You are on page 1of 33

Pranchas de Parasitologia

I unidade de aulas práticas

Leishmania spp.; Trypanosoma cruzi; Ectoparasitos;

Vetores (triatomíneos e

flebotomíneos ).

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Promastigota de Leishmania

a n c f LAPEN Cultura acelular de Leishmania corado pelo método de Giemsa.
a
n
c
f
LAPEN
Cultura acelular de Leishmania corado pelo método de Giemsa.

(a) Promastigota

c: cinetoplasto; n: núcleo; f: flagelo

Característica: Alongado com cinetoplasto anterior ao núcleo; o flagelo torna-se livre a partir da porção anterior da célula. Forma extracelular.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de hemohistoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Promastigota de Leishmania

a c n f LAPEN Cultura acelular de Leishmania corado pelo método de Giemsa.
a
c
n
f
LAPEN
Cultura acelular de Leishmania corado pelo método de Giemsa.

(a) Promastigota

c: cinetoplasto; n: núcleo; f: flagelo

Característica: Alongado com cinetoplasto anterior ao núcleo; o flagelo torna-se livre a partir da porção anterior da célula. Forma extracelular.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de hemohistoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Amastigota de Leishmania

n a c LAPEN Imprint de pele da borda de lesão por Leishmania corado pelo
n
a
c
LAPEN
Imprint de pele da borda de lesão por Leishmania corado pelo método de Giemsa.

(a) Amastigota

c: cinetoplasto; n: núcleo;

Característica: Forma arredondada ou oval, com flagelo curto que não se exterioriza.Forma intracelular.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de hemohistoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Amastigota de Leishmania

n a c LAPEN Imprint de pele da borda de lesão por Leishmania corado pelo
n
a
c
LAPEN
Imprint de pele da borda de lesão por Leishmania corado pelo método de Giemsa.

(a) Amastigota

c: cinetoplasto; n: núcleo;

Característica: Forma arredondada ou oval, com flagelo curto que não se exterioriza. Forma intracelular.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de hemohistoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Tripomastigota de Trypanosoma cruzi

a c n f LAPEN Esfregaço sanguíneo corado pelo método de Giemsa.
a
c
n
f
LAPEN
Esfregaço sanguíneo corado pelo método de Giemsa.

(a) Tripomastigota

c: cinetoplasto; n: núcleo; f: flagelo

Característica: Alongado com cinetoplasto posterior ao núcleo; o flagelo forma uma extensa membrana ondulante e toma-se livre na porção anterior da célula. Forma extracelular.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de hemohistoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Epimastigota de Trypanosoma cruzi

f n c a LAPEN Cultura acelular de T. cruzi corado pelo método de Giemsa.
f
n
c
a
LAPEN
Cultura acelular de T. cruzi corado pelo método de Giemsa.

(a) Epimastigota

c: cinetoplasto; n: núcleo; f: flagelo

Característica: Alongado com cinetoplasto anterior e justaposto ao núcleo. Possui pequna membrana ondulante lateralmente disposta. Forma extracelular.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de hemohistoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Amastigota de Trypanosoma cruzi

c c n a b LAPEN Cultura de células vero corada pelo método de Giemsa.
c
c
n
a
b
LAPEN
Cultura de células vero corada pelo método de Giemsa.

(a) Amastigota (c: cinetoplasto; n: núcleo)

(b)Núcleo da célula hospedeira (c) Citoplasma da célula hospedeira

Característica: Arredondada ou oval, com flagelo curto que não se exterioriza. Forma intracelular.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de hemohistoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Amastigota de Trypanosoma cruzi

a b LAPEN Corte histológico de músculo cardíaco corados pela HE.
a
b
LAPEN
Corte histológico de músculo cardíaco corados pela HE.

(a) Amastigota (b) Ninho de amastigota entre as fibras musculares cardíacas

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de hemohistoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Macho de Pediculus sp.

Ordem Phthiraptera a c d b e LAPEN
Ordem Phthiraptera
a
c
d
b
e
LAPEN

(a) Antenas

(b) Garra tarsal

(c) Espiráculo respiratório torácico

(d) Espiráculo respiratório abdominal

(e) Edeago ou Pênis

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Fêmea de Pediculus sp.

Ordem Phthiraptera a c d LAPEN
Ordem Phthiraptera
a
c
d
LAPEN

Antenas Garra tarsal

b
b
Ordem Phthiraptera a c d LAPEN Antenas Garra tarsal b e (a) (b) (c) Espiráculo respiratório
e
e

(a)

(b)

(c) Espiráculo respiratório torácico

(d)

Espiráculo respiratório abdominal

(e)

Abdome bifurcado

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Macho de Pthirus pubis

Ordem Phthiraptera b a LAPEN
Ordem Phthiraptera
b
a
LAPEN

(a) Antenas (b) Garra tarsal

Ordem Phthiraptera b a LAPEN (a) Antenas (b) Garra tarsal Características: é um inseto áptero (sem

Características: é um inseto áptero (sem asas) , menor em comprimento que o Pediculus sp. Esse

piolho apresenta tórax e abdome fundidos em uma só peça. As garras tarsais desenvolvidas.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Fêmea de Pthirus pubis

Ordem Phthiraptera

a
a
b LAPEN c
b
LAPEN
c

(a) Antenas (b) Garra tarsal (c) Abdome bifurcado

Características: é um inseto áptero (sem asas) , menor em comprimento que o Pediculus sp. Esse

piolho apresenta tórax e abdome fundidos em uma só peça. As garras tarsais desenvolvidas.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Pulex irritans

Ordem Siphonaptera

a b LAPEN
a
b
LAPEN

(a) 01 cerda occipicial

(b) Mesopleura não dividida

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Ctenocephalides sp.

Ordem Siphonaptera

a b LAPEN
a
b
LAPEN

(a) Ctenídeos (b) Mesopleura dividida

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Macho de Ctenocephalides sp.

Ordem Siphonaptera

LAPEN a
LAPEN
a

(a) Edeago

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Fêmea de Ctenocephalides sp.

Ordem Siphonaptera

LAPEN a
LAPEN
a

(a) Espermateca

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Xenopsylla cheopis

a
a

Ordem Siphonaptera

b LAPEN
b
LAPEN

(a) Cerdas occipitais formando um “V”

(b) Mesopleura dividida

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Fêmea de Tunga penetrans

a
a

Ordem Siphonaptera

b LAPEN
b
LAPEN

(a) Três segmentos torácicos mais curtos que o primeiro abdominal (b) Espiráculos abdominais desenvolvidos

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Macho de Tunga penetrans

a
a

Ordem Siphonaptera

b LAPEN
b
LAPEN

(a) Três segmentos torácicos mais curtos que o primeiro abdominal (b) Edeago

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Ectoparasitos

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Heteroptera fitófago

1° par a LAPEN a o (a) Aparelho bucal b p Figura 1- heteroptera fitófago.
1° par
a LAPEN
a
o
(a) Aparelho bucal
b
p
Figura 1- heteroptera fitófago. a: antena; o: olho; b:
aparelho bucal; p: 1° par de pernas
Neves et al., 2008.

Características: aparelho bucal reto, com quatro segmentos, ultrapassando o primeiro par de pernas. Observar desenho esquemático Fig. 1

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Heteroptera predador

1° par a LAPEN
1° par
a
LAPEN
Neves et al., 2008. a o b p
Neves et al., 2008.
a
o
b
p

(a) Aparelho bucal

Figura 1- heteroptera predador. a: antena; o: olho; b:

aparelho bucal; p: 1° par de pernas

Características: aparelho bucal curvo, com três segmentos, não ultrapassando o primeiro

par de pernas. Observar desenho esquemático Fig. 1

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Heteroptera hematófago

a 1° par LAPEN
a
1° par
LAPEN
Neves et al., 2008. a o b p
Neves et al., 2008.
a
o
b
p

(a) Aparelho bucal

Figura 1- heteroptera hematófago. a: antena; o:

olho; b: aparelho bucal; p: 1° par de pernas

Características: aparelho bucal reto, com três segmentos, não ultrapassando o primeiro

par de pernas. Observar desenho esquemático Fig. 1

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Cabeça de Rhodnius

LAPEN b c d e
LAPEN
b
c
d
e

(diferenciação de gêneros de triatomíneos)

a
a

(a)

Antenas Tubérculo antenífero

(b)

(c) Clípeo

(d)

Olhos compostos

(e)

Ocelos

Características: Cabeça alongada e delgada; antenas implantadas bem próximo ao clípeo

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Cabeça de Panstrongylus

(diferenciação de gêneros de triatomíneos)

LAPEN a c d b e
LAPEN
a
c
d
b
e
de gêneros de triatomíneos) LAPEN a c d b e (a) (b) Antenas Tubérculo antenífero (c)

(a)

(b)

Antenas Tubérculo antenífero

(c) Clípeo

(d)

Olhos compostos

(e)

Ocelos

Características: Cabeça robusta , curta em relação ao tórax e subtriangular; antenas

implantadas próximo aos olhos.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Cabeça de Triatoma

(diferenciação de gêneros de triatomíneos)

LAPEN a c d b e
LAPEN
a
c
d
b
e
de gêneros de triatomíneos) LAPEN a c d b e (a) (b) Antenas Tubérculo antenífero (c)

(a)

(b)

Antenas Tubérculo antenífero

(c) Clípeo

(d)

Olhos compostos

(e)

Ocelos

Características: Cabeça alongada e antenas implantadas em um ponto médio entre os

olhos e o clípeo.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Fêmea de triatomíneos

a LAPEN
a
LAPEN

Características:

(a) Ovipositor

a presença do ovipositor no final do abdome identifica fêmeas dos triatomíneos.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Macho de triatomíneos

a LAPEN
a
LAPEN

(a) Abdome arredondado/ Ausência de

ovipositor

Características:

a ausência do ovipositor no final do abdome identifica os machos dos

triatomíneos.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Principais gêneros de triatomíneos

transmissores

a
a

do Trypanosoma cruzi

b
b
c LAPEN LAPEN
c
LAPEN LAPEN

Características:

(a) Triatoma

(b) Panstrongylus

(c)

Rhodnius

faz-se a diferenciação dos principais gêneros de triatomíneos de

importância epidemiológicas pelo formato da cabeça e a inserção das antenas nessa.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Estágios de desenvolvimento dos triatomíneos (Rhodnius proxilus)

Ninfa 2
Ninfa 2
Ninfa 1 Ovos
Ninfa 1
Ovos
triatomíneos ( Rhodnius proxilus ) Ninfa 2 Ninfa 1 Ovos Adulto Ninfa 4 LAPEN Ninfa 3

Adulto

( Rhodnius proxilus ) Ninfa 2 Ninfa 1 Ovos Adulto Ninfa 4 LAPEN Ninfa 3 Ninfa
( Rhodnius proxilus ) Ninfa 2 Ninfa 1 Ovos Adulto Ninfa 4 LAPEN Ninfa 3 Ninfa
( Rhodnius proxilus ) Ninfa 2 Ninfa 1 Ovos Adulto Ninfa 4 LAPEN Ninfa 3 Ninfa
( Rhodnius proxilus ) Ninfa 2 Ninfa 1 Ovos Adulto Ninfa 4 LAPEN Ninfa 3 Ninfa
Ninfa 4
Ninfa 4

LAPEN

Ninfa 3

) Ninfa 2 Ninfa 1 Ovos Adulto Ninfa 4 LAPEN Ninfa 3 Ninfa 5 Laboratório de
) Ninfa 2 Ninfa 1 Ovos Adulto Ninfa 4 LAPEN Ninfa 3 Ninfa 5 Laboratório de

Ninfa 5

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Macho de Flebotomíneo

Família Psychodidae) b a c e d LAPEN
Família Psychodidae)
b
a
c
e
d
LAPEN

Posição da cabeça forma um ângulo de 90" com o eixo longitudinal do tórax

(a)

(b)

Asas lancioladas

(c)

Balancin (asa vestigial)

(d) Pernas compridas e delgadas

(e)

Terminália na porção final do abdome

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Detalhes da terminália de macho de Flebotomíneo

c b d a e LAPEN
c
b
d
a
e
LAPEN

(a) Dististilo

(b) Basistilo

(c)Bomba ejaculadora

(d) Ducto ejaculador

(e) Parâmero

Características: a genitália do macho deriva do nono segmento abdominal e todos os elementos são importantes para a identificação das espécies.

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores

UFRN Centro de Biociências Laboratório de Ensino de Parasitologia e Entomologia - LAPEN

Fêmea de Flebotomíneo

(Família Psychodidae)

a b c LAPEN
a
b
c
LAPEN
de Flebotomíneo (Família Psychodidae) a b c LAPEN (a) Espermatecas (b) Forquilha genital (c) Cercos

(a) Espermatecas

(b) Forquilha genital

(c) Cercos

Laboratório de Ensino de Parasitologia Aula prática: Identificação de Insetos Vetores