N€rada não podia andar adequadamente.N€rada. encantando os ouvidos dos três mundos. Ouvir você gratifica o meu coração. . Apesar de não reparar a fadiga. seu corpo começou a tremer em êxtase transcendental. N€rada ofereceu respeitos ao seu pai e mestre espiritual. A bem-aventurança inundou o lar do Senhor ®iva assim que todos começaram a cantar os santos nomes do Senhor. Por favor. e fui ter direto com o Senhor.Conforme viajava. ouça esta maravilhosa história. distribuiu estes ensinamentos por todo seu império. Perdendo a consciência exterior. as pessoas vivem cheias de pesar e lamentação. Brahm€ o levantou. as pessoas seguem um tipo particular de dharma. Esta situação causa-me muita dor. tenho imensa satisfação em contemplar sua face maravilhosa. O Senhor Supremo na forma do Senhor Gaur€‰ga aparecerá numa família de brâmanes. o Senhor e Seus associados eternos descerão para a Terra para remover todas as calamidades. assim que se aproximou para receber o grande sábio. o Senhor me ordenou que anunciasse Seu aparecimento na Kali-yuga. Perguntei-lhe humildemente sobre a salvação das pessoas em Kaliyuga. Num humor paternal. Tu és o criador de tudo e o nome brahmanda deriva do teu nome. Como resultado. Elas ficam com medo da chegada da era de Kali. . as pessoas são extremamente pecaminosas.Prataparudra.N€rada Muni continuou falando com o Senhor ®iva: .Brahm€. De acordo com as características de cada era. . O Senhor Brahm€ disse: . NšRADA VISITA BRAHMALOKA . encha os meus ouvidos com o néctar de suas palavras.Mahea. Sons de "Hari! Hari!" vibraram por todo lugar. Nesta ocasião. o abraçou e perguntou sobre o seu bem estar. que foi um oceano de qualidades transcendentais. No fim da Dvapara-yuga. Então N€rada disse: . Vendo a condição de seu filho.Antes que N€rada pudesse responder. Por onde você esteve? Quem você encontrou e o que tem experimentado? . Tocando docemente sua vina. Disse-Lhe que estava preocupado porque os brâmanes não seguiam os Vedas. N€rada Muni deixou o monte Kail€sa. as pessoas tinham muito pouca inclinação para as práticas religiosas. e sua face estava vermelha de amor. Em Kali-yuga. uma corrente de melodias nectárias saia de sua vina.

Isto só pode ser realizado através de consciência pura. Por favor. desejamos saber por que o Senhor perturba nossas mentes realizando tais passatempos prazeirosos incomuns? Ó Brahm€. Nesta ocasião Brahm€ disse: . Desejo lhe falar sobre uma experiência recente. disse: . O Senhor continuou: . Os sábios disseram: . Por favor. Ele atuou exatamente como um homem comum luxurioso.Ao ouvir a descrição de N€rada. apenas por cantar Meus santos nomes pode-se obter a liberação da existência material. a encarnação da compaixão. uma semente de doce amor brotou no coração de Brahm€. simplesmente por fazer hari-n€ma-sa‰k… rtana.N€rada. aqueles sábios glorificaram as qualidades do Senhor ViŠu.N€rada. Os benefícios que se podem obter da caridade. . Ele é todo-pervasivo e é a própria forma da religião. Eu também descerei.Apesar de não-nascido. que é pleno de todas as qualidades transcendentais. o Senhor. Os sábios continuaram: . ®iva e dos outros semideuses. inexaurível e eternamente bem-aventurado. Ele está livre de toda contaminação e não tem forma material. austeridade e religiosidade virão automaticamente. meus filhos como Sanaka e outros sábios vieram até aqui revelar suas mentes. és o mais querido filho do Senhor. Por sua misericórdia elas se libertarão das garras de m€y€. Assim.O Senhor é inconcebível. Liberar as entidades vivas é a sua única atividade. O Senhor KŠa saboreou rasa transcendental com as gop…s em Vnd€vana. Ele ficou tomado por amor a Deus. apesar da era de Kali ser cheia de defeitos.O Senhor Brahm€ disse para N€rada: . sua misericórdia enche meu coração de prazer. meio ou fim.Senhor Brahm€. e que na forma do Senhor Gaur€‰ga. por favor dissipe nossas dúvidas e nos conte a verdade. Brahm€ pegou N€rada e o sentou em seu colo. Ele é pleno de energia espiritual. o Senhor parece nascer na natureza material. Diga-lhes que nasçam na Terra na Kali-yuga. responda brevemente a algumas de nossas indagações. para liberar as pessoas nesta era de Kali. E então. As pessoas estão cegas pela gratificação dos sentidos e são ignorantes sobre a verdade. muito sutil e é o controlador dos controladores.Ó meu querido sábio. apesar de todos saberem que o Senhor é o €tm€ de todas as entidades vivas. Ele não tem começo.Ao ouvir minhas palavras de ansiedade. Há algum tempo atrás. por favor. sejam homens ou mulheres. vá até a morada de Brahm€. lágrimas rolavam sobre sua face. desfrutando de afazeres conjugais. sacrifício. ouça atentamente. Eu mesmo descerei e pregarei a ciência do serviço devocional. Eles disseram: . . Agora. O Senhor é ilimitado e desprovido de atributos materiais.

Ao ouvir as dúvidas dos sábios meu coração se encheu de ansiedade. devo dizer-lhe que os catuƒ-loki são a própria causa de toda minha bem-aventurança. por favor.N€rada. ouça atentamente. o Senhor teve muita compaixão por ele. perdeu sua consciência exterior. Nesta ocasião o Senhor disse: . exceto a glorificação da suprema e independente Suprema Personalidade de Deus.Brahmaji. Vy€sadeva sentiu-se muito desanimado. Diga a N€rada que em cada yuga Ele é mais misericordioso com as entidades vivas.N€rada. Enquanto expressava o meu coração desta maneira.Ó N€rada. Muito confuso. Estas verdades estão muito além do conhecimento do Ved€nta.13): . a solução para a pergunta dos sábios aparece nos catuƒ-loki (os quatro versos sementes) do ®r…mad Bh€gavatam.Senhor Brahm€. Qualquer um que desconheça este ponto é um tolo. Vy€sadeva não conhece o significado profundo dos Meus passatempos. Aproximando-se de mim. Vou revelar isso para você. No meio da floresta. o Senhor falou os nectários catuƒ-loki e então me ordenou que desse este tesouro transcendental para Vy€sa. o Senhor ®r… KŠa. existem centenas de Brahm€s como eu que não podem compreender este assunto. agora me lembro de alguns versos do Bh€gavata falados por Gargamuni na ocasião da cerimônia de dar-o-nome de KŠa na Terra. E então fale o Bh€gavata a N€rada Muni. Compreendendo esta dificuldade. Depois de explicar estes assuntos. nenhma outra escritura se compara ao ®r…mad Bh€gavatam que é completamente transcendental. Ele surgiu como o avatara Haˆsa. ele não sabia que fazer.. Gargamuni disse no ®r…mad Bh€gavatam (10. o Senhor aparece sobre a Terra em várias encarnações. Fiquei abismado. ®r…la Vy€sadeva esteve em Naimisaranya descrevendo o Mah€bh€rata e os Pur€Šas. em cuja língua a deusa Sarasvat… sempre reside. pois nem eu sabia explicar os mistérios dos passatempos transcendentais do Senhor.N€rada. Gargamuni descreveu que em diferentes yugas. para liberar todas as entidades vivas. AS YUGA-AVATšRAS . Dê-lhe estes quatro versos e deixe que ele escreva o ®r…mad Bh€gavatam baseado nestes lokas. O Senhor Haˆsa disse: . ou eras. Ninguém neste universo sabe a verdade sobre isto. Não há outro assunto no Bh€gavata. N€rada voce deve ensinar o Bh€gavata.8. O Senhor Brahm€ continuou: . Durante muitos dias. Literalmente. O Senhor Brahm€ continuou: . o Senhor manifestou uma maravilhosa forma diante de mim.

Na Tetra-yuga o Senhor aparece numa compleição vermelha. que estão contidas no Rg.19-31): "O rei Nimi perguntou a Karabhajana Muni: . Tetra. são amistosas com todas as criaturas e firmes em quaisquer situações. um bastão e um pote d'agua de brahmacari. adorando o Senhor Hari.. Tetra. considere a que era pertence o Senhor Caitanya. Purua. vermelha.Em que que cores e formas a Suprema Personalidade de Deus aparece e cada uma das diferentes eras.Seu filho KŠa aparece como uma encarnação em cada milênio. Vsakapi. Jaynata e Urugaya. citando vários versos do ®r…mad Bh€gavatam (11. o Senhor é branco e possui quatro braços. Psnigarbha. um papagaio. Yajña. VaikuŠ˜ha. Amala. amarela e negra . S€rvadeva. O Senhor é adorado pelos rituais de sacrifícios descritos nos três Vedas.branca. um cordão sagrado. Na Satya-yuga. Dharma. Yogeavara. contas de oração. Ele assumiu três cores diferentes . não são invejosas. Suparna. que possui dentro de Si todos os semideuses. Avyakta e Param€tm€. Na Tetra-yuga. vermelha e amarela . ou eras .agora Ele aparece com esta cor escura. Urukrama. Para o benefício das pessoas ignorantes. Em outra Dvaparayuga. Dvapara e Kali. . agora vou explicar isso.Algumas pessoas perguntam o motivo do lapso na sequência usual das quatro yugas. Ele apareceu com a cor de um uka (como o Senhor R€macandra). cabelos dourados e usa um cinto triplo representando a iniciação em cada um dos três Vedas. Por favor.Satya. Ÿvara. O Senhor Brahm€ disse: . Ele encarna o conhecimento da adoração pelas realizações sacrificiais. Elas adoram a Suprema Personalidade de Deus por austeras meditações e pelo controle dos sentidos interna e externamente. Ele possui quatro braços. o Senhor é glorificado com os nomes de Haˆsa. e quais são os nomes e por qual tipos de princípios regulativos o Senhor é adorado na sociedade? Sr… Karabhajana Muni respondeu: . nomes e formas. As pessoas na Satya-yuga são pacíficas. Dvapara e Kali . a colher e outros implementos para o sacrifício.Satya. Seus símbolos são o prato.branca. estão sempre fixos na religiosidade.5. Sama e Yajur Vedas. No passado. os membros da sociedade humana que estão sinceramente interessados em em alcançar a Verdade Absoluta. Na Tetra-yuga o Senhor é glorificado pelos nomes de ViŠu.o Senhor Keava aparece em várias compleições.Em cada uma das quatro yugas.e quatro yugas . cabelos encaracolados e usa vestes de cascas de árvores. Elas imaginam que o Senhor aparece nas quatro yugas apenas em três cores. Na Satya-yuga. Na realidade existem apenas quatro cores . e é adorado por vários processos. Todas estas encarnações agora estão reunidas em KŠa. Ele carrega uma pele de veado negro.

O grande sábio Karabhajana já explicou isso.N€rada. Assim sendo. ó melhor de todas as personalidades. Pradyumna e Aniruddha. Meu querido rei. Agora ouça o que o sábio diz sobre a encarnação na Kali-yuga. Na Kali-yuga. ó Superalma de todas entidades criadas. mas dourada. que significa Balar€ma. . a Suprema Personalidade de Deus.O Senhor Brahm€ continuou falando com N€rada Muni: . usando vestes amarelas. seguindo tanto as prescrições védicas quanto as dos tantras.Ouça N€rada. Ele está acompanhado de Seus associados. Ó Suprema Personalidade de Deus. A palavra akŠa (mencionada no verso citado acima) significa que Ele não possui compleição negra. Ele é o próprio KŠa. Ó rei. Tetra e Dvapara . servos.. Ó Supremo Senhor V€sudeva e às Tuas formas de Sa ‰karana. Digo a palavra a‰ga. as pessoas inteligentes realizam o canto congregacional para adorar a encarnação do Supremo que canta constantemente os nomes de KŠa. armas e companheiros confidenciais. Reverências a Ti. O corpo transcendental do Senhor está marcado nesta encarnação com a ®r… vatsa e outros ornamentos distintivos. ouça atentamente minha explicação. cantamos "Gaura!" e Suas armas assumem a forma de devotos. que é o desfrutador supremo. todas as homenagens a Ti.32): kŠa-varnaˆ tvisa-kŠam / sangopa‰g€tra-paradam yajñaiƒ sa‰k…rtana-prayair / yajanti hi su-medhasaƒ "Na era de Kali. elas se referem ao Senhor ®r… KŠa.Na Dvapara-yuga a Suprema Personalidade de Deus aparece com uma compleição azul escura.5. desta maneira as pessoas em Dvapara-yuga glorificam o Senhor do Universo. na Dvapara-yuga os homens que desejam conhecer a Suprema Personalidade de Deus." (fim da citação do ®r…mad Bh€gavatam) . que chamo sa‰ga. Ó Senhor N€r€y€Ša ¬i. mestre deste cosmos e forma original do Universo. as pessoas também adoram a Suprema Personalidade de Deus seguindo várias regulações das escrituras reveladas. Sempre que o ®r… mad Bh€gavatam menciona as sílabas "k" e "na". tenha a bondade de ouvir isto de mim.O Senhor Brahm€ disse: . ®r…mad Bh€gavatam (11.. O adoram no humor de honrar um grande rei. todas as reverências a Ti. vermelha e negra já apareceram.já passaram. e Ele manifesta Suas armas pessoais." O BHšGAVATA PREDIZ O ADVENTO DE GAURš¥GA .Satya. as três yugas . e os avataras de cor branca. Agora. ó criador do Universo. Apesar de Sua compleição não ser escura.

presente e futuro. Isto é evidenciado pela palavra tatha (neste local) que se refere às encarnações vermelha e branca do Senhor que já foram vistas. Gargamuni disse que as quatro yugas aparecem com as três fases do tempo: passado. ®RŸ K¬±¦A: TRÊS CORES. Entretanto. A cor amarela será vista na Kali-yuga. Locana d€sa diz por favor. QUATRO YUGAS . Na época do Senhor Caitanya.Esta explanação é a prova suprema que mostra porque KŠa é o avatara para a Kali-yuga. a religião irá se manifestar na forma de sa‰k…rtana-yajña.A palavra upa‰ga se refere aos Seus ornamentos. Mas este passatempo irá acontecer no futuro. agora ouça a uma bem-aventurada utilização de palavras sânscritas usadas por Gargamuni. junto com N€rada e Prahlada. o próprio KŠa aparece na Dvapara-yuga. Na era de Kali. alguém irá identificar Seus associados e dar os seus nomes anteriores nos passatempos de KŠa. As outras yuga-avataras . quando o Senhor Hari aparece na cor amarela como ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. Lá ele diz que o Senhor apareceu nas cores branca. Por esta razão. aparecem agora como os associados e companheiros de ®r… KŠa Caitanya. Depois da Satya e Tetrayugas. Se alguém não aceita minha explanação. Na Satya e na Tetra-yugas o Senhor apareceu em duas cores: branca e vermelha. não há na realidade uma quebra na sequência das cores mencionadas por Gargamuni no ®r…mad Bh€gavatam 10.13. A palavra bhaviya significa futuro. aceitem estas declarações como corretas e não as ignorem. então deve explicar porque Gargamuni usou a palavra tatha neste verso.8. Um erudito pode provar o significado do futuro por conhecer o passado. vermelha e amarela em três eras anteriores. Seu disco Sudarana e as outras armas aparecem como Seus associados. Apesar de haver um debate sobre o aparecimento de KŠa como avatara fora do tempo normal. As pessoas inteligentes saborearão o êxtase por cantar os santos nomes do Senhor.8. o que falar dos mais ignorantes. se você ouvir com atenção. No ®r…mad Bh€gavatam verso 10. Gargamuni utilizou a palavra idanim. que significa recentemente.Agora vou explicar novamente como o Senhor KŠa veio em três diferentes cores em quatro yugas. compreenderá a verdade. Os associados eternos de ®r… KŠa que O serviram em encarnações anteriores. O Senhor Brahm€ continuou falando com N€rada: . As pessoas comuns terão dificuldade em entender isso. o sábio Karabhajana disse samedhasaƒ: só as pessoas inteligentes irão compreender. Mas na Kali e na Dvapara-yugas o Senhor veio com uma cor: negra. N€rada.13.

elas permanecem presas à miserável existência material. Ele toma a forma de Sa ‰kar€c€rya e promove ateismo pregando filosofia impersonalista.3. o Senhor Supremo vem à Terra para liberar os santos. KŠa promete que sempre onde a religião estiver reduzida. nas duas yugas. KŠa vem como o avatara Gaur€‰ga para propagar o cantar dos . GAURš¥GA. Na Kali-yuga. KŠa vem como o Senhor Gauracandra. Todas elas aparecem nos planetas sempre que haja um distúrbio causado pelos ateistas. Na Satya. KŠa . vou explicar porque KŠa é chamado de yuga-avatara. destruir ateismo e restabelecer os princípios religiosos. Gargamuni disse que nas quatro yugas. KALI-YUGA E SA¥KŸRTANA . Dvapara e Kali-yugas o Senhor aparece nas cores branca. vermelha e amarela respectivamente. Ele é a fonte e todas as outras são Suas expanções. Ele não é uma encarnação. está explicado no Bhat-sahasra-n€ma-stotra que o Senhor ®iva aparece no começo da Kali-yuga. o Senhor Supremo apareceu na Terra como o próprio KŠa e na Kali-yuga. Na Dvapara-yuga. As realizações de Gargamuni são difíceis de serem compreendidas por pessoas ignorantes como nós. presente e futuro. como está provado no ®r…mad Bh€gavatam (1.Em toda yuga.são partes ou expanções das partes do Senhor ®r… KŠa. elas se tornam absortas em atividades pecaminosas e gratificação dos sentidos. De acordo com Vy€sadeva no ®r…mad Bh€gavatam. O Senhor encarna para proteger os teistas. que aparece na dinastia de Yadu. No Bhagavat-g…t€ (4.escura. O Senhor vem para estabelecer religião e destruir ateistas. Dvapara e Kali. as duas encarnações do Senhor tinham a mesma cor." Usando a autoridade do ®r…mad Bh€gavatam.8-9). O próprio ®r… KŠa é a Suprema Personalidade de Deus. mas o Senhor ®r… KŠa é a Personalidade de Deus original. Só os devotos inteligentes podem compreendê-las. a Suprema Personalidade de Deus. o Senhor apareceu em quatro cores em três ocasiões diferentes: passado. Tetra. Ele vem à Terra para remover ateismo e restabelecer a religião. Devido à ignorância das pessoas na Kali-yuga.28): ete camsa-kala puˆsaƒ / kŠas tu bh€gavan svayaˆ indrari-vyakulam lokam / mdayanti yuge yuge "Todas as encarnações acima mencionadas são porções plenárias ou partes das porções plenárias do Senhor. Eles são o mesmo e são também diferentes. Assim. Quem é a fonte de todas as encarnações? ®r… KŠa. N€rada.

De qualquer posição. cheio de êxtase abraçou N€rada Muni. São estes os quatro sintomas da gha˜ha-l…l€ do Senhor. as pessoas pensam que esta é apenas uma era escura cheia de pecados.O Senhor Brahm€ citou outro verso mostrando que a aparição do Senhor Caitanya também estava predita no Bhaviya Pur€Ša: . sacrifício. auto-controle. Não conhecendo esta qualidade essencial da era de Kali. as entidades vivas pecaminosas podem obter a salvação simplesmente por realizar hari-n€ma-sa‰k…rtana." . Seus membros são da cor de ouro derretido (hema‰ga). O Senhor é pacífico (anta) porque Ele renuncia a todos os tópicos que não estão relacionados ao serviço a KŠa. Ele é a morada da mais elevada paz espiritual e da devoção (parayanaƒ). renúncia aos desejos materiais e outros princípios religiosos são alcançados automaticamente por se cantar Hare KŠa com sinceridade. Então Brahm€ se levantou de repente e proclamou: . Além do próprio Senhor Supremo. que remove rápida e efetivamente os pecados da era de Kali? Caridade.O Senhor Brahm€ continuou sua explanação. Sua mente está sempre fixa (ni˜ha) em realizar hari-n€ma-sa‰k…rtana.Pode-se alcançar prazer sensorial ilimitado e a satisfação de todos os desejos simplesmente por ver uma vez a radiante e magnífica forma do Senhor Gaur€‰ga! . Kali é a era mais maravilhosa devido a esta qualidade. Glorificação aos santos nomes do Senhor é a única religião para a era de Kali. Na verdade.santos nomes como yuga-dharma universal. Sua compleição é dourada (suvarna) em Seus passatempos iniciais. o Senhor Brahm€. Seu corpo é extremamente maravilhoso (vara‰gas) e Ele é decorado com polpa de sândalo (candan€‰gadi). aparece como ®r… Gaur€‰ga. O Senhor irá tomar sanny€sa (sanny€sikc) e mostrará equanimidade (sama) de diferentes maneiras descrevendo os mistérios da devoção por ®r… KŠa e por satisfazer a todos com conhecimento e apego a KŠa. Ele silencia os que são opostos ao serviço do Senhor ensinando serviço devocional puro. quem mais poderia estabelecer o yuga-dharma de hari-n€ma-sa‰k…rtana. yajña. Ele citou o Mah€bh€rata (ViŠu-sahasra-nama stotra): suvarna-varna hema‰go / vara‰gas candan€‰gadi sanny€sakc camaƒ santo / ni˜ha anti parayanaƒ "Quando KŠa. . estudo das escrituras. a Suprema Personalidade de Deus.Depois de dizer isso. As ilimitadas glórias e qualidades dos santos nomes de KŠa destroem a ignorância e liberam do horrível ciclo de nascimentos e mortes. austeridade. citando alguns versos dos €stras para confirmar a aparição do Senhor KŠa como ®r… Gaur€ ‰ga Mah€prabhu e glorificar a Kali-yuga e o processo de hari-n€masa‰k…rtana.

N€rada. No entanto. . . Um homem religioso acumula grandes benefícios e destroi seus atos impiedosos por realizar trabalhos piedosos. Este fato é confirmado no ®r…mad Bh€gavatam (11. o Senhor lhe dará gratificação dos sentidos. A era de Kali é cheia de escuridão. Esta forma do Senhor supremamente misericordiosa não é outra senão ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. Não há nenhuma dúvida quanto a isto.O Senhor Brahm€ continuou falando: . impiedade e atividades pecaminosas. o Senhor Brahm€ chegou a esta conclusão. aquele que cantar com fé abandonará todo desfrute sensorial e conquistará o Senhor pelo seu amor puro." . O cantar dos santos nomes se espalhará por todo mundo.Depois de uma completa deliberação. o sábio tocou quatro doces melodias em sua vina.Então. pela graça do Senhor elas acabam prestando um pequeno serviço a um vaiŠava. mesmo sendo mal servido ou não sendo sequer servido? Este tipo de compaixão nunca é visto em qualquer outra yuga. ouça mais alguns tópicos maravilhosos. N€rada estava extremamente deleitado ao ouvir estas coisas do Senhor Brahm€. sair em peregrinação e por seguir os rituais religiosos. fica bem claro que Kali-yuga é a melhor de todas as eras. aparecerei como o filho de ®ac… e inalgurarei o movimento de sa‰k…rtana. N€rada disse: .ajayadhvamaja yadhvam na sansayaƒ kalau sa‰k…rtana rambhe bhaviyami ac… sutaƒ "O Senhor Supremo disse: . De repente. o que mais posso dizer? Tu já dissestes tudo o que havia em meu coração e minha alma. Na Kaliyuga." Quando o Senhor KŠa veio. Muito satisfeito.Na Kali-yuga. A era de Kali é tão especial que as pessoas das outras eras desejam nascer nesta era. Por que? Elas desejam a oportunidade de cantar Hare KŠa e pregar os santos nomes.38): "Os habitantes da Satya-yuga e de outras eras anseiam nascer na era de Kali. Se um materialista canta os nomes de Hari. A essência de todas as religiões está contida no hari-n€ma-sa‰k… rtana. Ouvindo os . Em resumo. Algumas pessoas passam muitos kalpas enredadas em atividades fruitivas. por que Ele não deu prema-bhakti aos pecadores? Que outro avatara daria prema. Hari-n€ma-sa‰k…rtana é o grande machado para cortar o nó das atividades pecaminosas.Brahm€.5. mas nada disso pode se comparar ao cantar de Hare KŠa. o cantar dos nomes e qualidades do Senhor é a religião suprema. Não há absolutamente nenhum outro dharma (prática religiosa) salvo e exceto o canto congregacional dos santos nomes do Senhor KŠa. As poucas atividades piedosas que permanecem diminuem dia após dia. uma vez que nesta era há muitos devotos do Senhor Supremo.

tópicos a respeito de KŠa deste vaiŠava, elas se liberam desta prisão
material. Então, elas se tornam tão devotadas em servir a KŠa que
não ligam mais nenhum pouco para os cinco tipos de mukti
(liberação).
Brahm€, quero dizer algo a respeito de prema-bhakti e quem é
elegível para receber gop…-bhava (o amor das gopis). O amor puro
das gop…s conquista o Senhor dos três mundos da mesma maneira
que um amante conquista o amor expontâneo de sua amada. Quem
pode explicar o prema-bhakti das gop…s? Uddhava, o grande devoto
do Senhor, estava pronto para nascer como uma trepadeira em
Vnd€vana, só para poder receber a poeira dos pés das gopis. Uddhava
descreveu isso no ®r…mad Bh€gavatam (10.47.61):
"As gopis de Vnd€vana abandonaram a associação com os seus
esposos, filhos e outros membros da família, que são muito difíceis de
se abandonar e abandonaram o caminho da castidade para se
abrigarem aos pés de lótus de Mukunda, KŠa, aquele que se deve
procurar através do conhecimento védico. Ó, deixe-me ser afortunado
o bastante para poder ser um dos arbustos, ervas ou trepadeiras de
Vnd€vana, porque as gopis pisam sobre eles e os abençoam com a
poeira de seus pés."
Os pés de lótus do Senhor em que meditam o Senhor Brahm€, ®iva,
os munis e as mais elevadas gopis são dificilmente alcançados por
eles. Lakm… Dev… massageia estes pés que têm uma refulgência
doce e indescritível. Apesar dos quatro Vedas constantemente
recitarem as glórias dos pés de lótus do Senhor, eles alcançaram com
muita dificuldade a praia do oceano onde Ele se deita sobre a cama de
Ananta ®ea.
Sendo controlado por seu amor puro e expontâneo, este mesmo
Senhor adora os pés das gop…s. Há tambem centenas de devotos que
mantém o Senhor sob seu controle por seguirem os passos das gopis.
Não há comparação ao confidencial amor puro compartilhado entre as
Vraja gop…s e KŠa, a Superalma de todas as entidades vivas. O amor
delas é inigualável e supremo.
Apesar dele às vezes poder se parecer com a luxúria manifestada por
amantes mundanos, este amor é totalmente puro e transcendental.
Esta qualidade de bhakti pura, que Ananta e Lakm… jamais ouviram
falar, será pregada pelo Senhor Caitanya na era de Kali.
- Então, N€rada a pedido do Senhor, pediu ao Senhor Brahm€ que
mandasse todo mundo em Brahmaloka se expandir e nascer sobre a
Terra durante a Kali-yuga para poderem assistir aos passatempos do
Senhor Caitanya. Depois de dizer isso, N€rada, sentindo grande êxtase
partiu de Brahmaloka.
N€rada continuou visitando os semideuses. Ele ia tocando sua vina e
cantando docemente. Este som nectário inundou o mundo de bem
aventurança e encantamento. Absorto em êxtase, N€rada cantava
"Hari bol! Hari bol!" informando aos três mundos sobre a próxima

aparição de ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu, o avatara da era de Kali. O
Senhor viria com Seus joviais associados.
Locana d€sa diz que a misericórdia do Senhor Gaur€‰ga inundará o
mundo de néctar. Todas as glórias! Todas as glórias ao Senhor do
Universo! Na Kali-yuga o Senhor aparecerá para propagar KŠa-bhakti.
Na Kali-yuga as pessoas da terra de Nadia são todas afortunadas.
Todas as glórias a Jagann€tha Mira, em cuja casa aparecerá Gaur€
‰ga!
Ó que maravilha! O glorioso Senhor Gaur€‰ga, juntamente com o
som auspicioso de búzios, mda‰gas e karatalas pregará as glórias
transcendentais do Senhor e inundará os quatorze mundos em doce
amor a KŠa. ®r… KŠa Caitanya irá primeiro saborear a doçura da rasa
de Vraja-prema. Então, Ele distribuirá esta rasa para satisfazer os
desejos de todo mundo, desde os candalas até os semideuses.
Perdido em êxtase de consciência de KŠa, eu, Locana d€sa, proclamo
que desta maneira, o super-auspicioso e bem-aventurado tesouro de
Vnd€vana aparecerá sobre a Terra.
Mur€r… Gupta continuou falando a D€modara PaŠita:
- Indra, Candra, os Yogindas e todos os semideuses ficaram felizes e
dançaram em êxtase ao ouvirem de N€rada sobre o avatara de Gaur€
‰ga. Os residentes de todos os planetas sentiram-se rejuvenescidos,
como árvores velhas que novamente brotam.
O SENHOR JAGANNšTHA GLORIFICA GAURš¥GA
- Quando N€rada voltou ao planeta Terra, percebeu um declínio das
atividades religiosas das pessoas. Elas haviam abandonado as práticas
de caridade, penitência e austeridades. Negligenciando todas as
atividades piedosas, os homens estavam usando seus corpos, mentes
e palavras apenas para glorificar as suas esposas. Os homens
estavam totalmente dedicados às mulheres e ao gozo dos sentidos.
Ninguém tinha o menor interesse por yoga ou auto-realização.
Observando estes sintomas N€rada ficou convencido que durante sua
visita a Brahmaloka a Kali-yuga descera sobre a Terra. Sentindo-se
perturbado, N€rada sentou-se para meditar.
De repente ouviu uma voz divina no céu:
- Eu sou o Senhor Jagann€tha, o Senhor do Universo e apareci como
darubrahman (forma do Senhor em madeira). Estou residindo em
Nilacala ao lado do mar para a liberação de todas as almas caidas.
Voce se esqueceu do passado? Para poder cumprir a promessa a
Katyayan… Dev…i, desci para distribuir Minha mah€-prasada para
todo mundo. Agora, ó melhor dos sábios, venha para Nilacala
(Jagann€tha Puri) em obediência à Minha ordem.
- Tomado de amor, N€rada gritou:

- Ó Jagann€tha!
- Tocando sua vina que encanta o mundo inteiro, seguiu para Nilacala.
Entrando no grande templo, ele viu a larga e redonda face do Senhor
Jagann€tha. Sua face é mais brilhante, suave e maravilhosa do que
milhões de luas.
N€rada viu o Senhor Jagann€tha como a Suprema Personalidade de
Deus, ®r… KŠa, a fonte de todas as encarnações. O Senhor estava em
êxtase e possuia um sorriso refulgente. Agora Ele aparecera como a
mais misericordiosa das Deidades adoráveis.
Caindo aos pés do Senhor Jagann€tha, N€rada disse:
- Por favor, Senhor Jagann€tha, a era de Kali já veio. Por favor dê Sua
misericórdia. As pessoas estão confusas, extremamente degradadas e
cheias de lamentação. Controladas pelos sentidos, estão se dedicando
às mais grosseiras atividades pecaminosas.
- O Senhor Jagann€tha sorriu, tocou as mãos de N€rada e disse
confidencialmente:
- N€rada, agora voce deve ir a Goloka, o mais elevado planeta
espiritual. O Senhor Gaur€‰ga reside lá. Lakm… e muitas outras
damas amorosas servem ao Senhor Hari que é o único desfrutador. Lá
os residentes são felizes. R€dh€ e Rukmin… são as rainhas principais.
Juntamente com Suas muitas expanções, elas servem ao Senhor como
Suas consortes. Seguindo Seus passos, centenas e milhares de
devotos servem ao Senhor.
Satyabham€ serve ao Senhor com a Sua incomparável beleza e
qualidades inigualáveis. Na verdade, Ela é a mulher mais maravilhosa
nestes três mundos. Ela é possuidora de toda a perícia e conhece os
limites da rasa. Satyabham€ desfruta de encantadores passatempos
que compreendem as várias artes da rasa.
Depois de adorar Sr…mat… R€dh€a‰…, o Senhor Se expande em
muitas formas para desfrutar a dança da rasa em Vnd€vana com
centenas de gopis amorosas. Com uma só boca, como é possível
descrever os limites das glórias destes doces passatempos?
Em Dv€raka, todas as damas obedecem Rukmin… Dev…. Suas mentes
estão cheias de devoção e elas sempre cantam as glórias do Senhor.
Mesmo enquanto elas estão todas juntas com KŠa, desfrutam dos
sabores da rasa individualmente.
Os quatro tipos de salvação são dados pelo Senhor de VaikuŠ˜ha. Até
mesmo as pessoas caídas no mundo material podem obter a liberação
por prestarem serviço devocional. Entretanto, apenas bhakti pura
pode controlar o Senhor Supremo. Sendo sempre acompanhado por
Lakm… Dev…, o Senhor é sempre rico; mas Ele sempre está carente
de saborear amor puro.
Assim como o açúcar não pode desfrutar de sua própria doçura, mas
ajuda os outros a desfrutá-la; da mesma maneira, coma a ajuda de
bhakti, se alcança automaticamente a salvação. A liberação impede o

fluxo natural do serviço devocional puro. Vocês devem saber que esta
prema-bhakti-yoga supera muito os quatro tipos de liberação.
O Senhor Supremo de Goloka virá para Puri como ®r… Caitanya
Mah€prabhu para distribuir Sua misericórdia. Como Senhor dos
senhores, Ele irá assumir uma forma alta e dourada. Por distribuir
livremente Sua misericórdia, irá mitigar o sofrimento de todos. Ele irá
pregar, dançar e glorificar os santos nomes. Ele distribuirá a bem
aventurança de puro KŠa-prema para liberar todas as pessoas na Kaliyuga. Agora, vão vê-lO e vocês sentirão alívio de todas as misérias.
- Depois de ouvir o Senhor Jagann€tha, N€rada Muni deixou Puri e
viajou para VaikuŠ˜ha. Enquanto viajava, N€rada estava pensando:
- Ouvi muitas conversas confidenciais no ®r…mad Bh€gavatam sobre
mukti e bhakti. Também ouvi sobre este local que é desconhecido,
imanifesto neste mundo e que está além do conhecimento védico.
Hoje vou ver este local manifesto diante dos meus olhos.
NšRADA VISITA VAIKU¦µHA
- Cheio de KŠa-prema e tocando sua vina, o grande sábio seguiu
rapidamente para VaikuŠ˜ha. Ele ficou num êxtase ainda maior
quando ouviu a doce canção dos residentes de VaikuŠ˜ha. Chegando
ao portão, N€rada louvou o Senhor ViŠu com as orações mais
auspiciosas. O Senhor de VaikuŠ˜ha estava sentado numa asana
repleta de jóias, rodeado pelos Seus associados eternos. N€rada caiu
aos pés do Senhor em submissão respeitosa. Imediatamente o Senhor
o levantou e o abraçou.
Rindo e sorridente, o Senhor disse:
- N€rada, por favor, revele sua mente para Mim. Diga-Me
imediatamente os segredos de seu coração. Estou ansioso em realizar
os seus desejos. Vou lhe revelar tudo o que você desejar compreender.
De mãos postas e com o coração humilde, N€rada respondeu:
- Meu Senhor, és a Superalma de todas as entidades vivas. Uma vez
que já sabes de tudo, que mais posso dizer? Em Tua forma
darubrahma do Senhor Jagann€tha, falastes sobre uma Tua forma
maravilhosa. Agora desejo ver esta forma.
- Então, o Senhor N€r€y€Ša, o reservatório de todas as qualidades
transcendentais, disse:
- Esta forma é a Minha forma original, repleta de muitas energias
diferentes que se portam como uma sombra. Elas servem a esta forma
em Suas ilimitadas encarnações.
Eu sou todo-penetrante e estou dentro de tudo. Lakm… Dev… e as
quatro muktis (formas de salvação) sempre Me seguem. Sou a riqueza
de Lakm… Dev…. N€rada, este planeta VaikuŠ˜ha para o qual você
veio é uma expanção do original, o planeta espiritual mais elevado
chamado Goloka Vrnd€vana. Os quatro tipo de mukti atuam aqui como

Ele é uma árvore dos desejos de compaixão. Suas formas corpóreas eram muito atrativas. Posso dizer com certeza que Gaurahari está além do toque de m€y€. Vendo alguns carramanchões floridos. Entretanto. De repente. Logo N€rada chegou a um bosque. Ó grande sábio N€rada. O trono estava sobre uma plataforma de jóias debaixo de árvores dos desejos inacreditavelmente belas. Só Ela controla KŠa. em Goloka Vnd€vana não há nada além de serviço devocional puro expontâneo. Sua morada é chamada Mah€ VaikuŠ˜ha. virando a cabeça sem nenhum motivo e então saia correndo. Eles pareciam completamente satisfeitos por uma bem-aventurança interior criada pelo amor puro a Deus. viu uma forma dourada de KŠa. mais refrescante do que milhões de luas. ®r…mat… R€dh€a‰… é a energia original. ali sentado pacificamente. seu corpo mostrava vários sintomas de amor transcendental como arrepios. Milhares de Cupidos rodeavam o Senhor. sentado sobre um trono dourado brilhante e magníficamente decorado. Três quartas partes das energias do Senhor estão no mundo espiritual. uma suave brisa de VaikuŠ˜ha soprou sobre ele. o desfrutador supremo. e ao longe ele viu uma maravilhosa refulgência. maravilhosa e doce do que o mel. Sua forma era mais nectárea. ®r… KŠa Caitanya. N€rada viu que os residentes de Goloka estavam num humor jovial. ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. Sua face gentil estava adornada com um sorriso extático. Um ramo de mangueira cobria um pote d'agua ao lado do trono. O bosque era iluminado por lâmpadas de jóias. Tomado de êxtase.uma sombra que encobre a brilhante realidade de bhakti. esperando para servi-lO. Os sentidos de N€rada se tornaram inertes quando ele sentiu a doce fragrância dos pés de lótus do Senhor. N€rada lembrou-se do desejo de Uddhava em nascer como uma trepadeira em Vnd€vana. que brilhavam como o sol. Ali. Num momento ele corria. Sua conversa era um canto nectáreo e seu andar era cheio de dança e de gestos dramáticos. Árvores kalpa-vksa e kamadhenu (vacas surabhi) embelezavam a paisagem. o iksa-guru do mundo inteiro! NšRADA VÊ GAURš¥GA EM GOLOKA . chamando "Gaur€‰ga!" No momento seguinte dava passos cambaleantes. . O dedão do pé esquerdo de Gaur€‰ga R€ya tocava o pote.N€rada seguiu para Goloka tocando sua vina e cantando as glórias de Hari. a própria encarnação de prema. bem no centro de Goloka. o mais elevado planeta entre os VaikuŠ˜has. vá a Sua morada e busque abrigo em ®r… Caitanya Mah€prabhu.

Destruistes todas as minhas misérias e todas as minhas dores. com Suas milhares de bocas. Ele caiu aos pés do Senhor e os banhou com suas lágrimas. o Senhor levantou N€rada e o colocou em Seu colo. Das quatro direções. Meu querido Mah€prabhu. passando para Madhupr…y€. O maravilhoso corpo de Mah€prabhu brilhava como ouro derretido. Alguns dizem que és a refulgência suprema. Esta o deu para Rukmin… que então usou a água do Ganges celestial para banhar Gaur€‰ga Mah€prabhu. Tu és completamente idescritível. que o deu a Candramukh…. Teus passatempos transcendentais desafiam toda a compreensão. Brahm€.Ó meu Senhor. não pode compreender-Te. condensada em uma só forma. Ananta. Tilottam€ (uma das apsaras de Indra) encheu outro pote d'agua. todos banhavam a forma transcendental do Senhor Caitanya. Satyabham€ deu aromas celestiais. Tu és muito querido para mim. Ele estava sendo adorado por devotos que cantavam um mantra de quatro sílabas. Nagnajit… deu um pote cheio d'agua a Sulakshan€. Alguns dizem que és a Personalidade Suprema. Por Tua misericórdia acabei de ver-Te na forma do . Subhadr€ e Bhadr€. Jamais havia visto tamanha beleza nectárea. De acordo com os Vedas. Esta o deu a R€dhik€ Ra… (R€dh€r€‰…) que o despejou sobre a cabeça de Gaur€ ‰ga em abhieka. Apesar de tentar. Esta mesma forma aparece em VaikuŠ˜ha com quatro braços. vestes. seguravam potes d'agua feitos de jóias e permaneciam ao lado direito do Senhor. o grande sábio ficou cheio de amor a Deus. Ninguém pode obter a liberação mesmo que conheça tudo sobre Tua energia todo penetrante. padma. sankha e gada. Neste instante. Os melhores menestréis estavam próximos do Senhor Gaur€‰ga R€ya. Até o meu pai. e Ele porta os quatro símbolos de ViŠu em Suas quatro mãos: cakra. não pode encontrar fim nas Tuas qualidades transcendentais. Nenhuma quantidade de especulação pode avaliar-Te. Não há exemplo que possa descrever o Teus aspecto refulgente. Lá Seus corpo tem a cor de uma nuvem de chuva recém-formada. não pode glorificar-Te adequadamente. Outros dizem que Tua existência desafia definição. Agora minha vida está perfeita. jóias e ornamentos para o Senhor. jamais havia visto nada tão maravilhoso. Sorrindo.R€dhik€ e Suas amigas gop…s (representando as energias de Vnd€vana). guirlandas e ornamentos a Lakman€. Ao Seu lado esquerdo (representando as energias de Dv€raka) estavam Rukmin… e Suas companheiras. Ao ver Gaur€‰ga. segurando potes de ouro contendo agua em forma de jóias. a melhor forma de meditação é sempre se lembrar da abhieka do Senhor de Goloka. Seus dois braços eram longos e graciosos. N€rada disse: . damas celestiais vinham trazendo maravilhosas vestes. Com potes de ouro cheios d'agua do Ganges celestial misturada com jóias. louvando-O com orações magníficas.

Ele e servido pelo Senhor ®iva e pelo onze Rudras. Por favor. advinhação ou especulação filosófica. rei dos sábios. . Balar€ma. Sinto grande angústia. sem compreender os Vedas.Senhor Gaur€‰ga e é impossivel que consiga conceber-Te de forma mais maravilhosa. .N€rada Muni. Ele arranja as encarnações que depois entram no mundo material. Vamos a Navadv…pa e vamos liberar as pessoas de Kali-yuga pregando o serviço devocional puro. Por que diferentes filósofos apresentam pontos de vista conflitantes? Alguns sustentam que a Verdade Absoluta possui unidade indiferenciada. o maior de todos os controladores. Eu compreendo plenamente que estás além do conhecimento científico. . Yogis e sa‰karistas acreditam que bhakti é uma forma grosseira para se aproximar do Supremo. agora estão realizando passatempos no oceano de leite. cuja expanção é Ananta. Eles dizem que somente através do misticismo e da meditação é que se pode realizar a transcendência. De acordo com os Vedas. em Sua forma expandida de Kirodakaayi ViŠu e sua esposa Revat….Depois da partida de N€rada. Todas as Suas graciosas rainhas. cantou: "Hari bol! Hari bol!" Locana d€sa declara que se ficará embalado por ondas de êxtase todo aquele que ouvir esta conversa transcendental. o Senhor Gaur€‰ga sorriu e disse: . sempre pensa sobre o bem estar do mundo. alguns seguem o caminho do varn€ramadharma. os devotos são resolutos em sua consciência. vá depressa a Svetadv…pa e pessa ao Senhor que tome o nome de Nity€nanda e apareça na Terra com Seus associados eternos. Eu resido em Svetadv…pa junto com meu irmão mais velho Balar€ma. tentam apresentar a conclusão do Ved€nta. Meu Senhor. dê-me a misericórdia de Teus pés de lótus.O Senhor. sentindo bem aventurança e satisfeito por ter ouvido o Senhor Gaur€‰ga. Alguns munis. o Senhor pensou conSigo mesmo e então anunciou a Seus associados: . deixe-me morrer e renascer para que possa alcançar prema-bhakti levando uma vida consciente de KŠa. Eles simplesmente fixam suas mentes nos pés de lótus do Senhor e O adoram com atenção indivisa.Depois de ouvir o apelo de N€rada Muni. Ele estava acompanhado por R€h€r€Ši à Sua direita e por Rukmin… à Sua esquerda. GAURš¥GA DIZ PORQUE ELE DESCE Mur€r… Gupta continua narrando a D€modara PaŠita: .N€rada.Ouçam atentamente conforme explico porque encarno sobre a Terra. queridos associados e companheiros íntimos também estavam presentes. Entretanto. venha coMigo. N€rada. Todos estavam ansiosos em ouvir as nectáreas .

senapati significa comandante militar e bhakta significa devoto. Milhões de olhos não seriam suficientes para contemplar a beleza inigualável da face do Senhor. Como muitas aves cakora anseiam pelos raios da lua. mas como o Senhor Gaur€‰ga conquistarei a todos com o Meu amor. Com eles conquistarei as pessoas de mentalidade demoníaca e concederei a elas serviço devocional puro a R€dh€ e KŠa. Ensinarei pessoalmente às pessoas a diferença entre religião e irreligião. Assim. Em Minhas outras encarnações assumi formas bravias e utilizei armas poderosas para aniquilar muitos demônios ferozes e invensíveis. as pessoas ignorantes continuam a cometer atividades pecaminosas. Com o poderoso fio de n€ma-sa‰k…rtana. de Minhas qualidades e a potência de Meus premabhaktas (devotos puros). Sem compreender o propósito de Meu advento. Entretanto. premabhakti. sem outras considerações. aparecerei como filho de Jagann€tha Mira e ®ac… M€t€. Deste modo. o Senhor Gaur€‰ga revelou a razão de Seu aparecimento sobre a Terra. . enviarei mor senapati bhakta para ir lá liber€-los. da mesma maneira os seus olhos estavam sedentos para beberem o néctar da face de lua do Senhor Gaur€‰ga. Nas Minhas encarnações anteriores Eu matava demônios. todos vocês venham coMigo e vamos destruir a atividades pecaminosas da Kali-yuga. Revelando o propósito de Sua encarnação para todos os Seus associados eternos.palavras do Senhor. Em Navadv…pa. às margens do Ganges. Devo lhes dar a jóia mais difícil de ser conseguida. Agora. o Senhor Caitanya disse: .Em todas as eras apareço no mundo material para liberar os santos e para restabelecer a religião. Vendo a condição degradada da Kali-yuga. uma clara referência a ®r…la Prabhup€da) Vou inundar o universo inteiro com o Meu amor. sinto muita compaixão e Me encarnarei pessoalmente para manifestar o Meu amor. ainda assim conseguirão Minha misericórdia. o Senhor Caitanya empregaria O Seu devoto para difundir consciência de KŠa em todo mundo. (mor significa Meu. Nem uma gota de miséria ou lamentação deverá permanecer. É doloroso para Mim verificar que após a Satya-yuga as atividades pecaminosas aumentam gradualmente com o progresso das eras. Mesmo que os pecadores rejeitem a religião ou fujam para países extrangeiros. na Kali-yuga usarei as armas dos Meus santos nomes transcendentais. cortarei os fortes nós dos desejos demoníacos nos corações de todas as pessoas. Locana d€sa canta alegremente sobre o aparecimento do Senhor Caitanya. Vou distribuir gratuitamente Meu amor extático para os semideuses e para todas entidades vivas móveis ou inertes.

cantava os nomes de KŠa e caia de volta ao solo.Enquanto isso. Quando o Senhor luta. A presença do Senhor Baladeva. Em uma expansão Ele serve ao Senhor. de onde havia partido. mantem um universo em cada um de Seus ilimitados capelos. Com voz entrecortada pelo êxtase. todos tinham personalidade atrativa e mansa. tocando sua vina.. doença. Em função disso. Estes dois Senhores têm uma . NšRADA VISITA O SENHOR BALARšMA . O Senhor Balar€ma R€ya assiste ao Senhor KŠa em Seus ilimitados passatempos prazeirosos sobre a Terra. Ele é o mestre destes três mundos. N€rada pensou consigo mesmo: . Pouco a pouco pôde se recompor com grande dificuldade. invalidez. Lembrando-se desta maravilhosa forma. seus olhos estavam úmidos de lágrimas. Ele é o controlador supremo que permanece no centro de Svetadv…pa realizando inúmeros joviais passatempos transcendentais. Considerando-se abençoado por testemunhar tudo isso. turvando sua visão. N€rada Muni viajava. Ele Se transforma em uma folha de figueira-de-bengala para carregar o bebê KŠa. Ele caia e cambaleava como um bêbado. Este é o meu querido Senhor Balar€ma. Brisas suaves carregavam a doce fragrância de flores celestiais. em outra suporta o Universo. Ele estava indiferente a todos e nem reconhecia os amigos. Todos os residentes compartilhavam de mútuos sentimentos de amizade. Cordões de pérolas estavam dependurados em todas as portas. Ele também mata muitos demônios. a Deidade predominante no oceano de leite. Velhice. ele estava intoxicado por Gaur€‰ga-prema. uma das expansões de Balar€ma. Na verdade. caia para trás. Tomado por KŠa-prema. De muitas maneiras o Senhor Balar€ma serve o Senhor com perícia. Só podia ver Gaur€ ‰ga.Enquanto contemplava a forma bem-aventurada do Senhor Gaur€ ‰ga em seu coração. N€rada rugia como um leão. gratificando o grande sábio. dentro de todo mundo. Balar€ma Se expande em três formas para prestar serviço amoroso a KŠa. N€rada viajou até Svetadv…pa. era sentida em todo lugar. cuja refulgência corpórea brilhava com milhões de sóis. a morada do Senhor Balar€ma. Ananta. assento e guarda-sol. Balar€ma Se torna Suas armas transcendentais. O Senhor Balar€ma serve ao Senhor KŠa como Sua cama. Na ocasião de pralaya (inundação do universo). lamentação e morte eram inexistentes nesta realidade sobrecarregada de bondade pura. Vou vê-lO no meio do oceano de leite e vou comunicar-Lhe a ordem de ®r… Caitanya Mah€prabhu. Após andar uns poucos passos.Em breve meus olhos verão o Senhor dos três mundos e cairei em êxtase aos Seus pés.

Aceitando o humor de R€dh€r€Š… em Seu coração. já sabes de tudo o que levo em meu coração.Estando absorto em tais pensamentos. N€rada. É claro. de tom avermelhado. diga-me o que desejas.Meu Senhor. Junto com Seus amigos. Meu Senhor. Tu já deves saber de todas estas coisas. O melhor dharma é destruir a irreligião. N€rada perdeu o equilíbrio e caiu no chão. . Balar€ma R€ya olhou à Sua volta e gargalhou alto. Cheguei a esta conclusão depois de estudo profundo. com sua vina vibrando atrativamente. as pessoas poderiam se sentir felizes. como o rei e seu ministro. Assim. Perdido em êxtase. Com muito respeito o sábio respondeu: . Recostado em uma almofada. O Senhor disse: . o Senhor dos três mundos. Ao ouvir a ordem de Mah€prabhu como transmitida por N€rada. cercado pelos Seus associados íntimos. dirigindo-lhe palavras afetuosas. A era de Kali está repleta das mais hediondas atividades pecaminosas. Ela contemplava Seu Senhor com olhar amoroso. Sentado em um trono de alvura imaculada. e assumindo a compleição externa de R€dh€ e completamente absorto no humor de R€dh€. O Senhor ordenou-me que anunciasse isso e após ouvir. Seus olhos de lótus. Neste instante. Sentindo muita compaixão por elas. . de onde voce vem? Estou ansioso em saber as novidades. Outros ricos adornos permaneciam encobertos pelas Suas vestes. Seu pescoço era ornado com colares de jóias e pérolas. tranquilizando-o. meu Senhor decidiu aparecer sobre a Terra para restabelecer os princípios religiosos e manter os Seus devotos. brilhavam como se intoxicados. amigas e numerosos devotos Ele irá inundar a criação com o humor de Vraja-bhava. abanavam alegremente o Divino Casal com belas camaras. chegou diante do Senhor Balar€ma. N€rada Muni alegremente entrou no palácio. usando pulseiras e cintos com sininhos que soavam melodiosamente. o Senhor Balar€ma parecia magestático como uma montanha. rubis e corais.só mente. As pessoas não sabem como se liberarem. Ele viu a maravilhosa face em forma de lua branca do Senhor Balar€ma.N€rada. o que posso dizer? Uma vez que és a Superalma. Expansões diretas e parciais destes dois Senhores também descerão para a Terra. O Senhor exibia um sorriso gentil. Com olhos semicerrados. Ele falava com voz balbuciante. Rapidamente. lançava olhares furtivos e indiferentes. Muitas servas. o Senhor aparecerá sobre a Terra. Cheio de amor extático. nectário em lábios finamente desenhados. Revat… preparava tambula (refrescos de noz de betel) e servia o Senhor. os sentimentos amorosos dos residentes de Vnd€vana. Assumindo o nome de Nity€nanda deves aparecer com Eles. o Senhor Balar€ma segurava Sua cabeça com Sua mão esquerda e a mão de Revat… com a mão direita. o Senhor levantou N€rada e o colocou sobre o Seu colo.

Pela misericordia de Gaur€‰ga. Depois de desposar Advaita šc€rya ambos pregaram prema-bhakti. Assumindo o nome de ®r… Nity€nanda Prabhu. disseram que ele estava no modo da ignorância. Obedecendo à ordem de Mah€prabhu. A encarnação de Gaura é extremamente rara. vamos para a Terra. Entretanto. as pessoas da Terra acreditaram estar no modo da ignorância.N€rada. Gaurahari. Seus vários associados apareceram na Terra com novos nomes e identidades. Ele recebeu o título de "Advaita Acarya" após completar o estudo dos Vedas. a encarnação suprema. o Senhor Balar€ma disse a Seus devotos para descerem à Terra. Abandonem todo apego material e desenvolvam atração por KŠa. façam que todos cantem as qualidades transcendentais do Senhor Caitanya. Estes tolos. devotos ignorantes não podem conhecer a posição verdadeira de Hari Hara. que não podem perceber a natureza interior. No trayoda… de m€gha. Assim. Seus pais O chamaram Kuvera PaŠita e como sanny€s… Ele foi chamado Nity€nanda. Com o nome de S…t€. Este modo da ignorância predomina nos devotos materialistas. Mantendo uma palha entre os dentes. Na forma de Ananta ®ea. aparecerá na Kali-yuga. Esta grande personalidade anteriormente conhecida como Mah€Mahevara estava completamente situada no modo da bondade. Como alguém pode especular erroneamente que Hari Hara (ViŠu e ®iva) estão no modo da ignorância? Agora vamos considerar como o Senhor Gaura é a melhor de todas as encarnações. Vou ensinar as glórias confidenciais de Gaur€‰ga Mah€prabhu. este Senhor mantém a criação sustentando os universos sobre Seus capelos. o Senhor Balar€ma apareceu na Terra numa família de brâmanes como filho de Hadai Pandita e Padmavati. Ele é a fonte de bem-aventurança ilimitada. Locana d€sa canta as glórias de Gaur€‰ga. O Senhor Balar€ma disse: . durante uma auspiciosa conjunção estrelar. a deusa Katyayan… apareceu na Terra em uma família de brâmanes.o Senhor fez um som tumultuoso. Vendo apenas o comportamento externo. . os sem vida recuperarão a vida e os cegos verão o caminho (fim da narração de Mur€r… Gupta a D€modara PaŠita). as pessoas ignorantes. Apego amoroso ao Senhor agirá como um barco para atravess€-los o oceano da existência material. a essência de todas as encarnações. AS GLÓRIAS DOS ASSOCIADOS DE GAURš¥GA Seguindo as ordens de Mah€prabhu. Mahea µh€kura (Senhor ®iva) assumiu o nome de Kamalakana e apareceu numa família de brâmanes.

Tratava sempre os vaiŠavas com amor grande e respeito. Ram€nanda R€ya. tento descrever o seu caráter. KŠa d€sa. Harid€sa µh€kura. Às vezes ele estava imerso em KŠa-bhava. um dos principais . ViŠu Puri. Gad€dhara d€sa. uma alma caída como eu pode contar a todo mundo as magníficas glórias do seu Senhor Gaur€ ‰ga. Estou simplesmente listando seus nomes em ordem alfabética sem considerar seu esplendor individual. Como posso professar que conheço a identidade destes avataras e explicá-los? E também. os doze vaqueirinhos de Vraja. Na era de Kali ele é Narahari Sarakara. Vivendo na vila de ®r… Kanda. Purandara PaŠita e Param€nanda Vaidya vieram. O próprio ®r… KŠa apareceu na casa de ®ac…dev… e Jagann€tha Mira. Jagad€nanda PaŠita. Uddharana Datta são glorificados entre os dvadasa gopalas. M€dhava Puri. Mukunda Datta. R€ma d€sa. Prestando respeito a meu Gurudeva. Absorto em amor puro por R€dh€-KŠa. confesso que sou pouco inteligente e que não compreendo as verdades sobre o Senhor. Como seu corpo era feito de pura R€dh€-KŠa rasa. M€dhava e Vasu Ghosh vieram juntos para a Terra pregar a consciência de KŠa. Mur€r…. e às vezes imerso em R€dh€-bhava. às vezes ele manifestava algum passatempo transcendental. Sundara. ®r… Gad€dhara PaŠita. Vakrevara. D€modadara PaŠita veio com os seus quatro irmãos. uma encarnação de néctar e muito querida de ®r… R€dh€. tinha grande influência entre os vaidyas (uma classe de doutores). Puruottama. ele ficou famoso como "Narahari Caitanya". Alguns associados se associaram ao Senhor bem no início de Seus passatempos e outros vieram mais tarde. Não tenho nenhum poder para identificá-los. não posso dizer o que ouvi dos grandes €c€ryas porque sou muito tímido ao falar. Param€nanda Puri. ViŠupr…y€. peço a ele que desconsidere minha ousadia e não fique irado. ®r… Kamal€kara. Paramesvara d€sa. ®r… R™pa. ele costumava apresentar sintomas de bhava. San€tana. Seu corpo era cheio de KŠa-prema e ele vivia pregando a consciência de KŠa aos seus seguidores. Gopin€tha e K€… Mira µh€kura eram seguidores entusiasmados do Senhor Caitanya. K€…vara. ®r…vasa. Apesar de não ter força alguma. Na Vraja-l…l€ ele era Madhum€t…. Gaur… d€sa. Govinda. Meu senhor Narahari d€sa.Eu. Govinda (e seus seguidores rendidos). Kala KŠa d€sa. Locana d€sa. Inúmeras entidades vivas receberam a mostra de sua misericórdia. Pela misericórdia de seus pés. Ÿvara Puri. Raghava PaŠita e autor apareceram na Terra. Seus pés de lótus são o único objeto de minha vida. Ele era incansável devido ao grande apego por KŠa. Sua fama se espalhou pelo mundo. V€sudeva Datta. ®r… Narahari Sarakara Prabhu é meu senhor e mestre. Vnd€vana d€sa. Ele seguia sempre os ensinamentos puros de ®r… Caitanya Mah€prabhu.

Entretanto. Raghunandana µh€kura. a Deidade de Raghunandana comeu um laddu diretamente de sua mão.Raghunandana. Um dia ele desmaiou ao ver uma pena de pavão numa assembléia real. O que mais posso dizer? Sou tolo e pouco inteligente. sem qualquer distinção. Os devotos viram Raghunandana como Cupido quando ele se sentou no colo do Senhor Caitanya. Uma alma condicionada limitada nunca pode conhecer o poder do Senhor Sri KŠa. ele costumava conversar pessoalmente com sua Deidade de KŠa. Pode-se fazer todas estas coisas. ele encantava as mentes do Universo inteiro enquanto dançava. inteligente e seu corpo era saturado com a bem-aventurança da consciência de KŠa. mas estou assumindo a tarefa de escrever uma biografia sobre o Senhor Gaur€‰ga. Seus passatempos era muito doces e sua vida era uma bênção para o mundo. Pelo toque divino de Gaur€‰ga Mah€prabhu. peço que vocês me abençoem. Assim como um cego que deseja ver pedras preciosas. um homem sem a língua pode transmitir de maneira celestial tópicos transcendentais e . Tendo a força de KŠa dentro de si. você é a Minha vida e a Minha alma. Ele mostrava sua afeição para com todos. Outro pode tentar contar todas as partículas de poeira do mundo. Por que me preocupar em mencionar Suas armas eternas associadas? Todas elas vieram para a Terra. um mudo vira tagarela. Quando era apenas um menino. Assim sendo. Abhir€ma Gosv€m… disse que Raghunandana era a encarnação de Cupido. Raghunandana era belo. Posso contar as estrelas do céu. da mesma maneira. o Senhor Caitanya disse certa vez: . Na verdade. Esta visão o fez lembrar do seu amado todo atrativo Senhor KŠa. Falava sempre palavras belas e doces. Quem pode sondar o relacionamento íntimo que os associados eternos do Senhor Caitanya têm com o Senhor? Somente as expanções confidenciais do Senhor. aquele que tiver realizado KŠa pode ver o Senhor. nunca ninguém o ouviu dizer algo cruel. De mãos postas.associados de ®r…man Mah€prabhu. era um devoto puro que tinha fé completa nos ensinamentos do Senhor Caitanya. dentro do meu coração desejo intensamente pregar a mensagem do Senhor Gaur€‰ga. Seu sobrinho foi o devoto mundialmente famoso. qual o tolo que poderia considerá-lo apenas uma criança pouco inteligente? Quem pode descrever as qualidades de um vaiŠava tão raro e elevado? Na verdade. Desta maneira. como poderia nomeá-las todas? Alguém pode tentar medir o oceano com um pote. ou anão que deseja alcançar a lua com as mãos ou um manco que deseje escalar os Himalaias. O pai de Raghunandana. mas é impossivel escrever tudo sobre os passatempos de ®r… Caitanya Mah€prabhu. Ele era um reservatório de R€dh€-KŠa prema. De fato. como Ananta e outras podem conhecê-lO. ®r… Mukunda d€sa.

Todas as glórias a Advaita šc€rya.até sem estudo. Tomando a poeira desta personalidades sobre a minha cabeça. Só pela misericórdia dos vaiŠavas é que esta biografia será completada com sucesso. mesmo um tolo de nascimento baixo como eu deseja saborear o néctar da consciência de KŠa. Antes dos associados eternos do Senhor Caitanya nascerem. Sou o mais baixo dos caídos. um analfabeto tolo pode explicar a verdade sobre o Brahman. os passatempos extáticos de Sri Gaur€‰ga Mah€prabhu no šdi-khaŠa. uma encarnação de compaixão. agora irei descrever o šdi-khaŠa. De mãos postas e cheio de humildade. o S™tra-khaŠa de ®r… Caitanya Ma‰gala está terminado. o Senhor todo poderoso. de meu Gurudeva e dos devotos. Locana Dasa peço ao Senhor que realize meu desejo de completar este livro. Os vaiŠavas mais elevados apareceram sobre a Terra para explicar o conhecimento confidencial sobre KŠa. da mesma maneira. bondosamente depositou sua afeição sobre esta criatura caída e degradada. Mantendo uma palha entre os dentes e oferecendo as minhas mais humildes reverências. Apesar de estar sem ajuda e cego pelo apego às mais baixas atividades pecaminosas. eu. Narahari Prabhu. Todas as glórias a Nity€nanda Prabhu. Pela misericórdia do Senhor. o Supremo Senhor Hari apareceu como um ser humano. rendo-me aos pés dos vaiŠavas repetidas vezes. anunciou-se: . que não é diferente de Sadaiva. šDI-KHA¦A CAPITULO 1 PASSATEMPOS DO NASCIMENTO DE SRI CAITANYA Todas as glórias a Gad€dhara e a ®r… Gaur€‰ga. Como a mãe alimenta seu filho sem qualquer motivação. ele me salvou. Locana d€sa sugere que agora discutamos os premavilasa. o Senhor Gaur€‰ga exibiu Sua misericórdia sem causa para todas as entidades vivas. Vendo a extenção de Sua misericórdia. Ouçam todos. Todas as glórias aos exaltados devotos do Senhor Caitanya. espero completar este manuscrito sem impedimentos.

Devido a intenso amor. Sons de "Jai! Jai!" encheram o Universo. sua voz falhou e seu corpo tremeu. os olhos de lótus de ®r… Advaita ficaram vermelhos e úmidos pelas lágrimas. não tinha ninguém que se comparasse a Ele nestes três mundos. Advaita šc€rya respondeu: . Se manifestou. Nesta hora. ficarei queimando de ansiedade ante este incidente. Alguns disseram que Ele era o Brahman eterno e supremo. Esquecida de si mesma. Brahma. O ventre de ®ac… agora exibia um brilho centenas de vezes maior. o que voce está fazendo? Não posso compreender este Seu comportamento incomum. que esperava a Suprema Personalidade de Deus em seu ventre. chegou Advaita šc€rya. seus lábios tremiam. ®ac…dev… trouxe água para lavar os pés do šc€rya. Ele circunambulou ®ac…mata e ofereceulhe reverências. como choro e arrepios. uma luz deslumbrante veio do ventre de ®ac…m€t€ e iluminou todo o seu lar.šc€rya Gosv€m…. Outros disseram que Ele era a forma sutil do Senhor N€r€yaŠa. Sua face ficou rubra como o sol nascente. Dia após dia. no futuro voce vai compreender tudo. Jagann€tha Mira. levantou-se respeitosamente. levantou-se respeitosamente para recebê-lO. o mundo inteiro ficou feliz. Nagas e seres humanos contemplaram em êxtase. o Senhor Supremo. Jagann€tha Mira exclamou: . o ventre de ®ac… aumentava de tamanho e refulgência. Os semideuses vieram e se apresentaram diante dela. Tomado de grande êxtase. Realizando o sentido profundo das escrituras. Advaita šc€rya. Alguns disseram que Ele tinha uma refulgência divina. Saunaka e outros oraram: .. a personalificação da bem-aventurança derradeira.Jagann€tha. Então.A hora do aparecimento do Senhor no ventre de ®ac…dev… chegou. Jagann€tha Mira e ®ac… ponderaram sobre o incidente. ®iva. Purandara Mira (Jagann€tha Mira) ofereceulhe um assento. imaginando porque šc€rya adorou o ventre de ®ac…. dissipe minhas dúvidas. Depois de seis meses. Assim que Advaita šc€rya viu ®ac…. De repente. a morada de todas as qualidades transcendentais. Vendo isso. adorou o ventre de ®ac… untando-o com uma pasta de sândalo fragrante. Ele a circunambulou sete vezes. ®ac…dev… não via nada além de felicidade em todo canto. ®r… Advaita Prabhu exibiu sintomas de êxtase pelo corpo. As pessoas imaginavam que uma grande personalidade logo apareceria na casa de ®ac…. Esta personalidade elevada agora estava buscando abrigo no ventre de ®ac…m€t€. ofereceu-lhe respeitos e saiu sem dizer nada. Semideuses. De outra maneira. Pôs a poeira dos pés de Advaita šc€rya sobre sua cabeça e O louvou com palavras humildes. Por favor. Este estranho comportamento do idoso e respeitável šc€rya surprendeu ®ac…dev… e encheu de dúvidas Jagann€tha Mira.

Todas as glórias ao Maha-ViŠu que Se deita sobre o oceano causal. Tal compaixão sem paralelo nunca foi vista antes.Todas as glórias ao inalgurador do movimento de sankirtana. Depois de saborear a doçura de Teu amor divino. ®ac…dev… sentiu muita satisfação ao ouvi-las. Ele o distribui livremente para todo mundo. sentiu um aumento da felicidade em todas as direções. Agora. Uma brisa suave dissipava uma fragrância celestial em todas as direções. O Senhor Supremo é transcendental aos três modos da natureza. o amante de R€dh€. ®ac…dev… tratou a todos com muita amabilidade.. Todas as glórias ao infalível Senhor que é a bemaventurança eterna personalificada. Na Kali-yuga Ele Se manifesta no ventre de ®ac…dev… para desfrutar Seus passatempos transcendentais neste mundo. Rahu engoliu a lua cheia do mes de phalguna. o único som ouvido em Seu advento foi o canto alto de "Hari bol! Hari bol!" . Na Kali-yuga o Senhor desce para Se dar a todo mundo sem discriminação. os semideuses circunambularam o Senhor Gaur€‰ga cantando: . Todas as glórias ao Senhor que concede a todos a divina bemaventurança. Todas as glórias ao Senhor dos inumeráveis planetas VaikuŠ˜ha.Todas as glórias ao Senhor que é eterno. Todas as glórias o querido filho de Nanda Mah€r€ja que rouba os corações de todos. Até mesmo os candalas irão desfrutá-lo. Todas as glórias ao Senhor que é conhecido como dhira lalita. Todas as dez direções sentiam-se muito felizes. Trêmulos de alegria. Assim que ®ac… chegou ao décimo mês de gestação. Todas as glórias ao Senhor do céu espiritual que é a raiz suprema de todas as existências. Depois de realizar este amor. Com as sua quatro bocas. ilimitado e que é o único sem um segundo. dê-nos uma partícula de prema para que possamos nos juntar a Ti e glorificar R€dh€ e KŠa. Todas as glórias ao Senhor que sempre protege os Seus devotos. Tu o distribuis para todo mundo saboreá-lo sem considerar os seus defeitos. Todas as seis estações se manifestaram simultâneamente no momento do auspicioso aparecimento do Senhor. No auspicioso dia e instante do aparecimento de Gaur€‰ga. Todas as glórias ao Senhor de VaikuŠ˜ha. A BELEZA DE NIMAI ENCANTA O UNIVERSO As pessoas de Nadia estavam à beira do Ganges e enchiam a atmosfera cantado Hari-n€ma. nós nos vemos em apuros. Por arranjo do Senhor. os semideuses desceram em seus aeroplanos celestiais para ver o bebê dourado por um instante. Por favor. o Senhor Brahm€ ofereceu várias orações ao Senhor Gaur€‰ga. Então.

swastika. Ele tinha um peito aberto e Seus braços eram longos e iam até os joelhos. Ao verem a beleza do Senhor. todo mundo veio admirar a doce beleza do menino. desafiava a beleza da flor de sésamo. A face de Gaura brilhava com o brilho de centenas de luas. bem formado. o Rei dos reis. O Universo inteiro não poderia conter a imensa felicidade que Jagann€tha Mira sentia ao ver a face de seu filho. começaram a cantar: . Quando O viram. Logo após o Seu nascimento. aguilhada. ®ac… agitou sua mão e gritou com uma voz emocionada a seu esposo Jagann€tha Mira: . . Seu queixo finamente formado e Suas faces radiantes. as nagakany€s (filhas do rei serpente) e os Vedas personalificados tambem vieram glorificar Gaurahari. Indra. Suas coxas poderosas pareciam troncos de bananeiras.Nunca vimos ou ouvimos falar de um menino que só por vê-lO nossos corações imediatamente palpitassem de desejo. Suas costelas eram fortes e curvadas atrativamente. fruta jambo e um triângulo rodeado por potes d'agua. Seus pés eram como a flor de lótus vermelha. guarda-sol. As senhoras disseram: . Parecia a todo mundo que Ele era o amante das gop…s.O tesouro de VaikuŠ˜ha apareceu no quintal de ®ac…dev…. Seu nariz elegante. A afeição brotava no coração de quem quer que visse Seus lábios vermelhos. Suas solas eram marcadas com uma bandeira. Sentimos uma tração irresistível por Gaura Prabhu. Estas marcas e sintomas auspiciosos indicavam a personalidade mais exaltada. Seu coração pulsava de elegria. O corpo inteiro de Gaura era saturado de bem-aventurança. Cada um dos Seus membros manifestava uma abundância em rasa. Todos sentiam como se já tivessem uma relação muito antiga e íntima com Ele. Seu sorriso se assemelhava a uma flor de lótus desabrochando. os kinnaras e gandharvas. raio luminoso. os olhos de todos se untavam de néctar. Não há um só dia que possamos passar sem vê-lO. como se estivessem vendo o amante mais querido. O efeito combinado de toda esta beleza era como um rio de néctar fluindo.Jai! Jai! Os semideuses. carruagem.Prabhu venha correndo! Venha ver a beleza da face do seu filho e fazer de sua vida um sucesso! As senhoras da vila correram excitadas para abençoar o menino. e outros semideuses vieram à Terra só para satisfazerem seus olhos com a beleza indescritível de Gaur€‰ga. Ver esta forma aturdia os olhos de todos. Seu pescoço parecia o de um leão e Seus ombros eram tão poderosos quanto os de um elefante. O menino Gaur€‰ga era uma forma condensada de néctar delicioso. Candra. Todos se sentiam muito confortáveis diante de Sua presença. camara. Os raios do corpo deslumbrante de Gaur€‰ga pareciam nectáreos.

A cidade inteira se encheu de cantos de "Jai! Jai!" O sempre novo Cupido transcendental apareceu como filho de Jagann€tha Mira. Todas as glórias ao menino que saturou todas as direções com bem-aventurança! Centenas de donas de casa da vila trouxeram itens auspiciosos como doces. proclamo que o Senhor de toda a criação agora apareceu sobre a Terra. como a lua crescente. Com afeição materna. Para proteger o corpo do menino. as senhoras sugeriram o nome "Nimai. revelando Sua paz interior.Deixe-me vê-lO! Deixe-me vê-lO! . os aldeões desfrutaram de um bemaventurado festival de canções. a bem-aventurança dos habitantes de Nadia tambem aumentava dia a dia. o nava-ratri. Não só os homens e mulheres. abençoem-nO com a poeira de seus pés. Os lares estavam cheios de alegria. ®ac…m€t€ era a pessoa mais bem-aventurada e afortunada do Universo. A face de Nimai. As senhoras O observando. que desafiava o sabor do néctar. ®ac…dev… realizou a cerimônia de a˜a-kalai para satisfazer as crianças locais. Todo dia ®ac…m€t€ massageava Nimai com turmerique e óleo aromático. acreditaram que Ele fosse uma encarnação do Senhor de Goloka. Até mesmo o choro da criança soava como néctar aos ouvidos. Jagann€tha Mira e ®ac…dev… contemplavam o menino maravilhoso. O filho querido de ®ac… ia crescendo dia após dia. Eles se esqueceram completamente da passagem do tempo. Às vezes Nimai movia Suas pernas e braços em todas as direções. de perigos futuros. E então.Vendo a maravilhosa forma dos membros dourados do menino. enquanto diziam: . eu. mas ainda assim. penso nEle como se fosse meu. mais maravilhosa do que a lua cheia do outono." No oitavo dia. todas as jovens de Nadia corriam três vezes ao dia para verem o querido Nimai. mas até os jovens. Milhões de Cupidos fugiriam de vergonha ao contemplar a beleza de Sua face de lótus.Todas vocês. pasta de arroz e kunkuma. Elas competiam umas com as outras para pegar o menino. beijava seu queixo repetidas vezes. distribuindo oito tipos de kalai (dahl). como os bebês costumam fazer. seus corações se enchiam de felicidade ilimitada. ®ac…m€t€ decorava os olhos de Nimai com kajjal negro e marcava Sua maravilhosa testa com tilaka amarela. Que Ele possa viver para sempre. Sentido grande êxtase. Com os olhos sem piscar. parecia o Cupido personalificado. Ele sorria muito docemente. ®ac…dev… colocou seu bebê no colo e disse com voz balbuciante: . por favor. Locana d€sa. Renunciando aos seus afazeres domésticos. Conforme Nimai crescia. Ele não é o meu menino. os velhos e os cegos ficaram intoxicados pela felicidade sem limites devido ao seu amor por Nimai. No dia seguinte.

elas se sentiam completamente satisfeitas. Às vezes o bebê segurava os dedos de Seus pais e tentava andar. Seu nariz que era agudo como o bico de um papagaio encantava a todo mundo. noutro ria. O maravilhoso kajjal negro a rodear Seus olhos parecia como uma represa que tentava conter o oceano de prema extátito que corria de Seus olhos de lótus. tornoseleiras. que aumentava a cada dia e a cada instante. Seus lindos lábios pareciam a flor bandhuli e Seus olhos assemelhavam-se ao lótus vermelho desabrochando. Ocasionalmente. Desejando alcançar os pés de lótus de ®r… Narahari Sarakara. mas caia ao solo após ter dado alguns passinhos. Ele decorou o seu filho com braceletes de ouro. Seu corpo parecia uma corrente de nectar. Apesar de balbuciar apenas algumas palavras sem sentido. Locana d€sa. Nestas ocasiões Ele parecia um arbusto dourado sendo sacudido pelo vento. Até um homem cego correria como louco para ver a beleza sempre em expansão da face de lua de Nimai. produzindo um fluxo de néctar muito doce. Pela a associação com Nimai as meninas sentiam uma bemaventurança idescritível. Mergulhados em rasa. Um brilho fascinante irradiava de Suas faces suaves e atrativas. Num instante Nimai chorava. A sola de Seus pés foram untadas com kunkuma fresca. O gentil meio-sorriso em Seus lábios parecia com uma onda que dança no oceano de néctar. pelos Seus tornoselos e o balançava. Às vezes Nimai abria bem os olhos e sorria suavemente. ou descansava Seus pés sobre ele. Não consigo encontrar nada que possa se comparar ao Seu corpo. cinturões e um colar de pérolas. Todas as partes do corpo transcendental de Gaura pareciam mais brilhantes do que um relâmpago. Seus olhos avermelhados imergiam em alegria. Jagann€tha Mira realizou a n€makarana. Após terem se passado seis meses. eu. que significa aquele que mantém os mundos. a cerimônia de dar-o-nome aos seu filho Nimai. CAPITULO 2 OS PASSATEMPOS INFANTIS DE NIMAI Conforme o filho de ®ac… crescia.Pegando Nimai no colo. O Senhor recebeu o nome de Vivambhara. elas eram como que ondas de . apesar do meu coração bater tentando. Às vezes ®ac… segurava Nimai de cabeça para baixo. Sua refulgência corpórea era tão intensa que não se podia olhar para Ele. Ele Se sentava no colo de ®ac… e Se aninhava em seu seio. A piedosa e afortunada ®ac…dev… e Jagann€tha Mira simplesmente olhavam afetuosamente a beleza da face de seu filho. canto os passatempos gloriosos do Senhor Gaur€‰ga.

como uma rainha. aquela jóia preciosa. Só há uma lua no céu. Por que não vens para a Terra? Nós vamos limpar os seus pontinhos negros e colocar-te como ornamento na testa de Gaur€‰ga. Nimai começou a mamar o seio de ®ac€m€t€. para dormir. dia após dia. Uma noite ®ac…m€t€ disse: . Desta maneira. Ele satisfazia todos os desejos. e a cobriu com algodão macio. Veja! Seu pai trouxe bananas e leite condensado para Você. Locana d€sa diz que apesar de Gaur€‰ga ser a jóia entre todos os Senhores. A face de lua de Gaur€‰ga. Homens cegos e pecaminosos tornaram-se afortunados por verem estes raios. Os pés que anteriormente eram adorados por Lakm…dev… era agora abraçados por Pthvi. o irmão mais velho de Vi€vambhara. Suas brincadeiras simples removiam todas as misérias e pacificavam o mundo. ®ac…m€t€ fez uma cama de juta. a Mãe Terra. Seu choro me satisfaz mais do que néctar. que dissipam as misérias e a escuridão dos corações de todos? Quem pode descrever Seus maravilhosos passatempos infantis que purificam o mundo inteiro? Vivar™pa. deixando-a . Locana d€sa sente alegria em seu coração ao ouvir estes tópicos. OS SEMIDEUSES VISITAM NIMAI Ouçam com atenção o passatempo do dia em que o Senhor revelou Sua identidade. De repente. Quem pode explicar a grandeza do irmão de Nimai? A compaixão de Vivambhara aumentava conforme os dias se passavam. abraçou seu Nimai e O deitou. acariciando o outro com Seus dedinhos.Ó lua. Sua face parece um lótus dourado e os Seus olhos parecem um lótus vermelho. Vamos.néctar para quem quer que as ouvisse. meu querido Nimai. ó lua no céu. agora feche os olhos e durma. ®ac… estava pacificamente relaxada com seu filho noutro quarto. Ó meu menino levado. era um estudante precoce e aprendeu rápidamente todos os Vedas. Com Suas sombrancelhas curvadas como o arco de Cupido. muitos soldados entraram no quarto de ®ac…. Ele Se comportava como um menino comum. Enquanto Jagann€tha Mira dormia em seu quarto. Nimai brincava no quintal de ®ac…m€t€. vamos dormir! Mas na verdade. que se tornara cheia de amor extático. mas parecia que agora haviam dez luas sobre a terra e os seus raios refrescantes emanavam das unhas dos dedos dos pés de Gaur€‰ga. Como posso expresssar os limites dos raios brilhantes como o luar de Sua compaixão. Agora Seus olhos semi-cerrados parecem abelhas semi-submersas no oceano de mel que está contido em Sua face de lótus. meu menino dourado. reinava suprema sobre milhões de luas. pare de chorar.

Nimai é tão querido para mim como a alma é para o corpo. Ó Vivambhara. ®ac…m€t€ desmaiou ao observar as atividades maravilhosas de seu filho. Os semideuses sairam atrás de Nimai de mãos postas. tenho medo do que possa acontecer com Ele no futuro. Jagann€tha Mira se lembrou dos passatempos de KŠa ao ver os pés descalços de Nimai. é como o bastão que é o maior tesouro para um cego. AS TRAVESSURAS E PASSATEMPOS DE NIMAI . Todas as glórias ao mantenedor supremo. para que pudesse dormir em paz.com medo. estava preocupada com a segurança do seu filho. Quando Nimai os viu. ®ac… m€t€ ouviu os sininhos de tornoselo nos pés de Nimai. Apesar do nosso filho ter a maravilhosa forma divina. Como não tenho muitas crianças. Como estava amedrontada. assim que Ele deixou o quarto de ®ac…m€t€. Não posso viver sem Ele. pois Ele não tinha nenhum sininho de tornoselo. Pensei que estivesse dormindo. não fiquem ansiosos atrás de Mim. Ela achou isso estranho.Prabhu. Por favor. Não estava com medo de que alguma coisa acontecesse a ela. Depois de perder sete filhas. arranje algum ritual para pedir aos semideuses proteção para Ele. ®ac…m€t€ estava chocada e apavorada com esta cena.R€dh€! R€dh€! Govinda! Kalind…! Yamun€! Vnd€vana! Ao ovirem isso. mandei que Ele viesse até seu quarto para Sua segurança. Assim que seu filho saiu do quarto. ®ac…dev… explicou para seu esposo o que acabara de ver em seu quarto: . nos abençoe com o raro tesouro de Vraja-rasa. Nimai chorou e cantou: . eles O circunambularam e Lhe ofereceram reverências. Nimai é como as meninas dos meus olhos. o Senhor do Universo. Por favor. ®ac…dev… levantou Nimai e disse que fosse para o quarto do seu pai.Todas as glórias ao Senhor Jagann€tha. E então.Ó semideuses. Vou morrer se algo acontecer com Ele. os semideuses começaram a cantar e a dançar acompanhando o Senhor alegremente. Na Kali-yuga este menino irá nos manter. que era tudo para ela. caimos aos Teus pés de lótus e Te imploramos. O Senhor dirigiu-Se a eles: . O som de gongos. Eles vieram em aeroplanos celestiais para adorar o nosso filho. Depois de banhar e adorar Nimai. dançou no quintal e cantou "R€dh€ KŠa". Todos os semideuses cantavam: . Apenas passem o seu tempo cantando sobre os passatempos gloriosos e plenos de amor de R€dh€-Gopin€tha. finalmente recebi um filho. búzios e o cantar dos santos nomes encheram o quarto. lá estavam os semideuses com quatro mãos e alguns deles com cinco cabeças.

Muito agitado. Ele siplesmente age. As lágrimas de Nimai pareciam uma guirlanda de pérolas caindo da lua. Por que esta me causando tanta ansiedade rolando na poeira? E então. Quando ®ac…dev… chegou lá. Nimai entrou em casa e começou a quebrar os potes de cozinha de Sua mãe. ®ac…m€t€ viu que Nimai tinha natureza irriquieta e agitada. Agora elas podiam compreender porque ®ac…m€t€ se preocupava com seu filho. Nimai ouviu ®ac…m€t€ O chamar com voz ameaçadora. ®ac…dev… pegou uma varinha e correu atrás dEle para pegá-lO. Não posso compreender Suas ações.Ó meu querido. ®ac… limpou a poeira de seu filho e beijou Sua face em êxtase. Temendo ser punido.Nimai. se derretendo de afeição. Nimai Se cobriu de poeira ao rolar no chão brincando com Seus amigos. Eles brincavam de muitas maneiras. sob as árvores ou nas margens do Ganges. atônita. Uma noite segurava Nimai em meu colo. o querido de ®ac…m€t€ começou a brincar com os amiguinhos da mesma idade.No dia seguinte. Nimai diz uma coisa e então faz outra coisa sem medir as consequências. olhando sempre por trás de Seus ombros. Sabendo que Gaurahari estava brincando muito perto do Ganges.®ac…. ®ac…dev… disse: . Você parece um boneco dourado cuja face é mais maravilhosa do que a lua. Depois de alguns anos. de cabeça baixa de vergonha. ficou parada. chamou seu queridinho para sentar-Se em seu colo. Às vezes brincavam de markata kela. Colocaram Gauracandra em seu colo e disseram: . Ele não liga se a atividade é pura ou impura. a jóia entre os brâmanes. Nimai. Vendo-O coberto de poeira. quando meu quarto foi subitamente invadido por muitos semideuses. porque Você faz tanta coisa errada? Vivambhara ficou descocertado com esta pergunta e ao ver isso as senhoras ficaram descontentes. Nimai saiu correndo como um elefante louco. O Senhor. trêmulo. As senhoras choraram ao ouvir isso.Gosv€m… satisfez o meu acalentado desejo de ter um filho. Vendo a face de Gaur€‰ga. mas o comportamento do meu filho é muito incomum. Um dia. corria fácil de Sua mãe. Deste modo os passatempos transcendentais de seu filho travesso estavam além da compreensão de ®ac…dev…. Gritando "Peguem-nO! Agarrem-nO!" S€c… corria atrás.Não posso dizer nada sobre Ele. Enquanto brincava com uma perna só. quando foi que seu filho começou a agir desta maneira? ®ac…m€t€ respondeu: . mas vou contar-lhes algo que aconteceu. ®ac…m€t€. uma brincadeira de imitar macacos ficando de uma perna só. As senhoras disseram: . Eles . ®ac…dev… revelou sua mente para as senhoras de Nadia: . começou a chorar.

Esperançosos. voltarão para o céu. Não se preocupe ®ac…. vi esta maravilhosa cena com os meus próprios olhos. ®ac…m€t€ O banhou no Ganges. imediatamente e com grande preocupação. Pegando a poeira dos pés de ®ac…. as senhoras da vila partiram. disse: . removerão todas os seus temores. os semideuses depois de receberem sua oferendas. cheios de sujeira. Se os semideuses forem adorados adequadamente. Sem dúvida. Sentido enorme alegria. Não há nada neste mundo além de terra.Olhe. Perdido em amor paternal.colocaram Nimai num trono de ouro. agua. Deve ser algum ser poderoso que está possuindo seu filho. ar e céu. Peça aos nossos esposos que arrumem alguns brâmanes e realizem um yajña. Infelizmente. Nimai é a encarnação de todos os sacrifícios. Conforme o corpo dourado de Nimai crescia. Jagann€tha simplesmente contemplou a face encantadora de Gaur€‰ga. Jagann€tha pegou Nimai no colo e disse: . Ele ficou parado no meio de potes sujos pregando para mim. isso parece algum tantra. Jagann€tha Mira coletou a parafernália e convidou os brâmanes para fazerem um yajña. a estrela de meus olhos. O serviço aos pés de lótus do Senhor KŠa é a essência de todas as religiões. Vendo Nimai brincando com tais coisas contaminadas. Nimai mostrou sinais de êxtase transcendental. ®ac… pensou que logo seu filho se livraria de Sua natureza agitada. o mundo inteiro funciona sem conhecer estes princípios. Repreendendo seu filho. Levando Nimai consigo. Ao voltar para casa. você não estava lá para vê-lO ou ouvi-lO. porque KŠa é o Senhor Supremo. Quando ®ac… informou seu esposo. falou com voz balbuciante e Seu corpo todo se descontrolou. Chorou profusamente. acima de todos os outros. fogo.Ele é a luz que brilha em minha família. ®ac… se agitou e disse com voz cheia de preocupação: . ®ac…m€t€ sempre ansiava em .Mãe. Ele é a própria alma de nossos corpos. se rivalizava com o monte Sumeru em beleza e estatura. Locana d€sa canta alegremente as glórias de Gaur€‰ga. ouça sobre o caráter de seu filho. ofereceram dandavats e adoraram meu filho. É verdade. ®ac…dev… disse para Jagann€tha Mira: .Nimai. que vergonha! Você não sabe o que é puro e o que é impuro? Vivambhara respondeu em tom compassivo: . Chame os semideuses e realize alguns rituais auspiciosos para beneficiar o nosso filho Nimai.Prabhu. As palavras de Nimai aturdiram ®ac… que respondeu levando seu filho para o Suranad… (Ganges) tomar banho. As senhoras aconselharam ®ac…dev…: . por favor. Vivambhara R€ya correu na frente de ®ac… e pegou alguns potes de barro usados.Ora! Meu filho é muito imprudente e indisciplinado. Num humor brincalhão.

®ac…dev… tentou apaziguá-lO com palavras afetuosas. E também. Muito desgostosa.Por que você não compreende mãe? Tenho que lhe repetir o tempo todo a mesma coisa. agindo contra ordem de Saci. Nimai.Venha meu doce menino divino. Nimai posou orgulhoso sobre os potes. Vivambhara.Mãe! Mãe! Ao ouvirem o choro. Venha querido. sujou o chão com os Seus pés. desafiando Sua mãe. vou me matar no Ganges.Por que Você não ouve minha voz? Voce fala como um louco. Simulando estar ferida. para encenar os passatempos do Senhor. Nimai respondia: . Ó meu querido. Estas atitudes de Nimai encantavam ®ac…m€t€ e enchiam-na de amor maternal. Nimai pegou um pequeno caco de barro e jogou na testa de ®ac…m€t€. agora venha Se sentar em meu colo. ®ac…m€t€. ®ac… caiu. E então. a morada das qualidades transcendentais.Mãe. ®ac…dev… ficou furiosa. saia deste lugar imundo agora. Vendo seu filho reagir exatamente ao contrário de suas intenções. Voce pertence a uma família de brâmanes aristocráticos. Gaura respondia: . E então Você vai ficar em casa sozinho. ®ac… disse: . com estas linhas desenhadas pelo Seu corpo. Mas só para agitar sua mãe.Nimai. Por que Você está espalhando as cinzas destes potes sobre o Seu corpo dourado maravilhoso? Por favor. Elas reanimaram ®ac…dev… jogando agua do Ganges em seu rosto. Nimai chorando gritou: . pôs a mão na testa e ralhou para seu filho: . cheia de ansiedade. Noutro dia.ouvir as palavras nectáreas de Nimai. Vivambhara correu para um lugar sujo. Irado. disse: . as donas de casa das vizinhanças correram ao lugar. Você está quebrando o coração de Sua mãe.Não estou ouvindo direito. Primeiro ouça. vamos tomar banho no Ganges. Tenho certeza que Você não vai cuidar de mim quando eu for velha. Ao mesmo tempo ®ac…m€t€ gritava: . Depois de gritar "Vivambhara!" ®ac…dev… abraçou Nimai e O . o que Você está fazendo? Nimai ficou com mais raiva. Quando ®ac…m€t€ dizia alguma coisa para o Senhor. não posso ouvir a sua voz. ela castigou Nimai com uma vara. ®ac…m€t€ falava mais alto. E então. e desta maneira as pessoas vão criticá-lO. depois decida o que é puro ou impuro. Pare de Se comportar mal. e saiu correndo atrás dEle pelo quintal. Entretanto. Voce é filho de um brâmane e deve seguir a conduta de um brâmane. cheio de potes de barro usados na cozinha e se sentou sobre eles. De outro modo. Você vai ficar como louco correndo de um quarto para o outro. Você está parecendo a lua radiante coberta com suas manchas. se jogando por sobre a terra.

Meu filho é adorável a todo mundo. Para a segurança de seu filho. ®ac…m€t€ esqueceu-se de Suas opulências magestáticas. Ela pensou simplesmente: . ®ac…dev… se lembrou de quando muitos semideuses apareceram em sua casa na hora da concepção de Nimai. e em um segundo produziu um par de cocos frescos. Suas unhas resplandesciam como milhões de luas. como Você conseguiu estes cocos sem sair daí? Sendo apenas um menininho. ela voltará a vida.qual semideus ou ser celestial está se manifestando em meu filho? E então. Neste instante. Jan€rdana. ®ac… cantou: . ®ac…m€t€ ficou atônita ao ver o Senhor de todos os planetas manifesto diante dela. Depois de realizar este fato.Ele é livre de toda a contaminação material. no humor de uma mãe. O Senhor parecia grave como o oceano. A indescritível beleza do corpo de Nimai ofuscava a beleza de milhões de Cupidos. ®iva e outros semideuses não podem calcular a extenção de minha fortuna. Ao voltar para casa. Novamente Nimai começou a chorar. ponderou: . todo-penetrante e auto-satisfeito. pela segunda vez. ®ac…m€t€ ficou cativada pela maravilhosa face de Nimai que parecia mais brilhante do que milhões de sois. Com a barra do sari. supremo e refulgente Senhor N€r€yaŠa. As senhoras. Você vai perder a Sua mãe. Refletindo sobre as atividades e passatempos infantis de Nimai. banhou seu filho nas águas do Ganges. ®ac…dev… disse: . Assim que Nimai tocou o seu colo. O Senhor Brahm€. Ele não tem forma material. abismadas disseram: . Ele é omnisciente. ®ac…dev… colocou Nimai em seu colo. ®ac… ficou convencida. ®ac…dev… pôs Nimai no colo e beijou Sua face de lótus repetidas vezes. De repente. Uma senhora divina tocou no queixo de Nimai e disse: . Voltando à consciência. agora podemos entender mais sobre o Seu caráter. Vivambhara deu um rugido e passou os braços em volta do pescoço de Sua mãe.Nimai vá buscar dois cocos para Sua mãe. o deus do amor. para protege-lO de calamidades. E então. E então. que é transcendental à existencia material. Hsikea. ela cantou os santos nomes do Senhor: Govinda. Os grandes yogis meditam nEle para alcançarem Sua inigualável forma transcendental. Suas sombrancelhas dançavam joviais como o arco de K€madeva.Nimai é meu filho. limpou a sujeira do corpo dourado de Nimai. Vivambhara ficou preocupado. Se não fizer isso. estou Lhe dizendo. de onde Você os tirou? De qualquer modo. O seu filho era o eterno. ®ac…dev… caiu ao solo inconsciente.sentou em seu colo.Meu menino. E também amarrou um talismã carregado com um mantra em volta do braço de Nimai. ®ac…dev…. Imediatamente.Fico imaginando .

nariz e face. ®ac…dev… levou Nim€i para o quintal para tomar ar fresco. Que Gad€dhara proteja Seu peito. ®ac… disse: . Que N€r€yaŠa proteja Seus olhos.Quem pode pegar a lua no céu? Nim€i respondeu: . Você é incorrigível e Seu comportamento é incomum. Em seguida. bateu em sua cabeça com a mão. Ó meu filho. Segurando uma extremidade do sari de ®ac…dev…. Agindo como uma criança inocente. O Senhor respondeu: . começou a chorar enquanto esfregava os olhos com a mão que estava livre e a chutar a poeira com os pés. Então. No momento seguinte. Gaura R€ya puxava o sari de Sua mãe e o cabelo dela. Possa Trivikr€ma proteger os Seus joelhos e o Senhor Dharadhara proteger os Seus pés. Cheia de vergonha. por favor ouça. Obcecada pelo amor maternal.Então por que você disse que poderia Me dar tudo o que Eu quisesse? Foi por isso que lhe pedi a lua. Ainda sem sucesso. ela agora está se escondendo entre as nuvens. ®ac…dev… esqueceu-se de si mesma em bem-aventurança transcendental.Que o disco Sudarana possa proteger Sua cabeça. Nim€i era insistente. Veja como a lua está envergonhada diante de Você. o esperto Nim€i choramingou: .. PEGUE A LUA Deste modo o dia bem aventurado se transformou numa noite de lua cheia. Vou lhe dar tudo aquilo o que você pedir.Não chore. ®€c…m€t€ disse: . Depois de dizer isso. ®€c…m€t€ colocou Nim€i em seu colo e o encheu de beijos. Como posso pegar a lua no céu? Já existem muitas luas em Seu corpo. Deixe Giridhara proteger Suas mãos.Mãe. Depois de engajar as criadas nos afazeres da tarde. Deixe que o Senhor Nsimha proteja a area ao redor de Seu umbigo. A HISTÓRIA DO CÃOZINHO . Ele queria a lua. Que D€modara proteja Sua cintura. por favor me dê a lua.Ó Nim€i. rolou pelo chão em prantos. Locana Das€ canta alegremente as glórias do Senhor Gaur€‰ga. ®ac… soprou alguns assopros de fôlego (ritual auspicioso) sobre todo corpo de Gaur€‰ga. A lua cheia estava surgindo no céu.Mãe! Mãe! ®ac…dev… disse: . Nim€i começou a Se lamentar.

Acabando os seus afazeres. ao invés de usar bela roupas. O que as pessoas vão dizer se virem Você brincando com um cachorro? Este comportamento não está correto para o filho de um brâmane. De repente. Não é justo. riam e faziam pilheias. Um dia encontraram uma ninhada de cãozinhos. todo dia vocês vêm aqui brincar e sempre começam a brigar.Seu filho Vivambhara está em sua casa brincando com um cãozinho. Atônita. o menino disse com voz irada: . nós vamos embora para casa. ®€c…m€t€ mordeu os lábios e disse para seu filho travesso: . Você é filho de um pai muito religioso. Você cobre Seu corpo de poeira e fica brincando com meninos de baixa classe. Você tem tantas coisas para brincar e insiste em brincar com um cão.Ouçam. Vivambhara disse: . Você roubou o cãozinho! E a seguir o menino saiu correndo da casa. Vá ver você mesma. Vendo ®ac…m€t€ voltando do Ganges. Um amigo de Nim€i disse: .Olhe Nim€i. Você tem uma forma tão pura e maravilhosa. vamos lá. rolavam na terra com ele. Eles acariciavam o cão. Nim€i tomou partido de um deles e viu uma falta em outro.Gaur€‰ga costuma passar o tempo todo brincando e desfrutando inúmeros passatempos com Seus amigos. Por que vocês se comportam assim? Para se defender. Nim€i pegou o mais bonitinho. pôs a mão espalmada sobre a testa e disse: . Fico com o coração doido só de imaginar como as pessoas irão criticar Você se souberem disso. Você escolheu o cãozinho mais bonito e deixou os feios para nós. Às vezes Ele coloca o animalzinho no colo.Ora. tenho que esconder minha cabeça de vergonha e tenho desejo de morrer. o menino disse: . Vou levar este cãozinho para Minha casa e vamos todos brincar com ele lá. Gaurahari disse: .Vivambhara! O que Você está fazendo? Não consigo entender este Seu comportamento. ®ac…m€t€ foi se banhar no Ganges com suas amigas.Ora. Entretanto. Seu corpo brilha como um relâmpago e Sua face é mais maravilhosa do que muitas luas. ®ac…m€t€ correu para casa e viu Vivambhara brincando com o cãozinho. Os amigos de Vivambhara vieram até Sua casa para brincar com o cãozinho. Nim€i levou o animalzinho para casa e o amarrou numa cadeira. Se Você ficar com este. ou o carrega sobre os ombros. Por que fica contente em sujar o corpo com poeira? Ao ver Você assim. uma discórdia surgiu entre os meninos. Ouçam. Fumegando de ira.

E então. Colocou um colar de pérolas em Seu pescoço e adornou Sua face com tilaka e pasta de sândalo. o coração de Nim€i queimou de ira. . Ele estava aqui agorinha.. Se Você deseja tanto ter este cãozinho. Agora pare de chorar. ®€c…m€t€ disse: . Prometo que vamos encontrá-lo. tome banho e depois do almoço Você pode brincar com ele de novo. deixe este cãozinho por um instante e vá Se banhar no Ganges. por favor. Agora vamos. colocou-O em seu colo e o encheu de beijos. chorou e repreendeu Sua mãe: . ®ac…dev… disse: . ®ac…m€t€ desamarrou o cãozinho e o enxotou de casa. Agora amarre Seu cãozinho. Sorrindo. ®ac…m€t€ passou-Lhe um óleo perfumado. Ela amarrou Seu cabelo com um coque e aplicou kajjal negro em Seus olhos. Eles riam. meu querido filho. Ela vestiu uma camisa vermelha viva no peito de Nim€i. inocente e angelical face de Gaur€‰ga rapidamente dissipou a ira de ®ac…m€t€. Esqueça Seu pai e Sua mãe e fique com Seu cão! Mas a maravilhosa. Acho que algum larápio o roubou. como uma pérola.Mãe. Sentido a separação. Nim€i. Uma gota de suor. Nim€i imediatamente foi correndo para casa. Não vendo o cãozinho. ®ac…m€t€ vestiu seu filhinho querido. Adotando um humor jovial. Vivambhara disse: . Agora pare com esta choradeira. Enquanto isso.Muito bem. ®ac…m€t€ enxugou as lágrimas dos olhos de Nim€i. Depois de dizer isso. Um dos amiguinhos de Gaur€‰ga viu isso e correu até o Ganges para avisar Nim€i: .Não sei o que aconteceu com o Seu cãozinho. Gaurahari e Seus amigos foram tomar banho no Ganges. fique olhando Meu cãozinho enquanto vou tomar banho. Quero segurá-lO e beijar Sua doce face sorridente. Por que Você me deixa tão ansiosa.Olhe Nim€i! Sua mãe mandou Seu cachorrinho embora. Sua face parece um lótus dourado brilhando ao sol. sandea. Além do mais. Ele era um cãozinho tão bonito! Como você pode mandá-lo embora? Fingindo ser inocente. você não entende? Por que fez isso coMigo? Estou muito sentido. bananas e outros doces deliciosos. sente-Se no meu colo.Venha. Você deve estar com fome. está pairando na ponta do Seu nariz. O corpo dourado de Gaur€‰ga parecia tão poderoso e imutável como o monte Sumeru. nadavam e jogavam água uns nos outros como elefantes brincando no banho. Pôs lindos braceletes dourados em Seus pulsos e tornoseleiras brilhantes em Seus pés. Depois de limpar a sujeira do corpo de Nim€i.Ouça mãe. Sacimata acalmou Nimai com khira. Já está na hora do almoço. então leve-o para o Seu quarto. Vamos procurar e trazer o cãozinho de volta amanhã.

Sua voz grave soava doce como néctar. O cão abandonou seu hábitos imundos e se tornou consciente de KŠa. Os siddhas o abanavam com camaras enquanto o escoltavam de volta para Goloka. búzios e karatalas acompanhavam o coro divino de gandharvas e kinnaras. Em seu corpo espiritual. para que possamos alcançar o mesmo destino que alcançou este cão. e parecia mais maravilhoso do que milhões de luas. O Senhor Brahm€. Tu és a melhor de todas as encarnações. Seu andar desafiava o orgulho do rei dos elefantes. KŠa. aquele cão afortunado abandonou o seu corpo. nos tornaremos afortunados por receber Tua misericórdia? Simplesmente pelo Teu toque. Este cãozinho alcançou grande fortuna pelo toque transcendental do Senhor Gaur€‰ga. De repente. Por Tua misericórdia. nem mesmo nos passatempos do Senhor Hsikea.R€dh€-KŠa! Govinda! Ao verem um cão tão degradado cantar Hare KŠa. Nunca vimos tamanha misericórdia. Nim€i saiu correndo para brincar com Seus amigos. Neste momento.Todas as glórias! Todas as glórias ao oceano de misericórdia. O cão chorava. o querido de ®ac…m€t€. .Pegando uma bolinha doce. os semideuses. sentiam grande alegria ao testemunharem os passatempos transcendentais do Senhor Gaura.Todas as glórias a Gaurahari. Um dia este cão começou a dançar em êxtase enquanto cantava os santos nomes: . parecia a lua cheia rodeada pelas estrelas cintilantes. Ansiamos pela Tua misericórdia. Nunca jamais Ele concedeu tanta misericórdia. adornado com ornamentos divinos. uma carruagem celestial dourada desceu do céu e levou o cão para Goloka Vnd€vana. as pessoas da vila de Navadv…pa correram para ver o milagre. O som de sinos. ®iva. o cão. seus pêlos ficavam arrepiados e o seu corpo todo ficou coberto de pápulas. Os semideuses. Diante dos olhos de todo mundo. KŠa e Gaur€‰ga. as pessoas de Kali-yuga alcançarão a salvação. que cantavam as glórias de R€dh€ e KŠa. Sanaka e outros semideuses rodeavam a carruagem e cantavam louvores a Gaur€‰ga: . Nim€i. a carruagem estava lindamente decorada com pérolas e jóias ofuscantes. O antigo cão estava cantado as glórias de R€dh€. gongos. o cão exibiu sintomas corpóreos de êxtase amoroso por Deus. Ele liberou um cão e o mandou de volta para Goloka! Os semideuses continuaram: . Locana d€sa está abismado ao ver o Senhor Supremo tocar em cães e gatos. Coberta com muitos doseeis. um cão obteve a liberação. Bandeiras tremulavam no alto da carruagem que brilhava ofuscando a luz do sol. a jóia entre os Seus amigos brâmanes. Que maravilhosos passatempos revelarás no futuro? Quando nós. o refúgio dos desesperados. sentava-se num trono dentro da carruagem.

Na volta vou Lhe dar algumas sandeas e bananas. ®ac…m€t€ exclamou: . Surpreendentemente. ®ac…m€t€ disse: . Nim€i bloqueou o caminho de Saci e ordenou: . Cantando continuamente estes gloriosos passatempos transcendentais. disse amavelmente: . Estendo Seus braços para os lados. o que você está levando? Deixe-Me ver. qualquer entidade viva afortunada que se abrigue em Ti. você não entende nada. Depois de adorar Sasth…. o que Você fez! Seu menino irriquieto.31.Mãe.Mãe. Locana d€sa. vivo maravilhado com a encarnação divina conhecida como o Senhor Gauracandra. rápido como um relâmpago. Ao ouvir isso e conhecendo o coração de Sua mãe. e os colocou na boca. por Me adorar.Levamos com muito cuidado oferendas para adorar a deusa Sasth… sob uma figueira-de-bengala. alcançará Goloka. mesmo sendo filho de um brâmane? Vendo Você se comportar assim. Gaurahari ficou muito irado e disse bravo: . Assim como a água despejada sobre a raiz satisfaz a árvore inteira. mas estou sentindo muito sofrimento bem neste minuto. Gaurahari.Ó Gaura R€ya. vou pedir uma benção para que Você Se libere de todo sofrimento e inauspiciosidade. eu. correu para ver o que sua mãe carregava.Ora. E então Nim€i PaŠita citou o ®r…mad Bh€gavatam (3. que estava brincando ali perto. Senhor Gaur€‰ga. sinto-me como se estivesse abandonado meu corpo. Sou um sem um segundo e ninguém é igual a Mim.14): . da mesma maneira. Você não compreende. Fique aqui brincando. cobria a comida a ser oferecida com a barra do seu sari. Minha barriga está queimando de fome. Tu nunca consideras as faltas e ofensas de ninguém. Subitamente. e caminhava por uma trilha. ®ac…m€t€ e as senhoras da vizinhança estavam realizando um Sasth…-p™j€ sob uma figueira-de-bengala (Sasth… é uma deidade feminina que proteje as crianças). Sei de tudo e sou tudo em todos estes três mundos. nos prostramos aos Teus maravilhosos e gloriosos pés de lótus. Vivambhara. a personalificação da beleza nectárea. sempre estou lhe dizendo. como posso explicar a todos que Você desrespeitou os semideuses? Por que Você é tão mal criado. SASTHI-P¶Jš Um dia. ®ac…m€t€. Desta maneira. Gaurahari agarrou os doces que ®ac… estava levando para Sasth….Mãe. Meio assustada com aquilo. a vida de todo mundo se torna completa e perfeita.

S€c…m€t€ orou para a deusa: . abençoem meu filho para que Ele viva para sempre.Meu filho Nim€i é indomável e desobediente.Por favor. estavam discutindo os yoga-€stras. Enquanto andavam pela estrada. ®ac…m€t€ pegou Nim€i pela mão e andou para casa. Notando isso. ®ac…m€t€ disse humildemente: . Mur€r… Gupta olhou com desprezo para o menino frívolo e continuou falando com seus seguidores. CAPITULO 3 OS PASSATEMPOS DA MENINICE DE GAURš¥GA NIMšI ESTRAGA O ALMOÇO DE MURšRŸ Neste dia. Ficando atônita. às vezes Nim€i brigava e rolava no chão com eles. Terminando o Sasth…-p™j€. e caindo aos pés das senhoras mais velhas. um médico ayurvédico. por favor perdoe as Suas ofensas. o esperto menino Gaura amorosamente abraçou a Sua mãe. este meu filho irriquieto. abençoem Nim€i. Vivambhara R€ya. Locana d€sa diz que o Senhor Gaur€‰ga agora está brincando alegremente com Seus amiguinhos. e começou a imitar a maneira de Mur€r… falar. galhos. Sasth… Dev…."Assim como aguar a raiz de uma árvore energiza o tronco. não deixe que nada de mal Lhe aconteça. Levando uma palha entre os dentes. andava bem atrás de Mur€r… Gupta. todas vocês. Nim€i é o meu único tesouro. Gupta Vaidya (Mur€r… Gupta). que ela pensou que seu filho fosse o supremo Deus dos deuses. simplesmente por adorar a Suprema Personalidade de Deus através do serviço devocional satifaz os semideuses. o querido de ®ac… brincava na rua principal com Seus amigos. Por favor. ó Sasth… Dev…. Ele parecia mais belo do que o dourado monte Sumeru. este menino Te pertence. ramos e tudo mais. Gaurahari e Seus amigos aumentaram a pilheia com Mur€r… imitando com precisão seu estilo de andar e seus gestos com as mãos. visitou Navadv…pa acompanhado de seus seguidores. Um dia. ®ac…dev… contou ao seu esposo. ®ac…m€t€ seguiu para adorar a deusa Sasth…. e suprir o estômago revigora os sentidos e os membros do corpo." Depois de dizer isso. Mur€r… Vaidya ficou furioso e repreendeu Nim€i: . Que Sua mente possa ficar pacífica e obediente. Jagann€tha Mira. Na verdade. Quando brincava com Seus amigos. Por favor. que são partes da Personalidade Suprema. Tu bondosamente O destes para mim. Mesmo quando Nim€i estava coberto de poeira.

Ao meio dia. Você não compreende estas coisas? O Senhor Hari é omnipotente e cheio de compaixão. Surpreso. Colares de tulasi adornavam Seu pescoço e dois de pérolas o Seu peito.Quando hoje você for almoçar. Mur€r… imaginou que aquele menino bem vestido fosse o filho de ®ac…m€t€. Jagann€tha Mira. vou fazer você realizar algo maravilhoso. Gaurahari franziu as sobrancelhas e disse: .Abandonando o caminho do serviço devocional. Mur€r… Gupta não pôde encontra-lO em lugar nenhum. a jóia dourada desapareceu. Tenho ouvido por todo lado que as pessoas O admiram e O chamam de Nim€i. Torne-se um rasika-bhakta e você irá saborear a bem aventurança de amar a KŠa.O que! O que Você está fazendo? Que vergonha! Disse Mur€r… Gupta se levantando depressa. Quem está apegado a coisas materiais não pode fazer kŠa-bhajana e sua consciência permanece baixa e impura. Batendo palmas e dançando. sentou-se tranquilamente para almoçar. Mur€r… disse: . Para se . Mur€r… ouviu esta voz e se lembrou do que Nim€i lhe dissera antes de aparecer em sua casa. Enquanto isso. Entrando na casa. Gaurahari. Ele usava uma magnífica camisa atada ao Seu peito e amarrou Seu cabelo com um coque triplo. Assim que Mur€r… Gupta ficou absorto em tomar a prasada. Vivambhara disfarçou-Se vestindo-Se com muita opulência. Gaur€‰ga disse muito alegre: . Você deve esquecer karma e jñ€na e só adorar R€dh€ e KŠa com todo seu coração. continue tomando sua prasada.Ó não se levante. Segurando laddus feitos com leite condensado em Sua mão. Ao ouvir esta declaração estranha. Ele é o tesouro e a própria vida das gopis de Vnd€vana. agora você adotou o caminho de yoga. Por que você fere o Senhor por não servi-lO? Depois de dizer isso. Estou aqui.. Gaur€‰ga disse com voz de rugido: . Vivambhara chegou à casa de Mur€r… Gupta. Irado com a crítica de Mur€r… Gupta. De repente. Kajjal negro acentuava os Seus maravilhosos olhos. Nim€i começou a urinar no prato de Mur€r….Mur€r…! Sentado almoçando. assustado.O que Você está fazendo? Nim€i respondeu: .Quem disse que este menino é bem comportado? Sei que Ele é filho de um brâmane. Muitos ornamentos de ouro enfeitavam Seu corpo atrativo e tornoseleiras tirintavam em Seus pés de lótus. . Ficou ocupado com seus afazeres domésticos e se esqueceu do incidente. Mur€r… voltou confuso a sua residência. Vivambhara foi Se aproximando de vagarinho.

nos esquecemos de nossas misérias no mesmo instante. Mur€r… disse: . Mur€r… Gupta disse: . Cuidem dEle e O protejam. Ele brinca alegremente com Seus amigos como um menino ordinário. Entretanto. Jagann€tha Mira e ®ac…dev… acariciavam. não conseguia andar direito. Mur€r… foi visitar Advaita šc€rya. Mur€r… saiu rapidamente da casa de Jagann€tha Mira. Cheios de amor parenteral intenso. a jóia entre os brâmanes. Assim que vemos Sua face de lua. chegou Mur€r… Gupta. Eles diziam: .certificar disso. Deixe que qualquer sofrimento venha para nós.Tu és o maior de todos os devotos. Vocês são os pais mais afortunados do mundo. Advaita šc€rya. mas como estava cheio de alegria. Você é tudo para nós. Jagann€tha e ®ac…dev… tentavam segurar Nim€i em seus colos ao mesmo tempo. beijavam e falavam afetuosamente com o seu filho Nim€i.Nim€i. No futuro. meu filho precisa de suas bênçãos. Ficou coberto da cabeça aos pés de pápulas de alegria. Caindo aos pés do šc€rya. Ele caiu aos pés de Gaur€‰ga. foi rapidamente até a casa de Jagann€tha Mira. não pode dizer nada para Jagann€tha e ®ac…dev… assim que eles vieram recebê-lo. Com o coração palpitando de bem-aventurança. Lágrimas rolavam profusamente.Mur€r…. Sua voz falhava e seus olhos estavam vermelhos como o sol nascente. Ele deve ter cometido alguma ofensa contra você. Ao ouvir isso. Sorrindo. Depois de dizer isso. Mur€r… se esqueceu de tudo o que acontecera logo que viu a maravilhosa face de Gauracandra. És como uma árvore dos desejos que pode satisfazer os desejos de todo mundo. Vivambhara subiu para o colo de ®ac…m€t€. Enquanto isso. ®ac…m€t€ então falou ao venerável e respeitável Mur€r… Gupta: . encharcando seu corpo. Jagann€tha e ®ac…dev… seguraram humildemente a mão de Mur€r… e lhe ofereceram reverências. Gravem minhas palavras: Vivambhara é na verdade Deus. deu uma espécie de rugido. este menino que vocês estão criando revelará Sua verdadeira identidade. Depois de dizer isso. Seu corpo se encheu de pápulas de êxtase assim que ele disse: . Seu nome é Nim€i PaŠita Vivambhara. Vendo tudo isso. Todo mundo sabe que você é um de nossos melhores médicos. oferecendo reverências repetidas vezes. Por estar cheio de alegria. Ele é completamente transcendental a este mundo material. Acabei de ver o menino mais maravilhoso na casa de Jagann€tha Mira. Neste momento. o reservatório de todas as boas qualidades e o mestre universal. Por favor diga-nos qual foi a ofensa que nosso filho cometeu. Ele ficou atônito. em êxtase. mas dê-nos a bênção de que nosso filho viva para sempre. Ele agia como se não entendesse o que estava acontecendo. Você é o nosso grande tesouro.Vivambhara é o Senhor Supremo de todos os senhores e é o mantenedor do Universo.

Então. os meninos cantavam: .Hari bol! Hari bol! Riam e formavam um círculo em volta de Vivambhara. os meninos choravam e exibiam pápulas por todo corpo. corriam para ver a folia. sentou-O no colo e repreendeu os paŠitas. os paŠitas começaram a cantar e a dançar junto com eles. eram como abelhas intoxicadas voando em torno de uma flor de lótus cheia de mel. Ouvindo o canto entusiasmado. cantem. E então. O JOGO DE HARI-NšMA Gaurahari. dizendo: . ®ac…m€t€ veio e viu Nim€i brincando com os paŠitas. . começaram a ponderar sobre as palavras dela. a jóia principal entre os brâmanes. Advaita šc€rya e Mur€r… Gupta se abraçaram e se esqueceram de tudo. Ela chamou seu filho. Nim€i PaŠita é o reservatório de todas as rasas e a corporificação da beleza transcendental.Este é que é o comportamento de vocês paŠitas? Vocês fazem que as crianças fiquem loucas e comecem a dançar selvagemente como malucas! As palavras fortes de ®ac…m€t€ tiraram todo mundo da distração. batia palmas e dançava com Seus amiguinhos. Neste instante uns paŠitas (sacerdotes eruditos) chegaram e começaram a olhar a brincadeira de Vivambhara. Um dia eles fizeram um jogo de hari-n€ma-sa‰k… rtana. Num humor de deleite. Locana d€sa canta as glórias do Senhor. Um dos presentes disse: . Gaura dizia: .O que ®ac…dev… disse? O que ela quiz dizer? E então. Ele sentava os meninos em Seu colo. em bem aventurança cantavam os santos nomes do Senhor. as senhoras da vila. Eles. Sentindo euforia pelo toque do Senhor. Batiam palmas excitados e cantavam: . Com uma voz de trovão.Cantem.. isto é muito confidencial. O Senhor Gaur€ ‰ga decorava Seus amigos com guirlandas de flores do campo. que cheio de compaixão desceu a este mundo. cantem.Hari! Hari! Os meninos em volta de Gaura que parecia um leão. ouça.Mur€r…. ®acim€t€ recolheu Nim€i e foi para casa. com os seus potes d'agua na cabeça. Ele é o Brahman Supremo. Quem quer que passasse pela estrada também se juntava a eles e começava a dançar com desprendimento. E rolava no chão. Vendo os meninos brincarem alegres e cantarem "Hari! Hari!".

e ainda assim Seu coração era completamente desapegado e fixo na Verdade Absoluta. Os vizinhos murmuravam entre si sobre a sanny€sa de Vivar™pa.No dia seguinte. seus pés macios poderão suportar a andança e a solidão? Você não pode suportar a dor nem por um instante. aprendeu rapidamente todas as escrituras. Alcançou todas as perfeições. Estas palavras pareciam criar escuridão. Vivar™pa. Ele atravessou o Ganges a nado e tomou sanny€sa. Um dia.Assim.Quando o irmão mais velho de Nim€i. Vivar™pa pensou: . meu filho jovem e maravilhoso está com dezoito anos de idade e pronto para se casar.Ó meu filho Vivar™pa! Volte para casa. Por que você abandonou tudo? Como seu corpo belo e delicado. Quando estou tomando banho minha mente fica perturbada pensando que você poderá voltar a qualquer instante. Ao meio dia. Não fazia nada além de serviço devocional ao Senhor ViŠu. . de madrugada. Vivar™pa pegou seus manuscritos e saiu de casa para sempre. Quando ouço você chamar "mãe" me esqueço de tudo. ®ac…dev… chorou alto: . a essência de toda religião. D€modara PaŠita perguntou a Mur€r… Gupta: . mas não puderam encontrar o seu filho.Vendo o humor meditativo de seu pai.Parece que meu pai está pensando em meu casamento. cairam inconscientes no chão. Locana d€sa canta alegremente as glórias do Senhor Gaur€ ‰ga.Ouça. segurava os €stras com a mão esquerda e discutia kŠa-katah com seus colegas.Agora. Não posso ir a nenhum lugar sem pensar em você. a morada de todas as boas qualidades. VI®VAR¶PA TOMA SANNYšSA Agora devo narrar uma conversa entre Mur€r… Gupta e D€modara PaŠita. enquanto voltava para casa. Jagann€tha Mira viu isso e pensou: . Era querido por todos. Devo providenciar os arranjos para o casamento de Vivar™pa. Jagann€tha e ®ac…dev… começaram a procurar em todas as casas de Navadv… pa. como não havia sinal de Vivar™pa. É claro que isso deve estar preocupando minha mãe. Vivambhara. Ele era perito em todos os deveres de um brâmane. não consigo nem pensar em mim . . desejo vê-lo. pois este som é o meu maior tesouro. Servia Seus pais com muita afeição. o filho de Jagann€tha Mira. partiu? Mur€r… respondeu: . grande PaŠita D€modara. Vendo sua doce face. Vivar™pa. A quem você solicitará para que faça algum favor? Quando você estiver estudando não vai conseguir se concentrar na lição. Vou lhe contar tudo o que sei. Quando Jagann€tha e ®ac… dev… souberam disso. Era completamente versado no Ved€nta.

Em todo canto. o ritual que iniciava a educação de seu filho. .Pai. Jagann€tha Mira disse: . Vivambhara observou Sua cerimônia de raspar a cabeça e de furar as orelhas.Ouça. . Desta maneira. Ao ouvir isso. estudando entusiasmado. Por ter aceito sanny€sa em idade tão precoce. mdangas e karatalas. Quero fazer sua cerimônia do cordão sagrado. desta maneira Jagann€tha e ®ac…dev… se consolaram um ao outro.D€modara. Quando este dia auspicioso chegou. Se um membro da família toma sanny€sa. Jagann€tha Mira e ®ac…dev… ficaram satisfeitos ao ver Vivambhara. Não se preocupe. Toda a existência material é falsa como um sonho. Por favor. Jagann€tha pôs um giz na mão de Vivambhara. ele beneficia muitas gerações desta família. Depois de algum tempo. Jagann€tha Mira começou a pensar seriamente em Sua educação. o Guru do mundo inteiro. shenai. Não sei que tipo de sofrimento lhe causei para que você parta e aceite sanny€sa. Não lamente pelo seu bem estar. toda vila de Nadia ficou muito feliz. ele trará fortuna para toda nossa família. ®ac…m€t€ e Jagann€tha Mira eram muito afortunados por ter um filho como aquele que podia encher todo mundo de bem-aventurança. nosso filho fez uma coisa maravilhosa. o abençoe para que ele possa se manter firme em seu voto de sanny€sa e faça constante progresso no caminho do serviço devocional. Jagann€tha Mira e ®ac…dev… abraçaram Nim€i amorosamente e se esqueceram de suas misérias. As donas de casa da vila cantavam "Jai! Jai!" enquanto distribuiam perfumes. nozes de betel e pasta de sândalo aos convidados. Vivambhara disse: . Os paŠitas cantaram os mantras apropriados e fizeram uma cerimônia de fogo. Assim. Toda vila de Navadv…pa ficou muito contente ao ver a maravilhosa face de Vivambhara. as pessoas cantavam alto as glórias de Gaur€‰ga. Foram enviados convites aos parentes. ®ac…dev…. os pais de Nim€i realizaram Sua cura-karana (cerimônia de raspar o cabelo).mesma. Músicos tocavam gongos. concluo a história da sanny€sa de Vivar™pa. . vou cuidar de vocês. Desta maneira. Ver o doce sorriso de Gaurahari é a maior visão que os olhos podem ter. NIMšI COMEÇA A ESCOLA Conforme Nim€i crescia. Locana d€sa diz que nesta ocasião Vivambhara estava sentado no colo de ®ac…m€t€ e afagava a face de Seu pai. Num dia e hora auspiciosos. búzios. vá atrás de Vivar™pa e o traga de volta para mim.Tentando apaziguar sua querida esposa. Seu filho Vivar™pa é uma grande personalidade. mas traga meu filho de volta. não se lamente. Ó meu esposo. não importa para onde foi Meu irmão Vivar™pa. Deixe que as pessoas digam o que quizerem.

Então ®ac…m€t€. ®ac…m€t€ interviu: . vencia. Jagann€tha Mira disse: . As gotas de suor no corpo dourado de Vivambhara pareciam gotas de mel brotando de uma flor de lótus. Os outros meninos também voltaram para suas casas. E elas vão Lhe dar bananas. Jagann€tha Mira respondeu: . Segurando-O pela mão. meu filho.NIMšI SE VÊ EM APUROS Um dia Nim€i estava brincando com Seus amigos num balneário (ghata) ao lado do Ganges. mas vai ficar sentado com você estudando os €stras. Só quero que Ele viva cem anos. O coração de Jagann€tha Mira estava ardendo. Disse meigamente: . Quem contasse todas as pegadas e chegasse primeiro à beira do rio.Você deixa os Seus estudos para brincar com os meninos de baixa classe.Deixe que Ele abandone Seus estudos e Se torne um tolo. enxugou afetuosamente as lágrimas da face de seu filho. disse com uma voz bem doce: . lágrimas molharam os olhos de Jagann€tha Mira.Não vou brincar mais! Não vou brincar mais! Protegendo seu filho. Assim que a afeição paterna despertou em seu coração. não sabe se comportar adequadamente. Ele ficou embaraçado quando Seu pai veio levá-lO para casa. ®ac…dev… disse ternamente: . Ele jogou fora a vara. O grupo que perdesse era obrigado a carregar os vencedores sobre os ombros. Se alguem esquecesse alguma pegada era desclassificado. Jagann€tha PaŠita bateu em Nim€i com uma vara. os meninos corriam o mais que podiam. Mesmo sabendo que Você é filho de um brâmane. mas com alguma dificuldade. Vivambhara suava profusamente por brincar tanto. as pessoas vão louvar Você. Agora vou ensinar-Lhe uma lição. Pegando Nimai e O sentando em seu colo. Ele não vai brincar mais. Eles inventaram uma brincadeira de contar as pegadas deixadas na areia pelos pássaros. De pressa. .Prabhu. Vivambhara correu até ®ac…m€t€ e pulou em seu colo. Ele está morrendo de medo de você. Ficando irado.Ouça. usando a barra de seu sari. Se Você estudar bastante. Depois de Vivambhara terminar o banho. ele pode manter a compostura.Espere! Não bata no meu filho. Seu pai O repreendeu.Se seu filho ficar analfabeto como Ele irá se sustentar? Qual será o brâmane que Lhe dará sua filha em casamento? Vivambhara olhou assustado para o Seu pai. ®ac… disse para seu esposo: . não bata no meu filho.

um doce humor de amor fraternal encheu ®ac…dev… e Jagann€tha. A CERIMÔNIA DO CORDÃO SAGRADO DE VI®VAMBHARA Os passatempos de Gaura sempre inundavam a vila de Nadia num oceano de bem-aventurança. Por que você pegou uma vara em sua mão para Me bater? . Um dia. Colocando Vivambhara em seu colo. Sanaka e de outros sábios. Nosso filho Gaur€‰ga é sem dúvida uma personalidade gloriosa. No dia seguinte. Ele está além do poder de ®iva. Nem alguém pode descrevê-las. Jagann€tha disse: . Todos ficaram em êxtase ao ouvirem o sonho de Jagann€tha Mira. o brâmane disse: . Jagann€tha Mira e ®ac…m€t€ dirigiram-se aos seus amigos: . o humor formal de temor e reverência. . vi um brâmane muito belo que tinha uma refulgência brilhante como o sol. Jóias magníficas e ornamentos decoravam seu corpo de tal forma que era impossível se olhar para ele. Isto removeu qualquer traço de aivaryabh€va. Jagann€tha Mira decidiu conceder-Lhe o cordão sagrado.Esta noite. Como você ousa em Me ver como seu filho? Eu conheço todas as escrituras e sou o Guru dos semideuses. Convidou também Advaita šc€rya. o afamado erudito perito em todos os rituais védicos. Com uma voz trovejante. falou sobre ele com os seus amigos. olharam para a face de Vivambhara e ficaram muito felizes. O Universo inteiro não podia conter a alegria e fortuna de Jagann€tha Mira e ®ac…dev…. Chamando um astrólogo. perplexo com o sonho. quando seu querido filho fez nove anos. Locana d€sa canta feliz as glórias de Gaur€‰ga.Por que você acha que Vivambhara é seu filho? Você não sabe que Eu sou a Suprema Personalidade de Deus. Um animal não pode compreender a potência de uma pedra de toque. Nesta noite Jagann€tha Mira teve um sonho surpreendente. Jagann€tha convidou os parentes e lhes pediu suas bênçãos. ele e sua esposa escolheram um dia auspicioso para a iniciação bramínica de Vivambhara. Enquanto diziam isso.Assim. vocês podem ver que por ter tido este sonho estou perplexo.A grandeza de nosso filho Gaurahari está além do alcance dos Vedas. Vocês têm alguma ideia de seu significado? ®ac…dev… e os demais.O SONHO DE JAGANNšTHA MI®RA Gradualmente o dia foi virando noite.

ulular e cantos extáticos de "Jai! Jai!". Alguns brâmanes deram as bênçãos a Vivambhara de acordo com as regras €stricas. Gongos. karatalas e outros instrumentos musicais acompanhavam a cena com sons celestiais. flautas e pakhowajas (tambores de madeira) que soavam harmoniosamente. pasta de sândalo e guirlandas de flores a todos os brâmanes visitantes. vinas. Ao fazer isso. passaram o óleo vermelho do amalaki em Seus cabelos e banharam seu filho com a água do Ganges. Ao crepúsculo. Os brâmanes cantavam hinos védicos enquanto Vivambhara sentava-Se na arena sacrificial. Ele refletiu sobre o yuga-dharma desta era de Kali. fazendo com . ®ac…dev… juntamente com as senhoras locais untaram o corpo de Gaura com óleo de turmerique. Primeiro. A trovejante vibração do dhaka (um grande tambor de madeira) podia ser ouvida a muitas milhas ao redor. começou o sacrifício na hora propícia.Jagann€tha Mira distribuiu nozes de betel. o próprio pecado personalificado ficou amedrontado. um costume de quem está no sanny€sa-arama. bananas e óleo misturado com turmerique. As senhoras da vila trouxeram kunkuma e ®ac… lhes deu catechu. Dançarinos e cantores se apresentavam jovialmente enquanto a cabeça de Vivambhara era raspada. A indescritível beleza de Vivambhara feriria o orgulho de Cupido. Quando Nim€i pegou uma vara em Sua mão. Vivambhara pediu esmolas. mdangas. Arrepios deixaram todos os pelos de Seu corpo eriçados. o mais elevado dos quatro arams. Na manhã seguinte bem cedo. E então. o corpo de Vivambhara apresentou erupções de êxtase. Pasta de sândalo e guirlandas adornavam Seus membros dourados. Depois de lavar os pés dos brâmanes. Ele pensava como em breve deveria tomar sanny€sa e pregar hari-n€ma-sa‰k…rtana para aliviar o sofrimento da humanidade na Kali-yuga. Eles O vestiram com trajes vermelhos e Lhe deram o cordão sagrado. Jagann€tha Mira realizou a nandimukha (uma cerimônia de obséquios feita antes de um evento auspicioso como o casamento) e cerimônias de raddha. Os brâmanes recitaram versos auspiciosos e menestréis cantaram lindas canções. aos maravilhosos sons de búzios. Jagann€tha Mira sussurrou o mantra Gayatri no ouvido de seu filho. búzios. ®ac… ficou tomada e perdida em bemaventurança. De repente. a cerimônia de adhi-vasa teve início. Depois da cerimônia. Os corações dançavam ao som de shenai. GAURš¥GA E OS YUGA-AVATšRAS Enquanto a cabeça de Vivambhara era raspada durante a Sua iniciação bramínica.

posso não compreender as atividades de Gaur€‰ga. Um paŠita postulou: . sacrifício. O brâmane continuou: . Talvez fosse um semideus. Os sacerdotes brâmanes ficaram surpresos. aparece numa Dvapara-yuga em particular. e a austeridade era o yuga-dharma. vir só. As encarnações que vêm restabelecer a religião são chamadas yuga-avat€ras. o querido filho de Nanda Mah€r€ja. Em outras Dvapara-yugas. a melhor de todas as jóias e a essência de todas as encarnações. Gaurahari deixou escapar uma rugido bem alto. Muitas Tetra-yugas se passaram. Por esta razão.Ouçam. Um segundo brâmane disse: . duas encarnações aparecem chamadas karya e yugaavat€ras. Na Satya-yuga o avat€ra Haˆsa do Senhor era branco. mas sei que Ele aparece em cada yuga para liberar as almas condicionadas. De acordo com a yuga. Quando o avat€ra KŠa. Seu corpo brilhava como o sol nascendo. O Senhor R€ma faz aliança com os macacos da floresta para conquistar o demônio R€vaŠa. Contudo. Sudarana e outros paŠitas concluiram que Gaurahari não era um ser mortal. Na Tetra-yuga o Senhor toma uma forma vermelha e ensina a religião de yajña.Encarnações como o Senhor R€ma e outras que vêm destruir demônios são chamadas karya-avat€ras. o Senhor aparece com uma cor particular. todas as outras encarnações e expansões do Supremo estavam contidas nEle. a Suprema Personalidade de Deus. brilhando de compaixão. em algumas Tetra-yugas o Senhor aparece como o Senhor R€macandra. ®r… KŠa é também o amante transcendental das gop…s de Vraja. esta Dvapara é a melhor de todas as Dvapara-yugas. Seus olhos arregalados. Apesar de ®r… KŠa. destrói os descrentes e libera os devotos aparecendo em cada uma das quatro yugas. O Senhor KŠa não aparece em toda Dvapara-yuga. mas elas não são todas as mesmas. Sua estonteante refulgência brilhante indicava que Ele não era outro senão o próprio Senhor Govinda. Mergulhado num oceano de prema. a forma mais perfeita. KŠa é conhecido como p™rŠa-brahman. Depois de deliberarem por algum tempo. . Ele restabelece os princípios religiosos. Entretanto. pareciam flores de lótus desabrochando.que se parecessem as pontudas pétalas da flor kadaˆba. Por favor ouçam atentamente enquanto descrevo o Senhor ®r… KŠa que apareceu na Dvapara-yuga. Seu corpo transcendental tem a cor da grama fresca.O que realizamos sobre as qualidades e o comportamento do Senhor Supremo? Nós só podemos ter uma aproximação com as nossas inteligências diminutas.

o ser supremo completamente independente o que estabelecerá como yuga-dharma ou simplesmente desfruta de passatempos. As pessoas. O ®r…mad Bh€gavatam declara que este humor de serviço amoroso é dificil de ser compreendido. Através de que atividades Ele estabelece o yuga-dharma? As escrituras dizem que a adoração no templo é a atividade religiosa preconizada na Dvapara-yuga. O Senhor KŠa e o Senhor Caitanya não parecem em toda Dvapara e Kali-yugas. Em outras Dvapara-yugas o Senhor estabelece a religião encorajando votos. Por favor. no entanto.O Senhor Gaur€‰ga Mah€prabhu aparece para pregar a consciência de KŠa numa Kali-yuga em particular. Quando o Senhor aparece como yuga-avat€ra Ele atende a um propósito em particular de acordo com as necessidades da yuga específica. O Senhor Gaur€‰ga toma o nome de R€dh€ e Se junta às gop…s para servir a KŠa. O Senhor Caitanya libera os aleijados. R€dh€ e KŠa só têm um corpo. caridade e meditação. Durante o reinado de Vaivavata (manvantara). acreditem em minhas palavras. Quando e onde o Senhor KŠa estabeleceu a adoração no templo? Prestem atenção que vou esclarecer este assunto. O próprio Senhor. falham em perceber a essência da religião. o Senhor KŠa vem como o Senhor Gaur€‰ga especialmente para . KŠa e Gaur€‰ga realizam passatempos transcendentais apenas uma vez em um dia de Brahm€. fresco e sempre crescente. Para realizar passatempos na forma de R€dh€ e KŠa. o Senhor ®r… KŠa. mas Eles Se separam como duas pessoas para realizarem passatempos. o Senhor ®yamasundara veio como o Senhor Gaur€‰ga. a melhor de todas as eras. Kali-yuga é gloriosa. servem ®r… KŠa com amor puro transcendental. R€dh€r€Š… é a forma da divina hl€din…-akti de KŠa. O Senhor Gaur€‰ga adora o Senhor KŠa. Na era de Kali. porque todo mundo pode realizar muito facilmente o yuga-dharma cantando os santos nomes em saŠk…rtana. O mais maravilhoso é que Ele fez tudo isso de uma só vez. Estas duas yugas especiais em que aparecem o Senhor KŠa e o Senhor Caitanya são chamadas sv€tantra. ®r…mati R€dh€r€Š… sozinha é a personalificação da svar™pa-akti de KŠa. o Senhor de Dvapara. independente e separada de KŠa. que é amor puro a Deus. R€dh€ sente que Seu amor é sempre renovado. R€dh€r€Š… e as gop…s que são Suas expansões pessoais. Na Dvapara-yuga o Senhor ®r… KŠa vem como o yuga-avat€ra. KŠa aparece em formas expandidas. que segue imediatamente a Dvapara-yuga em que aparece a Suprema Personalidade de Deus. As pessoas recebem uma grande fortuna na Dvapara e Kali-yugas em que KŠa e Gaur€‰ga aparecem. o Senhor manifestou Sua forma de Gaur€‰ga. mas não em Sua forma original. fazendo harin€ma-sa‰k…rtana. cegos e inválidos por induzi-los a cantar Hare KŠa. Ela é individual. Entretanto. Em outras Dvapara-yugas.

o próprio KŠa aparece como ®r… Caitanya Mah€prabhu nesta Kali-yuga. Adotando um humor humilde. Comentaristas dizem que esta pessoa também é da cor de safiras azuis. O avat€ra Gaur€‰ga contém todas as ilimitadas expansões do Senhor em Si. Ele dá KŠa-prema para todo mundo sem discriminação.yugas anteriores o Senhor Supremo veio na forma do Senhor N€r€yaŠa. Seu corpo exibe constantemente os sintomas de êxtase como arrepios e mudanças na cor do corpo de dourado para rosa. Enquanto outras que ouviram falar dEle. elas começam a dançar. cantar. toda a vila de Nadia exclamou "Jai! Jai!" Locana d€sa canta alegremente as glórias do Senhor Gaur€‰ga. Em regojiso com as atividades de Gaurahari. As pessoas sentem uma satisfação verdadeira ao participarem de um sa‰k…rtana do movimento de Mah€prabhu. Assumindo a cor de ouro derretido de ®r…mat… R€dh€r€Š… e o humor de amor puro de Seu coração.dar amor puro a Deus para todo mundo. Por esta razão esta yuga-avat€ra é chamada de encarnação completa da Suprema Personalidade de Deus. "ESTOU INDO PARA CASA" Um dia Nim€i. mas a maioria delas está atônita com os passatempos incríveis de Gaurahari. Em outras Kali. Depois de aceitarem os nomes transcendentais de R€dh€ e KŠa. disse com uma voz trovejante: . chorar e rir em êxtase. com Seu corpo exibindo uma brilhante refulgência. O Senhor Supremo vem na forma de Gaur€‰ga para fazer o mundo consciente de Deus. Ele ensina a ciência de amar a KŠa. Coberto pelo humor de R€dh€. Às vezes Gaura ruge para acordar as almas adormecidas da Kali-yuga. Algumas pessoas permanecem duvidosas. Nenhuma outra encarnação se iguala a Gaura. PaŠitas eruditos concluiram que o Senhor revela Seus aspectos em particular de acordo com o tempo e circunstâncias. As pessoas suspeitam que Gaur€‰ga seja o Senhor Supremo. Este Senhor não tem outro nome senão Vivambhara. Os €stras dizem que na Kali-yuga o Senhor assume uma forma dourada e dissipa o movimento de sa‰k…rtana. dizem que vêem Vivambhara como o Senhor do Universo. o Senhor Caitanya chora de amor. As duas sílabas da palavra KŠa é o nome do avat€ra que apareceu com a cor das penas da asa do papagaio (amarelo brilhante). Logo elas emergem da escuridão da ignorância e vêem a realidade transcendental da bem-aventurança da vida espiritual. Mesmo sem que se Lhe peça. e agora esta idéia está se espalhando por todo lugar. O Senhor Gaur€‰ga tem prazer em Se dar aos outros.

Siga Minha ordem com atenção. vou obedecer a Sua ordem. O vê.. O corpo do Senhor é transcendental aos três modos da natureza material. por favor explique o significado interior da declaração de Nim€i "estou indo para casa".Ouça. . você pensa que eu sei tudo sobre o Senhor? Vou dizer o que compreendo. Depois de algum tempo Nim€i chamou ®ac…m€t€ e disse: . Locana d€sa diz que Nim€i dizendo "estou indo para casa" precisa de explicação. Num instante Nim€i despertou. Se parecer razoável para você.Ó grande alma. por favor ouça-Me. mas quem pode dá-la? Mur€r… Gupta. O Senhor deseja ser servil a Seu devoto. Nim€i permaneceu em silêncio por alguns segundos. seu corpo tremia por afeição materna.Está certo. Uma vez Nim€i comeu alegremente algum pan e nozes de betel dados a Ele por um brâmane de coração puro. Dentro do coração de Seu devoto o Senhor pode facilmente realizar Seus passatempos. Com muito medo. Mur€r… Gupta disse: . Nim€i ficou satisfeito. O corpo do devoto puro é a casa do Senhor. então aceite com fé. O Senhor entra no coração de Seu devoto puro que ouve sobre Suas atividades. um íntimo associado eterno do Senhor Caitanya.Estou indo para casa. Você está cometendo uma ofensa. D€modara PaŠita perguntou a Mur€r… Gupta: . Mas Ele sempre Se dedica a passatempos no coração de Seus devotos puros. Assim sendo. Nim€i ensinava Sua mãe as injunções das escrituras. O Senhor é a corporificação da bem-aventurança. Que tipo de m€y€ ou akti está por trás das ações do Senhor? Por favor. Agora cuide deste brâmane como se fosse seu filho. medita sobre Ele e canta os Seus santos nomes.Ó mãe. Desta maneira. faça referências €stricas e explique isso para mim. completamente puro e o objeto mais valioso. iluminando a sala inteira com Sua refulgência. Ele considera que adoração ao Seu devoto é superior à Sua própria adoração. O Senhor não faz nada além de desfrutar de passatempos transcendentais. por que os patifes desejam que Ele não tenha qualidades? O Senhor nunca Se manifesta para aqueles que estão encobertos por m€y€. Ele é muito belo. caiu ao solo inerte. ®ac…m€t€ despejou água do Ganges em Sua boca. Os materialistas não podem compreender porque o Senhor dá mais importância a Seus devotos puros do que a Si próprio. e de repente. ®ac…m€t€ ficou surpresa e hesitante. Algumas pessoas pensam que esta atividade é produto de m€y€. ®ac… disse: . De hoje em diante não coma grãos em ekad€…. conhece todas as verdades €stricas.

Os Vedas. da mesma maneira este é o poder da poeira dos pés de um devoto puro. Jagann€tha caiu prostrado com uma febre muito alta. a jóia entre os brâmanes. Assim. Ele é o todo poderoso Senhor dos senhores. Pur€Šas e os grandes devotos proclamam que o corpo de um devoto puro é totalmente puro porque o Senhor KŠa vive dentro do seu coração. ®ac…dev… ficou preocupada e chorou. ouçam a maravilhosa história que irá mitigar as misérias de seus corações. Locana d€sa sente muita alegria ao ouvir estas conversas. Qualquer um que não aceite o fato do Senhor residir no corpo de Seu devoto puro é o mais baixo entre os homens.O Senhor sente prazer ao ver Seus devotos comerem. Mur€r… Gupta e D€modara PaŠita conversaram alegremente sobre este tópico íntimo.Mango (mãe). Um dia. os membros mais velhos da família tiveram uma discussão. No devido curso de tempo até mesmo Brahm€. Vendo sua morte iminente. com certeza comete uma grave ofensa. os amigos e parentes correram até a casa de ®ac…dev… e ficaram ao redor de Jagann€tha Mira. o vasto oceano e os Himalaias serão destruidos. o que você está esperando? Vá chamar os parentes. Ao ouvir esta notícia desafortunada. Rudra. Vivambhara disse: . Jagann€tha Mira. KŠa faz o papel de um mortal ordinário. é um dever dos amigos lembrarem o outro amigo do Supremo Senhor KŠa. um não-devoto pensa: . dormirem e desfrutando de diferentes atividades. Vivambhara. KŠa tem um corpo completamente transcendental.O que é este KŠa? Ele nada mais é do que um ser humano comum. Assim como o Ganges ou qualquer lugar de peregrinação pode purificar ou liberar alguem. Se um patife que não compreende ou critica um devoto puro. Na hora crítica da morte. Depois de ver as atividades do Senhor. ®ac…m€t€ e alguns amigos levaram o corpo de Jagann€tha Mira até o Ganges. retornava para casa depois de estudar os €stras no arama de seu Guru. Nim€i a consolou com alguma filosofia: . Então. KŠa trata todo mundo igual. todo mundo deve morrer um dia. O DESAPARECIMENTO DE JAGANNšTHA MI®RA Por favor. mas Ele reciproca de forma diferente com Seus devotos devido à atitude de rendição e amor dos devotos. Por que você se preocupa com a morte? Reuna seus amigos e cantem os santos nomes de KŠa. Na realidade. Enquanto lavava os pés de Seu pai.Mãe. Vivambhara chorava inconsolavelmente e falava com voz chocada: . Por arranjo da providência.

O choro do Senhor induziu Seus amigos. Tocando os pés de seu esposo. Agora todas as dez direções para Mim estão cobertas pela escuridão. Jagann€tha Mira tentou responder mas não pôde. Não verei seus pés novamente.Vivambhara.Ó meu senhor. Você não irá mais segurar a Minha mão e Me ensinar. No futuro Você poderá me esquecer. Jagann€tha Mira. Alimentou os brâmanes e lhes deu presentes. Apartir de hoje nossa casa está vazia. Ao ouvir estas suaves palavras de seu filho.. juntamente como os membros de Sua família. devotos e o mundo inteiro ao pranto. As donas de casa apaziguavam ®ac…dev…: . se você continuar chorando a criação inteira irá sofrer. Jagann€tha Mira permaneceu absorto se lembrando de Hari. Qualquer pessoa que ouça com fé e devoção sobre o desaparecimento de Jagann€tha Mira retornará a VaikuŠ˜ha. Sentindo grande tristeza. Os amigos de Nim€i tentaram consolá-lO com palavras doces: .Olhe o seu filho querido. Agora não vejo mais nada além de escuridão nas dez direções. O Senhor Gaur€‰ga controlou Suas emoções e agiu soberbamente para realizar os ritos necessários para o funeral de Seu pai. executaram os detalhes de acordo como o prescrito pelas regras védicas. você está deixando este mundo para trás.Ouça Vivambhara. Com grande devoção Ele adorou Seus ancestrais. Os brâmanes colocaram folhas de tulasi em seu pescoço e banharam Jagann€tha Mira no Ganges. Sente lhe servi quando você repousava ou enquanto você comia. leve-me contigo. Vivambhara. chorava profusamente ao ver a morte de Seu pai e ouvir as palavras doídas de ®ac…m€t€. As lágrimas que caiam no peito de Nim€i pareciam valiosas pérolas em um colar. Jagann€tha Mira cantou os santos nomes de KŠa e retornou para VaikuŠ˜ha numa carruagem celestial. Nim€i. o pai do Senhor Vivambhara foi o maior de todos os brâmanes. Como que Nim€i irá ficar e quem será seu guia? Um filho como este seu Nim€i é dificil de se encontrar nestes três mundos. e esqueça tudo isso. Com uma voz chocada e febril ele disse: . Vivambhara. Esquecendo-se dEle. Não vou ser capaz de te chamar de pai novamente.Você vai Me deixar sozinho. Agora estou Lhe entregando ao abrigo dos pés de lótus de Raghun€tha (a Deidade alagrama da família). mas vou Lhe revelar o que tenho em meu coração. Rodeado pelos amigos e pela família. . Eu lhe servi por tantos anos e agora você está indo para VaikuŠ˜ha sem mim. O mundo inteiro parece vazio sem você. nada posso fazer. ®ac…dev… chorava copiosamente. De agora em diante não tenho outro abrigo senão meu filho pequeno. o querido filho de ®ac…. E então. ®ac…dev… lamentava: . também alcançará VaikuŠ˜ha se morrer às margens do Ganges.

O Senhor ofereceu respeitos ao venerável €c€rya. A beleza. ®ac… solicitou humildemente: . na tol (escola) de PaŠita Sudarana. deusas do conhecimento. Vivambhara visitou o arama de Vanamali šc€rya. Locana d€sa solicita a todo mundo que ouça atentamente sobre o caráter maravilhoso do Senhor Caitanya. Ele ensinará a todo mundo a cantar o santo nome. Algum tempo depois. Lakm… µh€kuraŠ…. . Eles conversavam animadamente.Se eu mantiver Vivambhara absorto nos estudos. Sorrindo muito docemente. você deixou ao nosso encargo aquele que é adorado por milhões de Sarasvat…s. ®ac…dev… voltou para casa. Acidentalmente.Contemplando a face de Gauracandra. Por favor tratem-nO com afeição como trariam o seu próprio filho. Um dia. O PROMOTOR DE ENCONTROS Um dia ®ac…m€t€ pegou Gaur€‰ga pela mão para se incumbir de Sua educação. Vivambhara Hari olhou para ela.Ó grandes sábios. por favor. Vivambhara estudava com ViŠu PaŠita. Mantenham-nO perto de vocês. os brâmanes. as qualidades e o comportamento da menina era famosos nos três mundos. a filha de Vallabh€c€rya. Aceitando uma forma humana. Ele com muito humor imitou a fala estranha dos residentes da Bengala Oriental. Noutra ocasião. Ele fez isso para abençoar as pessoas do mundo. VANAMALI. Neste instante a filha de Vallabh€c€rya estava indo para o Ganges com suas amigas. e dará o Seu amor a todos. você deve saber que nós é quem devemos aprender com Ele. ®ac…m€t€. o Senhor Supremo como Vivambhara estudava e agia como um homem comum. Em sua mente ela colocou os pés de lótus de Vivambhara em sua cabeça. instruam o meu filho. Vivambhara. Depois de deixar seu filho com os paŠitas. ®ac…m€t€ cantava enquanto pensava: . As pilheias de Vivambhara compraziam e encantavam a todos. Vanamali tomou Vivambhara pela mão e foi até o outro lado da estrada. Ouvindo isso. por também estudar com eles. o Senhor fez uma pilheia com Seus colegas. abençoou Sudarana e Gangad€sa.Hoje obtivemos uma rara fortuna. Levando-O aos paŠitas. Levantando-se para receber o Senhor. sentiram-se um pouco hesitantes. e neste instante Ele realizou porque havia vindo para esta Terra. ®ac…m€t€. o Guru do Universo. compreendeu a mesma coisa. Ele então passará os Seus dias alegremente. e responderam humildemente: .

assim. a forma deslumbrante de Gaur€‰ga é como a rede de Cupido usada para capturar corças inocentes que são os corações das castas meninas de Nadia. por favor.Ó Gaur€‰ga! Vanamali se lamentava: . Os lábios explêndidos e coloridos de Gaura desafiavam a beleza da flor vermelha do bandhuli.Meu filho ainda é um menino. Sua beleza. Vivambhara andava depressa pela estrada para encontrar Vanamali šc€rya. qualidades e comportamento são inigualáveis nestes três mundos. a árvore que satisfaz todos os desejos. Se você a desejar. onde você esteve? Vanamali respondeu: . Realmente.šc€rya. é a árvore dos desejos que satisfaz os desejos de Seus devotos. Do outro lado da estrada ele gritou: .Todas as glórias para Tu. A pasta de sândalo fragrante encantava Sua forma que atrai a mente. ®ac…dev… respondeu: .Ó purificador das almas caídas.Vanamali šc€rya. Mas por que não satisfazes o meu desejo? Todas as glórias para aquele que livrou Draupad… do medo e do vexame. És conhecido como uma kalpa-taru. Vivambhara ficou preocupado com a aflição de Vanamali. Ele não tem pai. gritando: . e fez uma visita a ®ac…m€t€ alguns dias depois. levantou-o depressa e o abraçou. Suas veste brancas e finas estavam atadas de forma atrativa e com perícia em torno de Sua silueta graciosa. Por enquanto deixe que continue estudando. que livrastes Ajamila de uma prostituta. O Senhor sorriu. conceda-me Tua misericórdia e salve-me! Estando na escola. Seus dentes alvos pareciam fileiras de pérolas. A beleza transcendental do Senhor superava o poder cativante de milhões de Cupidos. Vivambhara. Ela é filha do ilustre Vallabh€c€rya. Ó pai do universo. Decepcionado. Vivambhara perguntou como uma voz doce: . Vanamali ofereceu respeitos a ®ac…m€t€ e sorridente disse com uma doce voz: .Há uma menina muito jeitosa para se casar com o seu filho. Vivambhara pegou os Seus livros. deixe que cresça e amadureça um pouco mais. Todas as glórias para aquele que salvou Gajendra das mandíbulas do crocodilo. na verdade.Oi! Quem bom! Vanamali caiu aos pés de lótus de Mah€prabhu. O Universo ficou encantado ao ver Seus cabelos livres ondulando. Vanamali ergueu as mãos e correu ao encontro do Senhor. Ele andava magnânimo como um elefante louco. por favor. compreendeu plenamente suas mentes. Vanamali šc€rya saiu abruptamente. dê-me sua permissão. Os ornamentos no corpo de Gaur€‰ga resplandesciam. Vendo Vivambhara a distância. despediu-Se de Seu guru e deixou a tol.

Por favor diga-me com que propósito viestes.Sou muito afortunado em te encontrar.Por que você me chamou? ®ac…dev… disse: . A própria providência decorou Vivambhara com todos atributos maravilhosos. Ela é cheia de boas qualidades e é filha de Vallabhacarya. . Feliz em aceitar a solicitação de ®ac…dev…. ancestrais e semideuses irão se satisfazer com este casamento. e foi para casa. revele Sua mente para ela. ®r… Vivambhara. O Senhor ouviu em silêncio. Tu és o meu maior amigo. Vanamali ficou esperançoso de que o Senhor em breve iria Se casar. Vanamali disse: . Para satisfazer a todos dou minha sanção para o casamento de Vivambhara. ela não a considerou importante. Sua afeição por Vivambhara é maior do que a minha. Este arranjo de casamento deve ser o resultado de minhas muitas austeridades. Cheio de bem aventurança. Vanamali correu para a casa de ®ac…dev…. Os …s. assim. seguiu para casa. Ela é a parceira ideal para Você. O que você disse para ele ficar assim? ®ac…m€t€ entendeu imediatamente o que o Senhor queria dizer com Suas palavras. Vanamali šc€rya correu até a casa de Vallabh€c€rya com a proposta. Mas quando fiz a proposta para Sua mãe. Agora. sábios.Mantenha aquela sua proposta anterior.Sinto-me muito gratificado ao ouvir a tua proposta. Fiquei triste ao ver sua face. vem de uma família de brâmanes elevados e possui todas as boas qualidades e o melhor caráter. Vallabh€c€rya disse: .. então estou pronto para oferecer minha filha em casamento para Vivambhara. nada tenho para dar em caridade além da minha filha. Se for aceitável para você.Vim à tua casa devido a mútua afeição. Vendo o doce sorriso de Visvambhara. agora estou voltando para casa. faça os arranjos necessários para Seu casamento. Ela mandou alguém ir buscar Vanamali šc€rya. Desta maneira. Sua mãe é muito bondosa. estas realizando meu desejo mais profundo. sorriu. Ele é glorificado nos três mundos. Sentindo-se feliz. Visvambhara perguntou a Sua mãe: .Ouça Vivambhara.O que você disse para Vanamali Acarya? Ele parecia muito triste ao vê-lo agora na estrada. Vallabh€c€rya recebeu o šc€rya cordialmente e disse: . Chegando em casa. Agora decidas. Caiu a seus pés e com uma voz balbuciante disse: . como sou pobre. o filho de Jagann€tha Mira. Apesar de nunca ter te contado. Assim. como é possível para mim descrevê-lO adequadamente? Vivambhara é definitivamente a pessoa perfeita para ser o seu genro. Entretanto. Eu lhe falei sobre a menina que é muito adequada para se tornar Sua esposa.

todos estavam imersos em bem-aventurança. Seguindo a ordem de Sua mãe.Ó meu filho querido. Vivambhara. ®ac…m€t€ e as outras senhoras fizeram as preparações. O corpo de Gaur€‰ga brilhava como a beleza de milhões de Cupidos. faça os arranjos necessários para a cerimônia de casamento. amigos e parentes compareceram ao casamento de Nim€i. Ao ouvir e ficar satisfeita. brâmanes. bandeiras. ®ac…m€t€ disse docemente: . a filha de Vallabh€c€rya é uma menina maravilhosa. Vivambhara adorou os brâmanes com presentes. Serei muito afortunada se a tiver como nora. Se Você aceitar esta proposta. guirlandas de flores e fragrante madeira de sândalo. Mda‰gas e búzios carregavam o ar com sons auspiciosos. Num dia auspicioso. Ele mandou magníficas guirlandas e madeira de sândalo para Vivambhara. cantaram: . Os brâmanes ficaram aturdidos a contemplar a refulgência estonteante de Vivambhara. muito adequada para Você. nozes de betel. chamou um astrólogo qualificado e fixou uma data apropriada. Toda a vila de Nadia inundou-se num oceano de amor. COLETANDO ÁGUA DO GANGES . aprovando unanimemente. Engajando os melhores brâmanes. As jovens meninas solteiras de Nadia ficaram cobertas de ondas nectáreas do oceano de rasa que foi batido no casamento de Gaur€‰ga. Os €c€ryas realizara a cerimônia de adhi-v€sa enquanto os brâmanes encheram todas as quatro direções com mantras védicos. Vivambhara coletou a parafernália.Muito bem! Muito bem! CAPITULO 4 OS PASSATEMPOS DA JUVENTUDE DE GAURš¥GA O CASAMENTO DE VI®VAMBHARA E LAK±MŸPRŸYš Com uma face sorridente. guirlandas e madeira de sândalo. ®ac…dev… deu suas bênçãos a Vanamali. Os amigos e parentes de ®ac… receberam a noticia com alegria. as mulheres trouxeram potes cheios d'agua do Ganges. A casa inteira estava embelezada com lamparinas. Vallabh€c€rya realizou a cerimônia de adhi-v€sa para o bem estar de sua filha Lakmipr…ya. Quando a adhi-v€sa terminou a noitinha.Vanamali foi até a casa de ®ac…dev… informá-la sobre a conversa.

elas poderiam capturar a mente do sábio mais compenetrado. os barbeiros cortaram Seus cabelos. cantores e dançarinos estavam todos satisfeitos com os presentes e a comida. Colocando ®ac…m€t€ à frente. Realizando a cerimônia de carregar a água. e outras vezes andavam junto de Gauracandra. Vários instrumentos musicais enchiam a atmosfera de doces e auspiciosas músicas. cânfora. como posso servi-los adequadamente? Com a voz falhando. só para serem tocadas por Ele. Nesta hora. Seguindo as injunções védicas. Ao ouvir estas palavras piedosas de Sua mãe. ®ac…dev… as recepcionou com perfumes. Locana d€sa narra os preparativos para o casamento e a coleta d'água do Ganges. ®ac…dev… caiu ao solo. as virgens e as esposas dos brâmanes foram para a casa de ®ac…m€t€. elas caminharam em procissão até o Ganges enquanto cantavam doces canções. Às vezes seguiam atrás de ®ac…m€t€. Vivambhara abaixou Sua cabeça. chorando profuzamente. Elas pegavam betel. Uma pérola maravilhosa adornava a aba de seus narizes. as donas de casa limpam o corpo do Senhor. Revelando seu coração para eles. observou as cerimônias de nandimukha e raddha (adorando os ancestrais para pedir suas bênçãos para o casamento). ®ac…dev… tratava todos os convidados com muito amor e afeição. ®ac…dev… disse: .Decorando-se com vários ornamentos atrativos. Ele tomou banho. Usavam saris de algodão e de seda novos. Os brâmanes. Seu palavreado parecia nectáreo e a terra balançava com suas risadas.Estou sem meu esposo e meu filho perdeu Seu pai. a noite se passou em bem-aventurança. aquelas meninas poderiam encantar o próprio Cupido. pela tradição. o Senhor Gauranga proferindo doces palavras de apreciação. Seu coração queimava em separação ao Se lembrar de . Com os seus olhos de gazelas e caminhando com o jeito de elefantes. Quando as meninas e as senhoras chegaram. deu caridade e adorou os semideuses e parentes. os satisfazia mais do que a caridade. Vivambhara conduziu os rituais de casamento costumeiros. Cupido ficou agitado ao ouvir suas doces e delicadas vozes. Sou pobre. Assim. nozes de betel e pasta de sândalo. Com braceletes tinindo suavemente e com maravilhosos vestidos. as senhoras de Nadia ficaram loucas de alegre bem aventurança. guirlandas e pasta de sândalo e gentilmente ofereciam a Gaur€‰ga. Entretanto. Depois de Vivambhara Se banhar. Faziam pilhéias entre si enquanto cantavam as glórias de Gaurasundara. e balançavam suavemente suas cabeças de um lado para o outro enquanto caminhavam. No dia seguinte. Desta maneira.

Cornetas. Bem na hora certa. Os ornamentos de Vivambhara. Abandonando sua timidez. cantores e dançarinos o rodeavam em procissão. Tomou uma carruagem celestial junto com Seus amigos. Ele parecia a lua cheia. Os amigos do Senhor Vivambhara ajudaram-nO a vesti-lO com vestes atrativas. Eles faziam uma atmosfera festiva com músicas e mantras. as mulheres corriam para ver a maravilhosa forma de Gaurasundara. Algumas mulheres não podiam arrumar o seu cabelo e sua roupa devido à excitação. ninguém se movia para frente. Os semideuses pararam seus aeroplanos celestiais para saborearem a forma todo-atrativa de Gaur€‰ga. Elas respiravam ofegantemente por terem corrido para dar uma olhada em Vivambhara. todo mundo de Navadv…pa estava correndo pela rua. os brâmanes estavam adorando os semideuses e os ancestrais de Vallabha. Brâmanes. Untaram o Seu corpo com pasta de sândalo. trombones. Elas exclamavam e chamavam umas às outras para virem ver. Apesar das pessoas estarem empurrando. Todo mundo estava surpreso com a cena. A EXTÁTICA PROCISSÃO DE CASAMENTO Enquanto isso. Vallabh€c€rya deu inúmeros ornamentos dourados para sua filha Lakmipr…y€. Na verdade.Seu pai. Ele decorou-a com perfumes. As sombrancelhas escuras e suavemente curvas de Gaura pareciam o arco de Cupido. Ele usava uma guirlanda de flores celestiais e amarrara com perícia um dhoti com a barra vermelha. Com grande entusiasmo. Vallabh€c€rya.Hari bol! Hari bol! Jai! Jai! As pessoas de Nadia sentiam-se eufóricas e pareciam enlouquecidas pela bem-aventurança transcendental. Gauracandra pegou um espelho em Sua mão. guirlandas de flores e pasta de sândalo. A doce fragrância de Seu corpo saturava o ar. Então. mda‰gas e tambores soavam em êxtase. anéis de jóias e pulseiras douradas criavam tamanha refulgência que ninguém conseguia olhar para Ele. seguiu Suas ordens para satisfazer os brâmanes com caridade. Suas esposas não podiam tirar os . Vivambhara prestou reverência para Sua mãe e saiu de casa num momento auspicioso. enviou um brâmanes para ir buscar o noivo. Penduraram makara-kuŠala (brincos com a forma de tubarões) em Suas lindas orelhas e um colar de pérolas em torno de Seu suave e poderoso pescoço. na casa de Vallabh€c€rya. todo mundo cantava: . Uma multidão agitada veio ver o Senhor. Com palavras afetuosas. ®ac… apaziguou seu filho. Até as senhoras orgulhosas abandonaram sua arrogância e sairam correndo para verem o Senhor. o maior dos brâmanes.

elas negligenciavam seus esposos e filhos e corriam como loucas para fora de suas casas. Flautas. Sua imponente forma dourada desafiava o monte Sumeru. Desta maneira. Depois de lavar os pés do Senhor. Gandharvas. Sem acanhamento admiravam continuamente a face de Gaurasundara que desafia o orgulho de Cupido. O fascinante movimento de Seus brincos removia o orgulho das mulheres. grande tambores de madeira e pequenos atabaques em forma de soavam juntos. Vallabh€c€rya escoltou o noivo para dentro de casa. Gaur€‰ga sentado ali com um sorriso nectáreo em Seus lábios. Todos os residentes de Nadia corriam para verem o Senhor. emanando do corpo de Gaura. kinnaras e mulheres celestiais enchiam todas as direções com canções auspiciosas. Masquem nozes de betel para colorir os lábios lindamente e levem uma folha de betel em sua mão esquerda. as senhoras da vila de Nadia cantavam: . as senhoras de Nadia iluminavam o recinto com lâmpadas brilhantes. Usando seus melhores saris e com seus corações cheios de alegria. Os residentes de Navadv…pa estavam intoxicados de alegria. não podemos nos controlar. vinas. Vendo Sua testa maravilhosa sob a deslumbrante coroa. as donas de casa ignoravam completamente os reclamos de seus familiares. A refulgência dourada natural de Gaura combinada com centenas de lâmpadas iluminavam a casa inteira. Uma procissão de senhoras começando com as mais velhas . Para poderem ver a beleza de Gauracandra. Na auspiciosa ocasião do casamento de Gauracandra.olhos da face maravilhosa de Gaura. Os ornamentos luzivos em Seu corpo pareciam ouro derretido. ponham suas pulseiras douradas. a procissão de casamento de ®r… Visvambhara seguiu para a casa de Vallabh€c€rya.Agora penteiem seus cabelos. búzios. karatalas. milhões de Cupidos se sentiram desajeitados e baixaram suas cabeças de vergonha. parecia a lua cheia. tornoseleiras e outros ornamentos deslumbrantes. coloquem um sari novo colorido e decorem seus olhos com kajjal. Com as flores despencando de seus cabelos despenteados e com sua roupas desajustadas. mda‰gas. Mah€prabhu então sentou-Se num assento de madeira sob uma canóplia rodeada por quatro folhas de bananeira. A divina fragrância das guirlandas era como o Ganges ondulante descendo dos Himalaias. tamborins. Sons de "Jai! Jai!" vibravam no céu. Espalhem sindhur na repartição do cabelo e ponham um pouco de pasta de sândalo na testa. Locana d€sa diz que todas as direções ressoavam de júbilo. A visão de Vivambhara despedaça nossos corações como as cinco flechas de Cupido. Vamos nos vestir de maneira maravilhosa para ver o casamento de ®r… Vivambhara. sinos na cintura. produzindo uma doce e maravilhosa rasa sonora. Depressa.

Uma gop… recebeu o posto do Senhor ®iva por meditar nestes pés. cuja filha fora aceita pelo Senhor Supremo de VaikuŠ˜ha. Lakm…. o Ganges desce para purificar todas as pessoas do mundo. Bgugama. assim como Candra e Rohin… ou Hara e P€rvat…. Eles Se olharam longa e profundamente. Lakm…dev… estava coberta por ornamentos resplandescentes e rodeada por muitas lâmpadas luminosas. A escuridão é dissipada por adorar os pés que Vallabha banhou com água. Então. "Hari! Hari!" Vivambhara. Paraur€ma. Centenas de donas de casa e jovens meninas sentara-se em volta de Lakm…dev… e Vivambhara e brincavam com Eles. Brilhando como a lua cheia. Destes pés. Vallabh€c€rya ofereceu um assento simples. Vallabh€c€rya pediu para as mulheres trazerem a noiva. Sentada em um trono. Vallabh€c€rya fazia sistematicamente as atividades de sacrificio. Var€ha. o esposo de K€mal€ (Lakm…dev…) sentou Sua noiva ao Seu lado esquerdo. O Senhor Brahm€ adorou aqueles mesmos pés para receber o poder para criar o Universo. Vallabh€c€rya adorou o seu genro. Buddha e Vy€sa. Lakm…dev… circunambulou seu Senhor sete vezes de prostrou-se aos Seus pés em submissão. Nsimha. Bali Mah€r€ja doou três passos de terra para estes pés. Seguindo a tradição. O Senhor e Sua Senhora sentaram-Se num aposento privado para tomarem prasada depois de completados os rituais de casamento. a noiva iluminou a Terra com sua beleza radiante. Lakm… os adora alegremente. recebeu de Vallabh€c€rya roupas comuns. que agora era a pessoa mais afortunada do mundo. sentou-se ao lado do Senhor. Uma menina casta disse: . E então puseram alegremente iogurte nos pés do Senhor. uma cortina foi posta para que os noivos pudessem trocar em privacidade os seus primeiros olhares amorosos. deu um trono real.e terminando com a mãe de Lakmipr…ya circunambulou o noivo sete vezes. As glórias de Gaur€‰ga são tão nectáreas que até mesmo um homem com o coração de pedra abandona sua atitude ateista após ouvi-las. Kurma. ela removia a escuridão da noite. Pensando nestas coisas. Todos dançavam como loucos e cantavam felizes. O sorriso doce do Senhor encantava todo mundo. Após o término desta parte da cerimônia de casamento. O mesmo Senhor Se tornou filho de Vallabh€c€rya. com a face vermelha de vergonha. Matsya. Mais tarde recebeu o divino toque destes pés sobre sua cabeça. o senhor do céu. A fortuna de ninguem poderia superar a de Vallabh€c€rya. Este Senhor que era adornado pela opulência de trajes divinos. Os dezoito Pur€Šas descrevem as encarnações parciais do Senhor Vivambhara incluindo ViŠu. A este Senhor a quem Indra. Os convidados arremessaram pétalas de flores nos recem-casados e uns nos outros. V€mana.

Vallabha disse: . Outra disse: . a voz de Vallabh€c€rya ficou entrecortada e lágrimas rolaram de seus olhos. os parentes mais velhos adoraram Lakm… dev… e Vivambhara. estou Lhe dando minha filha. Ao alvorecer Vivambhara realizou Seus deveres matinais. Agora ela pertence a Ti. proteja-a e a mantenha. nozes de betel e madeira de sândalo. Por favor. Agora ela será Tua criada e nora de Tua mãe.Vivambhara. Como posso Lhe dar a caridade adequada? Estou extremamente grato que tenhas aceitado minha filha como esposa. Colocando a mão de Lakm… na de Vivambhara. Lakm…dev… desfrutará destas feições de Gauracandra. ouça-me. Uma senhora disse: .Que caridades. grama durva. Vivambhara. Ponha-as em sua boca pessoalmente para que todas nós possamos desfrutar da cena. Comportando-se como uma rainha em minha casa.Sou pobre. A face de Gaur€‰ga é tão maravilhosa que todas se atraem por Ele. que se tornou esposa do Senhor Vivambhara. Mas quando nós teremos esta oportunidade? Nosso único desejo é sermos criadas e servir ®r… Gaur€‰ga-asi.. Desta maneira. tenho outro pedido. Em minha casa ela era como uma rainha. Ele realizou os deveres bramínicos apropriados e distribuiu prasada para os brâmanes reunidos. Pegue estas nozes de betel e dê para Lakm… antes que ela durma.Quem pode ter a fortuna comparável à de Lakm…. A noite passou em risos e brincadeiras. arroz.Sua beleza rouba o coração até mesmo da senhora mais recatada. ouça. Vallabh€c€rya presenteou os noivos com perfumes. enquanto as senhoras estavam em trono do Casal Divino. Teus pés de lótus são adorados continuamente pelo Senhor Brahm€. Meu Senhor. incluindo a tradicional cerimônia de kusandika (yajña de fogo realizado pelo recem-casado). No dia seguinte. Ficarei livre de todas as misérias da existência material por me abrigar em Teus pés de lótus. De repente. ®iva e pelos outros semideuses. Lakm… desfrutava .De hoje em diante. Satisfiz plenamente os semideuses e os ancestrais por oferecer-Te minha filha. Ele disse: . austeridades e meditações ela fez para conseguir Vivambhara como seu esposo? Pode haver alguma mulher casta cuja mente consiga ficar tranquila ao ver a esplêndida face de Gaurasundara? Uma jovem disse: . Por favor. Qualquer mulher bonita deseja ser abraçada por Seus braços longos e poderosos. um homem sem valia. as senhoras de Nadia expressaram seu amor por Vivambhara e Sua querida Lakm…dev… durante Sua alegre cerimônia de casamento. Sentindo-se simultâneamente alegre e triste.

Ela às vezes agia caprichosamente enquanto comia com sua mãe. Senhoras levavam potes d'água do Ganges. O que mais posso dizer? Agora ela é Tua. Costuma se sentar em nossos colos.de muita liberdade. Durante a encantadora atmosfera do anoitecer. ela Os abençoou para que vivessem para sempre. ainda derramava lágrimas de amor e seus olhos estavam vermelhos como o sol nascente. ela Lhes deu grama durva e arroz. dançarinos e cantores se apresentavam expontaneamente. lamparinas de ghee e outros artigos auspiciosos ao Senhor assim que Ele entrou em casa. Muitas senhoras ululavam e cantavam "Jai! Jai!" ®ac…dev… sentiu deleite ilimitado ao ver seu filho e sua nora em seu aconchego. Muita bem aventurança permeava cada aposento da casa de ®ac…dev…. ®ac…m€t€ afetuosamente beijou a face de Vivambhara. Tomado pela ilusão. Uma ruidosa procissão de músicos. Semideuses nos céus os seguiam em seus aeroplanos de flores. contremplou-O. Com Sua querida Lakm… ao Seu lado. Enquanto isso. Todo mundo estava com um humor festivo. CAPITULO 5 MAIS PASSATEMPOS DA JUVENTUDE O AMOR DE GA¥GADEVŸ POR GAURš¥GA Agora. Então. Vallabh€c€rya controlou suas emoções. Ela é a nossa única criança. A atmosfera estava animada com ondas de alegria. isso me fez falar assim. Levando o Casal Divino para seu quarto. eu disse todas estas coisas. e depois beijou Lakm…dev…. nossa filhinha querida. Músicos. Locana d€sa sente imensa alegria em cantar as glórias de Gaur€‰ga. Na verdade. Potes d'água cobertos por brotos de manga e cocos foram colocados ao lado da porta de entrada. na casa de Vivambhara. Depois de dizer isso. De ambas as margens do rio muitos brâmanes e pessoas santas ofereciam respeitos e orações a Ga‰gadev…. que é a menina mais afortunada do Universo. Entretanto. dançarinos e cantores acompanhavam o Senhor. . isso se deve à minha forte afeição por Lakm…dev…. As senhoras ofereceram incenso. ouçam todos um outro dia dos passatempos do Senhor. ®ac…m€t€ e as outras senhoras alegremente preparavam as boas vindas para Lakm…dev… e o Senhor. Vivambhara e Seus amigos foram ter um darana com o rio Ganges. Vivambhara saiu da casa num palanquim.

Ao vê-lo assim absorto em amor. Vendo o Ganges em tão grande êxtase. O devoto brâmane que contemplou o passatempo de Vivambhara com Ga‰gadev… caiu aos pés do Senhor. o Ganges me concedeu sua misericórdia. o brâmane chorava e rolava no chão. Conhecendo o coração de Ga‰g€. passado e futuro. Apesar dela ser usualmente calma e tranquila. Gaur€‰ga cantou "Hari bol!" e então ofereceu Seu colo para Sua favorita. Então o brâmane explicou porque o rio Ganges inundou suas margens naquele dia. šc€rya e Bhatta. o brâmane disse: . É assim que flui o oceano de amor. que está além do alcance dos sábios e yogis. flores e polpa de sândalo. o Ganges corria rápido. Em extremo êxtase. Chorando. Em todas as direções. Ele disse: . o Senhor Gaur€‰ga retornou para casa. Na forma de centenas de correntes. entretanto por que estaria ela inundando suas margens? Em suas margens havia um brâmane que era muito devotado a ela. após um longo tempo. Cheio de amor. Pessoas se indagavam porque o Ganges parecia muito mais bonito naquele dia. o desejo de Ga‰g€ não fora satisfeito. Devido ao arrepio. Ali perto. Gaur€‰ga mantinha Ga‰gadev… em Seu coração. Os brâmanes compreenderam que Ele era a Suprema Personalidade de Deus. Eles podiam ver que Gaur€‰ga estava cheio de amor por Ga ‰gadev…. Pela misericórdia de Ga‰gadev….Finalmente. e assim. Seu corpo expandiu em tamanho e Seus olhos avermelhados se encheram de lágrimas de compaixão. seu coração era puro. mas as pessoas chamavam aquilo de transpiração. Vivambhara permanecia às margens de Ga‰gadev… e a contemplava com amor e devoção. ele ficou excitado e imaginando o que estaria acontecendo. por que agora estava rugindo alto e toda cheia de ondas? Não havia nenhuma tormenta em vista. Tanto os jovens quanto os velhos estavam adorando o Ganges com frutas. Mas. Suas águas puras escorriam em cada poro do corpo de Gaur€‰ga. estavam ali admirando a pureza e beleza do rio Ganges. as pessoas estavam em bem-aventurança cantado "Hari! Hari!" A vila inteira de Nadia ficou atônita ao ver este passatempo.Muitos diferentes paŠitas com nomes como Mira. se espalhando pelas margens para poder tocar gentilmente o corpo do Senhor. o Senhor avançou para tocá-la. Devido ao incontrolável amor por Vivambhara. e assim. ela esparramava suas ondas pelos pés de lótus do Senhor. as lágrimas de amor de Ga‰g€ fluiam para o oceano. ele podia ver o presente. Cheio de amor. Eles ficaram convencidos que Vivambhara era a Suprema Personalidade de Deus. Ga‰gadev… me permitiu identificar a pessoa de Mah€prabhu.

Deixe-me ver o efeito místico de minhas canções. é um local de peregrinação. A água que fluia das unhas dos pés de lótus do Senhor inundaram todo o Universo. que é a corporificação de Jan€rdana. inundou suas margens. De repente. não cante Minhas glórias desta maneira. Ao ver Mah€prabhu. Sorrindo. Ficando atraido. tocando vina e mda‰ga respectivamente. o Senhor pediu-lhe três passos de terra. Deixem-nos saborear o Seu darana. enchendo o Universo com sua canção. VI®VAMBHARA CONQUISTA A BENGALA ORIENTAL . Ele parou de cantar e o Senhor parou de derreter. acariciou suavemente os pés de lótus do Senhor. Conforme Vivambhara a contemplava amorosamente. Então o Senhor ®iva cantou com maior vigor. Uma vez que Ga‰gadev… expressou seus sentimentos para mim. o Senhor foi vê-los. O primeiro passo de V€manadeva cobriu todo o planeta Terra. A harmoniosa vibração espiritual do seu concerto rompeu as coberturas do universo. Ouçam as ilimitadas glórias de Tripada (V€manadeva) cuja misericórdia abençoou os três mundos. As pessoas chamam o Ganges "Tipada Saˆbhava" vendo que ele vem dos pés de lótus de Tripada. a coisa mais rara no Universo material em seu kamandalu (pote d'água). N€rada Muni e Ganea o acompanhavam. Assim. Agora este mesmo Senhor maravilhoso apareceu diante de nós como Mah€prabhu Vivambhara. Locana d€sa canta alegremente as glórias de Gaur€‰ga. O passo final Ele pôs na cabeça de Bali..Uma ocasião o Senhor ®iva estava em êxtase cantando as glórias do Senhor KŠa. O Senhor Brahm€ preservou esta água preciosa.Ó Mahea (®iva). pude explicar isso. Aparecendo diante do rei Bali em Sua forma de anão. Mahea ficou horrorizado. A água que surgiu do derretimento do corpo do Senhor é atualmente o Brahman líquido e é cheio de compaixão. Então sob o pretexto de fazer ondas. V€manadeva. Ao ver isso. Você não calcula o efeito. Suas músicas e canções fazem o Meu corpo derreter. Ga‰gadev… sentiu que o corpo do Senhor era mais doce do que néctar. Devido à euforia espiritual. O Senhor Brahm€ adorou com amor os pés do Senhor. Todo mundo se regojisa ao ouvir esta história maravilhosa. o corpo do Senhor começou a derreter gradualmente. Todo mundo diz que esta água. Para favorecer Seu devoto Bali Mah€r€ja. o Senhor V€manadeva. O Senhor disse: . Mahea disse: . Ga‰gadev… lembrou-se deste passatempo e cheia de amor. o Senhor novamente Se manifestou. Ele honrou aquela água colocando-a sobre sua cabeça. Seu segundo passo atravessou o Universo. seus corpos apresentaram pápulas eruptivas da cabeça aos pés.

Ele disse para Lakm…dev…: . vou abençoar aquele rio e fazer o Padmaval… ser conhecido por todo mundo. Quem seria a menina afortunada que por adorar Hara e Gaur… (®iva e P€rvat…) O obtivera como esposo? Sua aura brilhava como o ouro polido e Sua vigorosa compleição física desafiava o monte Sumeru. Mas sem Você. o Senhor disse para ®ac…m€t€: . não posso viver sem Você. De repente. Sua cor dourada iguala à de ®r… R€dh€. Um cordão bramínico de brancura imaculada estava pendurado em Seus ombros leoninos. Quem quer que visse Vivambhara durante Sua jornada ficaria alucinado com Sua beleza transcendental. não fique apreensiva. Seu olhar é ainda mais bonito. As feições de Gaura fazem me lembrar de ®r… R€dh€vallabha (KŠa. devo viajar para o exterior para conseguir alguma riqueza. ®ac…m€t€ sentiu-se perturbada a imaginar a separação de seu filho querido. assim como o Ganges. Pensando desta maneira. Elas jamais haviam visto uma pessoa tão atrativa. As pessoas dizem que aquele país é um país rejeitado desde que os Pandavas não ficaram ali. um erudito em kŠa-rasa-tattva. Pelo Meu toque. . Um dia. analisou o aparecimento de Gaur€‰ga e disse: . como irei viver? Um peixe não pode viver fora d'agua.Querido filho.Por favor. o Senhor partiu de casa. cuide de mamãe e sirva-a amorosamente. Quando os pés de Gaur€‰ga o tocaram. Sua estonteante beleza conquistava o coração de todas as senhoras. tenho uma solicitação. Elas imaginavam quem seria a a senhora afortunada que O tinha como filho. Ignorando a lamentação de ®ac…m€t€. As senhoras das aldeias sentiam-se abençoadas em terem o Seu darana. um dia Ele pensou: .Seus olhos grandes e maravilhosos desafiam a beleza da flor de lótus. que abrigava muitos peixes. ®ac…m€t€ disse: . Sábios e brâmanes sentavam-se serenamente em suas margens. Logo estarei de volta. sei que irei morrer.Quero ficar olhando para Ele o dia e a noite inteiros. o rio Padmavat… tremeu de êxtase. Muitas pessoas gostavam de se banhar em suas águas. Você deseja partir para um país distante atrás de dinheiro. o amado de R€dh€). Luxuriantes árvores bem verdes se alinhavam em ambas as margens do maravilhoso Padmavat….Mãe.Mãe. tartarugas e crocodilos. Uma pessoa disse: .Devo visitar a Bengala Oriental para o benefício das pessoas de lá. O rio Ganges que corre pela Bengala Oriental é chamado de Padmaval…. da mesma forma. Se não puder ver Sua maravilhosa face de lua. Gaur€‰ga coletou alguns de Seus associados eternos e começou Sua jornada.Desta maneira Vivambhara passava Seu tempo em pilheias e brincadeiras com Seus amigos. Gaur€‰ga falou algumas palavras reconfortantes: .

mas quem pode impedir os designíos da providência? O coração de Lakm…dev… ardia contínuamente pela dor de separação de seu amado Senhor Gaura. Os residentes das margens do Padmavat… se tornaram grandiosos por terem tido um darana de Gauracandra.Pelo toque divino de Vivambhara. com o coração completamente dedicado ao Senhor Vivambhara. o Padmavat… ficou puro. Um dia esta separação tomou a forma de uma serpente e picou Lakm…pr…ya. Gaur€‰ga misericordiosamente ofereceu um barco para atravessar as pessoas no oceano da existência material. Ninguém podia entender que agora Lakm…dev… iria partir para a morada eterna do Senhor. Nenhuma de suas curas pôde ajudar Lakm…. Lakm…dev… cantou o nome de Hari e foi para VaikuŠ˜ha. ®ac…dev… ficou amedrontada e desesperada. O toque de Seus pés refrescou a terra e encheu Mãe Bhumi de alegria. A Bengala Ocidental ficou famosa como o país que foi liberado pelo Senhor Hari. O povo ficou abismado ao ver aquilo. Assim que Lakm…dev… chegava ao fim de sua vida. Todas as pessoas naquele país se tornaram devotas do Senhor Gaur€ ‰ga. A infâmia causada pelos Pandavas nunca terem visitado este lugar foi destruida para sempre. incenso. A PICADA DA SERPENTE DA SEPARAÇÃO Voltando a Navadv…pa. Gaur€‰ga. Todas as desgraças daquela terra foram removidas. Ela regularmente limpava a casa e adorava às Deidades da família com perfumes. Então. Ele as coloca sem Seu colo e as atravessa para o outro lado do rio de nascimentos e mortes. ®ac…dev… em pânico chamou por um doutor mântrico para neutralizar o veneno. Contas de tulasi foram atadas ao redor de seu pescoço e todos. . Qualquer pessoa que se banhe nele sem ofender os vaiŠavas se livrará de todos os pecados e alcançará prema-bhakti. ®ac…dev… esqueceu-se de sua aflição e ficou feliz devido ao comportamento doce de sua nora. as pega com Suas próprias mãos. em todas as quatro direções cantavam os santos nomes do Senhor. lamparinas de ghee. o capitão do barco. Na forma de hari-n€ma-sa‰k…rtana. Lakm…dev… servia fiel e alegremente a ®ac…m€t€. Lakm… e ®ac…dev… viviam pacificamente juntas. foi levada para a beira do Ganges. Qual outra encarnação do Senhor que perguntou pessoalmente sobre os pecadores e caídos? Onde você poderá encontrar tanta misericórdia? O Senhor Gaur€‰ga deu a todo mundo a oportunidade de alcançar facilmente amor de R€dh€ e KŠa. Lakm… também sentia grande prazer na companhia de ®ac…m€t€. guirlandas de flores e polpa de sândalo. de repente. uma carruagem celestial escoltada por gandharvas desceu o céu e a levou.

pérolas. ®ac…dev… permanecia sem falar. Novamente Gaura tocou sua face. por que sua face está tão abatida? Meu coração queima ao ver você assim tão triste. e sua com voz chocada ®ac…m€t€ falou: . Vivambhara adorou um número ilimitado de vaiŠavas com muitas variedades de bens. Quando chegou em casa. era inigualável para todas as pessoas de Nadia. Lakm…dev…. Vivambhara trouxe roupas. coral e prata para ®ac…m€t€. Lágrimas caiam molhando o sari que cobria seus seios.Ninguém pode mudar o destino. Com uma expressão triste. você deve saber estas coisas. Vivambhara prestou respeitos à Sua mãe e contemplou sua face afetuosamente. Elas exalavam fôlego quente e o colocavam sobre suas testas com as palmas das mãos. Até mesmo os grandes semideuses como o Senhor Brahm€. um dia ver-se-ão diante do fim. Lágrimas encharcaram seus saris. mas ainda não obteve resposta. Vivambhara voltou para casa alegremente. Para quem nasce a morte é certa. com meu coração queimando pela separação de minha nora? Vendo o desconsolo de ®ac…dev…. Como poderei suportar olhar a face de meu filho. por que Você partiu? Ó serpente pecaminosa. suas amigas tentaram reconfortála com palavras filosóficas: . todos cantaram o santo nome para aplacar suas lágrimas. ®ac…dev… chorava enquanto dizia: . Antes de partir. Por que não ouve nossas palavras de consolo? Todo mundo deve morrer um dia. Através dos Vedas sabemos que KŠa é a única verdade. Confuso. para manifestar sua profunda lamentação.Como posso voltar sozinha para minha casa? Quem irá adorar as Deidades de minha família e cuidar de mim? De hoje em diante minha casa está vazia e triste.®ac… e as mulheres de Nadia choravam de dar pena ao se lembrarem das qualidades de Lakm…dev…. Este corpo e toda a existência material é apenas uma realidade ilusória. Depois de permanecer na Bengala Oriental por algum tempo. ouro. rolando pelos seus seios.Minha nora foi embora para VaikuŠ˜ha. Vivambhara perguntou: . quer ela venha na juventude ou na velhice.Mãe. Depois de consolar ®ac…dev…. Como uma mulher sábia. O coração de Gaura naufragou nas profundezas das misérias e com os olhos cheios de lágrimas de compaixão. disse: . o que você fez? Por que não me picou ao invez da minha maravilhosa nora? Meu filho deixou sua esposa para viajar para um país distante só para me servir. Vivambhara. cuja natureza e qualidades se igualavam às da deusa da fortuna. Aquele que não serve o Senhor Supremo com certeza é um tolo.

voltarás para minha morada. Ela encontrou-se de forma privada com o brâmane Ka…n€tha para arrumar um segundo casamento para o seu filho.Ouça mãe.. Parou de pensar naquele assunto e abandonou toda a lamentação. sentia-se triste e solitária sem uma nora. Minha esposa Lakm…dev… já havia Me contado isso. Ka…n€tha disse: . Ela deseja sua filha para o filho dela. Como resultado Indra a amaldiçoou a nascer numa forma humana. ®ac…m€t€ ouviu as palavras do filho com grande atenção. enviou-me aqui com uma proposta. ela cometeu um erro ao dançar e saiu do ritmo. Locana d€sa diz para que todos ouçam a maravilhosa história da ascenção de Lakm…dev… para VaikuŠ˜ha. E então. Uma vez. uma apsara dançava no palácio celestial de Indra. CAPITULO 6 O CASAMENTO DE VI®VAMBHARA COM VI±¦UPRŸYA A NEGOCIAÇÃO Prabhu Vivambhara. San€tana perguntou-lhe o propósito da visita. entretanto. Por um arranjo da providência. Mãe. Considere minha proposta e tome sua decisão. o querido de ®ac…m€t€. Oferecendo-lhe um assento. Sentindo remorso. Para atendê-la. Ka…n€tha sugeriu ir à casa de San€tana PaŠita propor casamento. ®ac…m€t€. Você é muito afortunado e conhece a conclusão das escrituras. Se associava alegremente aos Seus amigos. Não se lamente.Não fique triste. Eu lhe dou a bênção de se tornar Sua esposa nesta ocasião. Sabendo disso. Você é um homem piedoso. a mãe de Vivambhara. vou lhe contar o motivo de Lakm…dev… ter nascido. Indra disse: . Você vai ter a oportunidade de servir ao Senhor em Seus passatempos na Terra. Rapidamente. ®ac… dev…. então poderemos dar prosseguimento às negociações. deixe-me revelar meu coração. Vivambhara é um parceiro ideal para sua filha. pois ninguém pode mudar a vontade da providência. Ka…n€tha foi para a casa de San€tana PaŠita. ®ac…dev… disse a Ka…n€tha: . Se ele concordar. .Diga-lhe que meu filho possui todas as boas qualidades necessárias para ser um bom noivo para filha dele. dedicado ao serviço do Senhor ViŠu.Ouça Panditji. Então Gaur€ ‰ga reuniu Seus amigos e discutiu outros tópicos.

pense bem sobre o assunto e decida o que fazer. Dia e noite aguardava por este encontro. Panditji.Vou me considerar a pessoa mais afortunada se você aceitar minha filha como noiva de seu filho Vivambhara. O futuro de ViŠupr…y€ será igual ao de Rukmin… que obteve o Senhor KŠa como esposo. ouça enquanto revelo meu coração para você. o oceano de qualidades transcendentais.Ouça San€tana. o Senhor Gaurahari ainda assim não aceita minha filha em casamento. um brâmane chegou à casa de ®ac…dev… com a proposta do paŠita: . Assim como o Senhor Brahm€ e o Senhor ®iva. Este brâmane muito inteligente fez ornamentos dispendiosos para ViŠupr…y€. muito contente. Depois de satisfazer ®ac…dev… com estas palavras. San€tana PaŠita disse: . Estou muito grato a ®ac…dev…. não posso culpar a mais ninguém. Olhando atônito.Casamento? Casamento de quem? Quem são os noivos? . mas não era capaz de expressar isso. Depois de alguns dias.Já comprei toda a parafernália para o casamento. comentei com Vivambhara: .Ao obter Vivambhara como seu esposo. Hoje é um dia auspicioso. Vivambhara disse: . Ao vê-lO fiquei imensamente feliz. por favor.San€tana Mira disse: . O mensageiro acrescentou: . Ao ouvir isso. Diga a ®ac…dev… que marque um dia auspicioso. vamos marcar logo o casamento. É uma boa coincidência que acabei de ver Vivambhara quando vinha para cá. que sempre adoram os pés de lótus de Govinda. O paŠita coletou a parafernália necessária para a cerimônia de casamento. ®ac…m€t€ ficou contente e começou a fazer os arranjos para o casamento de Vivambhara. mandarei um brâmane com a resposta. Consultando um astrólogo.Amanhã Você vai Se casar. Ao ouvir isso. ®ac…m€t€. seu nome ViŠupr…y€ terá alcançado o verdadeiro significado. o brâmane foi contar tudo a San€tana PaŠita. farei o mesmo. O astrólogo disse: . San€tana PaŠita sentiu-se com o coração despedaçado. que também ficou muito satisfeito. fixou um dia auspicioso para a cerimônia de adhi-vea. É tudo minha falta de sorte. Ka…n€tha correu de volta a ®ac…dev…. Vivambhara. Sentou-se para reorganizar seus pensamentos. Apesar de não ter cometido nenhuma ofensa.Ka…n€tha. ofereceu respeitos e deu-lhe as boas novas. o Brahman Supremo. Foi falar com os seus amigos.Muito bem. ®ac…m€t€ visitou sua futura nora. Pela sua ordem. disse: . recebi a rara fortuna de oferecer minha filha a ®r… Govinda. Num humor de piada. .Assim sendo. pois a providência me favoreceu. Sob algum pretexto. será o meu genro. Como resultado.

Eles são Meus devotos. As senhoras cantaram muitas canções e muitos instrumentos como mda ‰gas e karatalas.O próprio Vivambhara rejeitou a proposta.Não foi por falta minha que Vivambhara não aceitou esta proposta. bananas e nozes de betel entre as mulheres. Indra e os outros semideuses que são todos Seus servos humildes.Diga a San€tana que o que o astrólogo disse sobre Vivambhara ter rejeitado a proposta de casamento não é correto. Ele é todo poderoso. bem humorado. Vivambhara concorda casar-Se com sua filha ViŠupriy€. o elefante. turmerique. Caindo em silêncio pela dor que sentia no coração. o Senhor completamente independente. ®ac…dev… distribuiu óleo. lhe disse: . Gaur€‰ga adorou os brâmanes com cânfora. doces. por que estão se sentindo tão desamparados? Então o Senhor. A CERIMÔNIA DE CASAMENTO. (Ahalya foi salva pelo Senhor depois de ter sido amaldiçoada pelo esposo a se tornar uma pedra) Pôs-se a pensar assim e proferiu muitas preces. Como as pessoas de Nadia podem lhe culpar? Você não pode forçar Vivambhara Hari. bem qualificada e cheia de devoção ao Senhor ViŠu. Como pode tal pessoa se tornar seu genro? Tranquilise-se e ore para KŠa. Também deu-lhes de presente roupas e ornamentos dourados. inclusive o Senhor Brahm€. Depois dos astrólogos de ambas as famílias determinarem um dia e hora auspiciosos. San€tana pensou: . Abandonado sua timidez natural. Assim sendo. Vendo a aflição de seu esposo. faça os arranjos com rapidez. perfumes. o Senhor ®iva. San€tana apenas se lamentava com sua esposa. kunkuma. Apesar de estar relutante em lhe dizer isso. os brâmanes e parentes prepararam a cerimônia de adhi-vaa de Gaur€‰ga. pediu a um brâmane que levasse a mensagem a San€tana PaŠita. San€tana PaŠita consolou-se com o sábio conselho de sua esposa e disse: . Vivambhara disse: . Todas as glórias ao salvador de Gajendra. guirlandas de flores e pasta de sândalo.Por que Vivambhara quer a minha vergonha? Todas as glórias ao Senhor que livrou Draupad… da vergonha. Agora. Todas as glórias ao Senhor que removeu o infortúnio de Ahalya. ficou muito triste. Durante a adhi-vaa. ®ac…m€t€ já deu seu consentimento para este casamento. San€tana PaŠita enviou . O astrólogo não entendeu que Vivambhara estava só brincando com ele. O Senhor Gaur€‰ga pôde compreender suas súplicas e pensou: .A esposa de San€tana PaŠita era casta. Ele liberou os Pandavas e é a vida e a alma de Rukmin…. não há nada que possa fazer para mitigar sua miséria. Ele controla todo mundo.

Os amigos de Mah€prabhu O decoraram com ornamentos celestiais e um magnífico dhoti de seda com a barra vermelha. Sua compleição corpórea embaraçava o brilho da luz. Sua face atrativa estava decorada com tilaka brilhante e pasta de sândalo. juntamente com as suas esposas para a cerimônia de adhi-vaa de seu genro. Os olhos gentis. realizou a adhi-vaa para sua filha. A perfeição tomou a forma do nariz e das sobrancelhas de ViŠupr…y€. Os símbolos e linhas auspiciosas de suas palmas proclamavam o caráter exaltado da casta ViŠupr…ya. o Senhor Se banhou novamente. A kunkuma em sua repartição do cabelo desafiava qualquer descrição. Seus dedos delicados pareciam flores campaka e suas unhas atrativas brilhavam como milhões de luas. Toda a atmosfera era pervadida pela fragrância do corpo transcendental de Gaur€‰ga. expandidos de ViŠupr…ya se assemelhavam aos de uma gazela. Observando as tradições para o casamento. esfregaram pó de turmerique em Seus membros e despejaram água sobre Ele. Os lábios vermelhos do Senhor Vivambhara brilhavam como frutas bimba. mais escuro do que o capelo de uma cobra. Realmente. Desafiava a lógica como sua cintura fina podia suportar-lhe o corpo e seus grandes e maravilhosos seios com o formato do monte Sumeru. O corpo de ViŠupr…y€ foi ricamente adornado com jóias caras e maravilhosos ornamentos de ouro cintilantes. No dia seguinte. se pendurava sobre suas costas. Perfumes. Suas pernas eram tão graciosas quanto troncos de bananeiras. o corpo de ViŠupr…y€ possuia grande beleza natural. E então. As donas de casa O untaram com essências oleosas. Flores de lótus vermelhas se manifestavam como as palmas de suas mãos. Os vastos quadris de ViŠupr…y€ pareciam as rodas da carruagem de Cupido. Seu pescoço maravilhoso como a lisura de uma concha era marcado com linhas auspiciosas. Os barbeiros cortaram Seu cabelo e Suas unhas. Enquanto isso.presentes e alguns brâmanes. Então Vivambhara adorou a Deidade da família e os Seus ancestrais. San€tana PaŠita vestia sua filha ViŠupr…y€ com roupas e jóias atrativas. Os mais sóbrios sábios ficariam encantados com sua beleza. Cada canto de Nadia estava cheio de júbilo. Mesmo sem nenhum adorno. Gaur€‰ga realizou Seus deveres matinais e Se banhou no Ganges. A graça de seus ombros era angelical. Um lindo rabo de cavalo. O som de Suas tornoseleiras com sininhos balançava o coração das jovens. Um colar radiante de pérolas se tornara seus dentes de alvura pura. guirlandas de flores e pasta de sândalo . a providência fez ViŠupr…y€ perfeita da cabeça aos pés. Cativantes brincos com formato de tubarões balançavam alegremente em Suas orelhas de formato perfeito. Seus lábios vermelhos se rivalizavam com as flores de bandhuli.

mulheres. elas pareciam um bando de gansos desfilando num lago. A mãe de ViŠupr…y€ estava pensando: . Outra andava rápido com o jeito de elefante louco. Se empurrando e se acotovelando. Primeiro a mãe de Vivambhara. Correndo num frenezi maluco.acentuavam sua indescritível beleza. os aleijados e os cegos corriam pelas ruas como pessoas loucas. todas as jovens esposas de Nadia correram de suas casas. Uma senhora colocou flores atrás da orelha. as senhoras se esqueceram de seus enfeites e jóias. os doentes. flautas. Cantores e dançarinos se exibiam exuberantemente para o prazer de Gaur€‰ga. As mulheres de Nadia usavam seus saris mais opulentos e coloridos. sucumbiram ante o oceano de Sua beleza. e depois as outras senhoras ondularam uma lamparina de ghee diante do Senhor Gaur€‰ga. ou os raios da lua cheia no outono. Com as mãos erguidas para o alto. Em seu êxtase de alcançar Gauranga. suas roupas começavam a cair de seus corpos. San€tana PaŠita flutuava num oceano de bem aventurança quando a procissão de Vivambhara chegou à sua casa. Todos pulavam em êxtase ao ver a corporificação de todas as qualidades transcendentais diante deles. O brâmane considerou sua vida bem sucedida quando viu a efusiva beleza do Senhor Gaur€‰ga. búzios e tambores acompanhavam a procissão de casamento até a casa da noiva. eles competiam por uma rápida olhada no angelical Senhor Gaur€‰ga. mda‰gas. Homens. Com suas vestes e ornamentos radiantes. Vivambhara tocou os pés de sua mãe e subiu em um palanquim especial. Quando viram o incomparável Vivambhara. Tomando as bênçãos de ®ac…m€t€ e das senhoras da vila. Assentavam os seus maravilhosos cabelos escuros com ornamentos de pérolas e ouro. as mulheres ficavam impacientes. Vendo a face de Cupido de Gaura. os jovens. vinas. Locana d€sa diz que para remover as misérias das senhoras de Nadia. Ele lavou os pés de Gaura e O sentou em uma asana. crianças. Vivambhara estava rodeado pelos Seus amigos. A compleição brilhante de Gaur€ ‰ga ofuscava a luz de centenas de lâmpadas que queimavam dentro da cassa. As senhoras mais velhas vestidas em seda pura circunambularam o Senhor Vivambhara. Búzios. ViŠupr…y€ parecia a deusa P€rvat…. O ulular das mulheres excitadas criavam auspiciosidade na recepção do Senhor. Deixando seus esposos para trás. Elas aplicavam batom vermelho. os velhos. acentuavam os olhos com kajjal e lançavam olhares furtivos como pássaros assustados. os pássaros e as bestas ficavam inertes. Hari entrou pelas portas de seus corações. San€tana PaŠita mandou um brâmane ir buscar o noivo. Todos em Tadia sairam às ruas para ver a procissão de Gaur€‰ga. Uma maravilhosa coroa adornava Sua cabeça. Em tumultuosa harmonia. duŠubhi e outros instrumentos musicais faziam-se ouvir.

Ó que casal abençoado! Eles se parecem Candra e Rohin… ou ®aˆbhu e P€rvat…. ViŠupr…y€. Ao sentirem a fragrância intoxicante do corpo do Senhor. Então Vivambhara sorriu doce e descontraidamente no trono. Então. Só para conseguirem um toque do Senhor. Seu coração palpitava de emoção. o corpo de San€tana ficou cheio de pápulas eruptivas. Depois de receberem muitos presentes dos convidados. as senhoras se controlavam para não enlouquecerem. enquanto San€tana dizia: . Ele espalhou pasta de sândalo sobre o corpo dourado de Gaura. No dia seguinte. roupas opulentas e uma guirlanda de malati. ela circunambulou Vivambhara sete vezes e Lhe ofereceu respeitos de mãos postas. Em êxtase. Assim. O corpo do Senhor parecia o monte Sumeru e suas coxas se assemelhavam ao rio Ganges. San€tana PaŠita recepcionou o noivo com ornamentos. a mais preciosa jóia de todas as qualidades transcendentais passou a noite. se derretendo de afeição. Seus olhos. As senhoras andaram em volta de Vivambhara sete vezes e despejaram iogurte sobre Seus pés de lótus. Os parentes cantavam "Jai! Jai!" e sopravam búzios. lançava uma olhar amoroso para seu pai e sua mãe. As senhoras idosas ofereceram-Lhes cânfora e nozes de betel e depois os escoltaram a um dormitório especial. San€tana PaŠita e sua esposa ofereceram nozes de betel. assim que San€tana PaŠita ofereceu-Lhe a mão de sua filha. De mãos postas.O que mais posso dizer? Vivambhara. Tão bondosamente aceitastes minha filha como um presente. Gaura e ViŠupr…y€ foram para Sua casa. ViŠupr…y€ e Vivambhara olhavam para as senhoras ali reunidas como se fossem a manifestação de Lakm… e ViŠu nesta Terra. úmidos de lágrimas exibiam o amor com que ViŠupr…y€ contemplava o seu Senhor. A luz das lamparinas ondulando se confundiam com os raios que emanavam da forma divina de Gaur€‰ga. Eles sentaram-se juntos e tomaram prasada. desejo servir-Te vida após vida. Eles colocaram a auspiciosa grama durva e arroz sobre a cabeça de Mah€prabhu enquanto abençoavam ViŠupr…y€ a viver uma longa vida. O Divino Casal trocou as guirlandas de flores no meio de um tumultuoso júbilo de "Jai! Jai! Hari bol! Hari bol!" Todos diziam: . Além de . pasta de sândalo e guirlandas de flores. és a pessoa mais qualificada. algumas senhoras Lhe ofereciam guirlandas de flores ou pasta de sândalo. outras ofereciam folhas de betel ao Senhor enquanto oravam mentalmente: .Ó Senhor. Sua cabeça estava baixa pela timidez e ela sorria gentilmente.Minha filha logo irá servir ao Senhor Gaurahari. o Senhor Gaur€‰ga. ViŠupr…y€ sentou-se num trono dourado em frente de Vivambhara. Vivambhara acordou cedo na manhã seguinte e realizou o ritual de casamento chamado kusaŠika. Conduzida pela mão de seu pai..

minha casa ficará envolta pela escuridão. Sentindo enorme bem-aventurança. bailarinos e músicos. E então. Os brâmanes eruditos de Nadia louvavam Prabhu pelas Suas ações exemplares. Quem pode estimar as glórias de discípulos que aprendiam com o Guru de todo Universo? Prabhu Vivambhara. novamente Você vai para um país distante. Em Sua ausência. também mostrava Sua misericórdia com os paŠitas locais por lhes dar a essência do conhecimento. CAPITILO 7 O SENHOR GAURš¥GA VIAJA PARA GAYš Em Navadv…pa. San€tana PaŠita que chorava copiosamente. que outro presente poderia Te oferecer? Por Te tornares meu genro. ®ac…m€t€ recepcionou seu filho e sua nora com incenso e o ondular de uma lamparina de ghee. Um dia. com a voz faltando devido o amor. ViŠupr…y€ e Vivambhara entraram em casa. Os vizinhos cantavam "Jai! Jai!" De mãos dadas. O Senhor zelosamente executava vários rituais e ensinava devotadamente os Vedas a um grupo de estudantes. também colocou ViŠupr…y€ em seu colo.minha filha. O Casal Divino subiu em um palanquim e retornou para a casa de Vivambhara.Ouça Vivambhara. Foram seguidos por uma multidão entusiasmada de cantores. ela disse com a voz entrecortada pelas lágrimas: . abençoastes tanto a mim quanto ao meu lar. Você é meu . Todas as pessoas da vila vieram então trazerLhes presentes. pôs seu filho no colo e beijou Sua face de lua. Vivambhara passava alegremente Seu tempo com Seus amigos e Sua família. Com semblante grave. Com o coração deleitado. Prabhu decidiu visitar Gay€ onde poderia adorar os pés de G€dadhara ViŠu. o esposo de milhões de Sarasvat…s. Também poderia distribuir prasada de ViŠu para ajudar os Seus ancestrais. Assim Locana d€sa canta alegremente as glórias transcendentais do Senhor Gaur€‰ga. Minha filha também tornou-se abençoada por receber os Teus pés de lótus. Desta maneira Gaurasundara instruiu os residentes de Navadv…pa. O Senhor Gaur€‰ga desafiava facilmente o genial Bhaspati que conhece a essência de todos os Vedas. ®ac…m€t€ estava queimando de ansiedade. Muitos brâmanes se juntaram ao grupo do Senhor. juntou as mãos de ViŠupr…y€ e de Vivambhara e Lhes disse adeus. ®ac… m€t€.

as donas de casa deixavam suas famílias e corriam excitadas para abraçar Gaur€‰ga com os olhos. A única diferença é que os animais são destituidos de consciência de KŠa. o Senhor Vivambhara de repente começou a arder de febre alta. Um brâmane que viajava com Vivambhara viu uma falta num dos brâmanes locais. crianças. Descançou na casa de um brâmane perto de uma colina. Todos os Seus associados ficaram apreensivos ao verem a condição de Mah€prabhu. aí vem ®r… Hari de Vraja! Desta maneira. Não se lamente. o Senhor riu como um homem mundano. Vivambhara decidiu ensinar o brâmane como se comportar adequadamente diante de outro brâmane. o que posso dizer? O Senhor Gaur€‰ga consolou ®ac…m€t€ com palavras doces: . pense sempre que estou com você. Depois de dizer isso o Senhor. Sem dizer nada a seus esposos. não tenho ninguém. Elas exclamavam: . Ao ver isso. Então. continuou Sua jornada para Gay€. como a bengala de um cego. assim.único guia. ira. adorou alegremente a Deidade e os Seus ancestrais de acordo com as regras védicas. Pelo Seu próprio arranjo. aleijados e até mesmo as aves e as bestas correram para ver o Senhor enquanto viajava para Gay€. Por favor. Enquanto andava.Vejam. Você vai a Gay€ para liberar os Seus ancestrais. Um homem que não serve a KŠa é chamado animal. Mulheres. Elas ficam loucas pela luxúria. as pessoas corriam atrás dEle. onde quer que o Senhor Gaur€‰ga viajasse. A mesma consciência que é encontrada nos animais também é encontrada nos seres humanos. Depois. Você é a estrela de meus olhos. Você é a alma deste corpo.Mãe. Além de Você. GAURš¥GA BEBE A AGUA QUE LAVOU OS PÉS DE UM BRÂMANE O Senhor Gaur€‰ga Se banhou no rio Cira. aquele que satisfaz os desejos de todo mundo. deixe-Me ser um filho cumpridor de Seus deveres e oferecer prasada de ViŠu para os Meus ancestrais. velhos. as pessoas agem como se fossem animais. mesmo sabendo que ele vinha agindo de acordo com as tradições da região. Simplesmente pela Sua presença. Detectando esta mentalidade desrespeitosa. o mestre espiritual de todos os mundos. Gaur€ ‰ga inundava a todos num oceano de amor. O Senhor disse: . certa vez Gaur€‰ga viu um par de veados amorosamente brincando juntos. Vivambhara disse para Seus associados que sem adorar KŠa. Os residentes de todas as ruas por que passava Vivambhara ficaram encantados com o maravilhoso aspecto do Senhor. inveja e ilusão.

Por Teus lábios. És o brâmane mais amado pelo compassivo Gaurahari. Vivambhara o perdoou e a todos os outros brâmanes de Seu grupo. Beber esta água removerá os pecados e sofrimentos como esta Minha febre. pois eles são adoradores de Madhusudana (KŠa).Todas as glórias a ti. Por favor.Ouçam por favor. como está declarado nos Pur€Šas: "Mesmo uma pessoa nascida como candala (comedor de cão). E então. O Senhor agradeceu o brâmane. todos podem alcançar toda a perfeição. Prostro-me diante de ti. perdoe esta minha ofensa. o Senhor chegou a Rajagiri. comecei a criticar.. KŠa. O Senhor instruiu: . um importante local sagrado. Mas um brâmane desprovido de ViŠu-bhakti é inferior a um candala. Vivambhara Se banhou no Brahma-kuŠa. O brâmane ofensivo que viajava com o grupo do Senhor disse: . Ao ver os costumes dos brâmanes locais. dêMe devoção aos pés de lótus de KŠa. um brâmane local se adiantou rapidamente oferencendo seus pés a serviço do Senhor.Não critiquem os brâmanes deste país. Por favor. o Senhor Se apressou para Gay€. Este corpo é inútil sem receber a . Por causa disso agora estou sofrendo. Por favor diga-Me como posso atravessar o oceano da existência material. se tem devoção pelo Senhor ViŠu é superior a um smarta-br€hmaŠa (um brâmane que segue estritamente os rituais das escrituras)." GAURš¥GA EXIBE VRAJA-BHAKTI EM GAYš Desta maneira Gaurahari perdoou o brâmane. Devo ter cometido algum erro enquanto adorava os Meus ancestrais. adorou a Deidade e deu caridade. se dirigindo ao brâmane local que havia ofendido. Continuando Sua peregrinação. A marca do pé de Bhgu em Teu peito prova o quanto és dovotado aos brâmanes.Sou afortunado por ter um darana de teus pés. um mah€bh€gavata e um renomado sanny€s…. ensinas devoção a Tu mesmo e isso libera o mundo. Vivambhara prontamente bebeu aquela água e a febre desapareceu de uma vez. ó rei dos brâmanes! Por te servir. Ansioso por ver os pés do Senhor ViŠu. mostrastes devoção para com eles. dêm-Me a água usada para lavar os pés de um brâmane. Por favor. o Senhor Garacandra disse: . Ao ouvir esta solicitação do Senhor. Sempre há algum obstáculo na realização de uma atividade auspiciosa. Após ter ouvido esta confissão do brâmane. com os olhos cheios de lágrimas. este brâmane arrependido disse: . Teu sofrimento foi causado pela minha mentalidade ofensiva. Caindo aos pés de Ÿvara Pur…. Ninguém pode ser um brâmane a menos que adore o Senhor Supremo. Entretanto. No caminho Se encontrou com Ÿvara Pur….Meu Senhor.

Nestes locais. Vivambhara Se banhou. Assim. Seguindo a viajem. o Senhor R€ma havia estado aqui com Sua consorte. o Senhor Se aproximou da pedra sagrada que tem a impressão dos pés de lótus do Senhor ViŠu. Vivambhara. tocando flauta docemente. o Senhor não pode Se controlar. Tomado com os sentimentos de R€dh€r€Š…. Num humor alegre. Ÿvara Pur… sussurrou o mantra Hare KŠa a Vivambhara. ofereceu pinda (prasada para Seus ancestrais) e adorou os semideuses. Vivambhara falou para Seu Guru: . Os Pur€Šas proclamam isso e os santos corroboram. Gaurahari contemplava todas as direções. Vivambhara deu o exemplo perfeito de guru-bhakti (devoção ao mestre espiritual). Com grande entusiasmo. Ele viu Udici e no norte visitou Jihva-lola. com um olhar atônito. declarou: . . Minha existência material terminou. Ele ria ao Se recordar de alguns passatempos anteriores que o enchiam de sentimentos mistos de alegria e tristeza.Matei Agasura. E levantei Giri-Govardhana. Privadamente. Em nome de Jagann€tha Mira.R€dh€! R€dh€! R€dh€! Ondas de alegria inundavam o Senhor. o Senhor deu caridade aos brâmanes. Com as lágrimas rolando sobre Suas faces e com a voz entrecortada. permanecia em Sua tradicional forma curvada em três pontos. o Senhor chegou ao rio Phalgu. Lá ofereceu pinda em dezesseis altares diferentes.Pela tua misericórdia.Dhaval… Saonl…! Noutro instante. No sul. Imediatamente. o Senhor distribuiu caridade aos brâmanes em nome de Seus ancestrais. Noutro momento.®akhi! Entrando no humor de dasya-bh€va (sabor de servidão). o Senhor visitou inúmeros locais sagrados. Enquanto Se lembrava de S… t€dev….Balar€ma! ®r…dama! Sudama! Nanda! Yaoda! E lembrando-Se de Suas vacas chamava: . Seu pai. Na Tetra-yuga. P™tan€ e outros asuras. parecia entrar num estado confusional. ficava irriquieto e rugia: . o Senhor Gaur€‰ga finalmente chegou em Gay€. Lembrando-Se dos passatempos de Vraja.KŠa! KŠa! KŠa! Rindo alto. Visvambhara ficou absorto saboreando o doce sabor de m€dhurya-rasa. com um pedaço de palha na boca. Gaura gritava: . S…t€. E então. Minha vida se tornou bem sucedida.Vnd€vana! Govardhana! Kalind…! Yamun€! Depois de uma breve pausa o Senhor chamava: . Ele gritava excitado: .iniciação em KŠa-mantra. Ele exclamava: . Para poder adorar os semideuses e os ancestrais.

As glórias de Navadv…pa não têm paralelos. um baixo. tolo. Vivambhara prestou reverências a ®ac…m€t€ e se despediu de Seus companheiros brâmanes. Os brâmanes sentiram-se hesitantes ante a proprosta do Senhor.Depois de oferecer com muita alegria Seus dandavats. ele se dedica a vários tipos de trabalhos. desprovido de toda discriminação moral descrever estas coisas? Eu me considero o mais baixo de todos. quando tomares sanny€sa.Ouçam todos por favor. Como posso eu. Gaur€‰ga pensou em ir visitar Mathur€. Entretanto. uma vez que não tinham dinheiro suficiente para a viagem. irá em peregrinação visitar Vnd€vana. o Senhor dançou jubilante com todos os brâmanes de Sua comitiva. o Senhor Gaur€‰ga mudou de ideia e voltou para Navadv…pa.Ó Mah€prabhu Vivambhara. Mais tarde. ®ac…m€t€ sentou-se emocionada e colocando seu filho no colo chorou de amor. correram o mais rápido possível para ver o Senhor. Gaurasundara disse: .Vamos ver Vnd€vana. Por tocar os pés de lótus de ViŠu. Depois de completar os rituais. Gaur€‰ga chorava. ViŠupr…y€ se restringiu diante do Senhor. Os residentes de Nadia. Poucos dias depois. seus hábitos de comer nascem com ele. pois o meu comportamento se assemelha ao dos animais. Navadv…pa vive em constates discussões sobre as nectáreas qualidades e passatempos do Senhor Gaur€‰ga. Gauracandra e Seus companheiros seguiram para Vnd€vana. O Senhor Gaur€‰ga. Vivambhara sentou-Se e disse: . extremamente alegres. Lakm… e Ananta ®ea pensam ser afortunados por poderem ouvir estes temas. Locana das€ descreve alegremente os passatempos transcendentais do Senhor Gaur€‰ga. ouça por favor. Apesar de sentir imensa bem-aventurança em seu coração. a essência de todas . Considerando este oráculo. por que é que não estou tomado por êxtase amoroso? Então Gaur€‰ga banhou os pés de lótus de ViŠu e os acariciou com amor. Depois de dizer isso. uma pessoa sem valor. Se arrepiava e ficou pasmado em êxtase. Chegando a Navadv…pa. uma voz retumbante se ouviu e proclamou: . se não serve a KŠa. Estes tópicos ultrapassam os limites do conhecimento védico. Não vá a Vnd€vana. Ela exibiu sintomas corpóreos de êxtase divino como arrepios e tremores. Vivambhara imediatamente manifestou os sintomas de bhakti puro.Quando um homem nasce. Sem compreender isso. Locana d€sa. submerge no oceano de misérias. Apesar de estar vendo agora as pegadas do Senhor ViŠu. ®ukadeva. Ouvir estes temas cria auspiciosidade e desperta amor a Deus. Volte para casa. De repente. e disse aos brâmanes: . Até mesmo o Senhor ®iva.

não tenho o direito ou qualificação de cantar as glórias de meu mestre espiritual. Esta seção inclui os passatempos do Senhor distribuindo KŠa-prema por Nadia. Prostando-me aos pés dos vaiŠavas. Caindo aos pés de lótus do Senhor Gaur€‰ga. Estes tópicos. fez de Nadia um centro de onde pregou amor a Deus. Por sua misericórdia tentarei desvendar cuidadosamente as glórias confidenciais de Nadia. Agora. Por favor dêm-me sua misericórdia. desfrutando com Seus parentes e amigos. Mesmo sabendo que sou baixo e caido. Gaur€‰ga liberou os patifes e pecadores J€gai e M€dh€i. que são como pedaços de néctar solidificado. Narahari d€sa µh€kura.as encarnações. O Senhor deu a todo mundo este amor que o Senhor Brahm€ raramente obtem. irão purificar o coração do ateista mais ferrenho. Nesta ocasião o Senhor começou a ensinar os jovens meninos brâmanes de Nadia. Gaurahari compassivamente instruia Seus estudantes: . ®r…man Mah€prabhu inalgurou o movimento de hari-n€ma-sa‰k…rtana. quanto os desconhecidos. peço um pouco de Sua misericórdia. será possível para mim glorificá-lo adequadamente. Vivambhara sentia-Se muito feliz. ouçam todos o Madhya-khaŠa. é a minha única esperança. Tomou sanny€sa para liberar os mais caídos. terminei os tópicos do šdi-khaŠa. Meu senhor e mestre. Contudo. peço-lhes que me abençoem com a habilidade de glorificar o Senhor Gaur€‰ga adequadamente. Tanto os conhecidos. Por favor sejam misericordiosos e lancem seus olhares auspiciosos sobre mim. não me negligenciem. por favor. este é o meu único desejo. Na verdade. alcançarão amor ao Supremo. eu. Mostrando a mais elevada tolerância e compaixão. Todos estes meninos eram piedosos. Locana d€sa. MADHYA-KHANDA CAPITULO 1 ENSINADO E DANDO K¬±¦A-PREMA Todas as glórias a Narahari e Gadadhara que são os dois senhores do meu coração. Ao retornar para Navadv…pa. Eles eram os mais afortunados estudantes destes três mundos. Por fazer isso. Estes tópicos são a essência de todo néctar. De uma maneira ou de outra. Um dia. estritos e puros em comportamento.

Assim.Ouça.Vivambhara. em resposta chorava. tudo mais é ignorância. perguntou: . Apesar de ter medo de pedir. Sua aparência é a coisa mais rara e maravilhosa neste mundo. Gaura continuou: . você levou Meu KŠa! Aflito em separação e chorando copiosamente.Os pés de lótus do Senhor KŠa são a única e exclusiva verdade. enquanto o Senhor Gaur€‰ga estava relaxado em Sua cama. por favor. O conhecimento é passageiro. O propósito de todo conhecimento é alcançar KŠa-bhakti. me dê este KŠa-prema. De acordo com os €stras. Dizendo isso. o mais valioso tesouro de KŠa-prema. Kubja. Você tem o hábito de me dar todas as coisas valiosas que coleta em Suas várias viagens. Uma vez.Ó Akrura. começou a chorar incessantemente. levou KŠa de Mim. Entretanto.. Ciente de toda verdade. Batendo em Seu peito. Aquele que é orgulhoso de sua riqueza. KŠa sempre surrupia a mente das mulheres jovens. ®ac…m€t€ pensou: . nascimento elevado e educação não pode alcançar KŠa. então o Senhor leu dois versos sânscristos dos €stras: . Agora Você voltou de Gay€ com o mais raro. o Senhor disse: .Quem era o caçador que estava cheio de maus hábitos e que idade tinha Dhruva? Qual era a origem familiar de Vidura e qual era o valor de Ugrasena? Quão bela era Kubja? Sudama era um brâmane rico? Por estes exemplos podemos compreender que o Senhor M€dhava considera mais a devoção do que qualquer outra das inúmeras qualidades pessoais. ®ac…m€t€. Gaur€‰ga não pôde responder. Com o coração derretido por esta solicitação sincera e humilde. com uma voz doce e afetuosa disse: . por que Você está chorando? O que Lhe causa esta miséria? Perdido em êxtase. que está além do alcance até mesmo dos semideuses. Gaurahari disse: . o Senhor ensinava amor a KŠa para os Seus alunos e saturava seus corações de alegria. aquele que possui devoção pura pode alcançar Yadu R€ya (KŠa) facilmente. o Senhor emitiu um grito ruidoso e exibiu muitos sinais de êxtase em Seu corpo. Estava imerso em êxtase de KŠa-prema e saboreava o humor dos sentimentos de separação de R€dh€r€Š… por KŠa estar em Mathur€. devoção por R€dh€ e KŠa irá se manter com vocês eternamente.Pelos sintomas. atônita com o comportamento de seu filho. meu filho querido. parece que meu filho obteve prema pela misericórdia de KŠa. Considerem por favor que o Supremo Senhor KŠa torna-Se controlado pelas doçuras de bhakti. Entretanto.Aquela mulher estúpida. ®ac…m€t€.

Os brilhantes raios da Sua compaixão iluminavam a era de Kali e destruiam as misérias de todo mundo. Suklambhara não sentia nenhum asco ao servir limpando o nariz do Senhor. você definitivamente vai alcançar amor a Deus. O ÊXTASE DO SENHOR NA CASA DE SUKLAMBHARA Às vezes. Vivambhara tentava manter o controle sobre o corpo para poder falar. Por isso. Ele não distinguia entre o dia e a noite.Mãe. ®r… Gaura veio para a Terra primordialmente para saborear o sabor de Seu próprio amor. Gaur€‰ga chorava e chorava. Ele é conhecido como a jóia mais valiosa entre todas as encarnações. Lá o Senhor ficava tomado em êxtase transcendental.. Imediatamente. adorar Sua Deidade ou honrar prasada. Manifestando-Se em Navadv…pa Gaurasundara dissipava a escuridão da ignorância de todo o mundo. Em êxtase ®ac…m€t€ cantava: . O Senhor Vivambhara apareceu com os Seus eternos associados. ®ac…m€t€ recebeu prema-bhakti. Se por ventura ouvisse alguém cantando as glórias de KŠa. Às vezes o Senhor perguntava: . Outras vezes. O Senhor saboreava continuamente a bem-aventurança de KŠa-prema e a compartilhava com os outros. Rios de lágrimas jorravam por Seus olhos e uma corrente de muco escorria de Seu nariz. Seu corpo tremia de deleite. após ouvir isso. Desta maneira. só chorava e caia no chão. assim como todos os pelos do corpo de Gaura. pela misericórdia dos vaiŠavas. que ficavam parecendo flores de kadamba. Totalmente absorto em amor a Deus. Eles O ajudaram a propagar o movimento de sa‰k…rtana. erupções surgiam em todo lado e Ele caia prostrado no chão. Liberar as almas caídas da Kali-yuga foi o propósito secundário de Seus advento.É dia.Que horas são? Alguém respondia: . Seus cabelos ficaram eretos. Gaurahari chorava sem cessar. o Senhor Vivambhara desfrutava passatempos na casa de um brâmane chamado Suklambhara Brahmacari. dar caridade. Ele rolava no chão de tanto chorar. Dia e noite. passava Seus dias e noites alegremente perdido em transcendental amor a Deus. Mantendo as encarnações anteriores em Si mesmo.KŠa! KŠa! KŠa! Locana d€sa diz que esta foi a primeira vez que o Senhor Gaur€‰ga manifestou a distribuição de prema. Gaur€‰ga cantava alto os nomes de KŠa. . amor puro a Deus. Seu corpo apresentou erupções de alegria e lágrimas rolaram de seus olhos. ou é noite.

Por fazer harin€ma-sa‰k…rtana. Este néctar era sua própria vida. Devotos de muitos países se juntaram ao Senhor. ®r… Sanjaya. As pessoas de Kali-yuga serão liberadas por receberem Tua misericórdia. cantar e rolar pelo chão. Eles também ficaram transcendentalmente intoxicados com amor a Deus. O Senhor Gaur€‰ga saboreou o deleite espiritual em associação com os devotos. Teu amor removerá os sofrimentos de todo mundo. Mur€r…. R€ma N€r€yaŠa e Mukunda entraram na casa de ®r…vasa com o Senhor. Não lamentes. não puderam ver o flautista. Tu és o próprio Deus.Os devotos se reuniam em torno de Gauracandra e se esqueciam de si mesmos por beberem o néctar de prema. Gaurahari passava os dias e as noites. Suklambhara. Ele chorou e rolou pelo chão. Os devotos rodearam Gaur€‰ga e novamente Ele exibiu um transe de êxtase. . Completamente imerso em prem€nanda (bem-aventurança de amor divino). Entretanto. Vakrevara. Vivambhara tornou-Se imerso em KŠaprema e chorava profusamente. Viestes para este mundo para dar Tua misericórdia ensinando amor ao Supremo. Este som fez com que o Senhor entrasse em êxtase. Prabhu Vivambhara. De repente. mas permaneceu quieto. Harid€sa. Nilambhara. este livro ficará muito grande. Dizia: . ficou entorpecido e ria incontrolavelmente. os outros também começaram a chorar. Se tentar mencionar os nomes de todos os associados do Senhor. COMEÇA O MOVIMENTO DE SA¥KŸRTANA Um dia. ®r…vasa PaŠita. ®r… R€ma PaŠita. Mukunda. junto com ®r…vasa PaŠita e seus irmãos. Os associados eternos do Senhor eram Gadadhara.O que devo fazer? Para onde devo ir? Como fixarei minha mente em KŠa? Lamentando-Se desta maneira. Nada além de KŠa-k€tha saia de Sua boca. assim como os pássaros cakora só podem existir com os raios da lua. Mah€prabhu gritava. Um dia. PaŠita Dhananjaya. uma voz divina anunciou do céu: . ®r… vasa. Ao ouvi-lO. Ele deu Sua misericórdia igualmente a todos. Por um instante Ele permaneceu parado. Às vezes Gaura agia como um louco e outras Se mantinha silencioso. ouviram o som encantador de uma flauta. Noutro instante começou a chorar. estabelecerás a religião neste mundo. Nandana šc€rya. enquanto andava pela estrada. Rudra PaŠita e PaŠita D€modara que sempre O acompanhavam.Ouça Vivambhara. Agora pare a lamentação e comece Teu movimento de sa‰k…rtana! Mah€prabhu ficou feliz em ouvir isso. ®r…dhara. sentado em Sua casa. Narahari.

grande como uma montanha e com os Seus dentes afiados vem correndo para nos matar. As pessoas disseram: . e entretanto Ele ouve tudo. Ele não tem olhos materiais.Vejam a beleza inigualável do Senhor. As descrições védicas sobre Mim criaram confusão sobre a Minha identidade. Deus dos deuses. Entretanto.Até mesmo Sahasravadana (Ananta ®ea) não pode compreender Tuas tattvas. outros não. ó origem de tudo. Ele entrou no quarto da Deidade e começou a conversar conSigo mesmo. Não tem ouvidos materiais. (3. não tenho qualificações para descrever Tua real identidade que é desconhecida até de Svayambhu. verdades. Gaurahari disse: . Lágrimas rolavam de Seus olhos com tamanha abundância que pareciam o rio Ganges descendo do monte Sumeru. o Senhor abriu Sua boca selvagemente e disse: . Tu podes te conhecer a ti próprio. Com os olhos vermelhos. Senhor de todos os seres.19): "A onipotente Suprema Personalidade de Deus não possui mãos ou pernas materiais. O Senhor mostrou sintomas de êxtase amoroso como inconsciência. Ele corre rápido para receber oferendas. Então Mur€r… falou um verso do Bhagavad-g…t€ (10. você Me reconhece? Mur€r… Gupta caiu aos pés do Senhor e disse: . ó Pessoa Suprema. Derrubando-o no chão. Ele conhece tudo. mas ninguém O conhece. Brâmanes realizados dizem que Ele é a Personalidade Suprema. Como podem os Vedas explicar o conhecimento relativo a Ti? Ninguém pode conhecer-Te.15): "Na verdade. continuou Gaur€‰ga. Gaurahari perguntou: . Mah€prabhu alcançou um pote de latão no céu." . só Tu te conheces através de Tuas potências.Mur€r….Prabhu.GAURš¥GA MOSTRA SUA FORMA DE VAHARA A MURšRŸ Um dia Vivambhara visitou a casa de Seu amado devoto Mur€ri Gupta.Os Vedas podem descrever-Me? Mur€r… respondeu humildemente: . O Senhor Gaur€‰ga assumiu a forma de um javali e correu com as mãos e os pés no solo. mas ainda assim tudo vê. Usando Seus dentes.Os Vedas podem dizer que Eu não tenho mãos nem pés. . arrepios e vermelhidão em Suas faces. Ele tinha realmente Se tornado um javali poderoso.Ó Mah€prabhu.Ouça o que os Vedas dizem sobre Mim no Svetasvatara Up. formato roliço e rugindo agudamente. Ele agora virou um javali enorme. Senhor do universo!" Mur€r… continuou: .

S…t€dev…. Então Mur€r… Gupta implorou ao Senhor Gaur€‰ga: . Lakmana. você tem amor por Mim. abençoando-o: . na casa de ®r…vasa µh€kura. desejo ver Tua forma como Raghun€tha (Senhor R€ma). Bharata e ®atrughna estavam em volta do Senhor. GAURš¥GA DÁ PREMA A MURšRŸ O Senhor Gaur€‰ga disse: . Ele é mais atrativo na forma tri-partida.Que você possa ficar saturado de amor a Deus. com a cor da gema indranila (safira azul).O Senhor deu uma pausa.Ouça Mur€r…. Os devotos sentiram alegria transcendental ao ouvirem estas conversas do Senhor com Gaur€Šga. Mur€r… viu o Senhor R€macandra em Seu corpo com a cor de grama bem verde. Mur€r…. Sua ofuscante refulgência corpórea é conhecida como o Brahman informe. Dedique-se em serviço às gopis e você alcançará o filho de Nanda. Ele senta-Se num trono de jóias que repousa sobre uma plataforma feita de pedras preciosas rodeada por kalpa-vksa (árvores dos desejos). a filha de tês dourada de Mah€r€ja Vsabhanu. Apenas sirva o Parabrahman que aparece com uma forma humana. sorriu ligeiramente e continuou: . Num segundo. Mur€r… rolava no chão em estupefação. o Senhor Vivambhara chamou os Seus associados e disse: . Por Sua inconcebível potência. Em Cintamani-bhumi. Então o Senhor citou o N€radiya Pur€Ša: . as k€ma-dhenu (vacas surabhi) andam por todo lado satisfazendo todos os desejos. Adore ®r…m€t… R€dh€€Š…. Num humor submisso. por favor. que segura uma flauta em Suas mãos. Vnd€vana-dh€ma.Meu Senhor. Ela é a energia original do Senhor e Sua refulgência desafia a cor de goracana (brilhante amarelo). seja misericordioso comigo. Mur€r… Gupta pediu: . Na verdade.O ÚNICO MEIO Um dia.É como se os Vedas não houvessem Me descrevido.Meu Senhor. Por favor dê-me amor extático por Deus. HARI-NšMA . e Eu sou o mesmo Senhor R€ma. você não é ninguém mais do que H€numan. Você deve saber que esta é a doce verdade sobre KŠa. Depois de dizer isso. Gaurasundara o apaziguou com o toque de Seus pés de lótus. o Senhor entrou no templo.Ouçam esta maravilhosa história sobre como alcançar amor por R€dh€ e KŠa na era de Kali.

enquanto estava sentado em Sua casa. Os devotos como pássaros cakora existem simplesmente para beberem este néctar. meu Senhor. humildemente admito que não possuo nenhum outro tesouro além dos pés de lótus de Gaur€ ‰ga. Mantendo uma palha entre os dentes." O Senhor Gaur€‰ga disse: . OS SEMIDEUSES OBTÉM PREMA A beleza de Gaur€‰ga desafia milhões de Cupidos.Os tolos na era de Kali não compreendem que o nome do Senhor é igual à forma original transcendental do Senhor. não há outro meio. Isto aumenta Minha curiosidade. e outros com cinco faces vêm visitá-lO. Seu pescoço é liso e possui três linhas auspiciosas como uma concha. o Senhor falou com uma voz profunda e ressonante: . Ele tem os olhos e a face de lótus. nas gop…s e nas vacas. Então Mah€prabhu sentou-Se numa asana divina. Agora ouçam outro passatempo maravilhoso. Eles vêm Te pedir o tesouro de prema. uma vez que és o oceano de amor. Os Vedas provam definitivamente que se deve fazer Hari-n€ma junto com a meditação em Gop€la. ®r…vasa PaŠita. deu sua opinião: . cinco e seis faces respectivamente. Vy€sadeva também desencorajou a adoração de semideuses por repetir o nome de Hari três vezes. Gaur€‰ga disse estas coisas. distribuiu a corrente nectárea de Seu amor. o Senhor manifestou continuamente este amor.Os semideuses como Brahm€ com quatro face. Além do mais. a lua cheia que paira sobre Navadv…pa. não há outro meio. Aquele que ouvir os gloriosos passatempos do Senhor Gaurahari imediatamente despertará KŠa-prema em seu coração. Vy€sa usou a palavra kevalaˆ para indicar que por se cantar sem ofensas se obtém a liberação. eu. Seus ombros são amplos e fortes como os de um leão. absorto em um sentimento de Vahara.Estou vendo figuras que têm quatro. Cheio de compaixão intensa. Uma vez."Na Kali-yuga o cantar dos santos nomes do Senhor é o único meio para a liberação. ®r…vasa e os semideuses se aproximaram dos pés de lótus do Senhor chorando: . que estava sentado ao lado do Senhor. o Senhor cantou os santos nomes e dançou enlouquecido com o néctar de saŠk…rtana. Vy€sadeva repetiu este fato três vezes para dissipar as dúvidas destas almas tolas e pecaminosas. ®r… Gauracandra. Ele descansou uma perna sobre um devoto e um braço sobre outro. Não outro meio. Locana d€sa. Em amor extático.

Depois de muito tempo meus olhos encontraram a satisfação. camundongo vive num buraco e o leão vive na floresta. Amor a KŠa é a única religião. Após testemunhar a incrível misericórdia do Senhor para com os semideuses. suavam copiosamente e rolavam no chão em desvairio.Por favor. mas o que importa para Mim? A menos que KŠa surja no coração. ovelhas vivem das folhas. mudanças maravilhosas ocorriam em seus corpos. Eu Te imploro. súbitamente. por favor me dê o tesouro de KŠa-prema. Da mesma maneira. desejou a mesma coisa. nenhuma austeridade ou meditação dará resultado. se levantaram e gritaram: . não há nenhum benefício em visitar os locais de peregrinação. Gaur€‰ga disse: .. o Senhor respondeu: . Que assim seja. És a Suprema Personalidade de Deus.Que assim seja. Seus cabelos permaneciam eriçados. Os viŠavas apreciaram muito ao verem os semideuses dançarem felizes e cantarem: . Isto é confirmado no N€radiya Pur€Ša: "Peixes gostam de tomar banho." . existem tantos homens como cães e raposas que frequentam estes locais sagrados. ouça. Estando ansioso por obter amor a Deus. retornando às suas moradas celestiais. Sem purificar a consciência. mas não pude encontrar ali nenhuma felecidade. Ele disse: . Ao observarem isso os vaiŠavas ali reunidos ficaram muito emocionados.Ó R€dh€-Govinda! Conforme os semideuses e semideusas dançavam. Com uma voz trovejante. os semideuses desenvolveram KŠa-prema e exibiram os sintomas corpóreos de bem-aventurança transcendental. Então.Quer vocês recebam o presente de amor a Deus. Visitei muitos locais sagrados de peregrinação como Mathur€ e Dv€rak€. Suklambhara amedrontado revelou sua mente a Gaur€‰ga. ó Senhor Gaur€‰ga. o comportamento dos assim chamados renunciados se assemelha ao destes animais. conceda-nos este doce néctar de Teu amor. O coração e o corpo de Suklambhara Brahmacari eram puros e seu caráter magnífico.És o mais compassivo. os touros do oleiro estão sempre se movendo. Ele era um local de peregrinação encarnado. O Senhor respondeu: . serpente vivem do ar. Imediatamente. o grou vive meditando. Então os semideuses se elevaram ao céu.Hari bol! Hari bol! Gaura-Govinda! Gaura-Govinda! No instante seguinte puseram suas cabeças aos pés de de Gaur€‰ga e imploraram: . Por favor.Ó Suklambhara. Que vocês possam ficar plenos de amor por KŠa. Com um amplo sorriso.Que nossas mentes possam estar sempre fixas em Teus pés de lótus.

O corpo todo de Suklambhara apresentou erupções de deleite. austeridade não é necessária. Incapaz de tolerar a aflição de Seu devoto. Quem negligencia a adoração de Hari. A noitinha. Com sua mente sempre pensava em como servir ao Senhor com amor e devoção. também não precisa realizar nenhuma austeridade. Todos cantavam "Hari bol! Hari bol!" ao verem ®r… Vnd€vana-dh€ma aparecer diante deles. costumavam dançar juntos em sa‰k…rtana. você receberá o raro presente de amor a Deus. Uma noite.6): “Aquele que adora o Senhor Hari não precisa realizar nenhuma austeridade. No dia seguinte quando Se encontrou com os devotos. o Senhor lhes contou a conversa que tivera na noite anterior com Gad€dhara que ele receberia amor a Deus. Devido ao aparecimento de amor extático." Ouvindo esta explicação do Senhor. Os vaqueirinhos e vaqueirinhas de Vraja tornaram os brâmanes companheiros do Senhor Gaurahari na era de Kali. Gaurasundara concedeu-lhe amor a Deus. E para quem Hari não Se manifestou dentro ou fora. Para quem o Senhor reside dentro e fora. Num humor alegre Gad€dhara tomou banho no Ganges. Estando satisfeito com ele. Gad€dhara passou pasta de sândalo no corpo de Gaura. fazer austeridades é inútil. Suklambhara caiu ao solo chorando. O filho de ®ac… manifestou a morada suprema de Vnd€vana. Gad€dhara manifestou a forma de R€dh€€Š… e Narahari a de Madhum€t…-akhi. Segurando suas mãos. pela graça dos vaiŠavas. depois de fazer a cama do Senhor. gop…s e vacas. Mah€prabhu reencenava a dança da rasa no quintal de ®r…vasa PaŠita. Gad€dhara deitava-se aos pés do Senhor.E em seguida citou o N€rada Pañcaratra (2. Segurando a mão de Narahari com Sua outra mão. a corporificação de todas as qualidades transcendentais. Os devotos reunidos viram a feição de Sy€masundara no corpo de Gaur€ ‰ga.Amanhã de manhã. completa com Gop€la. Ele chorava e tremia no êxtase de KŠa-prema. o Senhor Gaur€‰ga deu Sua flor a Gad€dhara e disse: . sempre permanecia próximo de Gaur€‰ga e cantava os santos nomes. Ele satisfez o Senhor com suas palavras doces. pendurou uma guirlanda de flores celestiais em Seu pescoço e louvou o Senhor com palavras seletas. Gad€dhara começou a tremer. Gad€dhara ficou ao lado do Senhor. Gaurahari saboreava imensamente as palavras nectáreas de Gad€dhara. . Todos os dias Gad€dhara prestava este serviço ao Senhor. Ele adorou ®r… Jagann€tha Deva e depois adorou o Senhor Gaur€‰ga. Isso deu enorme prazer aos devotos reunidos. GADšDHARA RECEBE AMOR A DEUS ®r… Gad€dhara PaŠita.

. Enquanto dançava com Seus devotos. Locana d€sa. Vendo o movimento da lua de Vnd€vana sobre Navadv…pa. MUKUNDA OBTÉM A MISERICÓRDIA ®r…vasa µh€kura e seus três irmãos cantavam canções auspiciosas. trovejando ferozmente e encobrindo todo céu. Mah€prabhu começou um n€ma-sa‰k…rtana. as nuvens rolavam e se agitavam em êxtase para assistirem os passatempos de Gaura. as nuvens se dispersaram. os devotos choraram de alegria.Em um nascimento anterior. Pegando um par de pequenas karatalas com forma de pires. os devotos sentiram-se apreensivos. Neste instante. Tomados por KŠaprema. Prabhu realizou Gaura-l…l€ com Gad€dhara. os devotos cantavam repetidamente: . Para obterem a misericórdia de Gaur€‰ga. exibindo um céu claro e amistoso. o querido de ®ac…m€t€ nadava num oceano de amor extático. iluminada pela lua e pelas estrelas. Sem contar as nuvens. O Senhor Gaur€‰ga olhou para o céu e abençoou os semideuses. Temendo um perigo iminente. Contemplando estes encantadores passatempos. ®r… Raghun€ndana fora o sempre jovial Cupido. Gaur€‰ga saboreou o humor de ®y€masundara dançando com R€dh€€Š… na rasa-l…l€.Hari! Hari! Jai! Jai! De repente. O Senhor então dançou e cantou com Seus companheiros numa noite clara. As nuvens desceram para a Terra na forma de devotos e cantaram e dançaram com o Senhor e Seu grupo. Sentindo deleite em meu coração. Mur€r… Gupta e Mukunda também louvavam Prabhu. tentando saborear o néctar do amor. Os devotos dançaram em círculo em volta de Gaur€‰ga. Eles eram como abelhas enlouquecidas enxameando sobre os pés de lótus do Senhor. o Senhor dava Seu amor a todos sem discriminação nestes três mundos. todos começaram a chorar. As castas esposas dos brâmanes cantavam alegremente "Jai! Jai!" Esta cena satisfazia os semideuses que observavam dos céus. Num instante. Pensavam como escapar da calamidade. No instante seguinte. Harid€sa cantava "Hari! Hari!" e rolava em êxtase. Sentindo-se aliviados. descrevo estes passatempos. Quem pode estimar quantas austeridades eles realizaram em vidas anteriores para poderem saborear o raro tesouro de prema-bhakti? O Senhor Vivambhara distribuiu Sua misericórdia tanto na terra quanto no céu. os devotos dançavam alegremente com o Senhor Gaur€‰ga. glorificando as qualidades transcendentais de Gaur€‰ga. comparando-O a Kior€Kiori (R€dh€-KŠa). surgiram nuvens densas e negras. Seus sininhos das tornoseleiras tiniam docemente com o movimento de Seus pés de lótus. eu.

Pequenas pápulas de deleite apareceram como pérolas douradas. Locana d€sa também fica perdido pela influência deste KŠa-prema. O prema exibido por Gaur€‰ga nunca fora visto antes. E então. Quem bateu o néctar para fazer a manteiga que foi usada para fazer o corpo de Gaur€‰ga? Quem comprimiu o Universo para produzir a rasa que formou a face de Gauracandra? Quem fez aqueles olhos atrativos adicionando um pouco do yogurth ao leite de amor e produzindo assim um denso iogurte de apego a KŠa? Quem adicionou mel às Suas palavras e ao Seu doce sorriso? Quem espalhou a luz sobre Seu corpo e a lua em Sua face? Quem criou a pitoresca beleza do Senhor Gaurasundara? Todas as luas cheias têem a esperança de sentirem a fragrância dos pés e mãos de lótus de Gaura.Que beleza incomparável que aqui está! A face de lótus de Gaur€‰ga ficou rosada de êxtase. as . Alguns se abraçavam afetuosamente. Expressando o tesouro de Seu coração. Gad€dhara PaŠita caiu aos pés de Prabhu e disse: . o Senhor abençoou os Seus associados eternos. CAPITULO 2 A MARAVILHOSA FORMA DO SENHOR GAURš¥GA Como a providência criou o maravilhoso corpo do Senhor Gaur€‰ga? Só quem tem um coração de pedra não se derrete ao contemplar a beleza angelical de Gaurahari. outros cantavam as glórias de Gaurahari.Mantendo Gaur€‰ga no centro. os devotos rodeavam o Senhor e em bem-aventurança cantavam "Jai!. sorrindo satisfeito. parecendo flechas de Indra. disse: . na testa de Gaur€‰ga? Instantaneamente ao vê-lO.Eu sou Deus! Neste exato momento. logo em seguida. Suas unhas resplandescentes iluminam o Universo inteiro. Todos os homens e mulheres do mundo ficaram loucos para experimentar este estonteante amor a Deus. Quem criou Sua face cativante que me faz chorar afetuosamente? Quem pintou as brilhantes linhas de tilaka. o Senhor prestou reverências e pediu as bênçãos dos vaiŠavas. Gaurahari. em uma erupção por todo Seu corpo transcendental. As mulheres perdem o controle de si mesmas e choram desperadas em Sua presença. Jai!" e em todas as direções todos choravam alucinados de amor por KŠa.

chorava em êxtase e caia no chão. o Senhor do Universo está dançando com Seus associados. mas não para os desqualificados. surgiram frutos maduros. molhando-se com suas lágrimas. Mah€prabhu ficou louco de prema. o Senhor Gaur€‰ga mostrou a potência de m€y€. as mulheres de Nadia sempre O mantinham no âmago de seus corações. Dali alguns minutos. vou plantar esta semente de manga e produzir uma árvore. Segurando uma semente de manga. Gaura disse: . Tão rapidamente quanto a mangueira apareceu. Vejam só. Alguém colheu uma manga suculenta. Por manifestar esta monumental mangueira.Vejam só que maravilhoso. Decido ao seu intenso apego por Gaurahari. Minha mangueira já tem até flores. MANGA. Cantando Seus próprios nomes. um moribundo pode recuperar sua vida e um cego pode escalar uma montanha. as pessoas rolavam no chão. a semente começou a se desenvolver e a virar uma árvore. Que tipo de riqueza ou felicidade Ele espera alcançar? Locana d€sa diz que por receber o amor que Gaura R€ya está distribuindo livremente. a energia ilusória de Deus.mulheres desejam tocá-lO. o Senhor Gaur€‰ga revela Sua posição confidencial para os Seus associados eternos.Este mundo material é temporário e todos os propósitos materiais são fúteis. Ao verem a beleza de Gaura. ateístas e pecadores começavam a cantar Suas glórias. As várias jóias que decoram o templo do corpo de Gaur€‰ga aumentam a atração que todos sentem por Ele. Os devotos se perdiam em bem-aventurança por cantarem os santos nomes. Os atributos nectáreos de Gaur€‰ga enchiam todos de deleite. Sua forma dourada se tornou delgada. fragrante e a ofereceu ao Senhor. Nesta época Ele revelou a Seus associados íntimos que Ele era a Suprema Personalidade de Deus. Alguns dançavam enlouquecidos. ®r… Gaurasundara disse: . outros se abraçavam e alguns riam alto. as castas senhoras de Nadia saiam de seus lares: aleijados começavam a andar de novo.Olhem. Através deste . Até mesmo os is e yogis não podiam derimir suas dúvidas ao verem o Senhor do Universo chorando constantemente e cantando "R€dh€! R€dh€! R€dh€!". Gaura disse: . logo desapareceu. pois Gaur€‰ga sempre pensava em R€dh€r€Š…. Imediatamente ao cair no solo. Deixando para trás Seu amor por Lakm…. MšYš E BHAKTI Ouçam outro maravilhoso passatempo em que o querido filho de ®ac…m€t€. Perdendo o auto-controle.

Gaur€‰ga disse: . a personalificação de toda a bem-aventurança. Se alguém oferece tudo a KŠa. Seu corpo manifestou intensa euforia com torrentes de lágrimas e tremores em seus membros. Mukunda. Se você deseja desfrutar de verdadeiro bem-estar.Através de Minha energia todo este mundo material é criado. És a causa de todas as encarnações. o Senhor Gaurahari pôs os Seus pés de lótus sobre sua cabeça. A vida se torna cheia de sucesso quando dedicada a Deus.Diga-Me Mukunda. Tenho alguma maneira de dizer o que é bom ou ruim para mim? Coberto pela ignorância. Sentindo-se muito grato com as bondosas palavras de Vivambhara. o Senhor ensinou a natureza do apego e que ninguém deve se lamentar pelo mundo material. é verdade que você tem o conhecimento do Brahman? Bem. os Pur€Šas e o Bh€gavata declaram que por devoção pura a KŠa. Imediatamente.. não que KŠa vem de N€r€yaŠa. despeje sobre mim o jorro nectáreo de Seu serviço devocional. O G…t€. a causa de todas as causas.episódio.Todas as glórias ao controlador supremo. Com a voz falhando Mukunda orou para Gaur€‰ga: . deixe que Seus pés de lótus sejam um guarda-sol sobre a minha cabeça. certamente alcançará KŠa em todos os aspectos. . Tu és o Senhor. você tem pouco conhecimento sobre a forma de duas mãos de Deus. Locana d€sa descreve este maravilhoso passatempo do Senhor Gaur€‰ga. Tome a poeira dos pés dos VaiŠavas e reinicie sua execução de serviço devocional. pode-se alcançar o próprio KŠa. Quem pode cortar esta cadeia de apego criada por Mim? Só há uma maneira de conquistar este apego. Satisfeito com Mukunda. você considera a adoração da forma de quatro braços do Senhor como sendo superior. As pessoas devem oferecer os resultados de seu trabalho para Mim. deve adorar a maravilhosa forma de duas mãos de ®r… KŠa com todo seu coração. Mukunda respondeu: . Um dia o Senhor Gaura sorriu e perguntou a Mukunda Datta: . você deve se banhar no Ganges. Com o coração cheio de bem-aventurança. cheio de bem-aventurança e conhecimento. nada posso ver tanto interna quanto externamente. O Senhor disse: . Mukunda. a Suprema Verdade Absoluta também é chamado R€ma. Mukunda exibiu sinais de êxtase por amor a Deus. Por esta razão. Então podem dedicar seus corpos ao Meu serviço e se livrarem de todo apego material. Não és diferente do filho de Nanda Mah€r€ja. deixem-Me citar um verso. Os devotos ficaram apreensivos.Ramante yogino hanante.. o Supremo Brahman (Parabrahman).Meu Senhor. A misericórdia dos devotos é tremendamente importante. Entretanto. a massa das pessoas em geral consideram-no seu. Os €stras dizem que N€r€yaŠa é uma manifestação de KŠa. Devido à ignorância. Por favor.os yogis sempre sentem deleite no Senhor que é ilimitado e eterno.

Mukunda disse: . por favor sejas bondoso e e permita-me servir-Te. o tesouro do amor divino tem permanecido oculto para mim. o seu desejo em breve será realizado. Ó oceano de misericórdia. Juntos sempre cantavam as glórias de Hari. Um dia. o melhor dos dançarinos dramáticos. dê-me esta bênção. Depois.O que chamas ®r… KŠa não passa de m€ya. Os devotos O seguiram. ó corporificação da misericórdia. sou o mais caido de todos. por favor. Com o coração radiante de alegria. Você está negligenciando a adoração ao Senhor que é conhecido como Natava Sekhara. o Senhor Gaurahari alegremente passava os dias ensinando os Seus muitos estudantes. ®r…vasa PaŠita. Ele e seus irmãos também serviam devotadamente os pés dos vaiŠavas e de Vivambhara. Ele tem uma compleição y€ma que resplandece como uma magnífica safira azul e segura uma flauta em Suas mãos. ®iva e outros semideuses não podem conquistar Tua m€y€. Gaur€‰ga imediatamente tapou os Seus ouvidos e imediatamente Se atirou ao Ganges com todas Suas roupas. Ouvindo estas piedosas palavras de Mukunda. Desta maneira. um devoto puro e um acadêmico inteligente. Prostrando-se ao solo. disse: .Hari! Hari! O Senhor Gaur€‰ga disse: . ®r… R€ma era muito devotado ao seu irmão ®r…vasa.Ouça. dedicando-Se a passatempos transcendentais. apesar de eu ser um vilão. Se você deseja viver e desfrutar do amor de KŠa.Interrompedo-o. Uma vez que eram os devotos favoritos de Gaur€‰ga. um jovem brâmane disse tolamente: . Pare de especular com a sabedoria transcendental do Bhagavad-g…t€. conhecimento especulativo estéril. Como posso me despegar do materialismo e me render aos Teus pés? Veja minha condição aflita. Desejo me tornar uma abelha para poder sorver o nectáreo mel de Teus pés de lótus.Este crápula contaminou Meus ouvidos. o Senhor Gaur€‰ga concedeu-lhe Sua compaixão. pare de desejar jñana. Vivambhara disse: . parecia o Senhor Kapila rodeado de Seu grupo de sábios. Quando Prabhu ali dançava. cantaram bem alto: . cante sempre os nomes de KŠa.Ó meu Senhor Vivambhara. Com o seu coração cheio de amor.Meu caro Mukunda. sem Tua misericórdia quem pode atravessar o oceano da existência material? Até mesmo Brahm€. o Senhor desfrutava dançar e realizar passatempos em sua casa. Não tenho poder algum. ó doutor. sempre adorava o Senhor KŠa. Até hoje. . Tu tão compassivamente me revelaste isso. Ao ouvir esta blasfêmia. agarrando os pés de Gaura e chorando. Todos os dias cantava n€ma-sa‰k…rtana e descrevia as qualidades transcendentais do Senhor.

De repente. ®r… Advaita retribuiu os respeitos e disse humildemente: . Estando confortavelmente sentados. Inundados em ondas de prema. alguns dançavam e outros cantavam hari-n€ma. ®r…vasa PaŠita. Gaurahari começou a dançar. bhakti é a única coisa disponível neste mundo material. Indiferentes ao mundo. sentindo uma trepidação disse para Gaur€‰ga: . Agora. muito orgulhosa de seu conhecimento. Desta maneira. és a jóia mais valiosa de milhões de Advaitas. todos cantaram os santos nomes de KŠa repetidas vezes. Um dia Gaurahari. deixe que venham ver o meu Senhor Gaur€‰ga Mah€prabhu. Gaur€‰anga rugia como um leão.Prabhu. Locana d€sa diz que o Senhor Gaur€‰ga é a personalificação de todas as qualidades transcendentais. Alguns devotos cantavam melodiosamente. Deseja interromper este festival de k…rtana. É uma pessoa ateista. Ao Se encontrar com Advaita šc€rya.Meu Senhor. Gaur€‰ga e Seus companheiros ofereceram dandavats.Depois de dizer isso. o Senhor Gaurahari e Seu grupo de sa‰k…rtana seguiam festivamente para a casa de Advaita šc€rya. um deste brâmanes ateistas está aqui diante de nós. o que mais existe em Kali-yuga? Ou melhor. os ateistas dizem que a Kali-yuga é desprovida de devoção. CAPITULO 3 AS GLÓRIAS DE ADVAITA šCšRYA Sentimentos de bem-aventurança despontam em meu ser assim que começo a descrever os maravilhosos passatempos do Senhor Gaur€ ‰ga. Seus seguidores rolavam no chão. Levantando Seu dhoti. Lágrimas caiam abundantes e eles perderam o seu equilíbrio. Quem diz que bhakti inexiste na era de Kali é despresível. Gaurahari disse com uma voz grave: . Mah€prabhu disse para aquele brâmane: .Ó Prabhu.Além de bhakti. fazendo com que todos entrassem em êxtase. Neste momento. os corpos dos devotos começaram a se cobrir de arrepios. Em nenhuma outra era o Senhor dá tanta misericórdia. ®r…vasa e outros associados visitaram Advaita šc€rya. Advaita disse: . Trovejante como uma nuvem carregada. Eles se abraçaram e se banharam com mútuas lágrimas de amor.

Não existe nada além de KŠa-bhakti. Gaur€‰ga novamente concedeu Sua misericórdia: . a essência de todas as coisas. Sem ser liberado não se pode compreender KŠa. Segurando a mão de ®r…v€sa e a de Gad€dhara. O maravilhoso Senhor parecia exatamente como o Senhor de Vraja rodado por Suas queridas gop…s. Um está coberto de mel e os outros quatro cheiram mal. O brâmane se retirou contrariado. Junto com os devotos. O Senhor continuou: . não venha aqui. e se alcança rapidamente devoção imotivada pelo Senhor KŠa. o Senhor estendeu o Seu braço e repetidas vezes abria e fechava Sua mão. A verdade sobre o Senhor da criação só pode ser compreendida por quem está absorto em devoção. Após uma breve pausa.Como recebi tamanha misericórdia do próprio Senhor? Os seguidores de Advaita šc€rya choraram aos pés de Gaur€‰ga.Seu descrente miserável.KŠa é o único Senhor da criação. Apesar de dificil compreensão. ®r… Vivambhara disse: . a devoção permanece firme. Ele e a alma de todos.Hari! Hari! Hari! . Vejam os Meus cinco dedos. Gaur€ ‰ga olhou para a face de Seu devoto ®r… Raghun€ndana e chorou. O Senhor e Seus associados ficaram cantando e dançando por lá alguns dias antes de voltarem para casa. ®r… Advaita ofereceu ao Senhor uma guirlanda muito fragrante e passou polpa de sândalo aromatizada com cânfora no corpo do Senhor. Locana d€sa fica extremamente feliz ao ouvir estes maravilhosos passatempos do Senhor Gaura. Então Prabhu meditava nos pés de lótus de KŠa e cantava continuamente: . Gaurahari dançava no centro enquanto que os devotos em círculo cantavam e dançavam alegremente diante do Senhor. ®…t€dev…. Quando se realiza isso. Através de bhakti é que se pode conhecer o Senhor KŠa. Em casa Mah€prabhu adorava discutir consciência de KŠa com Seus devotos. Da mesma maneira. Advaita pensou: . Vivambhara os levantou e os abraçou ternamente.Ouçam. o Senhor Gaur€‰ga tomou a pras€da que fora feita com muito amor por Advaita šc€rya e sua esposa. O Senhor tocou os pés de lótus de ®r… R€ma PaŠita. Para demonstrar o processo de criação. uma alma liberada aceitará o Senhor e reijeitará todo o restante. Depois de um grande sa‰k…rtana. Vocês gostariam muito de chupar este dedo cheio de mel e rejeitariam os outros quatro.. Gaur€‰ga cantou e dançou em bem-aventurança diante de Advaita šc€rya. O Senhor Gaur€‰ga então encenou um passatempo bemaventurado. tento descrevê-la para que as almas condicionadas possam se liberar da existência material.

havia ido para a casa de ®r…vasa PaŠita. pombos e abelhas cantam docemente.No meio da floresta de Vnd€vana. Enquanto dizia isso. R€dh€ e ®y€ma sentam-Se num trono no centro de um templo cravejado de jóias. Advaita fez preparos para o banho e adoração. deu presentes e ofereceu-Lhe respeitos. Outro é como uma pedra. Gaurahari decidiu retornar. Mah€prabhu no entanto. Quando Lakm… viu Vnd€vana. cantou e dançou. O Senhor então dançou alegremente. Desejava ir para a floresta. O Senhor Gaurahari. papagaios. vou punir os ateistas. ficou arrepiada de êxtase.Estou adorando esta gada (bastão. . ®r… Vnd€vana é repleta de fragrantes flores e é margeada pelo rio Yamun€. a garganta de Vivambhara ficou sufocada. tomou šc€rya pela mão e disse: . mas tudo aqui virou uma enorme floresta. Você manteve os Meus pés de lótus sobre a sua cabeça. você Me conquistou com seus altos brados. Algumas pessoas agem exatamente como bestas da floresta. Sendo um devoto puro. cucos. E então deve ir para um inferno e comer escremento como um porco. Ela chorou correntes de lágrimas e seu corpo tremia.E Prabhu Vivambhara descrevia a bem-aventurança da l…l€ de Vnd€vana de R€dh€-®y€masundara: . Ele terminou dizendo: . Seus olhos ficaram vermelhos como se intoxicados. Com este bastão. chamo este lugar de mah€vana (grande floresta). riu.Só por você é que desci para este mundo. Pavões. o Senhor Gaur€‰ga oferecia flores para adorar uma vara com a forma de bastão.Com suas qualidades transcendentais os devotos purificam os três mundos. Por causa do seu amor por Mim. o Senhor Gaur€‰ga vivia feliz entre Seus devotos às margens do Ganges em Navadv…pa. caindo prostrado aos Seus pés. Isso é tão atrativo e cativante que mesmo Lakm…dev… fica ansiosa em visitar. massa) para destruir os descrentes que ofendem aos Meus devotos. inspirando os Seus associados a se juntarem ao hari-n€ma sa‰k…rtana. Devido ao amor. Outro é como uma folha de grama ou uma árvore. Prevendo Seu breve retorno. matarei esta pessoa e os seus seguidores. Desta maneira. chorou e Me ofereceu manjar…s de tulas…. Nesta ocasião. Advaita se aproximou de Vivambhara. o Senhor falou para todos com uma voz de deleite: . Por esta razão. Quem ofende Meus devotos é um velhaco e por esta ofensa deve sofrer de lepra por muitas vidas. Na casa de ®r…vasa. Ela chorou. Sabendo que Advaita šc€rya chegara a Sua casa. todo mundo agora recebeu a Minha misericórdia. Cá está um homem que parece um tigre. Eles estão rodeados pelas gopis. Um dia Advaita šc€rya veio a Nadia para visitar Vivambhara. Usando este bastão.

Meu canto transcendental. Por favor. o rei dos vaiŠavas. não lhe darei amor a KŠa. NÃO SE ABRIGUE EM KARMA OU JÑANA ®r…v€sa disse: . cheios de prema. não cultive jñ€na. Ó bhakta-avat€ra (®r…v€sa). Pareciam o horizonte com a lua cheia subindo ao céu no início da noite. ®r… Gaura.Meu Senhor. Gaur€‰ga ordenou que Advaita šc€rya dançasse.Ouça meu Senhor. você obterá KŠaprema. ®r…v€sa respondeu: . sentido-Se satisfeito. Ignorando karma e jñ€na. És um afetuoso oceano de misericórdia.Muito bem. Deixe que os outros também vejam e se tornem devotos de KŠa. Então os devotos sentaram em volta de Gaurasundara. Estes devotos são dedicados aos Teus pés de lótus. Agora ouça. mas hesito em indagar-Lhe. Em toda Bharatavarsa. seu brâmane ignorante. agora você deve entender a elevada posição de Advaita šc€rya. Advaita šc€rya.®r…v€sa. é Meu devoto e a Minha própria alma. conceda-lhes Tua misericórdia dando-lhes o tesouro de KŠa-prema. o mais elevado de todos os brâmanes começou imediatamente. ®r…vasa PaŠita e os outros devotos.Todos estes meninos estão pedindo amor ao Supremo: então vou lhes dar prema-bhakti. não busque abrigo em karma e jñ€na. Prabhu disse: . Entretanto. Os €stras dizem que ele é o Mah€-ViŠu. Ele é o mestre de toda a criação que desceu só para liberar as pessoas de Kali-yuga. a dança e as qualidades lhe dão felicidade. Estou aqui por sua causa. mas você acha que Advaita šc€rya é menos do que eles. Com um coração sincero.Sentado numa plataforma. Advaita šc€rya. ®r…v€sa ouviu atentamente as soberbas instruções de Mah€prabhu. você deve sempre servi-lo e adorá-lo. enquanto cantava o daa avat€ra stotra (orações glorificando as dez encarnações de KŠa). estou ansioso por saber a resposta. Se alguma vez Eu vir você fazer isso. Gaurahari continuou: . você é o Meu devoto mais querido. Advaita šc€rya é Teu devoto? A face do Senhor Gaurahari ficou vermelha de ira e Ele quiz xingar ®r…v€sa: .Tanto Uddhava quanto Akrura são muito queridos para Mim. tenho uma pergunta. Sabendo disso. Advaita šc€rya ouviu isso com enorme satisfação. você não encontrará devoto Meu como Advaita šc€rya. Agora sua missão havia tido sucesso. K€malaka (Advaita). sorriu gentilmente e disse: . Ele disse: . Olhando para Advaita šc€rya. se juntaram ao sa‰k…rtana de Advaita šc€rya.

uma brilhante lua cheia. Gaurahari realizou Seu preman€ma-saŠk…rtana. Mur€r… Gupta disse: . mukti. Locana d€sa diz que em Navadv… pa. a meta de jñ€na é insignificante. Seu andar parecia o do elefante. Sua face.Se você quizer aprender alguma coisa sobre isso. devido ao êxtase por Gaur€‰ga-prema. que causava choro de amor em todos. Gaur€‰ga parecia extamente como o todo atrativo Madana-mohana. Porções de pasta de sândalo decoravam Sua face de lua. Em Navadv…pa. Como é possível que eu descreva a misericórdia de Gaur€‰ga? Ele é a essência da própria compaixão. Estes são os maravilhosos passatempos do Senhor Gaur€‰ga pregando amor a Deus na terra de Nadia. focavam todo mundo como abelhas malucas. . os pelos de Seu corpo pareciam flores da kadamba dourada. Estas manifestações de amor divino faziam Seus corpo parecer o sol nascente. Comparado a bhakti. Conforme andava. abençoe-me para que possa abandonar o interesse mundano por karma e jñ€na.. então indague a Advaita šc€rya. as pessoas não podiam dizer se era dia ou se era noite. Estando eretos. o corpo de Gaura apresentava erupções de arrepios transcendentais. como flores de lótus vermelhas desabrochando. O mundo se encantava com as correntes de lágrimas que vinham da nectárea fonte de Seus olhos.Ó Senhor. Aqui. a Suprema Personalidade de Deus manifestou uma forma única de amor divino. os devotos reunidos entraram em bem-aventurança. com um coração puro. Rugindo como um leão. que eram decorados com unhas que brilhavam como dez luas. Os devotos dançaram e cantaram com tamanha loucura divina que os semideuses ficaram atônitos com o desempenho. por favor. Mas acho que você apenas deve ser sincero na adoração a KŠacandra. o belo corpo e os ornamentos de Gaur€‰ga encantavam o Universo inteiro. nada sei sobre conhecimento especulativo. Intensa transpiração caia de Seu corpo. todas as direções se iluminavam com Sua explêndida refulgência. Enquanto dançava absorto em prema.Vivambhara. Seu olhar era cheio de compaixão nectárea. Eles fizeram votos em seus corações de executarem a ordem do Senhor. Radiante como o sol. Palavras entrecortadas saiam de Sua garganta que se parecia com a superfície de uma concha. Todo mundo em Nadia tinha prazer em ver o dançante filho de ®ac…m€t€. Ele cobriu o globo com o som dos santos nomes de KŠa. Seus olhos. Ao ouvir isso. Gaur€‰ga respondeu: . Uma doce fragrância emanava de Seus pés de lótus.

Seus brincos encantadores desafiam o brilho de ®ukra e Bhaspati. Então Prabhu disse para Gopin€tha: . Seu sorriso maravilhoso embaraça o luar. por Minha misericórdia. Gaura pôs os pés sobre a cabeça de Mur€r…. Apesar de Eu ser o seu adorável Senhor Raghun€tha.Adoro o Senhor bem-aventurado e amo dos três mundos. Saiba com certeza que Eu sou o mesmo Senhor Raghun€tha (R€ma). recite este verso que você compôs. Instantaneamente. Para Mur€r… Gupta. flanqueado pelos Seus associados íntimos. o Senhor Gaur€‰ga exibiu Sua forma transcendental como o Senhor R€macandra. Sem Raghun€tha. ouça atentamente as glórias de R€dh€ e KŠa e seja devotado a Mim. Lakmana. ainda assim você deve adorar o Senhor de R€dh€. cujos lindos olhos parecem flores de lótus desbrochando. o Senhor disse: . Mur€r… caiu aos pés de lótus do Senhor e louvou Gaur€‰ga: .Você sabe o significado do seu nome? Você é a morada de bhakti. ofereceu mais orações. E então. ®r… R€macandra. Sua face maravilhosa parece a lua sem suas manchas. Ele perguntou a ®r…vasa: . você será conhecido como R€mad€sa. escreveu o nome "R€mad€sa" em sua testa. Seus lábios vermelhos parecem as frutas bimba e Seu nariz bem talhado a todos atrai. você deve Me adorar e esquecer todo além de bhakti. H€numan e outros associados. ®r… R€macandra. juntamente com Janak… (S…t€). Chorando de felicidade. Prabhu disse: . Mah€prabhu disse: . Mur€r… Gupta citou seu livro ®r… KŠa Caitanya-carita: . Então .Todas as glórias a Raghuvira. por favor. de hoje em diante. Mostrando misericórdia.Você é Meu devoto querido. Depois de ouvir estes versos.Para o Meu prazer.Mur€r….Mur€r…. Adoro os pés de lótus do amo destes três mundos. Gaur€‰ga estava sentado num assento divino. Então Mur€r… rolou no chão. você não pode viver nem um instante. Faça sa‰k…rtana.CAPITULO 4 ENCONTRANDO O SENHOR NITYšNANDA MURšRŸ GUPTA RECEBE O NOME DE "RšMA DšSA" Um dia. Para a surpresa de todos os presentes. Ele usa uma coroa brilhante coberta com uma fileira de jóias cujo brilho ilumina todas as direções. por isso é ®r…vasa. Ele é o mesmo querido de ®ac…m€t€.

. como incenso. O Senhor Nity€nanda. Mur€r… e Mukunda procuraram sem sucesso até mesmo em suas casas. voz falhando e choro profuso. Sons eufóricos de "Hari bol! Hari bol!" permeavam a atmosfera. Então Gaurahari os devolveu como prasada aos Seus devotos. está chegando a Navadv…pa. Nity€nanda não é diferente de Balar€ma e N€r€yaŠa. Lágrimas lavavam Seu rosto e Ele rugia como uma nuvem trovejante.Ouçam as boas notícias. o serviço devocional imotivado prestado a Mim pelos Meus devotos deixa-Me sobre o seu controle. Seguindo a ordem de Prabhu. perfume. Mur€r… e Mukunda. Sorridente. Gaur€‰ga continuou: . eles averiguaram na parte sul da vila.o Senhor Gaurahari recitou um verso do ®r…mad Bh€gavatam (11. Rapidamente. que Ele aceitou com alegria.Mur€r…. O Senhor recebeu artigos em adoração. pois devemos ver os Seus pés de lótus.20) para ®r…vasa PaŠita: "Meu querido Uddhava. o avadhuta maravilhoso. Hoje somos os mais afortunados.Por adorar o seu irmão ®r…vasa. os associados eternos do Senhor Gaurahari imediatamente correram para ver os pés de lótus do Senhor. Estando imerso em amor extático a Deus. estudo dos Vedas. trabalhos piedosos. Lágrimas umedeceram os olhos do Senhor. Vocês. Assim sendo. Os devotos exibiam sintomas de êxtase divino como arrepios. De mãos postas.14. Suas glórias estão além de toda descrição. você está adorando a Mim. ®r…vasa ofereceu um pouco de leite a Prabhu. o Senhor disse: .Ele está ficando na casa de Nandan€c€rya. sirva-o muito bem. Os devotos. austeridades ou renúncia. Gaur€‰ga às vezes andava vagarosamente como um formidável leão. Após passar uma noite bem-aventurada na casa de ®r…vasa PaŠita. não puderam localizar Nity€nanda. Depois de tomar o banho matinal. pasta de sândalo e guirlanda de flores. filosofia Sa ‰khya. corria como um elefante enlouquecido. mas não puderam encontrá-lO. determinado. e você receberá a Minha misericórdia. o Senhor disse: . Gaur€‰ga disse para ®r… R€ma Pa‰ita: . Desta maneira encontrariam a felicidade última. vão localizar o Senhor Nity€nanda. você não encontrou o avadhuta? Sorrindo curiosamente. o Senhor Gaur€‰ga seguiu para Sua casa." Prabhu disse para os Seus associados que eles deveriam agir de acordo com este verso e seguirem os ensinamentos de ®r…vasa. Não posso ser controlado por aqueles que se dedicam a yoga mística. em seguida. contaram a Gaur€‰ga que apesar de rigorosa busca. sem olhar para trás. Vamos até lá juntos. exclamando "Jai! Jai!" seguiram o Senhor Gaur€‰ga pela estrada. Ao Se encontrar com eles naquela tarde.

O Senhor Gaur€‰ga disse: . Nity€nanda chorava. Segurando um bastão dourado em Suas mãos. Suas tornoseleiras tilintavam docemente. choraram e falaram sobre Suas recentes viagens. Chegando aqui. ou dizia coisas ininteligíveis. transpirava e apresentava erupções como sinais de êxtase. Ele desfazia a timidez das jovens com Seu sorriso brilhante e radiante. ria e pedia a Revat… um pouco de mel. Conforme andava. Ambos tentaram sem sucesso tirar a poeira dos pés um do outro. Nity€nanda Prabhu. gritou: . subjulgando os elefantes loucos da Kali-yuga. mais alto do que a trovoada da monsão. O Senhor Gar€‰ga prestou reverências e proferiu algumas palavras auspiciosas em oração a ®r… Nity€nanda Prabhu. Colares dourados pendiam em Seu pescoço. ®r… Nity€nanda purifica os três mundos. Em êxtase. ®ri Nityn€nda Prabhu disse: . O corpo de coloração dourada maravilhoso de Nity€nanda tinha um matiz levemente avermelhado. Um turbante da cor de uma flor campaka decorava Sua cabeça. velhos e caídos. O Senhor Nity€nanda andava como um elefante enlouquecido. Agora para onde Você vai fugir? Então Gaur€‰ga e Nity€nanda riram a valer. Ouvi dizer que o filho de Nanda Mah€r€ja estava escondido em Navadv…pa na Bengala Ocidental. Ele pulou como uma rã. Abraçaram-Se afetuosamente.Nity€nanda veio esmagar o orgulho de Kali e liberar os cegos. Rugia como um leão. . derramaram lágrimas de alegria e dançaram em bem-aventurança. Seu corpo tremia. Braceletes muito atrativos intensificavam a beleza de Seus braços fortes de dourados. Num momento. esmagava o orgulho de Kali. Eu voltei. Ornamentos ofuscantes adornavam Sua forma encantadora. Brilhantes vestes amarelas cobriam Seu peito.Saí em pegrinação por todo mundo procurando Você. Seus olhos eram matreiros grandes como os de uma gazela. Não O encontrando. inválidos. Sua pacífica face de lótus era maravilhosa de se contemplar enquanto Ele chorava de amor. Magníficos brincos de gemas preciosas enfeitavam Suas orelhas. noutro agia como surdo mudo. Absorto em profundo amor a KŠa.O MARAVILHOSO NITAI O Senhor Gaur€‰ga encontrou Nity€nanda R€ya na casa de Nandan€c€rya. Quem pode comprender os sentimentos transcendentais do Senhor? O doce aroma do corpo de Nity€nanda capturava as donas de casa em suas casas e enchia de poeira o orgulho das castas meninas. quase que caindo ao solo. Suas mãos eram vermelhas como o lótus que flori a noite. apanhei o larápio.Onde está o Meu K€nai Gop€la (KŠa)? Adotando um sentimento de vaqueirinho.

Contemplando-O ternamente. Mas quem pode compreender o significado profundo desta conversa? Gaur€‰ga disse: . Mah€prabhu exclamou: . Mah€prabhu ordenou aos devotos que saissem do templo. A cada dia o apego a KŠa aumenta. Com imenso deleite. Todos ficaram extremamente satisfeitos com o Seu darana. sou seu filho. Neste momento Mah€prabhu veio e Se sentou no trono da Deidade na sala do templo da casa de ®r…vasa PaŠita. Na plataforma de realização deve-se render devocionalmente a KŠa.Tudo o que você diz é verdade. sou seu filho. Cheia de intensa afeição materna por Nity€nanda. Gaurahari a derramou sobre a cabeça de Seus associados. Os devotos ficaram atônitos diante sua expressão de amor materno. Gaurahari disse: . ®ac…m€t€ disse: . deu-Lhe uma guirlanda de flores e ofereceu-Lhe outros artigos com se adora uma grande personalidade. ®ac…m€t€ sentou Nit€i em seu colo. parece que você gosta mais de Nit€i do que de Mim.De hoje em diante. Ao voltar para casa. Gaura-Nit€i glorificaram os atributos espirituais do Senhor Hari. Chorando. É muito dificil se alcançar KŠa-prema-bhakti. Surrupiando um pouco da poeira dos pés de lótus de Nity€nanda. Você deve saber a verdade. Eventualmente.mas os tolos ateistas não compreendem. Seu amor e devoção por KŠa são extraordinários. todo mundo pode facilmente obter KŠa-prema. Mas. por favor.®ac…m€t€. No outro dia. Nity€nanda olhou para o belo corpo de Vivambhara. Agora está bem claro que sob todos os aspectos. Todo mundo vai cair na armadilha de amor divino armada por Nity€nanda Prabhu. Saboreando um gosto superior automaticamente se rejeita a gratificação dos sentidos. mas não podia entender as intenções de Prabhu.Em todos estes três mundos nada se compara às glórias de Nity€nanda Prabhu. como Minha mãe. ®ac…m€t€ não podia tirar os olhos da face de lótus de Nit€i. Então conversou confidencialmente com Nity€nanda. Assim. se alcança o estado maduro de amor puro extático por Deus. ambos são meus filhos. com amor materno. Sriman Mah€prabhu recebeu Nity€nanda Prabhu em Sua casa. ®ac…m€t€ chorou tanto que se engasgou. dê Sua misericórdia para Vivambhara. Louca de afeição. Nit€i. não leve em conta as Minhas faltas. por favor. Assim que o oceano de Seu êxtase se acalmou Eles Se sentaram entre Seus devotos. Nity€nanda aceitou o convite para prasada de ®r…vasa PaŠita. Nity€nanda relaxou tranquilo. Uma vez. Gaur€‰ga passou pasta de sândalo no corpo de Nity€nanda. Depois da refeição. Aceitando ®ac… como Sua mãe. pela misericórdia sem causa de Nity€nanda Prabhu. ®r… Nity€nanda Prabhu tocou seus pés e disse docemente: .

. KŠa e Gaur€‰ga. agora olhe para Mim. Bem neste instante. Com o coração partido. O Senhor Vivambhara primeiro mostrou a Nit€i Sua forma de seis braços. Nity€nanda Avadhuta chegou e viu o Senhor Vivambhra exibindo uma forma mais alucinante. e depois Sua forma de quatro braços e finalmente a Sua forma de dois braços.Em Meu sonho. Gaur€‰ga disse: . Exultante. o Senhor Nity€nanda submergiu em um oceano de êxtase e perdeu todo o sentido de direção. Sinto como se uma flecha atingisse o meu coração. Você teve tantos problemas para Me encontrar. Braceletes de ouro. CAPITULO 5 PASSATEMPOS COM NITYšNANDA E ADVAITA O SONHO DE GAURA E MUITAS FORMAS Tarde da noite Vivambhara começou a chorar. Vivambhara ordenou a ®ac…m€t€ para que não revelasse este sonho para ninguém. lembrou-Se de Seus relacionamentos anteriores com o Senhor. pulseiras e tornoseleiras adornavam os Seus membros graciosos. R€ma. Locana d€sa canta os passatempos transcendentais do Senhor Gaur€ ‰ga. Porções de pasta de sândalo decoravam Sua face e Ele segurava uma flauta em Sua mão esquerda. Então Nity€nanda viu a forma sempre nova do Casal Divino. Vivambhara manifestou muitos sinais de êxtase como uma refulgência luminosa que enchia a casa inteira. Ao ouvir as nectáreas palavras de seu filho o coração de ®ac…m€t€ ficou cheio da maior bem-aventurança. R€dh€-K€nu (R€dh€-KŠa). o avadhuta. Uma . O Senhor manteve-Se silencioso por algum tempo antes de contar a ®acim€t€ sobre o Seu sonho. Uma pena de pavão se alojava como um arcoíris sobre Sua cabeça. Gaurahari segurava um bastão em Sua mão direita e uma flauta com a esquerda. Numa forma espiritual. Guirlandas de flores aromáticas acentuavam o Seu dhoti amarelo brilhante. ®r…man Mah€prabhu exibiu três encarnações divinas. ®ac…m€t€ perguntou-Lhe a causa de tanta aflição: .Seu choro me causa muita dor. vi uma pessoa com um corpo maravilhoso da cor de uma nuvem de monsão.Nit€i. Observando estas maravilhosas formas transcendentais. ®r… Nity€nanda.

outras chorava. O Senhor estava sentado no trono da Deidade na casa de ®r…vasa PaŠita. passaram dois dias prazeirosos na casa de Advaita šc€rya. Todo mundo se dedicava a glorificar as esplêndidas qualidades de Gaur€‰ga. Mur€r… Gupta fez respeitosamente. que parecia o sol da manhã. Às vezes Nity€nanda ria. Até mesmo o universo não podia conter a sua alegria. deu um extático abraço em Gaur€‰ga. šc€rya ofereceu de presente roupas novas para o Senhor . Diga-lhe que em breve estarei lá. Advaita šc€rya dançou de alegria. Sua face brilhava como os raios da lua cheia. Depois de oferecerem reverências. os devotos foram para a casa de Advaita šc€rya. todos estavam transcendentalmente alucinados. Esta ordem de Gaur€‰ga fez com que todos ficassem muito felizes. Gaurahari riu para valer ao ouvir sobre o jubilante saŠk…rtana na casa de Advaita šc€rya. Gaur€‰ga disse: . Nity€nanda Avadhuta olhou de novo para ver a forma de quatro braços de Gaura. mas agora a flauta estava ausente. Um colar com uma brilhante esmeralda enfeitava Seu pescoço. Num instante. Advaita šc€rya caiu em êxtase e se tornou refulgente e urrava como um leão. Com o coração cheio de bem-aventurança. Afundando no oceano de KŠa-prema. Depois de recebê-los com respeitosas reverências. Assim.Ó Nit€i. o rei dos avadhutas. os devotos começaram a dançar junto. Devido à influência de KŠa-prema. Pequenas bolhas de felicidade cobriram o seu corpo inteiro. Prabhu exibiu a forma de dois braços. da cabeça aos pés. Avadhuta R€ya. O Senhor Gaurahari revelava diferentes formas para favorecer os Seus devotos. o relato de toda a estadia ao Senhor. Gad€dhara e Narahari estava ao lado do Senhor. admirando Sua face. A compleição de Seu corpo parecia ouro derretido. A casa inteira estava iluminada pela refulgência transcendental de Gaura. leve ®r€vasa. ®r… Raghunandana contemplava a face de Gaura e os outros devotos estavam em volta do Senhor. Gaur€‰ga estava decorado com guirlandas perfumadas e polpa de sândalo. ®r… Nity€nanda Prabhu sentava-Se diante do Senhor. e então dançou em deleite. os devotos deixaram a casa de ®r… Advaita e voltaram para ver Gaur€‰ga.segunda mão direita portava uma flor de lótus e um arco estava na segunda mão esquerda. selvagemente. a face dourada do Senhor tinha um matiz avermelhado. Uma jóia Kaustubha estava pendendo sobre Seu peito dourado. Imerso em êxtase divino. Mur€r… e N€r€yaŠa com Você e vá para a casa de Advaita šc€rya. No dia seguinte Advaita veio ver os pés de lótus do Senhor Gaur€‰ga. Ficando enlouquecidos de amor a Deus. Makara-kuŠala (brincos em forma de tubarão) ornavam Suas orelhas. rugindo de entusiasmo. ®r… R€ma. Os devotos rodeavam Gaur€‰ga como uma constelação de estrelas rodeia a lua cheia.

Depois de se despedirem de Nity€nanda. E então.Gaurahari. Em separação de Gauracandra. agia como um jovem leão. Tudo o sabiam era dançar e cantar Hare KŠa. Começaram ao raiar do sol e continuaram dançado como loucos até o fim da noite. não podiam suportar Se separarem. Nity€nanda. os devotos a ataram em volta de suas testas. Advaita šc€rya. Depois de completarem seus deveres matinais. Estava como uma abelha que ansiava em beber o néctar dos pés de lótus do Senhor. Gaur€‰ga. O Senhor também Se despediu de Nity€nanda Avadhuta. Ele adorou Gaur€‰ga com manjar…s de tulas…. Desta maneira. Quando terminaram de dançar. distribuia pras€da para os Seus associados íntimos. o Senhor Gauracandra logo o abraçou. Mur€r… e Mukunda cantavam louvores ao Senhor e dançavam desprendidos. Harid€sa chegava a Navadv…pa para ver o Senhor. Devido ao intenso amor que sentiam um pelo outro. os devotos simplesmente sentavam-se em suas casas e choravam. Finalmente. Recebendo ordem de Gaura. Gaur€‰ga recebeu Harid€sa cordialmente com um abraço amoroso. depois de caminharem juntos alguns passos. Gaur€‰ga deu um pedaço delas a cada um de Seus devotos. Neste dia. Tomados de júbilo divino.Tomem seus banhos. deu-lhe Sua própria guirlanda de flores e o mandou tomar prasada. Quem quer que visse ou ouvisse sobre este passatempo de sa‰k…rtana ficava absorto em amor extático. . adorem suas Deidades. Aceitando sua adoração. Ele estava louco com KŠaprema. Harid€sa honrou a mah€-prasada cheio de satisfação. ®r…v€sa. honrem a prasada e voltem para cantarmos e dançarmos mais. Advaita caiu ao solo diante dos pés de Gaurahari. Eles pararam. Eles consideravam a felicidade derivada da realização impessoal como insignificante. Os devotos se louvavam mutuamente e trocavam bênçãos. Gaur€‰ga Mah€prabhu passava Seus dias saboreando a bem-aventurança de sa ‰k…rtana com os Seus associados íntimos como Nity€nanda. Quando Harid€sa ofereceu reverências ao Senhor. Harid€sa e outros. Gaur€‰ga ordenou que os devotos retornassem para suas casas. eles voltaram contentes para verem o Senhor. Depois de tomarem os seus banhos vespertinos. Mah€prabhu disse: . Felizes ao receberem esta prasada. esqueceram-se se era dia ou se era noite. pasta de sândalo e uma aromática guirlanda de flores malat…. Gaurahari pegou sua mão e o puxou para junto de Si. Gaur€‰ga passou uma pasta de sândalo aromática no corpo de Harid€sa. ®r…v€sa. os devotos se encontraram novamente com ®r… Gaura. Eles estavam saboreando o néctar de KŠa-prema. Gaur€ ‰ga pediu a Nity€nanda um par de Suas kaupinas (roupas de baixo). todos voltaram para suas casas. Advaita. muito feliz. Advaita šc€rya retornou para casa. Devido ao efeito de prema. Entretanto.

Querido! Querido! Por favor. sem Você tudo é escuro e amedrontador. Chorando lágrimas doces e amargas. impedindo os cílios de se abrir. com seus cabelos e roupas em desalinho. batia no peito como louca e sucumbia no chão.Enquanto isso. Procuraram em todas as casas atrás de Gaur€‰ga. Um dia o Senhor Gaura abraçou os Seus devotos e cantou e dançou jubilante com eles. As glórias de Gaurahari são a sublime essência do néctar. Ele surgiu no meio deles. Perdendo a gravidade. Já se passaram dias e noites. Eles se lamentavam perdidamente: . visitava Advaita šc€rya. Outros dançavam em frenesi logo ao verem Sua face sorridente. ®ac…m€t€ colocou Vivambhara no colo e o afagou com milhões de beijos. em separação de Seus pés de lótus. alguns devotos cairam aos pés de lótus de Gaura. Você é a estrela de meus olhos. ®ac…dev… vivia chorando: . Não sabendo por onde o Senhor andava. CAPITULO 6 A LIBERAÇÃO DE JšGAI E MšDHšI GAURš¥GA E O DESAPARECIMENTO DE ®RŸVASA Simplesmente por ouvir este passatempo. por favor. volte para casa. como o sol brilhante surge ao romper da aurora. Vivambhara observava a dolorosa condição de Seus devotos. ®ac… m€t€. o Senhor mostrou o profundo amor que se escondia no coração de Seus devotos puros. Você é luz que guia nossa família. choravam em desespero e rolavam no chão. Gaurahari subitamente desapareceu daquela assembléia. De repente. muito além do alcance dos Vedas. os devotos ficaram apreensivos. a própria lua de Nadia. Imersa em afeição materna. não vejo nada além de escuridão em todas as direções. Tomando a mão de ®r…vasa PaŠita. Por muitos dias e noites Eles sentaram-se juntos desfrutando grande felicidade. Lágrimas de aflição caiam de seus olhos. discutindo os passatempos de Gaur€‰ga. Os devotos ficaram tomados pela dor da separação. Um devoto confessou: .Ó Prabhu. Num local retirado. volte.Por que Ele nos abandonou? Para onde Ele foi? Alguns devotos pensaram em suicídio como seu único recurso. Ela dizia: . se obterá prema-bhakti aos pés de lótus de KŠa. Por este episódio.

O Senhor Guar€‰ga juntou-Se aos Seus associados a cantar e a dançar. Locana d€sa diz que Ananta Deva e Lakm…. Mukunda e Harid€sa disseram: . Ficando irriquietos. Os devotos íntimos de Gaur€‰ga podem compreender os Seus passatempos íntimos. Apesar dEle ser completamente independente. os dois Senhores dançaram exuberantemente com os Seus . Por favor. assim como a lua cheia dissipa a escuridão da noite. Gaur€‰ga manifestava Seus passatempos e distribuia amor a KŠa em Navadv…pa. O Senhor correu direto até Gaur€‰ga e deu-Lhe um forte abraço. Seu corpo explodiu em erupções de bemaventurança. por sua misericórdia o Senhor voltou. e o que dizer de ®iva e dos quatro Kumaras. Estas eram as maravilhosas maneiras como o Senhor Gaurahari distribuia o tesouro de amor a Deus em Navadv…pa. Aparecendo em minha vida Você destruiu todas as minhas misérias. parou e contemplou tudo. Assim. é extremamente difícil receber o presente de prema-bhakti.. movendo-Se como um elefante intoxicado. Mur€r… e Mukunda estavam cantando em bemaventurança. você é o servo mais íntimo de Gaurahari. Não tenho nada além de Você. Lágrimas de êxtase amoroso rolaram de Seus olhos. Tomado pelo divino amor por KŠa. Mas quando Ele ouviu o Hari-k…rtana. não podem compreender o significado profundo do prema que Gaur€‰ga distribuiu. Ele virava o pescoço em todas as posições e olhava em volta com os olhos vermelhos como se intoxicados. Sem Você o mundo é completamente vazio. Centenas de pessoas correram atrás de ®r… Nity€nanda Prabhu.Para mim Você é como a bengala de um cego. Neste momento Nity€nanda Avadhuta chegou de repente. saiu correndo. Não sabemos como agradecer a você. o Senhor implora pelo amor de Seus devotos. Então os devotos cantaram as glórias de Gaurahari dançando em volta do Senhor. Ele concorda em ser controlado pelos amor puro de Seus devotos. Sentindo a mais elevada humildade. De repente. Deu uns poucos passos para frente.Ó ®r…v€sa. Harid€sa. Nity€nanda andava devagar. Nestes três mundos. Os pelos de Seu corpo ficaram eriçados como os pequenos filamentos de uma flor kadamba. Ele foi recebido com canções auspiciosas e gritos de alegria. Mur€r…. O ÊXTASE DE NITšI E HARIDšSA COMO O SENHOR BRAHMš Desta maneira. mas as massas ignorantes não. ficou aturdido em êxtase. seja bondoso e aceite-nos como sua propriedade. Você é a luz dos meus olhos e a alma do meu corpo. ®r…v€sa. rugindo como um louco.

Quando Advaita šc€rya apareceu. Gaur€‰ga abraçou Brahm€ e disse-lhe que retornasse a forma de Harid€sa. Nity€nanda e Gaurahari juntos cantavam Suas próprias glórias. mulheres. Darei o bemaventurado sabor de Vnd€vana a todo mundo em Nadia. manifestou a forma do Senhor Brahm€. Brahm€ louvou o Senhor com hinos védicos. Enquanto Harid€sa estava dançando. Vakrevara. Mur€r…. Começou a dançar como um louco diante de Mah€prabhu. Locana d€sa proclama contente que nada pode ser comparado aos passatempos e à misericórdia de Mah€prabhu manifestada em Nadia. Sañjaya e ®r…dhara PaŠita cantavam doces e melodiosas canções louvando o Senhor Gaurasundara. Gaurahari ordenou a todos que lavassem os pés de Nit€i e aspergissem aquela água pura sobre suas cabeças.Devo dar Vraja-bh€va na forma de dasya. O Senhor Gauracandra sorriu benevolamente para todos. Eles pareciam como KŠa e Balar€ma rodeados por Seus vaqueirinhos. Mukunda d€sa. Gad€dhara e Narahari sentaram-se ao lado do Senhor e ®r… Raghunandana sentou-se aos Seus pés. Era impossível o universo conter a bem-aventurança que Harid€sa sentia naquele momento. Depois que a dança terminou. Todos ficaram satisfeitos com o festival de amor divino em associação com Nity€nanda Prabhu. vatsalya e s ‰gara rasas. Cheio de amor extático a Deus. lágrimas corriam em correntes e ele rugia como um leão. Ele vinha restabelecer a religião e difundir hari-n€ma sa‰k…rtana por todo planeta. Gaurahari disse: . o Senhor o mandou tomar prasada. O Senhor Gaur€‰ga sentou-Se entre Seus devotos e explicou-lhes a razão confidencial de Seu aparecimento na Terra. Depois de Harid€sa banhar os pés de ®r… Gaurahari com diferentes ítens. incluindo meninos. ®r…v€sa. mas devido a intoxicação por KŠaprema. Distribuirei este prema para todo mundo. Exibindo êxtase divino. Avadhuta Prabhu segurou os devotos em Seu colo e todos imergiram num oceano de prema. Vou saborear o néctar de R€dh€-KŠa-prema. demônios. usando as quatro cabeças. sakhya. cambaleava e tropeçava ao caminhar. tolos. E então. Harid€sa sentou-se pacificamente e honrou a prasada. De repente chegou Harid€sa. Harid€sa e outros eram a corporificação do amor. yavanas e semideuses. . o Senhor e os devotos o saudaram respeitosamente. comedores de cães. Os devotos louvaram os dois Senhores e dançaram alegremente em volta dEles. Então os devotos colocaram os pés de lótus do Senhor Nity€nanda no âmago de seus corações.devotos. Suklambhara. ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu havia descido para purificar todas as contaminações do mundo material. Ele caiu aos pés de Vivambhara oferecendo respeitos. seu corpo ficou coberto por arrepios. Advaita šc€rya.

Mataram inúmeras vacas. Por isto recebeu um corpo espiritual e foi para VaikuŠ˜ha. Suklambhara e muitos outros devotos vieram até a casa de Gaur€‰ga. Cantando alto e docemente. J€gai e M€dh€i roncavam em casa. Com isso eles atravessarão o oceano da existência material com facilidade. Nity€nanda. rubros como o sol nascendo.Prabhu. Ensinem a todos . São viciados em vinho e desrespeitam todas as mulheres que encontram. Todos os dias perambulam por aí em estupor alcoólico. todos cantaram os santos nomes de KŠa. comedores de cães.a cantarem os santos nomes. Neste momento. nunca tomam banho. liderarei o sa‰k…rtana pelas ruas de Nadia. Estes desclassificados e irresponsáveis brâmanes estão aterrorizando Navadv…pa. Os seguidores de Gaura disseram: .No passado. Mur€r…. Como J€gai e M€dh€i.O TERROR DE JšGAI E MšDHšI Agora ouçam outro passatempo sublime que irá remover todos os seus pecados. que são infinitamente mais pecaminosos do que Aj€mila. brâmanes e mulheres. Passou pela Sua mente: . crianças. para que juntos realizarem sa‰k…rtana com khola e karatalas. ele cantou "N€r€yaŠa" na hora da morte. Com a ordem de Prabhu. Uma multidão corria para ver e acompanhar a procissão de sa‰k…rtana do Senhor . eles odeiam o som de hari-n€ma-sa‰k…rtana. Candrasekhara šc€rya. Mukunda Datta. J€gai e M€dh€i. E para terminar.Levem este santo nome de Hari de casa em casa em Navadv…pa. Harid€sa. Eles realizam regularmente um número ilimitado das mais viciosas e pecaminosas atividades. Apesar de viverem às margens do Ganges. Em Navadv…pa. ®r…vasa e os seus quatro irmãos. não podemos dar os santos nomes assim devido aos irmãos. A cidade inteira de Nadia foi inundada com ondas de felicidade e o céu reverberava com o som de "Hari bol! Hari bol!" Naufragados num estupor alcoólico. Advaita šc€rya. J€gai e M€dh€i oprimem e punem até mesmo seus próprios amigos e familiares. Cheio de apego paterno. Gaur€‰ga ficou com os olhos vermelhos de ira. mulheres. o Senhor e Seus amáveis associados desfrutaram de vários passatempos transcendentais. Estou preocupado. Um dia Mah€prabhu ordenou: . Gadadhara PaŠita. Nunca fazem adoração a nenhuma Deidade. Agora vou chamar a todos. Estes dois brâmanes degradados são completamente patifes de descarados.velhos. O Senhor Gaur€ ‰ga podia esquecer-Se de tudo quando imergia no êxtase de sa‰k… rtana. Depois de ouvir este relato horrível. santos e pecadores . poderão ser liberados? Vim aqui para dar hari-n€ma-sa‰k… rtana e purificar e liberar as pessoas de Kali-yuga. havia um brâmane pecaminoso chamado Aj€mila.

Os servos voltaram para dizer: . você deve matar J€gai e M€dh€i. Sudarana personalificada. agarraram dois bastões e mandaram que seus servos fossem dizer para os devotos que se quizessem continuar vivendo. credo e vidas. diante do Senhor.Vejam! Vejam! ®r… Gaurahari. Ignorando as ordens. cobriu a ferida de Nity€nanda com as Suas próprias vestes. furiosos. porque eles Me feriram ao ferirem Nity€nanda. J€gai e M€dh€i. Ao verem a fúria da dupla demoníaca. Com os olhos e faces vermelhos de ira e a mente inflada de raiva. a Sudarana cakra partiu para cima de J€gai e M€dh€i que ficaram tremendo de medo. Advaira šc€rya. ®r…vasa. Vendo o Senhor sangrar profusamente. Eles golpearam a cabeça de Nity€nanda Prabhu com um caco de pote quebrado. agarrando os bastões investiram contra o grupo de sa‰k…rtana. O Senhor Gaur€‰ga. Vocês devem dizer para eles irem embora. A atmosfera estava cheia com a doce música de khola. Mur€r… e Mukunda continuaram o k… rtana. muito preocupado com a calamidade que poderia ocorrer caso o sangue de Nit€i tocasse o chão. Tendo o sono interrompido pelo k…rtana. o filho de Jagan€tha Mira e muitos outros brâmanes estão fazendo kirtana. Prabhu Vizvambhara R€ya. temperada com o canto de Hari-k…rtana. Nity€nanda. Imediatamente. extendeu Seus braços por cima da cabeça e saturou o céu com o canto bem alto de "Hari! Hari! Hari!" Perdendo a tolerância.Meu Senhor.Gaur€‰ga. Furiosos os dois irmãos bêbados gritaram: . Sem se afetarem. sentindo muita tristeza disse: . de mãos postas perguntou: . os pecaminosos irmãos sairam de sua casa como loucos. J€gai e M€dh€i. Harid€sa. por que me chamastes? ®ac…nandana respondeu: . os devotos gritaram: . tomados pela ignorância. antes que percam sua casta.Ei brâmane! Você não tem medo de nada? Eles amaldiçoaram o Senhor com palavrões. os residentes de Nadia ficaram assustados. pegue-os. gritaram para Gaur€‰ga: .Sudarana.Pegue-os. Nim€i aumentou a intensidade do k…rtana. Jag€i e M€dh€i acordaram e gritaram furiosos: . com os olhos vermelhos de ira.Nim€i PaŠita. era melhor que parassem de cantar. karatala e mdanga.Vocês dois são os maiores patifes e seus pecados cobriram a Terra. Então o Senhor Gaurahari convocou a Sua Sudarana cakra. A ver isso o compassivo Nity€nanda sorriu e disse: .Quem deu permissão para eles passarem por aqui? Vão dizer a eles que caiam fora daqui imediatamente.

Quando viram o Senhor Gaur€‰ga.Vá buscar aqueles dois para Mim. J€gai e M€dh€i correram para a casa do Senhor Gaur€‰ga. Do lado de fora da porta do Senhor Gaur€‰ga.O que faz Bhagav€n mostrando Seu poder? Na verdade. mas veja só o poder da misericórdia de Mah€prabhu. J€gai e M€dh€i começaram a chamar: .Nós nos rendemos a Ti para obtermos a Tua misericórdia. Absortos num humor de arrependimento. És o Senhor dos três mundos. Desta maneira.. Ele ordenou a Mur€r…: . Se alguém apenas uma vez cantar o nome "Nity€nanda" se purificará imediatamente e Eu aceitarei esta pessoa como sendo Eu mesmo. os liberadores dos caídos. J€gai e M€dh€i disseram: . Teu coração derrete de compaixão ao ver a aflição dos outros. vindos de família ilustre. Enquanto isso. J€gai e M€dh€i cairam aos pés do Senhor e choraram copiosamente.Ó Senhor. Nós viemos liberar os descrentes e pecadores do mundo pela Nossa misericórdia.Cometemos muitos pecados imperdoáveis. A poucos minutos atrás ferimos a cabeça de um sanny€s…. seremos conhecidos como “dina bandhu". realizaremos completamente o significado de "salvadores dos caídos". Por que estão chorando? J€gai e M€dh€i responderam: . O ARREPENDIMENTO DOS PECADORES J€gai e M€dh€i ficaram atônitos ao verem o Senhor Gaur€‰ga e Seus associados voltarem para casa. és o amigo dos caídos e o salvador dos pecadores. Cometemos um número ilimitado de atividades pecaminosas. conceda-Me estes dois pecadores? Meu Senhor. Nity€nanda caiu aos pés de Gaur€‰ga e disse: . por que vocês vieram até aqui e por que estão chorando? Vocês dois são brâmanes eméritos. Gaurahari disse: . Os moradores de Nadia ficaram surpreesos com sua transformação.Senhor! Senhor! Ninguém podia acreditar que estas palavras vinham daqueles velhacos pecadores. ó filho de Rohin…! Sou controlado por Você.Por favor. amigos dos pobres. Mah€prabhu estava sentado com os Seus associados. manteremos o Nosso título de "patita p€vana". O Senhor Gaurahari levantou os dois irmãos e disse: . dentro de Sua casa. mas agora deves conceder Tua misericórdia para J€gai e M€dh€i. Assim. em eras anteriores matavas demônios.Todas as glórias para Você. Salvando J€gai e M€dh€i. .Ouçam J€gai e M€dh€i. Os irmãos pensaram: .

Não podemos sequer enumerar nossos pecados. arrepios e voz entrecortada. Os seus corpos exibiram sintomas de êxtase. Ninguém escapou de nossos atos criminosos. Dêm-nas para Mim. ouça por favor.Hari bol! E novamente extendeu a mão para aceitar-lhes os pecados. Não temos absolutamente nenhuma esperança de liberação. cairam aos pés de Gaur€‰ga. yavanas. Que qualificação nós temos para receber a Tua misericórdia? Depois de ouvir J€gai e M€dh€i. Temos muito medo em dar-Te nossos pecados. Também matamos mlecchas. matamos mulheres e vacas. Timidamente.J€gai e M€dh€i. o Senhor Gaurahari sentiu-Se muito compassivo com eles. Na presença de muitos brâmanes e pessoas santas. J€gai e M€dh€i disseram: . acabaram sendo os mais afortunados. As pessoas de Nadia se aglomeravam para ver. Nunca realizamos nenhuma atividade piedosa ou nenhum ritual para satisfazer os semideuses ou nossos ancestrais. Novamente o Senhor disse: .Assassinamos muitos homens. c€Šalas e suas esposas. Manifestando um oceano de misericórdia e compaixão. disse: . Então o Senhor extendeu Sua mão para receber deles uma folha de tulas…. Que a nossa descendência de uma família de brâmanes ilustres vá para o inferno! Matamos brâmanes. somos muito piores. os irmãos recusaram dar-Lhe a folha de tulas…. Nada fizemos além de cometer violência contra as pessoas deste mundo. vou assumir todas as suas reações pecaminosas. J€gai e M€dh€i foram liberados pessoalmente pelo abraço do Senhor Gaur€ ‰ga. J€gai e M€dh€i colocaram a folha de tulas… na palma da mão do Senhor. ®r… Gaur€‰ga segurou as mãos de J€gai e M€dh€i e os levou até o Ganges. com os olhos cheios de lágrimas. Gaurahari. com voz trovoante disse: .J€gai e M€dh€i. gurus e suas esposas. como tremores. Então J€gai e M€dh€i molharam as roupas de tanto chorarem. Ele apreciou sua sinceridade. Tremendo de medo. mas sem dúvida. Aj€mila cantou o nome de "N€r€yaŠa" e obteve a liberação. N€r€yaŠa não veio nos salvar. Somos os mais caídos dos caídos. Alguém já exibira tanta misericórdia quanto Mah€prabhu? . os pecados corporificados. A multidão exclamou "Hari bol! Hari bol!" enquanto o Senhor abraçava J€gai e M€dh€i. Neste êxtase. O que mais podemos Te dizer sobre nossos pecados? Todo mundo diz que Aj€mila era um grande pecador. No nosso caso. o Senhor Gaur€ ‰ga. num humor extático. sua confissão e pedidos. entretanto. Apesar deles serem os homens mais pecaminosos. dêm-Me todos os seus pecados.Ó Senhor Gaur€‰ga. O número de nossas atividades pecaminosas excede o número de fios de cabelos em nossas cabeças.

Bhandir€vana. gop…s. Todos o seguidores de Gaur€‰ga assumiram a forma de vaqueirinhos de Vraja. Vanam€li e seu filho dançaram em êxtase. Madhuvana e outros locais de Vnd€vana. De repente. liberou J€gai e M€dh€i e os fez dançar em êxtase. O Senhor Gaur€‰ga apareceu como um maravilhoso menino com o corpo da cor de uma nuvem de monção. Vanam€li disse para si mesmo: . . meu coração se apaziguará e alcançarei a perfeição.O Senhor Gaurahari é um oceano de compaixão.Fiquei pobre e perdi a minha pureza. Ele é o maior libertador das almas caídas. Sua face emanava bem-aventurança conforme falava palavras nectáreas. vim até aqui buscar o auxilio do Senhor. Da mesma maneira que se fica curado por se beber néctar. Viu as vacas. gopas. meus sofrimentos acabarão simplesmente por ver o Senhor Gaur€‰ga. Num instante. Pelo toque de Seu corpo. Gauranga e Narahari. Um dia Mah€prabhu sentou-Se em Sua casa com Seus associados íntimos. assim. Vanam€li também viu R€dh€€Š… e ®y€masundara no mais prazeiroso bosque de Vnd€vana. o rio Yamun€. Agora escutem o maravilhoso passatempo que aconteceu em Navadv…pa. segurava uma flauta e tinha uma pena de pavão em Seu cabelo. Gop€la e árvores dos desejos. Por vê-lO. Bahul€vana. O Senhor usava veste de um amarelo brilhante. O Senhor olhou compassivamente para o brâmane e seu filho. chegou da Bengala Oriental com o seu filho. Ele cantou as glórias de Hari e lhes deu o tesouro de KŠa-prema. um brâmane chamado Vanam€li. Estou certo de que Vivambhara não é outro senão Deus. Quem pode ser comparado a este Senhor que desconsidera os pecados e as faltas e concede livremente Sua misericórdia? Este passatempo dá esperança a Locana d€sa que permanece confinado sem receber a misericórdia do Senhor Gaur€‰ga. CAPITULO 7 PASSATEMPOS NO HUMOR DE K¬±¦A O BRÂMANE VANAMšLA OBTEM MISERICÓRDIA Todas as glórias a Gadadhara. a morada de todo o conhecimento transcendental. todo seu sofrimento desapareceu. Ele estava muito feliz em ter encontrado o Senhor e Seus devotos. ELe viu Giri…€ja-Govardhana. Com uma voz chocada. Aquele que ouvir os passatempos transcendentais do Senhor Vivambhara obterá facilmente amor por KŠa. Vivambhara dançou eufórico. Depois de aceitar todos os pecados de J€gai e M€dh€i.

Percebendo que todos fugiam aterrorizados. quando Gaur€‰ga ouviu o nome de Nsimha. Seus pelos ficaram eriçados e Seu corpo adquiriu uma coloração vermelha. Gaurahari é conhecido como nava-vidhata-ratna. Ficou coberto de pequenas pápulas de êxtase. O filho de ®ac…m€t€ é a fonte de todas as encarnações. Ninguém podia tolerar o humor irado do Senhor. no entanto Ele age neste mundo material para beneficiar os outros. quem quer que testemunhe Teus passatempos transcendentais logo se libera do cativeiro material. Vivambhara acomodou-Se calmamente para ouvir o KŠa-katha. ouçam outro sublime passatempo transcendental.Ao ver que Madana Gop€la agora aparecia em Navadv…pa. o controlador supremo.Meu Senhor. Ele ofereceu respeitos ao Senhor e alegremente louvou o . Um dia ®r…vasa PaŠita estava adorando os seus ancestrais em sua casa. Todos ficaram apavorados e correram para salvar suas vidas.Ó. e começou a rugir como um leão e agarrou um bastão. Por favor. por acaso provoquei algum tumulto? Cometi alguma ofensa? Os devotos responderam: . O Senhor nada tem a fazer. O Senhor Gaur€‰ga então sentou-Se confortavelmente em Sua €sana e perguntou surpreso: . o que estás dizendo? Que ofensa podes ter cometido? ®r…v€sa PaŠita disse: . Os olhos de Gaura se tornaram flamejantes. Desta maneira. GAURA COMO O SENHOR ®IVA Certa vez um ivaista (seguidor do Senhor ®iva) veio ver o Senhor Gaur€‰ga.KŠa! KŠa! KŠa! Mah€prabhu parou Sua cativante dança e alguém teve que conter o brâmane. Ele não tem apegos materiais. Gaurasundara é decorado com uma guirlanda celestial e pasta de sândalo. Gaur€‰ga chegou bem no instante em que ®r…vasa estava ouvindo o canto dos mil nomes do Senhor ViŠu. indo atrás os devotos como se estivesse louco para pegá-los. Ele ficou tomado pelo humor do Senhor Nsimha. Gaur€‰ga distribui livremente KŠa-prema a todo mundo.Vivambhara. o Supremo Senhor Gaur€‰ga. o Senhor Gaur€‰ga libera todo mundo de suas reações karmicas e o leva a amar a Deus. Ele exibe uma forma transcendental em particular de acordo com a Sua vontade. Então Vanam€li ergueu o seu dhoti e começou a pular urrando: . o sempre jovial como uma jóia. Locana d€sa diz: Possamos sempre servir o sempre jovial. Gaur€‰ga desfez-Se de Seu aspecto de Narahari e deixou cair o bastão. De repente. Vanam€li e seu filho logo sucumbiram em êxtase e cairam ao chão.

Aquele ivaista afortunado pôs Gaur€‰ga em seus ombros e começou a dançar feito louco. Os associados de Gaur€‰ga começaram a dançar junto com o Senhor. Gaur€‰ga dançou em êxtase. Nity€nanda Prabhu mergulhou no Ganges para resgatar Vivambhara. ®r…v€sa PaŠita conhece todas as tattvas (kŠa. o ivaista ficou cheio de alegria. Os olhos de Gaur€‰ga ficaram vermelhos e Ele começou a falar como ®iva. Correu até o Ganges e Se atirou nele. etc. Os devotos cantaram alegres "Hari! Hari!" Neste momento. ela rolava no chão se lamentando. Gaur€‰ga Se levantou. O Senhor Gaur€‰ga entrou num profundo êxtase ao glorificar e servir o Senhor Hari. De repente. Harid€sa e outros associados íntimos recuperaram suas vidas. Vivambhara ficou satisfeito ao ouvir as glórias de Mah€deva. adotando o humor de Mahea.). Ele puxou o Senhor debaixo d'água e O trouxe até a margem do Ganges. As pessoas de Navadv…pa esqueceram-se de suas misérias e retornaram para suas casas. As pessoas de Nadia ficaram com medo. . Gaur€‰ga desceu dos ombros do ivaista. Ao ver isso. O Senhor desapareceu sob as águas de Jahnav… (Ganges). o oceano de misericórdia personalificado. ®r…v€sa. choravam em aflição. akti. em seu colo. a vida de sua vida. Freneticamente os devotos mergulharam no Ganges para encontrar o Senhor Vivambhara. Depois de algum tempo. ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. Em seu corpo exibiu sinais de amor pelo Senhor ®iva. Para apaziguar o Senhor. Mukunda Datta também cantou hinos a ®iva. um brâmane jovial veio e tomou a poeira dos pés de lótus do Senhor Gaur€‰ga. OFENDIDO. ®ac… m€t€ chorava como louca pelo seu filho e pretendia se atirar na rápida corredeira do Ganges. e soprava o som de uma buzina. Locana d€sa encontra grande felicidade descrevendo estes alegres eventos. ®ac…m€t€ amorosamente sentou Gaurahari. Mukunda. Suklambhara. respirando ofegante pela ira. Gaur€‰ga caiu prostrado no chão para oferecer Suas reverências. Mur€r…. Vivambhara portava um tridente e um damaru ( o pequeno tambor em forma de "x" de ®iva). Para aliviar o sofrimento de ®ac…m€t€. n€ma. ele recitou cuidadosamente as orações ao Senhor ®iva.Senhor Mahea. GAURš¥GA DESPAPARECE NO GANGES Um dia depois de dançar com os Seus devotos. Gaur€‰ga chorava e ria conforme cantava os nomes de KŠa e R€ma. Insatisfeito com isto. Começaram a derramar lágrimas de alegria ao ver novamente a face de Gaur€‰ga. j…va. assim manisfestou Sua compaixão. Em desespero.

por favor. ao saber da notícia da volta do Senhor. Logo deixarei a Minha mãe e viajarei para bem longe. Então Mah€prabhu deu a Mur€r… um caloroso abraço. pobre amigo de um brâmane. Harid€sa e os devotos sentaram-se perto do Senhor contemplando Sua explêndida face. Ele sentou-Se numa €sana e disse com uma voz doce: . Vou lhes contar algo do fundo do Meu coração. Tu tens inúmeros servos e ocasionalmente um deles comete alguma ofensa. Mur€r… Gupta disse: . O Senhor esqueceu o incidente e foi para a casa de ®r…vasa PaŠita. voltou para casa e glorificou o Senhor KŠa. Mahaprabhu disse: . nunca servi a KŠa." Depois de ouvir isso.Vivambhara.16) [Sudama falando para KŠa]: "Quem sou eu? Um pecador. pleno das seis potências. dissipe nossa confusão e seja bondoso para os Teus servos. Ele recitou um verso do ®r…mad Bh€gavatam (10. A existência material está sempre queimando o Meu coração. Por favor. seja misericordioso conosco. causa muita dor em meu coração. brilhante como milhões de sóis. Logo cedo na manhã seguinte.81. Num humor alegre. Apesar de ter alcançado este raro e maravilhoso corpo humano.Vivambhara. Por que estás agindo assim? Como podemos compreender o Teu coração? Senhor Gaur€‰ga. Mur€r… demonstrou êxtase. Novamente Ele distribuiu o raro tesouro de amor a Deus. Ele me abraçou com os Seus dois braços. Juventude. Humildemente perguntaram a Gaur€‰ga: . volte para Tua casa. assim.Ouçam todos. o coração de Gaur€‰ga se derreteu de afeição. És a compaixão corporificada. Todo mundo está dizendo que ajo contra suas vontades. Ficaram só por um instante e foram até a casa de Vijaya Mira. ouvir Tu dizeres que irás nos deixar e viajar para longe. ninguém está dizendo nada disso sobre Ti. ®r…vasa. esposa. Locana d€sa canta as glórias de Gaur€‰ga e vila de Nadia. casas. E quem é KŠa? A Suprema Personalidade de Deus. por favor. ninguém podia compreender o que o Senhor divagava. Ao ouvir estas humildes súplicas. Ouça Mah€prabhu. riquezas e seguidores são todos falsos e inúteis a menos que estejam engajados ao serviço da Verdade Absoluta. mãe. Gaur€‰ga andou até a margem norte do Ganges. Todo homem e mulher deve servir a KŠa. desconsidere a ofensa que aquele brâmane cometeu ao tocar os Teus pés. Surgiram arrepios em seu corpo da cabeça aos pés. Sinto-me como se fosse morrer. pai. Gaur€‰ga manifestou-Se como o Senhor Supremo. o Senhor ®r… KŠa. se encheu de alegria. No entanto.Gaur€‰ga foi até a casa de Mur€r… Gupta com os devotos. filhos. seja bondoso conosco e pare com a Sua ira. Por favor.

Locana d€sa diz que nunca haverá novamente uma encarnação como a do Senhor Gaur€‰ga. Vivambhara. R€ma. Gaur€‰ga ordenou as pessoas a se juntarem a eles na varredura do templo de KŠa. Gadadhara. Agora. ®iva. Locana d€sa. Até mesmo Brahm€. que era um perfeito cavalheiro. liberou as pessoas dando-lhes amor transcendental. Muitas encarnações apareceram em diferentes eras. Um dia Mah€prabhu reuniu Seus devotos como Advaita šc€rya. CAPITULO 8 . Convidou os devotos a ajudá-lO a varrer o templo inteiro. Assim. o filho de ®ac…m€t€. Harid€sa. o Senhor Gaur€‰ga ensinava as pessoas em geral a como servir o Senhor. Suklambhara. o oceano de compaixão. Narahari. Mur€r…. então banhou o Senhor com água do Ganges e O adorou. mas nenhuma delas pode ser comparada com Vivambhara. Segurando os pés de lótus de Narahari em minha cabeça. todos por favor ouçam outro doce passatempo que certo dia aconteceu em Nadia. absorva-se em glorificar Gaur€‰ga. O Senhor Gaur€‰ga dançou feliz ao ver as faces bem-aventuradas de Seus devotos. Erguendo o dhoti e amarrando Seu cabelo. Lakm… e Ananta desejam obter este prema. Não O negligencie. O Senhor Vivambhara. Vasu Ghosh. ®r… vasa. Sem discriminação. O Senhor Gaur€‰ga ensinava Seus seguidores pelo Seu exemplo pessoal. Nunca ouvimos um episódio tão maravilhoso. Jagad€nanda e outros para limpar o templo. Todos ficaram aturdidos e tomados de êxtase ao verem a forma do Senhor Gaur€‰ga. ®r…v€sa PaŠita. Ele deu a todo mundo a riqueza de Vnd€vana. ®r… Mukunda d€sa. Não pensem que sou outra coisa. todos devem se render a Ele e servir a Seus pés de lótus. descrevo os nectáreos passatempos do Senhor Gaurahari. era o mestre espiritual instrutor ideal. O Senhor ficou imensamente satisfeito com sua devoção. É surpreendente considerar que o próprio Senhor Supremo pegou uma pá e a pôs em Seu ombro e foi de porta em porta para ensinar a todos a como prestar serviço devocional. Assim. Mukunda. Este é o único barco para atravessar o oceano da existência material. eu.Sou o todo bem-aventurado Senhor. Todos cantaram emocionados as glórias do Senhor Hari. Ele inundava a todos de premabhakti.. Ninguém além de Gaur€‰ga pode dar KŠa-prema-bhakti. Isto está além da religião e da irreligião. Querido irmão. Raghunandana. o Senhor pegou uma vassoura e uma pá.

mesmo tendo inveja de Mim.A LIBERAÇÃO DE UM LEPROSO APARADHI Um dia enquanto o Senhor Gaur€‰ga estava falando com os Seus associados. Depois de oferecer reverências ao Senhor. chorando em desespero: . Mas na Kali-yuga. Entretanto. conheceu um leproso na rua. muito irado. Tu és o Senhor Govinda. salve-me! Ouvindo que és o salvador dos caídos. aquele leproso sofrerá por muitas vidas pela sua vaiŠavaaparadha contra você. como posso ficar satisfeito? Você falou algumas palavras imencionáveis a ®r…vasa. As pessoas usarão esta ponte para atravessar a existência material. Assim. vim buscar Teu abrigo e implorar salvação. Ó oceano de misericórdia e compaixão. Apesar de seres independente. mas ainda .®r…v€sa. não me rejeites. És Gop€la e és o Senhor das almas rendidas. Não posso lhe dizer por quanto tempo você irá sofrer no inferno. O leproso argumentou. Você nunca vai ver terminar o seu sofrimento. Na verdade. o leproso disse: . posso aliviá-lo de suas misérias e liberá-lo se ele compreender sua falta. Não Me importo quando alguém Me ofende. livre-me desta intolerável doença da lepra. Ficando furioso. Tu és o Deus dos deuses e o amigo dos três mundos. ainda assim você não estará livre da ofensa contra um vaiŠava. sou grande inimigo de quem inveja um vaiŠava. ele vai para o inferno. a eterna Suprema Personalidade de Deus. você vê o Meu corpo. se sentires alguma compaixão por mim. o salvador dos caídos? Todas as glórias a Vivambhara. Ó querido de ®ac…m€t€! Por favor. então como Tu podes manter o título de patita-pavana.Todo mundo diz que Tu és Jan€rdana. um tolo que comete violência contra um vaiŠava não encontra nenhum abrigo. Se alguém serve a um vaiŠava. o mais poderoso. Por favor. Você é o maior patife e o homem mais pecaminoso. o Senhor Vivambhara disse: .Em outras encarnações o Senhor dava Sua misericórdia de acordo com as qualificações e a devoção de alguém. mesmo após sofrer por cem vidas. Se Tu matares alguém que não é Teu devoto.Seu patife pecaminoso! Por que você blasfemou os vaiŠavas? Todas as entidades vivas no mundo material são Minhas amigas. Nestes três mundos não existe maior pecador do que eu. Vivambhara disse: . mas se alguém blasfema ®r…vasa PaŠita. Vi que seu corpo está derretendo. Externamente. por favor. Tu és a ponte da religião. Entretanto. mas na verdade a Minha vida são os vaiŠavas que moram em Meu coração. mostre-me Tua misericórdia. Então Gaur€‰ga foi à casa de ®r…vasa PaŠita e falou à assembléia de devotos reunidos sobre o leproso que havia encontrado na estrada. toda a casa está cheia de pecadores.

Gaur€‰ga deu um alto urro.Meu Senhor. a lua do meu coração? Quem mais pode liberar alguém que é cego pela doença da existência material? O Senhor Gaurahari deixou a casa de ®r…vasa e foi Se encontrar com o ex-leproso. pegando o seu cordão sagrado amaldiçoou o Senhor Gaur€‰ga: . Locana d€sa diz por favor. Apesar do brâmane desejar.assim não senti compaixão por ele. algum brâmane pecaminoso recebeu-me na porta e não pude entrar. que ele possa se ver livre da lepra. ®r… Gaur€‰ga o levantou e o abraçou. e fui até Tua casa.Onde está Gaur€‰ga. Eu lhe disse que ninguém poderia salvar um ofensor como ele. Rindo. Eu perdoo o leproso pecaminoso. No dia seguinte quando Gaur€‰ga estava Se banhando no Ganges. o homem às vezes ria ou chorava fora de controle. Simplesmente por ouvi-los vocês facilmente receberão prema-bhakti. e nunca serás capaz de viver a vida familiar. Estando completamente absorto em compania de Seus devotos. Quando ele Me viu. vendo o amor pelo Senhor. sou o mais baixo de todos. o Senhor Gaur€‰ga não notou a visita do brâmane.O Senhor Gaur€‰ga é amigo de todo mundo! Vendo este milagre. UM "BRÂMANE" AMALDIÇOA O SENHOR GAURš¥GA Um brâmane veio certa vez à casa de ®r…vasa PaŠita enquanto Gaur€‰ga e Seus devotos lá dançavam alegremente. aquele desgraçado implorou. então aquele leproso será liberado.Tu também serás mantido fora de Tua casa. ®r…v€sa PaŠita respondeu a Gaur€‰ga: . dançava como louco ou rolava no chão. Mas. quase sucumbindo de tanta ira. ficou curado da lepra e conseguiu um corpo maravilhoso. voltou para casa. "por favor. não lhe foi permitido o ingresso para ver o Senhor dançar. ®r…vasa. Sem Se perturbar.Ontem. aquele brâmane veio ver o Senhor e disse com um tom irado: . Assim. Num momento cantava. desejei ver-Te dançando. O Senhor o carregou de KŠaprema que está além do alcance do Senhor Brahm€. Sentindo-se deprimido. Neste momento o leproso. Cheio de amor por KŠa. ouçam os passatempos maravilhosos de Vivambhara em Nadia. estás me glorificando. Gritava: . salve-me". se você desejar conceder-lhe a sua misericórdia. o Senhor disse: . Ele foi correndo até a casa de ®r…vasa gritando: . Então o brâmane. os associados do Senhor ficaram felizes e as pessoas de Nadia ficaram atônitas. que estava deitado perto do Ganges. Apesar de seres o verdadeiro salvador. O homem caiu ao solo se submetendo ao Senhor.

Sua maldição é uma grande bênção para Mim. Desejava dar os santos nomes de Hari. Um dia enquanto o Senhor estava sentado entre os Seus devotos. Possuia grandes e maravilhosos olhos de lótus e maravilhosos pés. a Superalma no coração de todo mundo. Somente eu é que estou sendo de Teu amor. o brâmane ficou com medo e disse: .Dêm-me mel! Neste momento o Senhor assumiu a forma de Halayudha (Senhor Balar€ma). que mesmo o Senhor Brahm€ não pode obter. Ao entrar em suas casas. Se você realizar o Meu desejo.O que posso fazer? Tu me fizestes falar desta maneira.A maldição deste brâmane é uma grande bênção para Mim. sem a Tua misericórdia. uma voz ressonando das nuvens ordenou: . o todo completo. Então o brâmane caiu aos pés de lótus do Senhor. O fornecedor do amor agora dava livremente Seu amor. Todo mundo ficou surpreso e arrepiado ao ver a forma transcendental do Senhor Balar€ma. Quebrarás o fecho do tesouro de KŠa-prema e o darás a todo mundo. Ele usava uma vestimenta de uma azul brilhante. é a jóia mais valiosa entre todos os brâmanes. Ó salvador das almas caídas. Recebendo a misericórdia do Senhor. o brâmane se derreteu em êxtase de KŠa-prema. És completamente independente. As pessoas irão se dirigir a Ti como "Guru". e parecia uma montanha branca. Ouvindo isso. Dançando em êxtase. Prometestes inundar o Universo inteiro com prema. Gaur€‰ga o levantou e o abraçou.Dêm-Me mel! E então ria muito. GAURš¥GA SE TORNA O SENHOR BALARšMA E BEBE MEL Agora por favor ouçam outro magnífico e bem-aventurado passatempo do Senhor Gaur€‰ga em Nadia. Tomarás sanny€sa e distribuirás amor a Deus. não precisa ter mais medo de nada. o Senhor foi para a casa de Advaita e Mur€r…. Tu liberas os falsos lógicos e os especuladores mentais. qual será o meu destino? O Senhor Gaur€‰ga disse: . Locana d€sa canta alegremente sobre as sublimes atividades de ®r…man Mah€prabhu. O Senhor parecia uma criancinha quando estendeu Suas mãos em concha e disse: . Gaurahari disse com uma voz entrecortada: .. Sem discriminação darás Tua misericórdia a todo mundo. sejam descrentes ou piedosos. O Senhor Gaurahari satisfez o desejo do brâmane concedendo-lhe o Seu próprio amor. Os pecaminosos e de mentalidade malígna não podem compreender os passatempos maravilhosos do Senhor Gaurahari. Gaurahari.

Um devoto disse "Hsikesa" ao tocar os pés do Senhor.Este é um homem mau. empurrou um brâmane que estava por ali. A beleza de suas roupas desafiava qualquer descrição. Desde a manhã até a tarde. saboreando Balar€ma-prema. Neste momento ®r… vasa PaŠita percebeu a chegada de muitas pessoas divinas com vestimentas e ornamentos celestiais. assim. Saboreando a bemaventurança de Balar€ma. Gaur€‰ga desfrutou passatempos no humor do Senhor Balar€ma. De repente.. Com os olhos semi-cerrados com coloração avermelhada e falando com a voz entrecortada. o Senhor parecia em elefante embriagado. mandou chamar Advaita e outros devotos. brilhante como a luz do sol e decorado com ofuscantes ornamentos de ouro. o Senhor se movia com passos cambaleantes. Com uma voz doce e gentil Advaita šc€rya perguntou porque Ele os havia chamado.Eu não sou ®r… KŠa. Outra usava vestes amarelas e um turbante amarrado na cabeça. Locana d€sa vou descrever mais um sublime passatempo do Senhor Gaur€‰ga. Sentindo-se embaraçado. No dia seguinte Gaurahari continuou dançando no humor do Senhor Balar€ma. disse: . No terceiro dia os devotos rodearam o Senhor que estava dançando continuamente no centro.Vi Halayudha (Senhor Balar€ma) que Se parece como uma montanha branca. os devotos ofereciam stutis (orações) ao Senhor. Um sorriso de embriaguês permanecia em Seus lábios. eu. O Senhor disse: . Ele caiu no chão. os devotos ficaram intoxicados de amor a Deus. tragam-Me mais mel. no humor de Balar€ma. Segurando os pés de lótus de Narahari Sarakara. Com os Seus cabelos esparramados sobre os ombros. este brâmane saiu. o Senhor dançou como louco com passos cambaleantes enquanto soluçava. . Num momento a Terra parecia dançar devido aos Seus passos vigorosos. As quatro direções se encheram de bem-aventurança. noutro chorou. o Senhor dançou na roda a noite inteira. meu mestre espiritual. Mah€prabhu. Com Seu dedo.Quero mel! Quero mel! Depois de beber um pouco de mel o Senhor deu um soluço de satisfação. Este êxtase continuou por dois dias. Os devotos. Intoxicado de amor. Uma destas pessoas usava vestes azuis. Novamente entrou no humor de Balar€ma e dançou como louco. começaram a se mover cambaleantes. Sentindo este aroma. Com voz entrecortada. saturando as imediações. Enquanto dizia isso. um brinco e tinha olhos alongados e atrativos. Gaur€‰ga viu novamente a montanha branca. Devido ao extático amor a Deus. Gaura disse: . Admirados. Num momento. uma doce fragrância de varun… (vinho de mel) veio da boca do Senhor.

O som dos nomes de Hari satisfazem o universo inteiro. As pessoas se tornam iluminadas por cantarem os nomes do Senhor. Humildemente. os semideuses voltaram para suas residências celestiais.Ouça Mah€prabhu. adornada com explêndidas gemas preciosas. Ele disse: . a filha de Bhismaka está em Tua casa. R€dh€ e KŠa dançam em êxtase com as gop…s em prema-sa‰k…rtana. Pur€Šas) e glorificada pelas cinco bocas do Senhor ®iva. Aqueles que conhecem a doçura da devoção pura irão apreciar os explêndidos passatempos do Senhor em Nadia. Todo mundo ficou espantado. Gaur€‰ga e Seus associados íntimos desfrutavam de tais passatempos extáticos transcendentais. Esta verdade é revelada no quinto Veda (Mah€bharata. Eles brincaram e se divertiram no Ganges e depois voltaram para suas casas. Vanam€li se encheu de alegria ao ver isso e seu corpo se arrepiou inteiro. Ele é a essência de dharma. quando trancares a porta. O Senhor ®iva glorifica este mah€bhava-prema. especialmente na era de Kali. louvam continuamente o sa‰k…rtana-yajña.O Senhor Vah€ra Me abraçou e o Senhor Balar€ma entrou no Meu coração. N€rada. Olhando para ®r…vasa. solicito que ninguém negligencie estes tópicos. Tentem entendê-los com o coração e muito facilmente alcançarão ®r… KŠa. Locana d€sa repetidamente diz que se vocês não servirem ao Senhor Gaurahari. O . o Senhor manifesta Sua misericórdia na Kali-yuga. Mural…vaddana Se tornou o colírio para os Meus olhos. Na manhã seguinte os devotos encontraram-se com o Senhor em Sua casa.As glórias do sa‰k…rtna-yajña estão mencionadas em todas as escrituras. ela Te devolverá a flauta. Depois de verem esta cena maravilhosa. Usando as vestes do Senhor Balar€ma. Este mesmo amor Eu manifesto em Kali-yuga. não serão liberados. Sa‰k… rtana-yajña também existe em Goloka.O brâmane Vanam€li viu uma pessoa de compleição dourada que rivalizava com o monte Sumeru. GAURš¥GA GLORIFICA O SA¥KŸRTANA-YAJÑA No dia seguinte Gaur€‰ga sentou-Se num assento divino e disse: . Em Vnd€vana. Gaur€‰ga e os devotos dançaram o dia todo e por toda a noite. Em Navadv…pa. Por favor dediquem suas mentes em glorificar as maravilhosas atividades do Senhor Gaur€‰ga. Hoje a noite. o Senhor dos três mundos dançava com os Seus devotos. repetidamente. tocando sua vina e dançando. mas não pode alcançar este grau de amor puro. junto com ®ukadeva e Sanat Kumara. o controlador supremo. Gaur€‰ga disse: .Dê-Me minha flauta! ®r…v€sa PaŠita respondeu bem humorado: . Na forma de vibração sonora.

Vivambhara é a jóia mais preciosa de todas as qualidades transcendentais e é a compaixão corporificada. os pecadores sejam liberados. Por realizar sa‰k…rtana-yajña obtem-se o tesouro de KŠa-prema. como R€dh€ . Deixem que todos os caídos. O Senhor. Então ®r…vasa disse: . Agora levem este sa‰k…rtana de porta em porta. Seus olhos ficaram vermelhos e lágrimas rolaram de Suas maravilhosas faces. desfrutem destes tópicos transcendentais cantados pelo poeta Locana d€sa. Srivasa. todos vocês. Nity€nanda Avadhuta é o dono do armazem de prema e Gadadhara é a esposa dEle. ouça-me. Você também é uma gop…. Advaita šc€rya estabeleceu firmemente o sa‰k… rtana-yajña ao Me chamar para este mundo material. tremores e arrepios. Todos os €c€ryas vaiŠavas estão sentados em volta do fogo de sa ‰k…rtana-yajña para garantirem todo sucesso. Gaur€‰ga e Seus associados foram para a casa de Candrasekhara šc€rya e começaram a pregar. todos vocês prestaram serviço amoroso ao Senhor KŠa. Anteriormente. Narahari e outros. perguntando-Lhe se o aceitava como Seu servo. Livres de todos os pecados. Por favor. Nesta ocasião.sabor deste som é como o ghee. Depois de ouvirem o Senhor Gaur€‰ga. difundi este movimento de sa‰k…rtana. ofereceu reverências a Gaur€‰ga. ouçam atentamente a outro maravilhoso passatempo do Senhor Gaur€‰ga e Seus eternos associados. as pessoas saboreiam o néctar de pura consciência de KŠa e cantam e dançam com alegria ilimitada. os devotos começaram a chorar e cairam aos Seus pés. você e todos os outros devotos estiveram em Vraja Gokula. mesmo que elas venham correndo atrás delas. Então Gaurahari os abraçou amorosamente.Gad€dhara. Gadadhara. Sei tudo sobre o seu passado. Então o corpo apresenta erupções e sintomas de êxtase como o choro. Saibam que certamente este sa‰k…rtana-yajña é a melhor forma de adoração. já não sentem nenhuma atração pelos quatro tipos de liberação. como ®r…vasa. acendendo o abrasante fogo de bh€va (amor a KŠa). então Se vestiu como uma gop… e dançou jubilante. Um dia enquanto imerso em amor extático. CAPITULO 9 PASSATEMPOS NA CASA DE CANDRASEKHARA Por favor. Ele penetra nos ouvidos e cai no fogo do coração. no humor de Narada Muni. Levando todos os Meus devotos. cujos pés são adorados por Kamal€ (Lakm…). Rejeitando o apego pelos seus esposos. mas Sua voz ficou entrecortada pela emoção. O Senhor começou glorificando as gop…s de Vraja.

Neste instante chegou Harid€sa segurando um bastão. você é a principal energia de ®r… KŠa. Brahm€. Ele cantava "Hari! Hari!" e dançava entusiasmado para o espanto de todos os presentes. Os devotos choravam de amor e agarravam-se aos pés de Gaur€‰ga. Uddhava e Akrura sempre desejam servir a Seus pés para alcançarem Sua misericórdia. Prahl€da. N€rada Muni ou qualquer outra autoridade não pode sondar a profudeza de seu serviço devocional puro. Os devotos reunidos sentiram grande satisfação ao ouvirem as descrições de ®r…vasa PaŠita. A assembléia de vaiŠavas parecia um inigualável mercado de amor ao Supremo. os valorosos vaiŠavas imergiram no oceano de néctar dançando e cantando um alegre sa‰k…rtana. Ignorando o amor de Lakm…. Suspendendo seu dhoti. Acatando este conselho. ®ukadeva. Advaita šc€rya parecia uma poderosa expanção do Senhor. Se encanta com este amor. Seus olhos nadavam em rasa. Sua cintura era muito atrativa e fina como um pulso. Você é a gop… principal e a mais querida amante de ®r… KŠa. . ele rugia como um leão. Lágrimas rolaram abundantes de Harid€sa enquanto ele olhava o seu redor. meus amigos. Lakm…. Seu abençoado e prazeiroso amor encanta a todo mundo. pulava como louco. Sua beleza ilumina o mundo inteiro. Ele é o rei dos vaiŠavas e a morada de todas as qualidades espirituais. GAURš¥GA SE MANIFESTA COMO DURGš Mš Um dia o Senhor Gaur€Šga entrando no humor de uma gop…. Somente Você e as gop…s compreendem a essência das glórias do Senhor. Da cabeça aos pés todo o seu corpo estava arrepiado e lágrimas brotavam de seus olhos. ®iva. sari. Gaura R€ya também dançou em êxtase.Ouçam por favor. Ananta. A beleza sem igual da "gop…" encantava os três mundos. De repente Advaita šc€rya se juntou aos devotos reunidos. o Senhor do Universo. Eles abraçaram-se uns aos outros e dançaram felizes em prema-sa‰k…rtana. Eles estavam felizes e mergulhados num oceano de néctar de KŠa-prema extático. Somente Você é quem controla o Senhor Supremo pelo seu amor. Eles nem mesmo têm uma gota do oceano do seu amor. Cantem sempre as glórias de Hari realizando sa‰k…rtana. braceletes dourados e pulseiras de conchas. Eles não podem alcançara a misericórdia que Você possui. Usava camiseta. Como posso explicar a extensão das suas glórias apropriadamente? Este é o maior segredo nestes três mundos. Contemplando os pés de lótus de Gaur€‰ga. vestiuSe como gop…. Diante de Vivambhara. Ele ria muito e foi dizendo: .€Š….

A guirlanda de flores malati que adornava Seu pescoço parecia o Suranad… (Ganges celestial) descendo do monte Sumeru.Prabhu! Vendo sua aflição. Sentado numa €sana divina. Os devotos cairam aos pés do Senhor. Sou a suprema e formidável CaŠi (deusa Durg€). vim ver o seu amor e devoção e especialmente o seu canto e sua dança. Os semideuses cairam aos Seus pés. Gaur€‰ga no humor de K€ty€yan…. por favor.Ó semideuses. Ele pediu a Ela a benção de prema-bhakti. os olhos de todos encheram-se de lágrimas de amor extático. pássaros. O Senhor Gaur€‰ga.Por favor. Desta maneira. Os devotos cairam ao solo . o Senhor chorou e abandonou o Seu humor de aivarya (respeito e reverência). Um brâmane pediu: . Vou realizar os desejos de todas as entidades vivas. Neste instante o Senhor Se lembrou de Sua Adya ®akti (a deusa Durg€). Adya ®akti sorriu gentilmente. Mãe ®ac…. Vendo-O como às suas mães. e o embalava como se ele fosse uma criança de cinco anos de idade. Os devotos.Gaur€‰ga. manifestou Seu amor. Os semideuses disseram: . mostre-nos novamente a Tua devoção. ainda no humor de Adya ®akti. Adya ®akti disse: . a deusa da fortuna. mostrando satisfação. Então de repente Ele Se lembrou de Lakm…devi. o Senhor Gaur€ ‰ga cativou a todos. trouxe os devotos para mais perto de Si e os tratou com intenso afeto maternal. Imediatamente.A Sua refulgência corpórea era transcendental. olhe com benevolência para o Teu querido servo Mur€r…. Gaura Natar€ja (o rei de todos os dançarinos) saboreava vários humores extáticos de prema conforme dançava. submissamente adorou os pés do Senhor. oferecendo prazeirosas orações. o Senhor Gaur€‰ga. Assumindo o humor de Sua energia original. Adya ®akti disse: .Ouçam todos. os semideuses vieram e cantaram hinos védicos elogiando o Senhor Gaur€‰ga disfarçado como Durg€. Num humor extático alguém recitou orações glorificando Lakm…dev…. Deu um passo para trás e cobriu Seu rosto com as vestes. brilhante como o luar. levantou Harid€sa e o colocou em Seu colo. em grande êxtase. Um brâmane chegou e gritou: . o controlador supremo. animais e todas as entidades vivas ficaram felizes e atônitas ao verem isso. sorridente e com lágrimas de compaixão que molhavam os olhos avermelhados. contemplou aquele devoto. A face do Senhor. Gaur€‰ga Se transformou no ViŠu de quatro braços e posou diante de Lakm…devi.

a jóia mais preciosa dentre todas as qualidades transcendentais dançou durante sete dias sem interrupção. meu coração chora ferido. Para quem posso expressar esta minha angústia? Assim. Gaurahari. os devotos retornaram para suas casas. os residentes de Nadia pediram aos vaiŠavas para explicarem o significado. Devido à brilhante refulgência.Como podemos comprrender Gaur€‰ga? Só sabemos que na casa de Candrasekhara. Aquele que pensa que Gaur€‰ga não pode manifestar todas estas formas transcendentais. E então foi para casa. ninguém podia olhar para ela. Assim. algumas pessoas não O reconhecem. Depois de passar a noite inteira em êxtase. o mestre supremo. Nós nos banhavamos em Seus refrescantes e bem-aventurados passatempos.para prestar-Lhe reverências prostrados. Ele removeu a agonia deste mundo. Todo mundo que ouvir estes tópicos nectáreos se aliviará da aflição e sofrimento. Assim o filho de ®ac…m€t€ exibiu a religião da compaixão. Os devotos disseram: . Para o bem estar de todos. Locana d€sa canta as glórias do Senhor Gaur€‰ga. viram-nO segurando um bastão em Sua mão. Uma maravilhosa atmosfera acolhedora pervadia toda a casa. mesmo quando a encarnação mais compassiva aparece. Enquanto os devotos acompanhavam Gaur€‰ga. Envergonhe-se o patife pecaminoso que duvidar do poder purificador dos passatempos transcendentais de Gaur€‰ga! Pelos argumentos. Por sete dias Gaur€‰ga dissipou Sua refulgência radiante em todas as direções. também nunca poderá ser liberado. não se pode obter a liberação sem que se aceite Gaur€‰ga como o Senhor Supremo. Deixem que elas concederem a verdadeira posição de ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. O brilho da dança do Senhor e de Seus associados parecia o raiar de milhões de luas. Deixem que as pessoas digam o que quizerem. mostrou Sua compaixão para com todas as entidades vivas. mas devo declarar minha experiência com o Senhor Gaur€‰ga. Supreesos com este maravilhoso passatempo. Infelizmente. Cheio de humildade. CAPITULO 10 PASSATEMPOS ANTES DE TOMAR SANNYšSA Agora vou contar algo maravilhoso que as pessoas comuns não podem compreender. Por esta razão. sem Se importar se era dia ou se era noite. realizações ou estudo espiritual. . o Senhor Gaur€‰ga dançou em êxtase de amor divino na casa de Candrasekhara šc€rya.

R€dh€.Hari! Hari! Seu corpo apresentava pequenas pápulas de êxtase e os Seus olhos ficaram vermelhos por estas emoções que despertavam. Vendo a condição de Gaur€‰ga. Simplesmente por realizar o yajña de hari-n€ma pode-se obter a perfeição com facilidade.Na Satya-yuga o dharma era a meditação. o Senhor Supremo veio como o Seu nome. sacrifício e adoração). eu. o compassivo Senhor lhes deu um método fácil para alcançar a perfeição espiritual. Mur€r… Gupta disse: . hari-n€ma-sa‰k…rtana é a forma mais poderosa de religião. yajña ou arcana (meditação. em Kali-yuga. Se fores de repente para um país . chorava: . Desta maneira.Dhaval…! Samal…! Num momento.Quando largarei esta vida familiar? Quando alcançarei os pés do filho de Nanda Mah€r€ja? Suspirando profundamente. Dizia: . Mas. por favor. Em Kali-yuga. Assim.SA¥KŸRTANA É A MELHOR RELIGIÃO Tendo algumas dúvidas em sua mente.Prabhu. descrevo feliz os passatempos nectáreos de ®r…m€n Mah€prabhu. Por alguma razão. Devo ir para Vnd€vana. O que se obtinha nas eras anteriores com grandes austeridades. Colocando os pés de lótus de Narahari em meu coração. Locana d€sa. as pessoas são descrentes e pecaminosas. Assim. Onde está Minha Kalind…? Onde está o Meu Yamun€ e as florestas de Vraja? Onde está Minha Govardhana. Na Kali-yuga ninguém pode fazer estas coisas. Gaur€‰ga arrebentou o Seu cordão bramínico. por que se diz que por se realizar hari-n€ma-sa‰k…rtana na Kali-yuga obtem-se o resultado supremo? Mah€prabhu respondeu: .Não posso mais continuar aqui. colocou um punhado de grama entre Seus dentes e olhava ao redor compassivo. Nas yugas anteriores os mah€janas serviam o Senhor N€r€yaŠa com dhy€na. pode-se obter na Kali-yuga sem muito esforço. para onde foram? Onde estão Nanda e Yaodam€y…? Onde estão Meus ®r…d€ma e Sud€nda? Gaur€‰ga começou a correr e a chorar em êxtase pelas Suas vacas favoritas: . ®r…vasa PaŠita perguntou certa vez ao Senhor Gaur€‰ga: . Bahulavana e Bhandiravana? Onde está Lalit€. um dia o Senhor Gaur€‰ga começou a pensar: . não vá embora sem antes me avisar. Naufragando no miserável oceano de separação de KŠa. na Tetra-yuga era o sacrifício e na Dvapara-yuga era a adoração a KŠa. podes fazer tudo aquilo que desejas.Ó Senhor.

Quanto mais tento controlar Minha mente. Apesar das suas palavras não posso Me controlar mais. Ouça-Me.Esta noite tive um sonho. Mur€r… Gupta disse: . Meu coração ficou absorto em uma coisa. A beleza de Gaura excedia os limites da formosura. Depois de pouco tempo Ke€va Bharat… veio a Navadv…pa. VI®VAMBHARA SE ENCONTRA COM KE®AVA BHARATŸ Sorrindo gentilmente. O que posso fazer? É a potência do mantra que Me faz agir desta maneira. perderemos nossos corações e novamente cairemos submersos na existência material. Gaur€‰ga continuava vivendo com ViŠupr…y€ e desfrutando do seu amor. Uma vez que este mantra entrou em Meu coração. Seu dhoti. tinha uma barra vermelha. As senhoras de Navadv…pa contemplavam encantadas. Em sua vida anterior Keava Bharat… havia feito inúmeras atividades piedosas . Abandonou a idéia de sair de Navadv…pa. Ele tinha uma consciência pura e era o mais poderoso dos sanny€s…s. Locana d€sa descreve isso. Dia após dia. Posso dizer com certeza que se partires agora. Conforme os seus humores de afeto amoroso. A melhor jóia entre os brâmanes veio até Mim e proferiu o mantra de sanny€sa em Meu ouvido. todos os devotos irão se separar.Por favor meu Senhor. os residentes de Nadia viam o Senhor de forma diferente. não Me diga mais nada. O Senhor Gaur€‰ga permaneceu silencioso. Gaur€‰ga disse: .distante. A encantadora beleza de Gaur€‰ga superava tudo nestes três mundos. Decorava-Se com lindos ornamentos e pequenas flores malat… decoravam os Seus cabelos. Tu és o criador deste mantra. incapaz de refutar os argumentos de Mur€r…. As pessoas de Nadia saboreavam o Seu darana. muito brilhante. posso lembra-Me de cada detalhe dele. tudo o que já fizestes terá sido em vão. Como posso fazer qualquer trabalho. Com muita dor no coração. Desde este momento. Após ouvirem isso. Sentindo-se sem esperança. mais ela grita em desafio. Gaurahari passava os dias alegremente com os Seus amigos e parentes. os devotos ficaram preocupados. Sua precisa marca de tilaka encantava as mentes de todos.Suas palavras não Me satisfazem. Gaur€‰ga e Seus associados realizavam sa‰k…rtanas extáticos. Gaur€‰ga disse: . abandonando o Senhor de Minha vida? Aquele cuja compleição desafia a luxúria da safira azul está constantemente sorrindo e reside no âmago de Meu coração. Vivambhara satisfazia o coração e a mente de ®ac…m€t€ com a Sua associação.

Encontrando-o na estrada. vês KŠa em todo lugar. Mukunda se dirigiu a eles: .Quando alcançarei os pés de lótus de KŠa? Tens um grande apego por KŠa. os devotos choravam e rolavam no chão. Surpreso. Lágrimas caíram dos olhos do Senhor quando viu aquele sanny€s… puro e refulgente. És a vida do Universo. Gaur€‰ga disse: . Keava Bharat…. Quando serei capaz de ver KŠa? Quando usarei os trajes de sanny€s… e verei KŠa? Viajarei por todos os cantos da Terra procurando o Senhor de Minha vida. Em breve o Senhor irá deixar Sua casa. Mukunda tentou dissuadilO de diversas maneiras de tomar a ordem renunciada da vida. Vendo as transformações do corpo do Senhor. Keava Bharat… Gosv€m… disse: . no fundo de Seu coração tomar sanny€sa. Sentindo-se extremamente apreensivos. No dia seguinte. Entretanto. mulher. Depois de oferecer respeitos a Keava Bharat…. Gaur€‰ga respondeu chorando alto. Gaur€‰ga foi recebê-lo e lhe ofereceu respeitos. saboreiem Sua beleza com olhos deleitados e ouçam atentamente às Suas palavras. Eles exclamavam: . aquele inteligente sanny€s… soube o que deveria ser feito. OS DEVOTOS GAURš¥GA NÃO PODEM SUPORTAR A SEPARAÇÃO DE Todos os associados íntimos do Senhor se encontraram na casa de ®r…vasa PaŠita.És a própria Suprema Personalidade de Deus. o Senhor Guar€‰ga foi para Sua casa. mãe e Seus servos. Com uma voz muito emocionada.para alcançar a suprema posição de um mah€bhagavata. Gaur€‰ga disse a ®r…vasa para que levasse o sanny€s… para sua casa. Keava Bharat… continuou falando: . Desta maneira. Eles começaram a imaginar uma maneira de impedir Gaur€‰ga de partir e tomar sanny€sa. Chorando. Ao ouvirem estas tristes noticias. Não há dúvidas quanto a isso. Naquele momento. ®r… KŠa. Ao ver aquele ilustre sanny€s….O Senhor Vivambhara deseja deixar Navadv…pa em breve para tomar sanny€sa.Parece que Tu és ®ukadeva ou Prahl€da. Ele ficou muito satisfeito quando viu Vivambhara pela primeira vez. o coração de todos queimou de dor. O Senhor Gaur€‰ga sentiu-Se triste ao ouvir sobre a partida do sanny€s…. ninguém pode controlar o independente Senhor Supremo. deixou Navadv…pa. ®r…v€sa entreteve Keava Bharat… com uma magnífica pras€da. o melhor entre os sanny€s…s. Compreendendo Suas intenções. Enquanto Ele permanecer entre nós. o Senhor desejou.

Da mesma maneira. Com muito cuidado a protegestes e a mantivestes. Teu coração é como um pote de veneno coberto com uma fina camada de leite.Ó Senhor Vivambhara. Agora vais nos deixar para sermos engolidos pelo tigre da existência material. se nos deixares. Por dentro Teu coração é mais duro do que um raio. abandonamos os nossos deveres religiosos e nos rendemos completamente a Ti. Gaur€‰ga. fizestes com que ela crescesse. Por que Te tornastes tão cruel? Então todos os devotos cairam aos pés de Gaur€‰ga dizendo: . Senhor. Tu a cortastes. Para alcançar KŠa-prema devo viajar a um país distante.Não tenham medo.Mas antes que ela pudesse produzir flores e frutos. meu coração está queimando. De início pensamos que Teu coração também seria macio. Dia e noite só ansiamos em saber de Ti. Naquele instante o Senhor Vivambhara chegou à casa de ®r…v€sa e disse: . não nos deixe desta maneira. entretanto continuo vivendo. Regandoa dia e noite. Somos tolos e rejeitamos as nossas famílias. Não podemos compreender o Teu comportamento. nos deixando a sós para sermos devorados pela serpente de Kaliyuga? Com medo de Kali nos abrigamos em Ti. Atastes muitas jóias em suas raizes. Vendo-nos tão caídos como podes deixar-nos? Sabemos pelas escrituras que és o salvador dos caídos. Apesar de atrativa.Ó meu Senhor Vivambhara.. da mesma maneira. Vou trazê-lo de volta e dá-lo a todos vocês. todos morreremos com o coração partido. Somos como patifes pecaminosos. Ouça ®r…vasa. mas agora percebemos que ele é muito duro. ó melhor entre os brâmanes. Mur€r… Gupta disse: . Assim como um negociante tem grande trabalho para conseguir riqueza e manter os seus amigos e familiares. por favor. ®r…v€sa disse: . deveres e tudo mais para nos abrigarmos a Teus pés de lótus. Como podes ser tão cruel conosco? Qual a finalidade de nossas vidas se Tu nos deixar e partir para um país estranho? Como poderemos viver um segundo sem Te ver? Chorando copiosamente e com a voz entrecortada. mas Tu és o maior dos trapaceiros. ó Senhor de nossos corações! Para onde vais. Assim sendo. ninguém pode desfrutar dela. entretanto externamente Teu corpo é suave e fragrante como um lótus.Gaur€‰ga. Este baixo Mur€r… diz que com Tuas próprias mãos plantastes uma maravilhosa árvore. Até em sonhos vemos constantemente Tua face de lua. nós imploramos. Eu coletarei o tesouro de KŠa-prema e o trarei para todos. Teu coração é como uma guloseima feita de madeira e coberta por cânfora muito aromática. Na Tua presença a serpente de Kali não pode nos afetar.

implorou: . É como a vida dos pássaros e dos animais. Tomado pelo amor.Ó Pranan€tha! (Senhor do Meu coração) O Senhor Gaur€‰ga continuou: . É como um brâmane sem conhecimento védico. inveja. Sem KŠa todas as atividades religiosas são inúteis.Ó amigo dos pobres! Ó Senhor daqueles que nada têm! Ó salvador dos caídos! Ó Senhor do Universo! Alguns tinham pedaços de grama entre os dentes e imploravam ao Senhor. vocês apareceram. Eles roubam a mente e ficam grudados no coração. no entanto muitas entidades vivas vivem neste corpo. Extremamente atados por m€y€ na forma de pecados e desejos materiais. Neste estado não posso ouvir seus apelos. caiu no chão e arrebentou Seu cordão de brâmane. estou tomado pela separação de KŠa. Ouçam-Me. Mas. A existência material é duvidosa. Para Me proporcionarem prazer. A vida sem KŠa não é vida de maneira alguma.Vocês são Meus servos pessoais. vocês se tornaram tristes e miseráveis. Então o Senhor Gaur€‰ga chorou. Sem o bem estar qual é o sentido de uma vida doméstica? Qual a utilidade de iniciar uma sociedade erudita entre analfabetos? Meu coração palpita pela separação de KŠa. Com uma voz piedosa. Outros levantavam suas mãos sobre a cabeça e chamavam repetidamente pelo Senhor Gaur€‰ga. de casta e de credo.. Nunca se obtem o controle de tais desejos. luxúria. Quando se . Os desejos de prazer material aumentam dia a dia sempre em novas formas. Tomarei a veste de sanny€s… e viajarei por todos os países em busca do Senhor de Meu coração. Gaur€‰ga disse: .Ouçam todos vocês. Meus membros pegam fogo e a febre consome todo o Meu corpo.Temendo a separação de Mim. este veneno está sempre queimando o Meu coração. O Senhor tentou falar. que estavam vermelhos como o sol nascente. GAURš¥GA NÃO PODE SUPORTAR A SEPARAÇÃO DE K¬±¦A Tentando acalmar Seus devotos. perigosa e cheia de veneno. o Senhor manteve-Se em silêncio. Meus sentidos insassiáveis sempre desejam prazeres. nos esquecemos de KŠa e vagamos nesta falsa concepção corpórea. uma jovem esposa sem esposo ou um peixe sem a água. Como vocês dizem Me amar? Separado de KŠa Meu coração e os Meus sentidos estão queimando. Todas estas coisas maravilhosas do mundo nos fazem esquecer de KŠa. por favor. mas Sua voz estava entrecortada de emoção. E conseguiu dizer: . Um corpo morto tem forma mas não tem vida. Desejos como cobiça. Eu mesmo. Até Minha mãe parece o fogo e suas palavras são como um veneno para Mim. ira e falso prestígio nunca se separam do ser humano. Lágrimas caiam de Seus olhos. Sem que os outros vejam.

ria e pulava devido ao êxtase de separação de KŠa. Então Vivambhara rolou no chão. Depois de resolveres. por favor. CAPITULO 11 . pode adorar o Senhor com facilidade. para que o amor a KŠa possa se desenvolver em Meu coração. Tu és amigo de todos e um oceano de misericórdia. Às vezes falava com voz entrecortada. e nós somos apenas entidades vivas insignificantes. Para ensinar aos outros e para mostrar-lhes compaixão. Ouçam todos. imaginando o que poderiam dizer para confortar o Senhor nesta angústia de separação. espalhando poeira pelo Seu corpo dourado.Gaurahari. amigo e o único Senhor. Não sabemos como será a nossa próxima vida. ouça. Por favor.começa a servir a KŠa. Todos vocês. sempre estarei com vocês como o seu abrigo.Ouçam todos. Me abençoem. exibes estas dores de separação. Então Vivambhara Se despediu dos devotos e foi para Sua casa. por favor. estou queimando vivo. Não duvidem de Minhas palavras. Logo tomarei sanny€sa e distribuirei amor ao Supremo para o bem-estar de todo mundo. e são devotos elevados. então a verdadeira vida se inicia. De acordo com a Tua própria vontade. Noutro instante rugia: . E então chorava. Sabendo que esta forma de vida humana é muito rara. cantem sempre as glórias de KŠa. pode ser de mosca ou inseto. falo a essência da verdade. Mur€r… Gupta disse: . Tu és completamente independente em todos os aspectos.R€dh€! E noutro erguia o dhoti e batia com os punhos no peito gritando: . ainda assim abandonei o serviço a KŠa e agora vou morrer. Estou Me afogando no oceano da existência material sem nenhuma esperança. fazes o que bem desejas. Que seus corações possam se manter atados a Seus pés de lótus. fazes o que tens de melhor a fazer. guru. Onde quer que vá. o Senhor disse: .Hari! Hari! Seus amigos sentiram-se tristes e desesperançosos. Não deixem de Me dar sua misericórdia. Respirava ofegante e cantava tumultuosamente: . Quem pode explicar o Teu comportamento? Conheces tudo. O que mais posso dizer? Sem ver KŠa em Meu coração. Manifestando Seu amor. Vocês são todos os Meus mais queridos amigos. Gaur€‰ga sorriu e abraçou os devotos. Aquele que vê KŠa como pai. mãe. Que vocês sempre possam ver a face maravilhosa de KŠa e Seus olhos de lótus.Hari! Hari! Seu corpo inteiro inrompeu em arrepios e calafrios.

vou me atirar no fogo da morte. como suportarei tanta aflição? Ó. vou me afogar no Ganges. assim não terei de ouvir que Você tomou sanny€sa.Você é o meu único filho. Querido. sentiu palpitação em seu coração devido ao comportamento anormal de Gaur€‰ga. Locana d€sa imagina como alguém pode abandonar a associação de Gaur€‰ga que se assemelha a um oceano de amor. Ouvindo as novidades. Meu coração sente-se satisfeito ao ver flores malat… decorando os Seus longos e maravilhosos cabelos espalhados sobre os Seus ombros. ouvi dizer que Você planeja tomar sanny€sa. Meu filho. meu Nimai dourado! A me deixar. Ficarei só. caiu inconsciente ao solo. exceto comigo. Se Você tomar sanny€sa e sair por aí. Como os Seus pés macios irão suportar as pedras da estrada? Quem lhe dará alimento quando estiver faminto e com sede? O Seu corpo macio como manteiga se derreterá sob o sol escaldante.A LAMENTAÇÃO DE ®ACŸMšTš Apesar de ®ac…m€t€ nada saber sobre o plano de seu filho de tomar sanny€sa. Um filho como Você trás a maior glória para a família. Como Sua mãe. Esqueci-me de tudo além de Você. a lâmpada em nossa família. A esplendorosa beleza de Seus cabelos e vestes encantam todas as mulheres. sem ninguém. ®ACŸMšTš IMPLORA G¬HASTHA QUE GAURš¦GA PERMANEÇA COMO De algum modo ®ac…dev… soube do plano de Gaur€‰ga de abandonar o lar e tomar sanny€sa. Se Você me trouxer este infortúnio. o único olho em meu corpo. ela suspirou fundo e disse: . Perguntava a todos se aquela noticia era verdadeira. com quem não tem compaixão alguma. ficarei na escuridão. Todo mundo em Nadia diz que sou muito afortunada e ter Você como filho. Sem Você minha vida ficará vazia e solitária como uma floresta. ®ac…dev… corria como louca por toda Navadv… pa. onde Você encontrará refúgio? Enquanto Você ainda estiver aqui vou beber veneno. Tudo estará destruido se Você partir. Aqueles que antes me olhavam como afortunada voltarão suas faces ao me verem para evitar inauspiciosidade. Se perder Você. me deixando tão aflita. Não posso compreender porque a Providência me trata tão severamente. Sua beleza. Não acabe com este meu orgulho. Você é a jóia em meus olhos. Ver Você segurar os €stras em Sua mão e andar pela estrada com os Seus . Isto me faz sentir como se o céu desabasse sobre a minha cabeça. Aproximandose de Vivambhara. qualidades e comportamento são glorificados em todos os três mundos. Você e tão bondoso com todas as entidades vivas.

que se tornaram grandes reis por misericórida do Senhor Brahm€. cobiça e ilusão são muito fortes. Mukunda Datta. eu vou morrer. Vasudeva Gosh. Se Sua mente não for tranquila.Ouça mãe. como Você pode abandonar a associação de Seus associados e deixar de fazer sa ‰k…rtana? Tomando sanny€sa. agora vou lhe contar como um menininho de cinco anos chamado Dhruva alcançou a posição mais exaltada. mas um sanny€si cairá se não puder controlar sua mente e mantê-la pura. Fique na vida familiar e realize os deveres necessários. ®r…v€sa. Ele disse: . Ainda é muito jovem e sanny€sa não foi feita para os jovens. Gad€dhara. Na juventude a influência da luxúria. ira. Pr…yavrata e Uttan€pada. e como ele se tornou um devoto famoso pela misericórdia de sua mãe. Meu querido. VI®VAMBHARA ACALMA ®ACŸMšTš Depois de ouvir a Sua mãe. Advaita šc€rya. como poderá manter-Se na ordem de sanny€sa? Chefes de família não são responsáveis por seus pensamentos pecaminosos. tomar sanny€sa nesta idade pode fazer com que Você não consiga manter o voto de renúncia.” GAURš¥GA CONTA A HISTÓRIA DE DHRUVA MAHšRšJA . Desta maneira. ®r… Raghunandana. Vakresvara PaŠita e ®r… R€ma vão morrer sem ver Você. Ugrasena? O Senhor Supremo. Todos os devotos como Mur€r…. depois ViŠupr…y€ morrerá e depois os devotos que perecerão com os seus corações despedaçados. Primeiro. é conquistado somente através da devoção amorosa. Ele tinha dois filhos. o filho mental de Brahm€. Apesar disso eu consegui que Você se casasse duas vezes.amigos dá imenso prazer à minha mente. . por favor.Mãe. Suruc… e Sunit…. Meu filho querido. era poderoso e formidável Seu corpo era praticamente espiritual. Vivambhara falou-lhe palavras de conforto. Gaur€‰ga citou um verso: "Que boas qualidades tem um caçador? Que idade Dhruva tinha? Gajendra tinha algum conhecimento? O corpo de Kubja tinha alguma beleza? Sud€ma era muito rico? Vidura tinha um nascimento elevado? Que valor tinha o rei dos Yadus. O rei Uttan€pada tinha duas esposas. não pelas qualidades materiais. Harid€sa. Você vai matar todo mundo. Filho. M€dhava. Narahari. Svayambhuva Manu. por favor considere tudo isso e não nos deixe para tomar sanny€sa. Você não tem filhos. ouça a história nectárea sobre Dhruva Mah€r€ja. agora Você não tem pai.

Dhruva não compreendia que sua mãe Sunit… não era a favorita do seu pai. Como é possível que você venha a sentar no trono? depois de ouvir sua madrasta. Sendo filho de uma criada. Assim. você teve problemas ao subir no trono. Um dia o rei sentou-se em seu trono cravejado de jóias. Negligenciada pelo esposo. Não chore Dhruva. manteve-se em silêncio. Dhruva. Sua madrasta é muito afortunada porque em sua vida anterior adorou o Senhor KŠa. Dhruva disse: . Disse: . desfrutando com Suruc…. Suruc… admoestou Dhruva: . que estava sujo de poeira por ter brincado com os seus amigos. chamado Dhruva.Mãe. Isso parece estranho para mim. você não é o predileto de seu pai. o que dizer de um trono insignificante. adore KŠa e tudo o que desejar alcançará com facilidade. sempre ouvirá palavras sarcásticas das pessoas. sou muito desafortunada. Uttama e os outros seus seis irmãos. Mas seus sete primos o empurraram para o chão. Dhruva.Dhruva. A mãe de Dhruva chorando disse: . Agora abandone este seu falso prestígio. Sunit… tinha que atuar como criada de Suruc…. também tentou subir ao trono de seu pai. ouça bem. entretanto. por que você é meu filho. Suruc… se tornou a rainha favorita do rei Uttan€pada. sua mãe nunca serviu ao Senhor KŠa. Até agora não sabia que você era só uma criada. Depois de dizer isso. Não chore se alguém o magoa ou critica por ser filho de uma criada. Com o orgulho ferido. Disse que eu devia ter vergonha de tentar sentar no trono de jóias. Sunit… sofria tanto que sua lamentação poderia fazer pedras flutuarem e os oceanos secarem. assim. Vida após vida. você pensa tolamente que pode se sentar em um trono.Você está chorando sem motivo. Mãe Sunit… continuou falando palavras de conforto para seu filho. um era chamado Uttama. Ela disse que você não serviu a KŠa. como pode desejar ter o previlégio de se sentar no colo de seu pai? Sou muito desafortunada desde o meu nascimento. Dhruva passavam muitas misérias. Você não tem vergonha em tentar subir no trono do rei? Você é filho de uma não devota desafortunada. Apesar de rainha. Ela e seu filho de cinco anos de idade. lágrimas rolaram dos olhos de Sunit…. Sunit… era forçada a comer arroz quebrado e vegetais sem sal. sendo controlado pela sua rainha Suruc…. tinha só um filho.Querido. entretanto. a minha mãe madrasta me bateu e me empurrou do trono. Seu pai. Ela continuou: . Dhruva chorou e foi ter com sua mãe Sunit…. Sunit…. de quem na realidade todos são servos. Dhruva começou a chorar. Vida após vida jamais servi a KŠa.Suruc… tinha sete filhos. Quem serve aos pés de lótus de KŠa pode obter tudo o que deseja.

- Ouça filhinho, só o Senhor KŠa pode remover esta sua miséria. Por
servir a KŠa, semideuses como Brahm€ e outros, receberam postos
elevados em planetas celestiais. Se você adorar KŠa, será adorado nos
três mundos, o que dizer de sentar-se num trono? Dhruva, você pode
alcançar KŠa em Madhuvana, uma das doze florestas de Vnd€vana. Se
você conseguir o trono, então o seu nome estará justificado, pois ele
quer dizer "firme determinação".
Tomando a poeira dos pés de sua mãe sobre a cabeça, Dhruva decidiu
deixar o lar num momento auspicioso. Vendo Dhruva absorvendo sua
mente nos pés de lótus de KŠa, os semideuses faziam uma grande
torcida. Depois de fixar a meta de alcançar o amor de KŠa em seu
coração, Dhruva partiu para a floresta de Madhuvana.
Apesar de encontrar frutas doces e água fresca pelo caminho, Dhruva
não comeu ou bebeu nada pelo caminho. Ele não prestou atenção na
fome e na sede. Estava com uma determinação canina. Ao verem isso,
os semideuses ficaram preocupados, temendo que seus postos
elevados pudessem ser capturados pelas austeridades daquele
menino. N€rada encontrou Dhruva na estrada e disse:
- Você é filho de um rei. Na sua idade deveria estar brincando e
desfrutando de várias jogos infantis. Por que mantem tanta ira em sua
mente? De acordo com a tradição, um menininho não se isola na
floresta. Quando você ficar velho, daí então você poderá servir a KŠa.
Dhruva disse:
- N€rada, o que acontece se eu morrer jovem?
N€rada Muni estava contente em ver a introspecção de Dhruva. Então
deu a ele o mantra de doze sílabas: Om mano bhagavate vasudevaya.
Dhruva disse:
- N€rada, por não servir a KŠa tenho sofrido muito. As palavras de
minha madrasta me feriram profundamente. Você é muito bondoso.
Vendo a minha posição desafortunada, por favor, remova minhas
misérias e me instrua sobre KŠa. Ouvi dizer que por servir a KŠa
poderei obter um cargo elevado, inimaginável até pelo meu pai e
pelos meus ancestrais.
N€rada disse:
- Dhruva vá para a floresta de Madhuvana, às margens do Yamun€ em
Vnd€vana. Sente-se em meditação constante e cante suavemente:
Om namo bhagavate vasudevaya. Dentro de sete dias você alcançará
a realização.
Dhruva ficou muito feliz de receber a iniciação de N€rada. Prestou
reverências ao grande sábio N€rada e foi para Vnd€vana. Sete dias
depois, Dhruva chegou em Madhuvana. Ao ver as árvores dos desejos
de Vraja-dh€ma, Dhruva se liberou da ignorância.
Dhruva sentiu uma bem-aventurança sempre crescente por viver
naquela bela floresta de Madhuvana. Ele jejuou no primeiro dia. No dia
seguinte, acordou cedo, tomou banho no Yamun€ e começou a cantar
o mantra. Não sentindo fome nem sede, Dhruva derramava lágrimas

de alegria. A cada cinco ou sete dias ele comia um badari (uma fruta
selvagem insípida). O resto do tempo tomava algumas gotas de água
misturada com folhas de turmerique.
OS SEMIDEUSES TESTAM DHRUVA
Dhruva quebrou o seu jejum após um mes. Ele permaneceu sobre uma
perna só e de mãos postas enquanto cantava o mantra de doze
sílabas: Om namo bhagavate vasudevaya. Mesmo no escaldante calor
do verão, ele não parava com a sua meditação. No inverno, Dhruva
permanecia dentro do Yamun€. Tolerou muito sofrimento durante a
estação das chuvas. Meditando continuamente no Senhor, Dhruva
entrou em sam€dhi.
Os semideuses, temerosos de perderem os seus postos, estavam
surpresos ao verem a severidade das austeridades de Dhruva.
Brahm€, Indra, Kuvera e Varuna discutiram como ®r… KŠa poderia
ajudar Dhruva a retirar-lhes o poder. Eles planejaram distrair Dhruva
em suas rigorosas penitências. Brahm€, ®iva e outros semideuses,
foram testar Dhruva.
Um dos semideuses gritou para Dhruva:
- Dhruva, você veio até aqui para morrer?
Outro disse:
- Dhruva, o seu pai morreu.
Outro semideus disse:
- Dhruva, olhe uma cobra venenosa que está vindo te picar e te matar.
E continuaram dizendo:
- Dhruva sua mãe morreu.
- Dhruva, corra depressa daqui. Um grande incêndio da floresta está
se aproximando rapidamente, em breve você vai morrer queimado.
Vendo que Dhruva permanecia resoluto e desapegado, Indra montou
em Airavata (seu elefante carregador) e o atacou. Não conseguindo
destroçar o menino com suas presas. Airavata aterrorizou Dhruva
envolvendo-o em sua tromba. Dhruva permanecia impávido. O
semideus V€yu tentou engolir Dhruva assumindo a forma de um
pítom. Surya, (o deus do sol) transformou-se num tigre para beber o
sangue de Dhruva. Atando-o com serpentes, tentou arremessar
Dhruva ao fogo. Candra (o deus da lua) tentou afogar Dhruva no
Yamun€.
Para quem cantou os nomes de KŠa, que mal podem fazer as picadas
de milhões de serpentes? Falhando em quebrar a determinação da
meditação de Dhruva, Brahm€, Surya, Indra e os outros semideuses
foram embora desgostosos. Completamente imperturbável, Dhruva
continuou em sua meditação, fixando sua mente nos pés de lótus do
Senhor V€sudeva.

Locana d€sa canta alegremente os gloriosos passatempos de ®r…
Gaur€‰ga Mah€prabhu. Ó Gaur€‰ga, és o salvador dos caídos.
Todas as glórias para Ti, que liberas misericordiosamente os mais
baixos dos caídos. O Senhor Gaur€‰ga continuou contando a ®ac…
m€t€ os passatempos de Dhruva Mah€r€ja:
- ®ac…m€t€, enquanto Dhruva mantinha sua meditação, N€rada Muni
foi visitar VaikuŠ˜ha. Com uma doce música de sua vina, N€rada Muni
entretia ViŠu, que estava sentado no trono junto com Lakm…dev….
Sorrindo gentilmente, ViŠu inclinou-Se e disse:
- N€rada, por que hoje não estou desfrutando a sua vina?
N€rada respondeu:
- Ouça, meu querido Senhor de olhos de lótus. Hoje Tua mente não
encontra prazer em minha música, porque estás pensando em um de
Teus devotos. És o Senhor dos pobres.
O Senhor ViŠu disse:
- Quem é este devoto que está se lembrando de Mim?
N€rada Muni respondeu:
- Dhruva, o filho do rei Uttan€pada. Ele é um menino santo, mas
infelizmente, sua mãe Sunit… não é querida pelo seu esposo. A
madrasta de Dhruva, Suric…, uma vez estava sentada no trono com o
rei Uttan€pada e brincando com os seus sete filhos. Vendo a diversão,
Dhruva tentou subir no trono do rei, mas Suric… o empurrou para
baixo. O pobre Dhurva caiu ao solo chorando. Sendo controlado pela
sua esposa, o rei se manteve em silêncio. As ações e palavras
queimaram o coração de Dhruva. Apesar de ser ainda um menininho,
saiu de casa e foi para a floresta de Madhuvana realizar intensa
tapasya (penitência).
O SENHOR VI±¦U ABENÇOA DHRUVA
O Senhor ViŠu de olhos de lótus, sorrindo suavemente, disse com voz
doce:
- N€rada, Eu não dou misericórdia para quem não é iniciado. Também
não tomo as ofensas de quem não é iniciado. Certamente que
concedo Minha misericórdia para qualquer um que abandone os seus
pais, vá para Madhuvana e medite em Mim enquanto realiza severas
austeridades. N€rada, um não-devoto não pode nascer do ventre de
uma devota. Por Meu interesse, um vaiŠava pode tolerar qualquer
dificuldade. Sempre darei Minha misericórdia a um devoto. Assim,
darei a Dhruva o que ele desejar. Nunca posso negligenciar um devoto
que pensa em Mim.
N€rada disse:
- Meu Senhor, Dhruva é iniciado por mim. Por favor seja misericordioso
com ele. Vá vê-lo e o libere do fogo da existência material.

O Senhor ViŠu subiu em Garua e voou bem depressa para a floresta de
Madhuvana para ver Dhruva. Sorrindo gentilmente, o Senhor disse:
- Dhruva, Meu menino, vim de VaikuŠ˜ha para lhe dar uma bênção.
Interrompendo sua meditação, Dhruva levantou-se e de mãos postas
disse:
- Ó Senhor, que bênção devo pedir-lhe? Por favor, dê-me Tua
misericórdia. Isto aumentará Tua fama e Tua glória.
O Senhor ViŠu disse:
- Vou realizar-lhe todos os desejos e dar-lhe a posição que deseja. Por
que você veio a Madhuvana? Foi devido a sua madrasta ter o
expulsado do trono? Se Eu não lhe garantir uma posição elevada,
como poderei manter o título de "realizador de todos os desejos?
Dhruva disse:
- Considero uma posição elevada tão insignificante quanto uma folha
de grama. A menos que alguém se torne Teu devoto, todas as outras
conquistas são tão insignificantes quanto um punhado de cinzas.
O Senhor ViŠu proclamou:
- Vou dar-lhe todos os tronos de jóias. Você alcançará o posto mais
elevado nestes três mundos. Você, o filho de Uttan€pada, se tornará
rei e todos os seus súditos serão Meus favoritos. Sua morada vai ser
chamada Dhruvaloka, que estará situada acima dos planetas dos
sábios.
Depois de dizer isso, ViŠu desapareceu. Por ordem do Senhor
Vivakarma construiu Dhruvaloka. Depois de receber esta bênção,
Dhruva partiu para casa. O rei Uttan€pada estava muito aflito com a
ausência de Dhruva. Até mesmo sua madrasta chorava e estava
preocupada quanto ao seu bem-estar.
O rei disse:
- Estou causando aflição e infortúnio para meu próprio filho. Ó, quando
o verei de novo?
E disse para a mãe de Dhruva:
- Sunit…, de hoje em diante você será a minha rainha chefe. E todas
as outras rainhas servirão você.
Desconsolado em não ver mais o seu filho Dhruva, o rei caiu ao solo
desmaiado. Neste instante, o grande sábio N€rada Muni chegou ao
palácio. O rei recebeu-o com adoração e rituais apropriados. Depois de
lavar os pés de N€rada, o rei revelou sua mente ao sábio.
O rei disse:
- Tinha um filho de cinco anos de idade, mas ele saiu de casa sem me
dizer nada.
N€rada respondeu:
- Seu filho Dhruva enfrentou muitas dificuldades na floresta. Ele se
tornou devoto do Senhor KŠa e logo voltará para casa.
N€rada citou um verso sânscrito:
"Bem abençoados aqueles ancestrais cujo membro da família se torna
um devoto puro. Um devoto puro purifica a família inteira e o mundo

Estando atado à energia ilusória do Senhor. Ele deu a Dhruva um afetuoso abraço e o sentou em seu colo. por favor. colocarei brincos e usarei a roupa avermelhada dos renunciados.Quando alguém se torna um vaiŠava. Com poder e valor. Dhruva manteve seus súditos pacíficos por quarenta anos. O rei e sua comitiva correram recepcionar o seu filho.inteiro. Vou abandonar a minha casa e raspar a Sua cabeça. O rei Uttan€pada entronou Dhruva imediatamente. avidez. O rei ficou muito satisfeito com a fala de N€rada. falso prestígio e ilusão. Desta maneira. Ordenou que seus servos preparassem uma auspiciosa recepção para Dhruva. Vou junto com Você. kunkuma. Num humor alegre. Sua casa fica famosa em todo mundo. O onisciente Gaur€‰ga. KŠa é o único pai e o único amigo. o rei dirigiu-se para a floresta. Agora com certeza. Na realidade.Mãe. o seu filho Dhruva é a mais preciosa jóia de sua dinastia. dando seu reino para o filho. Dhruva reinou por algum tempo.Ó maravilhoso menino dourado. Tenho lhe pedido repetidamente que não dê atenção ao orgulho." N€rada continuou: . todos estão sofrendo. bem longe da morada da maioria dos semideuses. beijando-o repetidas vezes. Gaur€‰ga disse a ela: . tudo é inútil. Gaur€‰ga ficou perturbado ao ouvir Sua mãe falar daquela maneira. ouça-Me. pegou sua mãe e foi para Dhruvaloka. Ainda assim é atado pelas suas reações karmicas na . como uma yogin…. almíscar. Ele é o tesouro supremo. Devido ao orgulho e falso ego. e passarei os meus dias contando KŠa-katha. Estou lhe dizendo a verdade. E então. ele libera os seus pais. Sem KŠa. Não se preocupe diante de misérias sem sentido. iogurte e grama durva. e também rasparei os meus cabelos. KŠa é o Senhor Absoluto. o querido de ®ac…m€t€. irei com Você. ®ac…m€t€ disse: . VI®VAMBHARA PREGA E MOSTRA K¬±¦A PARA ®ACŸMšTš Depois de ouvir Vivambhara contar a história de Dhruva Mah€r€ja. a estrela polar. A mãe que gera cem filhos que não são devotos não é melhor do que uma porca. o mundo inteiro é controlado como uma máquina. pensou como acalmar Sua mãe. Seu filho adorou ®r… KŠa. Os semideuses e os ancestrais nos planetas elevados também são abençoados. Borrifaram agua perfumada com sândalo as ruas e coletaram guirlandas de flores fragrantes. Quem considera suas ações age de maneira adequada. membros familiares e todos os parentes. quem é você? Quem é seu filho? Quem é o seu pai? Como você se lamenta pelas falsas designações de "teu e meu"? Quem é mulher? Quem é esposo? O único abrigo verdadeiro são os pés de lótus de KŠa. Então.

finalmente compreende a raridade da forma humana de vida. esta existência material temporária. você será muito mais beneficiada. você se livrará do ciclo de nascimentos e mortes. A despeito disso. Meu filho. deve-se servir a KŠa e se liberar de m€y€. Devo tomar sanny€sa para alcançar amor por KŠa. a melhor jóia entre os homens. Você deseja tomar . este tolo vaga pelo mundo material. Em cada vida se obtem um pai e uma mãe. gop…s e vacas. e por agir assim. Imediatamente. O Senhor dos quatorze mundos removeu sua m€y€. Vou trazer o tesouro mais valioso que é KŠa-prema. mãe. Você tem demonstrado muito amor e afeição por Mim por toda Minha vida. obter-se a salvação. por Sua própria vontade. ela não podia abandonar sua afeição pelo seu filho querido. Agora. Minha liberação garantirá a sua liberação também. ao invés de Mim. Ele é o verdadeiro amigo e bem-querente. Sentindo-se surpresa e chocada. pode ser extinta.Ó meu filho. Então ®ac…m€t€ disse: . Mãe. ®ac…m€t€ apenas contemplou a face de Gaur€‰ga. Entretanto. és o Senhor supremamente independente. é a pessoa mais rara no universo. lhe imploro. Estes corpos servem apenas para servirem a KŠa. semelhante a uma nuvem carregada. raramente se obtem um Guru e KŠa. Esquecendo-se de KŠa. Simplesmente por amar a KŠa. e é o verdadeiro pai e mãe que concede amor puro aos pés de lótus de KŠa. Outros filhos trazem somente os tesouros materiais de ouro e prata que são apenas causa de miséria e morte. Foi minha fortuna que Você tenha crescido sob meus cuidados. Apreciando a raridade do nascimento humano. Seu corpo tremia e apresentava arrepios e erupções.próxima vida. se você oferecer sua afeição a KŠa. Desfrutar de riquezas e opulência não é a meta desta vida. Depois de viajar pelos quatorze sistemas planetários. Caindo a seus pés. De repente. Por favor abandone sua afeição por Mim e sirva aos pés de lótus de KŠa. Usava vestes amarelo brilhantes e segurava uma flauta. Ele tinha uma compleição y€ma. Em Sua forma curvada em três pontos. KŠa. permanecia em Vnd€vana rodeado pelas gopas.Sou muito afortunada por ter KŠa como meu filho. Meu coração chora pela separação de KŠa. Ninguém O controla. Quem não aceita um Guru não é melhor do que um pássaro ou um animal. Num instante. que é cheia de perigos. ®ac…dev… viu todas entidades vivas com igualdade. ®ac…m€t€ pensou: . Ela realizou que Ele era KŠa. ®ac…m€t€ ficou atônita ao ver seu filho assim. sua mentalidade ilusória de pensar em Vivambhara como "seu filho" desapareceu. Então levarei o tesouro de KŠa-prema para diferentes países. Amor por KŠa é eterno e imperecível neste mundo e no próximo.

Se . Sua face era triste. o Senhor disse: . riqueza. Gaur€‰ga prostrou Sua cabeça em compaixão por Sua mãe.Querida mãe. Gaur€‰ga afetuosamente tocou sua face e disse palavras reconfortantes. Com um peso no coração. Locana d€sa descreve isso. Devido ao seu puro amor por Mim. ViŠupr… y€ correu para o Senhor e sentou-se aos Seus pés de lótus. beleza. Com suas mãos suaves agarrou os pés de Gaur€‰ga e os manteve em seu coração. você será capaz de ver-Me sempre que desejar. Apesar de tentar. Ela suspirou profundamente ao olhar para Gaur€ ‰ga. Isso destroçou meu coração. Ao levantá-la novamente disse: . Gaur€‰ga foi descançar em Seu quarto. Perguntou-lhe novamente a causa de sua aflição. Não compreendo porque estás chorando.Minha querida. olhares e gestos são todos dirigidos somente a Você. Sentando ViŠupr…y€ em Seu colo. vestidos. Depois de almoçar. ViŠupr…y€ não respondeu. Lágrimas fluiam incessantes de seus olhos. Sinto-me como se tivesse entrado no fogo. Vendo ®ac… soluçar. por que você está chorando? Você é muito querida para Mim. ViŠupr…y€ disse: . Mas tenho uma pergunta: Por que estou perdendo um grande tesouro como Você? Depois de dizer isso a voz de ®ac…m€t€ se encheu de piedade e lágrimas cairam como correntes de seus olhos. Ouvi dizer que Você vai tomar sanny€sa. o Senhor enxugou as lágrimas de sua face com suas vestes. CAPITULO 12 A LAMENTAÇÃO DE VI±¦UPRŸYš ®ac…m€t€ estava tão aflita que não podia sequer falar.sanny€sa. ViŠupr…y€ mantinha-se silenciosa. De repente. ouça por favor. ViŠupr…y€ desfaleceu ao imaginar um desastre iminente. molhando o sari que cobria seus seios e caiam sobre os pés de Gaur€ ‰ga. simplesmente acariciando os pés de lótus do Senhor.Ó Senhor de minha vida e do meu coração. Conhecendo todas a nuâncias do amor. Sentando-Se na cama. ornamentos. Apesar de Gaur€‰ga perguntar-lhe repetidas vezes. ®ac…dev… não podia falar devido à sua grande emoção. Chorando e sentindo-se desamparada. Gaur€‰ga despertou. Minha vida. Com uma voz entrecortada. ®ac…m€t€ soluçava de tristeza.

a coisa mais inútil. Gaur€‰ga disse: . o Senhor beijou ViŠupr…y€ afetuosamente e a tranquilizou de várias maneiras. ®r…v€sa. Com os Seus pés rosados. Não conheço nada além de Seus pés de lótus. que O está mantendo na existência material. prevendo nossa separação iminente. Quando contemplo Sua face. Sem que eu saiba. Agora faça o que quizer. sinto meu coração queimar. ViŠupr…y€ sentiu uma dor aguda em seu coração. Você simplesmente vai embora daqui de repente. Não fique preocupada e se lamentando sem nenhuma causa. Será que é só por minha causa. . incapaz de expressar a profunda dor em seu coração.Você me deixar.Quem lhe disse que vou partir e tomar sanny€sa? Sempre lhe contarei todos os Meus planos. Então.Prabhu. Mur€r…. Eles são tão macios que eu nem mesmo os toco com medo que Você sinta dor. que Você pretende tomar sanny€sa? Se é só por isso. como pérolas aparecem de Sua face de lótus. e tem amor a tudo o que há neste mundo. Mas quero saber como Você poderá andar até os países distantes. não vá para países distantes. Com um mínimo esforço. Em troca de qual abrigo Você está me deixando? Sua mãe Saci está velha e fraca. No fim da noite. o sol escaldante ressecará tudo. não minta apenas com medo de me magoar. Imagino que Você está tentando me enganar. Você é o Seu próprio controlador. Mas a maneira como está agindo parece ser contraditória. ninguém mais pode controlá-lO. como vai poder viajar pelas florestas cheias de espinhos? Sua face de lua é um reservatório de néctar. Quando viajar para locais distantes. Sorrindo gentilmente. Não há mais ninguém em minha vida. Ó meu Senhor. deixe-me contemplar um pouco Sua face e me matarei bebendo veneno. Seus pés são mais delicados do que as flores sirisha. Enquanto contemplava o mais amado Senhor de sua vida. Em outras ocasiões. qual o valor da minha vida? Meu coração está queimando com o fogo deste veneno. Eles passaram a noite desfrutando ilimitados prazeres amorosos. todos os Seus devotos morrerão pela separação. Durante a estação das monsões estará chovendo constantemente. ela colocou a mão de Gaura sobre seu peito e disse: . Você poderá ficar feliz aqui em Sua casa. o Senhor brincou com ela. Que minha vida vá se acabando. Mukunda e outros? Como pode simplesmente abandoná-los e tomar sanny€sa? Você é a personalificação do amor. Um sanny€si deve enfrentar uma vida cheia de sofrimentos. Para aliviar a aflição de ViŠupr…y€. o Senhor levantou ViŠupr…y€ e a sentou em Seu colo. gotas de transpiração. Como Você pode deixá-la? Como pode concordar em deixar amigos como Seus devotos queridos. Advaita. Permaneceu chorando e acariciando os pés do Senhor Gaur€‰ga. E então. por favor. ViŠupr…y€ ficou em silêncio.

Inflado pelo falso ego. Não se lamente desnecessáriamente por nada.Prabhu. Além destes dois. removendo toda sua miséria e lamentação. então torne-se digna deste nome. Mas por favor. Filhos. Você é o meu esposo e o Senhor de minha vida. Deus e os vaiŠavas são as únicas verdades permanentes. Por favor. se recusa a adorar Govinda. eles parecem ser diferentes. por favor ouça o meu pedido. Apenas renova todas estas concepções de sua mente e absorva-se em consciência de KŠa. Tudo mais é prakti. Ao invés de servir a KŠa. e sofre severamente. Tudo o que você vê nesta criação é temporário e está sempre mudando. mesmo após ter visto esta forma de quatro braços. KŠa é a alma de todas as entidades vivas.e tome sanny€sa se assim o desejar. Desta maneira. O seu nome é ViŠupr…y€. O velho fica sempre se lamentando consigo mesmo: . esposos. pai. Você vai tomar sanny€sa? GAURš¥GA CONTA A VERDADE Gaur€‰ga sorriu docemente e disse: . Torna-se completamente apegada ao corpo e ao lar.Passei minha vida toda trabalhando duro para manter e proteger minha esposa e minha família. nada mais pode ser chamado de nosso próximo ou nosso querido. tudo mais é temporário e ilusório. designações temporárias. homem e mulher. Ninguém compreende isso. tudo é falso. chora pelas dores da velhice. Apesar dele estar praticamente surdo e cego. Gaur€‰ga consolou ViŠupr…y€. tristemente se lamenta. o verdadeiro mestre. Tudo o que é visto neste mundo é a impermanente energia externa do Senhor. sofre muitas misérias na velhice. De repente. quem pertence a quem? Exceto os pés de lótus de KŠa. KŠa é o purua. E agora eles me criticam e me rejeitam na velhice. ouça muito atentamente. Mas ViŠupr…y€ ainda pensava em seu esposo como Gaur€‰ga. mãe. sejam homens ou mulheres. ó minha querida. Na verdade. KŠa é o esposo verdadeiro de todo mundo. Gaur€‰ga exibiu Sua forma de ViŠu de quatro braços para Sua esposa. e continua apegado à existência material. E no fim sinto a ira e a enganação daqueles que eu amei. pois estou lhe falando para o seu benefício. ViŠupr…y€ caiu aos pés de lótus de Gaur€‰ga e disse: . Devido ao condicionamento de m€y€. a energia desfrutável de KŠa. Pela união do semem e o óvulo uma entidade viva é criada no ventre. o desfrutador supremo. Sou muito afortunada de ser Sua criada. Entretanto. aceita um outro corpo material. ainda assim.Ouça. diga-me definitivamente. Depois de passar pela infância e juventude. Sei que assumi um baixo nascimento neste mundo miserável de nascimento e morte. Então por que estou sofrendo? . esquece-se do Senhor KŠa. Ela nasce em total ignorância.

Advaita é uma expanção do Senhor Supremo e age como o Guru de toda a criação. estarei logo aqui para lhe dar abrigo. estou Te revelando meu coração. gostaria de ir ir comTigo. Gaura‰ga falou algumas palavras afetuosas. Você é o Senhor Supremo.Prabhu. Nesta ocasião. estou com medo de perguntar-Te.Ouça ®r…v€sa. ViŠupr…y€ pensou um pouco e disse: . com o seu coração queimando de angústia. não importa para onde Eu vá. Advaita šc€rya é adorável nestes três mundos. Cheio de compaixão. De acordo com a Sua própria vontade. ViŠupr…y€ chorou inconsolável. Sorrindo. Você pode fazer o que bem desejar. Deixe também que os outros venham. Assim Locana d€sa canta as glórias de cativar o coração de ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. Por favor. Sentindo-se perturbados e sem sossego. Gaurahari disse: . Então ViŠupr…y€ abaixou sua cabeça para que o Senhor não visse suas lágrimas. ®ac…m€t€ e ViŠupr…y€ sentavam-se juntas e choravam dia e noite. Qualquer pessoa deve em interesse próprio servir Advaita šc€rya. não fique apreensivo diante de nossa separação iminente. perguntou a Gaur€‰ga: . pois eles morrerão se não puderem ver-Te. depois de consolar ®r…v€sa. ouça com atenção o meu conselho. Nunca deixarei a associação de você e dos devotos. vou lhe contar uma coisa. se simplesmente você pensar em Mim dentro do seu coração. Mas se permitires. Ouça Vivambhara. Gaur€‰ga também chorou. completamente independente. uma vez que você Me é tão querido quanto a Minha própria vida. Os devotos encontravam algum alívio sentando-se juntos e discutindo as glórias de Gaur€‰ga. Ele é o rei dos vaiŠavas. Para elas as dez direções pareciam vazias e cheias de escuridão. serei o primeiro a morrer. Gaur€‰ga disse: . Ele apareceu . Quem pode obstruir as Suas ações? O Senhor Gaur€‰ga não respondeu.Ao dizer isso. O Senhor sentou ViŠupr…y€ em Seu colo e tentou confortá-la.Prabhu. Gaur€‰ga disse confidencialmente: . Ele é o Meu melhor amigo. GAURš¥GA CONTA UM SEGREDO A MURšRŸ Dias e noites passaram devagar. o Senhor e Harid€sa visitaram Mur€r… Gupta. ®r…v€sa. Sentindo tristeza ao ver Sua amada. Prometo solenemente isso a você. queimando o coração de todos no fogo da ansiedade.Mur€r….Ouça. Assim. Naquela tarde. parecendo ter ficado louca. amigos e parentes vagavam sem esperança de um canto para o outro. Lembrese apenas que estarei residindo no templo de KŠa dentro do seu lar. ViŠupr…y€ Dev…. o melhor entre os brâmanes.

KŠa é adorado. Para apaziguar Mur€r… Gaur€‰ga disse: . Agora ouça. Por favor. ®ac…dev… chorava amargamente. Você deve saber que Eu existo no interior dos corpos de Gad€dhara PaŠita. mas suas vidas haviam ido embora. o melhor dos doutores. Ouvindo sobre a Sua partida repentina. vou lhe dizer algo confidencial. Advaita e R€mai (irmão de ®r…v€sa PaŠita) Mur€r… Gupta. ViŠupr…y€ e os familiares íntimos do Senhor cairam ao solo inconscientes. Colocando ViŠupr…y€ em Seu colo. Parecia que o sol já não brilhava de dia. O Senhor começou Sua jornada atravessando o Ganges a nado. CAPITULO 13 VI®VAMBHARA TOMA SANNYšSA O EFEITO MASSACRANTE DE SUA PARTIDA Gaur€‰ga acordou cedo pela manhã para realizar os Seus deveres bramínicos.Estarei sempre com você. Seus corpos existiam. Assim. Adorando Advaita šc€rya. as pessoas de Navadv…pa sentiam-se como se seus corações tivessem sido atingidos por um raio. deve-se adorá-lo com grande devoção. Com o coração partido pela tristeza. Todos se lamentavam imensamente da separação do Senhor Gaur€Šga. Todas as entidades vivas estavam sendo massacradas por uma montanha de misérias. Nityan€nda. ®ac…dev…. Sabendo perfeitamente que Gaur€‰ga estava os deixando para tomar sanny€sa. Locana d€sa canta os sublimes passatempos de Gaur€‰ga.Nim€i! Nim€i! . Nim€i PaŠita deveria ir para Kantaka-nagara (Katwa) e tomar sanny€sa do ilustre Keava Bharat… Gosv€m….para o benefício de todo mundo. E ainda haverá mais algum tempo antes que tome sanny€sa. O ar vital parecia ter se esvaído dos corpos dos devotos. Mur€r… caiu prostrado ao solo chorando perdidamente. Você encontrará consolo se abrigando em Minhas instruções. e que os pacíficos cisnes abandoram seus lagos. guarde este segredo em seu coração. Elas simplesmente cairam ao solo e choraram. Ofereceu seus respeitos a Harid€sa e se rendeu na maior humildade. As abelhas renunciaram o seu habitual apego pelas flores de lótus. com os membros pendendo flácidos. . Sua mente estava fixa: Ele iria tomar sanny€sa. compreendeu inteiramente as intenções íntimas do Senhor.

Nity€nanda Prabhu e os devotos comentavam onde encontrar o Senhor. Se for verdade. Outro sugeriu que visitassem Vnd€vana.Gritava ®ac…dev…. dizendo: . Ó. esquecendo-se de vestir-se ou de se pentear. Meu filho me abandonou num estado miserável. numa condição desesperada. Os seguidores de Guar€‰ga resolveram levar Suas ordens muito a sério. Todos diziam que elas sofriam as reações do seu karma. Varanas… ou Nil€cala onde costumam viver os sanny€sis. todos se lembravam das qualidades encantadoras e transcendentais de Guar€‰ga. Um devoto sugeriu procurá-lO em todos os lugares sagrados. Perderam todo o autocontrole devido ao seu estado confusional. deixando-me sem proteção? Você pode imaginar como estou sofrendo? Ó meu filho. Ela dizia: . então todos vão correr atrás de Gaur€‰ga. Cada devoto tentava se consolar lembrando-se dos passatempos que haviam tido com o Senhor. vivendo num estado de semiconsciência. Agora ninguém mais me chamará "mãe!" Até mesmo Yamar€ja. ViŠupr…y€ vivia se lamentando. Às vezes gritava como louca. se esqueceu de mim. Às vezes sentava-se um pouco. Assim. Quem pode dizer algo conclusivo a respeito dEle? Seu caráter é desconhecido dos Vedas e de todo mundo mais no universo. Ela se comportava como uma louca. Você partiu me deixando só. vamos capturar Mah€prabhu e trazê-lO de volta para casa em Navadv…pa. Simplesmente por se lembrarem do Senhor. . mas não é certo. despertará o seu relacionamento conTigo. Para onde Você foi. marcadas em seus corações. Se alguém afortunadamente cantar o Seu nome. os devotos de alguma maneira controlavam seus sentimentos de separação do Senhor. Primeiro deixe-me ir verificar. vou acender um fogo e nele entrar e queimar até a morte. Os devotos sentiam uma dor aguda em seus corações. onde foi meu Nim€i.Como posso existir nesta escuridão? Minha casa parece que vai me engolir e o conselho de meus parentes parece veneno. o senhor da morte. ViŠupr…y€ não falava muito sobre o Senhor Vivambhara. deixando ViŠupr…y€ tão só? Você não liga a mínima para o amor de Seus seguidores. Apesar de ninguém falar. Devido à natural timidez feminina. Levarei alguns devotos comigo. E depois se levantava e começava a andar sem razão aparente. mesmo depois de estudar tanto.Com a guirlanda do corpo do Senhor em meu coração. vendo a escuridão em todas as direções. e então virei contar para todo mundo. Um devoto disse: .Ouvimos dizer que Mah€prabhu foi para Katwa para tomar sannyasa de Keava Bharat…. todos sentiam o doce gosto do néctar. deixando-me só sem um filho? Relembrar Seus passatempos faz o meu coração queimar. Por que Você fugiu.

És um belo rapaz. Quando alguém já tem mais de cincoenta anos de idade. Se tu hesitares. A RECUSA DE KE®AVA BHARATŸ Chegando em Katwa.®r… Nity€nanda Prabhu confortou ®ac…m€t€ e ViŠupr…y€ antes de partir para Katwa junto com Candrasekhara. Vakrevara e outros devotos proeminentes. . ou levantava o Seu dhoti e olhava tudo ao redor. Estando tomado de amor por KŠa. Gaur€ ‰ga corria pela estrada. o que posso dizer-lhe? Mas não Me confundas. Vivambhara pediu a Keava Bharat… que Lhe desse sanny€sa. o maravilhoso Gaur€‰ga corria depressa para alcançar o Seu destino. torna-se elegível para tomar sanny€sa. meu coração treme com a idéia de conceder-Te sanny€sa. Lágrimas rolavam de Seus olhos como uma fonte. Dê-Me sannyasa. com um corpo maravilhoso que nunca conheceu qualquer sofrimento desde o Teu nascimento. Ele amarrou Seu cabelo para trás como se fosse um lutador de Mathur€. Damodara PaŠita. movendo-Se como um elefante louco.Ouça Vivambhara. quem mais pode saber as verdades da auto-realização? Um nascimento humano é raro neste mundo. torna-se naturalmente desapegado do desfrute material.Ó grande sábio e venerável sanny€s…. O Senhor Gaur€‰ga disse: . Não desejo dar-Te sanny€sa. O respeitado Keava Bharat… disse: . o Senhor encontrou Keava Bharat… e caiu aos seus pés para oferecer-lhe respeitos. Vivambhara considerou-Se muito afortunado em encontrar um preceptor tão eminente. Mais a coisa mais rara. é obter a associação com um devoto puro do Senhor ®r… KŠa. o Senhor Nity€nanda e Seu grupo de Navadv…pa chegaram. e mais valiosa de tudo. este corpo pode desaparecer. Além de ti. Eles se comprimentaram com palavras joviais. como obterei a associação com um devoto puro? Por favor. Além disso. não Me confunda. Enquanto falavam. Keava Bharat… lembrou-se do nome de N€r€yaŠa. e pela tua misericórdia serei capaz de servir KŠa. Praticar serviço devocional é ainda mais raro. Cantando "Radhe! Radhe!" num humor de separação. e então. o corpo atrativo de Gaurahari apresentava erupções e arrepios. O Senhor do universo estava saboreando o êxtase de prema enquanto ia para Katwa. E então. Imaginando que tomando sanny€sa iria ajudar a todo mundo. Enquanto isso. o Senhor insistiu em Seu pedido a Keava Bharat…. tens uma jovem esposa e ainda não tens um filho ou filha para com quem ela se preocupe.Foi bom vocês terem vindo até aqui. Num segundo este raro corpo humano pode perecer. Gaur€‰ga sorriu e os saudou: . Às vezes movia-Se devagar.

O onisciente Senhor Vivambhara leu a mente de Keava Bharat….Vam…! Vam…! Noutro momento. dizendo: . Temo em Te dar sanny€sa. tremendo de felicidade. Exibiu todos os sintomas de amor extático a KŠa em Seu corpo. Keava Bharat… contemplava a situação. És o mestre espiritual do mundo inteiro. encontre-Se com Tua mãe e peça-lhe para tomar sanny€sa. dizendo-Lhe: .Primeiro vá para casa.R€sa-maŠala! Govardhana! Preocupado e apreensivo. Com uma voz trovejante como a das nuvens. e pensou: .Por que falas palavras tão rudes com uma pessoa que vem se render a ti? Mesmo se Eu morrer. Aproxime-Se de Tua bondosa esposa e dos outros Teus associados e diga-lhes claramente sobre os Teus planos de tomar sannyasa. Keava Bharat… pretendia sair de Katwa logo que Gaur€‰ga partisse. Keava Bharat… chamou Gaur€‰ga de volta. Vivambhara acariciou amorosamente os pés do renomado santo. Uma noite sonhei que um brâmane havia Me dado o mantra de sanny€sa. Sorrindo docemente disse: . volte até aqui. mas por favor Me escute. assim. quem pode atuar como Teu Guru? Por que estás me afligindo por nada? GAURš¥GA INICIA KE®AVA BHARATŸ Chorando. Deixando-os tranquilos. não deixarei o teu abrigo.Ouça Gaur€‰ga. .Guar€‰ga olhou com tristeza e Seus olhos vermelhos estavam cheios de lágrimas. Sou um tolo por não estar vendo estas coisas.Vou obedecer à tua ordem. Se eu O iniciar. Diga o que quizer. Pensando desta maneira. Ele de mãos postas vai me chamar de "Guru". Enquanto isso Keava Bharat… pensou consigo mesmo: . Vivambhara disse: .Esta pessoa deve ser o Guru do universo inteiro. Agora vou lhe dizer este mantra e tu podes confirmar se ele está correto.Não posso escapar do Senhor cujos poros do corpo são o lugar de repouso de ilimitados universos. Seu corpo se arrepiava e Ele chorava e ria.Hari! Hari! Às vezes assumia a forma curvada em três pontos e exclamava: . Gaur€‰ga partiu para Nadia. Compreendeu que havia se equivocado ao não conceder sanny€sa a Gaur€‰ga. Keava Bharat… disse a Mah€prabhu: . Gaur€‰ga é a vida e a Superalma de todas as entidades vivas. Guar€‰ga disse: .

crianças. cativadas pela beleza mística do Senhor. Quem quer que tenha desposado Gaur€‰ga é a mulher mais afortunada destes três mundos. já haviam encantado os três mundos. correram para verem a forma todo atrativa do Senhor Gaurahari. Lágrimas rolaram se Seus olhos como correntes. pensando assim começaram a chorar em altos brados. E então. Todos louvavam a mãe que dera a luz a um filho de beleza tão deslumbrante. sorriu e pediu-lhe novamente que lhe desse sanny€sa. Qualquer mulher simplesmente morreria ao ouvir que Ele está tomando sanny€sa. Desta forma. A beleza e juventude devem ser utilizadas a serviço do mestre certo. seguindo as ordens de Seu Guru realizou todos os rituais para tomar sanny€sa. velhos. Atônitos. KATWA FICA LOUCA COM A INICIAÇÃO DE SANNYšSA DE GAURš¥GA Todo mundo em Katwa.®ac…dev…. cegos e inválidos. Vou servir o amado mestre e senhor de Minha vida oferecendo-lhe tudo o que tenho. o Senhor Guar€‰ga as chamou e disse: . Ninguém pode tirar os olhos da forma indescritivelmente atrativa de Gaurasundara. a famosa mãe do Senhor KŠa. o completamente independente Senhor Vivambhara iniciou Keava Bharat… e assim se tornou o seu Guru. mulheres. Como podemos tolerar que Ele tome sanny€sa? As pessoas. Eles pensavam consigo mesmos: . Seus cabelos longos. Nim€i dançou em êxtase e cantou alto como nuvens trovejantes: . Sentido compaixão por elas. Gaur€‰ga prestou reverências a Keava Bharat….Ouça Nim€i. eruditos e tolos. Algumas mulheres levavam potes d'água em suas cabeças.E então Gaur€‰ga recitou o mantra no ouvido de Keava Bharat…. Realizando o que havia acontecido. As pessoas ridicularizavam Keava Bharat… por der dado sanny€sa a um jovem tão belo. Keava Bharat… Gosv€m… disse: . Outras permaneciam imóveis. eu Lhe darei sanny€sa. Sem um mestre ou esposo todos os talentos e qualidades são inúteis. a afortunada mãe de Gaurasundara. todos deram vivas. Os . abençoem-Me para que consiga satisfazer Meu desejo de dedicar Minha vida aos pés de lótus de KŠa. O serviço aos pés de lótus de KŠa é o Meu único abrigo. Em Sua pele explodiram milhões de pequenas pápulas de êxtase. Os vaiŠavas tremiam de medo e mordiam a barra de suas vestes durante a cerimônia de raspar a cabeça de ®r… Gaurasundara. ondulados.Hari! Hari! Hari! Seu corpo parecia como o néctar líquido. Todos desejam ter um mestre apropriado.Por favor. No dia seguinte. atados em um coque e decorados de fragrantes flores malat…. é tão gloriosa quanto Devak….

Meu Senhor. E se eu fizer isso. Pela misericórdia de KŠa viverá uma vida feliz e muito próspera. Gaur€‰ga emitia sons em rugido. Ele gritava em êxtase: . Em yugas anteriores. peço-lhe humildemente. estes cabelos levaram as gop…s a abandonarem sua timidez. Por favor. O Senhor Vivambhara disse: .De hoje em diante você pode abandonar este negócio de cortar cabelos. Nunca jamais havia visto cabelos ondulados de beleza tão fascinante.Tomei sanny€sa! UMA VOZ DIVINA PROCLAMA: "®RŸ K¬±¦A CAITANYA” Assim que Keava Bharat… estava dando o nome de sanny€sa. Com tristeza no coração.Ó meu Senhor. agora estavam sendo cortados. por raspar a cabeça do Senhor. O barbeiro percebeu que seria inevitável. Agora compreendo que és o Senhor de toda a criação. Com as mãos tremendo de medo. Lágrimas de prema fluiam sem cessar de Seus olhos vermelhos. Vivambhara estava imerso em ondas de amor a KŠa que se ampliaram centenas de vezes. o barbeiro recebeu esta bênção. ®iva. O Senhor ouviu o mantra de sanny€sa de Keava Bharat… enquanto os vaiŠavas enchiam a atmosfera com os santos nomes de Hari. o Senhor Gaur€‰ga ficou insatisfeito. que cativam os três mundos. uma voz divina proclamou do céu: . suas casas. Suspendendo Seu dhoti. como posso Te cortar os cabelos? Estou tremendo de medo de cometer alguma ofensa contra Ti. o barbeiro recusavase até mesmo em tocar a cabeça do Senhor Gaur€‰ga. Seu corpo irrompeu em pápulas de êxtase. Estes cabelos que o Senhor Brahm€. no entanto insistiu: . Não há ninguém como Tu nestes três mundos. vindo de uma família de classe muito baixa. N€rada e outros semideuses haviam glorificado formalmente. não corte Teus cabelos que são o prazer para o coração de todo mundo. E finalmente voltará para Minha morada no mundo espiritual. Ele disse: . famílias e tudo mais. Todos os homens e mulheres de Kantaka-nagara choravam profusamente. os pés de quem deverei tocar para anular esta aparadha? Sou simplesmente um barbeiro. A raspagem da cabeça e a cerimônia de sanny€sa de Gaur€‰ga ocorreram na auspiciosa constelação de Makara-sankranti no mês de magha. E assim. Ao ouvir isso. O barbeiro ficou preocupado ao ver a insatisfação do Senhor. Rindo a gargalhadas.devotos mantinham-se vivos exatamente por meditarem nos cabelos de Gaurasundara. Não tenho poder para rasparTe os cabelos. Locana d€sa narra este passatempo.

Andas descalço só para mostrar compaixão para com as pessoas em geral. E depois. manifestas um oceano de misericórdia. Os vaiŠavas ficaram atônitos ao ouvirem isso. A noitinha. o Senhor partiu logo de manhã cedo.KŠa! KŠa! KŠa! Num momento o Senhor Caitanya chorava. por favor. Em êxtase Sua pele apresentava milhares de pápulas. Depois de dançarem a noite inteira. para ensinar guru-bhakti (rendição ao mestre espiritual). O coração de Keava Bharat… começou a palpitar de ansiedade ao ouvir isso. Keava Bharat… e os devotos cantaram e dançaram em euforia de prema. ®r… Caitanya andava pela estrada exclamando: . Todos esqueceram-se de si em bem-aventurança transcendental. Ele sentou o Senhor em seu colo dizendo: . Tu me confundistes ao me pedir sanny€sa. Ficava contemplando. Gaur€‰ga reviveu a consciência de todos os vaiŠavas fazendo-os compreender que Ele era o próprio KŠa. Viram que a felicidade da realização de Brahman é insignificante. assemelhando-se aos filamentos dourados da flor de kadamba. sem razão. ®r… KŠa Caitanya passou o dia em serviço amoroso ao Seu Guru.Chame-O ®r… KŠa Caitanya! Pela influência de Bhavat… (Mah€m€y€ na forma de sono) a consciência de todos ficou encoberta. permita que Eu vá para Nil€cala. caia colapsado no chão como se massacrado. Cheio de êxtase. Da cabeça aos pés. no outro ria e gargalhava.. Prema fazia com que lágrimas caissem em Seu peito como o Ganges celestial caindo do topo do monte Sumeru.És a completamente independente Suprema Personalidade de Deus.Hari! Hari! Seguindo a ordem de Keava Bharat…. É por isso que Gaur€‰ga é chamado ®r… KŠa Caitanya. Tu pessoalmente segues as escrituras. Andava com o jeito do rei dos elefantes. Num momento cantava os nomes de KŠa. ®r… KŠa Caitanya circunambulou Seu Guru. pulava excitado cantando "Hari bol! Hari bol!" Às vezes saboreava . Tu sempre cantas os santos nomes do Senhor para estabelecer a prática religiosa de sa‰k…rtana-yajña na Kali-yuga. NITYšNANDA IMPEDE QUE GAURš¥GA SE AFOGUE Gaur€‰ga humildemente tocou os pés do Seu Guru e saiu dali.Por favor. cantaram: . e os pelos de Seu corpo ficavam todos arrepiados. ®r… KŠa Caitanya dançava esplendorosamente. Seu corpo parecia coberto de milhares de pequenos espinhos. me libere também. Sentindo-se felizes ao ouvirem esta mensagem divina. logo a seguir. prestou-lhe reverêncais e pediu a ele: . mistificando o universo inteiro. Para liberar o mundo. Meu querido Vivambhara.

por terem Me capacitado a ouvir estes doces santos nomes! O Senhor Caitanya flutuava no oceano de bem-aventurança de KŠaprema. alguns meninos do local estavam pastoreando suas vacas por ali. logo Me verás de novo. Candrasekhara andou até Navadv…pa. Os devotos encheram-se de ansiedade e pensaram: . Para satisfazer secretamente Seu Senhor Caitanya. Locana d€sa diz: é impossível para mim descrever a cena de partir o coração que aconteceu em Navadv…pa após o retorno de Candrasekhara šc€rya.Cantem! Cantem! Cantem! Que o Senhor os abençoe.Não fiques triste.sentimentos de servidão. não ouviu ninguém cantando os nomes de KŠa. Vivendo a realidade de KŠa-prema. As pessoas de Nadia estavam ansiosas para ouvirem notícias de ®r… Gaur€‰ga de Candrasekhara. Quando este doce som entrou nos ouvidos de Gaurahari. Ele tomou madhukari (esmolar comida) de uma casa. Com correntes de lágrimas correndo de sua face. Quando ®r… Caitanya entrou em R€dh€-desh. ®r… Caitanya levantou Suas mãos e encorajou-os: . em seguida. Não percebeu a passagem dos dias e das noites. Três dias depois.O que acontecerá se o Senhor Caitanya voltar para Goloka? Nityn€nda então exclamou: . Nity€nanda Avadhuta entrou nos corações daqueles vaqueirinhos inspirando-os a cantar os santos nomes de Hari. Todos os vaiŠavas correram para vê-lo. Ele pulou e correu até os vaqueirinhos. bebeu um pouco d'água e comeu um pouco de pras€da.Pelo Meu poder farei com que ®r… Caitanya permaneça aqui! Enquanto isso. Candrasekhara seguiu para Navadv…pa. Ficou tão magoado com isso que resolveu Se atirar na água. num passo casual. CAPITULO 14 OS NAVADVIPA-VASIS CAITANYA SE ENCONTRAM COM O SENHOR AS NOTICIAS DEVASTADORAS Chorando ao se lembrar do Senhor Caitanya. saboreava a doçura de gop…bh€va. e de repente começava a correr pela estrada como um raio. ®r… Caitanya era indiferente à passagem do dia e da noite. Apesar . Andava um pouco devagar. Ao deixar R€dh€desh o Senhor Gaur€‰ga disse a Candrasekhara šc€rya: .

não podiam falar. ViŠupr…y€ estava caida ao solo desesperada. as bestas. ®ac… dev… ficou louca. Até mesmo aqueles que têm o coração de pedra. ou ouvir o Nectáreo jeito dEle falar. alguns devotos foram consolar ViŠupr…y€. Minha vida está coberta pela escuridão.deles desejarem recepcioná-lo. Ouvindo que Candrasekhara havia chegado. seus lábios estavam secos e seu corpo tremia. os pássaros. as árvores e os arbustos começaram a se derreter em lamentação. Uma mulher tem que ter um protetor. ®ac…m€t€ disse: . Como pode continuar vivendo depois de tocar a cabeça de Nim€i com uma navalha? Em quantas casas Nim€i pede esmola? Como Ele ficou de cabeça raspada? Ó meu filho. ViŠupr…y€ chorava e rolava no chão. lembrou-se de seu Senhor e exclamou: . Você deixou Sua mãe só e destituida. desejo apenas morrer aqui. Onde buscarei abrigo? Uma vez que não posso partir. também caiam em prantos. me deixando na escuridão? Pelo resto de minha vida. ViŠupr…y€ disse: . Seu cabelo e roupa estavam em dasalinho. Com o cabelo em desalinho. desfaleceu ao meditar nos olhos de lótus de Vivambhara. ®ac…m€t€ sentiu-se ansiosa e perturbada. Exalava uma respiração quente pelo nariz. Não posso mais beijar Sua doce face e acariciar Seu corpo maravilhoso. Prabhu. Quem poderá ler Sua mente e saber quando Você tem fome? Enquanto mãe ®ac… se lamentava desta maneira. o corpo elegante. Nunca mais irei ver aquele sorriso maravilhoso. Como posso viver sem vê-lo? Separada de Você muitas mulheres morreram antes. Ao recuperar a consciência. Imediatamente prestaram reverências chorando ao verem a tristeza de Candrasekhara. Não posso mais cozinhar e oferecer comida a Você. creio que nunca mais irei vê-lO. O intenso choro e lamentação de ViŠupr… y€ despedaçavam a Terra.Onde está o meu querido Nim€i? Onde você o deixou? Como e onde Ele teve Sua cabeça raspada? Quem foi o sanny€si patife que Lhe deu iniciação? Onde está a compaixão que o sanny€si deve sentir pelos outros? Quem foi este desalmado que cortou os lindos cabelos de meu filho? Quão pecaminoso é este homem que tocou nos cabelos de meu filho com uma navalha. Num momento. para onde Você foi. acabei de morrer. Todos que tentavam consolá-la. Um devoto disse: . sempre continuarei pensando em Você. por que a Providência agora se tornou tão cruel? Minha vida agora está vazia e sem significado. Como esta infeliz poderá continuar vivendo? Ó meu Gaurasundara! Onde Você foi? Estou só desprovida de meu Senhor. Não vendo Nim€i.Ó. Adorei Sua face com os olhos de Cupido. Para onde Você foi? Como ela poderá viver sem vê-lO? Por que este meu corpo pecaminoso não perece imediatamente? Ouvindo isso. correu pela estrada gritando seu nome. Uma vez que não tenho filhos.Senhor! Senhor! Senhor! ViŠupr…y€ chorando fazia todos chorarem.

conforme Ele nos prometeu. o a vila toda caiu na escuridão. Os devotos sentaram-se juntos e falaram: . Seus corpos estavam emaciados. Gaur€‰ga então sorriu e Se despediu de Nity€nanda Prabhu. NITYšNANDA REANIMA OS RESIDENTES DE NADIA Chegando em Navadv…pa. Traga pessoalmente todos os devotos de Navadv…pa para a casa de Advaita šc€rya em ®antipura. não conseguiam enxergar direito. o leão maluco.Onde está o meu filho? Onde Você O deixou? Batendo em seu peito e chorando. alcançá-lO. estava incrivelmente agitada enquanto caminhava para mais perto de Nity€nanda indagando: . os velhos.. Como poderemos viver sem a Sua associação? Ele é famoso por Sua bondade. Assim. Caindo aos pés do Senhor Nity€nanda. os devotos permaneceram silenciosos e taciturnos. Você conhece as atividades do Senhor. crianças e todos os devotos sentaram-se para cantar os santos nomes e aumentar sua lembrança do Senhor. tente controlar-se. Nada podiam fazer além de sorverem a nectárea beleza de ®r… Nity€nanda. o Senhor Nity€nanda viu que as pessoas mal conseguiam sobreviver. Gaur€ ‰ga se recostava sobre Ele e chorava constantemente. tremiam devido à fraqueza e elas mal podiam andar. o Senhor Gaur€‰ga. Sentindo muita aflição. Sendo tão cruel. O Senhor disse um dia: .Ouça ViŠupr…y€. mulheres. ficou atado pelo cantar puro de KŠa-nama. com os seus olhos sedentos.Ouvi dizer que meu filho está voltando para casa. de Sua face de lua.Meu querido Nity€nanda.O fato do Senhor Gaur€‰ga ter tomado sanny€sa nos colocou num estado terrível. Diga aos Meus amigos tudo sobre Mim e que logo chegarei em ®antipura. Sem a iluminante associação do Senhor Gaur€‰ga. Vendo a forma refulgente de ®r… Nity€nanda Prabhu. ViŠupr…y€. Vamos nos lembrar dEle cantando KŠa-nama e assim. ®ac…m€t€ gritou: . Apesar de ter viajado para longe em R€dh€desh. Ficando junto com o Senhor Nity€nanda. ®ac…m€t€. Chorando copiosamente. Ele simplesmente nos abandonou. e andavam aos tropeções. todos recuperaram a vida e correram para vê-lO. por favor vá a Navadv…pa e peça a todo mundo ir ver-Me em ®antipura na casa de Advaita šc€rya. tente ficar tranquila e apenas tente se lembras delas em seu coração. Ele está muito longe? O Senhor Nity€nanda disse: .

De repente. Todos estavam satisfeitos ao contemplarem a forma dourada e magnífica do Senhor. não fique infeliz. Lavou os pés do Senhor e satisfez os devotos com a caranamta de Gaur€‰ga. Quando verei novamente Sua face de lua? ®ac…m€t€ chorava de ansiedade. os fracos e aleijados. ®ac…m€t€. trucidando. Para dar-lhe alívio. . As aflições e ansiedades em seus corações imergiram num oceano de amor. Logo todo mundo de Nadia irá ver o Senhor. tolos e eruditos. Mas quem pode compreender a mente de Mah€prabhu? Advaita šc€rya e o Senhor Nity€nanda Prabhu se abraçaram. os surdos. ENCONTRANDO GAURš¥GA EM ®ANTIPURA Com novas forças. Quando O vi pela última vez em R€dh€desh. Todos estavam muito ansiosos para ver Gaur€‰ga. Atônito ao ouvir sobre a novidade da sanny€sa de Gaur€‰ga. o Senhor Caitanya chegou. Sua beleza irradiava muito brilho. imóvel sem nem piscar. Com a mente cheia de bem-aventurança. ®ac…dev… liderava a procissão de viŠavas. A chuva de néctar que caia da face de lótus de Gaura rapidamente extinguiu a agonia em seu coração. Advaita šc€rya disse: . Sentiram-se como se uma montanha de desespero houvesse caído sobre eles. radiante como o sol nascente. e segurando uma danda de sanny€si. todos muito felizes. ®r… Nity€nanda levou todos para irem ver o Senhor Gaur€‰ga. Sempre perguntava sobre seu filho. O Senhor Nity€nanda disse: . incluindo os menininhos.Sou desafortunado por não poder receber a associação do Senhor. Sons de "Jai! Jai! Hari bol! Hari bol!" enchiam o ar e agitavam ondas de alegria no oceano dos corações dos devotos. moças e velhas. Gaur€‰ga Me enviou para avisar a todos vocês que Ele estará na casa de Advaita šc€rya em ®antipura. Usando uma roupa avermelhada. velhos. Ele disse-Me para ir a Navadv…pa e trazer todos os Seus amigos e familiares para encontrá-lO..Advaita šc€rya Prabhu. contemplava a beleza da face de seu filho querido. Uma explêndida tilaka de sândalo adornava Sua testa. mudos e cegos. o Senhor Gaur€‰ga Se movia como um leão enquanto caminhava pela assembléia de devotos. Não se preocupem. Eles ficaram devastados. os devotos disseram que Gaur€‰ga logo chegaria. ascetas. Gaur€‰ga disse-Me que visitaria ®antipura e que ficaria em sua casa. Os devotos expontaneamente ofereceram reverências ao Senhor Gaur€‰ga. Advaita šc€rya sentou Gaur€ ‰ga numa rica asana. massacrando seus corpos. Mas o Senhor Caitanya não estava lá quando eles chegaram à casa de Advaita šc€rya.®ac…m€ta.

suas vozes falhavam e suas peles encheramse de erupções. tocou um devoto e afetuosamente abraçou outro.®r…v€sa. sirva e tente satisfazer a todos. Todos era lavados pelas ondas de amor divino. o Senhor Caitanya e todos os Seus companheiros honraram a pras€dam na casa de Advaita šc€rya. o veterano entre os devotos. Absorto em bemaventurança. Advaita šc€rya e seu filho se juntaram aos devotos para saborearem o néctar da associação de Gaurahari. todos cantavam "Hari! Hari!" Então. Apesar de antes parecerem mortos vivos.Quando Harid€sa. Naquele instante. suspiraram de felicidade. Falava bondosamente com mais alguém. Ofereceram-Lhe reverências prostrados diante do Senhor. Mah€prabhu disse: . . Locana d€sa fica feliz ao ouvir isso. fala embargada e arrepios. os devotos se esqueceram que Gaur€‰ga agora era um sanny€s…. todo mundo alcançará a liberação. As nuvens de lamentação se dissiparam. Sorrindo. Livre de inveja. totalmente rejuvenescidos pela bem-aventurança. falou com todos os Seus associados. Ele satisfez os desejos de todos os devotos. Mukunda e ®r…v€sa viram Gaur€‰ga. então irei para Nil€cala (Jagann€tha Pur…) e verei o Senhor Jagann€tha. até as altas horas da noite. o Senhor Caitanya cantava Suas próprias glórias. você e os outros agora podem voltar para suas casas. Mur€r…. Choraram profusamente. Estabeleça a prática de cantar os santos nomes e servir os vaiŠavas. Se o Senhor estiver satisfeito coMigo. como lágrimas. O Senhor Caitanya olhou compassivamente para todos os Seus queridos devotos. que sentavam-se aos Seus pés. Amor extático conquistou o reino de seus corações. agora estavam elétricos. Fazendo isso. o Senhor Caitanya sentou numa €sana. ®r… KŠa Caitanya parecia o mestre do universo. Expressando Seu amor divino. Fique em Navadv…pa e obedeça Minha ordem: cante os santos nomes do Senhor dia e noite. Seus corpos mostravam sinais de bh€va. cantaram Hari-n€ma e dançaram alegres. Com Suas brilhantes vestes assafroadas e danda de sanny€sa. Assim. CAPITULO 15 PASSATEMPOS: DE ®ANTIPURA A NILšCALA A ÚLTIMA TENTATIVA DE MANTER O SENHOR Depois que aquela auspiciosa noite passou. todos juntos. tremores. Saboreando a bem-aventurada associação do Senhor Gaur€‰ga.

ofereceu dandavats ao Senhor Caitanya. Por recebermos Teus olhares de néctar. . Um devoto segurou os pés de lótus de Gaur€ ‰ga e chorou. Muitos desejam saborear os frutos de KŠa-prema. Gaur€‰ga chorou de compaixão e disse: . Mas por tomares sanny€sa. nunca visitaremos os locais onde sentastes e falastes da consciência de KŠa. Somos caídos. Não podemos tolerar o sofrimento de ®ac…dev…. Se levantou. Teus pés de lótus são o único objeto adorável para ViŠupr…y€. Nem ouviremos discussões sobre os passatempos confidenciais do Senhor. Choravam e caiam ao solo. como andarás para tão longe com estes Teus pés tão delicados? De quem esmolarás comida e água? Ó querido de ®ac…m€˜€. O que podemos dizer sobre tomares sanny€sa? Mas. és o Senhor independente e nós somos Teus servos. nem nos sentaremos em Seu colo. Os lares dos vaiŠavas parecem muito longe uns dos outros. Tuas cruéis palavras para nos deixar nos enche de tristeza. pecaminosos. Não mais O abraçaremos quando Ele dançar. as árvores do amor estão viscejando. ViŠupr…y€ chora a ponto de despedaçar a Terra. Nosso ar vital se recusa a abandonar estes corpos pecaminosos. seus desejos foram frustrados. Gaur€‰ga controlava cuidadosamente Seus sentimentos. És a casa do tesouro de todos os passatempos transcendentais que desfrutamos. retornaremos tristes para nossas casas depois de Tua partida. Em Tua forma maravilhosa apareces neste mundo para dar abrigo a todas as entidades vivas e dar-lhe o Teu amor. Harid€sa. extendeu Seus longos braços dourados e abraçou amorosamente a todos. A Providência fez Teu corpo cheio de compaixão. morreremos. os mais degradados. Gaur€‰ga. por que agora estás querendo cortar suas raízes? Se alguém deseja acompanhar-Te. Harid€sa. ®ac… m€t€ caiu inconsiente. entraremos no fogo.Gaur€‰ga. A cidade e os mercados de Nadia estão vazios e sem vida. De agora em diante.O Senhor Gaurahari. mal comportados e totalmente desprovidos de KŠa-bhakti. Seu choro genuíno sensibilizou o coração dos devotos. Não mais veremos lágrimas de amor banharem Seus olhos de lótus. Seus olhos estavam cheios de lágrimas e Sua voz entrecortada de amor. Nós. Se fizermos isso. ®r…v€sa. E então. por favor.Quando chegará o dia afortunado em que chorarei assim ao cair aos pés do Senhor Jagann€tha? E quando serei capaz de falar humildemente com Ele? Quando os Meus olhos alcançarão a perfeição por verem a Sua encantadora e atrativa face de lótus? Os devotos não podiam se conter. nem mais O veremos dançar e pregar KŠa-bhakti. Veja como Tua pobre mãe ®ac… agora está só e sem amparo. De outra maneira. com um pedaço de palha entre os dentes. Mur€r… e Mukunda disseram: . Teus passatempos nos confundem. És o amigo dos caídos. leve-o conSigo como associado íntimo. Depois de plantares a árvore de bhakti.

Por que Você está sendo tão cruel conosco indo embora? Meu querido filho. mas e eu? Não tenho ninguém mais na família além de ViŠupr…y€. atrai-nos com a Tua afeição. Mas devido à sua idade avançada. Pediram ao Senhor que mantivesse a promessa considerando todas estas declarações. não nos diga para voltarmos sem Ti. Os devotos irão sempre visitá-lO. mas infelizmente eu jamais irei vê-lO de novo. Isso irá remover as misérias e a lamentação do coração de todas as pessoas. vocês poderão ir para lá Me ver. Você pacifica todo mundo. Os devotos morrerão em separação de Ti. depois nos mata ao ires embora. sejam eles ®ac…m€t€. Então o Senhor ofereceu dandavats para Sua mãe e disse-lhe algumas palavras reconfortantes. O Senhor Caitanya dizia repetidamente: . não se lamentem mais.Ouçam. Por favor. como podes manter o nome de bhakta vatsala (afeiçoado ao devoto)? Como poderás justificar o Teu ato de dizeres adeus à Tua mãe? Quem poderá dar esta notícia a ela? Quando ViŠupr…y€ ouvir isso.Esquecendo-se do conhecimento transcendental. livres de lamentação. desejamos viajar conTigo. Vão para casa e vivam pacificamente com os outros. Por favor considere todas estas coisas e tome Tua decisão final. por favor. com Seu coração ardendo de compaixão. mas regularmente. Advaita šc€rya seguiu o Senhor. a dor em Meu coração aumenta ainda mais. por favor. Sem um momento de hesitação. estão se lamentando falsamente e sofrendo. Primeiro. o Senhor Caitanya disse: . Nestas condições. vou morrer em Sua ausência. Tuas palavras cruéis estão queimando os nossos corpos. Só de ver sua angústia. O compassivo Senhor Gauranga riu e disse: . Quando . Os devotos caíram aos pés de Gaur€‰ga.Não mais ouviremos Teus nectários urros de êxtase durante o k… rtana. não podia acompanhar o passo do jovem Senhor Gaur€‰ga. Teu amor é como a música do caçador que ilude o veado e o leva à morte. Sempre estarei com estes devotos. Sorrindo. ViŠupr…y€ ou qualquer um que Me sirva com amor. irei ficar em Nil€cala. ®ac…m€t€ estava tão desgostosa que não podia sequer manter-se em pé sem a ajuda de outros.Definitivamente. quem nos fez cegos? Ó Gaur€‰ga. morrerá imediatamente. Nosso êxtase aumentará ilimitadamente e inundará o mundo inteiro com oceano de bem aventurança de Hari-n€ma sa‰k…rtana. Certamente residirei em Nil€cala. O que é isso que está Te fechando os olhos e os ouvidos? Como alguém pode viver sem ver Tua face de lua? Apesar de termos olhos. Nunca serei cruel com vocês. o Senhor Gauranga foi rapidamente para Nil€cala. Ela disse: . Os devotos urravam de lamentação.

. Às vezes andava bem devagar. no momento seguinte. desprovido de vida. Da cabeça aos pés. "Hari! Hari!" Ele estava cheio de KŠa-prema. Apreciando este gesto de amor. Pelo caminho até Nil€cala. Entretanto. todos os Teus associados eternos chorarão piedosamente. Chorava. vou explicar tudo para você. Gad€dhara PaŠita. Nity€nanda Avadhuta. Locana d€sa diz que a sanny€sa de Gaur€‰ga não é nada mais do que uma farpa aguda espetando o coração dos devotos. Advaita šc€rya pensou profundamente sobre Gaur€‰ga. não pode haver maior patife do que eu. E então. Narahari. Os devotos retornaram tristes para suas casas. Em separação de Ti. chorava. Outras vezes corria pela estrada como um leão atacando. ®r…v€sa. D€modara e uns poucos outros devotos foram para Pur… com o Senhor. comunicando seu amor através de seus sentimentos. parecendo estar intoxicado. o Senhor seguiu caminhando célere para Nil€cala. Eu nunca vou abandona-lo. ou Se movia devagar. Gaur€‰ga ocasionalmente levantava Seu dhoti e pulava excitado.Meu coração está queimando ao vê-lO caminhando para um país estrangeiro. Ele rejeitava dizendo: . O Senhor Caitanya disse: .Só vou comer KŠa-pras€da (alimento oferecido ao Senhor KŠa) e nada mais. Dando meia volta. Quando os devotos ofereciam comida ao Senhor Caitanya. Lembre-se sempre de nossos passatempos juntos. Gaur€‰ga desejava chegar em Nilac€la em tempo para ver o festival de Dola Purnima do Senhor Jagann€tha. Numa loucura transcendental. dizendo: . Lágrimas fluiam em correntes de seus olhos. ou ria a gargalhadas. por alguma razão meu coração pecaminoso é duro como pedra e não derramei sequer uma lágrima.Ouça šc€rya. Seu corpo estava coberto de pápulas eruptivas devido ao êxtase. Advaita šc€rya disse: . sou controlado pelo seu amor. Lágrimas caiam constantemente de Seus olhos de lótus. Mas. Gaurahari amarrou um nó em Sua roupa.Ouça šc€rya. Como você tem amor puro por Mim. Às vezes cantava os santos nomes numa voz urrante enquanto dançava alegremente. Estou revelando meu coração. o Senhor Caitanya cantava os santos nomes.Advaita šc€rya alcançou o Senhor. com a cabeça cheia de suor. Gaur€‰ga sorriu e abraçou Advaita šc€rya. Ambos ficaram em silêncio. Espero que Tu respondas. Mukunda. Você deve compreender que sempre terei o seu amor coMigo. para representar o nó de amor que havia atado em Seu coração por Advaita šc€rya. A partida do Senhor Caitanya tornou Navadv…pa um lugar vazio. Uma vez que não sinto nada em meu coração. O Senhor Caitanya Se movia rapidamente. onde quer que Eu vá. ficou parado em silêncio.

ordenou-lhe que não se aproximasse mais. como copiosas . Mantendo as mãos sobre a cabeça. Desta maneira. O que vai acontecer comigo. A CONVERSÃO DE UM COBRADOR DE PEDÁGIO Um dia eles encontraram um pecaminoso cobrador de pedágio. Nity€nanda e os outros devotos seguiram o Senhor. Prometo que nunca mais irei cobrar dos peregrinos. ®r… Cairanya não dormia a noite. De repente. Então correu para diante. e viram que o patife do cobrador havia prendido e acorrentado alguns peregrinos. Pelo Seu comportamento o Senhor ensinava às pessoas em geral. o Senhor caminhava cantando os santos nomes: "R€ma raghava. o cobrador de pedágio pensou: . como um leão enlouquecido.Com exceção do pouco de pras€da que o Senhor Caitanya esmolou de algumas casas. Gaur€‰ga sentiu-Se insatisfeito ao ver o choro e o sofrimento daquelas pessoas. Estou convencido que não és ninguém mais do que o próprio Senhor Supremo. O Senhor Caitanya aceitou sua promessa e sorriu satisfeito. Gaur€‰ga investiu de repente para cima dele. detrás de uma fila de peregrinos. entretanto. r€ma raghava. Os sentiram alívio ao verem o compassivo Senhor. choraram de alegria. e o cobrador parou. r€ma raghava raksa mam KŠa keava. o Senhor Caitanya e Seus associados íntimos viajaram felizes para Nil€cala. kŠa keava pahi mam" Gaur€‰ga cantava numa doce voz. Caindo aos pés do Senhor Caitanya. Hare KŠa". mas às vezes Sua voz era embargada devido ao amor divino. Ele não deve ser outro além de Nil€calacandra (o Senhor Jagann€tha). depois de todos estes problemas que causei aos peregrinos? O cobrador de impostos ofereceu reverências prostrando-se diante do Senhor Caitanya e disse com uma voz entrecortada: . não me odeies por eu ser um materialista. Ao ver o Senhor Gaur€‰ga.Nunca vi um sanny€s… tão esplêndido. Ele praticamente jejuou por três dias. com mãos sobre a cabeça. Sentiram-se pacíficos como uma criança amedrontada que vai se sentar no colo da mãe. O Senhor. começou a cantar. passando outros peregrinos. Sem motivo aparente. Sintomas de êxtase espiritual. o cobrador de pedágio. Ele gostava de perturbar os peregrinos que atravessavam o rio a caminho de Pur…. Absorto em amor puro por KŠa. veio correndo atrás do Senhor Gaur€‰ga. O cobrador de pedágio se tornou cheio de bem-aventurança pela consciência de KŠa. ou os animais da floresta que encontram o Ganges durante um incêndio da floresta. kŠa keava.Por favor. "Hare KŠa.

lágrimas e arrepios apareceram em seu corpo. ®r… Nity€nanda
Prabhu e Gad€dhara ficaram jubilantes ao testemunharem isso.
Assim Locana d€sa canta alegremente as glórias de ®r… Caitanya
Mah€prabhu.
A DANDA QUE PARTE CORAÇÕES
No caminho para Nil€cala, o Senhor Caitanya visitou muitos templos e
locais sagrados. Quando via as várias Deidades do Senhor, Gaurahari
dançava em êxtase de bem-aventurança. Um dia, o Senhor deixou sua
danda de sanny€s… aos cuidados de Nity€nanda Avadhuta. Depois
correu rapidamente pela estrada. Gaur€‰ga esqueceu-Se de Sim
mesmo em intenso êxtase de KŠa-prema. Gad€dhara e os outros
correram atrás dEle. Intencionalmente, ficando para trás, Nity€nanda
pensou:
- Como o Senhor pode tomar sanny€sa em Minha presença? Como
posso tolerar que Ele rejeite sua flauta que encanta o mundo inteiro e
a troque por uma vara de sanny€s…? O fato de Gaur€‰ga ter
raspado Sua cabeça e tomado sanny€sa está Me causando dores
incessantes.
Quando a ansiedade de Nity€nanda Prabhu chegou ao clímax, Ele
agarrou a danda do Senhor Caitanya, quebrou-a sobre seu joelho e
atirou-a no rio. Então, ficando com medo da resposta de Gaur€‰ga, o
Senhor Nity€nanda, seguiu atrás dos outros, andando pela estrada
devagar. Quando Se encontraram, o Senhor Caitanya perguntou a
Nity€nanda:
- Onde está a Minha danda?
Nityn€nda ficou hesitante para responder. Gaur€‰ga ficou pensativo
e repetiu a pergunta:
- Onde Você pôs a Minha danda? Fico sentido por não vê-la.
Nityan€nda Prabhu disse:
- Ver Você com uma danda queima o Meu coração. Você raspou Sua
cabeça e tomou sanny€sa. Com se isso não fosse suficiente, ainda
carrega uma danda. Não consigo suportar esta dor. Assim, quebrei a
danda e a atirei no rio.
Nity€nanda interrompeu a fala por um instante, como se o Seu
coração estivesse digerindo as emoções e com uma voz embargada
disse:
- Faça o que Você quizer fazer.
Num humor irado, Mah€prabhu disse:
- Você sempre faz a coisa oposta. Minha danda é o assento de todos os
semideuses. Qual o Seu propósito em quebrá-la? Você é
desassossegado, instável e descontrolado. Sempre age como um louco
ou como um menininho. Você nunca segue as regras de dharma. Você
está além do sistema de varnarama. Seu comportamento é

completamente independente de qualquer posição designada. Se
tento Lhe dizer algo, Você fica furioso.
O Senhor Nity€nanda riu e disse com uma voz entrecortada:
- Eu não sigo as regras e regulações das escrituras. Você sabe de tudo
o que faço, seja bom ou ruim: Você sabe de tudo. Você está dizendo
que os semideuses residem na Sua danda. Mas como posso tolerar
que Você os carregue a todos em Seus ombros? Você pensa sobre o
bem-estar dos outros, mas Eu penso sobre o seu mal-estar. Por que
devo brigar com Você? Cometi uma ofensa, por favor desculpe-Me. O
mundo inteiro vai ser liberado por cantar uma vez o Seu nome. Você é
conhecido como o libertador dos caídos, assim, espero que Me
desculpe.
Sua sanny€sa chocou os devotos. Eles não podem acreditar que Você
raspou os Seus cabelos maravilhosos. Aquele cabelo, que era como
uma encantadora coroa em Sua cabeça, dava prazer a todos. Vendo o
estado de Seus devotos, Meu coração vive queimando. Se Você não
acredita em Mim, pergunte aos devotos. Para o benefício dos devotos,
quebrei aquela danda, que não era uma mera vara, mas sim um
estilete de aço que feria os nossos corações.
Apesar do Senhor Caitanya manter silêncio e paracer estar desgostoso
externamente, no fundo de Seu coração estava feliz. Locana d€sa diz
que ®r… Nity€nanda Prabhu quebrou a danda de Gaur€‰ga porque
Ele conhece todos os mistérios de Mah€prabhu.

CAPITULO 16
VIAJANDO E OS PASSATEMPOS EM NILšCALA
GOPšLA DÁ UMA FLOR A GAURA
Depois de algum tempo Mah€prabhu chegou a Tamaluka, um famoso
local de peregrinação. O Senhor Caitanya banhou-Se no Brahma-kunda
e viu a Deidade de ®r… Madhusudana. Cheio de êxtase de puro amor
a Deus, o Senhor viajou muitos dias até que chegou à vila de Remun€.
Com grande excitação, Gaur€‰ga correu para ver a Deidade de ®r…
Gop€la, que foi instalada por Uddhava em Varanas…. O Senhor
ofereceu-Lhe reverências repetidas vezes. A Deidade de Gop€la veio a
Remun€ para dar misericórdia a um brâmane.
O Senhor Caitanya gritava, "Ó Uddhava", chorava e rolava no chão.
Seus olhos estavam vermelhos e cheios de lágrimas. Gaur€‰ga
circum-ambulava a Deidade de Gop€la dizendo:
- O Senhor de Uddhava.

O Senhor e os Seus devotos começaram a dançar alegremente em k…
rtana, enchendo o céu e a terra com amor a Deus. Com os olhos
vidrados, os semideuses se amontoaram nas nuvens para
contemplarem a festa de sa‰k…rtana de Gaur€‰ga. Com os seus
mil olhos, Indra contemplava o corpo nectáreo do Senhor. De repente,
uma flor caiu do topo da coroa de flores de Gop€laj….
Instantaneamente, Gaur€‰ga a pegou e cantou:
- "Hari bol! Hari bol"
Observando o surpreendente brilho do abençoado grupo de ®r…
Caitanya, o rei do céu prostrou sua cabeça em reverência. O Senhor
dançou o tempo todo até a noitinha. Muitas preparações eram
oferecidas a ®r… Gop€laj…. Então o Senhor Gaur€‰ga e Seus
associados honraram a mah€-pras€da de Gop€la. Gaurahari passou a
noite saboreando KŠa-k€tha e no dia seguinte partiu pela manhã com
os Seus devotos.
Logo ®r… Gaur€‰ga chegou ao rio Vaitaran… onde tomou banho e
bebeu água. O Senhor desejou ter um darana com o Senhor Varaha,
que garante a liberação a todos aqueles que O verem. Então Gaur€
‰ga foi para Yajapur. Certa vez, Brahm€ e os semideuses vieram até
este local e fizeram um sacrifício. Após completar o yajña, eles deram
a vila a um brâmane. Até mesmo a pessoa mais pecaminosa se livra
de todos os seus pecados e alcança uma forma como a do Senhor
®iva se morre nesta vila. Existem literalmente centenas de ®iva-li
‰gas em Yajapur. Gaura-Govinda (nome do Senhor Caitanya)
ofereceu respeitos a elas.
Em seguida, o Senhor Caitanya visitou Viraja, cujas glórias estão
acima da possibilidade de descrição. Por ver este local a pessoa se
libera das reações de milhões de atividades pecaminosas. O Senhor
alegremente prestou reverências a Viraja e orou:
- Por favor, dê-Me prema-bhakti aos pés de lótus do Senhor KŠa.
Continuando a viagem, o Senhor chegou a Navigay€. Ofereceu piŠa,
ViŠu-pras€da, aos Seus ancestrais e Se banhou no Brahm€-kunda.
Depois de realizar os rituais apropriados, Gaurahari e Seus associados
deixaram rapidamente Navigay€, que é famosa como o local do
Senhor ®iva. Nesta cidade há milhões de ®iva lingas como "Trilocana"
(aquele de três olhos) e outras formas de ®iva.
MAIS PASSATEMPOS COM COBRADORES DE PEDÁGIO
Uma hora Mukunda Datta disse:
- Sei que de agora em diante não temos mais que ter medo de
cobradores de pedágio.
Sorrindo de viés, o Senhor Caitanya disse:
- O que posso dizer Mukunda? Tomei abrigo na ordem de sanny€sa. O
que tenho a ver com um cobrador de pedágio?

Mukunda respondeu:
- Contudo, este último cobrador deu-lhe algum trabalho.
O Senhor Caitanya disse:
- Ouça Mukunda, todos os Meus parentes irão Me proteger.
O Senhor citou um verso do Santi-sataka: "Paciência é nosso pai.
Perdão é nossa mãe. A paz eterna é a nossa esposa. A veracidade é o
nosso filho. Bondade é nossa irmã. Controle da mente é nosso irmão.
A terra e nossa cama. As dez direções são nossas roupas. O
conhecimento nectáreo é nosso alimento."
Com um sorriso de bem-aventurança, Gaurahari disse:
- Se estes são nossos parentes, diga-Me por favor, Meu amigo, como
podemos ter medo de alguma coisa? Estes parentes Me trouxeram até
tão longe e cuidaram muito bem de Mim.
Então Gaura, Gad€dhara e uns poucos outros devotos foram de porta
em porta coletar algum alimento.
Enquanto isso, um cobrador de pedágios patife aprisionou Mukunda e
o restante do grupo que viajava com o Senhor. Ele atou Mukunda a
correntes e manteve todo mundo cativo o dia todo. Uma vez que eles
não tinham dinheiro, este desapiedado e pecaminoso cobrador
surrupio-lhes os cobertores e os vendeu. Depois da coleta, o Senhor
Caitanya encontrou Mukunda e o resto do grupo. Caindo aos pés de
Gaur€‰ga, Mukunda Datta disse:
- Senhor, Tuas glórias são incalculáveis. Recentemente disse que não
tinha medo de cobradores de pedágio, mas acabamos de sofrer nas
mãos de um deles. Compreendemos que és Deus, mas agimos como
se não soubéssemos. Para aprender a lição fui mal tratado por aquele
homem.
Gad€dhara falou para Gaurasundara sobre o infortúnio de Mukunda. O
Senhor fez um breve comentário:
- Mukunda, não se preocupe, tudo correrá da melhor forma possível.
Na noite seguinte, o filho de ®ac… apareceu em um sonho para o
cobrador chefe. O Senhor estava deitado na cama de Ananta no meio
do oceano de leite. Lakm… e Sarasvat… estavam massageando os
Seus pés. Os quatro Kumaras, o Senhor Brahm€ e outros semideuses
estavam a alguma distância oferecendo orações. Então, o Senhor ViŠu
vestido como um sanny€s…, falou para o cobrador chefe:
- Um de seus homens colocou Meu devoto em ansiedade.
Após este sonho magnífico, o cobrador chefe, perplexo e assustado,
acordou abruptamente, correndo para se encontrar com ®r… Gaura
Gop€la (Senhor Caitanya). Depois de oferecer dandavats, ele disse:
- És o Senhor que executa passatempos no oceano de leite. Para poder
liberar as entidades vivas, aparecestes neste mundo e tomastes
sanny€sa. És a lua que ilumina a densa escuridão da existência
material. És a meta última de todo o conhecimento védico.
®r… Caitanya Mah€prabhu sorriu e disse:
- Muito em breve o Senhor KŠa lhe mostrará Sua misericórdia.

existem dez milhões de ®iva-li‰gas.Então. Envergonhado por ouvir isso. pápulas se formaram em Seu corpo. o Senhor chegou à vila de Ekamraka. Mah€prabhu visitou novamente a Deidade de Viraja. Além da principal ®iva-li‰ga da cidade. Imediatamente. o cobrador chefe satisfez os devotos dando-lhes novos cobertores. em êxtase assim que olhou para Mahea (®iva). uma morada do Senhor ®iva onde abundam templos de ®iva. Gaur€‰ga começou a correr devido à intensa ansiedade de ver o templo. As águas de todos os locais sagrados se encontram no Bindu Sarovara. perfumes e uma guirlanda de flores a ®r… KŠa Caitanya. chamada "Visvevara". Ao vê-las todos os devotos esqueceram-se dos aborrecimentos da viagem. Ele corria e pulava. Na . Depois de ver a cúpula do templo. dançava exuberantemente com os braços erguidos para o céu. Em seguida o Senhor Se recolheu na casa de um devoto das visinhanças. prestou reverências a todos e foi para casa. Os devotos também recitaram doces orações. Neste instante os devotos se dirigiram ao cobrador chefe: . onde residem o Senhor ®iva e P€rvat…. Em apreciação. O Senhor Gaur€‰ga então o emponderou para pregar a consciência de KŠa naquela província.Um dos teus homens roubou nossos cobertores e nos pôs em miséria. Andando com o jeito de um poderoso leão. O Senhor Gaurahari ofereceu respeitos às Deidades de ®iva e P€rvat…. Neste local também existem muitos locais sagrados (Ekamraka atualmente é Bhubanevara). Depois. conforme o Senhor Caitanya cantava orações ao Senhor ®iva. que garante a liberação para todo mundo que A vê. o sacerdote do templo ofereceu artigos de ®iva-pras€da: polpa de sândalo. aquele homem ficou infundido com amor extático a Deus. Tomou pras€da de arroz do devoto e foi repousar. A terra de Ekamraka parece um sandesh (um doce de leite branco semi-sólido). Uma maravilhosa bandeira tremulava no topo do templo. Deve-se ficar apreensivo em se cometer uma ofensa quando se anda por Ekamraka. POR QUE O SENHOR CAITANYA ACEITOU PRASšDA DO SENHOR ®IVA? Na manhã seguinte. Passou o resto de sua vida adorando o Senhor em sua casa e fazendo sa‰k…rtana dia e noite. um lago sagrado local. Mah€prabhu ofereceu reverências à bandeira do templo antes de entrar em Ekamraka. Seus lábios ficaram vermelhos e lágrimas cairam de Seus olhos. o Senhor Caitanya apresentou sintomas de êxtase transcendental. Ele pôs os Seus sobre a cabeça do coletor chefe. Depois de prestar reverências e deixar o templo. Gaur€‰ga ficou inerte.

A maldição de Bhgu é dirigida aos materialistas desprovidos de consciência de KŠa. por que Gaur€‰ga a aceitou? O próprio Mah€prabhu é o Senhor dos brâmanes. Por que? Porque sua consciência é contaminada. guarde-o em seu coração. Assim Locana d€sa descreve os passatempos transcendentais de ®r… Caitanya Mah€prabhu. Agora ouçam atentamente uma história relacionada com esta. O ÊXTASE DE GAURš¥GA AO VER O TEMPLO DE JAGANNšTHA . Se alguém faz diferença entre Hari (KŠa) e Hara (®iva) enquanto adora o Senhor ®iva. e assim se recusa a aceitar a pras€da de ®iva. por que Ele violou as injunções védicas? Mur€r… Gupta respondeu: . Mas quem aceita tanto Hari quanto Hara como unos. se nos lembrarmos que o Senhor ®iva é o vaiŠava mais elevado. ®r… Gaur€ ‰ga Mah€prabhu veio para ensinar as pessoas o caminho da perfeição. ofereceu reverências para Mahadeva (®iva) e continuou Sua jornada para Nil€cala. você bondosamente acaba de dissipar minhas dúvidas e fez todo mundo também ficar feliz. o Senhor Caitanya logo chegou ao templo de Kapotevara (®iva). Ele não compreende as glórias do Senhor ®iva. Na verdade. ele aceitou alegremente o Senhor Gaur€‰ga como seu convidado. por que o Senhor Caitanya aceitou a nirmalya (pras€da) do Senhor ®iva? Segundo uma maldição de Bhgu Muni. Se alguém adora o Senhor ®iva num humor amistoso. D€modara PaŠita disse: . Nos libertamos do apego material se aceitarmos tais restos.Mur€r….Mur€r…. Então seguiu para Jagann€tha Pur…. ofereceu reverências e banhou-Se nas águas puras do rio Bhargav…. ouçam os passatempos transcendentais de Gaurahari. quando o Senhor ®iva viu o Senhor Caitanya recebendo seu darana. Se você julgá-lo aceitável. que emitem um néctar sempre novo a cada passo. comete uma ofensa e sofre a maldição de Bhgu Muni.manhã seguinte Gaur€‰ga Se banhou no Bindu Sarovara. Uma vez D€modara PaŠita perguntou a Mur€r… Gupta: . Então. e aceita com fé a pras€da de ®iva. a pras€da de ®iva não é aceitável.Ouça D€modara. Entretanto. Como posso conhecer o passa na mente do Senhor? Vou responder-lhe segundo o meu entendimento. certamente desenvolve amor por ®r… KŠa. Por favor. Viajando com os Seus associados. Certamente satisfazemos o Senhor ®iva com oferendas de comida. torna-se querido tanto do Senhor KŠa quanto do Senhor ®iva.

o Senhor Jagann€tha estendeu Seus longos braços e apareceu diante do Senhor Caitanya. O Senhor Caitanya ofereceu reverências repetidas vezes conforme ia andando pela estrada do templo. prestou reverências a Yajñevara. Mah€prabhu disse: . Com uma voz de bem-aventurança Gaur€‰ga disse: . Ele não respondia. o Senhor chorava sem cessar. A refulgência de Gaur€‰ga assemelhava a de milhões de luas. Move os lindos dedos de sua mão direita e está Me chamando. Uma incessante corrente de lágrimas corria de Seus olhos. Imerso em amor a Deus. Cheio de prema. De repente.Venha. deu um pulo e começou a apresentar sintomas de êxtase em Seu corpo. Grandes pápulas de êxtase surgiram sobre Seu corpo. o maravilhoso templo do Senhor do Universo parecia o refulgente cume do monte Kail€sa. mas ficaram imaginando o que acontecera. Apesar de estar vivo. chamando: . Gaur€‰ga caiu prostrado ao solo e prestou reverências. Vendo o Senhor Caitanya prostrado sem Se mover e sem respirar. Lá Ele Se banhou. o Senhor Caitanya prestou reverências para o menino e caiu no chão. Mah€prabhu indagou: . Apesar de não terem visto ninguém. Repousando no alto da colina de Nil€gir…. Gaur€‰ga parecia não estar lá.Alguém de vocês viu um menino sobre o topo do templo de Jagann€tha? Eu vi um lindo menino cuja compleição era brilhante como uma safira azul. Suas vestes avermelhadas pareciam o sol nascente. Os devotos sentiram-se revividos ao verem isso. Atraido pelo intenso amor de Gaura Raya. A tilaka de polpa de sândalo em Sua testa deslumbrava.Olhem! Lá está ele! Aquele menino maravilhoso ainda se encontra no topo do templo. inconsciente. encantando os três mundos. Então o Senhor saiu correndo pela estrada do templo do Senhor Jagann€tha. venha para Mim! O Senhor Caitanya ficou estupefato ao ver o Senhor e rolou no chão. o menino chamava o Senhor para o templo. Ele tem uma face sorridente e um incomparável corpo angelical feito de néctar. Os devotos seguiram o Senhor Caitanya. Uma grande bandeira de seda vermelha tremulava magestosamente sobre o topo das kailas. Vendo o templo do Senhor Jagann€tha refulgir a distância.A distância. os devotos disseram que sim. o Senhor Caitanya viu o maravilhoso templo do Senhor Jagann€tha brilhando como a lua cheia. deu caridade e continuou andando. Movendo seus dedos para cima e para baixo. Gaurahari logo chegou ao logo sagrado conhecido como Markandeya Sarovara. Absorto em KŠa-prema. Gaur€‰ga viu um menino atraente de pé sobre o templo. Está segurando uma flauta em sua mão esquerda. os devotos ficaram chocados e chamavam o Senhor frenéticos.

Ficando detrás da Garua stambha. Lágrimas. Intensos sentimentos de êxtase espiritual surgiram no corpo de Gaur€‰ga. O corpo do Senhor era ouro derretido. Ele Se parece com VaikuŠ˜han€tha ( o Senhor de Vaikuntha) aqui diante de mim. De repente. Ondas de néctar do oceano de amor divino lavavam o corpo de Gaura. Ele imaginou: . Tu és tão misericordioso! Conceda-Me Tua misericórdia! Gaura chorava alto quando o Senhor Jagann€tha desapareceu subitamente. deveras atrativa de ®r… Caitanya surpreendia e aturdia Sarvabhauma. ®r… Gaura R€ya ficou completamente aturdido e caiu ao solo desfalecido. Gaur€‰ga foi rapidamente à casa de Sarvabhauma Bhatt€c€rya. Com cuidadosa assistência de Seus associados. os pelos de Seu corpo ficaram eretos. Seu pescoço era bem modelado como uma concha e Seus longos braços estendiam-se até os joelhos.Ó Senhor Jagann€tha.Nunca jamais vi pessoa de tão indescritível beleza. Neste louco estado de êxtase. alongados como pétalas da flor de lótus. Como resultado. urros e arrepios surgiram por todo Seu corpo. o Senhor entrou pela porta e foi até o Nat Mandir (a área de darana em frente à Deidade). Tinha todos os auspiciosos sinais de um mah€purusa (grande personalidade). imponente como o mente Sumeru. Lágrimas rolaram de cinco ou sete correntes de Seus olhos de lótus. Sarvabhauma mandou seu filho levar Gaurahari para ver o Senhor Jagann€tha e ouvir com atenção o que for que Ele dissesse. parecendo os delicados filamentos de uma flor kadamba dourada. O SENHOR CAITANYA JAGANNšTHA TEM UM DAR®ANA DO SENHOR O Senhor Caitanya disse: . Quando o Senhor Caitanya chegou à Simha-dvara (porta principal do templo). perdeu o controle de Seu corpo e começou a cambalear devido amor extático a Deus. Parecia . Como isso será possível. o Senhor Caitanya contemplou a maravilhosa face de lua do Senhor Jagann€tha sem conseguir piscar os olhos. Contemplar a forma incomum. que recepcionou o Senhor cordialmente e ofereceu-Lhe uma €sana. Sua face angelical brilhava como os raios da lua. Ele possuia amplos olhos. Não há semideus que possa ser comparado com Ele. Seu ombros eram mais poderosos do que os de um leão. Nil€calacandra reapareceu e o Senhor Caitanya ardia de alegria.Estou muito ansioso em ver o Senhor Jagann€tha.. quando Meu coração se enche de apreensão ante esta perspectiva? Sarvabhauma Bhatt€c€rya estava atônito de ver a explêndida beleza de Gaur€‰ga. Perdido na bem-aventurança de pura consciência de KŠa.

então farei a pergunta. estou um pouco receoso de perguntar. Seus olhos estavam fechados e Seus punhos fortemente cerrados. que é o amado Senhor de milhões de Sarasvat…s (deusas do conhecimento).Mah€prabhu.Mah€prabhu. Os semideuses. Arrepiado ao vê-la. Todo mundo sentiu êxtase ao tomar a mah€pras€da do Senhor Jagann€tha. Mur€r… e Mukunda. discutiram filosofia. pois estavam ao par de tudo. Enquanto isso.O que quer que digas é verdade. por favor. D€modara. V€sudeva Sarvabhauma disse: . Eles cantaram as glórias de R€dh€ e KŠa e dançaram exuberantemente. seres humanos. Gaur€‰ga respondeu: . Observando as bem-aventuradas atividades do Senhor o coração de Sarvabhauma se encheu de contemplação e prazer. Quando Gaura-natar€ja parou de dançar. Podes nos dizer por que estavas sorrindo? . Sarvabhauma enviou um homem ir buscar mah€pras€da do Senhor Jagann€tha. GAURš¥GA GLORIFICA A MAHšPRASšDA DE JAGANNšTHA Neste momento chegou uma grande quantidade de mah€pr€sada de Jagann€tha. cães e serpentes vieram receber a pras€da das mãos de Gaur€‰ga.Podes me dizer como foi que te tornastes sanny€s…? Sarvabhauma Bhatt€c€rya estava totalmente confuso com as declarações equívocas de Mah€prabhu. Dançando e cantando "Hari! Hari!" Entrou no templo com os outros devotos: ®r… v€sa. ou só um homem louco. mas se Tu permitires. Sarvabhauma manteve-se cauteloso. diga-me onde nascestes. gandharvas. Então Mah€prabhu honrou os restos do Senhor Jagann€tha. Apesar de Gad€dhara. OS PASSATEMPOS DE GAURš¥GA COM SARVABHAUMA Então Gaurasundara e Seus amados associados voltaram para casa de Sarvabhauma Bhatt€c€rya. enchendo o universo com aquele som. ®r…v€sa disse: . Nity€nanda e os outros devotos virem isso. Não podia compreender nada a respeito do Senhor Caitanya.que um pico de montanha havia caído pelo vento forte. Sarvabhauma: . Depois de tomares mah€pras€da eu Te vi sorrindo em bem-aventurança. Não sabendo se Gaur€‰ga era o próprio Deus. Mah€prabhu prostrou Sua cabeça para oferecer-lhe respeitos e rugiu como um leão. Logo o Senhor Caitanya recuperou a consciência. Novamente o Senhor entrou em transe de euforia divina e fez sa‰k…rtana. ficaram quietos.

O sercedote do templo adorou o Senhor Caitanya.Apesar do Senhor Caitanya ser um erudito vindo de uma boa família. uma vez disse algo incorreto sobre o Senhor Caitanya numa assembléia de brâmanes e de pessoas santas. Candra e os gandharvas não podem obtê-la. perderá toda sua piedade e nascerá como porco. Prahl€da e outros raramente chegam a provar esta mah€pras€da. sem nenhuma posse material e ensinava a renúncia para as pessoas em geral. A noitinha. O Senhor Balar€ma e os sacerdotes do templo também ficaram absortos no humor extático de Gaur€‰ga. Qualquer um que rejeite mah€pras€da. O Senhor Caitanya vivia humildemente. Nunca ninguém vira tão surpreendente cena. semideuses como Indra. Com os Seus olhos que pareciam a flor de lótus toda aberta e a compleição da cor de uma nuvem de monsão. considerando-a comida ordinária. os devotos imergiram num oceano de bem-aventurança. Mas mesmo depois de grande esforço. o Senhor Caitanya retornou à casa de Sarvabhauma Bhatt€c€rya. Agora todo mundo está saboreando esta mah€pras€da. Todo o universo não podia conter o êxtase que o Senhor Caitanya sentia ao ver o Senhor Jagann€tha. Ele disse: . O intenso KŠa-prema fez Gaur€‰ga cair ao solo. o Senhor ficou contente e revelou Seu coração: . tomou um darana do Senhor Jagann€tha. Parecia o monte Sumeru rolando ao solo.Devido à promessa de K€ty€yan…. ENSINANDO O VEDšNTA E A REVELAÇÃO DA SAD-BHUJA Agora ouçam com atenção a um passatempo que foi primeiramente revelado em Puruottama-ketra (Jagann€tha Pur…). Em seguida. Ao verem isso. a quem ele via como o Senhor Jagann€tha móvel na forma de um sanny€s….Ao ouvir isso. ®ukadeva. Aflorando das profundezas do imenso oceano de prema. até mesmo os animais estão recebendo mah€pras€da. Nunca há nenhum defeito em mah€pras€da. tomou sanny€sa numa idade muito precoce. Pessoas tolas pensavam que o Senhor Caitanya era um homem comum. Sarvabhauma. Ele também passava os dias e noites discutindo R€dh€-KŠa prema-tattva com Seus seguidores íntimos. Mah€prabhu honrou um pouco de mah€pras€da. A deslumbrante refulgência do corpo de Gaur€‰ga fez o Senhor Jagann€tha também parecer dourado. Devotos como N€rada. Gaur€‰ga costumava a cantar Suas próprias glórias em associação com os Seus devotos mais queridos. Desta maneira o Senhor Caitanya saboreou a indescritível alegria de tomar o darana do Senhor Jagann€tha três vezes ao dia. que era orgulhoso de sua escolaridade mundana. a face do Senhor Jagann€tha era maravilhosa de ser contemplada. Sem o conhecimento .

Não é o dharma de um sanny€s… cantar e dançar selvagemente pelas ruas. Com outras duas mãos segurava uma flauta próxima aos Seus lábios. Inibido. É melhor que estude o Ved€nta comigo e que volte para a vida familiar. instrua-Me. sabes de tudo. Sabes e ensinas o Ved€nta. Fiquei muito orgulhoso por ter passado minha vida toda estudando e ensinando o Ved€nta. É dito que não se deve tomar sanny€s… no início da vida. num tempo e num só corpo. . Mas ao ouvir a apresentação de ®r… Caitanya sobre o Ved€nta. ficando surpreeso com a franqueza do Senhor Caitanya. este brâmane tomou um caminho muito sério. diga-Me as regras e regulações. de mãos postas ofereceu orações a Gaur€‰ga. O Senhor Caitanya desejava aprender a conclusão confidencial do Ved€nta de se abrigar nos nectáreos pés de lótus do Senhor KŠa. Sarvabhauma. Entrando em êxtase pela consciência de KŠa. Pensou: . Agora. a Providência fez arranjos e agora sou um sanny€s…. compreendi que Ele é favorecido por Sarasvat…. o Senhor Gaur€ ‰ga manifestou Sua forma de seis braços (sad-bhuja). o melhor dos brâmanes. o Senhor Caitanya exibia uma forma de seis braços. segurava uma danda de sanny€s… e um pote d'água. Sarvabhauma caiu aos pés de Gaur€‰ga. Sarvabhauma ficou tomado de êxtase quando viu esta forma transcendental do Senhor. chorando. ofereceu ao Senhor Gaur€‰ga uma oração chamada Caitanya-sahasran€ma: os mil nomes de ®r… Caitanya Mah€prabhu. Mas Tu.Nunca ouvi esta explanação do Ved€nta. Sarvabhauma pensou: . por favor. Ao ouvir isso Sarvabhauma ficou chocado.Não conheço todas as regras. Qual é a regra das escrituras sobre tomar dika? Sarvabhauma. antes de desfalecer. Então Sarvabhauma. Sua face estava adornada com um doce sorriso que parecia um constante fluxo de mel. Aturdindo a todos. sentiu-se envergonhado e hesitante para responder. Agora Ele deve Se retificar e estudar o Ved€nta com profundidade. ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu disse: . Por favor. Num local. Gaur€‰ga apareceu naquela assembléia. explique as regras próprias e a conduta de um sanny€s…. sendo um grande erudito. agora por favor. E com os dois braços junto ao corpo. Sarvabhauma. Apesar de não compreender os deveres de um sanny€s….completo. Então. De repente. Sarvabhauma levantou-se imediatamente para receber o Senhor Caitanya. Ele louvou o Senhor e ofereceu-Lhe um assento. a deusa do conhecimento. Em dois braços levantados o Senhor segurava um arco e flechas.Como este sanny€s… pode saber que estava falando sobre Ele com os meus seguidores? No dia seguinte. Gaur€‰ga e Seus associados retornaram à casa de Sarvabhauma. com voz embargada. que então pode compreender o que o querido de ®ac…m€t€ não era um homem comum.

O dourado monte . apenas tento dizer alguma coisa sobre eles. minha mente se torna absorta e eu falo de acordo com as realizações de minha consciência. tal como um patife tolo. sinto imenso êxtase em meu coração conforme ansiosamente ouço os nectátrios tópicos sobre Gaur€‰ga. eles se purificaram e entraram em êxtase espiritual. um dos eruditos mais famosos do mundo. Todo dia os devotos vinham visitar o Senhor Gaur€‰ga. Gaurahari viajou para o sul até K™rmaketra. Quem pode descrever os ilimitados passatempos do Senhor Caitanya? Uma vez que não posso me controlar. Nesta vila Ele conheceu dois brâmanes. Pela misericórdia destes dois associados eternos do Senhor. Por favor. Agora vou descrever os passatempos finais do Senhor Caitanya. O darana diário do Senhor Jagann€tha enchia o coração de todos com a alegria da consciência de KŠa. Sem considerar os meus defeitos. Vendo a forma estonteantemente atrativa de Gaur€‰ga. ®r… KŠa Caitanya viveu feliz em Nil€cala. SESA . Sarvabhauma Bhatt€c€rya passou seus dias e sua noites feliz cantando os santos nomes do Senhor.Assim Locana d€sa descreve a manifestação de sad-bhuja para Sarvabhauma Bhatt€c€rya em Jagann€tha Pur…. Depois de deixar Jagann€tha Pur….KHANDA CAPITULO 1 O SENHOR CAITANYA VISITA O SUL DA ÍNDIA Todas as glórias a Narahari. tentei recontar todos estes passatempos no šdi-khaŠa e Madhya-khaŠa. As descrições dos passatempos transcendentais do Senhor Caitanya são manifestações de minha consciência de KŠa. Este livro é baseado nas perguntas de D€modara PaŠita e as respostas dadas por Mur€r… Gupta. Assim sendo. diz Locana d€sa. Este oceano de néctar irá inundar o ouvinte de bem-aventurança transcendental. Assim termina o Madhya-khaŠa. Desta maneira. chamados K™rma e V€sudeva. Mur€r… Gupta citou muitos lokas a D€modara PaŠita para explicar os ensinamentos e passatempos transcendentais de ®r… Caitanya Mah€prabhu. mostre sua misericórdia e contemple-me favoravelmente. cujo senhor e a vida é Gad€dhara PaŠita.

Perplexo. o fazendeiro jejuou por dois dias. vá para sua casa. Novamente o Senhor falou do céu: .O eu fiz? Sou o mais baixo entre os homens. Por favor. por favor. Terminando Sua pregação. Com medo e triste. Ele plantou uma grande horta de pepinos e passava a noite inteira tomando conta dela. o misericordioso Senhor falou-lhe do céu: . Agora não se preocupe. Indo até o lado de fora da caverna o fazendeiro pergunto para aquele porco: . cairam prostrados diante dos pés de lótus do Senhor Caitanya.Quem é você? Quem é você? Não houve resposta. ouçam com atenção. um javali devorou uma touceira de pepinos. dancem felizes e deixem que os outros tomem parte. sempre façam sa‰k…rtana. O APARECIMENTO DE JIYADA-N¬SIMHA Ouçam atentamente a descrição do aparecimento de Jiyada-Nsimha. Sentindo compaixão daquele fazendeiro. O fazendeiro se tornou um sem casta e continuou jejuando. Numa noite em que ele não estava de guarda. Gaur€‰ga saiu de lá e viajou célere para Jiyada-Nsimha-ketra. Não há patife maior do que eu. Gaur€‰ga disse: . O Senhor Caitanya os levantou e os abraçou. Ficou pensando se não seria o próprio Senhor que aparecera disfarçado como um javali. amplos e expansivos. Seus olhos eram grandes. Você Me feriu com a sua flecha porque comi os seus pepinos. Ele ia saboreando o doce humor de KŠa-prema.Sou o próprio Deus. Com que propósito vocês vieram a este mundo? Na era de Kali. Os ombros de Gaurahari eram fortes e se assemelhavam aos de um leão poderoso.Ó brâmanes. Ele ficou pensando: . Os brâmanes estavam convencidos de que Gauracandra era na verdade o próprio Senhor KŠa. o fazendeiro ficou imaginando como um animal chucro como um porco pode cantar o nome do Senhor R€ma. Com uma doce voz. O mundo inteiro chorou com eles.Sumeru estava diante deles com Suas mãos auspiciosas e longos braços que chegavam aos joelhos. manteve-se de tocaia com arco e flechas para matar o javali. Chorando. a única religião é o canto congregacional dos santos nomes do Senhor Hari. Um fazendeiro de nome Punruya Goyala viveu por aqui. O javali selvagem cantou "R€ma!" quando foi atingido por uma das flechas do fazendeiro e foi se esconder numa gruta das montanhas próximas dali. Na noite seguinte. Quem faz Harin€ma-sa‰k…rtana possui um raro e valioso tesouro. pecador e descrente. Assim vocês serão liberados do apego material.

despeje leite nesta caverna que você Me alcançará. Em seguida o fazendeiro recebeu permissão para entrar no palácio e contar sua história ao rei. Já que Tu asseguras.Sim. O fazendeiro argumentou: . por favor informe ao rei esta minha história inigualável e maravilhosa. o deus da morte.Está bem. Quanto mais leite era despejado. Mas como seberei que estou livre da ofensa de ter atirado uma flecha naquele javali? Se puder ver com os meus próprios olhos. todo mundo entrou em bem aventurança e começou a cantar os santos nomes de Hari. serei seu servo por toda minha vida. Agora.Ouça ó porteiro. Não se preocupe. Então tuas dúvidas serão dissipadas. O rei irá gostar dela. Então irei informar ao rei e Tu serás minha testemunha. O fazendeiro respondeu: . Ao ouvir isso. ficarei muito satisfeito. O rei ficou atônito ao ouvir que Deus havia assumido a forma de um javali e indagou ao fazendeiro: . pare de jejuar e vá para sua casa. Quando chegou à porta do palácio foi dizendo: . o fazendeiro correu feliz até o palácio real. barriga e pernas.. Deus manterá Sua promessa e irá te contar tudo. Assim. O Senhor disse: . meu senhor. o rei despejou leite na entrada da caverna. Do céu o Senhor disse: . Realizando que uma Deidade do Senhor estava Se manifestando. Se Te tornares minha testemunha. estou imensamente satisfeito com você.Isso é realmente verdade? . irá me punir me surrando. braços. então ficarei satisfeito. O coração do Senhor ficou derretido ao ver a humildade e sinceridade do rei. satisfarei o seu desejo e lhe darei esta bênção. o Senhor preferiu não revelar os Seus pés de lótus. Como posso me purificar? O Senhor respondeu: . um coque de cabelo pareceu. mas ia surgindo a forma transcendental do Senhor: a cabeça e a face. debaixo do chão. Por que você está sofrendo tanto a toa? Você não cometeu nenhuma ofensa.Seu fazendeiro tolo. O rei caiu prostrado diante da entrada da caverna e ofereceu orações a Deus. Desta maneira. De repente. peito. O rei e o fazendeiro foram até a caverna na montanha onde estava o javali.Mas eu O feri com as minhas flechas. Apesar de continuarem despejando leite. Yamar€ja. acredite nas palavras do fazendeiro. tocando instrumentos musicais. para serve a minha vida? Mesmo se morrer. não posso escapar da minha ofensa. O Senhor disse: .Se ouvir Deus dar esta ordem. Deleitado ao ouvir o Senhor falar.Ó rei.Você não cometeu nenhuma ofensa. abandonarei o meu medo. Vamos juntos até lá.Então está bem. O rei continuou: .

O SENHOR CAITANYA ENCONTRA RšMšNANDA RAYA No dia seguinte. Esta é a história da Deidade chamada Jiyada-Nsimha. a jóia mais valiosa entre as cidades que dão prazer aos olhos. Assim. Em grande ansiedade. por favor dê-me a benção que Tu terás o Teu nome posto atrás do meu. . o Senhor ignorou o aviso do porteiro e adentrou ao palácio para encontrar-Se pessoalmente com o rei. o mercador prestou reverências e saiu do templo. o mercador começou a orar para o Senhor em voz alta. vestes e arati. Ninguém ousa incomodá-lo nesta ocasião. Um dia um mercador e duas mulheres foram até ali para terem um darana da Deidade. Considerando-se muito afortunado. onde o rei R€m€nanda R€ya. Quando o porteiro informou-lhe que um grande sanny€s… desejava vê-lo. Depois de verem a Deidade. o coração do rei se encheu de satisfação. foi fazer uma visita ao rei. Absorto no êxtase de KŠa-prema. o Senhor chegou a Kanchi. Sorrindo por dentro. meu Senhor. continuando sua adoração. O misericordioso Senhor respondeu destravando a porta do templo. O Senhor disse ao porteiro do palácio que deseja Se encontrar com o rei.Ó Senhor. O mercador viu a coisa mais espantosa quando reingressou ao templo. Gaur€‰ga e Seu grupo partiram de Jiyada-Nsimha. Entretanto. deixando as duas mulheres presas ali dentro. estava adorando sua Deidade.Não pude anunciar-Te ao rei porque ele está fazendo p™ja em seus aposentos privados. Através da porta ele pode ouvir o Senhor falando com as mulheres. Fez arranjos para um solene mahotsava (festival) em honra à Deidade oferecendo comida opulenta. continuando para o sul.Você não verão os Meus pés. a porta fechou-se atrás do mercador. também se lamentou por não poder ver os pés de lótus do Senhor. o mercador caiu aos pés do Senhor orando: . Abruptamente. Enquanto contemplava o Senhor com devoção. Gur€‰ga ficou na entrada do aposento onde o rei fazia o p™ja. O rei senti-se em êxtase por testemunhar a aparição do Senhor. desejo que tenhas este nome. Enquanto isso. As duas mulheres haviam se transformado em estátuas de pedra e estavam diante do Senhor. o rei se manteve em silêncio. Meus pais deram-me o nome de Jiyada. não despejem mais leite.. Apesar do Senhor Caitanya nunca olhar para a face de um desfrutador dos sentidos. o rei se ocupava em adorar sua Deidade pessoal em seus aposentos privados. Correu de volta até o Senhor Gaur€‰ga e disse: . O porteiro ficou com medo que tivesse ofendido ao rei. uma vez que seu amo se mantivera em silêncio. Locana d€sa canta contente as glórias de ®r… Caitanya Mah€prabhu.

Observando a beleza de Pañcavat…. tomo-o pela mão e andaram para fora. o Senhor reassumiu Sua forma dourada como o Senhor Gaur€‰ga.Como entrastes em minha mente durante minha meditação? Sou extremamente afortunado por pode contemplar os Teus pés de lótus. R€m€nanda R€ya disse: . bem diante dele. o rei começou a meditar novamente. Ele tinha uma flauta. Atravessando o rio Godavar….Por que não estavas atento? Podes Me reconhecer. o melhor entre os sanny€s…s. O Senhor Caitanya disse: . Embrevecido.®r… R€ma! Lakmana! . viu Gaur€‰ga. Estava maravilhado com a esplêndida beleza da forma dourada de Gaur€‰ga. usava um dhoti e uma pena de pavão em Sua cabeça. Novamente viu o Senhor Gaur€‰ga ao invés de KŠa. Gaur€‰ga assumiu a forma de KŠa de compleição azul escura. o Senhor chegou a Pañcavat… onde S… t€. De repente. O rei se encheu de alegria ao ver esta forma. RšMA-BHšVA E A VISITA AO TEMPLO DE RA¥GANšTHA Conforme viajava para o sul da Índia. Locana d€sa assim descreve o maravilhoso passatempo do Senhor Caitanya encontrando R€m€nanda R€ya. Os pássaros. ®r… Caitanya estava continuamente absorto no êxtase de consciência de KŠa pura. o Senhor Gaur€‰ga ficou entrevado de amor e chamava repetidas vezes: . mas vim para levar-te coMigo. Gaur€‰ga apareceu em seu coração.Enquanto o rei meditava em KŠa. Ele pensou: .O que está acontecendo. Estava surpreeso como o Senhor havia aparecido subitamente em seus aposentos privados. O Senhor Caitanya o levantou. folhas. árvores. Confuso. Seu coração se encheu de alegria. R€m€nanda R€ya caiu aos pés de Caitanya. Gaurahari riu alto. sua mente exibiu-lhe a forma do Senhor Gaur€‰ga. R€ma e Lakmana viveram. cantou Hare KŠa e começou a meditar novamente. Novamente. Abandonado a Sua forma dourada. e em seguida manifestou Sua forma dourada na Deidade branca do Senhor que estava sendo adorada por R€m€nanda R€ya. Estava adornado com ornamentos divinos e uma maravilhosa guirlanda de flores da floresta. quem estou vendo? Com firme determinação. o rei parou de meditar e abriu os olhos. trepadeiras e tudo mais refletia a esplendorosa aura de ouro derretido do Senhor Gaur€‰ga. Sorrindo. Então. num instante. Agarrou os pés de lótus do Senhor e ficou inconsciente. Confuso. animais. O rei se levantou respeitosamente e adorou os pés de lótus do Senhor.

Param€nanda Pur… lembrou-se dos ensinamentos de seu Gurudeva. Gaur€‰ga chorou tanto que Seus associados nada podiam fazer para consolá-lO. alto como o monte Sumeru. o Senhor ficou em sua casa para observar a caturmasya. Quando Gaurahari cantava alto os nomes de Hari. Ele terá um corpo transcendental alto. o corpo de Gaur€‰ga mostrou incríveis sintomas de êxtase espiritual. o Senhor Caitanya ficou tomado de lembranças de Seus antigos passatempos aqui. o período de quatro meses de austeridades devocionais. como os filamentos da flor de kadamba. Num momento Gaur€‰ga exclamou: . eles imergiram nas correntes de lágrimas um do outro.Na Kali-yuga. Trocas de sentimentos amorosos ocorreram enquanto olhavam um para o outro. Lembrando-Se de S…t€. Seu corpo dourado. Tomando sanny€sa. Um brâmane chamado Tirumalla Bhatta. pegue-o! E então gritava alto o nome de Lakmana. o Senhor Caitanya foi conhecer Param€nanda Pur…. M€dhavendra Pur…. Tirumalla Bhatta ficou convencido de que o Senhor Caitanya era certamente o Senhor Supremo: a vida e a alma de todo mundo. imaginou qual seria a identidade de Gaur€ ‰ga.Pañcavat… é o lugar onde Lakmana ficou numa cabana tosca protegendo S…t€dev…. Finalmente. Vendo este lugar. O Senhor Caitanya prosseguiu até que chegou ao rio Kaver… e ao templo de Ra‰gan€tha (Senhor R€macandra). disse: ." M€dhavendra Pur… também falou ao seu discípulo. Cativado pela força do amor divino. o malvado demônio R€vaŠa sequestrou S…t€dev…. dourado com longos braços até os joelhos.Mate! Mate! Mate! Noutro momento. Satisfeito com o serviço amoroso daquele brâmane. Gaurahari dançou em êxtase junto com Seus associados íntimos. Vendo esta atordoante exibição de emoções transcendentais. o Senhor N€r€yaŠa aparecerá na Terra numa forma dourada. o Senhor KŠa aparecerá num final de tarde.Pegue-o. que havia citado um verso do V€yu Pur€Ša: "No começo da Kali-yuga. para ensinar a religião de sa‰k…rtana. enquanto R€ma perseguia o veado dourado. Vendo o Senhor Ra ‰gan€tha. Mah€prabhu Se controlou e Se manteve pacífico. todos choravam. Logo após deixar Ra‰gaj…. Ele irá residir em Puottama-ketra perto do Senhor Jagann€tha. Arrepios fizeram os pelos de Seu corpo ficarem eretos. Param€nanda Pur…: . No momento em que Lakmana saiu para procurar R€ma. Ele convidou o Senhor Caitanya para ter a bondade de visitar seu asrama. que apreciava o extático sa‰k…rtana. era uma árvore dos desejos adornada com frutos e flores de KŠa-prema. Seus ombros largos Lhe .

Totalmente esquecido de Si mesmo. Param€nanda Pur… compreendeu que o Senhor Caitanya era o mesmo Senhor que seu mestre espiritual havia anteriormente descrito. Vendo as serenas árvores tala (palmeiras). Absorto em lembrar-Se do Senhor Jagann€tha. um oriense vaiŠava. Você será afortunado o bastante para ver Gaur€‰ga. não serei capaz de vê-lo com os meus próprios olhos. Gaur€‰ga passou o caturmasya às margens do rio Godavar…. Gaur€‰ga dançou em bem-aventurança como um leão enlouquecido em quanto dava voltas em torno da ®iva-li‰ga conhecida como R€mevara. o Senhor Caitanya sorriu e correu para tocá-las. Mah€prabhu dançava como louco junto com os devotos. Sendo um oceano de compaixão e um reservatório de prema. CAPITULO 2 SUL DA ÍNDIA E PASSATEMPOS DE VRAJA MA¦ALA Por favor ouçam ao passatempo de ®r… Gaurahari visitando Saptatala. prestou reverências ao Senhor.O que estás fazendo? Então Gaur€‰ga abraçou-o afetuosamente e começou a viajar novamente.darão a semelhança de um leão e Seu pescoço parecerá tão poderoso quanto o de um elefante. juntou-se ao grupo de Mah€prabhu. ViŠu d€sa. Em seguida. O céu se encheu de jubilantes aclamações de "Jai! Jai! Todas as glórias! Todas as glórias!" As sete árvores tala anteriormente haviam sido gandharvas celestiais que foram amaldiçoados a se tornarem árvores na Terra. Gaur€‰ga não sentia nenhum inconveniente em viajar.H€numan! A‰gada! Sugriva. Nem estava atento à passagem do dia ou da noite. Instantaneamente. Cheio de êxtase de amor a Deus. Ele irá distribuir Sua misericórdia para todo mundo. lembre-se de mim. Em seguida o Senhor chegou a Setubandha. Oferecendo reverências Ele gritava afetuosamente: . Gaurahari perdia todo senso de direção. Meu amigo! Vibhisana! Mergulhado em divino amor a Deus. Flores de lótus desabrochadas formarão os Seus olhos. Infelizmente.®r… R€ma! Lakm€na! Às vezes dizia: . O . Gaur€‰ga visitou Alan€tha. então por favor. Gaur€‰ga o levantou e disse: . De lá o Senhor Caitanya voltou para Orissa. O Senhor os liberou com o Seu toque transcendental.

Atento para esta estrada. Logo Gaur€‰ga chegou a Kamai Natasala e voltou ao Seu caminho anterior. Seu êxtase intensificou e Ele começou a correr como um leão. de repente. Quando o Senhor Gaur€‰ga começou a jornada. animais.Senhor Caitanya ficou muito feliz em ver novamente a forma todo atrativa do Senhor Jagann€tha. Quando Gaurahari entrou na floresta de Jharikhanda. o Senhor Caitanya disse: . Em Nil€cala. Yamun€ e Sarasvat…). Antes que Nsimh€nanda pudesse concluir a estrada. . pérolas. A ESTRADA MENTAL PARA KANAI NATASALA Ouçam os passatempos transcendentais do Senhor Gaurahari que não têm paralelos nestes três mundos. fez com que os pássaros. Esquecendose de sua inimizade natural. Explicando tudo. Um dia. Para o prazer de KŠa. Prestou respeitos a Vivevara ®iva e caminhou até Pray€ga. Erguendo Seus braços sobre a cabeça. Gradualmente. o Senhor Caitanya subitamente mudou de rumo e começou a caminhar por ela. feita de coral. Nenhum dos Seus associados sabia para onde Gaur€‰ga estava indo. viajei por esta estrada. Gaur€‰ga chegou à cidade santa de Varanas…. Sua ansiedade chegou ao ponto de loucura. Para satisfazer seu desejo devocional. bem decorada e elevada em sua mente para facilitar Minha jornada de Puruottama-ketra até Mathur€. Todos os animais da floresta alcançaram a perfeição da vida por receberem o raro presente de KŠa-prema diretamente do Senhor Caitanya. Nsimh€nanda estava triste porque só havia completado a estrada até Kanai Natasala. Os movimentos misteriosos fizeram com que Param€nanda Pur… indagasse o que ocorrera. árvores e pedras chorassem com Ele. jóias e gemas variadas. o lar dos sanny€s…s mais elevados. Gaur€‰ga decidiu visitar Mathur€. o Senhor Caitanya e Seus seguidores saborearam o êxtase de Hari-n€ma sa‰k…rtana dia após dia. os veados e os tigres dançavam juntos muito felizes. Locana d€sa saboreia relatar este inconcebível e bem-aventurado passatempo de ®r… Gaur€‰ga Mah€prabhu. o Senhor Supremo veio levá-lo de volta para casa. onde tomou darana de Aksaya-vata e Se banhou no Triveni (confluência do Ganges. Gradativamente. Seus associados não podiam estar tranquilos. Um dia Nsimh€nanda meditou em uma estrada elevada. ouro. ele havia concebido esta estrada que ia até Mathur€.Nsimh€nanda criou uma opulenta estrada. constantemente cantava "Hari bol! Hari bol!" Locana d€sa diz que ®r… Caitanya Mah€prabhu estava saboreando ilimitada bem-aventurança em Seu retorno a Puruottama-ketra. devotos de diferentes países vinham ficar com o Senhor Gaur€‰ga. de volta ao Supremo.

O SENHOR CAITANYA PASSEIA POR VRAJA MA¦ALA Em êxtase. Compreendo que és na verdade o próprio filho de Nanda Mah€r€ja. Gaur€‰ga sorriu e o emponderou com pleno conhecimento do dh€ma. Vou Te contar os passatempos desde o nascimento de KŠa até a morte de Kaˆsa. Renuk€. Visitou o ar€ma de Jamadagni Muni. Os transeuntes ficavam imaginado a Sua identidade. Com grande esforço.Determinado e movendo-Se como um elefante louco. Mathur€-maŠala é o local favorito dos passatempos de KŠa. Parece ser ®ukadeva ou Prahl€da. desejo que seja o Meu guia no dh€ma. O coração de Gaur€‰ga estava inundado de KŠaprema. o Senhor Caitanya perdeu a consciência exterior. Uma vez que você nasceu aqui e é um grande devoto. De Pray€ga Ele foi para Agravana (Agra). com certeza deve conhecer os diferentes locais dos passatempos de KŠa. o Senhor Caitanya perguntou: . Seu nome Me dá grande satisfação. No mesmo instante o brâmane disse: . o grande guerreiro entre os Daa Avat€ras.Eu não conheço todos os locais. Ao ouvir isso. por favor. Agora.Ó brâmane.Meu Senhor. mas conheço as doze florestas.Você sabe tudo sobre KŠa. Por três dias ficou deitado na poeira de Vnd€vana imerso em Vraja-bh€va. o Senhor Caitanya viu a floresta de Madhavana. De alguma maneira Tu me destes o . um elevado brâmane de Mathur€.Meu nome é KŠad€sa. pensou: . assim. Agora Ele estava completamente louco de amor por Deus. Mah€prabhu seguiu para Vnd€vana. devido à intensidade de Seu êxtase. Andando pela estrada. Viu também Renuk€-grama que foi assim chamada em homenagem a esposa de Jamadagni. e então disse: . quem é você? Qual é o seu nome? O brâmane respondeu: . Por fim Mah€prabhu entrou em Gokula (Vnd€vana). Neste ponto o Senhor Caitanya quase que caiu inconsciente. mostre-Me estes locais. KŠad€sa disse: . pode controlar Seus sentimentos.De onde veio esta personalidade? Sou muito afortunado em ver Seus pés. Depois de ter um darana do rio Yamuna. que sempre flui através de Vnd€vana. À distancia viu o perfil da cidade celestial de Mathur€ Pur…. Gaurahari gritava "škrura! škrura!" Sentindo êxtase de separação de Mathur€. Voltando à consciência exterior. KŠad€sa. Gaur€‰ga riu bastante. Este foi o local de nascimento de Paraur€ma. Mah€prabhu chegou a R€ja-grama. vou Te mostrar todas as l…l€-sthanas (locais dos passatempos) aqui.

entretanto somente os devotos compreendem seu significado. no canto noroeste do palácio e a latrina na parte sul. Com medo de Kaˆsa. (Vasudeva diz que Devak… lavou as roupas com a urina de KŠa em Potra Kunda. KŠad€sa ia narrando: .Em Mathur€-maŠala. onde ®r… KŠa realizou muitos passatempos repletos de rasa. Veja a casa de Uddhava ao norte. . Mah€vana é próxima ao Yamun€. De repente. Ouça atentamente a esta história. enquanto Vasudeva estava levando seu filho. Estas são as sete florestas localizadas na margem ocidental do Yamun€. A floresta de Bahulavana existe a noroeste de Mathur€. A noite toda Gaur€‰ga ficou na casa de KŠad€sa falando sobre Mathur€. A duas milhas ao norte de Mah€vana está a floresta de Loh€vana. veja esta floresta que margeia Mathur€ nas três direções. ao norte e ao leste do palácio de Kaˆsa e um lugar para sentar ao norte. KŠad€sa disse: . Veja o palácio de Kaˆsa onde se situava no canto sudoeste da cidade de Mathur€. A colina de Govardhana ergue-se magestática a quatro milhas a oeste de Mathur€. Agora vou descrever as cinco florestas na margem oriental do Yamun€.conhecimento de todos os locais e passatempos de ®r… KŠa em Mathur€-maŠala. Kumudvana fica a sudoeste. Existiam duas portas. Existem cinco florestas na parte oriental do Yamun€ e sete na margem ocidental KŠa realizou passatempos em ambas as margens. no pracina (velha) janmasthana.Senhor Caitanya. KŠa urinou em seu colo. o Senhor Caitanya o colocou em Seu colo e começou a cantar as glórias do Senhor KŠa. Agora vou mostrá-las a Ti. que é atrás da atual Janmasthana). O Yamun€ flui do este para o sul. Veja onde havia a prisão. No dia seguinte o Senhor Caitanya fez os Seus deveres matinais de acordo com as regulações védicas para um sanny€s…. A oeste de Mah€vana há uma floresta chamada Visva. ®r… KŠa desfrutou muitos passatempos bem-aventurados nestas doze florestas. Vasudeva levou embora o seu filho KŠa. Kamyavana não é longe de Mathur€. na margem oriental do Yamun€. Oito milhas ao norte está a floresta de Vnd€vana. Chamou KŠad€sa e começaram o parikr€ma. K€lya-daha fica na margem oeste do Yamun€. o rio Yamun€ é mais afortunado porque KŠa realizou muitos passatempos em ambas as margens. Ele estava ansioso para começar. Aqui Vasudeva sentou-se depressa. Contente com o brâmane. Bilvavana e Bhadravana estão localizadas junto ao Yamun€. margeando o Mathur€. Talavana e Madhuvana estão situadas quatro milhas ao sul de Mathur€. Veja os dois gaths ao norte e ao sul do forte. Khadira-vana é ao norte. que é chamada Mutrasthana. O palácio de Kaˆsa em Mathur€ situava-se perto do Yamun€. a oito milhas de Mathur€. A floresta de Bhandiravana fica mais ao norte. e KŠa acabou de urinar nesta pedra.

por favor ouça atentamente os passatempos que KŠa certa vez realizou nas margens deste lago conhecido como Setubandha-sarovara. arrastou o corpo do demônio criando um canal chamado Kaˆsa-khali. Quando KŠa matou Kaˆsa. KŠad€sa disse: . Perto dela estava a arena de luta de Kaˆsa.Ó meu Senhor. Mais ao sul fica Kaˆsa-kupa. Sua voz faltava e Sua face se iluminava com um matiz avermelhado. Gaur€‰ga sentia grande felicidade ao ouvir estas coisas. . KŠad€sa continuou narrando as glórias de Mathur€-maŠala: . A casa de Vasudeva fica a sudeste. Seu corpo se cobriu de arrepios da cabeça aos pés. ao sul do palácio. Estes são os doze ghatas. Koti-t…rtha. Como que Você apareceu como o Senhor R€ma? Esta forma da Suprema Personalidade de Deus era completamente controladora dos Seus sentidos. R€dh€ sorriu. Mahea-t…rtha. Veja só o local conhecido como Rangabhumi.A leste da casa de Uddhava está a casa do lavador de roupas de Kaˆsa. A casa de Kubja fica ao sul. R€ma construiu uma ponte através do imenso oceano com árvores e pedras.Veja a casa de Ugrasena bem a nordeste da casa de Vasudeva.Se Eu jogar árvores e pedras no oceano elas na certa deverão flutuar. Você pode fazer isso agora? KŠa. De acordo com as suas realizações. e os pelos de Seus corpo estavam eriçados. Sinto enorme dor ao Me lembrar disso. Ouvindo isso de KŠa. fazendo com que os pelos ficassem eretos como os filamentos de uma flor de kadamba.Agora leve-Me para a casa de Uddhava. ¬i-ghata. achando que KŠa estava mentindo. ao sul do templo de Gatasr€ma. R€dh€ respondeu: . O Senhor Caitanya disse: . um poço escavado por Kaˆsa para afogar KŠa. Saptat…rthaghata. O Senhor Gaur€‰ga chorava alto em êxtase. Uma vez KŠa veio aqui com R€dh€ e disse: . O poço a sudoeste é chamado Ag€stya-kuŠa.Sou o mesmo Rangan€tha (R€ma) que matou R€vaŠa com a ajuda dos macacos. Setubandha-sarovara fica ao norte dali. O Pray€ga-ghata.Não conte mentiras. supremos entre os t… rthas. disse: . KŠad€sa continuou: . Bodhi-t…rtha e Ganea-t… rtha ficam ao sul. Mais a leste a residência do florista. Tinduka-ghata. Uma Deidade de Gatasr€ma está em Viranti-ghata. conte-Me sobre os passatempos de KŠa lá. onde KŠa falou certa vez com este Seu devoto íntimo.Ao ouvir isso o Senhor Caitanya começou a chorar. Quando KŠa perguntou curioso do que Ela estava rindo. Não é possível que Você Se comporte como Ele. O Viranti-ghata (Vir€ma) fica bem ao sul de lá. rindo sorrateiramente do desafio de R€dh€.

não tenha tanto falso prestígio. As doze florestas ocupam quarenta e oito milhas. Congratulando-se com KŠa.Ó meu Senhor.Ao norte de Setubandha-sarovara fica o Saptasamudra-kunda. No dia seguinte o Senhor Se banhou e continuou o seu extático parikr€ma. onde os seis filhos de Devak… foram arremessados contra uma pedra e morreram.Tragam as árvores e as pedras. A noite parecia terrivelmente longa. Lá está o local onde Kaˆsa aprisionou Vasudeva e Devak…. KŠa disse: . Aqui. o local onde havia o palácio de Nanda Mah€r€ja. fazendo-as flutuar. Locana d€sa também sente enorme prazer em descrever as glórias do Senhor Gaur€‰ga. Esta floresta é chamada Mah€vana. Assim. o pecaminoso Kaˆsa a atirou contra uma pedra para matá-la. atravessou o Yamun€. KŠa exibiu Sua forma de ViŠu de quatro braços para Vasudeva e Devak… neste local. KŠad€sa continuou: . Aqui está o Daavamedha-ghata com o Soma-t…rtha ao sul. N€rada Muni falou a Kaˆsa sobre o nascimento de KŠa. Eles visitaram o Samyamana-t…rtha.Muito bem! Muito bem! Entretanto R€dh€€Š… exibiu um sorriso de satisfação porque KŠa havia feito a ponte apenas para Seu prazer. nós vamos trazer as pedras. Depois de viajar pelos locais sagrados de Mathur€. este local é conhecido como Setubandha-sarovara.As gop…s disseram: .Muito bem. Vasudeva chegou até aqui com o seu bebê e O trocou pela filha recem-nascida de Yaoda. O Sarasvat…-kunda fica ao norte do palácio. enquanto que Vasudeva usando uma jumentinha como guia. Vamos ver os locais dos passatempos do Senhor KŠa. KŠad€sa prosseguiu: . Ó Kanai. onde Yaoda dava a luz a uma filha. Pensando que a menina era filha de Devak…. As gopis trouxeram pedras e árvores e KŠa as atirou na água para fazer a ponte. e Eu construirei a ponte sobre este lago. Este é o ponto de onde Vasudeva carregou o bebê KŠa e os guardas de Kaˆsa estavam dormindo. Mathur€-maŠala tem uma área de vinte yojanas (160 milhas). as gopis disseram: . O colar do Senhor uma vez caiu num lago ao sul do Soma-t…rtha. o Senhor Caitanya foi esmolar e descançar. Neste local Vasuk… protegeu KŠa com os seus capelos. Nunca ouvimos dizer que pedras flutuassem na água. O Senhor Caitanya ficou feliz ao ouvir este passatempo de R€dh€ e KŠa. devido à intensa ansiedade do Senhor em ver Vnd€vana. alguns outros kundas e então circum-ambularam o palácio. E Você vai nos mostrar como fazer a ponte. que possui uma corrente subterranea chada Naga-t…rtha. Mas a criança escorregou de .

KŠa trocou um punhado de grãos por uma cesta de frutas. Lá está a incomparável floresta de Bhandiravana. Kaˆsa começou a perseguir todas as pessoas religiosas. Vivambhara. Yaoda veio correndo. ficou cheio de amor extático por KŠa e caiu inconsciente. Depois de fazer um festival em honra ao seu filho.suas mãos e ascendeu aos céus rápido como um raio. puseram todos os seus pertences em carros de boi e partiram para Vnd€vana junto com as gop…s. Quando KŠa tinha uma semana de vida. foi realizada a cerimônia de dar o nome de KŠa. Aos seis meses. o Senhor ®iva. Neste local KŠa subiu num ulukhala (grande pilão). Ele matou o demônio em forma de carro quando tinha um mês. Aqui KŠa escavou um poço (Venu-kupa) para matar a sede de Seus amigos. Neste local Nanda Mah€r€ja uma vez pediu a R€dh€ que tirasse KŠa de seu colo e O levasse para casa. vacas e crianças. R€dh€€Š… sentia intenso amor por KŠa. Veja a vila de Gokula. A casa de Sundara Gopa fica ao sul daqui e a casa de Upananda fica no meio da vila. Mãe Yaoda amarrou KŠa ao pilão para punir seu filho por roubar manteiga. Neste momento. Aqui é o Saptasamudra-kunda e a casa de Ayana está situada na parte ocidental da vila. A floresta onde R€vaŠa fez austeridades fica a oeste. Nanda Mah€r€ja e outros vaqueiros decidiram deixar Gokula devido às atrocidades de Kaˆsa. Depois de algum tempo o Senhor voltou à consciência exterior e pediu a KŠad€sa que continuasse. Apesar dEla não expressar. Segurando a manthana-danda. Vasudeva estava alarmado. KŠa também matou o demônio em forma de turbilhão de vento. R€dh€ estava surpreesa com o Seu comportamento. Quebrando o pote que estava dependurado para evitar saqueadores. KŠa mostrou a Sua forma Universal para mãe Yaoda. KŠad€sa: . Neste ponto. ouvindo todos estes passatempos maravilhosos. Aqui KŠa misericordiosamente liberou Yamal€rjuna. Ele lambuzou Sua boca de manteiga. Seguindo a ordem de Nanda. Tnav€rta. KŠa dançou aqui. Ele matou a demônia P™tan€. Deixando o leite derramar na fervura. R€dh€€Š… abraçou KŠa e O beijou afetuosamente. D€modara e Seus amigos gopas costumavam pastorear os bezerros aqui. Diante de Ti está a encantadora floresta de Loh€vana. Veja a encantadora Deidade de Gopivara. Nesta ocasião. situada ao sul de Mah€vana. Ao norte fica o arama de Durv€sa Muni. Kaˆsa imediatamente começou a orar para ela. Nanda Mah€r€ja foi até Mathur€ se encontrar com Vasudeva. Enquanto pretendia comer argila. Daquele dia em diante. Nervoso e com medo. Gaur€‰ga. . aconselhando-o a proteger o seu bebê KŠa contra as atrocidades do tirano Kaˆsa. KŠa arranhou o peito de R€dh€ com Suas unhas.Um dia Upananda. Kaˆsa ouviu uma mensagem do céu predizendo sua desgraça. Na manhã seguinte.

Lembrando-Se de Suas vacas queridas. o Senhor Caitanya ficou absorto em Vraja-bh€va. Quando KŠa brincava com os gopas.Vou matar aquele patife Dhenuk€sura! Completamente alheio do que estava à Sua volta. Nesta árvore kapitha.Neste local KŠa matou Agh€sura. Ao lado do Yamun€. segurando-o pela cauda e pelas pernas traseiras e esmagando-o contra o chão. Chorando e fazendo sons como um pavão. um bastão e um chifre de búfalo. Ao ouvir isso.®yamal… Dhaval…! E dizia irado: . o irmão mais novo de P™tan€ e Bak€sura. o rio Yamun€ costumava correr por aqui. KŠad€sa pensou que Gaurahari fosse Yaduvira (o herói da dinastia Yadu). Aqui o Senhor Brahm€ sequestrou os meninos e os bezerros. Gauracandra voltou à consciência exterior.usando um turbante na cabeça e uma vara na mão. Às vezes KŠa corria pelo chão tentando agarrar a sobra dos pássaros que voavam no céu. Aqui Bak€sura tentou pegar KŠa com seu bico e engoli-lO. brincando de esconde-esconde. KŠad€sa prosseguiu: . levava uma flauta. Mas KŠa sentiu frio por ter ficado n'água. Ele gritava: . KŠa ficou aqui em Govardhana por um ano.Depois de deixar Gokula os vaqueiros atravessaram o Yamun€ e foram para Chattikara (em Vnd€vana). KŠa matou o demônio Vatsaka (Vats€sura). Ele subjulgou aquela terrivel víbora e a expulsou de Vnd€vana. em K€liya-daha. KŠa gostava de entreter Seus amigos imitando perfeitamente vários animais da floresta. Apesar de não ser agora visível. Imediatamente. ofereceu orações maravilhosas ao Senhor nesta ocasião. Brahm€ confuso. Balar€ma matou Dhenuka e comeu as frutas de tala bem aqui. Seus olhos ficaram rubros devido às emoções extáticas. Amarraram os bezerros na raizes de uma árvore kapitha. KŠa pulou desta árvore kadamba para os capelos de K€liyanaga. o Senhor repetidamente chamava: . Locana d€sa diz que o Senhor Caitanya ficou em Bhadravana e Bhandiravana por dois meses enquanto sentia imensa alegria em Seu coração.Ó irmão! Irmão! ®r…dama! ®r…dama! Cheio de sakhya-bh€va. esquecendo-Se de tudo. Depois de algum tempo. começou a correr por ali como um menininho. Gaurahari abraçava uma árvore. Pegou KŠad€sa e continuaram o parikr€ma de Vraja. no humor de um vaqueirinho. . e depois corria. KŠad€sa ia dizendo: . O corpo de Gaur€‰ga se encheu de arrepios. Aqui eles arrumaram seus carros de boi em semi-círculo. o Senhor Caitanya às vezes chorava e perdia o controle sobre o Seu corpo. KŠa saiu de sua boca e o matou bifurcando o seu bico. KŠa começou a comandar as vacas.

Perto daqui. Eles construiram suas casas aqui. em Dvadaaditya-ghata. Veja só a Deidade de K€liya-d€mana. KŠad€sa continuou: . Ele subiu numa árvore kadamba. KŠa uma vez subiu nos ombros de ®r…dama no humor do Senhor N€r€yaŠa cavalgando o dorso de Garua. Este caminho estreito pela colina era antigamente usado pelas pessoas de Gokula e Mathur€. Contemplando sem piscar os olhos. Às vezes prestava . elas iam se banhar nuas no Yamun€. KŠa costumava cobrar taxas das gop…s quando Ele as atravessava de barco. o Senhor Caitanya ficou cheio de Vraja-bh€va. Neste local KŠa salvou os meninos e as vacas de serem devorados por outro incêndio florestal. Deixando as suas roupas e ornamentos na margem. Neste local KŠa engoliu o fogo da floresta para salvar as vacas e os Seus amigos. Com a idade de sete anos KŠa levantou a colina de Govardhana para proteger os vrajabasis da ira de Indra. as vacas correram céleres até KŠa. Depois das gopis satisfazerem KŠa. Ele caiu ao solo e tingiu de vermelho as pedras com o toque de Suas mãos de lótus. os vaqueirinhos foram esmolar comida para as esposas dos brâmanes yajñicos. Estes são apenas alguns dos muitos locais onde KŠa desfrutou de Seus passatempos transcendentais. aqui perto. Bem diante de Ti está Vnd€vana que é repleta das mais encantadoras árvores munjavat… e isika. Nesta área. a colina onde os vaqueiros foram se abrigar depois de terem deixado Gokula com medo de Kaˆsa. Ouvindo a doçura deste som. Baladeva o matou batendo na cabeça do demônio com o punho. mas todos os pássaros. Logo ali. doze sóis vieram aquecê-lO. Não só as vacas. Ele devolveu-lhes as roupas e ornamentos. Um dia. o demônio Pralambha raptou Balar€ma e O carregou para longe em seus ombros. sentou-Se num galho e sorriu maroto. onde as gopis solteiras executaram votos e adoraram K€ty€yaŠ…-dev… para poderem se tornar servas de KŠa. Locana d€sa diz que ®r… Caitanya Mah€prabhu sentiu grande alegria em Seu passeio por Vraja-maŠala. Neste ponto. Seu corpo dourado ficou inteiro coberto de um brilho avermelhado.Este local é conhecido como Cira-ghata. Alguns bezerros pararam de mamar em suas mães e algumas vacas pararam de pastar a grama tenra. as vacas uma vez se perderam e KŠa as chamou de volta com a Sua flauta. o Senhor Caitanya às vezes abraçava as pedras. Vendo as pedras manchadas de leite. para o prazer de KŠa. Sem esforço. Esta é Nandivara. No topo desta colina está Dan-ghati onde KŠa desfrutava Sua l…l€ de cobrar taxas das gop…k€s. Hari apareceu de repente e roubou-lhes as roupas.assim. Este é o Man€sa Ga‰g€ que fica no lado nordeste da colina de Govardhana. bestas e animais de Vnd€vana ficavam encantados pelo doce e cativante som da mural… (flauta) de KŠa.

Destruindo o orgulho de Indra. Indra adorou KŠa como o Senhor Supremo entre todos os semideuses. levantou os braços sobre a cabeça e fez sons de rugido. Outras vezes chorava alto "R€dh€! R€dh€! Pague-Me uma taxa!" E caia desmaiado no solo de Vraja. Sarvapapaharana-kunda fica ao lado sul da colina. R€dh€ uma vez realizou a Kadamba-vil€sa. KŠad€sa alertou: . Veja o Brahm€-kunda onde o bebê KŠa era banhado. Gaur€‰ga Se levantou. Ele os atacou e os atormentou com suas nuvens de chuva. Nanda Baba foi se banhar logo cedo no Yamun€. Rindo a gargalhadas. Com a voz embargada e lágrimas. apesar de fora da estação. Indrakunda. o Senhor Caitanya contemplou a floresta de Aoka. Humilhado por "um mero vaqueirinho". KŠadasa disse: . cantou os nomes de R€dh€ e KŠa. pedindo-lhe que descrevesse a ®r… Rasa-maŠala. KŠad€sa disse: . KŠad€sa sorriu e ficou confuso ao testemunhar esta cena surpreendente e ao sentir o maravilhoso aroma. Para obter um darana de ®r… KŠa. Como KŠa interrompeu sua adoração. Um pouco mais tarde despertava e colocava uma pedra no colo. A Deidade chamada Hari R€ya vive no topo da colina. nós ainda devemos ver mais locais. Na colina de Govarnadha também estão o Brahm€-kunda. encheram-se de flores. Gop€la R€ya reside na parte sul da colina de Govardhana. Instantaneamente. Neste local ®ri KŠa uma vez realizou alguns passatempos. Ao norte está a floresta de Aoka. todas as árvores se encheram de flores e frutos. Gaur€‰ga interrompeu KŠad€sa. Varuna Deva raptou Nanda. na lua cheia do mês de kartika. Indra muito orgulhoso esqueceu-se de sua posição. KŠa e as gopis realizaram a rasa-l…l€ na rasa-maŠala de lá. Indra tentou punir os vrajabasis pela sua insubordinação. apesar de não ser a estação adequada. Hari subiu a colina. tente Te conter e não fiques tão excitado. Ao sul da colina. estas árvores aoka. exclamou "®r… Rasa-maŠala!" e caiu no chão. Veja só Indra-aradhana (Aniyora) e o local do festival de Annakuta. Com os olhos vermelhos e úmidos. ventos fortes e raios. Gaur€‰ga ficou impaciente e entrou num humor de lamentação. Rudra-kunda. Surya-kunda e Moka-kunda. Olhe! Bem a leste de Govardhana está a floresta de Kusuma.No topo desta colina. Uma vez. Um segundo depois. Banhar-se neste cinco kundas oferece os mesmos resultados de se banhar em todos os outros kundas. Neste ponto.R€dh€ e KŠa desfrutaram a rasa-l…l€ aqui! KŠad€sa ficou atônito ao ver a extraordinária exibição de amor extático a Deus do Senhor Caitanya.reverências. E continuou narrando: . pulava dizendo repetidas vezes: . Por favor. Ao ouvir isso.Aqui R€dh€ e KŠa desfrutaram a dança da r€sa. Uma vez durante dvadas….Meu Senhor.

Assim que KŠad€sa disse isso. voltem para suas casas e sirvam aos seus esposos. Tua sanny€sa é falsa. as ondas de prema encheram a terra e o céu. Sendo solicitado pelo Senhor Caitanya.Aqui KŠa falou para as gop…s os deveres de uma mulher. Descartando sua timidez feminina.Por que vocês. Os pássaros e os animais ficaram loucos de amor extático por KŠa. Seus cabelos. Mesmo fora da estação. cucos cantavam melodiosamente e abelhas zumbiam por todo lado. KŠad€sa respondeu: . mas estou a ponto de perdê-lO. Sob esta kalpa-taru. A DANÇA DA RšSA KŠad€sa disse: . diga-Me o que aconteceu. Louvando a r€sa-l…l€. A poderosa agitação de Cupido forçou-as a correr para KŠa. KŠad€sa começou a falar novamente. Veja só Govinda R€ya a Teus pés.KŠad€sa. KŠad€sa disse: . O coração de Gaur€‰ga ficou inundado de amor extático por Deus ao ouvir estes tópicos de KŠad€sa. Assim que Ele mergulhou no oceano de Vraja-bh€va. medo e prestígio familiar. com se estivesse falando num sonho. vieram a esta floresta solitária nesta hora da noite? Como foram tão destemidas de virem até aqui? Vocês desejam desfrutar a companhia do esposo de outra? Meu negócio não é ver ou tocar a esposa de outro homem. A . Ficaram tão loucamente atraídas que praticamente perderam a consciência. Vendo tudo isso. KŠa cativara todas as vaqueirinhas de Vraja. pasmado. as mais belas jovens de cinturas finas. caiu aos pés de Gaur€‰ga em silêncio. elas se derreteram pelo Senhor. KŠa falou desta maneira: .. De repente.Vaˆi! Maravilhoso! Maravilhoso! Às vezes o Senhor Caitanya falava com as gop…s. KŠad€sa ficou tomado de amor a Deus e caiu aos pés de Gaur€‰ga. flores desabrocharam das árvores. Gaur€‰ga voltou à consciência e disse: . Ao ouvirem Sua flauta. Gaur€‰ga encheu a atmosfera com um banho de néctar. Então KŠad€sa. Gaurahari sorriu gentilmente e exclamou: . apesar de estarem a trinta e duas milhas de distância. num humor de menino. Assim sendo. elas correram loucas atrás de KŠa.Aqui KŠa realizou a dança da rasa. Para testálas e intensificar o seu amor por Ele. chorando. vestes e ornamentos estavam completamente desarrumados. Ele tocou Sua flauta tão ecantadoramente que as gop…s ficaram irremediavelmente atraídas. Rugindo alto.Mah€prabhu.Nunca vi uma pessoa assim nestes três mundos. Elas não podiam evitar isso. dançava enquanto gargalhava. Sou muito afortunado por conhecê-lO.

Ó meninas de Vraja! Voltem para os seus lares. todas as gop…s desfaleceram. Ficaram pasmadas como pinturas num quadro. não podiam deixar de contemplar KŠa. . KŠa também Se encheu de amor extático. que encanta todas as mentes. as gop…s falaram a verdade. Às vezes respiravam fundo devido ao fogo da separação. mulheres desesperadas. O cuco parecia o sempre ativo Kamadeva (Cupido). quase louca disse: . Sem compreenderem a Minha mente. As gop…s douradas pareciam o brilho do relâmpagos num nuvem de monsão. Ficaram sem fala e respiravam com dificuldade. Qual será o nosso destino se Te deixarmos agora? És o nosso único desfrutador e nosso único esposo. A lua parecia uma bandeira sobre o mercado de gop…s na rasa-maŠala. pobre ou feio. És o esposo supremo entre todos os esposos. Eles formaram um círculo com um KŠa para cada gop…. Uma gop… resolveu falar pelas demais. Cheias de sentimentos amorosos. como vocês podem agir desta maneira? KŠad€sa continuou: . Ao ouvilas. nos controlarmos depois de ter contemplado aquele que encanta o mundo inteiro com Sua beleza inigualável? Somos donas de casa castas. o desfrutador supremo. onde esmeraldas se alternavam com flores campaka. seus corpos estavam em brasa pela agitação provocada pelo fogo de Cupido. derramavam copiosas lágrimas. Aqui nesta rasamaŠala. Juntos pareciam uma maravilhosa guirlanda.Como podemos nós. tivemos que quebrar os nossos votos. Abaladas pela luxúria. ®r…mat… R€dh€€Š… é a fonte que origina todas as gop…s e a fonte de todos os êxtases amorosos. R€dh€ e KŠa permaneceram sob as árvores dos desejos de Vnd€vana.Devido a seu êxtase amoroso. velho. a jóia dos Yadus. As abelhas zumbiam como os instrumentos musicais no mercado e a juventude era a mercadoria. Gradulmente. Como podes imaginar-nos servindo a outro esposo? Ó Senhor de nossas vidas. O supremo dever ocupacional de uma mulher é servir o seu esposo. és o nosso único abrigo. a corporificação de toda a felicidade para nós. não podiam expressar seus desejos. És auto-satisfeito. Então as gop…s rodearam KŠa.Ao ouvirem isso. És a bemaventurança suprema. Contemplou-as amorosamente e elas agora sentiam felicidade indescritível. R€dh€€Š… expandiu-Se em muitas formas e KŠa também Se expandiu para dançar com todas as R€dh€s. KŠad€sa continuou: . nunca faço nada contra os princípios religiosos. entretanto. e nós não sabemos de nada. KŠa e as gop…s desfrutaram da incomparável dança da rasa. Teu aspecto cativante nos atraiu até Ti. Madana Mohana.essência do dever da mulher é servir o seu esposo. mesmo que ele seja doente. Sou a religião personalificada. mas ao ouvirmos a flauta de KŠa. Seus corpos tremiam. Uma mulher casta nunca negligencia a realização de seus deveres religiosos apropriados. adquiria o amor puro das gop…k€s. Tu não sabes de nada.

Depois de uma curta distância. Gaur€Šga viu os diferentes locais dos passatempos de KŠa em Vraja. tornoseleiras e cintos das gopis.Não consigo mais andar. KŠa deixou todas as outras para trás. Relaxando no colo das gop…s. KŠa sentava R€dh€ em Seu colo. Locana d€sa canta feliz as glórias de Gaur€‰ga. KŠa anunciou: . Vários instrumentos musicais como a mda‰ga e pakhowaja ( um tambor) temperavam e acrescentavam mais doçura às melodias. Aqui KŠa e Seus amigos se escondiam na floresta com planos de arreliar e assustar ®r… R€dh€. dançando juntos a noite inteira.Aqui está Khadira. sentindo-se fadigados. Novamente KŠa e as gop…s desfrutaram de alegria indescritível. Chorando copiosamente. KŠa reapareceu diante delas de novo. rainha de Vnd€vana. Quando elas estavam sucumbindo de desespero. Ficaram absortas pensando nos prazeirosos passatempos que haviam tido com KŠa. a jóia entre os Yadus) dançou com perícia. foram até as refrescantes margens do Yamun€.YadumaŠi (KŠa. as gop…s cairam ao solo.De hoje em diante. como loucas. MAIS FLORESTAS. . esta auspiciosa noite terminou. A acalmava e A beijava. os vaqueirinhos faziam sons assustadores que amedrontavam R€dh€. KŠa A adornou com uma fragrante guirlanda de flores.Suba em Meus ombros e Eu Te levarei. KŠa e as gop…s.Uma vez quando as gopis desfrutavam a dança da rasa com KŠa. R€dh€ O abraçava bem forte. corria tranquilo. Um brilhante concerto era feito pela doce flauta de KŠa e pelos encantadores sons das pulseiras. Ao . MAIS PASSATEMPOS KŠad€sa continuou: . como um ator dramático com cada uma das gopis. desapareceu. Desta maneira. a floresta onde R€dh€€Š… passava todo dia para vender leite. Carregue-Me de alguma maneira. Abrigando-Se em KŠa. KŠa fez de R€dh€€Š… a "R€i r€j€". KŠa. e as gop…s voltaram aos seus lares. Aquela gop… caiu prostrada chorando desesperada. Depois de banhar R€dh€ €Š…. KŠa ofereceu várias orações a ®r… R€dh€. todas as gop…s choraram descontroladas. Assim. manteiga e iogurte. Ele desapareceu de repente. Escondidos. o sem coração. KŠa respondeu: . a rainha de Vnd€vana. cheia de aflição. Depois de passar perfume e pasta de sândalo no corpo de R€dh€€Š…. Com exceção de uma gop…. O doce. R€dh€€Š… é R€i R€j€. A gop… que roubara a afeição de KŠa disse: . KŠa caiu no sono. Ao perderem KŠa. KŠad€sa continuou sua narrativa: . refrescante Yamun€. Junto com as gopis. Depois de desfrutarem muita alegria e bem-aventurados passatempos.

Mas KŠa veio até aqui. o espião de Kuvera. Enfiando Sua mão na boca de Kei. Este poderoso demônio molestou e assustou os vrajabasis. Aqui um demônio disfarçado de ovelha. Logo ao norte de Nandivara está Pavana-sarovara. o lugar é chamado de Kondaliya. R€dh€ entrava em êxtase e esquecia Seus temores. Kaˆsa aprisionou Vasudeva e Devak…. Ao encontrar KŠa e Balar€ma. Agora. KŠa matou facilmente o demônio sufocando-o. KŠa continuou brincando. libertou Seu pai e liberou o semideus pelo toque de Seu pé. Akrura contou aos meninos todas as atrocidades de Kaˆsa. Um dos seguidores demoníacos de Kaˆsa tomou a forma de um horrível cavalo chamado Kei. Gaur€‰ga apreciou muito este l…l€-sthana. Nanda Baba anunciou que Eles iriam a Mathur€ se encontrar . Akrura caiu prostrado ao solo. ele tentou engolir Nanda Mah€r€ja. Levando Akrura para casa. Eles o recepcionaram com amor e afeição. segurando-o pelos chifres. Aqui KŠa matou Sankhacuda. roubou os vaqueirinhos e os escondeu numa caverna nas montanhas. Todos os seus desejos foram satisfeitos quando ele viu as pegadas de KŠa. derrubando-o e sacudindo-o no chão. realizaram aqui mah€-r€sa-l…l€. O Senhor pegou a valiosa jóia que decorava a cabeça do demônio. foi amaldiçoado de se tornar uma serpente por ter rido do filho de Angira ¬i. Em seu caminho para Vnd€vana. Akrura ficou absorto pensando em KŠa.Esta é a floresta Kumuda. Como os meninos viviam brigando por aqui. KŠa matou este demônio e recuperou os Seus amigos. de uma olhada em Ambika-vana ao lado do rio Sarasvat…. onde KŠa trazia Suas vacas e brincava com os Seus amigos íntimos como Subala e ®r…dama. KŠa matou Arist€sura. Depois de jogar Bhaum€sura no chão. onde os vaqueirinhos gostava de ir a tarde para escorregar. oferecendo reverências. Pela manhã. um maravilhoso semideus. KŠad€sa ia contando: . Veja só aquela pedra escarpada. KŠa costumava amarrar Seus bezerros nesta moita de bambu. batendo em sua cabeça. K¬±¦A VAI PARA MATHURš E MATA KA¤SA Kaˆsa enviou Akrura para Vnd€vana para buscar KŠa. Neste local KŠa é chamado Madana Gop€la. Aqui as gop…s e gopas mais velhos adoravam Hari e Gaur… (®iva e P€rvat…). Neste nikunja (bosque privado) R€dh€ e KŠa tiveram muitos passatempos prazeirosos. O palácio de Nanda Mah€r€ja erguia-se majestoso no alto de Nandivara. Cativados um pelo ouro. Vidyadhara. A floresta de Kamyavana fica a oeste. Para remover esta maldição. Neste local.receber o amor de KŠa. Depois de ouvir N€rada.

KŠa enviou uma mensagem de Mathur€ para tranquilizar as gop…s. Temeroso. KŠad€sa prosseguiu: . as diferentes pessoas viam ®r… KŠa de modo diferente assim que Eles entraram na arena de luta. Neste local os súditos de Kaˆsa gritaram: . Kaˆsa ordenou a seus homens que expulsassem KŠa e Balar€ma do palácio. KŠa pulou para o dossel real. Este é o local onde KŠa e Balar€ma subiram na carruagem de Akrura para irem a Mathur€. De acordo com a sua consciência individual. Kaˆsa viu KŠa como a morte personalificada. elas se arremessaram ao chão. lutaram contra KŠa e Balar€ma. não são páreo para os dois lutadores. Aqui. Ele dizia: . comeram algumas frutas antes de chegar no palácio de Kaˆsa a tarde. Os lutadores viam KŠa como um poderoso raio.Aqui às margens do Manasa-ga‰g€. Kaˆsa está fazendo uma grande injustiça. vestes e ornamentos estavam em desalinho. agarrou-o pelos cabelos e o atirou ao solo. Devastadas por intensos sentimentos de separação. Sem vida o corpo não pode existir.Dentro de poucos dias retornarei a Vnd€vana. os yogis O viam como a Verdade Absoluta. Visvarupa (KŠa) esmurrou o peito de Kaˆsa e o matou com Sua força ilimitada. Depois.com Kaˆsa. Quem pode descrever a aflição das gop…s nesta hora? Elas pareciam corpos mortos prostrados no chão. Kaˆsa teve boa fortuna por KŠa ter Se sentado em seu peito. KŠa matou Canura e Balar€ma matou Mustika. Não fiquem preocupadas. Os espectadores viam KŠa conforme seus desejos individuais. desafiando o patife do Kaˆsa. descançaram. as gop…s se lamentaram quase até a morte quando ouviram a notícia. Eles mataram muitos outros lutadores. Balar€ma quebrou o ringue com a Sua perna. os vaqueiros como seu parente e as mulheres como o Cupido em pessoa. mas KŠa. KŠa derrubou Salva ao solo para matá-lo. dois lutadores instigados por Kaˆsa. os pouco inteligentes como a forma universal do Senhor Supremo. os vaqueiros pararam os seu carros de boi para descançar. KŠa chegou um pouco mais tarde. os Yadus como a sua suprema Deidade adorável.Todas as glórias! Todas as glórias ao Senhor! . Numa fração de segundo. Suas faces estavam cheias de lágrimas. Seus cabelos. As pessoas louvavam KŠa: . Devak… e Ugrasena. Todas vocês são a Minha própria vida. Usando os Seus punhos. Desgostoso e irado. Kaˆsa levantou sua espada. rugindo como um leão. Fazendo um som violento.Ora! Ora! Eles são apenas meninos. Canura e Mustika. Depois de matar o patife do Kaˆsa Eu voltarei. Ele ordenou que prendessem Nanda Mah€r€ja e os vaqueiros e que matassem Vasudeva. Os outros lutadores fugiram de medo imaginando terem de enfrentar os dois vaqueirinhos. eles se banharam no Yamun€.

Os semideuses jogaram flores em grande alegria. KŠa imediatamente transformou-a numa atraente jovem com o Seu toque transcendental. Saturados de alegria. os meninos Se vestiram suntuosamente e visitaram Sudama-malli (guirlandeiro). Depois de oferecer uma doce e fragrante guirlanda. ele conta passatempos que ocorreram antes da morte de Kaˆsa. que são um pouco diferentes dos realizados em Bhauma Vnd€vana). os passatempos não têm ordem certa para aparecerem. KŠa arrastou o corpo morto de Kaˆsa. Aqui em Viranti-ghata KŠa e Balar€ma descansaram. Locana d€sa Thakura inverte a temporalidade dos passatempos. O pecaminoso Durmukha recusou e falou alguns palavrões para KŠa. Ele Se divertiu gracejando com ela. Portanto Locana d€sa deve estar se referindo a uma descrição que KŠad€sa faz dos passatempos do mundo espiritual. Balar€ma consolou as esposas de Kaˆsa que estavam se lamentando. pois lá não existe temporalidade. massageando Seus corpos com uma pasta de aguru aromática. Este local é chamado Kaˆsa-khali. Cheia de luxúria. eles afetuosamente beijaram seus filhos. Nos próximos parágrafos. Eles disseram: . atacaram KŠa e Balar€ma furiosamente. Sudama recitou lindas orações para glorificar o Senhor KŠa. por alguma razão. Eles entronaram Ugrasena e Se despediram de Nanda Mah€r€ja. porque KŠa arrastou o corpo de Kaˆsa pela vila. Locana d€sa diz que ouvir sobre a falta de coração de KŠa em deixar Nanda Mah€r€ja enche todo mundo de medo. KŠa e Balar€ma libertaram Vasudeva e Devak… da prisão. que já foram descritos) (nota da trad. Num piscar de olhos Balar€ma os matou. KŠad€sa prosseguiu: . KŠa e Balar€ma ficaram algum tempo em Mathur€. Vendo que KŠa permanecera na cidade.Akrura tentou levar KŠa e Balar€ma para sua casa. Sudama recepcionou o Senhor cheio de alegria e lavou os Seus pés de lótus. KŠad€sa ia dizendo: . KŠa retribuiu batendo no demônio com a ponta de Seus dedos. portuguesa: segundo San€ntana Gosv€m…. (Nota da tradução inglesa: neste ponto.Quando voltarmos para Vnd€vana pararemos em sua casa. agitados ao verem sua morte e desejosos de vingança. na estrada. Estando satisfeitos com seu serviço. KŠa conheceu uma mulher corcunda chamada Kubja. Uma vez Eles pediram algumas roupas para um tintureiro chamado Durmukha.Para poderem visitar vários locais. Recusando a oferta. Kubja abandonou sua casta . Kubja afetuosamente recebeu KŠa e Balar€ma em sua casa. Um dia. os vaqueiros esperaram por Eles com os seus carros de boi bem na saída de Mathur€. Os oito irmãos de Kaˆsa. em Goloka no mundo espiritual. em seu Bhad Bh€gavatamta. Escolhendo as melhores roupas. girou-o no ar e o arremessou longe. às margens do rio Sarasvat….

Kaˆsa tremeu de medo ao ouvir que KŠa havia matado seu elefante como que brincando. agarrou sua cauda e o lançou a trinta milhas de distância. Ó Gaur€‰ga! Por favor seja benévolo comigo! O Senhor Gaur€‰ga disse: . não me engane. Nanda Mah€r€ja e os vaqueiros foram ao palácio de Kaˆsa a convite de Kaˆsa. para matar os meninos. Na Kali-yuga. a besta furiosa atacou KŠa. Que ®r… KŠa conceda-lhe Sua misericórdia. Balar€ma e os vaqueiros para a arena de luta. o Senhor Caitanya passeou por Mathur€-maŠala e ouviu sobre as glórias do Supremo Senhor KŠa de KŠad€sa.timidez e expressou seu desejo de desfrutar com KŠa. Então KŠa arrancou as presas do elefante.Pela sua misericórdia Minha mente está purificada. KŠa quebrou uma de sua presas. K¬±¦A RETORNA PARA VRAJA COMO GAURš¥GA . KŠa e Balar€ma lutaram e mataram Canura e Mustika respectivamente. Ele desejava avaliar sua destreza. Os vaqueiros estavam com medo da sorte dos meninos quando Eles encontraram o rei Kaˆsa.Agora quero ver a sua luta. foi até a sua traseira. KŠad€sa disse: . Balar€ma. Muitos outros assentos elevados foram construidos em volta da arena de luta para os cortesãos de Kaˆsa. Excitado até a loucura pelo seu invejoso tratador. Caindo aos pés de ®r… Gaur€‰ga. ele ordenou a seus homens que construissem três plataformas elevadas. Kaˆsa disse para os seus lutadores Canura e Mustika: . Desejava ver Mathur€ e pela sua misericórdia pude ver esta terra cheia de rasa. e usou seus pedaços para matar os seguidores demoníacos de Kaˆsa. grande como uma montanha. onde KŠa quebrou o arco de sacrifício. Este local é chamado Dhanur-yajña. Agora sei definitivamente que és o mesmo KŠa. subiu às suas costas e matou o tratador. Kaˆsa ordenou a seus servos para trazerem KŠa. Por favor. No portão principal Kaˆsa colocou um elefante. Aquele pecaminoso Kaˆsa também mandou escavar um poço especial para atirar KŠa e Balar€ma depois de Os matar. Hari tranquilizou Kubja com doces palavras e depois partiu. Ouvindo os gritos de guerra dos lutadores. A noite Kaˆsa teve um pesadelo. uma para si próprio e as outras duas para Vasudeva e Devak….Estou muito aflito. Kaˆsa fez estas outras duas plataformas para que Vasudeva e Devak… pudessem apreciar a morte de seus filhos. Sentado sob um dossel real. No dia seguinte. A noitinha KŠa. KŠa e Balar€ma correram para a arena excitados. Rapidamente.

Ha Jagann€tha! . meninos. os cucos e pavões chegavam rapidamente para junto do Senhor. O Senhor Caitanya viu cada uma das árvores e l…l€-sthanas (locais de passatempos). mulheres. Um vrajabasi disse: . as trepadeiras e as flores se derretiam de êxtase. Outro disse: . Não queriam deixá-lO por um segundo.Todos os vaiŠavas ansiavam em ver Gaur€‰ga. Alguns O viram como uma criança. Quando Gaurahari vagava pela floresta. O Senhor Caitanya manifestou-Se em cada uma das casas de Mathur€-maŠala. homens e até mesmo os tolos concordavam todos que ®r… Caitanya era o próprio Senhor ®r… KŠa.KŠa voltou para Mathur€ para ver os locais de Seus passatempos. Todo mundo considerava-O como sendo seu. um depois do outro. Alguns ouviram-nO tocar Sua flauta encantadora. Todo mundo soube que Gaur€‰ga era na realidade KŠa disfarçado como sanny€s…. eles não puderam se controlar. O Senhor reciprocava com todas as criaturas pelo olhar amoroso que dirigia a elas. Velhos. outros O viram desfrutar Seus passatempos juvenis. Eles levantavam suas cabeças para saborearem a doçura da face de Gauracandra. abraçaram Gaur€‰ga como seu esposo. Assim. CAPITULO 3 O SENHOR CAITANYA RETORNA A NILšCALA GAURš¥GA DÁ JÓIAS POR CREME DE LEITE Num humor alegre o Senhor Caitanya voltou rapidamente para Nil€cala. então por que posa na posição curvada em três pontos e vive chamando por R€dh€? Os vrajabasis ficavam com Gaur€‰ga o dia e a noite inteiros. loucos de prema. Locana d€sa sente grande deleite em descrever os bem-aventurados passatempos de Gaur€‰ga em Mathur€-maŠala.Se Ele não é KŠa. não puderam esquecer-se dEle. as árvores. Apesar de terem visto Gaur€‰ga apenas uma vez. Outros. Devido à afeição transcendental. Em amor extático Ele exclamava: . Mah€prabhu terminou Seu passeio por Mathur€ e voltou para Nil€cala. As abelhas. Tudo na floresta de Vnd€vana estava completamente cheio de amor.

vaqueirinho. Enquanto andava para casa o menino foi investido de amor a Deus. Gaur€‰ga disse: . é Meu dever ver o local da Minha vida anterior. O vaqueirinho disse: . volte para casa. Por alguma razão.Sim. Gaurahari seguiu para R€dh€-desh e parou na vila de Kulia. O Senhor chegou a uma pequena vila na floresta e conheceu um vaqueirinho que estava carregando um pote cheio de creme de leite para vender no mercado. . Você alcançou uma bênção e KŠa deu-lhe Sua misericórdia. Depois de se banharem no Ganges. esqueçam. Ele bebeu todo o meu creme de leite. Feliz. Se vocês tiverem algum dinheiro.Por favor. Dançava e cantava como louco no êxtase de KŠa-prema. Digam àquele sanny€s… que é a minha humilde oferta aos Seus pés de lótus. paguem-me. leve este creme de leite. Gaur€‰ga e Seu grupo foram chegando a Gaudadesh. O Senhor Caitanya pensou: .Está bem. Andava tão depressa que Seus associados não podiam alcançálO. Gaur€‰ga sorria benevolamente para o menino. os seguidores do Senhor chegaram e indagaram ao menino: . Gaur€‰ga seguia com a determinação de um leão. Quando os associados do Senhor Caitanya chegaram. Então o menino tentou levantar o pote vazio e seguir para casa. o menino disse: . pensando em si mesmo.Onde vamos arrumar dinheiro? Não temos dinheiro algum. Surpreesos. Disse que vocês iriam pagar por ele.Ó querido vaqueirinho. Então aquele dito sanny€s… saiu andando dizendo: . O Senhor Caitanya bebeu todo o pote de creme de leite. Depois de algum tempo. Locana d€sa canta as glórias de Gaur€‰ga. e beba quanto desejar. os associados de Gaur€‰ga entreolharam-se e disseram: . ficaram felizes ao verem que aquele vaqueirinho havia alcançado os pés de lótus do Senhor.Absorto em KŠa-prema. você pode Me dar um pouco de creme de leite? Caindo aos pés do Senhor.Ei. Gradualmente. Encontrou o Senhor esperando pelos Seus associados a curta distância dali. ele não conseguia erguer o pote. O vaqueirinho correu pela estrada em direção ao Senhor Caitanya. para que possa ir para cassa. A remover a tampa. Gaur€‰ga disse: . Todos os aldeões se encheram de alegria ao verem que aquele vaqueirinho havia recebido a misericórdia do Senhor.Como um sanny€s…. Estou com sede. viu que ele estava cheio de jóias e ouro.Você viu um sanny€s…? O vaqueirinho respondeu: .Você fique aqui e colete o dinheiro dos meus colegas que estão Me seguindo. O Senhor foi embora rápido e o menino sentou-se.

Não só os seres humanos. vida após vida. Você pode ser o que for. você ainda Me considera seu filho. Até mesmo a terra se abriria ao receber o toque das piedosas lágrimas de ®ac…dev…. Esquecendo-se de suas misérias. ®ac…m€t€ simplesmente contemplava o corpo de Gaur€‰ga. Tomando sanny€sa Você negligenciou os Seus deveres. como manteremos nossas vidas? E sem vida como os nossos deveres religiosos poderão ser mantidos? Então ®ac…m€t€ foi se encontrar com Gauracandra que estava sentado numa €sana. Por isso as pessoas aqui têm-me adorado. o Senhor Gaur€‰ga pensou: . Ele é a vida e a alma de todo mundo. segurem-nO. ®ac…m€t€. . Confusa e chorando. por favor.Ó meu Nim€i! Volte para casa. Estando sob a influência de m€y€. ®ac…m€t€ disse: . todos ficaram imóveis em torno de Mah€prabhu e choraram como loucos.GAURš¥GA VISITA NAVADVŸPA E ®ACŸMšTš Assim que o Senhor Caitanya parou em Navadv…pa. ®ac… disse: . não está errado se vocês fizerem isso. Antes você disse que Eu poderia tomar sanny€sa.O que devo fazer para acalmar Minha mãe? Então Gaur€‰ga disse: . Através das escrituras posso compreender o Seu caminho de amor e afeto. Não quero que Você seja um sanny€s…. mas até as pedras se derretiam pelo seu choro. ouça-Me. depois Você toma sanny€sa e fique fazendo todas estas coisas. ®ac…m€t€ disse: . Ela desejava tocar o seu filho e limpar o seu corpo que estava coberto pelo pó da estrada. disseram felizes: . correu para ver o seu filho querido: . todos na vila correram para vê-lO. e agora está chorando por causa dela. Emocionados. assim sendo. Você é adorado nestes três mundos.Ó sem coração. É melhor que eu morra primeiro. Quero que sentes em meu colo. ouça-me. com o cabelo e as vestes em desalinho. mas é meu filho. Se Ele não ficar em Nadia. E que Você sempre seja meu filho. Vendo a infelicidade de ®ac…m€t€ e todo mundo chorando.Onde está o meu Vivambhara? Quero vê-lO e beijar Sua face maravilhosa. No mundo material ninguém pode escapar de m€y€.Ó Gaurasundara voltou! As donas de casa de Nadia abandonaram os seus parentes e correram para ver o Senhor. Você é o mais querido por todos. Você nasceu nesta Terra como meu filho.Ó meu filho querido. Ó meu Nim€i voltou para Nadia! Pessoal.Não chore mãe.

Todos os devotos cairam chorando quando o Senhor partiu.Estou preso à sua afeição materna. Sabendo que Gaur€‰ga estava prestes a deixar Navadv…pa. Quando vocês forem ver o Senhor Jagann€tha.Faça o que quizer fazer. Seguindo o mesmo caminho de antes. no dia seguinte Gaur€‰ga partiu para Nil€cala. oferencendo respeitos à Sua mãe. Gaur€‰ga.Ha Jagann€tha! Gaur€‰ga soltou um rugido na Porta do Leão ( a entrada principal do templo na Grande Estrada). O Senhor Caitanya parou em ®antipura e passou o dia todo em k…rtana-vil€sa (saboreando o néctar de cantar Hare KŠa). ®ac…m€t€ disse: . Estando extremamente ansioso por ver o Senhor Jagann€tha. o Senhor Caitanya pensou: . absorto na felicidade de KŠa-prema. o Senhor cantava enquanto corrria para o templo: . Antes de partir. perto de Sua casa anterior. Ele realizou que ela não poderia se livrar da ilusão e disse: . Mah€prabhu ofereceu respeitos à Sua mãe: .Por favor. seja ele um devoto. na manhã seguinte. poderão me visitar. Gaur€‰ga entrou em Navadv…pa e ficou no Burakona-ghata. As pessoa locais sentiram ilimitada alegria ao correrem para ver o Senhor Caitanya. O Senhor Gaura R€ya estava muito satisfeito com o darana de Jagann€tha. ®r… Caitanya Mah€prabhu passou o dia e noite toda fazendo k…rtana e glorificando as qualidades transcendentais do Senhor Hari. repetiu: . As pessoas que viram o Senhor Caitanya pelo caminho ficaram inundadas no banho nectário de puro amor a Deus. o Senhor Caitanya logo chegou a Tamaluka.O Senhor Caitanya ficou perturbado com as palavras de Sua mãe. Todos os devotos seguiram o Senhor conforme Ele caminhava para fora da vila. Para satisfazer ®ac…m€t€. o coração de ®ac…m€t€ batia com dor. mas tenho um último pedido.Sempre sirva KŠa e não se apegue à existência material. ViŠupr…y€ ou você. Ele esmolou pras€da na casa de Suklambhara Brahmacari. Sentindo uma atração intensa. O Senhor Caitanya disse para todos os devotos de Nadia: . Mas por que você se esqueceu de nosso acordo anterior? Sempre estarei com qualquer um que sirva o Senhor ®r… KŠa. O REI VÊ JAGANNšTHA COMO O SENHOR CAITANYA Chegando a Nil€cala. voltem para suas casas. Então. Agora vou ficar em Nil€cala.Logo irei ver o Senhor Jagann€tha.Você deseja deixar Navadv…pa porque ViŠupr…y€ e sua infeliz mãe moram aqui. . fez Sua jornada sem fadiga.

que regularmente manifestava novos passatempos. Encontrou ®r… Caitanya Mah€prabhu e Seus seguidores sentados no templo de To˜a-Gopin€tha cantando os nomes de Hari e falando sobre Vnd€vana. Lá não havia ninguém além do servo do Senhor. O REI OBTEM A MISERICÓRDIA DO SENHOR GAURš¥GA O rei disse: . o rei foi para o templo de To˜a-Gopin€tha para se encontrar com o Senhor. O rei replicou: . Diga-me a verdade.O que você está vendo? O p™jar… respondeu: . não fique triste. mas não vejo nada além do Senhor Jagann€tha. o que você está vendo? O p™jar… respondeu: . novamente viu o Senhor Caitanya ao invés do Senhor Jagann€tha. o rei Prataparudra manteve o silêncio. O rei Prataparudra imaginou: . mas estou vendo um sanny€s… sentado na €sana do Senhor Jagann€tha.Não quero desapontar você. Mah€prabhu desfrutava fazer sa‰k…rtana junto com os Seus associados íntimos. Agora deixe-me verificar eu mesmo. Apesar de atônito por ouvir as maravilhosas glórias de Gaur€Šga. dia após dia. Um dia quando o rei estava olhando para o Senhor Jagann€tha. Mas não poderás vê-lO agora."O que vejo?" Para confirmar sua visão foi perguntar ao p™jar…: . Gaurahari parecia o refulgente e dourado monte Sumeru. o maior dos sanny€s…s.Estou vendo o Senhor Jagann€tha. foi visitar o Senhor Caitanya.Govinda. O rei pensou: . Todo dia diferentes devotos vinham ver o Senhor Gaur€‰ga.Quando poderei? .Ó rei. o que devo fazer para poder ver os pés de lótus do Senhor Caitanya? Govinda respondeu: . O rei indagou: . E então. Agora descreverei o passatempo em que o Senhor Caitanya deu Sua misericórdia para o rei Prataparudra.Locana d€sa canta louvores a Gaurahari. Em Nil€cala. Na outra vez em que o rei foi ter um darana do Senhor Jagann€tha. Cheio de grande afeição pelo Senhor Caitanya. ele viu que o Senhor se transformara no Senhor Caitanya. Atônito. Govinda.Sinto muito. o rei ficou convencido que o Senhor Jagann€tha agora encarnara como um sanny€s….Então por que só eu estou vendo um sanny€s…? Ouvi ilimitadas glórias deste sanny€s…. o maior entre os sanny€s…s.

O Senhor Caitanya disse: . sou um sanny€s… e ele é um rei. Ele passa os seus dias desejando de todo coração encontrar-se conTigo.Ó Meu querido Pur… Gosv€m…. assim sendo. Tomado pelo êxtase. Todos os devotos. estou Te dizendo que o rei Prataparudra de Nil€cala é um servo pessoal do Senhor Jagann€tha. sucumbirá. Sob os Meus pés. Pur… Gosv€m… se aproximou do Senhor alguns dias mais tarde e disse polidamente: . o rei cantava e dançava em êxtase: . o rei em êxtase esqueceu-se de si mesmo. os devotos reuniram-se na casa de Kai Mira e fizeram planos de informar ao Senhor sobre o desejo do rei. De repente. Se permitires. então ele poderá satisfazer este seu desejo. Por favor. Atônito. o Senhor Caitanya manifestou uma maravilhosa forma de seis braços para o rei Prataparudra. Te direi o que é. Nós testemunhamos o seu intenso amor por Ti.Muito bem. O Senhor retribuia sorrindo. o rei exclamou com uma voz embargada. desejo fazer-Te um pedido. lágrimas rolavam de seus olhos e seu corpo ficou inteiro tomado de arrepios. não precisas ter medo algum. revele o teu coração. muito contentes.Senhor Gaur€‰ga. mas estou com medo. O rei ficou tomado de emoções ao ver o explêndido corpo de Gaurasundara. Prestando reverências ao Senhor Caitanya. trouxeram o rei Prataparudra para ver o Senhor Caitanya Mah€prabhu. As escrituras proibem que um sanny€s… se encontrem com um rei. O Senhor Caitanya disse: . o rei ofereceu dandavats e então tentou se levantar. Pur… Gosv€m… e alguns outros decidiram ajudar o rei a se encontrar com o Senhor Gaur€‰ga.Com sua afeição aumentando. Pur… Gosv€m… argumentou: . Hoje é o décimo dia em que o rei jejua. Ele vem repetidamente nos solicitando ajuda para alcançar os Teus pés de lótus. Seus olhos estavam úmidos de lágrimas e pequenas pápulas surgiram em todo o seu corpo. tragam o rei até aqui. Nossas palavras vão lhe partir o coração. Dali a pouco. Pur… Gosv€m… então disse: . As quatro direções ressoaram com Hari-n€ma-sa‰k…rtana.Manterás a minha palavra? Depois de discutir com Kai Mira e os outros devotos. Sentindo simpatia pelo rei. ouça. não tenho nada a tratar com ele. O rei Prataparudra apelou humildemente pela ajuda dos devotos do Senhor Caitanya.Prabhu! Prabhu! Erguendo os braços. Mas se ordenares. Como vocês sabem. o rei cambaleou. cheio de lágrimas: .Meu Senhor. Flutuando num oceano de amor puro a Deus. Ao o rei ouvir isso. O Senhor Caitanya respondeu: . por favor.Ouçam todos vocês. por favor. o rei ficou na cidade o dia todo sem ir para lugar algum.

Esta é a essência.Sou um pobre brâmane sofrendo privações. ouçam atentamente a estes tópicos confidenciais. Os súditos são como filhos e o rei é como um pai. o Senhor vem me ignorando. Havia um brâmane dravidiano ( do sul da Índia) chamado R€ma. Sei que devo sofrer muito. Assim. ela recebe um tipo particular de corpo. . Quer alguém seja rei ou súdito. É pelo karma que alguém se torna rei ou súdito. De outra maneira. Assim sendo. mas de alguma maneira quero que aliviar desta miséria. deve sofrer e desfrutar. O PASSATEMPO FINAL: O REI VIBHISANA E O BRÂMANE POBRE Agora vou contar outro maravilhoso episódio dos sempre recentes passatempos transcendentais do Senhor Caitanya. Locana d€sa canta alegremente os passatempos gloriosos de Gauracandra. vou me matar bem diante de Teus olhos. e agora estou sofrendo por eles. No devido curso. Todo mundo diz que KŠa é o bem-querente dos brâmanes. o Senhor do Universo. De acordo com a sua natureza. estava residindo em Nil€cala. Seu corpo era como um saco de pele e ossos. com Tua bênção agora a minha vida é perfeita. Ele era pobre e miserável devido a privações. Por favor. O Senhor KŠa concede Sua misericórdia para todas as entidades vivas igualmente. és o rei. que muito feliz. deixe-me abandonar esta vida inútil. prestou reverências ao Senhor. Lembre-se que quem trata todos os demais como se tratasse a si próprio é o verdadeiro servo do Senhor ®r… KŠa. Desta maneira. sou um pobre brâmane que está sofrendo terrivelmente e está a ponto de morrer. remova esta minha pobreza e dême abundantes riquezas. O Senhor Caitanya disse: . Por favor. O brâmane continuou pensando: . Seu estômago queimava de fome e ele não podia tolerar sua extrema pobreza. ele foi vê-lO e pedir-Lhe Sua misericórdia. O brâmane orou: . o brâmane chegou a Nil€cala e teve um darana do Senhor Jagann€tha. Os vaiŠavas desfrutavam ilimitado prazer na associação diária com Gaurahari. o Senhor Caitanya instruiu o rei Prataparudra.Ouça. Os devotos sentiram bem-aventurança ao verem que o rei alcançara KŠa-prema.Como poderei me libertar desta miséria? Em minha vida passada.Meu Senhor. Um dia ele pensou: . devo ter cometido muitos pecados horríveis.. Teu dever principal é zelar pelos teus súditos.Hari bol! Hari bol! Ó meu Senhor. mas devido às minhas ofensas. Ouviu dizer que o Senhor Jagann€tha. O brâmane sabia que só Deus é quem pode mudar o karma e dar alívio.

Prefiro morrer do que viver. rodeado pelos Seus devotos íntimos. Minha família não liga para mim. o Senhor Caitanya estava sentado pacificamente. Enquanto isso. Enquanto isso. O homem disse: . O homem parou. Tenho passado meus dias e minhas noites sem comer nada. o Senhor Jagann€tha não lhe deu resposta. Não posso manter o meu estado bramínico. meu nome é Vibhisana e estou indo ver os pés de lótus do Senhor Jagann€tha. cantando feliz as glórias de Vnd€vana. as pessoas neste mundo sofrem ou desfrutam. Gaurahari. e não deverá sofrer tanto nas próximas vidas.Ó brâmane. O que importa saber quem eu sou? A propósito. emergiu de repente do oceano. Você está sofrendo por causa dos pecados anteriores. ficou em silêncio. Ao ouvir a lamentação do brâmane. Ouça. Os devotos imaginaram porque o Senhor tão abruptamente mudou de ânimo e ficou tão silencioso.E o brâmane começou a jejuar. uma pessoa forte. assim estou cometendo suicídio por inanição. Então você deverá superar todas as misérias. por que você está jejuando até a morte? Disse o brâmane: . não me decepciones. De pé na praia.Este homem deve ser o Senhor Jagann€tha. pois quem mais poderia surgir deste modo do meio do oceano? Então o brâmane seguiu aquele homem pela praia por uma certa distância. pediu a Govinda para ver quem estava parado na porta. Apesar do brâmane estar jejuando a sete dias. O pobre brâmane andou atrás dele. Depois de dizer isso. Com devoção amorosa vá ver a sorridente face do Senhor Jagann€tha. O homem então disse: . Não tenho nenhum abrigo.Estou muito fraco por ter jejuado por sete dias. De repente. percebeu que a medida que que ela se aproximava da praia ia adquirindo a estatura de uma pessoa normal e divagou: . o Senhor. Neste momento. Atadas pelo resultado de seu karma. Vibhisana começou a andar para o templo. o coração daquela grande personalidade ficou derretido. Diga-me francamente que és. pediu ao mar que lhe desse um lugar. O brâmane imaginando quem poderia ser aquela pessoa que saia do oceano. que estava sentado com os Seus associados. alta como uma montanha.Estou sofrendo devido à minha extrema pobreza. ou serás o culpado pela morte de um brâmane. Depois de ver-te minha vida passou a ser um sucesso. virou-se para trás e perguntou: .Por que você deseja saber a minha identidade? Sou o que sou. O brâmane respondeu: . Vibhisana estava ali com o brâmane. Muito enfraquecido pelo jejum.Quem é você e para onde está indo? Diga-me ao certo. o brâmane decidiu se afogar no oceano. Elas só ficam livres do karma depois de experimentar os resultados. . sentindo aflição em Seu coração.

o brâmane pobre perguntou a Vibhisana: . Como resultado veio para cá irado e culpando o Senhor Jagann€tha pelas suas dificuldades. Mah€prabhu e o brâmane choraram profusamente. dizem que é devido às suas próprias qualidades meritórias. O brâmane foi convidado a sentar-se ao lado do Senhor e o pobre brâmane que jejuava teve que ficar a distância. Depois de prestar reverências ao sannya€s… por que vais embora sem visitar o templo do Senhor Jagann€tha? Prometestes cumprir a ordem do sanny€s…. que irei até lá contigo e lhe darei a riqueza toda que almeja. lá fora. pode ir para sua casa em Dravida-desh (sul da Índia). Agora. conte-me. O brâmane amistoso disse: . Nenhum dos associados do Senhor Caitanya conhecia aquele brâmane. Por ordem de Gaur€‰ga. o brâmane disse: . o brâmane batia a cabeça de angústia. mas quando desfrutam dos resultados. Aquele brâmane pretendia morrer jejuando nestes últimos sete dias.Você sabe que aquele brâmane que está ali atrás está sofrendo miseravelmente. O seu desejo de possuir grande riqueza foi agora satisfeito. O rei Vibhisana disse: .Sim. Depois de fazerem algo errado vêm culpar o Senhor. que é o bem-querente dos brâmanes. Ao ouvir isso.Depois de tanto tempo. O que o Senhor Jagann€tha. meu Senhor. Farei como dizes.Dissestes àquele sanny€s… que eras o rei Vibhisana. Sou um pobre e miserável brâmane. agarrando os pés de Vibhisana. Para a surpresa de todos. nem entenderam a conversa. diretamente com os seus próprios olhos. Caiu colapsado ao solo. O Senhor Caitanya disse ao brâmane sentado ao Seu lado: . os dois brâmanes sairam. Govinda cordialmente os recebeu e conduziu-os para se encontrarem com o Senhor Caitanya. Ele perdeu todo o seu conhecimento devido à pobreza. É da natureza das pessoas nunca encontrarem faltas em si mesmas. dê-lhe um oceano de riquezas e faça-o feliz. não me pregues uma peça. Agora. Os associados do Senhor Caitanya estavam completamente perplexos com estes relacionamentos entre o Senhor e os brâmanes. agora voltamos a nos encontrar. Depois de prestar reverências ao Senhor. Então o Senhor acariciou o brâmane com Suas mãos maravilhosas e perguntou-lhe sobre o seu bem-estar.Govinda voltou e disse ao Senhor Gaur€‰ga que dois brâmanes estavam esperando na porta do templo de To˜a-Gopin€tha. Gaur€‰ga Se dirigiu afetuosamente para o brâmane sentado ao Seu lado: . pode fazer por ele? Entretanto. Enquanto isso.Ouça. seu tolo brâmane de cabeça dura! Você acabou de ver o Senhor Jagann€tha em pessoa. Quando sofrem pelos seus erros elas acusam o Senhor. Quem é afinal aquele sanny€s…? Por favor. parece que ao vê-lo suas misérias foram-se embora.

. és o próprio Senhor Jagann€tha. que era aquele brâmane que se sentou ao Meu lado. agora sofra o que desejar. doenças e outras misérias. A terra e o céu se encheram de KŠa-prema. Mas. Todos dançaram jubilantes. Aquele pobre brâmane estava sofrendo tremendamente enquanto vivia no sul da Índia. seja felicidade ou aflição. Vá embora. o Senhor Gaur€‰ga disse: . transcendentais passatempos de ®r… Caitanya Mah€prabhu. Tu és o melhor dos doutores. sou um ignorante. Mah€prabhu respondeu: . Sou o mais baixo e o pior ofensor. dê o remédio correto. o Senhor Caitanya riu e disse: . para nossa purificação. o que aconteceu? Todos nós estamos curiosos mas temos medo de Te perguntar. assim por favor. Ao ouvir esta confissão.O Senhor Jagann€tha te prestou um favor. Os devotos exclamaram "Hari bol! Hari bol!" Depois de receber esta bênção. tomando coragem.Ó por que vocês voltaram? Vibhisana respondeu: . Pur… Gosv€m… disse: . veio para cá se lamentar com o Senhor Jagann€tha. Ouçam todos. No final. Concordando. Devido a minha condição de pobreza. Ao ver o par de brâmanes novamente..Meu Senhor. Estou morrendo pelos malefícios de minha vida passada.Prabhu. Devido ao meu mau karma. Vendo sua condição miserável. e completa este trabalho. Por arranjo do Senhor. leve-me de volta para ver o Senhor Caitanya. Agora sei que sou um brâmane ignorante. Vibhisana levou-o de volta para ver o Senhor Caitanya. Vibhisana e o brâmane pobre deixaram a casa num humor alegre. os maravilhosos. Senhor. Os devotos explodiram de êxtase ao ouvirem esta história.Ó venerável Gosv€m…. tenha bondade de explicar. ele conheceu o rei Vibhisana. o Senhor Jagann€tha sentiu pena dele. vim até Ti procurar o remédio errado. bem-aventurados. Assim Locana d€sa conclue o capítulo final do ®ea-khaŠa. o ®r… Caitanya Ma‰gala. Oprimido pela pobreza. pergunte a este brâmane a razão. és a vida e a alma de incontáveis entidades vivas.Por favor.Ouça Pur… Gosv€m…. O rei Vibhisana satisfez aquele brâmane dando-lhe abundante riqueza. indaguei para o benefício de todos os Teus devotos. sei que nenhum de vocês entendeu o que aconteceu. Assim. todos os devotos se abraçaram uns aos outros. O brâmane disse: . alcançarás os pés de lótus do Senhor Jagann€tha. Depois de ouvir isso o brâmane prestou dandavats ao Senhor Gaur€ ‰ga. sofro pela pobreza. mas vamos voltar e ver o Senhor. Na verdade. cantando: "Hari bol! Hari bol! Hari bol!" Felizes.

Guarujá. Quando uma pessoa tão caída como eu será digna de sua misericórdia? Oro a Locana d€sa e ao Senhor Caitanya Mah€prabhu que me concedam esta bênção.995. . Bhakta Sergio Barros De Vecchi. 21 de setembro de 1. REVISÃO EM 8 DE DEZEMBRO DE 1997 Satyar€ja d€sa.Todas as glórias para Ivara Svami. que é muito querido de R€dh€r€Š… por ter abrigado aos pés de ®r…la Prabhup€da.